Resenha Do Livro Casa Grande E Senzala De Gilberto Freyre artigos e trabalhos de pesquisa

  • Resenha do capítulo do livro-casa-grande e senzala

    RESENHA DO 1º CAPÍTULO DO LIVRO CASA-GRANDE E SENZALA Características gerais da colonização portuguesa do Brasil: formação de uma sociedade agrária, escravocrata e híbrida FREYRE, Gilberto. Casa-Grande & Senzala: Formação da família brasileira sob o regime da economia patriarcal. 51 ed. São Paulo: Global, 2006. 15 x 21 cm, R$ 95,00. Gilberto Freyre nasceu no Recife em 15 de março de 1900, e vindo falecer no dia 18 de julho de 1987 na mesma cidade. Foi um sociólogo, antropólogo e escritor brasileiro...

    1627  Palavras | 7  Páginas

  • Resenha do Livro Casa Grande e Senzala de Gilberto Freire

    Resenha do texto “O significado de cultura de Gilberto Freyre em Casa-grande & senzala”. De Jorge Luiz Passos e Valeria Costa e Silva. O texto trata-se de uma análise crítica da obra de Gilberto FreyreCasa Grande e Senzala”. O 3º capítulo extraído do livro, em cima do qual a resenha é desenvolvida é dividido em 5 subtítulos: Raça e cultura; As hipóteses de Freyre; As críticas de Freyre; A lógica da cultura; Gilberto Freyre hoje. Gilberto Freyre foi um dos mais influentes sociólogos...

    854  Palavras | 4  Páginas

  • Criticas a Gilberto Freyre

    criticado, o livro Casa-Grande & Senzala, de Gilberto Freyre, provocou e ainda provoca as mais diversas reações e interpretações. Visto como uma obra clássica e inovadora ou como um reflexo do pensamento da classe dominante, o livro, desde o seu lançamento, em 1933, até hoje, atrai a atenção de estudiosos. Quase oitenta anos após sua publicação, Casa Grande & Senzala continua sendo, ao mesmo tempo, um livro fácil e um livro dificílimo: fácil pelo estilo leve e coloquial de Freyre, que o coloca...

    992  Palavras | 4  Páginas

  • resenha descritiva da obra de gilberto freyre 2 capitulo

    OSNELLY MENDONÇA OSÓRIO 1º CAPÍTULO DO LIVRO CASA-GRANDE E SENZALA: Características gerais da colonização portuguesa do Brasil: formação de uma sociedade agrária, escravocrata e híbrida Resenha descritiva REDENÇÃO-CEARÁ-BRASIL 2014 OSNELLY MENDONÇA OSÓRIO 1º CAPÍTULO DO LIVRO CASA-GRANDE E SENZALA: Características gerais da colonização portuguesa do Brasil: formação de uma sociedade agrária, escravocrata e híbrida Resenha descritiva ...

    1575  Palavras | 7  Páginas

  • Resenha Casa-grande & Senzala- Gilberto Freyre

    Freyre, Gilberto. Casa-grande & Senzala. 51° ed. São Paulo: Companhia das Letras, 1993 Do ponto de vista literal, Casa Grande & Senzala está dividido em 5 capítulos que tratam na sua essência da colonização portuguesa no Brasil, da sociedade agrária e escravocrata que se formou, de como o índio, o negro e português contribuíram para este Brasil que conhecemos. Ainda que a teoria de Freyre apresente muitas lacunas e tenha (e ainda tem) provocado grande controvérsia no debate acadêmico, é impossível...

    2087  Palavras | 9  Páginas

  • Trabalho acadêmico sobre casa grande & senzala

    é iniciada através do sociólogo Caio Prado Júnior. Porém, um livro e uma análise antropológica da formação social da família brasileira fora o precursor dessas análises e talvez com estes (Raízes do Brasil - SBH / Formação do Brasil Contemporâneo - CPJ) forme a tríade do pensamento que concerne na explicação da formação sócio histórica, cultural e econômica do Brasil. CASA GRANDE & SENZALA do antropólogo pernambucano Gilberto Freyre nos remete à diversas concepções da antropologia moderna. FRANZ...

    2686  Palavras | 11  Páginas

  • Resenha crítica do Capitulo I da obra Casa Grande & Senzala

    Sociais DISCIPLINA: Antropologia Afro-Brasileira Resenha crítica do texto Características gerais da colonização portuguesa no Brasil: formação de uma sociedade agrária, escravocrata e híbrida, capitulo I da obra Casa Grande & Senzala, de Gilberto Freyre 1933. Apresentação e contextualização do tema. A obra Casa Grande & Senzala é de suma importância para entendermos a participação significativa, estrutural e arquitetônica da Casa Grande na constituição da sociedade brasileira e de suas determinações...

    1248  Palavras | 5  Páginas

  • Resenha casa grande e senzala cap. 1

    RESENHA DO 1º CAPÍTULO DO LIVRO CASA-GRANDE E SENZALA Características gerais da colonização portuguesa do Brasil: formação de uma sociedade agrária, escravocrata e híbrida FREYRE, GilbertoCasa-Grande & Senzala: Formação da família brasileira sob o regime da economia patriarcal. 51 ed. São Paulo: Global, 2006. 15 x 21 cm, R$ 95,00. Gilberto Freyre nasceu no Recife em 15 de março de 1900, e vindo falecer no dia 18 de julho de 1987 na mesma cidade. Foi um sociólogo, antropólogo e escritor brasileiro...

    885  Palavras | 4  Páginas

  • RESENHA

    RESENHA TEXTO: BASTOS, Elide Rugai. Gilberto Freyre: Casa-grande & senzala. In. MOTA, Lourenço Dantas (org). Introdução ao Brasil. Um banquete nos trópicos. 3° ed. – São Paulo: Editora SENAC São Paulo, 2001. O presente texto tem por objetivo apresentar as principais características do texto “Gilberto Freyre: Casa grande & senzala” escrito pela socióloga Elide Rugai Bastos, texto este que compõe o livro “Introdução ao Brasil, Um banquete nos trópicos” organizado pelo jornalista Lourenço Dantas...

    834  Palavras | 4  Páginas

  • Casa grande & senzala

    Casagrande & senzala Formaçao da familia brasileira So o regime da economia patriarcal Gilberto Freire 1º Capitulo Fundaçao Gilberto Freyre, 2003 Recife-Pernambuco-Brasil 48ª ediçao , 2003, Global Editora ...

    1974  Palavras | 8  Páginas

  • resumo capítulo 5 casa grande e senzala

    Resenha do primeiro Capítulo de Casa-grande e senzala. FREYRE, GILBERTO, 1900-1987 Casa-Grande & Senzala: Introdução a história da sociedade patriarcal no Brasil; ilustrações Cícero Dias e Antonio Montenegro. – 45º Ed. – Rio de Janeiro: Record, 2001 Gilberto Freyre foi um sociólogo, antropólogo e escritor, nascido em Recife, 15 de março de 1900 e veio a falecer em 18 de julho de 1987. Teve grande importância no cenário brasileiro e mundial. Sendo até nossos dias, relembrado como fundamental...

    2645  Palavras | 11  Páginas

  • Resenha crítica do Capitulo I da obra Casa Grande & Senzala

    Emerson de Campos Maciel ANO/SEMESTRE: 4º ano Resenha crítica do texto Características gerais da colonização portuguesa no Brasil: formação de uma sociedade agrária, escravocrata e híbrida, capitulo I da obra Casa Grande & Senzala, de Gilberto Freyre 1933. Apresentação e contextualização do tema. A obra Casa Grande & Senzala é de suma importância para entendermos a participação significativa, estrutural e arquitetônica da Casa Grande na constituição da sociedade brasileira e de suas determinações...

    1263  Palavras | 6  Páginas

  • casa grande & senzala

    interprete, de acordo com as informações colhidas nas questões anteriores, o capitulo 4; “ o escravo negro na vida sexual e de família do brasileiro”. 2-O livro tem inicialmente a apresentação de características geral da colonização portuguesa cujas características principais são escravocratas e de uma economia totalmente agrária. METÓDO CIENTÍFICO: Freyre procura fazer uma analise dos fatores que possibilitaram a fixação e colonização portuguesa no Brasil, para tanto ele utilizou aparentemente dois métodos...

    1529  Palavras | 7  Páginas

  • Os indígenas naformação da família brasileira na obra casa-grande & senzala de gilberto freyre.

    Livro: Casa Grande e Senzala RESENHA DO CAPÍTULO 2. Os indígenas naformação da família brasileira na obra Casa-Grande & Senzala de Gilberto Freyre. No capítulo 2 Gilberto Freyre se propõe a analisar a formaçãoda família brasileira. Para isso, enumera pormenoramente certas influências dos vários povos que contribuíram para a sua formação, destacando a miscigenação racial. Democracia racial, considerouFreyre que predominou no Brasil, para a formação étnica e cultural da sociedade. De forma...

    606  Palavras | 3  Páginas

  • Resenha Cap. 1 Casa Grande e Senzala

    Resenha do Capítulo 1 – Casa Grande Senzala No primeiro capítulo do livro Casa-Grande e Senzala, denominado de Características gerais da colonização portuguesa do Brasil: formação de uma sociedade agrária, escravocrata e híbrida, Gilberto Freyre procura fazer uma análise dos fatores que possibilitaram a fixação e colonização portuguesa no Brasil, para tanto ele utilizou aparentemente dois métodos científicos: o método histórico, que para compreender a sociedade brasileira na sua atualidade ele...

    1475  Palavras | 6  Páginas

  • Resenha de Gilberto Freyre

    108022780 Resenha de Sociologia III: FREYRE, G. [1933]. “Prefácio à primeira edição” & “ Características gerais da colonização portuguesa do Brasil: formação de uma sociedade agrária, escravocrata e híbrida”. In: Casa Grande & Senzala: formação da família brasileira sob o regime da economia patriarcal. São Paulo: Global, 2006, pp. 29-63; 64-155. Gilberto Freyre é uma referência na sociologia brasileira, com imensas contribuições ao pensamento social brasileiro. Casa Grande e Senzala é sua principal...

    1785  Palavras | 8  Páginas

  • Resenha Casa grande e senzala

    Sobre Gilberto Freyre: Gilberto de Mello Freyre nasceu em Recife-PE, em 15 de março de 1900 e faleceu em 18 de julho de1987. Como escritor, dedicou-se à ensaística da interpretação do Brasil sob ângulos da sociologia, antropologia e história. Foi também jornalista, autor de ficção, poeta e pintor. É considerado um dos mais importantes sociólogos do século. Recebeu da Rainha Elizabeth II o título de Sir, sendo um dos poucos brasileiros detentores desta alta honraria da coroa britânica. Filho de...

    1060  Palavras | 5  Páginas

  • Resumo Gilberto FREYRE

    19/03 Aula 02 Gilberto Freyre – “Casa Grande & SenzalaGilberto freire – comparação entre negros no Brasil e negros nos EUA (estes sofrem mais que no Brasil). Modernismo – movimento que busca manter a tradição, movimento regionalista do nordeste. Político – aliado a UDN, concorre a 1º eleição após o Estado Novo, defensor do golpe de 64 pois o Brasil estaria a mercê de um golpe russo soviético, depois critica o golpe pois ele não clama por um governo autoritário (oposição tímida) fica cada...

    3681  Palavras | 15  Páginas

  • Resenha do prefácio + 1º capítulo do Casa Grande e Senzala

    Resenha do prefácio (Gilberto Freyre) e capítulo um (Características Gerais da Colonização Portuguesa do Brasil: Formação de uma Sociedade Agrária, Escravocrata e Híbrida) – Casa Grande e Senzala por: Gilberto Freyre. O prefácio de Freyre começa com o mesmo falando sobre a sua viagem que fizera para Portugal, com uma escala na África, que o ajudou às suas pesquisas. Depois, ele viajou à Califórnia, de lá, fora para Nova Iorque do Arizona ao Texas, ele até compara os dois últimos estados Norte-americanos...

    919  Palavras | 4  Páginas

  • resumo casa grande & senzala

    Gestão Estratégica Internacional Matéria: Interpretações de Brasil Resenha crítica Casa-Grande e Senzala Gilberto Freyre publicou Casa-Grande & Senzala no ano de 1933 depois de ter ido para o exílio e vivido diversas experiências em vários lugares que contribuíram para o desenvolvimento do livro. Com a obra ele dizia buscar resolver questões seculares e discutir um problema que o inquietava que era a miscigenação. O livro, portanto, se assenta na questão raça X cultura e também na hereditariedade...

    873  Palavras | 4  Páginas

  • Resenha Brasil colonia 2

    2015.1 TURNO: NOTURNO SEMESTRE: 3° DISCENTE: VITOR MATTOS FREYRE, GilbertoCasa-Grande & Senzala: Formação da família brasileira sob o regime da economia patriarcal. 49 ed. São Paulo: Global, 2004. Resenha Nascido em Recife no dia 15 de marco de 1900, Gilberto Freyre veio a falecer no dia 18 de julho de 1987 na mesma cidade. Foi além de antropólogo um grande sociólogo e escritor brasileiro, sendo um dos grandes nomes da história do Brasil. Ministrou inúmeras palestras nas mais renomadas...

    749  Palavras | 3  Páginas

  • casa senzala

     RESENHA CASA-GRANDE & SENZALA: FORMAÇÃO DA FAMÍLIA BRASILEIRA SOB O REGIME DA ECONOMIA PATRIARCAL Gilberto de Mello Freyre, (1900 -1987) foi um polímata brasileiro. Como escritor, dedicou-se à ensaística da interpretação do Brasil sob ângulos da sociologia, antropologia e história. Foi também jornalista, autor de ficção, poeta e pintor. É considerado um dos mais importantes sociólogos do século XX. Seu primeiro e mais conhecido livro é “Casa-Grande & Senzala”, publicado em 1933 e escrito...

    1710  Palavras | 7  Páginas

  • Resenha as identidades do Brasil

    Temporalidade, História da Brasil Imperial e entre outras. Reis é autor de onze livros dentre eles estão, Escola dos Annales: A Inovação em História, (2000), Teoria & História Tempo Histórico, História Do Pensamento Histórico Ocidental E Pensamento Brasileiro, (2012), História, a Ciência dos Homens no Tempo, (2009), e a obra aqui resenhada, As Identidades do Brasil de Varnhagen a FHC (2009). IV – Apresentação da resenha Com a consolidação do Brasil Império, ouve uma preocupação por parte do jovem...

    1985  Palavras | 8  Páginas

  • Resenha Casa Grande e Senzala

    Resenha Casa-Grande & Senzala É bom que se leve em conta algumas coisas antes de iniciar a leitura deste clássico da história brasileira. A primeira delas é a conjuntura mundial do momento em que Freyre viveu e pesquisou: No início do século XX o objetivo principal das pesquisas de todas as ciências é evidenciar a hierarquia racial, partindo da supremacia ariana até a marginalidade das raças negras. É no momento que Freyre escreve este livro que os discursos de Hitler atraem mais e mais ouvintes...

    1990  Palavras | 8  Páginas

  • Resumo casa grande e senzala

    No primeiro capítulo do livro Casa-Grande e Senzala, denominado de Características gerais da colonização portuguesa do Brasil: formação de uma sociedade agrária, escravocrata e híbrida, Gilberto Freyre procura fazer uma análise dos fatores que possibilitaram a fixação e colonização portuguesa no Brasil, para tanto ele utilizou aparentemente dois métodos científicos: o método histórico, que para compreender a sociedade brasileira na sua atualidade ele recria todo o período colonial com suas características...

    1330  Palavras | 6  Páginas

  • Casa Grande & Senzala Resenha

    INDENTIFICAÇÃO DA OBRA FREYRE, Gilberto. Casa Grande e Senzala: Formação da família brasileira sobre o regime da economia patriarcal. São Paulo: Editora Global. 47ª Ed. 2003. 719p. Emanoel Firmino Lima da Silva* *Graduando do Curso de Licenciatura Plena em História pela UFAL Credenciais do autor Gilberto Freyre, nascido em 1900 viveu até os 87 anos de idade. Dedicou-se a textos ensaísticos sobre a origem social do Brasil. É considerado um dos maiores sociólogos do século XX. Dentre...

    5471  Palavras | 22  Páginas

  • Resenha do capítulo 1 do livro: casa grande e senzala.

    Gilberto Freyre,no primeiro capítulo de seu livro Casa grande e senzala,chamado Característica gerais da colonização portuguesa do Brasil:formação de uma sociedade agrária,escravocrata e híbrida,tenta fazer uma análise dos fatores que possibilitaram a fixação e colonização portuguesa no Brasil. As principais idéias presentes neste capítulo são:As características do português que viabilizaram a colonização do Brasil:foi a partir disso que Gilberto Freyre começou a desenvolver o capítulo...

    695  Palavras | 3  Páginas

  • Resenha trabalho e aventura

    Resenha Sobre Raízes Do Brasil Page 1 of 5 Saiba o significado do seu nome, Clique Aqui! BUSCA OK Anúncios Google Anúncios Google Texto Livro Cultura Livro Autor A Texto PDF Resumo Livro PDF Resenha Anúncios Google Buscar por Título A|B|C|D|E|F|G|H|I|J|K|L|M|N|O|P|Q|R|S|T|U|V|W|X|Y|Z Resenha Sobre Raízes Do Brasil Livro Historia Edição Livro Livro Politica Destaques NetSaber: - Livros de Machado de Assis - Livros de Casimiro de Abreu - Download de Livros -...

    2473  Palavras | 10  Páginas

  • Casa grande e Senzala

    Resenha Casa Grande & Senzala Antes de iniciar a resenha deste livro clássico da história brasileira é útil colocar dois pontos centrais que não devem ser perdido de vista. O primeiro é a situação mundial na ocasião em que o autor viveu e pesquisou: O inicio século XX onde se buscava evidenciar a classe racial, começando esse estudo pela superioridade ariana vindo de encontro a “marginalidade” das raças consideradas inferiores (negros, índios, principalmente). O segundo ponto diz respeito...

    1101  Palavras | 5  Páginas

  • Casa grade e senzala

    No primeiro capítulo do livro Casa-Grande e Senzala, denominado de Características gerais da colonização portuguesa do Brasil: formação de uma sociedade agrária, escravocrata e híbrida, Gilberto Freyre procura fazer uma análise dos fatores que possibilitaram a fixação e colonização portuguesa no Brasil, para tanto ele utilizou aparentemente dois métodos científicos: o método histórico, que para compreender a sociedade brasileira na sua atualidade ele recria todo o período colonial com suas características...

    1198  Palavras | 5  Páginas

  • RESENHA CRÍTICA

    RESENHA CRÍTICA FREYRE, Gilberto. Capítulo do Livro Casa-Grande e Senzala. Disponível no site. http://www.webartigos.com/artigos/resenha-do-1-capitulo-do-livro-casa-grande-e-senzala/14052/ JÚNIOR, Caio Prado. História Econômica do Brasil. Disponível no site. http://www.historialivre.com/brasil/caiopradojr.htm. RIBEIRO, Darcy. O Povo Brasileiro Mistura de Rças. Disponível no site. http://www.scribd.com/doc/16711346/Darcy-Ribeiro-O-Povo-Brasileiro-resumo. INTRODUÇÃO As variadas características...

    1459  Palavras | 6  Páginas

  • Gilberto freyre

    1 SIMONE MEUCCI GILBERTO FREYRE E A SOCIOLOGIA NO BRASIL: DA SISTEMATIZAÇÃO À CONSTITUIÇÃO DO CAMPO CIENTÍFICO Tese de Doutorado apresentada ao Programa de Doutorado em Sociologia do Instituto de Filosofia e Ciências Humanas da Universidade Estadual de Campinas sob a orientação do Profa. Dra. Elide Rugai Bastos. Este exemplar corresponde à redação final da tese defendida e aprovada pela Comissão Julgadora em 27/04/2006. BANCA Profa. Dra. Elide Rugai Bastos (Orientadora) Prof. Dr. Fernando...

    126920  Palavras | 508  Páginas

  • Resenha do Livro "O que é etnocentrismo"

    Antropologia Resenha de Leitura Acadêmico: Herbert Bachett Ciências Sociais - Noturno - Londrina - 2013 Herbert Bachett Resenha de leitura apresentada à disciplina Introdução à Antropologia, ministrada pela...

    841  Palavras | 4  Páginas

  • Colonização, miscigenação e questão racial: notas sobre equívocos e tabus da historiografia brasileira resenha critica

    Universidade Federal Fluminense (1978), mestre pela mesma Universidade em História do Brasil (1983), Doutor em História Social pela Universidade de São Paulo (1988). Professor da UFF desde 1978, sendo, desde 1994, Professor Titular de História Moderna. RESENHA CRÍTICA: 21/10/2012. O autor discorre em seu artigo sobre Colonização, miscigenação e questão racial, ressalta algumas notas sobre equívocos e tabus da histografia brasileira. O texto resenhado está disposto em doze páginas e em uma única seção...

    2512  Palavras | 11  Páginas

  • Casa Grande e Senzala

     CASA GRANDE & SENZALA GILBERTO FREYRE Londrina 2013 CAMILA BUENO FELIPE AUGUSTO JOÃO VICTOR BORGES LIVIT LORRAN DOS SANTOS LUCAS EMANUEL FONTOLAN PATRÍCIA MIDORI MOROOKA RAFAEL RAMIRES ARAÚJO RÔMULO COSTA DA SILVA CASA GRANDE & SENZALA GILBERTO FREYRE Trabalho apresentado ao Curso Técnico em Informática Integrado ao Ensino Médio do Instituto Federal do Paraná, ao Prof. Gonçalo José Machado Júnior da disciplina de Sociologia. ...

    3058  Palavras | 13  Páginas

  • resenha

     IFCS- U Resenha do Prefácio à primeira edição e do primeiro capitulo de Casa Grande & Senzala Autor:Gilberto Freyre Aluna:Michelle Ramalho Ribeiro Disciplina:Pensamento Social Brasileiro Professora:Helga Gahyva Prefácio à primeira edição Gilberto Freyre inovou em sua obra Casa Grande & Senzala para a época em que foi escrita(1930), o objetivo de Gilberto Freyre, ao produzir a obra, está bem resumido nessa citação do prefácio, “ensaio de sociologia genética e de história...

    1204  Palavras | 5  Páginas

  • Aspectos politicos casa grande e senzala

    cos casa grande e senzalaASPECTOS POLÍTICOS NA OBRA “CASA GRANDE E SENZALA” CLAUDIA FAINELLO JULIAN MONIKE NAZARIO SCOLARO TATIANE DE LARA FÉLIX ROSANE ARMINDO VIEIRA BORGES GILMAR HENRIQUE DA CONCEIÇÃO Introdução Este trabalho se originou de uma pesquisa acerca do pensamento de Gilberto Freyre, no curso de pedagogia, para a disciplina Filosofia da Educação, que envolveu estudantes de pedagogia da segunda série, orientadas pelo professor desta disciplina. A partir do mergulho no conteúdo próprio...

    5732  Palavras | 23  Páginas

  • Gilberto freyre - casa grande e senzala

    1. INTRODUÇÃO Em 1933, quando Gilberto Freyre publicou Casa-grande e senzala, o país vivia um momento de transformação: Estrutural – alterando-lhe não apenas a estrutura econômica, mas também as instituições sociais e políticas – e cultural, assimiladas as conquistas estéticas renovadoras da Semana de Arte Moderna, procurava-se agora a discussão da realidade brasileira. Nos meios letrados, havia uma necessidade de compreender o país e suas possibilidades, esse anseio teve como canal mais forte...

    2741  Palavras | 11  Páginas

  • resenha certa para entregar e pronta

    UNIÃO DE ENSINO SUPERIOR DE CAMPINA GRANDE UNESC FACULDADE DE CAMPINA GRANDE FAC-CG Jonas Santos da Silva Resenha crítica: “O povo brasileiro”, Darcy Ribeiro. “Raízes do Brasil”, Sergio Buarque de Holanda. “Casa grande e senzala”, Gilberto Freyre. Campina Grande 05/2015 Jonas Santos da Silva Trabalho referente a disciplina de Antropologia, politica da turma “E” I período de direito da União de Ensino...

    841  Palavras | 4  Páginas

  • Resenha identidades do brasil

    Resenha O que é identidade social? O que caracteriza a identidade pessoal? O presente artigo reporta-se em seu texto intitulado Cultura Historiográfica: A Construção da Identidade Nacional, que propõe uma reflexão teórica brasileira na ótica de José Carlos Reis, tendo como objetivo, apresentar hipóteses de estudo sobre história através da análise contextual, intertextualidade e epistemológica que têm se dedicado a esta temática. Palavras - Chaves: Identidade - Historiografia - José Carlos...

    5946  Palavras | 24  Páginas

  • Casa grande e senzala

    COELHO, Claudio M. Casa-grande & senzala: indiciarismo e política na obra de Gilberto Freyre. In: SINAIS Revista Eletrônica - Ciências Sociais. Vitória: CCHN, UFES, Edição n.02, v.1, Outubro. 2007. pp.66-81. Casa-grande & senzala: indiciarismo e política na obra de Gilberto Freyre Claudio Marcio Coelho 1 Resumo: O pensamento de Gilberto Freyre foi discutido por pesquisadores de diversas áreas das ciências humanas e sociais. Muitos destes estudiosos reconheceram a importância de suas proposições...

    4953  Palavras | 20  Páginas

  • EUCLIDES DA CUNHA E CASA GRANDE E SENZALA: RUPTURAS E CONTINUIDADES

    EUCLIDES DA CUNHA E CASA GRANDE E SENZALA: RUPTURAS E CONTINUIDADES Em ambos os livros, Os Sertões e Casa Grande & Senzala, a memoria privilegia o tempo remoto, enquanto as imagens do futuro são raras. A valorização do passado aproxima as duas notáveis interpretações do Brasil, e as coloca em clara oposição às obras que se baseiam nas concepções modernas e progressistas de tempo. Euclides da Cunha e Gilberto Freyre, cada um à sua maneira, elaboram a ideia de um tempo primeiro da realidade brasileira...

    1199  Palavras | 5  Páginas

  • Trabalho - Gilberto Freyre (Casa Grande e Senzala)

    Casa Grande e Senzala 7- Introdução: Segundo Jessé Souza, ao longo de todas as suas obras, por mais contraditório e complexo que pudesse parecer, Gilberto Freyre teria sido o mesmo “pensador holista, que pensa a sociedade como um todo orgânico a partir de partes que se completam. Nesse tipo de concepção de sociedade , a hierarquia é o dado central e cada pessoa, grupo ou classe, tem o ‘seu lugar’. Igualdade política e econômica jamais foi o principio mais importante do sociólogo Gilberto Freyre...

    2261  Palavras | 10  Páginas

  • Casa grande e senzala

    500 Anos e Outra Perspectiva, mar. de 2000 >> O significado de "Casa Grande & Senzala" para a cultura brasileira O significado de "Casa Grande & Senzala" para a cultura brasileira APROPUC-SP Regina Maria A. F. Gadelha O refaciando Sociologia, de Gilberto Freyre (1945), escreve Anísio Teixeira: “Casa Grande & Senzala não tem – como ensaio de interpretação social – muitos companheiros no mundo. [...]. Nada é em Gilberto Freyre linear ou esquemático; o seu pensamento se desdobra rico, múltiplo...

    6610  Palavras | 27  Páginas

  • Resenha ufabc ib

    Interpretações do Brasil - Gilberto Maringoni Resenha: Casa-Grande & Senzala: Formação da família brasileira sob o regime da economia patriarcal Nome: Raquel Barbosa da Silva RA: 21054215 Data: 24 de julho de 2015 Turma: B noturno Casa-Grande e Senzala é obra perene, como salienta Fernando Henrique Cardoso no prefácio da 51ª edição, mas é também matéria manente, seu estilo ensaístico e dinâmico torna suas numerosas páginas corridas, a ponto de não ser um problema sua extensão. Gilberto Freyre serve-se de uma...

    1342  Palavras | 6  Páginas

  • Casa Grande e senzala

    Trata-se de uma obra clássica. Marcada por grandes elogios e críticas. Estas vieram de várias partes, como por exemplo, de Florestan Fernandes e Antônio Candido e Fernando Henrique Cardoso, mas estes nunca renegaram a sua importância para se pensar a origem do Brasil. A colaboração de Freyre, embora interpretada por seus críticos como um esvaziamento do conflito entre colonizador e colonizado, se deu por retratar em Casa-grande & senzala as relações sociais a partir do cenário do Brasil colonial...

    970  Palavras | 4  Páginas

  • Gilberto freyre

    Brasil Aluno: Victor Amadeu Oliveira Pires dos Santos 2º ResenhaGilberto Freyre e a sociedade brasileira Casa - Grande e Senzala: Formação da família brasileira sob o regime economia patriarcal Cap IV – O escravo negro na vida sexual e de família do brasileiro O texto “Casa - Grande e Senzala” tem como base de estudo as origens da sociedade brasileira vista através do cotidiano na casa senhorial no Brasil colônia. Gilberto Freyre discute a formação da sociedade brasileira a partir das contribuições...

    1623  Palavras | 7  Páginas

  • Casa Grande e Senzala Ficha de Leitura

    Ficha de leitura do livroCasa-grande e senzala” Autor: Gilberto de Mello Freyre. Titulo: Casa-grande e senzala 48º edição. Editora: Editora Global. Lugar e data da edição: Recife-Pernambuco-Brasil, 2003. Dentro do livro casa-grande e senzala, existe uma parte denominada de um livro perene, onde Fernando Henrique Cardoso, sociólogo, professor, pesquisador e ex-presidente da república do Brasil, analisa a obra de Gilberto Freyre. FHC relata sobre a importância da obra de Freyre, ele destaca o diferencia...

    848  Palavras | 4  Páginas

  • Relações de amor e ódio: escravos e senhores na escrita de gilberto freyre no livro casa grande e senzala.

    DEPARTAMENTO DE HISTÓRIA CURSO DE HISTÓRIA ALAYANE CERINO RELAÇÕES DE AMOR E ÓDIO: ESCRAVOS E SENHORES NA ESCRITA DE GILBERTO FREYRE NO LIVRO CASA GRANDE E SENZALA. GUARABIRA - PB 2012 ALAYANE CERINO RELAÇÕES DE AMOR E ÓDIO: ESCRAVOS E SENHORES NA ESCRITA DE GILBERTO FREYRE NO LIVRO CASA GRANDE E SENZALA. Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) apresentado à Coordenação do Curso de História da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) Campus de Guarabira, como requisito parcial a obtenção...

    4543  Palavras | 19  Páginas

  • Casa grande e Senzalas e a teoria do branqueamento

    O livro Casa Grande e Senzala foi lançado em 1933, período em que o Brasil passava por transformações significativas do ponto de vista social, econômico e Administrativo. Na década de 30 ainda era predominante no pensamento brasileiro a defesa da eugenia e da ideologia do branqueamento da raça. No campo internacional a Alemanha nazista consolidava o racismo como política de Estado. É neste cenário adverso que foi publicado o primeiro livro do sociólogo e escritor pernambucano Gilberto Freyre. Casa...

    864  Palavras | 4  Páginas

  • Gilberto freyre

    | | | | Gilberto Freyre Antropólogo e sociólogo brasileiro, criador do conceito de Luso-tropicalismo. Nasceu no Recife, Pernambuco, Brasil, em 15 de Março de 1900; morreu no mesmo local, em 18 de Julho de 1987.   Nascido numa família tradicional de Pernambuco de senhores de engenhos de açucar, de um pai professor catedrático de Direito, livre-pensador, e de uma mãe católica e conservadora, aprenderam as principais línguas modernas e o latim durante a adolescência, tendo dado a sua primeira...

    2755  Palavras | 12  Páginas

  • Gilberto freyre

    obra de GILBERTO FREYRE Introdução Neste trabalho, estudaremos a vida e obra de Gilberto de Mello Freyre, um sociólogo, antropólogo, escritor e pintor brasileiro, considerado como um dos grandes nomes da história do Brasil. Como foco, comentaremos a sua principal obra: Casa-grande e senzala. A partir da história de sua vida, relacionaremos sua formação acadêmica com sua obra e, assim, mostraremos a importância dos estudos de Gilberto Freyre para o entendimento...

    2110  Palavras | 9  Páginas

  • História, identidade cultural e social na visão de gilberto freyre na obra casa grande& senzala

    HISTÓRIA, IDENTIDADE CULTURAL E SOCIAL NA VISÃO DE GILBERTO FREYRE NA OBRA CASA GRANDE& SENZALA MARIA NILDA DOS SANTOS SOUZAFerramentas de Caixa RESUMO Este trabalho busca entender como são construídos as relações sociais, e como elas contribuíram para a formação identitária do povo brasileiro. Essa compreensão visa analisar como as relações sociais estão pautadas dentro da literatura brasileira, tendo como correlatos os modos de produção, enunciados acerca do cotidiano da trilogia...

    6034  Palavras | 25  Páginas

  • Resumo capitulo - o significadfo de gilberto freyre em casa grande & senzala

    RESUMO O significado de cultura de Gilberto Freyre em Casa-grande & senzala Izabella Mattos de Souza - 201201643465 Gilberto Mello Freyre foi um dos mais influentes sociólogos brasileiros da primeira metade do século XX. A história patriarcal brasileira é o escopo desse livro que procurou desvendar a singularidade cultural do país, tendo influenciado fortemente a forma como ela foi definida e redefinida ao longo dos últimos anos. Contudo, mostra-se equivocado. Alguns dos mais importantes...

    2802  Palavras | 12  Páginas

  • casa grande senzala

    Casa-Grande & Senzala é um livro do sociólogo brasileiro Gilberto Freyre publicado em 1933. Freyre apresenta a importância da casa-grande na formação sociocultural brasileira, assim como a da senzala na complementação da primeira. Além disso, Casa-Grande & Senzala enfatiza a formação da sociedade brasileira no contexto da miscigenação entre os brancos, principalmente portugueses, dos negros das várias nações africanas e dos diferentes indígenas que habitavam o Brasil. Na opinião de Freyre,...

    1287  Palavras | 6  Páginas

  • Gilberto Freyre

    GILBERTO FREYRE, HISTORIADOR DA CULTURA. Geraldo Antonio Soares* J á no prefácio à primeira edição de Casa-grande e senzala (1933), Gilberto Freyre nos dá uma boa idéia de sua visão a respeito da formação brasileira em seus aspectos culturais, citando um viajante estrangeiro que por aqui passou e cujas impressões foram publicadas em Paris em 1867. Trata-se de Adolphe d’Assier quando aquele se refere a um assunto aparentemente dos mais prosaicos: a domesticação de animais. D’Assier observou no Brasil...

    9589  Palavras | 39  Páginas

  • Gilberto freyre

    sociologia Gilberto freyre: A vida, contribuição e obras de Gilberto Freyre. Gilberto freyre: A vida, contribuição e obras de Gilberto Freyre. Eduardo massayuki iwassa nº. 08 JOICY CRISTINE ARIZA MILANE nº. 17 Luiz augusto da silva ronchi nº. 19 Maicon luiz miguel nº. 20 matheus rodrigues de matos nº. 21 Ibiporã 2013 Ibiporã 2013 Professora: Sueli SUMÁRIO 1 INTRODUÇÃO 3 2 DESENVOLVIMENTO 5 3 CONCLUSÃO 6 REFERÊNCIAS 7 INTRODUÇÃO Gilberto Freyre nasceu em Recife...

    853  Palavras | 4  Páginas

  • IMAGI RIO DA BRASILIDADE EM GILBERTO FREIRE

    João de Deus Vieira Barros IMAGINÁRIO DA BRASILIDADE EM GILBERTO FREYRE São Luis/MA EDUFMA 2009 FICHA DE CATALOGAÇÃO BARROS, João de Deus Vieira. Imaginário da brasilidade em Gilberto Freyre. 2 ed. São Luis/MA: EDUFMA, 2009, 206p. ISBN 978-85-7862-061-5 CDD 306.43 37.015.2 Capa: Imagem de Gilberto Freyre sobreposta a Pintura a óleo/tela Mestiço (1934), 81 x 65.5 cm, de Candido Portinari. Reprodução autorizada por João Candido Portinari. Imagem do acervo do Projeto Portinari. Tiragem: 300 exemplares...

    4779  Palavras | 20  Páginas

  • Casa Grande e Senzala

    INSTITUTO AFRO BRASILEIRO DE ENSINO SUPERIOR Faculdade Zumbi dos Palmares Faculdade de Direito CASAGRANDE & SENZALA Marcos Pereira Lisboa - R.A. 005565 Júlia Luisa dos Santos - R.A. 005615 Gutemberg Silva - R.A. 005534 São Paulo 2012 1º A - DIREITO CASAGRANDE & SENZALA Trabalho apresentado à profa. Dra. Vera Cristina com vistas à aprovação na disciplina Antropologia...

    1772  Palavras | 8  Páginas

  • casa grande e senzala

    casa grande e senzalaJessica Souza Pereira de Oliveirapara mimHá 13 minutosDetalhesCasa-Grande & SenzalaVigiar esta páginaEste artigo ou secção contém uma ou mais fontes no fim do texto, mas nenhuma é citada no corpo do artigo, o que compromete aconfiabilidade das informações. (desde abril de 2010)Por favor, melhore este artigo introduzindo notas de rodapé citando as fontes, inserindo-as no corpo do texto quando necessário.Casa-Grande & SenzalaAutor (es)Gilberto FreyreIdiomaportuguêsPaís BrasilAssuntoCiências...

    1830  Palavras | 8  Páginas

tracking img