• o tEXTO E A CONSTRUÇÃO DOS SENTIDOS
    O texto e a construção dos sentidos, Ingedore Villaça KOCH (resenha) KOCH, Ingedore Grunfeld Villaça. O texto e a construção dos sentidos. 9ª Ed. São Paulo: Contexto, 2007. A autora Ingedore Grunfeld Villaça Koch nasceu na Alemanha e veio para o Brasil ainda criança, naturalizando-se...
    1925 Palavras 8 Páginas
  • O DISCURSO ARGUMENTATIVO NO GÊNERO “CARTA DE SOLICITAÇÃO”
    , por meio da minha mediação, levei os alunos a perceberem alguns elementos da língua e o processo estrutural da carta, tornando-os mais críticos, pois começaram a desenvolver as ferramentas e hábitos de pensar a língua. CAPÍTULO III - ANÁLISE DAS CARTAS DE SOLICITAÇÃO 4.1 O discurso...
    7740 Palavras 31 Páginas
  • resenha
    intitulada Estudos do texto e do discurso: teorias e modelos. As autoras5 apresentam suas considerações a respeito da Teoria Semiolinguística do Discurso, de Patrick Charaudeau (1983 e 1992) e da Teoria da Argumentação na Língua (ADL), de Oswald Ducrot (1983). O capítulo traz ainda uma...
    3590 Palavras 15 Páginas
  • Resenha da obra de ingedore
    ”. Neste capítulo Koch apresenta conceitos de coesão textual na visão de alguns linguistas, como Halliday e Hasan que definem que “a coesão ocorre quando a interpretação de algum elemento no discurso é dependente de outro. Um pressupõe o outro, no sentido de que não pode ser efetivamente decodificado a...
    1362 Palavras 6 Páginas
  • A importância em o docente ter o conhecimento exato das tipologias textuais e dos diferentes gêneros textuais
    e interação. São Paulo: Parábola. BRONCKART, J.-P. (1999). Atividades de linguagem, textos e discursos. Por um interacionismo sócio-discursivo. São Paulo: Editora da PUC/SP. FÁVERO, L. L. & KOCH, I. V. (1987). “Contribuição a uma tipologia textual”. In Letras & Letras. Vol. 03, nº 01. Uberlândia...
    6343 Palavras 26 Páginas
  • Resenha Desvendando os Segredos do Texto
    livro foi desenvolvido em onze capítulos, segue temas abordados em cada um desses: 1) Concepções de língua, sujeito, texto e sentido (p 11 - 12); 2) Texto e Contexto (p 13 – 20); 3) Aspectos sociocognitivos do processamento textual (p 35 – 52); 4) Os gêneros do discurso (p 53 – 60); 5) Texto e...
    1654 Palavras 7 Páginas
  • Balanço social
    . No texto que segue, nos deteremos apenas na análise dos doze capítulos que compõem as duas primeiras partes do livro. 209 RESENHAS A primeira parte da obra – Interação Eletrônica – começa com o trabalho de Ricardo Augusto de Souza, O discurso oral, o discurso escrito e o discurso...
    11183 Palavras 45 Páginas
  • Fichamento
    fundamentalmente a duas funções distintas na interação social: 1) informar sumariamente ao interlocutor o conteúdo de um texto/discurso e 2) sintetizar, reduzindo e selecionando informações relevantes de um texto ou discurso para finalidades de estudo. A seção 2.3 focaliza a resenha, gênero que implica...
    19497 Palavras 78 Páginas
  • comunicaçao e expressao
    ) Leitura indicada Para complementar seu estudo, leia o capítulo “O que é um texto”, do livro O Texto e a Construção de Sentido, de Ingedore Koch, da Editora Contexto, 2000. Site indicado . Noções de texto e aspectos da comunicação Referências 16 BAKHTIN, M.; VOLOCHINOV (1939...
    42857 Palavras 172 Páginas
  • trabalh
    ) Leitura indicada Para complementar seu estudo, leia o capítulo “O que é um texto”, do livro O Texto e a Construção de Sentido, de Ingedore Koch, da Editora Contexto, 2000. Site indicado . Noções de texto e aspectos da comunicação Referências 16 BAKHTIN, M.; VOLOCHINOV (1939...
    42857 Palavras 172 Páginas
  • Produção textual acadêmica
    textuais/discursivos acadêmicos, a saber: fichamento, resumo, resenha, seminário e artigo acadêmico serão detalhados em cinco seções do capítulo dois. Nesse conjunto, a quarta seção destaca-se das demais por se tratar de planejamento e execução de uma atividade de linguagem predominantemente oral...
    39527 Palavras 159 Páginas
  • Gêneros Discursivos
    gêneros do discurso religioso, o sermão, os salmos, etc. Ao modo enunciativo presente em textos dessa natureza atribui-se o nome de argumentativo stricto sensu (cf. Fávero e Koch, 1987), distinguindo-se assim do modo dissertativo/ expositivo, pois neste a orientação argumentativa pode não...
    10632 Palavras 43 Páginas
  • Linguistica
    ). 2. Sugerimos ao leitor, para que possa ter uma visão mais nítida sobre as diferentes tradições, que faça uma leitura comparativa entre este capítulo e o capítulo Análise do Discurso no volume 2 desta obra. 3. Marcuschi (1998a). INTRODUÇÃO À LINGUÍSTICA 261 guística Estrutural saussuriana...
    18840 Palavras 76 Páginas
  • Comunica
    ) ________________________ ________________________ ________________________ ________________________ LEiTurA iNdicAdA ________________________ Para complementar seu estudo, leia o capítulo “O que é um texto”, do livro O texto e a ________________________ ________________________ construção de sentido, de Ingedore Koch, da Editora Contexto, 2000...
    40356 Palavras 162 Páginas
  • Durkheim elaborou o conceito de solidariedade social, tentando mostrar como se constitui e como ela é responsável pela harmonia entre os membros dos grupos, e como ela varia de acordo com a organização social. para isso
    classificados quanto sua composição, conteúdo estilo intergenericidade e heterogenericidade, no livro LER E ESCREVER de Ingedore Villaça Koch e Vanda Maria Elias no capitulo sobre gêneros textuais do livro as autoras fazem uma explicação detalhada de cada um desses gêneros. Para se fazer uma boa...
    2589 Palavras 11 Páginas
  • apostila
    apresentamos o que queremos fazer crer aos outros por meio de uma sistematização pertinente ao assunto e acessível aos interlocutores. Leituras sugeridas: CITELLI, A. O texto argumentativo. São Paulo: Scipione, 1994. KOCH, I. G. V. Argumentação e Linguagem, São Paulo: Cortez, 1987. PLATÃO SAVIOLI, F...
    19560 Palavras 79 Páginas
  • Criptografias
    intertextualidade pode se constituir e constituir textos. Pode ser de explicita ou implícita. A intertextualidade explicita ocorre quando há citação da fonte do intertexto, como acontece nos discursos relatados, nas citações e referências; nos resumos, resenhas e traduções; nas retomadas de textos de...
    18035 Palavras 73 Páginas
  • O texto para alem da decodificação
    pelos alunos. Nos pensamentos de Koch e Elias (2006), ler e interpretar são atos de percepção relacional e argumento e que esta fundamentação não deve ser ignorada. Não basta ser alfabetizado para realmente saber que não leram quando chegam ao fim de uma página, um capítulo ou um livro. Então...
    6646 Palavras 27 Páginas
  • Comunicação e expressão
    ocorre quando há citação da fonte do intertexto, como acontece nos discursos relatados, nas citações e referências; nos resumos, resenhas e traduções; nas retomadas de textos de parceiros para encadear sobre ele ou questioná-lo na conversação (KOCH, 1997). Intertextualidade implícita ocorre sem...
    17193 Palavras 69 Páginas
  • leitura e produção de texto
    estratégias de leitura implica o uso de três grandes redes de conhecimento: o linguístico, o enciclopédico e o interacional. É essa rede de conhecimento que permitirá ao leitor interagir com textos de gêneros variados de acordo com o contexto e seus objetivos de leitura. Neste aspecto, as autoras Koch e...
    1889 Palavras 8 Páginas