Registro Do Comercio Art 967 Codigo Civil Trabalhos Escolares e Acadêmicos Prontos

  • ad1 legislação comecial

    Josué  Ramires  exerce  o  comércio  de  equipamentos  eletrônicos,  por  meio  de estabelecimento instalado no Centro do Rio de Janeiro.   Observe-se que Josué Ramires não se registrou como empresário perante a Junta Comercial. Com base nesse cenário, responda: São válidos os negócios jurídicos de...

      2935 Palavras | 12 Páginas  

  • 98 1

    NO NOVO CÓDIGO CIVIL E A INTERPRETAÇÃO DO ART. 966: OS GRANDES ESCRITÓRIOS DE ADVOCACIA DEVERÃO TER REGISTRO NA JUNTA COMERCIAL?                  Bruno Mattos e Silva.               Professor de Direito Comercial em Brasília.               Ao positivar a teoria da empresa, o novo Código Civil passa a...

      2804 Palavras | 12 Páginas  

  • Preparando-se para o mercado sustentável – nova economia global: green economy, educação e green jobs

    novo Código Civil passa a regular as relações jurídicas decorrentes de atividade econômica realizada entre pessoas de direito privado. Evidentemente, várias leis específicas ainda permanecem em vigor, mas o cerne do direito civil e comercial passa a ser o novo Código Civil. O novo Código Civil, na Parte...

      2881 Palavras | 12 Páginas  

  • Teoria Geral Do Direito Empresarial Aluno

    O Empresário segundo o Código Civil 1. Introdução A entrada em vigor do Código Civil brasileiro, em janeiro de 2003, inaugurou um novo momento dentro do Direito Comercial, uma vez que revogou expressamente a parte geral do Código Comercial de 1850, representados pelos Artigos 1º ao 456. A partir de então...

      1826 Palavras | 8 Páginas  

  • A IMPORTÂNCIA DO ADEQUADO REGISTRO DA PESSOA JURÍDICA

    ADEQUADO REGISTRO DA PESSOA JURÍDICA1 Antônio dos Santos Leal Junior Cláudio Henrique Alvarenga Joanes Flávio Antônio Vale da Silva Jeferson Pereira Silva Luís Phillype Nascimento Otávio Aparecido Campos2 RESUMO O presente trabalho apresenta a importância do adequado registro da pessoa...

      6400 Palavras | 26 Páginas  

  • estudante

    que exerce profissionalmente atividade econômica que implica na circulação de bens e serviços com a finalidade de lucro, conforme anuncia o art. 966 do CC/02. Art. 966. Considera-se empresário quem exerce profissionalmente atividade econômica organizada para a produção ou a circulação de bens ou de serviços...

      12048 Palavras | 49 Páginas  

  • FUNDAMENTOS DO DIREITO EMPRESARIAL

    Atividades Excluídas do Contexto Empresarial; 5. Registro do Empresário; 6. Escrituração do Empresário. 1. Teoria da Empresa. De acordo com o Código Civil, o Direito brasileiro adota a Teoria da Empresa. Substituiu a teoria dos atos de comércio pela teoria da empresa, deixou de cuidar de determinadas...

      3012 Palavras | 13 Páginas  

  • obrigações do empresario

    EXCLUÍDOS DO CONCEITO DE EMPRESÁRIO O caput artigo 966 do Código Civil traz o conceito de empresário. O parágrafo único, por sua vez, faz justamente o contrário (diz o que não se considera empresário), ao trazer a seguinte situação: Parágrafo único. Não se considera empresário quem exerce profissão...

      3154 Palavras | 13 Páginas  

  • Sociedade limitada

    exercício de atividade econômica e partilha, entre si, dos resultados (art. 981 do Novo Código Civil). Sociedade é uma pessoa jurídica de direito privado, segundo o artigo 46 do Novo Código Civil. Conforme o novo Código Civil, há duas espécies de sociedades: a sociedade empresária e a sociedade simples...

      1271 Palavras | 6 Páginas  

  • Conceito, Origem e Finalidade do Direito

    Regime jurídico comercial. Comerciante. Registro de Empresa.1 a) Origem do direito; b) Definição de direito e finalidade do direito; c) Conceito de direito público e privado; d) Conceito de Direito Empresarial ou Comercial; e) Teoria dos atos do comércio; f) Teoria da empresa; g) Regime jurídico...

      1733 Palavras | 7 Páginas  

  • aaasddddddddd

    Definição de “empresário” Segundo o artigo 966 do Código Civil: "Considera-se empresário quem exerce profissionalmente atividade econômica organizada para a produção ou a circulação de bens ou de serviços." Empresário individual nada mais é do que aquele que exerce em nome próprio atividade empresarial...

      1740 Palavras | 7 Páginas  

  • Ciências contábeis

    REGISTRO OBRIGATÓRIO DE EMPRESA. NCC DE 2002 O novo Código Civil Brasileiro surgiu em 2002, após dez anos de vigência da Lei de Registro de Empresas, a Lei nº 8934, que buscava analisar a eficácia social, das relações empresariais, a abrangência, aplicabilidade da norma reguladora...

      796 Palavras | 4 Páginas  

  • o registro de empresa

    O REGISTRO DE EMPRESA A obrigação do empresário em inscrever-se no Registro das Empresas (ou Registro do Comércio) está regulada na Lei nº 8.934/94, e prevista no Código Comercial (1850), no artigo 10, e no Código Civil (2002) em seu artigo 967, que dizem respectivamente: Código Comercial ...

      1064 Palavras | 5 Páginas  

  • Direito empresarial

     Registro de Empresa Órgãos de Registro de empresa Uma das obrigações do empresário,isto é exercente de atividade econômicaorganizada para a produção ou circulação de bens ou serviços é a de inscrever-se no Registro das Empresas,antes de dar início á exploração de...

      1243 Palavras | 5 Páginas  

  • Definição de empresário

    Definição de "empresário" Segundo o artigo 966 do Código Civil: "Considera-se empresário quem exerce profissionalmente atividade econômica organizada para a produção ou a circulação de bens ou de serviços." Empresário individual nada mais é do que aquele que exerce em nome próprio atividade empresarial...

      1883 Palavras | 8 Páginas  

  • D

    A EMPRESA E O EMPRESÁRIO A Empresa O Código Civil brasileiro de 2002, adotando o mesmo critério do Código italiano, não conceituou a empresa, preferindo fixar o conceito apenas como de empresário. A empresa, como precisamente propõe Rubens Requião, apresenta-se como um elemento abstrato, sendo...

      1611 Palavras | 7 Páginas  

  • ESTUDANTE

    Elementos da empresa: o empresário, a atividade empresarial e o ESTABELECIMENTO. INTRODUÇÂO O comércio e a atividade econômica sempre andaram juntos, desde as sociedades primitivas que coletavam, caçavam e plantavam já existiam negociações econômicas, como nessa época ainda não existia as moedas,...

      4426 Palavras | 18 Páginas  

  • sustentabilidade

     Sites sugeridos para pesquisa • SANCHEZ, Juliana Rocha. A teoria da empresa e a atividade empresarial no Código Civil de 2002. 2010. p. 20. Disponível em: < https://docs.google.com/file/d/0B9lr. Ou uma sociedade empresaria que surge com a união 9AyNKXpDUThrXzZMX1p1T1E/edit?usp=sharing >. Acesso...

      687 Palavras | 3 Páginas  

  • Direito civil

    Empresário. 2.1. No regime anterior, o então comerciante era aquele que praticava a mercancia (atos de comércio), de forma habitual e profissional, conforme a definição do art. 4º, do Código Comercial/1850, revogado. A caracterização do comerciante dava-se pela habitualidade e profissional idade...

      3656 Palavras | 15 Páginas  

  • trabalho

    TEORIA DOS ATOS DO COMÉRCIO Vigorava antes do Código Civil de 2002. Era a teoria que fornecia elementos necessários para a identificação do sujeito das regras de direito comercial (foi feita uma nova teoria porque os atos do comercio não estavam todos contidos neste Decreto). Para ser comerciante...

      6138 Palavras | 25 Páginas  

tracking img