• A integração do Negro na Sociedade de Classes e o Negro no Mundo dos Brancos do Autor Florestan Fernandes
    DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS SOCIAIS RECIFE, 29 DE JANEIRO DE 2013. RESENHA REFERENTE AOS TEXTOS: A INTEGRAÇÃO DO NEGRO NA SOCIEDADE DE CLASSES - VOLUME 1 E 2 – E O NEGRO NO MUNDO DOS BRANCOS DO AUTOR FLORESTAN FERNANDES O texto A integração do Negro na Sociedade de Classes possui uma forte importância no que...
    848 Palavras 4 Páginas
  • Florestan Fernandes
    Biografia de Florestan Fernandes: Sociólogo e político brasileiro Florestan Fernandes (1920-1995) nasceu em São Paulo, no dia 22 de julho de 1920. (SP), considerado o fundador da sociologia crítica no Brasil. Iniciou sua formação primária no Grupo Escolar Maria José, em Bela Vista, São Paulo (1926)...
    4647 Palavras 19 Páginas
  • A sociologia de florestan fernandes
    A Sociologia de Florestan Fernandes     Octávio Ianni     A SOCIOLOGiA DE FLORESTAN FERNANDES inaugura uma nova época na história da Sociologia brasileira. Não só descortina novos horizontes para a reflexão teórica e a interpretação da realidade social, como permite reler criticamente muito do...
    4197 Palavras 17 Páginas
  • Raymundo faoro
    INTRODUÇÃO O objetivo deste trabalho é apresentar o pensamento político de Raymundo Faoro e Florestan Fernandes. Ambos partir da leitura de suas obras e de outros autores que como eles tenham pontos em comum. A tese de Raymundo Faoro é a da existência, na formação nacional brasileira, de um patrimonialismo...
    8581 Palavras 35 Páginas
  • Informes psicopedagogicos
    debruçaram em busca do entendimento da formação da sociedade brasileira, analisando temas como abolição da escravatura, êxodos e estudos sobre índios e negros. Dentre os autores mais significativos, temos: Sérgio Buarque de Holanda (Raízes do Brasil-1936), Gilberto Freyre (Casa Grande & Senzala-1933)...
    1875 Palavras 8 Páginas
  • Colonização, miscigenação e questão racial: notas sobre equívocos e tabus da historiografia brasileira resenha critica
    História Social pela Universidade de São Paulo (1988). Professor da UFF desde 1978, sendo, desde 1994, Professor Titular de História Moderna. RESENHA CRÍTICA: 21/10/2012. O autor discorre em seu artigo sobre Colonização, miscigenação e questão racial, ressalta algumas notas sobre equívocos e tabus...
    2512 Palavras 11 Páginas
  • racismo
    desse crime para os negros e os indígenas ou, se se quiser, os não brancos; e 2) que “surgiu no Brasil uma espécie de preconceito reativo: o preconceito contra o preconceito ou o preconceito de ter preconceito”, conforme observou em suas pesquisas o sociólogo Florestan Fernandes (Fernandes, 1972, p. 42)....
    3806 Palavras 16 Páginas
  • Resenha
    (indicar o seu nome) | |Resenha crítica | Registro 2011 ...
    1589 Palavras 7 Páginas
  • Resenha
    RESENHA CRÍTICA É uma descrição minuciosa que compreende certo número de fatos: é a apresentação do conteúdo de uma obra. Consiste na leitura, no resumo, na crítica e na formulação de um conceito de valor do livro feitos pelo resenhista. A finalidade de uma resenha é informar o leitor, de...
    1954 Palavras 8 Páginas
  • Faculdade
    ELABORAR UMA RESENHA 1.1. CONCEITO E FINALIDADE Resenha crítica é uma descrição minuciosa que compreende certo número de fatos: é a apresentação do conteúdo de uma obra. Consiste na leitura, no resumo, na crítica e na formulação de um conceito de valor do livro feitos pelo resenhista. A resenha, em geral...
    2631 Palavras 11 Páginas
  • filmes
    exercício de compreensão e crítica. A finalidade de uma resenha é informar o leitor, de maneira objetiva e cortês, sobre o assunto tratado no livro, evidenciando a contribuição do autor: novas abordagens, novos conhecimentos, novas teorias. A resenha visa, portanto, a apresentar uma síntese das idéias fundamentais...
    3007 Palavras 13 Páginas
  • Ensino médio
    Ciências e Letras da USP, em 1954. Logo após a formatura, integrou o corpo de assistentes da Faculdade, na cadeira de Sociologia I, da qual Florestan Fernandes era o titular. Foi um pensador devotado à compreensão das diferenças sociais, das injustiças a elas associadas e dos meios de superá-las. Aposentado...
    27015 Palavras 109 Páginas
  • resenha critica
    DE CIÊNCIAS HUMANAS PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU EM EDUCAÇÃO MESTRADO EM EDUCAÇÃO Disciplina: Metodologia da Pesquisa em Educação Resenha RIBEIRO, Darcy. O povo brasileiro: evolução e o sentido do Brasil. São Paulo: Companhia da Letras, 1995. (p.106-133; 193-244). Darcy Ribeiro nasceu em...
    3153 Palavras 13 Páginas
  • Florestan Fernandes
    aqui presente tem como proposta apresentar uma análise do pensamento crítico de Florestan Fernandes, abordando suas principais idéias dentro do ramo sociológico. Um dos aspectos centrais é compreender como Florestan Fernandes empreende uma sociologia crítica, articulando seus métodos com a sociologia clássica...
    7551 Palavras 31 Páginas
  • Gilberto freyre e florestan fernandes
    FREYRE VERSUS O REVISIONISMO DE FLORESTAN FERNANDES: A DOCILIDADE E O RACISMO NAS RELAÇÕES SOCIAIS BRASILEIRA Introdução O presente trabalho foi construído durante a escrita de nossa dissertação de mestrado, intitulada “A Escola Moderna e a Des/Construção do Negro: por novos olhares históricos”...
    3205 Palavras 13 Páginas
  • jhjjjjjjjjjjjjj
    sobre o negro, e a cidade de Salvador, que apresentava forte presença e influência da cultura africana. Ali, desde os anos 1930 já tinham feito suas pesquisas diversos norte-americanos, como Ruth Landes, Franklin Frazier, Donald Pierson, entre outros. Estiveram envolvidos no projeto Unesco Florestan Fernandes...
    2448 Palavras 10 Páginas
  • O negro no mundo dos brancos
    FERNANDES, Florestan. O Negro no Mundo dos Brancos; página 81-95. Editora Global. São Paulo, 2007 Fernandes afirmar que “o preconceito e a discriminação raciais, (...) são encarados como uma espécie de pecado e de comportamento vergonhoso”. E por isso aponta “dois níveis diferentes de percepção da...
    534 Palavras 3 Páginas
  • Florestan fernandes
    FLORESTAN FERNANDES Biografia Florestan Fernandes nasceu em São Paulo, no dia 22 de Julho de 1920. Foi um sociólogo e político brasileiro. Segundo seus relatos, Florestan Fernandes teve, ainda criança, o interesse pelos estudos despertado, principalmente pela diversidade dos lugares onde passou...
    1054 Palavras 5 Páginas
  • a vida e obra de florestam fernandes
    Florestan Fernandes foi um sociólogo que em toda a sua obra sempre se colocou sob o ponto de vista dos excluídos. De origem bastante humilde, descendente de imigrantes portugueses que não tiveram sucesso em São Paulo, Florestan Fernandes começou a trabalhar desde criança, vivendo em condições adversas...
    1202 Palavras 5 Páginas
  • Licenciatura
    O negro na primeira metade do século XX As pesquisas sobre a população negra e os afro-brasileiros vêm crescendo em diversas áreas da academia. Nas Ciências Sociais, o negro, na cidade de São Paulo, obteve destaque nas obras de Roger Bastide e Florestan Fernandes, entre as décadas de 1950 e 1970. Na...
    1798 Palavras 8 Páginas