• Função do ensino da história e filosofia da educação
    sargento de milícias, Almeida (Seminário 4): ___________________________________ Debatedor : _____________________________________ Helena, Machado de Assis; Quincas Borba, Machado de Assis ; (Seminário 5): ___________________________________ Debatedor...
    1201 Palavras 5 Páginas
  • Amor que não se mede....
    estudos sobre o poeta Carlos Drummond de Andrade, sobre o qual laçou Poesia e Poética de Carlos Drummond de Andrade (1981) e Influências e impasses (2003). Aproximou-se, também, no Brasil, da obra de Machado de Assis, a quem dedicou livros e estudos. É autor de Machado de Assis: ficção e história (1986...
    10453 Palavras 42 Páginas
  • Machado de assis - memórias póstumas de brás cubas e dom casmurro
    por estas obras para a sociedade contemporânea. 1.2 Justificativa A análise dos livros de Machado de Assis foi solicitada, pois são obras que recorrentemente aparecem em vestibulares e têm grande valor histórico e cultural para a sociedade. 1.3 Objetivo O objetivo deste trabalho é...
    7980 Palavras 32 Páginas
  • RESENHA SOBRE LITERATURA BRASILEIRA
    COUTINHO, Afrânio. Conceito de literatura brasileira. Petrópolis: Vozes, 1981. Jennyfer Prata1 Resenha redigida a partir dos livros: Conceito de literatura brasileira, de Afrânio Coutinho, Iniciação à literatura brasileira, de Antônio Candido, e do ensaio: Noticia da atual literatura...
    2498 Palavras 10 Páginas
  • Antologia poética
    , contudo, merece especial atenção na poesia: ganhou três vezes o Prêmio Jabuti, e também mereceu o Prêmio Machado de Assis, da Academia Brasileira de Letras. Dora Ferreira da Silva fundou e dirigiu, ao lado do marido, a revista Diálogo, nos anos 50 e, no final da década de 1960, criou a revista...
    4249 Palavras 17 Páginas
  • Estudo e obra de dom casmurro
    /machado_assis-obra.html- >> acesso em: 28/03/2012 Site ‘oficial’ de Machado de Assis/ MEC- machado.mec.gov.br/ >> acessado em: 28/03/2012 Autor desconhecido. Resenha do livro Dom Casmurro, de Machado de Assis.-http://samiconversaafiada.blogspot.com.br/2007/11/resenha-do-livro-dom-casmurro...
    6152 Palavras 25 Páginas
  • machado de assis
    imenso e precoce interesse e abstração por livros.36 Jornais, poemas e óperas Imprensa Nacional, c.1880, onde Machado de Assis iniciou seus serviços como tipógrafo e revisor. Tudo indica que Machado evitou o subúrbio carioca e procurou a subsistência no centro da cidade.38 Com muitos planos e...
    14225 Palavras 57 Páginas
  • A literatura e o Direito
    porta". Passa a publicar vários contos no Jornal das Famílias. 1864 – Publicado seu primeiro livro de versos, Crisálidas. Em julho firma contrato com B. L. Garnier para a venda definitiva dos direitos autorais de Crisálidas. 1865 – É fundada a Arcádia Fluminense, da qual Machado de Assis é um...
    3722 Palavras 15 Páginas
  • Trabaho de Literatura
    , Diário do Rio de Janeiro, O Espelho, A Semana Ilustrada e Jornal das Famílias. A primeira obra impressa de Machado de Assis foi o livro “Queda que as mulheres têm para os tolos”, onde aparece como tradutor. Na década de 1860, consolidou sua carreira profissional como revisor e editor. Na mesma...
    4804 Palavras 20 Páginas
  • manhã de inverno
    da Secretaria da Indústria, Viação e Obras Públicas. 1895 – Araripe Júnior publica um perfil de Machado de Assis na Revista Brasileira, de José Veríssimo, revista da qual Machado passa a ser colaborador em dezembro do mesmo ano. 1896 - Publica seu quinto livro de contos, intitulado Várias...
    3375 Palavras 14 Páginas
  • Patologia em pinturas
    Resenha Do Livro Dom Casmurro De Machado De Assis A obra é um triângulo amoroso com um jovem seminarista, separação, preocupação com as aparências etc. Na obra aparece à traição, o sentimento de impotência, o amor junto com o ódio, a morte e a vida, além da solidão e da velhice etc. A obra tem...
    3419 Palavras 14 Páginas
  • Machado de asis
    ; muitos homens que a conheciam achavam-na atraente, e extremamente simpática. Com o poeta, jornalista e dramaturgo Machado de Assis não fora diferente. Tão logo conhecera a irmã do amigo, logo apaixonou-se. Até essa data o único livro publicado de Machado era o poético Crisálidas (1864) e também...
    9548 Palavras 39 Páginas
  • trabalhos
    de Rousseau e a de Lotte de Goette: O Romantismo pode ser Reacionário?, de Ana-Isabel Aliaga-Buchenau (tradução de Lígia Maria Cardoso). "O Espelho", de Machado de Assis, ou: "Sobre o problema da identidade do homem, em Rousseau", de Gilda Maciel de Barros. 'O Homem: As Viagens', de Carlos...
    1790 Palavras 8 Páginas
  • Memórias póstumas de brás cubas
    literatura brasileira - instinto de nacionalidade (1873), diversas resenhas críticas importantes, como aquela ao livro O Primo Basílio, de Eça de Queirós (1878) e inúmeras críticas de teatro. O contista     Muitos das centenas de contos que Machado de Assis escreveu ao longo da vida se perderam, com o...
    5636 Palavras 23 Páginas
  • Resumo Ejaú e Jacó - Machado de Assis
    explicar o fato de ambos se apaixonarem pela mesma mulher. A COMPLEXIDADE DO FOCO NARRATIVO As experimentações com o foco narrativo marcam a fase realista de Machado de Assis. Em Memórias Póstumas de Brás Cubas apresenta um “defunto autor”. Esse aparente absurdo confere ao livro um realismo nunca...
    6116 Palavras 25 Páginas
  • Índice da revista brasileira de história
    1986/87 Ensino Ensino Resenhas críticas Maria Cecília do Amaral, Wagner Cafagni Borja - História da Arte e História: uma pesquisa de opinião Linguagem e Canção: uma proposta para o ensino de História Imagem, Trabalho e Luta. Livro: Work and Struggle. Autor: Edward Lucie-Smith e Celestine...
    19571 Palavras 79 Páginas
  • Ingles
    José Bento Monteiro Lobato → 45 pensamentos em “Resumo do conto “O espelho” de Machado de Assis” graziele 06/10/2011 às 23:38 muito legal,ameiiiiiiiiiiiiii Resposta baby 25/05/2013 às 17:19 eu também! Resposta Claudia 26/10/2011...
    872 Palavras 4 Páginas
  • O Espelho - Machado de Assis
    ASSIS, Machado de. Obra Completa. Rio de Janeiro: Nova Aguilar 1994. v. II. Resenha Crítica Joaquim Maria Machado de Assis. Nascido no Rio de Janeiro, 21 de Junho de 1839. Escritor Brasileiro, considerado como o pai da literatura nacional. Foi poeta, romancista, cronista. Escreveu...
    621 Palavras 3 Páginas
  • EXTRATO DA VIDA EM SERIE
    Espelho", que busca traçar "tipos humanos determinados em ideias fixas".118 Escrevendo prolificamente conto e romance, surgiu o debate se Machado de Assis era mais genial em um ou em outro. Em 1882, publica O Alienista, que para alguns trata-se de conto, enquanto que para outros é uma novela.118 É...
    11215 Palavras 45 Páginas
  • A pele do Lobo
    possíveis, dedicado a Machado de Assis, seu companheiro na secretaria da Viação e um de seus mais severos críticos. Em 1894, publicou o segundo livro de histórias curtas, Contos fora de moda, e mais dois volumes, Contos cariocas e Vida alheia, constituídos de histórias deixadas por Artur de Azevedo nos...
    3683 Palavras 15 Páginas