Resenha As Regras Do Método Sociológico artigos e trabalhos de pesquisa

  • Fichamento As regras dos métodos sociológicos

    racionalismo científico, mostrando que, se analisarmos no passado, ele é redutível a relações de causa a efeito, que uma operação não menos racional pode transformar em regras de ação para o futuro. p. 16 e 17 A proposição segundo a qual os fatos sociais devem ser tratados como coisas – proposição que está na própria base do nosso método – foi das que provocaram mais controvérsias (...). Não dizemos que os fatos sociais sejam coisas materiais, mas sim que são coisas, tal como as materiais, embora...

    3497  Palavras | 14  Páginas

  • RESENHA CRÍTICA: AS REGRAS DO MÉTODO SOCIÓLOGICO, ÉMILIE DURKHEIM

    RESENHA CRÍTICA- “AS REGRAS DO MÉTODO SOCIOLÓGICO”, ÉMILE DURKHEIM Palmas, Tocantins 2013 LARA PONTES NOGUEIRA VASCONCELOS RESENHA CRÍTICA: “ AS REGRAS DO MÉTODO SOCIOLÓGICO”, ÉMILE DURKHEIM PALMAS, TOCANTINS 2013 RESENHA CRÍTICA DURKHEIM, Émile. As Regras do Método Sociológico. Tradução: Paulo Neves, revisão da tradução: Eduardo Brandão. São Paulo: Martins Fontes, 2007- (Coleção tópicos), 3º edição. As Regras do Método Sociológico ...

    1276  Palavras | 6  Páginas

  • Resenha do livro As regras do método sociologico

    UNIVERSIDADE FEDEREAL DO TOCANTINS PROF: ANA LÚCIA PEREIRA DIREITO – SOCIOLOGIA GERAL RESENHA - “AS REGRAS DO MÉTODO SOCIOLÓGICO”; ÉMILE DURHEIM PALMAS 2013 DURKHEIM, Émile. As Regras do Método Sociológico. Tradução: Paulo Neves, revisão da tradução: Eduardo Brandão. São Paulo: Martins Fontes, 1999- (Coleção tópicos), 2º edição. David Émile Durkheim pensador francês nasceu em 15 de abril de 1858 na cidade de Epinal, filho de uma família judia. Em 1879...

    1099  Palavras | 5  Páginas

  • Resenha Critica sobre as regras do metodo sociologico

    RESENHA CRÍTICA DURKHEIM, Émile, 1858-1917. As Regras do método sociológico. Tradução Paulo Neves; revisão da tradução Eduardo Brandão. 2ª Ed. São Paulo: Martins Fontes, 1999. Autora: Juliane Barbosa Araujo As Regras do método Sociológico O livro foi escrito, em 1895, por Émile Durkheim, um sociólogo Francês nascido na cidade de Épinal em 1858, estudou na Ecole Normale Supérieure de Paris...

    1612  Palavras | 7  Páginas

  • regras dos métodos sociológicos

     Mariana V b Resenha do texto: As Regras do Método Sociológico Em As Regras do Método Sociológico publicada em 1895, Durkheim propõe-se a estabelecer a sociologia como disciplina científica rigorosa, lecionada nas universidades. Esta obra procura demonstrar que a sociologia para se constituir como ciência deve ser objetiva como as ciências naturais. Para isso são necessárias duas coisas: um objeto específico que se distingua dos objetos das outras ciências e que possa...

    822  Palavras | 4  Páginas

  • REGRAS DO MÉTODO SOCIOLÓGICO

    Resenha: As Regras do Método Sociológico Autor: Émile Durkhein Nessa obra, Durkhein diz que o sociólogo não deve partir de fatos e sim de progressivas reformas de fórmulas, a matéria do método, muda à medida que a ciência se desenvolve. Ele responde algumas críticas e novas observações. Mencionando que os fatos sociais devem ser tratados como coisas, assim como os materiais , mas de outro modo. Devem ser analisados, observados. Para que o sociólogo penetre no mundo social é necessário buscar...

    587  Palavras | 3  Páginas

  • REGRAS DO METODO SOCIOLOGO

    26/7/2014 As REGRAS DO MÉTODO SOCIOLÓGICO Registrar-se Entrar Use Escreva e ganhe Categoria Procurar A fonte global de Resumos e Críticas Shvoong Home > Ciências Sociais > Sociologia Idiomas > Resumo de As REGRAS DO MÉTODO SOCIOLÓGICO As REGRAS DO MÉTODO SOCIOLÓGICO Resum o do Livro por: Naninha_Al Autor : EMILE DURKHEIM ( 144 Avaliações) Visitas : 33212 Palavras:900 Sum m arize It Para Durkheim o indivíduo, de maneira isolada...

    1463  Palavras | 6  Páginas

  • As regras do método sociológico - durkheim

    Aron, Raymond. As Etapas do Pensamento Sociológico, 5.ed. 2000 Resenha do capitulo de Émile Durkheim referente a obra “As regras do método sociológico” Nesta obra Durkheim explica a teoria de como se deve estudar um fenômeno social para se chegar a uma compreensão objetiva e racional. Existe uma semelhança do método utilizado nas obras de Durkheim, onde, esse método é dividido em três fases, sendo elas, uma definição do fenômeno, a refutação das interpretações anteriores e por fim uma explicação...

    870  Palavras | 4  Páginas

  • As regras do método sociológico

    Resenha do Livro: DURKHEIM, Émile. As Regras do Método Sociológico. São Paulo: Martins Fontes, 2007 Na primeira edição em 1895, Durkheim inicia sua obra mostrando a necessidade de criação de um método inteiramente e unicamente sociológico, adaptado para estudo com foco exclusivo nos fenômenos sociais. Mas na visão de Durkheim, não se pode estudar a sociedade analisando um único indivíduo apenas. Com o próprio nome já indica, a Sociologia procura entender um grupo maior, uma coletividade, uma...

    740  Palavras | 3  Páginas

  • Resenha Regras do Metodo Sociologico DURKHEIM

    UNIRIO – CIÊNCIA POLÍTICA Metodologia – Resenha sobre o texto “As Regras do Método Sociológico” de Émile Durkheim. Deborah Mothe (1º P - CP) O texto de Durkheim trata do fato social, com definição, críticas e regras acerca dos métodos usados pela sociologia. O autor começa restringindo o estudo da sociologia, que estuda os fenômenos que acontecem no interior da sociedade tendo neles algum interesse social; caso não haja este interesse, esses fenômenos são estudados por outras ciências, assim o...

    717  Palavras | 3  Páginas

  • Resenha do filme “virgina”

    GERSON RICARDO GARCIA RESENHA DO FILME “VIRGINA” BASEADA NOS PRINCÍPIOS DE DURKHEIM Faculdade Internacional de Curitiba - Facinter Curitiba - 2010 GERSON RICARDO GARCIA ANÁLISE DO FILME “VIRGINA” BASEADA NOS PRINCÍPIOS DE DURKHEIM Trabalho apresentado à Faculdade Internacional de Curitiba - Facinter, disciplina Comunicação e Linguagem, ministrada pela professora Every Elis. Faculdade Internacional de Curitiba - Facinter Curitiba - 2010 ...

    2922  Palavras | 12  Páginas

  • Resenha metodologia das ciências sociais

    Disciplina: Metodologia das Ciências Sociais II – Turma II Resenha de “Métodos de Pesquisa em Ciências Sociais”, Cap. I e II, de H. S. Becker O autor defende um envolvimento maior e compromisso de fato dos “homens de ação”, os sociólogos de campo, com a Metodologia de Pesquisa: isso envolve não só explicitar de maneira responsável e pormenorizada os caminhos do estudo em foco (o que não é ainda Metodologia, mas tão somente a exposição do método), mas contribuir para a evolução do edifício metodológico...

    1561  Palavras | 7  Páginas

  • Resenha do livro de peter berg perspectivas sociológicas

    apresentar minha resenha em cinco minutos na aula S""ociologia IV e não daria tempo, decidi usar o blog para que meus colegas pudessem lê-la, apresentando apenas um resumo mais didático em sala. Fica disponível também para qualquer um que tenha interesse por Sociologia, já que a resenha trata de um livro introdutório. Digamos então que eu manipulei os meios que eu tinha de acordo com meus propósitos. #maquiavelfeelings?! Espero que gostem. Beijokas e inté! ;D""] " *I – Resenha* * *Como trabalho...

    2508  Palavras | 11  Páginas

  • RESENHA CR TICA EMILE DURKHEIM

    RESENHA CRÍTICA 1. Identificação da obra DURKHIN, E. “O que é fato social?”. In: Regras do Método Sociológico. Trat. por Maria Isaura Pereira de Queiroz. 6.a Ed. São Paulo, Companhia Editora Nacional 1972. 1972.p. 1-4, 5, 8-17. 2. Identificação do Autor Émile Durkheim (1858-1917) foi um sociólogo francês. É considerado o pai da sociologia moderna, formulando objeto de estudo, sendo o Fato Social e chefe da chamada Escola Sociológica Francesa. É o criador da teoria da coesão social e...

    599  Palavras | 3  Páginas

  • Resenha do Livro: Sociologia - Durkheim

    RESENHA Livro: Émile Durkheim: Sociologia. São Paulo: Editora Ática, 2000. 9ª Edição. 208 p. Uma obra composta por textos selecionados de Durkheim, organizada por José Albertino Rodrigues, com o objetivo de aumentar a compreensão dos principais trabalhos do autor. Indicado para os estudantes da área de Humanas, especialmente as Ciências Sociais e útil também como base introdutória à Sociologia para os alunos de nível médio. José Albertino Rodrigues publicou vários artigos e livros cujos...

    629  Palavras | 3  Páginas

  • Resenha dos capítulos 3,6,16 e 18 do livro tempos modernos, tempos de sociologia

    Sociologia Resenha dos capítulos 3,6,16 e 18 do livro tempos modernos, tempos de sociologia Tucuruí - Pa Resenha capítulo 3: O apito da fábrica • Os primeiros pensadores sociais positivistas responderam a seus questionamentos e reivindicações com as noções de ORDEM e PROGRESSO. • Haveria dois tipos característicos de movimento da sociedade; – Um levaria a evolução; transformando as sociedades, segundo a lei universal, da mais simples a mais complexa. – Outro procuraria...

    2870  Palavras | 12  Páginas

  • Resenha o que é direito

    Universidade de Brasília – UnB IDPP Resenha Crítica do texto “O que é Direito?”, de Roberto Lyra Filho O texto se inicia tratando a diferença entre Direito e Lei, segundo o texto a lei sempre emana do Estado e permanece, em última análise, ligada à classe dominante, pois o Estado, como sistema de órgãos que regem a sociedade politicamente organizada, fica sob o controle daqueles que comandam o processo econômico, na qualidade de proprietários dos meios de produção. Embora as leis apresentem...

    1617  Palavras | 7  Páginas

  • Resenha Crítica do Filme "A Vila" utilizando os conceitos de Emile Durkheim

    JURÍDICA ALUNO: JOSÉ RAONEI BORGES RESENHA CRÍTICA SOBRE O FILME “A VILA”: APLICAÇÃO DA TEORIA DE EMILE DURKHEIM CAMPINA GRANDE-PB, 2013 INTRODUÇÃO Esta resenha faz uma análise do filme “A Vila”, do diretor e roteirista M. Night Shyamalan e que foi produzido em 2004. Neste estudo, analisaremos a teoria de Emile Durkheim. Os conceitos de Durkheim são de grande importância para o desenvolvimento dos métodos sociológicos de estudo da existência humana dentro da...

    1158  Palavras | 5  Páginas

  • Resumo as etapas do pensamento sociológico

    Ciências Sociais e Filosofia DISCPLINA: Introdução à Sociologia ALUNA: Amanda Luiza da Silva Marques Resenha de alguns capítulos do livro “As Etapas do Pensamento Sociológico” Nas partes em destaque da obra de Raymond Aron, ele analisa o pensamento do sociólogo Émile Durkheim com bases em três de seus principais livros: Da Divisão do Trabalho Social, O Suicídio e As regras do método sociológico. Da Divisão do Trabalho Social De la Divison du travai social foi publicado em 1893 e é considerado...

    1900  Palavras | 8  Páginas

  • Resenha do livro o que é ideologia

    Resenha do Livro "O que é ideologia". Autora: Marilena Chaui Coleção Primeiros Passos Leila Santos Segundo Marilena, o termo Ideologia surgiu na França, em 1801 no livro “Elementos da Ideologia”, cujo autor é Destutt de Tracy. Apontamos também que tal termo foi empregado por Augusto Comte em “Curso de Filosofia Positiva” e explica sucintamente que, para os positivistas, ideologia era um conjunto de ideias de uma época...

    633  Palavras | 3  Páginas

  • resenha durkheim

    RESENHA Uma análise sobre o texto: “O que é um fato social” de Durkheim Émile Durkheim nasceu em Épinal, na Lorena. Descendente de uma família judia. Iniciou seus estudos filosóficos na Escola Normal Superior de Paris, indo depois para Alemanha. Ainda menino decidiu não seguir o caminho dos familiares levando, pelo contrário, uma vida bastante secular. Em sua obra, por exemplo, explicava os fenômenos religiosos a partir de fatores sociais e não divinos. Tal fato não o afastou, no entanto, da...

    558  Palavras | 3  Páginas

  • Metodos de Interpretação Constitucional

    NOME CAMPUS / CIDADE UNISUL DE FATO E DE DIREITO (Os métodos da interpretação constitucional) NOME DO ALUNO CAMPUS - CIDADE/ Estado 2014 NOME DO ALUNO RESENHA CRITICA Os métodos de interpretação constitucional Este trabalho é uma resenha da obra " Os métodos de interpretação constitucional" pág 77, do livro Unisul de fato e de Direito...

    1254  Palavras | 6  Páginas

  • Resenha crítica do artigo Políticas Públicas: uma revisão da literatura, de Celina Souza

    ESCOLA DE ADMINISTRAÇÃO FAZENDÁRIA ESPECIALIZAÇÃO EM GOVERNO ELETRÔNICO INERVES JOSÉ DOS SANTOS FILHO Resenha crítica do artigo Políticas Públicas: uma revisão da literatura, de Celina Souza BRASÍLIA/2011 Resenha crítica do artigo Políticas Públicas: uma revisão da literatura, de Celina Souza, Sociologias, Porto Alegre, nº 16, PP. 20-45 O artigo trata dos principais conceitos e modelos de análise de políticas públicas, de forma a sintetizar a forma...

    1297  Palavras | 6  Páginas

  • Resenha Critica Sobre O Texto De MILE DURKHEIM

    Resenha critica sobre o texto de ÉMILE DURKHEIM: A Regras do Método Sociológico Danilo Ignacio de Oliveira O Texto de Durkheim começa tentando definir o que seria fato social, e diz “que os fatos sociais são quase todos os fenômenos que se passam no interior da sociedade e que apresentem, além de certa generalidade, algum interesse social”. Porém, existem fatos que apresentam interesses sociais, mas se fossem considerados todos os fatos sociais a sociologia não teria objetivo próprio. Ele explica...

    664  Palavras | 3  Páginas

  • RESENHA LIVRO: SELL, Carlos Eduardo. Sociologia Clássica: Marx, Durkheim e Weber

    Universidade Federal **** **** Curitiba, 30 de abril de 2015. RESENHA SELL, Carlos Eduardo. Sociologia Clássica: Marx, Durkheim e Weber Por: Raiane Souza Outro não faria melhor. O professor da UFSC usou de sua melhor didática para tornar possível um diálogo entre sua obra e o leitor, e muito bem o fez. De início, Sell dedicou trinta e três páginas de seu livro para explicar, dando uma base pra os próximos capítulos, as origens da sociologia. O primeiro capítulo deixa...

    2220  Palavras | 9  Páginas

  • O pensamento sociológico de max weber

    SOCIOLOGIA Resenha O PENSAMENTO SOCIOLÓGICO DE MAX WEBER ÍNDICE O PENSAMENTO SOCIOLÓGICO DE MAX WEBER 1- Sociedade e História 2- Caráter compreensivo da Sociologia 3- Tipo ideal: instrumento metodológico 4- Ação Social e seus tipos 5- Capitalismo triunfo da racionalidade 6- Tipos puros de dominação 7- Burocracia como modelo de administração moderna 8- Conclusão Sociedade e história A repetição dos eventos sócias e a capacidade de se...

    1881  Palavras | 8  Páginas

  • resenha de Weber

    Uneb – Campus XI Disciplina – Sociologia Professora - Silvia michele Periodo – 2010.2 Curso - Pedagogia 1º semestre Aluna – Cristiane Mascarenhas Resenha Sociologia da educação / Sociedade, educação e desencadeamento / Alberto Tosi Rodrigues . – Rio de Janeiro DP&A, - 2004, 5. Ed. Alberto Tosi Rodrigues, faleceu aos 38 anos. Paulista da cidade de Ibitinga, Tosi nasceu no dia 11 de abril de 1965. Formou-se em Ciências Sociais na Universidade Estadual Paulista (UNESP) foi professor de...

    1817  Palavras | 8  Páginas

  • resenha Inca Pano

    Introdução A presente resenha tem por objetivo desenvolver uma reflexão sobre a relação entre o método e escrita da história a partir da análise do historiador Oscar Calavia Sáez. A hipótese que orienta a leitura de seu trabalho é a de que está no material documentado é o mesmo que conferem seu material histórico. No caso de Sáez oferece a possibilidade de investigar e conferem as marcas de credibilidade ao texto histórico nos dando diretrizes teóricas e temáticas para nos aprofundar em...

    797  Palavras | 4  Páginas

  • resenha- O que é Ideologia - Marilena Chauí

    UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA Centro De Ciências Jurídicas Departamento De Ciências Jurídicas Aluno: Jewellington Rocha Fialho – Mat.: 11502310 Disciplina: Sociologia Geral e Jurídica RESENHA: O que é ideologia? – Marilena Chauí Marilena Chauí é professora titular de Filosofia Política e História da Filosofia Moderna da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da Universidade de São Paulo (FFLCH USP), é mestre (1967, com Merleau-Ponty e a crítica do humanismo, sob a orientação do...

    1449  Palavras | 6  Páginas

  • Resenha

     OS MÉTODOS DE INTERPRETAÇÃO CONSTITUCIONAL Palhoça 2014 OS MÉTODOS DE INTERPRETAÇÃO CONSTITUCIONAL Resenha crítica para obtenção de conhecimento, no sexto semestre da disciplina de Estágio Supervisionado em Direito I, do curso de graduação em Direito da Universidade do Sul de Santa Catarina, Campus Pedra Branca. Palhoça 2014 OS MÉTODOS DE INTERPRETAÇÃO CONSTITUCIONAL RESUMO ...

    1450  Palavras | 6  Páginas

  • Resenha max weber

    Resenha do texto de Max Weber. Com o positivismo no sec. XIX, com o surgimento e expansão do naturalismo que traçava passos voltados a biologia, astrologia e física, foi surgindo também um pensamento sociológico com relação ao ser humano e em sua prosperidade. Sendo que na Alemanha foi muito questionado o modelo positivo com relação as questões social, como Max Weber foi o principal representante da sociologia alemã com inicio de seus estudos aos 18 anos, e posteriormente com a participação da...

    1117  Palavras | 5  Páginas

  • Resenha sociologia

    Agrotecnologia e Ciências Sociais. Bacharelado em Ciência e Tecnologia. Disciplina de Sociologia Aluno: Marcos Vinícius M. de C. Dantas Turno: Noturno, Turma: 5 Resenha MOSSORÓ-RN 2011 MARTINS, Carlos Benedito. O que é sociologia. 38. ed. São Paulo : Brasiliense, 1994. Nesta resenha, tem- se como objetivo desta resenha compreender e analisar o surgimento e o desenvolvimento da sociologia, bem como buscar entender as principais ideias dos pensadores que tentaram analisar a sociedade...

    2022  Palavras | 9  Páginas

  • Resenha : infancia e sociedade

    RESENHA DO TEXTO: INFÂNCIA E SOCIEDADE: O CONCEITO DE INFÂNCIA KRAMER, Sonia. Infância e sociedade: O conceito de infância. 7ed. SP: Cortez, 2003. Esse texto é dividido em vários tópicos, A criança Nasce ( historicamente), A descoberta da Infância: Os Dois Sentimentos de Infância, Concepção Atual de Infância, Essência Infantil ou condições de Existência: O conceito de Infância na Pedagogia, A imagem de Infância na Pedagogia, A idéia de Natureza Infantil e a Significação Social da Infância, A abordagem...

    1093  Palavras | 5  Páginas

  • Resenha Critica Hermenêutica Constitucional

    Resenha Critica: Hermenêutica Constitucional O livro “Hermenêutica Constitucional – a Sociedade Aberta dos Intérpretes da Constituição: Constituição para e Procedimental da Constituição” aqui resenhado traz uma tese sobre as inevitáveis transformações sofridas pelo constitucionalismo moderno. Evidencia o caráter social das Constituições e ressalta os direitos e garantias fundamentais.  Haberle defende que uma teoria da interpretação constitucional deve encarar seriamente o tema ‘Constituição...

    1015  Palavras | 5  Páginas

  • Resenha e fichamento- pedro demo- sociologia uma introdução a critica

    não pode fundar a ideia solta de que seu campo de trabalho seja tudo o que possa ser identificado como “sociedade”, como “ação social”, como “condicionamentos sociais” dos fenômenos históricos, e assim por diante.” (p. 9) “Dizemos que o enigma sociológico é a questão da desigualdade social. Não se trata de reduzir a sociologia ao problema da desigualdade social, assim como não se reduz a economia ao problema da organização da sobrevivência material.” [...] (p.12) “Somos de opinião que a desigualdade...

    2039  Palavras | 9  Páginas

  • Resenha - RI e Sociologia

    Resenha do texto: As relações Internacionais, a Sociologia e os Debates Correntes sobre Conflito, Cooperação e Mudanças na Ordem Internacional. Dados gerais sobre o autor Eiiti Sato possui graduação em Economia pela Fundação Armando Álvares Penteado (1983), mestrado em Relações Internacionais (Master of Philosophy) - University of Cambridge (1990), mestrado em Sociologia pela Universidade de São Paulo (1993) e doutorado em Sociologia pela Universidade de São Paulo (1997). Atualmente é Professor...

    1645  Palavras | 7  Páginas

  • Port. sociologia -resenha

    SISTEMA DE ENSINO PRESENCIAL CONECTADO BACHARELADO EM ADMINISTRAÇÃO EVANIO NOVAIS FERNANDES RESENHA CRITICA PILAR 2010 EVANIO NOVAIS FERNANDES RESENHA CRITICA Trabalho apresentado ao Curso BACHARELADO EM ADMINISTRAÇÃO da UNOPAR - Universidade Norte do Paraná, para a disciplina SOCIOLOGIA Prof...

    3067  Palavras | 13  Páginas

  • Resenha: O que é Etnocentrismo_ Everardo Rocha

    Universidade Federal da Bahia FACULDADE DE FILOSOFIA E CIÊNCIAS HUMANAS DEPARTAMENTO DE HISTÓRIA Disciplina: Antropologia I Professora: Renata Cytrin Aluno: Tácio Matos - Everardo P. Guimarães Rocha,“O que é etnocentrismo?”, 5ª edição, 1988. Resenha para curso de Antropologia I ; Tácio Matos; Departamento de História UFBA; Salvador-BA, novembro de 2014. Durante a referida obra, o autor explica o conceito de etnocentrismo e como desse elemento se construiu parâmetros culturais. Nesse sentido...

    782  Palavras | 4  Páginas

  • Resenha O que é Ideologia Marilena Chaui

     xxxxx, acadêmico do curso de Direito da xxxx, 1º período, que apresenta a presente resenha crítica para obtenção de nota da disciplina de Filosofia RESENHA – O QUE É IDEOLOGIA – MARILENA CHAUÍ A obra inicia-se com a proposta de desmistificar o que seria “ideologia”, propondo-se a desfazer o conceito, comumente aceito, de ideologia como “conjunto encadeado de ideias”. Objetiva-se mostrar a verdadeira face da ideologia, qual seja, um conjunto de ideias, criadas a partir de uma realidade histórica...

    1892  Palavras | 8  Páginas

  • Resenha Acadêmica do filme "Sociedade dos Poetas Mortos"

    Universidade Federal da Fronteira Sul UFFS Erechim Curso: Ciências Sociais Turma: 2015/1 Disciplina: Produção Textual Acadêmica Professor: Anderson Jair Goulart Acadêmico: Tiago Fernando Afonso Nº de matrícula: 1515742013 Resenha do filme: “Sociedade dos Poetas Mortos”. Os jogos de poder nas instituições sociais O drama cinematográfico de 1989 “Dead Poets Society” (Sociedade dos Poetas Mortos) conquistou o Oscar de Melhor Roteiro Original, e foi indicado ao prêmio nas categorias de Melhor...

    1333  Palavras | 6  Páginas

  • Resenha um discurso sobre a ciencia

    FINAC – FACULDADE NACIONAL FÁBIO MARVILLA DA SILVA Resenha crítica do livro “Um discurso sobre as ciências” Metodologia Científica VITÓRIA 2012 SUMÁRIO 1 – Sumário ................................................................................................ 01 2 – Introdução ......................................................................................

    1958  Palavras | 8  Páginas

  • Resenha

    Humanas Departamento de Ciências Sociais _____________________________________________________________________________ Trabalho “O que é Etnocentrismo”, apresentado à disciplina Introdução à Antropologia, ministrada pela Prof.: Deise Maia, Resenha, como parte das avaliações propostas no programa para o cumprimento do primeiro semestre do Curso de Ciências Sociais da Universidade Estadual de Londrina. Acadêmico: Ismar Ruffato Neto, Ciências Sociais, Noturno. ______________________...

    2047  Palavras | 9  Páginas

  • Resenha Crítica A arte de pesquisar, Miriam Goldenberg

    Pesquisa Social. I. Título. II. Título: Como fazer pesquisa qualitativa em Ciências Sociais. I. (Re) aprendendo a olhar; II. Pesquisa qualitativa em Ciências Sociais; III. A escola de Chicago e a pesquisa qualitativa; IV. Estudo de caso; V. O método biográfico em Ciências Sociais; VI. Objetividade, representatividade e controle de Bias na pesquisa qualitativa; VII. Pesquisa qualitativa: problemas teórico-metodológicos; VIII. Integração entre análise quantitativa e qualitativa; IX. Faça a pergunta...

    1311  Palavras | 6  Páginas

  • Resenha do livro de CECIL G HELMAN

    Noturno de Farmácia Antropologia Professora: Ana Cristina Fonseca de Vasconcelos RESENHA Deilson Alves Oliveira 24/06/14 de 2014 Montes Claros – MG CULTURA, SAÚDE E DOENÇA. Resenha apresentada para avaliação da disciplina de antropologia da Graduação em Farmácia do 5° período A de 2014, sob a orientação da professora Ana Cristina Fonseca de Vasconcelos. 24/06/14 de 2014 Montes Claros – MG RESENHA HELMAN, CECIL G. cultura, saúde e doença, versão original, inglês, trad. Cláudia ...

    2810  Palavras | 12  Páginas

  • Resenha Crítica "O Que É Etnocentrismo"

    Resenha crítica do livro O QUE É ETNOCENTRISMO "O que é Etnocentrismo", (Coleção primeiros passos, editora brasiliense, 1988, 5ª. edição, 113 páginas) de Everardo P. Guimarães Rocha, carioca, nascido em 1951, mestre em Antropologia Social pelo Programa de Pós-Graduação em Antropologia Social do Museu Nacional da UFRJ (1981), é um livro que procura conduzir o leitor de forma convincente através dos movimentos e dos conceitos em torno da idéia do etnocentrismo, além de traçar um panorama histórico...

    1240  Palavras | 5  Páginas

  • Fundamentos sociológicos da educação

    século XIX. (sociologia, o que é? – Brasil Escola). Auguste Comte, considerado o “pai da Sociologia”, destacou-se por ser o primeiro representante e principal sistematizador do positivismo, considerado a primeira corrente teórica do pensamento sociológico, a primeira teoria a definir o objeto da Sociologia e, a partir daí, passou a ser considerada uma ciência distinta e independente das outras. O pensamento de Comte, além de contribuir muito para o desenvolvimento das ciências sociais, também contribuiu...

    3889  Palavras | 16  Páginas

  • Fundamentos sociológicos da educação

    [pic] FUNDAMENTOS SOCIOLÓGICOS DA EDUCAÇÃO 2012 [pic] INTRODUÇÃO Para identificar os significados da sociologia e sua contribuição na educação, serãorelatados a seguir os pensamentos e as bases teóricas de alguns grandes autores que contribuíram no processo de “pensar na sociedade”. Durante a leitura deste relatório, a partir da base teórica iremos presenciar a importânciada vida social, pois sem a sociedade não há educação,...

    2782  Palavras | 12  Páginas

  • Linguagem & Ensino - Diversas Resenhas

    Resenhas PERINI, Mário A. Princípios de lingüística descritiva: introdução ao pensamento gramatical. São Paulo: Parábola, 2006. 201p. Resenhado por Ana Cláudia Pereira de ALMEIDA A democratização do Ensino Superior1 possibilita que pessoas oriundas de backgrounds econômicos e sociais diversos cheguem às Universidades. Essa constatação mostra o tanto de evolução que a educação brasileira obteve, uma vez que simboliza mobilidade social e indiscutível possibilidade de ascensão dos historicamente...

    13976  Palavras | 56  Páginas

  • Resenha - a interpretação das culturas

    Chicago e foi professor do Institute for Advanced Studies da Universidade de Princeton. Seu livro A Interpretação das Culturas | |(1973) tem marcante influência nas ciências humanas e sociais, especialmente entre os pesquisadores que privilegiam o método de análise | |qualitativo. A obra de Geertz é influenciada por autores como Heidegger, Alfred Shutz, Hans-Georg Gadamer, Paul Ricoeur, Michel Foucault, Kenneth| |Burke e Roland Barthes. A despeito do aparente ecletismo teórico, os estudos...

    1665  Palavras | 7  Páginas

  • Resenha Critica sobre as Ações Sociais e as Relações Sociais de Durkheim

     Matheus Ferri Resenha Crítica sobre a Ação Social e a Relação Social de Max Weber Jataí 2014 Maximilian Karl Emil Weber (Erfurt, 21 de Abril de 1864 — Munique, 14 de Junho de 1920) foi um jurista, intelectual economista alemão e considerado também um dos fundadores da Sociologia moderna, junto com Émile Durkheim e Karl Marx. Weber desenvolveu estudos de filosofia, história, direito constantemente interrompidos por problemas de saúde, apesar de ter desenvolvido um intenso...

    2371  Palavras | 10  Páginas

  • RESENHA CRITICA A REVOLUÇÃO DOS BICHOS

    RESENHA CRÍTICA DO FILME A REVOLUÇÃO DOS BICHOS FILME ‘A REVOLUÇÃO DOS BICHOS’ GEORGE ORWELL, 1999. O filme A revolução dos bichos (original: Animal farm) dirigido por Jhon Stephenson e lançado pela primeira vez em 1999 nos Estados Unidos da América é uma adaptação do livro de George Orwell de mesmo título, o qual em suas metáforas revela uma aversão ao autoritarismo, à centralização do poder, à alienação, entre outros, características bem comuns de uma ditadura militar. Contudo, analogias podem...

    2663  Palavras | 11  Páginas

  • resenha crítica

    1 Sociologia I: introdução à sociologia / Marinete Covezzi – Cuiabá EdUFMT, 2008 RESENHA CRÍTICA Betânea Loureço Bertier* Cleonice da Matta Tirolti** Lucilene da Silva*** Lucinéia S. de O. Jorge**** Viviane M. M. de Oliveira***** Esta resenha crítica é uma apresentação do livro “Sociologia I- Introdução à Sociologia: Contexto histórico do surgimento da sociologia, Auguste Comte: o positivismo, Émile Durkheim: a teoria funcionalista, Karl Marx: materialismo histórico, Max Weber: sociologia...

    3069  Palavras | 13  Páginas

  • RESENHA DO TEXTO A NATUREZA SOCIOLÓGICA DO CONFLITO

    RESENHA DO TEXTO A NATUREZA SOCIOLÓGICA DO CONFLITO O conflito como sociação O conflito por ser o subproduto de uma dialética - e não tem como não ser, pois para existir, o indivíduo necessita de pelo menos um oponente - pode ser encarado como algo produtivo e não meramente destrutivo. Dois ou mais indivíduos que se interpõem o fazem por almejarem algo em comum. Dessa contenda ou nascerá um entendimento mútuo com a cessão de direito ou vontade de uma parte em favor da outra, podendo até ser de...

    3173  Palavras | 13  Páginas

  • resenha de "A Importância dos Clássicos"

     Ciências Sociais/Licenciatura – 2013.1 Laboratório de Pesquisa Bibliográfica Aluna: Livia Santiago Michel da Motta DRE: 113057431 Exercício 5 Resenha Crítica LEENHARDT, Jacques. Uma sociologia das obras de arte é necessária e possível?.Tempo soc.,  São Paulo,  v. 10,  n. 2, out.  1998 .   Disponível em . acessos em  08  jul.  2013.  http://dx.doi.org/10.1590/S0103-20701998000200007. ALEXANDER, Jeffrey. A importância dos Clássicos. In: GIDDENS, Anthony. Teoria social...

    2759  Palavras | 12  Páginas

  • Resenha Slaughter

    Universidade de Brasília Teoria Geral do Estado Professor: Marcelo Neves Aluno: Gustavo Alessandro Vilarinho de Araújo – 13/0113298 Resenha sobre o texto: “SLAUGHTER, Anne-Marie: The Globalization Paradox: Needing More Government and Fearing it. The Disaggregated State. In: idem. A New World Order. New Jersey: Princeton University Press, 2004, pp. 08-15. 1. Introdução A vida em sociedade é um dos produtos mais emblemáticos que as relações humanas foram capazes de criar e, que hoje, graças...

    2081  Palavras | 9  Páginas

  • Resenha Aprender Antropologia

     Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho” Faculdade de Ciências Humanas e Sociais – Campus de Franca – SP Resenha: APRENDER ANTROPOLOGIA Antropologia Prof.ªDrª Hilda M.G. da Silva Taís Alessandra Sbrissa Lourenço, Serviço Social, Noturno. Franca 2013 Aprender Antropologia é um livro de introdução à disciplina de Antropologia principalmente aos que iniciam uma carreira acadêmica e que querem conhecer melhor os conceitos da antropologia...

    2304  Palavras | 10  Páginas

  • Resenha: as regras do método sociológico

    AS REGRAS DO MÉTODO SOCIOLÓGICO DURKHEIM, Émile. As Regras do Método Sociológico. São Paulo: Martin Claret, 2011. p. 157 (trad. Pietro Nasseti, a partir do original Régles de la Méthode Sociologique). Marina Menegaz Émile Durkheim foi o fundador da sociologia, combinou a pesquisa empírica com a teoria sociológica. Nasceu em Épinal, Vosges, em 15 de abril de 1858 e morreu em Paris, em 15 de novembro de 1917. Dentre suas obras mais importantes destacam-se: “Da Divisão do Trabalho Social” (1893)...

    1155  Palavras | 5  Páginas

  • resenha a regra do metodo sociologico

    DURKHEIM, Emile, As regras do método sociológico. São Paulo: Saraiva, 2007. Análise Interpretativa dos três primeiros capítulos da obra: “ As regras do método sociológico” Emile Durkheim, um francês de família judia que abdicou de seguir o rabinato para se dedicar ao estudo das ciências sociais em si, após formar-se, começou a lecionar ciências sociais e letras na faculdade de letras de Bordeaux, abordando a educação como um fato social. Quando foi para Sorbonne, assumiu a cadeira de ciência...

    1385  Palavras | 6  Páginas

  • Fundamentos sociologicos

    Universidade Anhanguera - Uniderp Centro de Educação a Distância Curso: Pedagogia Disciplina: Fundamentos Sociológicos da Educação Tutor Presencial: Donizete da Silva Menezes Professor - Tutor a Distância: Ma. Marciane M. Nunes Polo: Juazeiro-BA Alunas: Anatalia Gomes Vieira dos Santos – 307167 Leonarda F. da S. Gomes – 306743 Marisa Medrado da Silva - 338985 Sociologia da educação e sua representação na sociedade. O presente trabalho acadêmico é pré-requisito à avaliação no...

    2667  Palavras | 11  Páginas

  • Fichamento - As regras do método sociológico

    Tema: As Regras do Método Sociológico Ficha 1 Bibliografia: DURKHEIM, Émile. As Regras do Método Sociológico. 3ª. Ed. São Paulo: Martins Fontes, 2007. Introdução Alguns sociólogos como Spencer, Mill e Comte contribuíram, significativamente, para o desenvolvimento de grandes teorias e conceitos sociológicos. Não era, porém, preocupação deles estabelecer métodos ou mesmo normatizar o estudo sociológico. Por muito tempo, questões mais complexas como as regras para se observar os fatos, as...

    952  Palavras | 4  Páginas

tracking img