Resenha A Sociedade Em Rede Manuel Castells artigos e trabalhos de pesquisa

  • SOCIEDADE EM REDE

    ADMINISTRAÇÃO HOSPITALAR E SERVIÇOS DE SAÚDE RESENHA CRÍTICA SOBRE: A SOCIEDADE EM REDE DE MANUEL CASTELLS MARIA MAIRY MAGALHAES DA SILVA GARANHUNS-PE, MAIO 2015 A Sociedade em Rede Do Conhecimento CASTELLS, Manuel. A Sociedade em Rede Do Conhecimento. Paz e Terra. 11º Ed. Editorial C348e. 2011. 439 p. Manuel Castells Oliván é um sociólogo espanhol nascido em Hellín, Albacete no ano de 1942. Na década de 1970, Castells teve um importante papel no desenvolvimento da sociologia...

    757  Palavras | 4  Páginas

  • RESENHA LIVRO “SOCIEDADE EM REDE” DE MANUEL CASTELLS

     RESENHA LIVRO “SOCIEDADE EM REDE” DE MANUEL CASTELLS APRESENTAÇÃO DO CAPÍTULO 5 DO LIVRO “SOCIEDADE EM REDE” DE MANUEL CASTELLS A cultura da virtualidade real: a integração da comunicação eletrônica, o fim da audiência de massa e o surgimento de redes interativas. Surge neste início de século uma nova forma de interação entre os dois lados do cérebro, havendo uma mudança fundamental no caráter da nossa comunicação, que agora ocorre por meio de texto, imagens...

    1867  Palavras | 8  Páginas

  • Resenha Manuel Castells. A Era da Informação: economia sociedade e cultura, vol. 3, São Paulo: Paz e terra, p. 411 – 439.

    Resenha Manuel Castells. A Era da Informação: economia sociedade e cultura, vol. 3, São Paulo: Paz e terra, p. 411 – 439. Janete Cordeiro Lorenzoni* A grandiosa obra de Castells analisa a sociedade, o surgimento de um novo mundo na era da informação. Busca esclarecer a dinâmica econômica e social da nova era da informação que é concebida em meados do século XX. Identifica os processos de globalização que marginalizavam pessoas, comunidades e nações e que com a era da informação torna insignificantes...

    751  Palavras | 4  Páginas

  • CASTELLS, Manuel. A Era da Informação: economia, sociedade e cultura

    A ERA DA INFORMAÇÃO - ECONOMIA, SOCIEDADE E CULTURA. MANUEL CASTELLS RESUMO: Segundo Castells, em seu livro “A era da informação: economia, sociedade e cultura”, a partir das décadas 60 e 70, passa a surgir “um novo mundo”, em que sociedade, economia e cultura estão interligados graças às tecnologias, fazendo surgir uma sociedade em rede – a sociedade informacional. Esse novo mundo é caracterizado por uma economia interdependente, no qual vários países passaram a querer participar do crescimento...

    1185  Palavras | 5  Páginas

  • Resenha do primeiro capitulo "a sociedade em rede. a revolução da tecnologia da informação"

    Evolução da revolução "A Sociedade em Rede. A Revolução da Tecnologia da Informação" (Paz e terra, 2000, 47 páginas) do sociólogo espanhol Manuel Castells, nas palavras do autor, na vida nós temos uma série de situações estáveis, mas em determinado momento e em intervalos raros, eventos importantes, grandes e rápidos damos um salto que ajudam a estabelecer o próximo período estável, e é nesse contexto que o capitulo "A revolução da Tecnologia da Informação" trás uma introdução de um desses eventos...

    746  Palavras | 3  Páginas

  • sociedade em rede

    Semestre de 2014 Professora:Lara Nasi Curso: Com. Social- Jornalismo Aluna: Iana Reis RESENHA CRÍTICA CASTELLS; Manuel. A sociedade em Rede.9º ed.São Paulo: Editora Paz e terra, 1999.p.40-66. Frederico Westphalen, 30 de abril de 2014. 1. OBRA A era da informação: economica, sociedade e cultura v.1. A sociedade em rede 2. APRESENTAÇÃO DO AUTOR Emanuel Castells nasceu em Hellín em 1942, começou sua carreira acadêmica em 1967, na Universidade de Paris, professor...

    644  Palavras | 3  Páginas

  • Castells: a era do informacionalismo

    Resenha: Livro: Olhares da Rede / organização Cláudia Castelo Branco e Luciano YoshioMatsuzaki, São Paulo, Momento Editorial, 2009 Texto: Castells: a era doinformacionalismo Pág. 49 a 59. Este texto se baseia no estudo do primeiro livro de Manuel Castells (A era da informação: economia, sociedade e culturachamadaA sociedade em Redepublicado em 2007) onde o autor discorre a respeito de conceitos e análises das transformações da sociedade ocasionadas pelo avanço da economia da informação e do...

    993  Palavras | 4  Páginas

  • Resenha Redes De Indignacao E Esperanca

     Resenha de textos extraídos da obra Redes de indignação e esperança, de Manuel Castells. Em sua obra, Redes de indignação e esperança, Manuel Castells discorre sobre o a formação e a importância dos movimentos sociais e a forma como a internet e as redes sociais, como meio de comunicação, contribuem para a existência, organização e prolongamento de vida destes movimentos. De acordo com o autor, a existência da internet e das redes não está nas raízes destes movimentos. Os movimentos são causados...

    1200  Palavras | 5  Páginas

  • Resenha castells

    RESENHA CASTELLS, Manuel. “Um Estado destituído de poder?”. In. O Poder da Identidade. 3ª edição. São Paulo: Paz e terra, 1999. (A era da informação; vol. 2). O capítulo a ser tratado - Um Estado destituído de poder? - pertence a obra “O poder da identidade”, segundo volume da trilogia “A era da informação”, de Manuel Castells. Tal obra merece ser lida por todos que pretendem entender as transformações que ocorrem no cenário global com a inserção de duas novas tendências - a globalização e...

    2138  Palavras | 9  Páginas

  • Resenha crítica midia

    Universidade Federal da Bahia Oficina de Textos em Humanidades Resenha Crítica Professor: Aleksei Turenko Victor Mangabeira Cruz dos Santos O lugar da política na sociabilidade contemporânea A política contemporânea vem sofrendo uma grande mudança no que diz respeito à sua atuação perante a sociedade devido às novas configurações societárias. Deve-se analisar como exemplo, a posição adotada pela pessoa que atua diretamente na política (o político). Este, a fim de obter a...

    700  Palavras | 3  Páginas

  • Resenha Crítica Tempos Líquidos

     FACULDADE INTEGRADA DE GOIÁS MESTRADO PROFISSIONAL EM EDUCAÇÃO Dirce Maria Borges Parente Resenha Crítica Tempos Líquidos ARAGUAÍNA -TO/2015 Dirce Maria Borges Parente Resenha Crítica Tempos Líquidos Trabalho apresentado em cumprimento à disciplina: Estudos Históricos em Educação Social. Professor: Oli Santos da Costa ARAGUAÍNA TO/2015 TEMPOS LÍQUIDOS Logo na introdução desta obra, o autor Zygmunt Balman aponta...

    1719  Palavras | 7  Páginas

  • Resenha Crítica Tempos Líquidos

     FACULDADE INTEGRADA DE GOIÁS MESTRADO PROFISSIONAL EM EDUCAÇÃO Dirce Maria Borges Parente Resenha Crítica Tempos Líquidos ARAGUAÍNA -TO/2015 Dirce Maria Borges Parente Resenha Crítica Tempos Líquidos Trabalho apresentado em cumprimento à disciplina: Estudos Históricos em Educação Social. Professor: Oli Santos da Costa ARAGUAÍNA TO/2015 TEMPOS LÍQUIDOS Logo na introdução desta obra, o autor Zygmunt Balman aponta...

    1719  Palavras | 7  Páginas

  • Resenha do texto “Sociedade em rede e modo de desenvolvimento informacional: descrições sociológicas da sociedade contemporânea sob o capitalismo avançado” de Marcos Moura Baptista dos Santos

    Resenha do texto “Sociedade em rede e modo de desenvolvimento informacional: descrições sociológicas da sociedade contemporânea sob o capitalismo avançado” de Marcos Moura Baptista dos Santos e observações de como o uso da tecnologia da informação vem impactando nosso dia a dia. O texto apresenta a visão de vários autores a respeito da transformação ocorrida nas sociedades contemporâneas em virtude do desenvolvimento tecnológico, sendo identificada assim uma transformação brusca e mudança de...

    1307  Palavras | 6  Páginas

  • redes

    de interagir: a tecnologia do 3G, um mundo que não tem barreiras para a interação com alta taxa de transmissão de dados e inúmeras funções a serem exploradas. Este trabalho pretende apontar como as tecnologias 1G, 2G, 2,5G e 3G modificaram a sociedade e a maneira como tais aspectos acarretaram a junção da banda larga com a telefonia móvel dos dias atuais. A reconfiguração da forma desses indivíduos de interagirem, armazenarem e organizarem informações de forma cada vez mais rápida e eficiente...

    5437  Palavras | 22  Páginas

  • Sociedade midiatizada

        Resenha Sociedade midiatizada (MORAES, Dênis de (Org.), Rio de Janeiro: Manuad, 2006, 246p.) Laís Tolentino MUNIZ 1 Sociedade Midiatizada é fundamentada em onze textos escritos por autores que analisam os processos sociais atualmente influenciados pelas mídias. A abordagem dos textos se dá sob o ponto de vista tecnológico e capitalista, de como, através das mídias, a tecnologia transforma os modos pelos quais a sociedade evolui. Os autores colaboradores da obra levantam ainda...

    1480  Palavras | 6  Páginas

  • resenha artigo

    Fanor Dunas Publicidade e Propaganda Resenha do artigo Web do Futuro: a Cibercultura e os Caminhos Trilhados Rumo a uma Web 3.0. Luis Eduardo Leal de Sousa Fortaleza 2014 Luis Eduardo Leal de Sousa Resenha do artigo Web do Futuro: a Cibercultura e os Caminhos Trilhados Rumo a uma Web 3.0. Resenha apresentada como exigência para obtenção 3 pontos na AP1 na cadeira de Mídia em Publicidade e Propaganda da Fanor. Orientador: Sandra Rocha Fortaleza 2014 SUMÁRIO ...

    1199  Palavras | 5  Páginas

  • Resenha de Planejamento

    A resenha a seguir trata do texto: “ Mudar a Cidade- Uma introdução crítica ao planejamento e à Gestão Urbanos”. Atendo-se a questões dialógicas de debates existentes entre os intelectuais de esquerda vulgo intelectuais da corte marxista, e entre políticos conservadores , o planejamento urbano tem sido alvo de críticas nos últimos 30 anos. Começando pelos argumentos marxistas nos anos 1970, obras de Manuel Castells, David Harvey, Henri Lefebvre, forma os pioneiros críticos nesse contexto relacionado...

    2277  Palavras | 10  Páginas

  • Resenha

    RESENHA TEXTO 7: O sistema internacional contemporâneo: globalização e organizações supranacionais. Autor: Iná Elias de Castro Neste texto, o autor aborda a geografia política de uma forma, que interpreta o espaço como uma complexa arena de interesses não redutíveis aos atores econômicos e aos conflitos produtivos, que obedecem à lógica econômica, procura-se compreender também os conflitos distribuitivos que se organizam a partir da lógica das relações de poder das instituições políticas. Num...

    2031  Palavras | 9  Páginas

  • Resenha do Documentario Tempo de Resistência

     UNIVERSIDADE FEDERAL DE OURO PRETO CENTRO DE EDUCAÇÃO ABERTA E A DISTÂNCIA Administração Pública DISCIPLINA: EAD360 - SEMINÁRIO TEMÁTICO: Estado e Sociedade ATIVIDADE DE APURAÇÃO DE FREQUÊNCIA – Resenha sobre documentário Como forma de apuração da frequência, cada aluno deverá encaminhar um texto dissertativo (no mínimo 2 laudas, espaço 1,5 e fonte times new roman 12) tratando sobre a luta pela redemocratização do país e a importância da participação dos movimentos sociais, tendo...

    1403  Palavras | 6  Páginas

  • A vida de Manuel Castell

     A Vida de Manuel Castells Manuel Castells Oliván escritor e sociologo nasceu dia 9 de Fevereiro de 1942, na cidade de Hallín na espanha, vive atualmente em barcelona e em Santa monica (USA) com sua esposa Emma Kiselyova. Em 1967 ele deu aula na faculdade de Paris, onde foi seu "primeiro campus em Nanterre". Em 1970 Castells defendia o "Capitalimos informacional" no seu primeiro livro"A SOCIEDADE EM REDE". Em 1979 ele foi nomeado Educador de " Sociologia e Planejamento Regional na Universidade...

    930  Palavras | 4  Páginas

  • “La Planete des Esprits” de Philippe Quéau e os Paradigmas de Manuel Castells

    Philippe Quéau e os Paradigmas de Manuel Castells Segundo o autor de “La Planete des Esprits”, Philippe Quéau, temos de um lado a virtualidade e do outro a mundialização. Para Quéau, o que é novo, não é a abstração desses dois lados em si, mas sim o poder que ela exerce, a dimensão que ela acabou tomando mundialmente. Manuel Castells afirma, em “A Sociedade em Rede”, que as redes constituem a nova morfologia de nossas sociedades e a difusão da lógica das redes modifica de forma substancial a operação...

    2041  Palavras | 9  Páginas

  • Questões sobre A Sociedade em Rede

     01-) Leia o resumo do Prólogo da obra: “A Sociedade em Rede” de Manuel Castells, conforme material enviado ao email da turma e explique em um breve texto (no mínimo 15 linhas); qual o contexto histórico que permitiu o surgimento de uma “Sociedade em Rede”, quais as conseqüências sociais e individuais desse novo modelo de sociedade e a crise entre o Ser e a Rede. A primeira rede, criada durante a guerra pelos Estados Unidos, com intuito de impedir o domínio de seu sistema de comunicação e de...

    1208  Palavras | 5  Páginas

  • Resenha “a cultura da virtualidade real – a sociedade interativa” – manuel castells

    “A cultura da virtualidade real – A sociedade Interativa” – Manuel Castells Devido ao grande avanço tecnológico, estudos ligados as CMC tornam-se obsoletos rapidamente, as abordagens passam a ser mais gerais e de cunho “metodológico para a discussão das implicações sociais dos novos processos de comunicação” (Castells, 1999 p. 382). Apesar de inovadora e tida como o futuro da comunicação, a CMC não consegue alcançar toda a população mundial, consequência da falta de acesso a este meio, proporcionado...

    914  Palavras | 4  Páginas

  • Definição de SOCIEDADE EM REDE

    Definição de SOCIEDADE EM REDE De definição ainda em crescendo, a Sociedade em Rede carateriza-se (tomando como base o entendimento do autor do conceito, Manuel Castells) por uma sociabilidade assente numa dimensão virtual, possível e impulsionada pelas novas tecnologias, que transcende o tempo e o espaço (Castells, 2002). É hoje possível assumir-se que sociabilizar em rede é o termo indicado para caracterizar grande parte das interações sociais no mundo ocidental e nos países desenvolvidos...

    1841  Palavras | 8  Páginas

  • Sociedade e tecnologia

    Plano de Disciplina: Sociologia, Computadores e Sociedade 3o. ano do curso de Sistemas de Informação – Ano Letivo de 2005. Prof. MSc. Paulo Pereira Soutto Mayor Carga Horária: 72 horas EMENTA Sociologia – Interação, contato, socialização e comunicação simbólica. Processos sociais. Os mitos da ciência, a sociedade e o desenvolvimento científico. Do evolucionismo à globalização. A Sociologia, as novas técnicas e o 3o. milênio. Perspectivas e mudanças sociais. Dimensão histórica e social...

    1455  Palavras | 6  Páginas

  • A sociedade em Rede

    A Sociedade em Rede: do Conhecimento à Política Manuel Castells Compreender a Transformação Social O nosso mundo e as nossas vidas estão a experimentar uma mudança profunda no âmbito da tecnologia, economia, cultura, comunicação, política e da relação entre as pessoas. A sociedade em rede, resultado dessa mudança, deixou de ser um futuro mais ou menos distante para se transformar no presente. Mas um presente que assume diferentes características segundo a cultura e as particularidades...

    790  Palavras | 4  Páginas

  • Sociedade em rede Castells ; Capitulo 2

    Nova Economia:informacionalismo, globalização, funcionamento em rede”(Sociedade em Rede , 1996;2000, paginas 119 a 203), do Sociólogo Espanhol Manuel Castells, fortemente conhecido por pesquisar a Sociedade da Informação. No primeiro volume de sua trilogia , A Era da informação:Economia, Sociedade e Cultura, traz um conjunto de ideias que falam sobre como as novas Tecnologias de informação e comunicação atuam e atuaram na Sociedade através de várias décadas, fazendo parte do processo de globalização...

    882  Palavras | 4  Páginas

  • castells

    Nova Economia:informacionalismo, globalização, funcionamento em rede”(Sociedade em Rede , 1996;2000, paginas 119 a 203), do Sociólogo Espanhol Manuel Castells, fortemente conhecido por pesquisar a Sociedade da Informação. No primeiro volume de sua trilogia , A Era da informação:Economia, Sociedade e Cultura, traz um conjunto de ideias que falam sobre como as novas Tecnologias de informação e comunicação atuam e atuaram na Sociedade através de várias décadas, fazendo parte do processo de globalização...

    1257  Palavras | 6  Páginas

  • Fichamento Livro Sociedade Em Rede Alexciano Martins

    NAS ORGANIZAÇÕES Professor: Dr. Leonardo de Sá Damasceno Autor: Alexciano de Sousa Martins FICHAMENTO DO LIVRO “A SOCIEDADE EM REDE”, DE MANUEL CASTELLS. CASTELLS, Manuel. Vol. I: A sociedade em rede. 6ª ed. São Paulo: Paz e terra, 1999, p.67-263. RESUMO O livro “A Sociedade em Rede”, do espanhol Manuel Castells aborda as mudanças e a nova organização que a economia e a sociedade apresentam com a revolução introduzida pelo uso de novas tecnologias da informação, a Revolução da Informação. Os três...

    2299  Palavras | 10  Páginas

  • O PRÓLOGO A REDE E O SER, DO LIVRO A SOCIEDADE EM REDE, DE MANUEL CASTELLS

     O PRÓLOGO A REDE E O SER, DO LIVRO A SOCIEDADE EM REDE, DE MANUEL CASTELLS CURITIBA JULHO/2013 Nesse prólogo, Castells apresenta a metodologia de sua obra, a qual se fundamenta numa análise social contemporânea considerando sua inter-relação com o informacionalismo desenvolvido nas últimas décadas do século XX, no contexto da globalização capitalista, o qual se utiliza dessa nova ferramenta. Foram...

    930  Palavras | 4  Páginas

  • A rede e o ser

    TRASSI A REDE E O SER Ariquemes 2013 INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA RONDÔNIA ARMANDO TRASSI A REDE E O SER Trabalho como requisito para avaliação na disciplina de Sociedade da Informação, do curso de Pós-graduação Latu Senso, Informática na Educação, IFRO - Instituto Federal de Rondônia. Professor: Renivaldo Oliveira Fortes Ariquemes 2013 Quinta 30 de maio de 2013 Síntese: o Prólogo: a Rede e o Ser, do livro A Sociedade em Rede de Manuel Castells. CASTELLS, Manuel. A sociedade...

    1382  Palavras | 6  Páginas

  • A INFLUÊNCIA DAS REDES SOCIAIS E DA TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO NO MUNDO CONTEMPORÂNEO

    INFLUÊNCIA DAS REDES SOCIAIS E DA TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO NO MUNDO CONTEMPORÂNEO Linha de pesquisa: Estética, Redes e Tecnocultura Indicação do orientador: Prof. Dr. Francisco José Paoliello Pimenta DELIMITAÇÃO DO TEMA O projeto tem a proposta de esclarecer dentro da linha de pesquisa Estética, Redes e Tecnocultura do Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu da Faculdade de Comunicação da Universidade Federal de Juiz de Fora, qual a influência das redes sociais e da...

    1998  Palavras | 8  Páginas

  • Sociedade Ciberespa O Isabella

    A Sociedade em Rede e a Cibercultura: dialogando com o pensamento de Manuel Castells e de Pierre Lévy na era das novas tecnologias de comunicação Isabella de Araújo Garcia SIMÕES* Resumo Este artigo propõe realizar um diálogo/confronto entre dois analistas das novas tecnologias de comunicação, Manuel Castells e Pierre Lévy, a partir de um estudo exploratório das obras produzidas pelos pesquisadores. A Internet é a base estruturante de todos os conceitos e de novas relações que compõem a sociedade...

    4031  Palavras | 17  Páginas

  • O poder da identidade. i n: paraísos comunais: identidade e significado na sociedade em rede.

    CASTELLS, Manoel. O Poder da Identidade. I N: Paraísos comunais: Identidade e significado na sociedade em rede. Volume II. SP: Paz e Terra, 2001. Manuel Castels nasceu na Espanha em 1942 e é, desde 1979, catedrático de sociologia e planejamento urbano e regional na Universidade da Califórnia, Berkeley. Foi também professor na École Pratique des Hautes Études en Sciences Sociales (Escola Prática de Estudos Avançados em Ciências Sociais) em Paris, catedrático e diretor do Instituto de Sociologia...

    993  Palavras | 4  Páginas

  • Historico de autor castell

    MANUEL CASTELLS Manuel Castells é professor de Sociologia e Professor da Cidade e Planejamento Regional da Universidade da Califórnia, Berkeley, onde foi nomeado em 1979 no Departamento de Planejamento Municipal e Regional. Em 1994-98 foi o Presidente do Centro de UC Berkeley para Western Estudos Europeus. Entre 1967 e 1979 ele ensinou sociologia na Universidade de Paris, primeiro no Campus Nanterre, então, desde 1970, na École des Hautes Etudes en Sciences Sociales. Também tem sido professor e...

    925  Palavras | 4  Páginas

  • Fichamento Manuel Castells - A Crise da Democracia, Governança Global e a Emergência de uma Sociedade Civil Global

    Ficha de Leitura Teoria Geral do Estado Título da Obra – CASTELLS, Manuel. A Crise da Democracia, Governança Global e a Emergência de uma Sociedade Civil Global. Unidade(s)de Leitura –Páginas 95 a 128. O objetivo principal de Castells nesse texto é a identificação dos fatores subjacentes à crise politica de governança global. Como introdução, o autor apresenta pesquisas e dados estatísticos que atestam a crise generalizada de legitimidade política pelo mundo. A globalização teria parcela...

    554  Palavras | 3  Páginas

  • Manifestação em rede: o poder da internet nas ruas

    Centro Univercitário Augusto Mota - UNISUAM Gabriel Sobral do Nascimento MOBILIZAÇÃO EM REDE: o poder da internet nas ruas Rio de janeiro 2013 Mobilização em rede: o poder da internet nas ruas Introdução Junho de 2013 ficará marcado na história do Brasil. Manifestações, que começaram com o MPL (Movimento Passe Livre) reivindicando o aumento das tarifas do transporte público, ganharam grandes proporções, mobilizando...

    1723  Palavras | 7  Páginas

  • resenha livro manuel castells

    Introdução: O Livro Redes de Indignação e Esperança do sociólogo Manuel Castells foi escrito após uma onda de enormes manifestações populares pelo mundo, nos mais diversos países, na era da internet. O autor busca analisar a natureza e as perspectivas desses movimentos sociais em rede sem, no entanto, construir uma interpretação acadêmica dos movimentos, por lhe parecer uma análise ainda prematura. Castells se aprofunda sobre a revolução no Egito, as insurreições árabes, os indignados da Espanha...

    2571  Palavras | 11  Páginas

  • E folio a educação e sociedade

    “A sociedade é que dá forma à tecnologia de acordo com as necessidades, valores e interesses das pessoas que utilizam as tecnologias.” (Manuel Castells, 2005). De acordo com Manuel Meirinhos (2000), na sociedade actual a tendência é para que esta se torne cada vez mais consumidora e produtora de informação digital, tornando-se assim, um elemento decisivo na evolução social e factor determinante no comportamento das civilizações, dada à rapidez e à quantidade de informação que consumimos. “A Sociedade...

    746  Palavras | 3  Páginas

  • Sociabilidade em Rede

    SOCIABILIDADE, IDENTIDADE E IDENTIFICAÇÃO EM REDE, UMA OBSERVAÇÃO NO SECOND LIFE: CONHECER PARA ENTENDER NOSSO DISCENTE EAD Maringá-PR – Maio – 2014 Prof. Evandro Paulo Bolsoni – Centro Universitário de Maringá – UniCesumar – evandro.bolsoni@unicesumar.edu.br Educação Superior Interação e Comunicação em Comunidades de Aprendizagem Relatório de Estudo Concluído RESUMO A nova sociedade emerge em meio aos paradigmas entre os estudos sociológicos das redes sociais e seus espaços no ciberespaço...

    3467  Palavras | 14  Páginas

  • Resenhas

    Resenhas 28, n. 2: 227-232, 2008 Resenha 235 RESENHA FREITAG, Barbara. Teorias da cidade. Campinas, São Paulo: Papirus, 2006. 192 p. Leandro Oliveira de Lima – IESA/UFG leandro_lima_oliveira@hotmail.com A socióloga Barbara Freitag expõe nesta obra os resultados de um projeto integrado de pesquisa denominado “Intinerancias urbanas: Capitais imigrantes, poderes peregrinos e representações nômades”. O objetivo principal de Teorias da cidade é refletir sobre os problemas urbanos que...

    2074  Palavras | 9  Páginas

  • Resenha: Teoria das cidades

    Resenhas BGG 235 28, n. 2: 227-232, 2008 Resenha RESENHA FREITAG, Barbara. Teorias da cidade. Campinas, São Paulo: Papirus, 2006. 192 p. Leandro Oliveira de Lima – IESA/UFG leandro_lima_oliveira@hotmail.com A socióloga Barbara Freitag expõe nesta obra os resultados de um projeto integrado de pesquisa denominado “Intinerancias urbanas: Capitais imigrantes, poderes peregrinos e representações nômades”. O objetivo principal de Teorias da cidade é refletir sobre os problemas ...

    2270  Palavras | 10  Páginas

  • Sociedade em rede

    A SOCIEDADE EM REDE | Elaborado por: Nuno Vieira nº 11127008 Miguel Carvalho nº 11136008 | UNIVERSIDADE LUSÍADA 1º GESTAO DE EMPRESAS - ICS INTRODUÇÃO Para este trabalho temos como objectivo abordar o tema “A Sociedade em Rede” segundo o ponto de vista de Manuel Castells. Outros como [ edit ] Barry Wellman and Hiltz-Turoff Explore The Network Society Concept Barry Wellman, Hiltz-TUROFF e Jan van Dijk foram sociólogos que também abordaram esse mesmo tema da “Sociedade...

    4284  Palavras | 18  Páginas

  • Economia de Serviços - Resenha

    necessária no contexto atual global ao refletirmos sobre como as relações entre as nações e a própria dinâmica da sociedade se resume a comercialização e ao consumo, que motivam todas as ações realizadas pelos indivíduos. Assim, as relações comerciais entre as nações e a contribuição dos serviços para o desenvolvimento econômico fundamenta o interesse de interpretação presente nesta resenha. Por este modo, a obra tratada em questão se refere ao livro Economia de Serviços: teoria e evolução no Brasil...

    2543  Palavras | 11  Páginas

  • Sociedade

    (RE)DESENHANDO O PERFIL DO TRABALHO NA SOCIEDADE DA INFORMAÇÃO (RE)DESIGNING THE PROFILE OF WORK IN THE INFORMATION SOCIETY Mary Cristina de Menezes Agra1 Resumo A globalização, a expansão do capitalismo e as Novas Tecnologias de Comunicação e Informação, têm modificado o mundo, reconfigurando os espaços sociais, políticos, econômicos e culturais. Nesse contexto, presenciamos a ocorrência de mudanças fundamentais que tem afetado o trabalho e o mercado de trabalho. Esse artigo aborda, especificamente...

    8616  Palavras | 35  Páginas

  • sociedade em rede

    SOCIEDADE EM REDE PRÓLOGO: SOCIEDADE EM REDE Bibliografia Básica Livro : SOCIEDADE EM REDE 1 SOCIEDADE EM REDE PRÓLOGO: SOCIEDADE EM REDE MEMBROS: Carla Ap Gilson Isabela Silva Amorim Monica Izabel Tatiana Thalassa 2 SOCIEDADE EM REDE PRÓLOGO: A REDE E O SER Acontecimentos históricos que mudaram o cenário social (revolução estrutural); Revolução tecnológica, alteração na econômia gerando maior relação entre economia, estado e sociedade; Processo de reestruturação...

    549  Palavras | 3  Páginas

  • Movimentos Sociais e Redes de Relacionamento: vestibular para um novo mundo?

    Movimentos Sociais e Redes de Relacionamento: vestibular para um novo mundo? Prof. Eduardo Ubirajara No seu livro A divisão social do trabalho, Durkheim mostra uma concepção de sociedade em que a vida social é um fenômeno essencialmente moral. Para ele, sempre que há sociedade há altruísmo e, portanto, vida moral. Nossa conduta propriamente social não se orienta apenas para a satisfação de nossos interesses e não faz dos outros um meio para a obtenção de nossos fins. Isso não quer dizer...

    2895  Palavras | 12  Páginas

  • Resenha do texto: A galáxia internet; reflexões sobre a internet, os negócios e a sociedade

    diurno/ Segundo período CASTELLS, Manuel. A galáxia internet; reflexões sobre a internet, os negócios e a sociedade. Tradução de Maria Luiza X. de A. Borges. Revisão de Paulo Vaz. Rio de Janeiro: Zahar, 2003. 243 p. A rede é a mensagem, pp. 7-12. Comunidades virtuais ou a sociedade em rede? pp. 98-113. Com o avanço da tecnologia da internet, houve uma grande formação de comunidades virtuais com o predomínio da comunicação on-line, que foi interpretado, segundo Castells (2003), como um separador...

    658  Palavras | 3  Páginas

  • Sociedade em rede

    A SOCIEDADE EM REDE A empresa em rede: a cultura, as instituições e as organizações da economia informacional Castells elenca duas importantes características da nova economia: global e informacional. É global por que o âmbito de abrangência comercial deixou de ser uma localidade, um país, e passou a buscar novos horizontes, agora globais. Uma rede de conexões entre agentes econômicos possibilita tal atividade, cujo constante desenvolver impulsiona as empresas à excelência em termos de lucratividade...

    3560  Palavras | 15  Páginas

  • Fluxos e Redes - EMenta

    FEDERAL DE MATO GROSSO PRÓ-REITORIA DE ENSINO DE GRADUAÇÃO PLANO DE ENSINO 1) IDENTIFICAÇÃO: Disciplina: Geografia dos Fluxos e Redes Código: 20630580 Curso: Geografia Regime: Semestral Carga Horária: 60 h Período Letivo: 2011 2 Professor: Paulo Daniel Curti de Almeida Departamento de Origem: Geografia 2) EMENTA: Circulação de mercadorias na sociedade. Circulação financeira contemporânea. Comércio internacional e a troca desigual. Organizações supranacionais. Atividades de prestação...

    728  Palavras | 3  Páginas

  • CASTELLS, Manuel. A sociedade em rede.

    Fichamento CASTELLS, Manuel. A sociedade em rede. v. 1. São Paulo: Paz e Terra, 1999.Redes constituem a nova morfologia social de nossas sociedades e a difusão da lógica de redes modifica de forma substancial a operação e os resultados dos processos produtivos e de experiência, poder e cultura.” (p. 565) “Rede é um conjunto de nós interconectados. Nó é o ponto no qual uma curva se entrecorta. Concretamente, o que um nó é depende do tipo de redes concretas de que falamos.” (p. 566) “A topologia...

    774  Palavras | 4  Páginas

  • A sociedade em rede

    A SOCIEDADE EM REDE Para entender o que é a sociedade em rede, a sociedade da informação, convém ter claro o que era a sociedade anterior, a sociedade industrial. Enquanto nesta última a ação do homem sobre o meio é direta, se dá em espaços delimitados e em concordância temporal e física, na sociedade da informação rompem-se as barreiras espaço-temporais e é possível atuar à sua margem. A sociedade em rede se caracteriza pela globalização das atividades econômicas decisivas e sua organização em...

    2636  Palavras | 11  Páginas

  • sociedade em rede resenha

    TRABALHO DE DIREITO E SOCIEDADE Emanuele Santos Valiati RA: 131131097 A SOCIEDADE EM REDE O texto “ Prólogo: A Rede e o Ser de Manuel Castells retrata sobre as várias transformações que ocorreram no fim do segundo milênio da Era Cristã. A principal revolução ocorreu nas tecnologias de informação, também as economias que passaram a manter uma interdependência global. A relação entre Estado, economia e sociedade foi transformada significativamente...

    732  Palavras | 3  Páginas

  • Resenha - A sociedade em Rede

    A Sociedade em Rede Os movimentos sociais contemporâneos e as transformações na estrutura da sociedade do século XXI Thaís Mota Lima Valle RESUMO Inicialmente, o objetivo é esclarecer que há uma notória alteração nos movimentos sociais contemporâneos no que tange a sua forma e conteúdo. Tais alterações são o resultado da evolução da própria sociedade: conforme foi se modificando a estrutura da sociedade, modificaram-se as necessidades, as reivindicações, as perspectivas e as abrangências...

    3025  Palavras | 13  Páginas

  • Síntese do texto “Internet e sociedade em rede”, de Manuel Castells

    Nina Lantos – 11h Síntese do texto “Internet e sociedade em rede”, de Manuel Castells O texto foi escrito em 2000 e, por isso, nos dá a visão do início do “boom” da internet, mas já nessa época, o autor não tem dúvida de que a internet é mais do que uma tecnologia, mas sim um meio de comunicação, de interação e de organização social. No primeiro tópico o autor analisa o que se pode aprender com a história da internet. A primeira lição é que, apesar de ter nascido de uma interação entre ciência...

    810  Palavras | 4  Páginas

  • sociedade em rede

    Numa perspectiva histórica mais ampla, a sociedade em rede representa uma transformação qualitativa da experiência humana” (Manuel Castells) Antes de responder a esta pergunta é preciso compreender o significado de dois conceitos: SOCIEDADE e REDE . A SOCIEDADE é formada por todos os seres humanos que ocupam um determinado espaço num determinado tempo. O espaço pode ser um país ou região, por exemplo, e o tempo que, historicamente, pode ser bastante longo mas que, sociologicamente ou estatisticamente...

    1838  Palavras | 8  Páginas

  • Escola e os desafios da sociedade da informação e conhecimento

    UC- Educação e Sociedade Maria do Amparo Nolasco Robin de Andrade nº 1104339 Data entrega 17/04/2012 T ema I – A E scola e os desafios da sociedade de informação e conhecimento a) Caraterize a sociedade de informação e conhecimento A sociedade de informação é a nossa vivência, ainda a constituir-se e já em permanente evolução na aprendizagem, interagindo com novas tecnologias de informação e comunicação. Sem nos apercebemos em profundidade, cada dia a nossa interação com a tecnologia,...

    1159  Palavras | 5  Páginas

  • Sociedade da Informção

    2011 | 5 - 22 SOCIEDADE DA INFORMAÇÃO, DO CONHECIMENTO E DA APRENDIZAGEM: DESAFIOS PARA EDUCAÇÃO NO SÉCULO XXI Clara Coutinho Universidade do Minho Eliana Lisbôa Universidade do Minho INTRODUÇÃO A Internet e as tecnologias digitais fizeram emergir um novo paradigma social, descrito por alguns autores, como sociedade da informação ou sociedade em rede alicerçada no poder da informação (Castells, 2003), sociedade do conhecimento (Hargreaves, 2003) ou sociedade da aprendizagem...

    7879  Palavras | 32  Páginas

  • E-folio a -educação e sociedade

    Curso de Profissionalização em Serviço Educação e Sociedade – 11039 Nome: Paula Cristina Lança da Silva Nº de Estudante: 1104848 Turma: 21 Data de Entrega: 16/04/12 a) A Sociedade atual, da informação e do conhecimento é baseada nas tecnologias da comunicação e informação. Em constante processo de construção, a sociedade de hoje é caracterizada por conceitos interligados, responsáveis por esta mutação constante e global, têm como pilar o desenvolvimento...

    912  Palavras | 4  Páginas

  • A Revolução da Tecnologia da Informação – análise crítica da obra de Manuel Castells

    No Capítulo 1 – A Revolução da Tecnologia da Informação – do livro “A Sociedade em Rede” , Manuel Castells introduz ao leitor o assunto que vai ser discutido ao longo do capítulo de uma forma clara e simples. Mostra que a tecnologia da informação (TI) é segundo ele “O conjunto convergente de tecnologias em microeletrônica, computação (hardware e softaware), telecomunicação e optoeletrônica”, ou seja, a área é bastante ampla, engloba muitos componentes. O que caracteriza esta revolução da...

    704  Palavras | 3  Páginas

tracking img