• Gêneros textuais
    Para a Linguística, os gêneros textuais englobam estes e todos os textos produzidos por usuários de uma língua. Assim, ao lado da crônica, do conto, vamos também identificar tantos outros exemplares de gêneros que circulam em nossa sociedade. Quanto à forma ou estrutura das sequências linguísticas encontradas...
    1013 Palavras 5 Páginas
  • Oque é resenha
     Trabalho De Português E. E. Origenes Lessa Nome: Lucas Santos De Aniceto N°30 1°D Índice: O que é Resenha....................................................1 Gêneros textuais Prescritivos......................................1 Gêneros Textuais argumentativos.......
    1554 Palavras 7 Páginas
  • resenha critica
    RESENHA CRÍTICA - História da Língua Portuguesa / Segismundo Spina, (org). – Cotia, São Paulo: Ateliê Editorial, 2008 1- CREDENCIAL DO AUTOR O autor Segismundo Spina é graduando no curso de letras clássicas e a pós-graduando no USP. Ao longo da sua carreira de professor, atuou principalmente...
    970 Palavras 4 Páginas
  • Resenha Critica do Livro Leitura e Produção de Texos
    RESENHA CRÍTICA TÉCNICAS DE COMUNICAÇÃO LEITURA E PRODUÇÃO DE TESTO CORREA, Vanessa Loureiro IESDE. 6ª Edição, Curitiba. PR/Brasil – 2008 Vanessa Loureiro Correa, graduada em Letras, e mestrado em Linguística. Professora do Ensino a Distância. Tipo de Obra Resenhada – Didático...
    2260 Palavras 10 Páginas
  • Baktin
    contextualização é oferecida, em vários ensaios escritos por autores do Leste Europeu, no livro Mikhail Bakhtin: uma contribuição para a filosofia da linguagem e estudos discursivos, organizado por Ana Zandwais. Outros ensaios do livro remetem ao contexto posterior de recepção da obra bakhtiniana, estabelecendo...
    2063 Palavras 9 Páginas
  • História da lingüística
    HISTÓRIA DA LINGÜÍSTICA FERDINAND DE SAUSSURE Nasceu em Genebra, em 1857. Estudou em Leipzig e em Berlim. Foi diretor da Escola de Altos Estudos em Paris ( 1880 – 1891 ). Retornou a Genebra, onde lecionou na Universidade até 1913, quando faleceu. Em vida publicou duas obras: Memória sobre o sistema...
    2499 Palavras 10 Páginas
  • jhennifffer
    Artigos, Entrevistas e Resenhas que estejam de acordo com o foco e escopo da revista: https://periodicos.ufsc.br/index.php/textodigital/index. Em linguística, a noção de texto é ampla e ainda aberta a uma definição mais precisa. Grosso modo, pode ser entendido como manifestação linguística das ideias de um...
    937 Palavras 4 Páginas
  • Os Gêneros do Discurso do livro Estética da Criação Verbal escrito por Mikhail Bakhtin
    Ciências Sociais e da Educação – CCSE Licenciatura Plena em Língua Portuguesa – Manhã Rafael dos Santos Lopes Resenha do Capítulo Os Gêneros do Discurso do livro Estética da Criação Verbal escrito por Mikhail Bakhtin Belém – PA 2010 Universidade do Estado do Pará – UEPA ...
    736 Palavras 3 Páginas
  • Sistema de comuniação
    Agressivo, Primeiro Eu, Egoísta: Crítica destrutiva irônica Invade os limites Tom de voz apressivo Assertivo, Primeiro Eu, Realista: Crítica construtiva mostra emoções Respeita os limites Tom de voz firme Submisso, Primeiro os Demais: Não Crítica Falso afeto, falsa alegria...
    445 Palavras 2 Páginas
  • A literatura em teoria
    Resenha A literatura em teoria Taísa Ana Montagna (UFMS) COMPAGNON, Antoine. O demônio da teoria- Literatura e senso comum. Editora UFMG. Antoine Compagnon engenheiro, formado pela escola Politécnica de Paris e doutor em Literatura. Atualmente é professor da Sorbonne e da universidade de Columbia...
    1065 Palavras 5 Páginas
  • Estudo
    | | Função metalingüística; | |Função poética; | |Assim se apresenta os primeiros...
    14926 Palavras 60 Páginas
  • Resenha
    ------------------------------------------------- [RESENHA] 50 Tons de Cinza - E. L. James Extremamente sedutor,  enigmático, cheio de mistérios e completamente apaixonante. Nestas poucas palavras exprimo tanto a essência do livro, quanto de seu personagem principal Christian Grey. ''Nunca havia...
    925 Palavras 4 Páginas
  • Isso ai
    Com base nos estudos vistos na unidade, podemos dizer que a intertextualidade auxilia a fazer uma leitura crítica, pois: Resposta Resposta Selecionada: a) possibilita que o leitor estabeleça relações durante e após a leitura do texto, realizando melhores conexões de ideias, o que permite uma maior...
    2952 Palavras 12 Páginas
  • plano ensino
    morfossintáticos e semânticos para a correção gramatical e a produção de sentidos. Variação lingüística. Tipos de discurso. Denotação e conotação. Metáfora e metonímia. I – Considerações gerais As pesquisas linguísticas, nas últimas décadas, têm permitido que se torne consensual, cada vez mais, uma mudança...
    1318 Palavras 6 Páginas
  • Kaspar
    Alfa, Säo Paulo 29:131-139, 1985. RESENHAS/REVIEWS Rafael Eugênio HOYOS-ANDRADE* BLIKSTEIN, Izidoro — Kaspar Hauser ou a fabricação da realidade. São Paulo, Cultrix-Edusp, 1983. 98. p. Este pequeno livro constitui um comentário semiótico-filosófico do filme de Werner Herzog e, ao mesmo...
    5461 Palavras 22 Páginas
  • Fichamento Kasper Hauser
    Alfa, Säo Paulo 29:131-139, 1985. RESENHAS/REVIEWS Rafael Eugênio HOYOS-ANDRADE* BLIKSTEIN, Izidoro — Kaspar Hauser ou a fabricação da realidade. São Paulo, Cultrix-Edusp, 1983. 98. p. Este pequeno livro constitui um comentário semiótico-filosófico do filme de Werner Herzog e, ao mesmo...
    4973 Palavras 20 Páginas
  • Tipologia e gêneros textuais
    textuais da seguinte forma: “Usamos a expressão tipologia textual para designar uma espécie de seqüência teoricamente definida pela natureza lingüística de sua composição(...). Em geral, os tipos textuais abrangem cerca de meia dúzia de categorias conhecidas como: narração, argumentação, exposição...
    1969 Palavras 8 Páginas
  • Resenha do livro o que é semiótica
    RESENHA CRÍTICA SANTAELLA, Lúcia. O que é semiótica. 1. ed. São Paulo. Brasiliense. 1983. (coleção primeiros passos; 103) CREDENCIAIS DA AUTORA. Lucia Santaella é pesquisadora CNPq, graduada em Letras- Português e Inglês. Professora titular no programa de Pós-Graduação em Comunicação e Semiótica...
    2216 Palavras 9 Páginas
  • LITERATURA PARA QUÊ?
    Resenha Paulo Roberto Barreto Caetano Recreio refinado – uma resenha de Literatura para quê, de Antoine Compagnon Paulo Roberto Barreto Caetano Professor de Literatura do Ensino Médio Unicamp A verdade, segundo o poeta William Burtler Yeats, não pode ser conhecida, mas pode ser encarnada...
    1403 Palavras 6 Páginas
  • Cientificos
    conceito de conjunto de palavra e frases articuladas entre si, formando um significado. Um texto pode ser escrito ou oral. "Um texto é uma ocorrência lingüística, escrita ou falada de qualquer extensão, dotada de unidade sociocomunicativa, semântica e formal. É uma unidade de linguagem em uso.” (Costa Val...
    6011 Palavras 25 Páginas