Reflexos Oculares Fotomotor Direto E Reflexo Fotomotor Consensual Cruzado artigos e trabalhos de pesquisa

  • reflexos

    1 INTRODUÇÃO Reflexo é uma reação corporal automática a estimulação. Existem reflexos que são mediados pela medula espinhal e outros que são mediados pelo tronco encefálico (TE). Um reflexo clássico mediado pelo tronco encefálico é o reflexo de midríase e miose, que ocorrem com a finalidade de proteger os olhos de variações luminosas. Considerando a importância de se entender os processos fisiológicos envolvidos na resposta reflexa, o objetivo deste trabalho foi verificar...

    819  Palavras | 4  Páginas

  • Reflexos Viscerais

    nervoso autônomo controla,principalmente, as funções viscerais, entre algumas de suas características estão: motilidade gastrointestinal, temperatura corporal, esvaziamento da bexiga, sudorese, controle da pressão arterial. O sistemaopera através de reflexos viscerais, ou seja, sinais sensoriais (via aferente) de um órgão visceral podem entrar no centro de integração e retornar como respostas reflexas subconscientes (via eferente)para o órgão visceral (efetuador). Entre os centros de integração há os...

    1382  Palavras | 6  Páginas

  • Relatorio reflexos somaticos e viscerais

    PSICOLOGIA DISCIPLINA: PSICOFISIOLOGIA DO COMPORTAMENTO PROFESSOR: HÉLCYO LEITÃO AÇÕES REFLEXAS SOMÁTICAS E VISCERAIS NA ESPÉCIE HUMANA REFLEXOS AUTÔNOMICOS NO HOMEM Teresina 2012 Eduarda de Moura Sousa Araujo Fiama Viana do Vale Lisbele de Castro Andrade Nadja Nunes de Lima Nielsen Ricardo Ferreira Vale AÇÕES REFLEXAS SOMÁTICAS E VISCERAIS NA ESPÉCIE HUMANA REFLEXOS AUTÔNOMICOS NO HOMEM Relatório apresentado à disciplina Psicofisiologia do Comportamento, do curso de Bacharelado em Psicologia da Universidade...

    2721  Palavras | 11  Páginas

  • Reflexos viscerais

    vida vegetativa, por estar relacionado com a constância do meio interno e corresponde a atitudes involuntárias. É responsável pela inervação e controle das estruturas viscerais, garantindo a constância do meio interno. O sistema opera através de reflexos viscerais, ou seja, sinais sensoriais (via aferente) de um órgão visceral podem entrar no centro de integração e retornar como respostas reflexas subconscientes (via eferente) para o órgão visceral (efetuador). Entre os centros de integração há os...

    1649  Palavras | 7  Páginas

  • RELATÓRIO REFLEXOS AUTÔNOMOS E SOMÁTICOS

    MARTINS RELATÓRIO 1: REFLEXOS AUTÔNOMOS E SOMÁTICOS TERESINA, MAIO/2014 RELATÓRIO 1: REFLEXOS AUTÔNOMOS E SOMÁTICOS LUIS GUSTAVO PINTO ( 201260233 ) SUMÁRIO Introdução 3 Material e Métodos 4 Resultados 7 Discussão 11 Conclusão 14 Referências 15 INTRODUÇÃO Um reflexo é uma resposta involuntária e relativamente...

    992  Palavras | 4  Páginas

  • REFLEXOS AUTON MICOS NA ESP CIE HUMANA

    I. INTRODUÇÃO Os reflexos são reações corporais automáticas, atos involuntários, rápidos que visam à proteção do organismo quando este recebe um estímulo. Em muitos reflexos, o indivíduo tem consciência do estímulo e/ou da resposta, noutros, nomeadamente nos que regulam o meio interno, não existe qualquer consciência por parte do individuo. Tais reações corporais são importantes para o equilíbrio interno (homeostase). Os reflexos podem ser classificados em dois tipos: somáticos (que respondem através...

    1323  Palavras | 6  Páginas

  • Relatório de verificação dos reflexos viscerais no homem

    FACULDADE INTEGRAL DIFERENCIAL – FACID CURSO DE ENFERMAGEM DISCIPLINA: FISIOLOGIA MIGUEL HENRIQUE PEREIRA DE PAIVA VERIFICAÇÃO DOS REFLEXOS VISCERAIS NO HOMEM TERESINA-PI 2012 1 INTRODUÇÃO Os reflexos viscerais são controlados pelo sistema nervoso autônomo (ou autonômico) que, utiliza-se de dois grandes componentes que transmitem para o corpo os sinais autonômicos eferentes, são estes o sistema nervoso simpático e o sistema nervoso parassimpático. O sistema nervoso autônomo...

    1091  Palavras | 5  Páginas

  • Movimentos reflexos

    UNIVERSIDADE ESTADUAL DO PIAUÍ-UESPI CENTRO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE-CCS CURSO: LICENCIATURA PLENA EM EDUCAÇÃO FÍSICA DISCIPLINA: FISIOLOGIA HUMANA PROFESSOR: ANTÔNIO MARTINS NETO RELATÓRIO SOBRE REFLEXOS SOMÁTICOS E VICERAIS Maria de Lourdes do nascimento costa Teresina PI-2012 Sumário Introdução.....................................................................................................04 ...

    3153  Palavras | 13  Páginas

  • relatorio de reflexos

    Carmo de Carvalho e Martins REFLEXOS AUTONÔMICOS VISCERAIS NA ESPÉCIE HUMANA Dheyna Layane Silva de Sousa Março, 2015 Teresina – PI 1. INTRODUÇÃO Qualquer movimento exige a atividade coordenada de muitos músculos, mesmo até uma ação simples. O processo de encadeamento das contrações de músculos independentes, de modo que atuem como um só conjunto é chamado de coordenação motora. A forma mais elementar de coordenação motora é representada pelo reflexo. (GUYTON; HALL, 2006) Segundo...

    1674  Palavras | 7  Páginas

  • Relatório Reflexos Fisiologia

    ................................................................................12 7. REFERÊNCIAS ...................................................................................................................13 1. INTRODUÇÃO Os reflexos somáticos são respostas involuntárias a um estímulo sensorial. Este é detectado por um órgão receptor específico mediante diversas modalidades de ativação e conduzido à medula espinhal, mais precisamente à raiz dorsal, por neurônios aferentes ou...

    2567  Palavras | 11  Páginas

  • REFLEXO FOTOMOTOR DIRETO E CONSENSUAL

     REFLEXO FOTOMOTOR DIRETO E CONSENSUAL Normalmente a pupila é circular, bem centrada e com diâmetro de 2 a 4 mm. Quando ela encontra-se com diâmetro aumentado chamamos de midríase, e o contrário chama-se meiose. Quando se incide uma luz sobre os olhos, observa-se que ocorre a contração da pupila. A luz excessiva que entra nos olhos estimula uma via reflexa que é controlada pelo sistema parassimpático. Dessa forma, a via eferente parassimpática traz a informação de contrair...

    526  Palavras | 3  Páginas

  • Reflexos Medulares

     Reflexo Os reflexos são atos involuntários, rápidos, conscientes ou não, que visam à proteção do organismo quando este recebe um estímulo. A forma mais simples de um reflexo é o arco reflexo, que é formado por três neurônios: sensorial (recebe estímulo), de associação (recebe do sensorial e passa ao motor) e motor (efetua resposta). Tais reações corporais são importantes para o equilíbrio interno (homeostase). Os reflexos podem ser classificados em dois tipos: somáticos (que respondem através...

    4649  Palavras | 19  Páginas

  • Reflexos no homem

    Avaliação Dos Reflexos no Homem São Paulo 2013 Marina Marchi de Almeida Guimarães Avaliação Dos Reflexos no Homem Relatório realizado para a disciplina de Fisiologia – Módulo I, do curso de Medicina, do Centro Universitário São Camilo, ministrados pelos Professores Tiago Gurgel Vale e Roberta de Medeiros. São Paulo 2013 Resumo 1.Introdução Muitos dos sistemas de controle homeostático do organismo têm como base fisiológica uma sequência de estímulo-resposta, o reflexo. Embora em...

    2455  Palavras | 10  Páginas

  • RELATORIO REFLEXOS

    manifestações reflexas (atos reflexos) somáticas e viscerais. INTRODUÇÃO Muitos dos sistemas de controlo homeostático do organismo têm como base fisiológica uma sequência de estímulo-resposta, o reflexo. Embora em muitos reflexos o indivíduo tenha consciência do estímulo e/ou da resposta, noutros, nomeadamente nos que regulam o meio interno, não existe qualquer consciência por parte do indivíduo. CHAVES et al (2001/2002) Em sentido estrito, um reflexo é uma resposta involuntária...

    2104  Palavras | 9  Páginas

  • Avaliação prática de reflexos somáticos e viscerais

    UNIVERSIDADE FEDERAL DO PIAUÍ CENTRO DE CIÊNIAS DA SAÚDE DEPARTAMENTO DE BIOQUÍMICA E FISIOLOGIA DISCIPLINA DE FISIOLOGIA PARA MEDICINA AVALIAÇÃO PRÁTICA DE REFLEXOS SOMÁTICOS E VISCERAIS RAYSSA KARLA BRAGA LIMA JANEIRO/2013 SUMÁRIO INTRODUÇÃO 3 OBJETIVOS 5 MATERIAL E MÉTODOS 6 RESULTADOS 8 DISCUSSÃO 12 CONCLUSÃO 16 REFERÊNCIAS 17 INTRODUÇÃO Funcionalmente, o sistema nervoso divide-se em somático e visceral. O sistema nervoso somático relaciona o organismo com o...

    3148  Palavras | 13  Páginas

  • Reflexos

    RESULTADOS Durante a prática do reflexo fotomotor direto, constatou-se que ao olhar-se diretamente para uma fonte luz, ocorre uma constrição ou diminuição do diâmetro da pupila. Portanto, ao fechar um dos olhos durante 10 segundos e depois abrir novamente, constatou-se a ocorrência de uma dilatação ou aumento do diâmetro da pupila. Ao ser pesquisado o reflexo fotomotor consensual, verificou-se que tanto no olho iluminado quanto no olho oposto ocorreram constrição da pupila. No segundo experimento...

    1015  Palavras | 5  Páginas

  • Reflexos autonômicos na espécie homo sapiens

    UNIVERSIDADE ESTADUAL DO PIAUÍ - UESPI CENTRO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE - CCS COORDENAÇÃO DE FISIOTERAPIA DISCIPLINA: FISIOLOGIA HUMANA REFLEXOS AUTONÔMICOS NA ESPÉCIE Homo sapiens ABRIL/2013 INTRODUÇÃO Segundo GUYTON (2002), a estimulação simpática produz efeitos excitatórios em alguns órgãos, porém efeitos inibitórios em outros. Da mesma forma, a estimulação parassimpática produz excitação em alguns, porém inibição em outros. Também quando a excitação simpática excita determinado órgão...

    1077  Palavras | 5  Páginas

  • Reflexos viscerais

    FACULDADE INTEGRAL DIFERENCIAL CURSO: FISIOTERAPIA DISCIPLINA: FISIOLOGIA ANDRÉA SALES ARAÚJO REFLEXOS VISCERAIS EM HOMO- SAPIENS TERESINA 2013 ANDRÉA SALES ARAÚJO REFLEXOS VISCERAIS EM HOMO-SAPIENS Relatório n° 02 apresentado a disciplina de fisiologia como registro da aula prática do dia 08 de fevereiro de 2013. Professor: Antônio Luís Maia ...

    816  Palavras | 4  Páginas

  • AULA PR TICA 06 FUN ES SENSITIVAS E REFLEXOS NO HOMEM

    AULA PRÁTICA 06 – FUNÇÕES SENSITIVAS E REFLEXOS NO HOMEM Introdução: A maioria dos comportamentos é iniciada pela experiência sensorial que emana dos receptores sensoriais, quer sejam visuais, auditivos, táteis, nociceptivos, proprioceptivos. O sistema sensorial transmite as informações sensoriais dos receptores espalhados por todas as partes do corpo ao sistema nervoso central (SNC) por via dos nervos periféricos. No SNC a informação sensorial é distribuída pelos tratos nervosos para diferentes...

    790  Palavras | 4  Páginas

  • Saúde ocular

    ANAMNESE - Motivo da consulta; - Antecedentes pessoais: saúde geral e ocular; - Antecedentes familiares: saúde geral e ocular. ACUIDADE VISUAL Objetivo: mensurar o nível de visão em VL e VP. Requisitos: iluminação, distância, optotipos adequados, px sentado na altura do optotipo, evitar posição compensatória de cabeça. VL (visão de Longe) - Tomar AV a 6 metros, caso não enxergar: - Aproximar a 3 metros; - Aproximar a 1,50 metros - Contar dedos (CD) - Movimentar mãos (MM) - Percepção...

    3244  Palavras | 13  Páginas

  • reflexos somaticos

    da atividade neural integrada é o arco reflexo. Esse arco consiste em um órgão sensitivo, um neurônio aferente, uma ou mais sinapses na estação de integração central, ou em um gânglio simpático, um neurônio eferente e um efetor. O arco reflexo mais simples é aquele em que há uma só sinapse entre os músculos aferentes e eferentes. Tais arcos são denominados monossinápticos, e os reflexos que ocorrem neles são chamados reflexos monossinápticos. Os arcos reflexos em que um ou mais interneurônios estão...

    2865  Palavras | 12  Páginas

  • Reflexos autonomos

    nervoso central controla, principalmente, as funções viscerais, entre algumas de suas características estão: motilidade gastrointestinal, temperatura corporal, esvaziamento da bexiga, sudorese, controle da pressão arterial. O sistema opera através de reflexos viscerais, ou seja, sinais sensoriais (via aferente) de um órgão visceral podem entrar no centro de integração e retornar como respostas reflexas subconscientes (via eferente) para o órgão visceral (efetuador). Entre os centros de integração há os...

    951  Palavras | 4  Páginas

  • Reflexos somáticos do homem

    NOGUEIRA MELO NANCY ISLAINE MESQUITA DE BRITO AÇÕES REFLEXAS SOMÁTICAS NA ESPÉCIE HUMANA E REFLEXOS AUTONOMO (REFLEXOS VISCERAIS) TERESINA, PI 2 ALVÍNA CAMILA ARRAIS BASTOS GINNA SARA RODRIGUES SANTOS RENARA DE JESUS DOS SANTOS MARIA DO CARMO NOGUEIRA MELO NANCY ISLAINE MESQUITA DE BRITO AÇÕES REFLEXAS SOMÁTICAS NA ESPÉCIE HUMANA E REFLEXOS AUTONOMO (REFLEXOS VISCERAIS) TERESINA, 2013 3 RESUMO Este trabalho apresenta as características...

    2161  Palavras | 9  Páginas

  • Sistema de cotas

    Lanterna de pilha Martelo para exploração de reflexos (Martelo de Traube ou de Dejerine) Bastão de ponta romba Procedimentos: Reflexos mediados pela medula A- REFLEXOS TENDINOSOS PROFUNDOS (OU MIOTÁTICOS) A percussão do martelo sobre o tendão (estimulo mecânico) de um determinado músculo causa a sua contração reflexa. As contrações nem sempre são visíveis e torna-se necessário senti-las por palpação. Reflexo patelar: O voluntário deverá estar sentado...

    501  Palavras | 3  Páginas

  • Relatório Sistemas Corporais

    objetivo, abordar os reflexos, e sistema nervoso central: medula, tronco, nervos espinais e cranianos, discutindo assim suas funções e suas partes anatômicas. Conceitos: O reflexo é uma forma de comportamento que se repete em toda uma espécie. O reflexo pode ser uma resposta involuntária e previsível perante a um estímulo, que tem lugar quando um receptor sensorial é estimulado. O neurônio sensorial recebe o estímulo e envia - o para um centro reflexo que se encontra...

    1126  Palavras | 5  Páginas

  • Relatorio Reflexos Viscerais

    CENTRO UNIVERSITÁRIO DE SAÚDE, CIÊNCIAS HUMANAS E TECNOLÓGICAS DO PIAUÍ – UNINOVAFAPI CURSO: BACHARELADO EM ENFERMAGEM DISCIPLINA: FISIOLOGIA GERAL Prof.ª:  MARIA DO CARMO DE CARVALHO E MARTINS REFLEXOS VISCERAIS Teresina – Piauí /setembro, 2014. Sumário: 1. Introdução ----------------------------------------------------------------------------- 3 1.1 Objetivo ----------------------------------------------------------------------------...

    925  Palavras | 4  Páginas

  • Fisiologia reflexos

    1.Introdução Reflexo é uma reação corporal automática à estimulação. O reflexo corresponde a toda variação de atividade de um efetor (músculo, glândula, etc.) ou de um grupo de efetores que possa ser provocada de maneira regular pela estimulação natural de um determinado receptor, ou ainda, as fibras nervosas aferentes correspondentes (PIERON, 1969). Os reflexos podem ser classificados: quanto a sua origem ou organização no sistema nervoso, a exemplo dos medulares. Quanto a intensidade da resposta...

    1922  Palavras | 8  Páginas

  • Relatorio Fisiologia Reflexos Oficial 2

    Kalynca Kayla Aragão. TERESINA – PI DEZEMBRO/2014 SUMÁRIO 1.0 INTRODUÇÃO 04 2.0 OBJETIVOS 05 3.0 MATERIAIS E MÉTODOS 06 4.0 RESULTADOS 08 5.0 DISCUSSÃO 10 6.0 CONCLUSÃO 12 7.0 REFERÊNCIAS 13 1.0 INTRODUÇÃO Os atos reflexos ou simplesmente reflexos são respostas automáticas, involuntárias a um estímulo sensorial. O estímulo chega ao órgão receptor, é enviado à medula através de neurônios sensitivos ou aferentes. Na medula, neurônios associativos recebem a informação e emitem uma...

    1915  Palavras | 8  Páginas

  • Relatório de fisiologia sobre reflexos

    EXAME DE REFLEXOS Trabalho apresentado para avaliação do rendimento escolar da disciplina Fisiologia do curso de Medicina do Centro Universitário São Camilo, ministrada pelo Prof. Dr. Tiago Gurgel do Vale e Profa. Dra. Roberta de Medeiros. São Paulo 2013 MAGALHÃES, Hellen. Aula prática: exame de reflexo. 2013. 20f. Trabalho acadêmico – Centro Universitário São Camilo, São Paulo, 2013. O exame correto dos reflexos pelo médico pode levar a um diagnóstico precoce em...

    3327  Palavras | 14  Páginas

  • trabalho

    A retina é então o neuroepitélio (membrana nervosa) que reveste internamente o globo ocular, posteriormente à íris. Na parte posterior da retina, existe uma zona amarelada, a mácula lútea que é a área da retina onde a visão é mais distinta. Por isso, os movimentos reflexos do globo ocular fixam, sobre as máculas, a imagem dos objetos que nos interessam no campo visual. Os raios luminosos na retina são cruzados, o campo visual nasal projeta-se na retina temporal e o campo visual temporal projeta-se...

    6096  Palavras | 25  Páginas

  • AÇÕES REFLEXAS SOMÁTICAS E VISCERAIS NA ESPÉCIE HUMANA

    controle homeostático do organismo têm como base fisiológica uma sequência de estímulo-resposta, o reflexo. Embora em muitos reflexos o indivíduo tenha consciência do estímulo e/ou da resposta, em outros, nomeadamente nos que regulam o meio interno, não existe qualquer consciência por parte do indivíduo. A via que medeia um determinado reflexo constitui o seu arco reflexo. O arco reflexo é a resposta involuntária rápida, consciente ou não, que visa uma proteção ou adaptação do organismo...

    2955  Palavras | 12  Páginas

  • Reflexos viscerais

    nervoso autônomo controla, principalmente, as funções viscerais, entre algumas de suas características estão: motilidade gastrointestinal, temperatura corporal, esvaziamento da bexiga, sudorese, controle da pressão arterial. O sistema opera através de reflexos viscerais, ou seja, sinais sensoriais (via aferente) de um órgão visceral podem entrar no centro de integração e retornar como respostas reflexas subconscientes (via eferente) para o órgão visceral (efetuador). Entre os centros de integração há os...

    1180  Palavras | 5  Páginas

  • Reflexos-fisiologia

    INTRODUÇÃO Reflexo é a forma mais simples de mecanismo neural que produz movimentos automáticos e involuntários no homem e no animal, através de uma resposta relacionada ao estímulo externo, sem intervenção direta do psiquismo e sem agir sobre ele. A resposta será dada em consequência da excitação dos efetores inervados pelas vias efetoras reflexas. Um mecanismo reflexo está constituído por um órgão receptor, um órgão efetor e algum tipo de rede de comunicação entre ambos.A ação reflexa se inicia...

    2252  Palavras | 10  Páginas

  • Relatório Sistema Nervoso Somático e Visceral Fisiologia

    muitos músculos, mesmo até uma ação simples. O processo de encadeamento das contrações de músculos independentes, de modo que atuem como um só conjunto é chamado de coordenação motora. A forma mais elementar de coordenação motora é representada pelo reflexo. Tendo duas características importantes: o local e a intensidade (GUYTON; HALL, 2006). Os sentidos somáticos são mecanismos nervosos que coletam informações sensoriais, a partir do corpo. Esses sentidos diferem dos sentidos especiais, que compreendem...

    2904  Palavras | 12  Páginas

  • Sistema nervoso

    Objetivo: estudar algumas manifestações reflexas (atos reflexos) somáticas e viscerais. É importante que se conheça os reflexos observados em condições normais no ser humano quando determinados estímulos são aplicados em partes específicas de seu corpo. Se uma resposta normal é obtida, indica que as estruturas do correspondente arco reflexo (receptor, via aferente, centro de integração, neurônio eferente e efetuador) estão intactas. Os atos reflexos podem se mostrar exacerbados, discretos ou ausentes...

    908  Palavras | 4  Páginas

  • Estudos dos reflexos autônomos viscerais

    FISIOLOGIA HUMANA. DOCENTE: MARIA DO CARMO CARVALHO MARTINS. CURSO: ENFERMAGEM O1. REFLEXOS AUTÔNOMOS VISCERAIS NA ESPÉCIE HUMANA. ACADÊMICO: RUBENS EDUARDO CARVALHO BRITO. FLORIANO – PI. MARÇO 2012. CENTRO INTEGRADO DE ENSINO SUPERIOR DE FLORIANO – CIESF. FACULDADE DE ENSINO SUPERIOR DE FLORIANO – FAESF. DISCIPLINA: FISIOLOGIA HUMANA. DOCENTE: MARIA DO CARMO CARVALHO MARTINS. REFLEXOS AUTÔNOMOS VISCERAIS NA ESPÉCIE HUMANA. ...

    1137  Palavras | 5  Páginas

  • Comas

    movimentos oculares) não é a única forma de apresentação. Pode haver hipotensão, hipotermia e até coma. A mortalidade chega a 20%. Embora ocorra mais em alcoólatras, pode ser precipitada por outras situações: alimentação parenteral prolongada, hiperêmese gravídica, anorexia nervosa, jejum prolongado e insuficiência renal crônica. Portanto, a conduta de dar tiamina é obrigatória nas situações citadas ou diante da falta de informações e quando há coma com ausência de movimentos oculares. • Dê...

    3195  Palavras | 13  Páginas

  • ações reflexas viscerais

    nervoso autônomo controla, principalmente, as funções viscerais, entre algumas de suas características estão: motilidade gastrointestinal, temperatura corporal, esvaziamento da bexiga, sudorese, controle da pressão arterial. O sistema opera através de reflexos viscerais, ou seja, sinais sensoriais (via aferente) de um órgão visceral podem entrar no centro de integração e retornar como respostas reflexas subconscientes (via eferente) para o órgão visceral (efetuador). Entre os centros de integração há os...

    1035  Palavras | 5  Páginas

  • Pupila neuro-oftalmológica

    seguintes e principais fatores diretos: tecido iriano, impulso parassimpático, impulso simpático, fatores humorais. Por outro lado, diversas influências indiretas também interferem no DP, veiculando suas participações através das fatores diretos.  Via do reflexo pupilar fotomotor  Ao se incidir a luz sobre um dos olhos do indivíduo normal verifica-se, depois de curto período de latência, a contração da pupila (miose) do mesmo olho estimulado (reflexo fotomotor direto) e também a contração, simultânea...

    5434  Palavras | 22  Páginas

  • Ações reflexas somáticas e viscerais na espécie humana

    involuntárias dadas pelo organismo ante um estímulo, seja ele interno ou externo. A mais simples é o arco reflexo que é a resposta involuntária rápida, consciente ou não, que visa uma proteção ou adaptação do organismo sendo originado de um estímulo externo antes mesmo do cérebro tomar conhecimento do estímulo periférico, conseqüentemente, antes deste comandar uma resposta. Os elementos que intervêm esse reflexo são: um receptor sensorial, um nervo sensorial (leva o impulso até o sistema nervoso central onde...

    2454  Palavras | 10  Páginas

  • nervos craninanos

    VI nervos (oculomotor, troclear e abducente): avaliar motricidade ocular, acompanhar objeto com olhar nas nove posições (olhar para frente – posição primária, ┼ e Ẋ (quatro ângulos retos e quatro oblíquos). • Exploração: • Inspeção das pálpebras superiores; • Inspeção dos globos oculares: avaliação da presença ou não de estrabismo >> no início, o paciente reclama de visão em duplicata ou diplopia; • Exame da motilidade ocular: com a cabeça imóvel o paciente é solicitado pelo examinador que...

    2219  Palavras | 9  Páginas

  • Roteiro de atividades práticas de fisiologia

    visual evoca a percepção qualitativa sobre a distância relativa dos vários objetos dentro do campo visual. Finalmente, é importante lembrar que, durante a formação da imagem dos objetos próximos, além da acomodação visual, ocorrem movimentos oculares (convergência) e a redução do diâmetro pupilar (miose), nessa ordem. Esses três mecanismos garantem que um objeto seja focalizado automaticamente de maneira nítida sobre a retina, quando começa a se aproximar. Se ele se afastar, acontecerá...

    1540  Palavras | 7  Páginas

  • RELAT RIO DE FISIOLOGIA GERAL

    TEMPERATURA 3.4AULA PRÁTICA Nº4: REFLEXOS AUTONOMICO NA ESPÉCIE HUMANA 3.4.1 REFLEXO FOTOMOTOR 3.4.2 REFLEXO ESPINO – CELULAR 3.4.3 BRADICÁRDIO 3.5 AULA PRÁTICA Nº5: REFLEXOS SOMÁTICOS 3.5.1 REFLEXO PLANTAR 3.5.2 REFLEXO CORNEAL 3.5.3 REFLEXO PATELAR 3.5.4 REFLEXO AQUILEU 3.5.5 PROJETO TRICIPTAL 4. RESULTADOS 4.1 APRESENTAÇÃO DO LABORATÓRIO 4.2 PRESSÃO ARTERIAL E RESPIRAÇÃO 4.2.1 PRESSÃO ARTERIAL 4.2.2 RESPIRAÇÃO 4.3 PULSO E TEMPERATURA 4.3.1PULSO 4.3.2 TEMPERATURA 4.4 REFLEXOS AUTONÔMICOS NA ESPÉCIE HUMANA...

    4088  Palavras | 17  Páginas

  • Trabalho

    FORÇA MUSCULAR REFLEXOS MOVIMENTOS ANORMAIS COORDENAÇÃO MOTORA FORÇA MUSCULAR FORÇA FORÇA MUSCULAR FORÇA (Escala do Medical Research Council) Research NORMAL ----------------------------------------------------- 5 MOV. ATIVO CONTRA RESISTÊNCIA ------- 4 MOV. ATIVO CONTRA GRAVIDADE ----------- 3 MOV. ATIVO ELIMINADA GRAVIDADE---MOV. 2 CONTRAÇÃO MUSCULAR SEM MOV. ----------- 1 AUSÊNCIA DE CONTRAÇÃO ------------------------- 0 REFLEXOS PROFUNDOS NIVEL...

    1320  Palavras | 6  Páginas

  • fisiologia

    Sumário Capítulo 1 Reflexos Somáticos 1.1. Introdução............................08 1.2. Procedimentos......................10 1.3. Resultados............................11 1.4. Discussão..............................12 1.5. Conclusão..............................15 1.6. Referências Bibliográficas.....16 Capítulo 2 Reflexos Viscerais 2.1. Introdução.............................18 2.2. Procedimentos.......................19 2.3. Resultados.............................20 2.4. Discussão...

    3018  Palavras | 13  Páginas

  • ações reflexas somáticas e viscerais

    constância do meio interno. TERESINA, JUNHO DE 2013 OBJETIVO Estudar algumas manifestações reflexas(atos reflexos) somáticas e viscerais.É importante que se conheça os reflexos observados em condições normais do ser humano quando determinados estímulos são aplicados em partes específicas do corpo.Se uma resposta normal é obtida, indica que as estruturas do corresponde reflexo estão intactas. INTRODUÇÃO O Sistema Nervoso sob o aspecto...

    2221  Palavras | 9  Páginas

  • Exame neurológico

    exame e, a seguir, alguns detalhes que julgamos importantes com relação a cada item. A .Inspeção B. Crânio e coluna C. Estática D. Amplitude dos movimentos E. Marcha F. Força muscular G. Tônus muscular H. Coordenação I. Reflexos superficiais e profundos J. Sensibilidade superficial e profunda L. Nervos cranianos M. Palavra e linguagem N. Sistema Nervoso autônomo (esfíncteres) O . Estado mental 3. Como é feito o exame de inspeção? Atitude (de pé, sentado...

    8327  Palavras | 34  Páginas

  • EXAME NEUROLÓGICO

    seguir, alguns detalhes que julgamos importantes com relação a cada item. A .Inspeção B. Crânio e coluna C. Estática D. Amplitude dos movimentos E. Marcha F. Força muscular G. Tônus muscular H. Coordenação I. Reflexos superficiais e profundos J. Sensibilidade superficial e profunda L. Nervos cranianos M. Palavra e linguagem N. Sistema Nervoso autônomo (esfíncteres) O . Estado mental 3. Como é feito o exame de inspeção? Atitude...

    9507  Palavras | 39  Páginas

  • Unidade de Terapia Intensiva

    motora, padrão respiratório, motricidade ocular extrínseca e intrínseca os dados mais importantes para o estabelecimento ou não de causa neurológica resultando em Coma ou alteração de consciência. Nível de Consciência A avaliação mais objetiva da consciência é feita pela aplicação da Escala de Coma de Glasgow, que avalia três parâmetros de resposta: abertura ocular, melhor resposta verbal e melhor resposta motora. – Escore total 3 a 15. Parâmetros: Abertura Ocular, Melhor resposta verbal, Melhor resposta...

    4963  Palavras | 20  Páginas

  • Controle motricidade

    Controle da Motricidade II TRONCO ENCEFÁLICO Reflexos Controle da postura VIAS DESCENDENTES que influenciam os núcleos motores da Medula CEREBRO Córtex Motor TRONCO ENCEFÁLICO Mesencéfalo Ponte Bulbo Cerebelo Núcleos da Base SISTEMA LATERAL SISTEMA VENTRO-MEDIAL Trato rubro-espinhal. Projeção contralateral Controla os músculos distais dos membros, sob o comando de influencias corticais Trato teto-espinhal. Projeção homolateral Responsável pela orientação reflexa da cabeça e manutenção...

    1433  Palavras | 6  Páginas

  • o efeito

    alterações de incidência luminosa. A função do reflexo luminoso é ajudar o olho a adaptar-se de forma extremamente rápida às mudanças de luminosidade. A estimulação dos nervos parassimpáticos também excita o músculo esfíncter da pupila, diminuindo assim a abertura pupilar; isto é chamado de miose. Inversamente, a estimulação dos nervos simpáticos excita as fibras radiais da íris e causa dilatação da pupila, a chamada midríase (GUYTON, 2006). O reflexo fotomotor (Tabela 1) é de grande importância clínica...

    535  Palavras | 3  Páginas

  • AÇÕES REFLEXAS SOMÁTICAS E VISCERAIS NA ESPÉCIE HUMANA

    AÇÕES REFLEXAS SOMÁTICAS E VISCERAIS NA ESPÉCIE HUMANA REFLEXOS AUTONÔMICOS NO HOMEM EFEITOS DE DROGAS SOBRE O DIÂMETRO PUPILAR DE COELHOS INTRODUÇÃO Nossos movimentos intencionais não podem ser realizados apenas pelo controle motor do encéfalo, sendo necessários os circuitos neuronais da medula (GUYTON, 2006). Tais circuitos são necessários para a execução de arcos reflexos, que são respostas motoras a determinados estímulos sensoriais...

    2476  Palavras | 10  Páginas

  • Exame físico básico semiologia

    aparentes; globo ocular em posição normal, ausência de nistagmo; conjuntiva bulbar e palpebral brilhante, normocorada, com padrão de vascularização normal; esclera de coloração normal, ausência de icterícia; córnea sem lesões aparentes, ausência de halo senil; pupilas redondas, isocóricas e fotorreagentes (reflexos fotomotor direto e consensual presentes); movimentos extra-oculares preservados (terceiro, quarto e sexto pares cranianos íntegros); Fundo de olho: presença de reflexo retiniano (vermelho)...

    846  Palavras | 4  Páginas

  • RELATORIO

    CENTRO UNIVERSITÁRIO UNINOVAFAPI CURSO: MEDICINA--3ºPeríodo DISCIPLINA: FISIOLOGIA PROFESSORA: DRª MARIA DO CARMO CARVALHO E MARTINS REFLEXOS VISCERAIS NA ESPÉCIE HUMANA Maria Eduarda Falcão Nobrega Pedro Marcos Gomes Teixeira TERESINA 2015 MARIA EDUARDA FALCÃO NÓBREGA PEDRO MARCOS GOMES TEIXEIRA REFLEXOS VISCERAIS NA ESPÉCIE HUMANA Relatório técnico-científico referente à atividade prática com o objetivo de aquisição de nota parcial na disciplina...

    1528  Palavras | 7  Páginas

  • NERVO OCULOMOTOR

    Todas estas fibras agrupadas convergem o disco óptico, atravessam a coróide e a esclera e constituem na sua emergência do globo ocular, um cordão voluminoso arredondado chamado Nervo Óptico. Trajeto, Direção e Relações[editar | editar código-fonte] O nervo óptico se desprende do globo ocular a 3 mm medialmente e 1 mm inferiormente do pólo posterior do globo ocular. Deste ponto se dirige posterior e medialmente, atravessa sucessivamente a órbita, conduto óptico e penetra na cavidade cranial e...

    1241  Palavras | 5  Páginas

  • REVISÃO EXAME FÍSICO PARA ENFERMAGEM

    Anuscópio; 5. Balança Antropométrica com haste milimetrada; 6. Considerações anatômicas 7. Diapasão; 8. Esfigmomanômetro; 9. Espátula; 10. Espéculo Vaginal; 11. Estetoscópio, 12. Fita métrica 13. Lanterna de bolso; 14. Lupa; 15. Martelo de reflexos 16. Oftalmoscópio; 17. Otoscópio; 18. Rinoscópio; 19. Termômetro Clínico Inspeção (VER) A inspeção consiste no processo de observação. Um exame visual das partes do corpo; Devem-se perceber os sinais precoces de anormalidades; A inspeção...

    2972  Palavras | 12  Páginas

  • os 12 pares de nervos cranianos

    ganglionares da retina. Todas estas fibras agrupadas convergem o disco óptico, atravessam a coróide e a esclera e constituem na sua emergência do globo ocular, um cordão voluminoso arredondado chamado Nervo Óptico. Trajeto, Direção e Relações O nervo óptico se desprende do globo ocular a 3 mm medialmente e 1 mm inferiormente do pólo posterior do globo ocular. Deste ponto se dirige posterior e medialmente, atravessa sucessivamente a órbita, conduto óptico e penetra na cavidade cranial e termina no ângulo...

    1346  Palavras | 6  Páginas

  • Ações reflexas

    INTRODUÇÃO O reflexo nervoso é formado pelos seguintes elementos: estímulos, receptor, neurônios sensitivos, centro de integração, neurônios eferentes, efetores (músculos e glândulas) e resposta. Todo este caminho que o impulso nervoso percorre é chamado Arco Reflexo. Nos arcos reflexos, os atos involuntários ou reflexos não dependem da nossa vontade e são comandados pela substância cinzenta da medula espinhal ou do bulbo. São realizados antes que o cérebro tome conhecimento deles. O reflexo nervoso...

    1198  Palavras | 5  Páginas

  • fiosioterapia

    fato, o diagnóstico topográfico da alteração neurológica é essencial para uma atuação terapêutica objetiva e efetiva. Para a realização do exame neurológico completo, pelo menos três instrumentos são necessários: martelo (para a avaliação dos reflexos), diapasão e um oftalmoscópio. No pronto-socorro, entretanto, eles quase não são utilizados, uma vez que um exame rápido e objetivo deve ser realizado e complementado com exames de imagem. Em contrapartida, no ambulatório, pode-se fazer uso destes...

    21396  Palavras | 86  Páginas

  • 14 Coma

    PO2>92% - Monitoração cardíaca + PA - Acesso venoso + Tiamina (Vit B1): 100mg, IV, na suspeita de alcoolismo e desnutrição, para prevenir uma encefalopatia de Wernicke, pela deficiencia de B1, a qual cursa com ataxia, confusão e déficit dos movimentos oculares. + DXT + Glicose 50%: 1ml/kg, ou 50ml, IV, conduta que permite corrigir hipoglicemia se existente e fornecer substrato energético para o paciente. A preocupação no caso de coma hiperglicêmico é infundada, já que a hiperglicemia não vai alterar muito...

    3637  Palavras | 15  Páginas

tracking img