Resenha Do Livro O Espelho Machado De Assis artigos e trabalhos de pesquisa

  • Resenha Crítica do Conto "A missa do Galo"

    Resenha Crítica do Conto Missa do Galo Machado de Assis Apresentação: Biografia sucinta de Machado de Assis Resenha Crítica do conto Missa do Galo, que foi publicado pela primeira vez em 1893. Biografia Machado de Assis – (1839-1908) Joaquim Maria Machado de Assisfoi poeta, cronista, contista, ensaísta, contador de histórias, dramaturgo,jornalista político, repórter, polemista, novelista, romancista, epistológrafoe crítico de literatura e de teatro. Nasceu em 21 de Junho de 1839 na cidade...

    742  Palavras | 3  Páginas

  • Machado de assis - memórias póstumas de brás cubas e dom casmurro

    analisaremos dois grandes clássicos da literatura brasileira do período do Realismo, Memórias Póstumas de Brás Cubas e Dom Casmurro, de Machado de Assis. Falaremos sobre as vertentes do movimento literário a qual pertenceram, e o qual foi o legado machadiano deixado por estas obras para a sociedade contemporânea. 1.2 Justificativa A análise dos livros de Machado de Assis foi solicitada, pois são obras que recorrentemente aparecem em vestibulares e têm grande valor histórico e cultural para a sociedade...

    7980  Palavras | 32  Páginas

  • Resenha Assis Machado De A Causa Secreta Jonatas T B

    RESENHA DE “A CAUSA SECRETA” (MACHADO DE ASSIS) Jonatas T. B.1 A crueldade humana no conto A causa secreta. Ao levantar-se deu com o médico e teve um sobressalto. Então, mostrou-se enraivecido contra o animal, que lhe comera o papel; mas a cólera evidentemente era fingida. –- Castiga sem raiva, pensou o médico, pela necessidade de achar uma sensação de prazer, que só a dor alheia lhe pode dar: é o segredo deste homem. Machado de Assis, 2005, p. 243. Joaquim Maria Machado de Assis nasceu na cidade...

    1953  Palavras | 8  Páginas

  • RESENHA SOBRE LITERATURA BRASILEIRA

    literatura brasileira. Petrópolis: Vozes, 1981. Jennyfer Prata1 Resenha redigida a partir dos livros: Conceito de literatura brasileira, de Afrânio Coutinho, Iniciação à literatura brasileira, de Antônio Candido, e do ensaio: Noticia da atual literatura brasileira. Instinto de nacionalidade, para obtenção de nota da 1°Avl da disciplina de Literatura Brasileira, ministrada pelo professor Denis Bezerra. Começo esta resenha evidenciando que, o conceito de começo da literatura brasileira se torna...

    2498  Palavras | 10  Páginas

  • Resumo Ejaú e Jacó - Machado de Assis

    Resumo e análise da obra: Esaú e Jacó – Machado de Assis INTRODUÇÃO No seu penúltimo romance, Machado de Assis inventa uma nova forma de narrar e apresenta uma alegoria das disputas políticas brasileiras do seu tempo através da história de dois gêmeos irreconciliáveis. DO ROMANTISMO AO REALISMO A obra de Machado de Assis pode ser dividida em duas fases. A primeira compreende as obras da juventude, com forte influência do Romantismo, como os romances Ressurreição (1872), A Mão e A Luva...

    6116  Palavras | 25  Páginas

  • O Espelho - Machado de Assis

    ASSIS, Machado de. Obra Completa. Rio de Janeiro: Nova Aguilar 1994. v. II. Resenha Crítica Joaquim Maria Machado de Assis. Nascido no Rio de Janeiro, 21 de Junho de 1839. Escritor Brasileiro, considerado como o pai da literatura nacional. Foi poeta, romancista, cronista. Escreveu praticamente todos os gêneros literários existentes, sendo referencia até hoje, nas obras da antiguidade. O espelho, obra de Machado de Assis, acontece em Santa Tereza, um bairro da classe média do Rio de Janeiro...

    621  Palavras | 3  Páginas

  • SER VERSUS PARECER: UMA REFLEXÃO SOBRE O CONTO O ESPELHO, DE MACHADO DE ASSIS

    SER VERSUS PARECER: UMA REFLEXÃO SOBRE O CONTO O ESPELHO, DE MACHADO DE ASSIS Resenha literária apresentada à disciplina de Literatura, A vida proporciona a cada um duas óticas, a exterior e a interior. Isso é representado claramente no conto de Machado de Assis, “O espelho”. Onde Jacobina, o protagonista conta, durante uma reunião com seus amigos...

    909  Palavras | 4  Páginas

  • Machado de asis

    ------------------------------------------------- Machado de Assis Joaquim Maria Machado de Assis (Rio de Janeiro, 21 de junho de 1839 — Rio de Janeiro, 29 de setembro de 1908) foi um escritor brasileiro, amplamente considerado como o maior nome daliteratura nacional.[4][5][6][7][8] Escreveu em praticamente todos os gêneros literários, sendo poeta, romancista, cronista, dramaturgo, contista, folhetinista, jornalista, e crítico literário.[9][10] Testemunhou a mudança política no país quando a Repúblicasubstituiu...

    9548  Palavras | 39  Páginas

  • livro “Viagens na minha terra” de Almeida Garrett

     LITERATURA PORTUGUESA II Prof. Dr. Eduardo Barreto Resenha crítica dos alunos: Giulia Rocha, Nidia Morgado e Thiago Trindade sobre o livro “Viagens na minha terra” de Almeida Garrett. Biografia João Baptista da Silva Leitão de Almeida Garrett nasceu em 1799 no Porto e faleceu em Lisboa em 1854. É provavelmente o escritor português mais completo de todo o século XIX...

    1754  Palavras | 8  Páginas

  • "Os espelhos" de machado de assis e guimarães rosa

    "Os espelhos" de Machado de Assis e Guimarães Rosa Sheila Grecco (USP) Machado de Assis e Guimarães Rosa são os autores que possuem maior fortuna crítica em nossa literatura. São, por assim dizer, os mais lidos e treslidos pela crítica universitária, que a eles prestou tributo com dissertações, teses, livros, simpósios1. O escritor carioca já recebeu o severo julgamento de Silvio Romero, um dos expoentes da crítica naturalista no Brasil. Em um dos seu maiores equívocos literários...

    2216  Palavras | 9  Páginas

  • Relatório dos livros " O Espelho" de Machado de Assis x " O Espelho" de Guimarães Rosa

    INTRODUÇÃO O conto O Espelho, de Machado de Assis, foi publicado originalmente na Gazeta de Notícias em 1882 e reunido em livro com o título de Papéis Avulsos do mesmo ano. Esta obra, segundo alguns críticos de Machado, é uma espécie de divisor de águas e marca o ápice de seu amadurecimento literário e, portanto, é considerada um de seus melhores livros de contos. Machado de Assis esboça em O Espelho uma nova teoria da alma humana, subtítulo que dá para o conto; aliás, um estudo sobre o espírito...

    2604  Palavras | 11  Páginas

  • shakespeare e machado de assis

    República Norte - Americana haverá Shakespeare, quando não se falar inglês, falar-se-á Shakespeare.” (Machado de Assis) RESUMO Este estudo compara e analisa a obra Dom Casmurro de Machado de Assis com Otelo de William Shakespeare, mostrando a influência do dramaturgo inglês na obra machadiana, uma vez que encontramos diversas ressonâncias de sua obra na literatura de Machado de Assis, e mostrando o ciúme como tema central das duas obras. Não obstante, discorreremos sobre a vida...

    22514  Palavras | 91  Páginas

  • Machado de Assis

    LITERATURA: MACHADO DE ASSIS, CONTO. Waltyane Ricardo de Sousa Adalgiza Junes Coelho Centro Universitário Leonardo da Vinci - UNIASSELVI Letras (LED0170) – Estágio 13/12/14 RESUMO Este trabalho tem como objetivo as obras de Machado de Assis, baseado no gênero contos, teve inicio na observação e na regência de 5 aulas na turma de 9ª ano do ensino fundamental na escola Vicente Correia no município de São Geraldo do Araguaia. Mostrar contos com o intuito de aproxima o aluno e o quanto os contos...

    2263  Palavras | 10  Páginas

  • O Alienista - Machado de Assis

    FISIOTERAPIA RESENHA CRÍTICA DA OBRA LITERÁRIA “O ALIENISTA” DE MACHADO DE ASSIS CUIABÁ – MT 2014 RESENHA CRÍTICA DA OBRA LITERÁRIA “O ALIENISTA” DE MACHADO DE ASSIS Trabalho apresentado no curso de Fisioterapia, no Centro Universitário de Várzea Grande, na orientação da professora Cacilda. CUIABÁ – MT 2014 RESENHA CRÍTICA DA OBRA LITERÁRIA ...

    2062  Palavras | 9  Páginas

  • Resenha, O Espelho

    Matheus Serdeira da Silva – Sociologia – Comunicação Social 2013.2 Resenha 01 - Texto de Machado de Assis “O EspelhoMachado, nas palavras de Jacobina, apresenta uma teoria sobre a alma humana. Segundo os relatos da personagem, o homem carrega consigo duas almas, “uma que olha de dentro para fora, outra que olha de fora para dentro”. Com o relato de um causo, ele explica que a primeira tem sua idealização já conhecida, uma matéria/energia que gera a vida dentro do corpo, já a segunda, que...

    501  Palavras | 3  Páginas

  • Resenha acadêmica

    RESENHA ACADÊMICA A resenha é um texto que proporciona ao leitor uma apresentação da obra de um livro, palestra, filme ou evento, descrevendo-a criticamente, relatando o seu conteúdo, situando o texto dentro do campo de pesquisa ao qual pertence e evidenciando as suas relações com o campo teórico. A análise deste gênero nos indica que, ao resenhar algo, desenvolvemos quatro etapas em que realizamos as ações de: A resenha acadêmica pode ser crítica ou temática. 1)...

    1442  Palavras | 6  Páginas

  • resenha tecnica

     Resenha Técnica Uma produção textual, onde o autor discorre sobre o assunto (obra, filme, musica, etc.) de seu conhecimento. Fazendo uma avaliação sobre o assunto em pauta e deixando claro a sua critica ou indicativa sobre o mesmo. A resenha e mais usada em jornalismo, pois ela possibilita essa ponte entre o assunto original e a opinião de outras pessoas. Uma resenha pode ser: * Descritiva – É o caso dos resumos de livros técnicos, também chamada de resenha técnica ou cientifica. A apreciação...

    1856  Palavras | 8  Páginas

  • Resenha a missa do galo

    [pic] RESENHA A resenha é um gênero literário que tem como função avaliar as principais partes de uma obra e comentá-la, seja ela: literária, cinematográfica ou teatral. Uma boa resenha deve constar de: • Referências bibliográficas da obra, seguindo as normas da ABNT; • Apresentação da obra (descrever em poucas linhas o conteúdo a ser resenhado; • Resumo da obra ou síntese do artigo, destacando a área do conhecimento, o tema e as idéias principais da...

    927  Palavras | 4  Páginas

  • Machado de assis

    CONTEXTO HISTORICO DO ROMANTISMO AO REALISMO A obra de Machado de Assis pode ser dividida em duas fases. A primeira compreende as obras da juventude, com forte influência do Romantismo, como os romances Ressurreição (1872), A Mão e A Luva (1874), Helena (1876) e Iaiá Garcia (1878). O seu estilo apresenta um progressivo amadurecimento, até chegar ao Realismo de suas obras posteriores. Entre estas, destacam-se os cinco romances do período: Memórias Póstumas de Brás Cubas (1881), Quincas Borba (1891)...

    692  Palavras | 3  Páginas

  • Bibliografia Machado de Assis

    Bibliografia Machado de Assis AGUIAR, Luís Antônio. Almanaque Machado de Assis. Rio de Janeiro: Record, 2008.  AMORIM, Celso. “Uma obra em movimento”. In: A obra de Machado de Assis. Brasília: Ministério das Relações Exteriores, 2006. [Ensaios premiados no 1º Concurso Internacional Machado de Assis]. ANDRADE, Mário de. Aspectos da literatura brasileira. 4. ed. São Paulo: Martins/Brasília: INL, 1972. ______. Contos e contistas. In: O empalhador de passarinho. 3. ed. São Paulo: Martins, 1972. ...

    3790  Palavras | 16  Páginas

  • Senhora Jos De Alencar RESENHA

    07/03/2015 Resenha: “Senhora”, José de Alencar | Falando em Literatura... Sobre estes anúncios Falando em Literatura… FALANDO EM LITERATURA… LITERATURA, ARTES & AFINS Resenha: “Senhora”, José de Alencar 23 de outubro de 2013 por Fernanda Jiménez Há mulheres assim, a quem um perfume de tristeza idealiza. As mais violentas paixões são idealizadas no exílio. (p.17) É uma pena que livros clássicos da literatura brasileira sejam vistos pelos jovens como chatos, leitura “obrigatória e cansativa” imposta pelos colégios...

    1882  Palavras | 8  Páginas

  • A análise do Poema Livros e Flores - Machado de Assis

    ANÁLISE DO POEMA: LIVROS E FLORES- MACHADO DE ASSIS A- ANÁLISE DO POEMA DO POEMA LIVRO E FLORES 1-Título do Poema: Livros e Flores 2-Identificação do Poeta: Joaquim Maria Machado de Assis 3-Bibliografia do Poeta: Machado de Assis: Joaquim Maria Machado de Assis (1839-1908) foi um escritor e poeta brasileiro, e também o pioneiro como cronista. Foi fundador da Academia Brasileira de Letras e é famoso por muitos de seus livros, poemas, poesias, contos e crônicas, são mais de 50 obras, como...

    679  Palavras | 3  Páginas

  • Resenha

    RESENHA Tipos de Resenha As resenhas apresentam algumas divisões que vale destacar. A mais conhecida delas é a resenha acadêmica, que apresenta moldes bastante rígidos, responsáveis pela padronização dos textos científicos. Ela, por sua vez, também se subdivide em resenha crítica, resenha descritiva e resenha temática. Na resenha acadêmica crítica, os oito passos a seguir formam um guia ideal para uma produção completa: 1. Identifique a obra: coloque os dados bibliográficos essenciais do...

    1637  Palavras | 7  Páginas

  • Análise de machado de assis

    MACHADO DE ASSIS A cartomante e outros contos PROJETO DE LEITURA Douglas Tufano Maria José Nóbrega Literatura é aprendizado de humanidade DOUGLAS TUFANO A literatura não é matéria escolar, é matéria de vida. A boa literatura problematiza o mundo, tornando-o opaco e incitando à reflexão. É um desafio à sensibilidade e inteligência do leitor, que assim se enriquece a cada leitura. A literatura não tem a pretensão de oferecer modelos de comportamento nem receitas de felicidade; ao contrário...

    3517  Palavras | 15  Páginas

  • resumo de machado de assis

    RESUMO INTERPRETATIVO DE CONTOS DE MACHADO DE ASSIS 1. Introdução   O propósito desse resumo interpretativo é abordar os traços típicos da obra machadiana. A questão da análise do comportamento humano, o olhar crítico do autor, associado às várias facetas sociais - são elementos que se perpetuaram na história. O fato atemporal de sua obra enriquece não só a literatura brasileira, mas a todos que por um determinado motivo vê-se frente a essa rica leitura.  O resumo em questão pretende fazer...

    2333  Palavras | 10  Páginas

  • Análise Livro Memórias Póstumas de Brás Cubas

    ANÁLISE DO LIVRO: MEMÓRIAS PÓSTUMAS DE BRÁS CUBAS OSASCO 2013 ANÁLISE DO LIVRO: MEMÓRIAS PÓSTUMAS DE BRÁS CUBAS Trabalho apresentado ao Curso de Publicidade e Propaganda, referente as matérias de Realidade Socioeconômica e Política Brasileira I e História da Arte I. Orientador: Profº L. C. S. OSASCO 2013 ÍNDICE Biografia do Autor: Machado de Assis ......

    1511  Palavras | 7  Páginas

  • Machado de assis

    MachadBiografia Machado de Assis Cólegio Germinare Israel Cavalcanti Casari Rodrigues nº 17 6 ano B ABREU, Modesto de. Machado de Assis. Rio de Janeiro: Norte, 1939. 86 p. Contém: um Intróito. Três partes: o homem; O escritor; Inéditos e omitidos; 9 capítulos na 1ª parte: 1. O filho do pintor - de - liso 2. O enteado de Maria Inês 3. O menino de escola 4. O caixeiro de papelaria 5. O sacristão 6. O aprendiz de tipógrafo 7. O revisor de provas 8. O jornalista 9. O funcionário público; 2ª...

    6324  Palavras | 26  Páginas

  • Resenha de estamira

    DE GUANAMBI FACULDADE GUANAMBI CURSO DE PSICOLOGIA - 2º SEMESTRE Resenha Crítica HÉLIO CORREIA DE SOUZA Guanambi, 2011 HÉLIO CORREIA DE SOUZA Resenha Crítica Trabalho realizado como requisito parcial para avaliação da disciplina de Saúde Pública, ministrada pela profª Camilla, no 2º semestre de Psicologia Matutino. Guanambi, 2011 Resenha do Filme de Estamira O filme Estamira conta a história de uma mulher de 63 anos...

    1020  Palavras | 5  Páginas

  • A vida e obras de Machado de Assis

    A Vida e as Obras de Machado de Assis Joaquim Maria Machado de Assis, foi um poeta, romancista, dramaturgo, contista, jornalista e teatrólogo brasileiro, considerado como o maior nome da literatura brasileira. Sua extensa obra constitui-se de nove romances e nove peças teatrais, 200 contos, cinco coletâneas de poemas e sonetos, e mais de 600 crônicas. Nasceu dia 21 de junho de 1839, na cidade do Rio de Janeiro. Nos seus 16 anos, Machado de Assis conseguiu publicar a sua primeira obra literária...

    526  Palavras | 3  Páginas

  • O Espelho

    terceiro livro do escritos Machado de Assis, em sua fase realista. Foi lançado em 1882. Os textos são decisivos na constituição do cânone de Machado de Assis. Com esse livro, a narrativa curta é legitimada como gênero de primeira importância no Brasil. A partir de papeis avulsos, onde há uma reunião de excelentes histórias, percebemos o aperfeiçoamento da linguagem do autor, sendo considerado um momento de ruptura na sua forma de escrita. O espelho Características da Obra : O conto de Machado de Assis...

    950  Palavras | 4  Páginas

  • Análise de "O Enfermeiro" de Machado de Assis

    ilustríssimo autor brasileiro, Machado de Assis. Em “O Enfermeiro” veremos um diálogo entre o protagonista com sua própria consciência. Uma imerção na natureza e fragilidade humana. Tais características não são novidades trazidas por essa obra. O autor já vinha utilizando essas técnicas em outras obras. Um narrador personagem que, de certo modo, interfere na sua propria narrativa, um tom pessimista e irônico. São algumas das características trazidas ao romance por Machado de Assis que podemos identificar...

    2210  Palavras | 9  Páginas

  • Helena Machado De Assis Trabalho Cient Fico

    Biografia Machado de Assis .04 3. Livro – Helena .06 4. Referências .07 1. Introdução Este trabalho vai apresentar a biografia de um dos maiores e mais importantes escritores da literatura brasileira, Machado de Assis, e apresentara, também, uma pequena resenha sobre um de seus mais famosos livros, Helena. 2. Biografia Machado de Assis Nascido em 21/06/1839, Joaquim Maria Machado de Assis era filho de Francisco José Machado de Assis...

    890  Palavras | 4  Páginas

  • a caracterização da mulher nas crônicas de Machado de Assis

    CRÔNICAS DE MACHADO DE ASSIS CURITIBA 2009 MICHELE DO ROCIO MIRANDA A CARACTERIZAÇÃO DA MULHER NAS CRÔNICAS DE MACHADO DE ASSIS Monografia apresentada ao Curso de Letras Português-Espanhol da Pontifícia Universidade Católica do Paraná, como requisito parcial à obtenção do título de Licenciatura em Letras Português-Espanhol. Orientador: Prof.(a) Dr. (a) Cátia Toledo Mendonça CURITIBA 2009 MICHELE DO ROCIO MIRANDA A CARACTERIZAÇÃO DA MULHER NAS CRÔNICAS DE MACHADO DE ASSIS ...

    27793  Palavras | 112  Páginas

  • Machado de assis

    01_ Biografia do Autor. Machado de Assis Joaquim Maria Machado de Assis (1839 - 1908) foi um escritor e poeta brasileiro, e também o pioneiro como cronista. Foi o fundador da Academia Brasileira de Letras e é famoso por muitos de seus livros, como Memórias Póstumas de Brás Cubas, Dom Casmurro, Quincas Borba e O Alienista. Com 16 anos, Machado de Assis publicou seu primeiro trabalho literário, o poema "Ela", na revista Marmota Fluminense, e apenas um ano depois consegue seu primeiro emprego...

    852  Palavras | 4  Páginas

  • como fazer uma resenha

    nada (bilhetes que nada informam, ou editorais que no convencem ningum, por exemplo). Tudo isso vale tambm para as resenhas. Assim como para todos os outros textos, h regras para a produo de resenhas. Se voc quer que as suas resenhas efetivamente resenhem alguma coisa, se voc quer que as suas resenhas possam ser publicadas, se voc quer receber boas notas do professor pelas suas resenhas, fundamental que voc siga as regras. Essas regras no so to rgidas quanto as que governam a produo de textos legais...

    2834  Palavras | 12  Páginas

  • Resenha crítica do Conto Igreja do Diabo

     Resenha crítica do Conto “A IGREJA DO DIABO” - Machado de Assis Por THALITA MACHADO ROSA JÉSSICA HELENA SANTOS DA COSTA Alunas da FAETEC Oscar Tenório. Trabalho apresentado ao professor Alexandre Guimarães, no curso de Ensino Médio em Gerência em saúde. E.T.E Oscar Tenório 3° Trimestre, 2014 Resenha crítica do Conto “A IGREJA DO DIABO” - Machado de Assis O conto “A Igreja do Diabo” teve sua publicação...

    540  Palavras | 3  Páginas

  • Machado de Assis

    Joaquim Maria Machado de Assis nasceu em 21 de junho de 1839, na cidade do Rio de Janeiro. O futuro escritor foi batizado na mesma igreja onde seus pais casaram. O pai de Machado de Assis era um descendente de escravos que trabalhava como pintor de paredes. A mãe, portuguesa de Açores, faleceu quando Machado tinha 10 anos. Sua única irmã morreu vítima de sarampo com sete anos de idade.  Segundo seus biógrafos, Machado não teve educação formal. Para ajudar a família, começou a trabalhar vendendo...

    1709  Palavras | 7  Páginas

  • Machado de assis

    Projeto: Cem as sem Machado Colégio Projeto apresentado á professora _______ como avaliação da III Unidade na disciplina de Língua Portuguesa no 2º ano noturno do ensino médio. Por: Itabuna-Ba Outubro/2008 Este livro é dedicado com o mais profundo amor e afeição à nossa Professora, Marileia. Que com amor, vulnerabilidade, sabedoria e vigor pelo seu trabalho, têm nos incentivado a sermos melhores...

    2755  Palavras | 12  Páginas

  • O que é resenha

    O que é resenha? MARTINS, Ronaldo.       Você já deve saber que o que nós chamamos "texto" corresponde a um conjunto de coisas bastante diversas. Sua certidão de nascimento, um bilhete deixado na porta da geladeira, um editorial publicado em um jornal, o romance à venda nas livrarias, as falas de uma personagem em uma telenovela, tudo é "texto". Percebe-se, então, o quanto é problemática a definição do que é "texto". Somos mesmo tentados a dizer que qualquer conjunto (ordenado) de palavras ou...

    3107  Palavras | 13  Páginas

  • Naturalismo no brasil e Machado de Assis

    Ateneu (1888). O mais importante autor realista e maior escritor do Brasil foi Machado de Assis. Machado de Assis Joaquim Maria Machado de Assis nasceu dia 21 de junho de 1839, na cidade do Rio de Janeiro. O garoto pobre, filho de um operário mestiço chamado Francisco José de Assis e de Maria Leopoldina Machado de Assis, marcou a história da literatura brasileira. Ao contrário do que se imagina, a trajetória de Machado de Assis não o conduziu naturalmente para o mundo das letras. Ainda na infância o...

    1144  Palavras | 5  Páginas

  • Realismo no brasil - machado de assis

    Disciplina de Português Lívia Rangel Realismo no Brasil Machado de Assis Guarapari/ES Outubro de 2011 Realismo no Brasil – Machado de Assis O Brasil, durante o período de passagem do Romantismo para o Realismo, sofreu inúmeras mudanças na história econômica, política e social.  O Realismo encontrou no Brasil uma realidade propícia para a ascensão da literatura, já que escritores como Castro Alves e José de Alencar haviam preparado o terreno. O país havia vivenciado fatos...

    851  Palavras | 4  Páginas

  • Joaquim Maria Machado de Assis

    KNABBEN Vida e Obra de Joaquim Maria Machado de Assis Camila Prof.ª. Edilene Furlan De Bona Agostinho Braço do Norte 2013 1. Introdução O objetivo deste trabalho é apresentar informações sobre o escritor e jornalista Joaquim Maria Machado de Assis. Neste trabalho serão abordados tópicos como biografia e obras principais. 2. Biografia de Machado de Assis Joaquim Maria Machado de Assis nasceu no dia 21 de junho de 1839 no Morro...

    1592  Palavras | 7  Páginas

  • Machado de assis

    Joaquim Maria Machado de Assis, cronista, contista, dramaturgo, jornalista, poeta, novelista, romancista, crítico e ensaísta, nasceu na cidade do Rio de Janeiro em 21 de junho de 1839. Filho de um operário mestiço de negro e português, Francisco José de Assis, e de D. Maria Leopoldina Machado de Assis, aquele que viria a tornar-se o maior escritor do país e um mestre da língua, perde a mãe muito cedo e é criado pela madrasta, Maria Inês, também mulata, que se dedica ao menino e o matricula...

    661  Palavras | 3  Páginas

  • resenha crítica - Foucault e conto O alienista

    RESENHA CRÍTICA ASSIS, Machado de. Contos (Conto: O Alienista). 7 ed.São Paulo, 2000 Nesta resenha o texto que será analisado criticamente é o conto “O Alienista”, pertencente ao livro Contos, no qual a trama gira sobre a personagem Dr. Simão Bacamarte e seu manicômio, na cidade de Itajaí; que será relacionado com o conceito de Poder vindo do filósofo Michel Foucault. O conto é dividido em treze capítulos e escrito num total de quarenta páginas, segundo esta edição (7 ed.). Em um breve resumo...

    1419  Palavras | 6  Páginas

  • Machado de Assis

    trabalho, fazendo um resumo sobre a vida do autor do conto que analisamos, Machado de Assis: Machado de Assis 21/06/1839 - 29/09/1908 Joaquim Maria Machado de Assis nasceu dia 21 de junho de 1839, na cidade do Rio de Janeiro e criado no morro do Livramento. Naquela época ninguém diria que aquele pobre menino, filho de um operário mestiço de negro e português, Francisco José de Assis, e de D. Maria Leopoldina Machado de Assis, viria a marcar a literatura brasileira, tornar-se o maior escritor do país...

    1634  Palavras | 7  Páginas

  • RESENHA PAI CONTRA MÃE

    Conto escrito por Machado de Assis (BIOGRAFIA) Nasceu no Rio de Janeiro em 1839, quando o Rio ainda era corte do Império, e depois da capital da República. Machado de Assis teve a oportunidade de viver sob o longo reinado de Dom Pedro II, assistiu a Proclamação da República além de testemunhar o inicio do século XX. Bisneto de escravos, nascido em família humilde, Machado de Assis deu seus primeiro no mundo das palavras e letras quando aprendeu a ler com a sua madrasta, apesar de realizar alguns...

    758  Palavras | 4  Páginas

  • Machado de assis

    Machado de Assis Vida de Machado de Assis, principais livros, romances e contos, características literárias, romantismo, poemas, biografia, foto, realismo, Memórias Póstumas de Brás Cubas e Dom Casmurro.   Machado de Assis: um dos mais importantes escritores brasileiros Joaquim Maria Machado de Assis é considerado um dos mais importantes escritores da literatura brasileira. Nasceu no Rio de Janeiro em 21/6/1839, filho de uma família muito pobre. Mulato e vítima de preconceito...

    1066  Palavras | 5  Páginas

  • Biografia: machado de assis

    Biografia: Cronológica Joaquim Maria Machado de Assis nasceu no dia 21 de junho de 1839 no Morro do Livramento, Rio de Janeiro. Seus pais foram Francisco José de Assis, um mulato que pintava paredes, e Maria Leopoldina da Câmara Machado, lavadeira portuguesa dos Açores. Ambos eram agregados da Dona Maria José de Mendonça Barrozo Pereira, esposa do falecido senador Bento Barroso Pereira, que abrigou seus pais e os permitiu morar junto com ela. As terras do Livramento eram ocupadas pela chácara...

    1534  Palavras | 7  Páginas

  • MEMORIAS PÓSTUMAS DE BRÁS CUBAS MACHADO DE ASSIS

    DE AGROINDÚSTRIA MEMORIAS PÓSTUMAS DE BRÁS CUBAS MACHADO DE ASSIS CODÓ –MA 2013 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO - MEC INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO MARANHÃO – IFMA CAMPUS CODÓ CURSO DE AGROINDÚSTRIA ANA MARA ARAÚJO FRANCINEIDE RODRIGUES SILVA IARA DOS SANTOS LIMA JORDELMA MEDEIROS LIMA KARYNE CARVALHO MEMORIAS PÓSTUMAS DE BRÁS CUBAS MACHADO DE ASSIS CODÓ –MA 2013 SUMÁRIO 1. INTRODUÇÃO.............

    5306  Palavras | 22  Páginas

  • Machado de Assis

    Joaquim Maria Machado de Assis foi cronista, contista, dramaturgo, jornalista, poeta, novelista, romancista, critico e ensaísta. Não teve acesso aos cursos regulares, mas mesmo assim empenhou-se em aprender. E se tornou um dos escritores mais importante para a literatura tanto brasileira como mundial. As suas obras são muito vista em vestibulares para concursos. 1805 – Casam-se, no Rio de Janeiro, Francisco José de Assis e Inácia Maria Rosa, avós paternos de Machado de Assis. 1806 – Nasce,...

    1938  Palavras | 8  Páginas

  • Biografia Machado de Assis/ O menino e o bruxo

    ano A Profª: Isilda Biografia Machado de Assis Joaquim Maria Machado de Assis (1839-1908). O garoto pobre que marcou a literatura brasileira. Aos 16 anos conseguiu publicar sua primeira obra literária em uma revista, onde registrou o poema “Ela”. Aos 19 anos, se tornou colaborador e revisor de um jornal. Nesse tempo ainda se dedicou à escrita do romantismo e ao trabalho jornalístico. Assis escreveu para o Correio Mercantil, Diário do Rio de Janeiro, O Espelho, A Semana Ilustrada e Jornal das...

    654  Palavras | 3  Páginas

  • Machado de Assis para tópicos

    Machado de Assis (1839-1908) nasceu em uma chácara no morro do Livramento no Rio de Janeiro, no dia 21 de junho de 1839. Filho de José Francisco Machado de Assis, um mulato, pintor de paredes. Sua mãe Leopoldina Machado de Assis era lavadeira, de origem portuguesa da Ilha dos Açores. Perdeu a mãe ainda pequeno e o pai casa-se pela segunda vez. Para ajudar nas despesas da casa trabalhou vendendo doces. Frequentou escola publica durante o primário. De saúde frágil, epilético, gago, sabe-se pouco...

    1079  Palavras | 5  Páginas

  • Resenha Memórias Postumas de Brás Cubas

    Resenha de Memórias Póstumas de Brás Cubas Memórias Póstumas de Brás Cubas foi escrito em 1881 por Machado de Assis, tem como tema as experiências de Brás Cubas, um homem da elite brasileira do século XIX, que narra as suas memórias depois de morto. A obra foi criada na segunda metade do século XIX, época em que o capitalismo se expandia e as pessoas começaram cada vez mais a se tornarem materialistas e interesseiras. Joaquim Maria Machado de Assis nasceu em...

    540  Palavras | 3  Páginas

  • Resenha do Livro Dom Casmurro.

    RESENHA DO LIVRO DOM CASMURRO ASSIS, Machado de. Dom Casmurro. Projeto Gráfico da Coleção Clássico da Literatura. 1. Ed. Editorial Sol90. 2004. 209 p. Joaquim Maria Machado de Assis, escritor brasileiro nascido em 1839, na cidade do Rio de Janeiro é considerado o maior expoente da nossa literatura. Ocupou durante dez anos a presidência da Academia Brasileira de Letras e escreveu, além de poemas, reportagens e contos, grandes clássicos da Literatura Brasileira, tais como Memórias...

    936  Palavras | 4  Páginas

  • Resenha do livro Dom Casmurro de Machado de Assis

    Resenha do livro Dom Casmurro de Machado de Assis Em Dom Casmurro, Machado de Assis, diferentemente de suas outras obras, destacou a mentira, a dissimulação na família, o sentimento amoroso e doentio, a ambiguidade e a expressão do olhar. Trata-se de uma narrativa onde Bento, personagem principal, conta a trajetória de sua vida que se inicia em uma situação posterior a todo o restante do livro, o que gera "viagens" ao passado e ao presente, tornando a compreensão da leitura um pouco desconfortável...

    728  Palavras | 3  Páginas

  • Resenha crítica do livro "Memórias póstumas de Albert Einstein"

    Instituto Federal de Santa Catarina Trabalho de Português Resenha crítica do Livro “Memórias póstumas de Albert Einstein” Aluno: Luca D’Angelo Giraldes – TIEM 01 Araranguá - 19/11/14 Informações do Livro “Memórias póstumas de Albert Einstein” Autor: Felipe Damasio Editora: WS editor Ano de lançamento: 2012 O livro é inspirado em Memórias Póstumas de Brás Cuba de Machado de Assis. Informações sobre o autor “Felipe Damasio” Nasceu em Criciúma, SC em 11/10/1979...

    812  Palavras | 4  Páginas

  • a vida de machado de assis

    Francisco José de Assis e Inácia Maria Rosa, avós paternos de Machado de Assis. 1806 – Nasce, no Rio de Janeiro, o pai de Machado de Assis, Francisco José de Assis. É batizado na igreja de N. S. do Rosário e São Benedito, então sé da cidade. 1809 – Casamento, em Ponta Delgada, ilha de São Miguel dos Açores, de José e Ana Rosa, avós maternos do escritor. 1812 – Nascimento, em Ponta Delgada, de Maria Machado da Câmara, mãe do escritor. 1815 – Os avós maternos de Machado de Assis, José e Ana...

    1916  Palavras | 8  Páginas

  • 330 Livros grátis!

    330 Livros Grátis (Domínio Público)   |É só clicar no título pra ler ou imprimir. | |  | |A Divina Comédia -Dante Alighieri | |A Comédia dos Erros -William Shakespeare ...

    2041  Palavras | 9  Páginas

  • Machado de Assis e o Otelo de Shakespeare pdf

    Machado de Assis em linha ano 1, número 2, dezembro 2008 MACHADO DE ASSIS E O OTELO DE SHAKESPEARE Quando, a convite de Baptiste Louis Garnier, Machado de Assis passa a escrever contos para o Jornal das Famílias (1863–1878), Shakespeare acompanhará a trajetória do escritor pelas páginas do periódico carioca nas quais tem início o seu aprendizado de contista. Antes mesmo de assumir o compromisso de colaborar a cada mês com um ou mais contos para a revista de Garnier, Machado já havia entrado...

    6651  Palavras | 27  Páginas

  • Biografia de Machado de Assis

    Joaquim Maria Machado de Assis, cronista, contista, dramaturgo, jornalista, poeta, novelista, romancista, crítico e ensaísta, nasceu na cidade do Rio de Janeiro em 21 de junho de 1839. Filho de um operário mestiço de negro e português, Francisco José de Assis, e de D. Maria Leopoldina Machado de Assis, aquele que viria a tornar-se o maior escritor do país e um mestre da língua, perde a mãe muito cedo e é criado pela madrasta, Maria Inês, também mulata, que se dedica ao menino e o matricula na escola...

    1397  Palavras | 6  Páginas

tracking img