Razão Inata Ou Adquirida artigos e trabalhos de pesquisa

  • Razão Inata ou adquirida

    A RAZÂO: INATA OU ADQUIRIDA A vida como ser racional deixa algumas indagações, como por exemplo: como adquirimos ou já nascemos com a capacidade de raciocínio. Então a filosófia nos oferece duas possiveis respostas: o inatismo e o empirismo O inatismo revela que o conhecimento está dentro de cada um, já nascemos com o uso da razão. A visão inatista defende que os seres humanos nascem programados biologicamente para falar, assim como os pássaros para voar. A linguagem se desenvolve naturalmente...

    651  Palavras | 3  Páginas

  • Razão: Inata ou Adquirida?

    Razão: Inata ou Adquirida” A razão: inata ou adquirida? 1. O inatismo é a corrente de pensamentos filosóficos segundo a qual o ser humano nasce dotado da razão. 2. Para a Filosofia, o empirismo consiste no conjunto de pensamentos que afirmam que a razão não é inata, e sim adquirida gradativamente através das experiências de um indivíduo ao longo de sua vida. 3. O inatismo se confronta com a questão da mudança da realidade, que implica em mudanças das ideias, ideias estas formuladas pela...

    1146  Palavras | 5  Páginas

  • A razão inata ou adquirida

    A RAZÃO: INATA OU ADQUIRIDA? Significado Iniciaremos pelo Inatismo (Racionalismo): O inatismo afirma que, ao nascermos, trazemos em nossa inteligência não só princípios racionais, mas também algumas ideias verdadeiras, que, por isso, são ideias inatas. Empirismo: o Empirismo, ao contrario, afirma que a razão, com seus princípios, seus procedimentos e suas ideias, é adquirida por nós pela experiência. Inatismo cartesiano: O filosofo Descartes discute a teoria das ideias inatas em várias...

    1269  Palavras | 6  Páginas

  • Razão Inata ou adquirida - Resumo

    A razão: inata ou adquirida? Inatismo ou empirismo? De onde vieram os princípios racionais? De onde veio a capacidade para a intuição e para o raciocínio? Nascemos com eles? Ou nos seriam dados pela educação e pelo costume? Seria algo próprio dos seres humanos, constituindo a natureza deles, ou seriam adquiridos através da experiência? Durante séculos, a Filosofia ofereceu duas respostas a essas perguntas. A primeira ficou conhecida como inatismo e a segunda, como empirismo. O inatismo ...

    939  Palavras | 4  Páginas

  • Os Vários Aspectos da Razão

    SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIAS E TECNOLOGIA DO AMAZONAS CAMPUS LÁBREA RAZÃO EM SEUS VÁRIOS ASPECTOS LÁBREA- AMAZONAS DEZEMBRO/2013 RENATA DA SILVA NUNES RAZÃO EM SEUS VÁRIOS ASPECTOS Trabalho de pesquisa apresentado como requisito parcial para a aprovação na disciplina de Filosofia, sob a responsabilidade do Diego...

    1880  Palavras | 8  Páginas

  • Razão: Inata ou Adquirida? Ex.: 1-16 Pág. 96

    princípios racionais mas também algumas ideias verdadeiras, que, por isso, são ideias inatas. 2)Explique o que é o Empirismo. O empirismo, ao contrário, afirma que a razão, com seus princípios, seus procedimentos e suas ideias, é adquirida por nós pela experiência 3)Quais os problemas do Inatismo? O problema é que a razão pode mudar o conteúdo das ideias que eram consideradas universais e verdadeiras e que a própria razão pode provar que ideias racionais podem ser falsas. 4)Quais os problemas do empirismo...

    635  Palavras | 3  Páginas

  • razão

    A razão: inata ou adquirida? Inatismo ou empirismo? Durante séculos, a filosofia ofereceu duas repostas a essas perguntas. A primeira ficou conhecida como inatismo, e a segunda, como empirismo. O inatismo afirma que, ao nascermos, trazemos em nossa inteligência não só princípios racionais, mas também algumas ideias verdadeiras, que, por isso, são ideias inatas. O empirismo, ao contrário, afirma que a razão, com seus princípios, seus procedimentos e suas ideias, é adquirida por nós pela experiência...

    1507  Palavras | 7  Páginas

  • Razão

    CAPÍTULO 1 – A RAZÃO Os vários sentidos da palavra razão Utilizamos a palavra razão em nosso cotidiano de diversas formas para falarmos de certeza, lucidez, motivo e causa. Fica de exemplo a célebre frase do filósofo francês Pascal: “O coração tem razões que a razão desconhece”. Nesta frase o filosofo utiliza dois sentidos da razão: 1 Razões – expressa os motivos do coração (emoção); 2 Razão – fala sobre a consciência intelectual e moral. Então, pode se dizer que a razão é uma atividade...

    1744  Palavras | 7  Páginas

  • a razão

    3-3     A RAZÃO: INATA OU ADQUIRIDA? Durante séculos, a Filosofia ofereceu duas respostas para explicar de onde vieram os princípios racionais, a capacidade para a intuição e para o raciocínio, se nascemos com eles ou se teriam sido dados pela educação e costume, ou até se seriam adquiridos através da experiência. A primeira ficou conhecida como inatismo e a segunda, como empirismo.           3.1 Inatismo                         O inatismo afirma que nascemos já trazendo em nossa...

    1321  Palavras | 6  Páginas

  • Nem os princípios nem as ideias são inatas

    Universidade Estadual de Goiás (UEG). UnU Formosa. Departamento de História. 2º Ano de História. Professor: Álvaro Disciplina: M. P. H II Acadêmico: Leonardo F. dos Reis. Nem os Princípios Nem as Ideias são Inatas Não há Princípios Inatos na Mente. Alguns homens têm uma opinião estabelecida em que o entendimento comporta certos princípios inatos, certas noções primárias de conhecimentos, aos quais estariam estampados na mente, cuja alma recebeu no seu princípio e transporta consigo...

    691  Palavras | 3  Páginas

  • Imunologia- Resposta inata e adaptativa

    a agentes patológicos; Resposta imune Inata RESPOSTA IMUNE INATA  Defesa presente em indivíduos saudáveis, desde o nascimento e preparada para bloquear a entrada de micróbios e eliminar micróbios que têm sucesso entrando em tecidos. Resposta imune Adaptativa = específica ou adquirida  Defesa estimulada por micróbios que invadem tecidos, e adapta à presença de invasores microbianos RESPOSTA IMUNE INATA AS RESPOSTAS IMUNES INATAS ENTRA EM AÇÃO IMEDIATAMENTE APÓS A IMPLANTAÇÃO...

    1377  Palavras | 6  Páginas

  • Imunologia inata e adquirida

    antígeno, com a finalidade de eliminá-lo do organismo. Os dois diferentes tipos de respostas imunes enquadram-se em duas categorias: resposta imune inata e resposta imune adaptativa. A principal diferença entre esses dois tipos de resposta é que a resposta imune adaptativa é altamente específica para um dado patógeno. Além disso, embora a resposta inata não se altere mediante exposição repetida a um dado agente infeccioso, a resposta adaptativa torna-se mais eficiente após cada encontro subsequente...

    3815  Palavras | 16  Páginas

  • A Razão na Filosofia

    da seguinte questão: A Razão na Filosofia. Foi neste contexto que surgiu a ideia de realizar um trabalho que explicassem como surgiu, o que é e como ela foi apresentada por filósofos, a respeito da seguinte questão. O objetivo deste Trabalho é justamente aprimorar os nossos conhecimentos a respeito da razão na fiosofia, baseado na obra: Iniciação a Filosofia de Marilena Chaui. A RAZÃO NA FILOSOFIA Os Vários Sentidos da Palavra RAZÃO Em nossa vida cotidiana...

    2895  Palavras | 12  Páginas

  • A RAZÃO NA FILOSOFIA CONTEMPORANEA

    A RAZÃO NA FILOSOFIA CONTEMPORANEA Trabalho apresentado a Professora Linda Meire Almeida Abreu, da disciplina de Filosofia, da turma do segundo semestre, turno noturno, do curso de Gestão estratégica de Pessoas. Instituto Cuiabano De Educação Cuiabá – 06/2014 SUMÁRIO 1. INTRODUÇÃO 03 2. A RAZÃO NA FILOSOFIA CONTEMPORANEA...

    1430  Palavras | 6  Páginas

  • Filosofia e a Razao

    Segundo Chaui, esta ciência confia e desconfia da razão ao mesmo tempo. A palavra razão contém diversos sentidos, como na vida cotidiana que expressa como as pessoas se sentem seguras, e tem certeza de algo, percebe-se quando se ouve a expressão “eu estou com a razão”; e também para expressar motivos que alguém tem para querer ou não fazer alguma coisa e causas de algum acontecimento. Pode-se identificar sentidos diferentes nas palavras razões e razão, pois na primeira se refere aos motivos do coração...

    2985  Palavras | 12  Páginas

  • explique o que quer dizer a sentença a razão é historia e é tempo

    no correr do tempo aparecem fatos1) Quais são os princípios da razão ? Explique o que é um princípio R : Princípio da identidade , princípio da não contradição , princípio do terceiro – excluído e princípio da razão suficiente . Os princípios são formas de estabelecer como se dá algo tem validade universal e são indispensáveis para as coisas , os fatos e os acontecimentos . 2) Que problemas levaram a ampliar os princípios da razão ? R: O primeiro abalo veio das ciências da natureza ou , mais...

    941  Palavras | 4  Páginas

  • A razão sob o prisma de apuração de platão e descartes

    azãoA RAZÃO, VISTA SOB O PRISMA DE APURAÇÃO INATISTA DE PLATÃO E DESCARTES1. Ramon Soares de Moura2 RESUMO: Trabalho científico desenvolvido para orientar aos estudantes filosóficos, bem como aos demais que possuam interesse, no que tange ao pensamento de grandes filósofos, como o grego Platão, e o francês Descartes, sobre a razão. Ao longo da obra será possível ver como se desenvolve a linha de raciocínio inatista, que diz da razão ser adquirida junto com o nascimento, defendida pelos pensadores...

    2037  Palavras | 9  Páginas

  • A razão

                                                          A razão      A filosofia tem por objetivo explicar razões e causas lógicas, sendo que o fim útil da razão é sua utilidade concreta ou seja, o estado. A Razão não tem conteúdo eventual, mais permanente, o conhecimento de si mesma e das essências das coisas do universo.    Impregnada na filosofia, a palavra razão comporta vários significados, a razão como característica de condição humana, quando se define homem, como por  exemplo...

    6477  Palavras | 26  Páginas

  • A Razão

    A RAZÃO  A Filosofia é o conhecimento racional da realidade natural e cultural, das coisas e dos seres humanos.  Razão-sentidos  ´Eu estou com a razão`  Alguém perdeu a razão  Lúcida, recuperou a razão.  Se vc me der suas razões vou fazer o que pedes.  Qual a razão disso!  Razão(motivos-causas) O Coração tem razões que a própria razão desconhece (Pascal, filósofo francês do século XVII) As palavras razões e razão tem significados diferentes. Razões (motivos do...

    1428  Palavras | 6  Páginas

  • Personalidade inata

    disputam a verdade sobre a cognição humana: de um lado aqueles que consideravam que os fatores ligados à Razão; de outro lado, aqueles que consideram que os fatores ligados à experiência dos homens (Cresson, 1960). Durante longos anos, não foi considerada a possibilidade de haver vínculo entre os fatores internos (Razão) e externos (Meio) na produção de conhecimento. CONFRONTO Razão X Experiência ...

    6261  Palavras | 26  Páginas

  • Princípios da razão

    RACIOCÍNIO LÓGICO E ABSTRATO I - A ATIVIDADE RACIONAL E SUAS MODALIDADES 1. Razão subjetiva : a razão é uma capacidade intelectual e moral dos seres humanos 2. A Filosofia distingue duas grandes modalidades da atividade racional, realizadas pela razão subjetiva : a intuição (ou razão intuitiva) e o raciocínio (ou razão discursiva). 2.A – A INTUIÇÃO : consiste num único ato do espírito, que, de uma só vez, capta por inteiro e completamente o objeto. Não há necessidade de provas ou demonstrações...

    676  Palavras | 3  Páginas

  • Atividade Complementar sobre o tema "Razão"

    base na leitura do texto “A RAZÃO” (Unidade II). Analise os significados das palavras “razões” e “razão”, na frase de Pascal, filósofo francês do século XVII: “O coração tem razões que a razão desconhece” “Razões” são os motivos do coração, enquanto “razão” é algo diferente de coração, esse é o nome que damos para as emoções e paixões, enquanto “razão” é o nome que damos à consciência intelectual e moral. 2. Desde o começo da Filosofia, a origem da palavra razão fez com que ela fosse considerada...

    701  Palavras | 3  Páginas

  • Imunidade inata da glândula maria bovina: resposta à infecção

    Micheline Thaís dos Santos IMUNIDADE INATA DA GLÂNDULA MARIA BOVINA: RESPOSTA À INFECÇÃO Trabalho apresentado para avaliação do rendimento universitário na disciplina de Imunologia Zootécnica, que visa mostrar a o processo imunitário da glândula mamária bovina e sua resposta. Turma do 3° período do curso de Zootecnia, ministrado pelo professor Cícero Durão. RIO LARGO - AL 2012 UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALAGOAS CENTRO...

    2789  Palavras | 12  Páginas

  • Explique como opera a razão intuitiva

    PAG 82 Filosofia 2 - Explique como opera a razão intuitiva?  R = Ao contrário da razão discursiva, a razão intuitiva capta por inteiro e completamente o objeto, de uma só vez. Trata-se, portanto, de uma visão direta e imediata do objeto do conhecimento, um contato direto e imediato com ele, sem necessidade de provas ou demonstrações para saber o que conhece.  3 - O que é a intuição? Dê um exemplo pessoal de um conhecimento intuitivo.  R = A palavra intuição deriva de um verbo latino, intuere...

    3140  Palavras | 13  Páginas

  • Razão

    A razão é a melhor maneira de organizar a realidade para que ela se torne compreensível. A razão ordena o nosso pensamento e deve ordenar nossas ações. Todo ser humano é racional, embora muitas vezes deixe a razão de lado e use as emoções, o que pode ser prejudicial (ex: xingar alguém alguém num momento de raiva ou até matar). A razão opõe-se a algumas atitudes mentais: a- conhecimento ilusório: a simples opinião, o senso comum, a achologia, etc. b- as emoções, sentimentos, paixões: somos seres...

    1635  Palavras | 7  Páginas

  • razao filoofica

    RAZÃO FILOSÓFICA A razão é a melhor maneira de organizar a realidade para que ela se torne compreensível. A razão ordena o nosso pensamento e deve ordenar nossas ações. Todo ser humano é racional, embora muitas vezes deixe a razão de lado e use as emoções, o que pode ser prejudicial (ex: xingar alguém alguém num momento de raiva ou até matar). Algumas atitudes descritas abaixo podem prejudicar nossa atitude racional (não significa que são erradas, mas podem nos impedir de pensar com liberdade...

    2478  Palavras | 10  Páginas

  • A condição-animal em kaspar hauser - crítica à ética racionalista: o bom selvagem e a esterilidade da razão

    A condição-animal em Kaspar Hauser - Crítica à Ética racionalista: o bom selvagem e a esterilidade da razão [pic] [pic] [pic] 04 JANEIRO 2009 "Em 1833 cravou-te A sociedade o punhal oculto Da intolerância. Expulso do convívio dos seres Hoje serias outra vez assassinado Porque encerravas O poeta O vidente O estranho O músico O anjo sem palavras Constelado no sentimento da morte" (Cyro Pimentel, "Kaspar Hauser") INTRODUÇÃO Pretende este artigo analisar, sob o contexto da...

    6246  Palavras | 25  Páginas

  • imunidade inata e adquirida

    Imunidade Inata Composta de mecanismos capazes de rápidas respostas aos micro-organismos.São seus componentes as células NK, macrófagos, neutrófilos, células dendríticas e sistema complemento.Possui como barreiras a pele, mucosas, suor, saliva e proteínas do sangue. não apresentam especificidade e memória imunológica, sendo essencial no controle de infecções comuns. Imunidade Adquirida É caracterizada pela especificidade e a capacidade de "lembrar" e responder mais vigorosamente às exposições...

    1656  Palavras | 7  Páginas

  • A razão

    a palavra razão é usada cotidianamente. R: O sentido da palavra razão no cotidiano das pessoas se aplica quando precisamos tomar alguma decisão na qual não sabemos o que fazer é por conta desta dúvida acabamos recorrendo para a razão. 2) Que quer dizer Pascal ao afirmar que "o coração tem razões que a razão "desconhece"? R: Razões são os motivos do coração para que possamos tomar alguma decisão ou fazermos algo que esteja fora do padrão colocado pela sociedade. 3) O que é razão objetiva?...

    3418  Palavras | 14  Páginas

  • Resposta imune adquirida

    05/10/2010 Resposta Imune Adquirida Prof Alexandre Pina Principais diferenças entre Resposta Imune Inata e Adquirida ATRIBUTO TEMPO DE RESPOSTA ESPECIFICIDADE DIVERSIDADE MEMÓRIA RECONHECIMENTO PRÓPRIO/NÃO PRÓPRIO SUBSTÂNCIAS SOLUVEIS TIPO DE CÉLULAS Interferon, Sistema Complemento Fagócitos Linfócitos IMUNIDADE INATA Minutos a horas Fraca Limitada nenhuma Perfeito IMUNIDADE ADQUIRIDA Dias Alta Alta Persistente Muito bom, falhas ocasionais (autoimunidade) Anticorpos 1 05/10/2010 ...

    703  Palavras | 3  Páginas

  • Imunidade Inata

    Imunidade Inata É a resistência que existe previamente à exposição do micróbio (antígeno), sendo uma defesa não-especifica (inclui como defesa, pele, membranas e células NK). O ramo inato realiza duas funções principais em nosso organismo: Matar os micróbios invasores e ativar o processo de imunidade adquirida. Alguns componentes do ramo inato, como os neutrófilos, tem a capacidade de somente matar os microorganismos, enquanto outros, como os macrófagos e as células dendriticas, realizam ambas...

    652  Palavras | 3  Páginas

  • ARMINIANISMO E HUGO GR CIO O CAMINHO PARA O JUS HUMANISMO PELA TRILHA DO LIVRE ARB TRIO E O RACIONALISMO DA GUERRA COMO PRESSUPOSTO DE UMA PAZ INATA

    ARMINIANISMO E HUGO GRÓCIO: O CAMINHO PARA O JUS-HUMANISMO PELA TRILHA DO LIVRE-ARBÍTRIO E O RACIONALISMO DA GUERRA COMO PRESSUPOSTO DE UMA PAZ INATA ARMINIANISM AND HUGO GROTIUS: THE WAY TO THE JUS-HUMANISM BY TRACK OF FREE WILL AND THE WAR RATIONALISM AS AN ASSUMPTION OF INNATE PEACE Terezinha de Oliveira Domingos (http://lattes.cnpq.br/5059375283346826)*1 Jean Eduardo Aguiar Caristina (http://lattes.cnpq.br/3160819810702125)*2 RESUMO O direito natural ainda é objeto de inúmeras pesquisas, especialmente...

    10737  Palavras | 43  Páginas

  • administraçao

    qnifowjifoniodnqwonfiqwnfpqwkqwonqwondioqwndqnwopmonvite à Filosofia  De Marilena Chaui  Ed. Ática, São Paulo, 2000  Unidade 2  A Razão  Capítulo 3  A razão: inata ou adquirida?  * INATISMO OU EMPIRISMO?  De onde vieram os princípios racionais (identidade, não-contradição, terceiro-excluído e razão suficiente)? De onde veio a capacidade para a intuição (razão intuitiva) e para o raciocínio (razão discursiva)? Nascemos com eles? Ou nos seriam dados pela educação e pelo costume? Seriam algo próprio dos seres...

    958  Palavras | 4  Páginas

  • imunidade inata

    IMUNIDADE INATA PROFA. SÍLVIA SANDES 1. Conceitos   Imunidade (resistência): capacidade de combater as doenças causadas por diversos agentes. Suscetibilidade: vulnerabilidade ou ausência de imunidade à determinada doença. Tipos de Imunidade  Imunidade Inata: Elementos com os quais um indivíduos nasce;  Não se modifica;  Sem exposição prévia ao patógeno.  Ex: pele, mucosas, lágrimas, secreções, febre, macrófagos etc.  Tipos de Imunidade  Imunidade Adquirida: ...

    527  Palavras | 3  Páginas

  • 12468287

    afirma que, ao nascermos, trazemos em nossa inteligência os princípios racionais e também algumas ideias verdadeiras, que, por isso, sãoideias inatas. 2 – Explique o que é o empirismo. O empirismo afirma que, a razão, com seus princípios, seus procedimentos e suas ideias, é adquirida por nós pela experiência. 3 – Quais osproblemas do inatismo? A própria razão pode mudar o conteúdo de ideias que foram consideradas universais e verdadeiras e também pode provar que ideias consideradas racionais, podem...

    1064  Palavras | 5  Páginas

  • imunidade inata

    CENTRO UNIVERSITÁRIO UNIVATES CURSO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS DISCIPLINA DE IMUNOLOGIA E BIOSSEGURANÇA IMUNIDADE INATA Priscila Ferreira Peixoto Lajeado, Outubro de 2014. DESENVOLVIMENTO Sabe-se que o sistema imunológico é uma ferramenta importantíssima para os seres vivos, pois, apesar de termos as nossas barreiras naturais de proteção contra microrganismos, o sistema imunológico tem como função reconhecer...

    1440  Palavras | 6  Páginas

  • Imunidade Inata

    Imunidade Inata Introdução Imunidade presente desde o nascimento, sem especificidade nem “memória imunológica”. É a defesa de primeira linha contra os organismos desconhecidos, invasores, sendo que a exposição não muda sua intensidade. Sistema Imune Inato Sistema imune inato, sistema imunitário inato ou imunidade inata é o conjunto de formas de imunidade que nasce com o indivíduo, sem necessidade de introdução de substâncias ou estruturas exteriores...

    586  Palavras | 3  Páginas

  • Imunidade inata

    Preto Programa de Pós-Graduação em Imunologia Básica e Aplicada Autores: Ana Carolina Pagliarone e Étori Aguiar Moreira Imunidade Inata Imunidade é o termo que se refere à proteção contra enfermidades infecciosas. Didaticamente, é classificada em dois tipos: inata (ou natural) e adaptativa (ou adquirida). Em termos evolutivos, a imunidade inata foi a primeira a surgir, abrangendo desde plantas até mamíferos. É caracterizada pela rapidez na resposta (ocorre em poucas horas), devido...

    1791  Palavras | 8  Páginas

  • Resposta imune inata e humoral

    Resposta imune inata: barreiras, fagócitos e fagocitose pathmicro.med.sc. Prof. Jorge Clarêncio Andrade Componentes das imunidades Abul k. Abbas, Imunologia celular e molecular, 2007 Resposta imune inata Abul k. Abbas, Imunologia celular e molecular, 2007 Resposta imune inata Barreiras Imunobiologia, Janeway & Travers, 2006 Barreiras Epiteliais-Sistema imune cutâneo Abul k. Abbas, Imunologia celular e molecular, 2007 Barreiras Epiteliais-Sistema das mucosas Epitélio Lâmina própria...

    741  Palavras | 3  Páginas

  • Critica de Locke contra as Ideias Inatas

    A CRÍTICA DE LOCKE À NOÇÃO DE IDEIA INATA J. Larson 2 Fil, PAIC/FA – Unicentro Palavras-chave: Ideias Inatas, Locke, Teoria do Conhecimento. Este trabalho tem por objetivo explicitar a crítica de Locke à noção de ideia inata, tal como exposta no Ensaio Acerca o Entendimento Humano. Para isso, buscar-se-á discutir as razões e as consequências da crítica de Locke à referida noção, a rigor, àquelas ideias com as quais aspessoas supostamente nasceriam e que portanto não precisariam aprender;...

    1393  Palavras | 6  Páginas

  • historia da psicologia

    Psicologia Síntese: Livro - Convite à filosofia- Capítulo 3 - A razão: inata ou adquirida?- Capítulo 4 - Os problemas do inatismo e do empirismo soluções filosóficas- Universidade Cruzeiro do Sul - Unicsul Campus São Miguel SÃO PAULO - 2014 -Convite a Filosofia – Capítulo 3 A razão Inata ou adquirida Inatismo ou empirismo? De onde vieram os princípios racionais? Nascemos com eles?Ou seriam adquiridas através das experiências? Durante muitos séculos os filósofos...

    5338  Palavras | 22  Páginas

  • mecanismos efetores da imunidade inata

    Imunidade contra Bactérias, Vírus e Fungos. Evelin Oliveira Imunidade aos microorganismos O desenvolvimento de doenças infecciosas envolve a interação entre o sistema imune do hospedeiro e o patógeno. Mecanismos efetores da imunidade inata e adaptativa Capacidade de evasão do microorganismo Lesões causadas pela resposta imune do hospedeiro ou pelos microorganismos Estudos para melhorar nossa defesa www.cartoonstock.com Bactérias extracelulares Replicam-se fora das células...

    1121  Palavras | 5  Páginas

  • Ensaio sobre o entendimento humano

    ajuda de impressões inatas, e, podem atingir certeza sem nenhum princípios originais; e que esse argumento de consentimento universal não prova o inatismo. As ideias inatas não são impressas na mente, porque não são conhecidas por crianças nem por loucos, se eles não percebem então essas impressões não existe. Para Locke a capacidade é inata, mas o conhecimento é adquirido. Para os inatas, há verdades impressas no entendimento que são percebidas, eles usam a razão para querer prová-la...

    1035  Palavras | 5  Páginas

  • filosofia psicologia

    realidade social, econômica e política, e que a razão, em lugar de ser a busca e o conhecimento da verdade, poderia ser um poderoso instrumento de dissimulação da realidade, a serviço da exploração e da dominação dos homens sobre seus semelhantes. A razão seria um instrumento da falsificação da realidade e de produção de ilusões pelas quais uma parte do gênero humano se deixa oprimir pela outra. A noção de inconsciente, por sua vez, revelou que a razão é muit O menos poderosa do que a Filosofia...

    7562  Palavras | 31  Páginas

  • teoria x experiencia: SER CONTRA A EXPERIÊNCIA

    derivada do vocábulo latino ratio, que significa razão) ou como empiristas (do grego empeiria, experiência). A solução racionalista considera que só a razão pode conhecer verdadeiramente as coisas. Os empiristas, ao contrário, consideram que todos os nossos conceitos derivam dos sentidos, portanto a experiência é a única fonte do conhecimento. Só a razão é capaz de conhecer a verdade! A concepção racionalista do conhecimento, segundo a qual só a razão conhece verdadeiramente, considera que as informações...

    723  Palavras | 3  Páginas

  • Convite a Filosofia

    avaliação das coisas e das ações da vida. A filosofia grega era muito ligada a sua cultura, portanto definia-se da filosofia de outros povos. Por meio da filosofia, os gregos constituíram se para o ocidente europeu, mas mantiveram suas bases como a razão a nacionalidade e a ética e política. As fundamentais contribuições da filosofia grega para o ocidente europeu, foram que o nosso pensamento opera e obedecem as leis, os pensamentos são lógicos, a coerência da natureza e do ser humano podem ser voluntários...

    1876  Palavras | 8  Páginas

  • Estudante

    Imunológico     Linfócitos   Os linfócitos, principais células da imunidade adquirida, são as únicas células do corpo que expressam receptores de antígeno distribuídos clonalmente, cada qual com uma especificidade distinta para diferentes determinantes antigênicos. Cada clone de linfócitos consiste em uma progênie derivada de uma célula e expressa receptores de antígeno com a  mesma especificidade. Por essa razão, diz-se que os receptores de antígeno no sistema imune adaptativo são distribuídos...

    2735  Palavras | 11  Páginas

  • Introduc A O A Imunologia

    ameaça como os diferentes antígenos (discriminação próprio/não próprio). Em algumas situações, entretanto, o sistema imune poderá atacar elementos do próprio organismo. Neste caso, uma falha no reconhecimento das suas próprias células é a principal razão. Estes são casos, obviamente patológicos, chamados de doenças autoimunes como o Lúpus Eritematoso Sistêmico, por exemplo. Como os agentes infecciosos se apresentam de diferentes formas, uma grande diversidade de respostas de defesa são necessárias...

    2629  Palavras | 11  Páginas

  • Imunidade natural e imunidade adquirida

    DA IMUNIDADE – ESTUDO DOS EVENTOS CELULARES E MOLECULARES QUE OCORREM DEPOIS DO CONTATO COM OS MICRORGANISMOS E OUTRAS MACROMOLÉCULAS ESTRANHAS II- IMUNIDADE NATURAL E ADQUIRIDA ► DEFESA CONTRA MICRORGANISMOS: MEDIADA PELAS REAÇÕES INICIAIS DA IMUNIDADE NATURAL E RESPOSTAS TARDIAS DA IMUNIDADE ADQUIRIDA 1- IMUNIDADE NATURAL (INATA OU NATIVA) A- CARACTERÍSTICAS: ■ É A LINHA DE DEFESA INICIAL CONTRA OS MICRORGANISMOS ■ CONSISTE DE MECANISMOS DE DEFESA CELULARES E BIOQUÍMICOS QUE EXISTEM ANTES DO...

    853  Palavras | 4  Páginas

  • imunologia básica

    linfócito granular) Lisam células infectadas por vírus e células tumorais Não necessitam do timo p/ sua maturação Simonetti, A. C. Imunidade Inata A imunidade presente ao nascer é denominada de inata ou natural. È principal defesa de primeira linha contra os organismos invasores. Não tem especificidade e nem memória. Imunidade inata (natural) • • • • Linha de defesa contra micróbios; Natureza estereotípica; Componentes: -Barreiras físicas e químicas; -Sistema complemento; ...

    699  Palavras | 3  Páginas

  • Sistema Imunologico

    sistema imunológico trabalha combatendo estes invasores. O organismo possui vários tipos de barreiras contra estes agentes. O tipo de resposta imune do organismo vai depender do patógeno e do local da infecção, podendo esta ser imunidade inata ou adquirida. Imunidade Inata É conferida por aqueles elementos com os quais um indivíduo nasce e que estão sempre presentes e disponíveis no intuito de protegê-lo de invasores externos. Esses elementos incluem componentes da superfície e componentes internos,...

    1851  Palavras | 8  Páginas

  • inatismo e empirismo

    Empirismo: Conceitos, defesa das teorias, problemas e soluções filosóficas. Inatismo – afirma que nascemos com princípios racionais e também com algumas idéias verdadeiras, inatas, ou seja, já nascemos com algum conhecimento. Inatismo Platônico: Quais são os princípios filosóficos do Inatismo Platônico? Já nascemos com a razão e os princípios da racionalidade, com idéias verdadeiras. O espírito carrega esse conhecimento que se perde ao nascer e vai sendo lembrado através da prática filosófica...

    1232  Palavras | 5  Páginas

  • Imunidade inata e adquirida

    substancia estranha que e alvo ou induz uma resposta imunológica especifica. Bom imunógeno: origem proteica, elevado peso molecular, alta complexidade, não próprio. *Todo imunógeno e um antígeno, mas nem todo antígeno e imunógeno. -Resposta Natural ou Inata: E a linha de defesa inicial contra microrganismos pode durar horas ou dias, consistindo em mecanismos celulares e bioquímicos que já existiam antes de se estabelecer uma infecção. RESPOSTA IMEDIATA, NAO FABRICA CELULAS MEMORIAS, ANTIGENO INESPECIFICO...

    5680  Palavras | 23  Páginas

  • Psicologia

    empirismo é descrito-caracterizado pelo conhecimento científico, a sabedoria é adquirida por percepções; pela origem das ideias por onde se percebe as coisas, independente de seus objetivos e significados; pela relação de causa-efeito por onde fixamos na mente o que é percebido atribuindo à percepção causas e efeitos; pela autonomia do sujeito que afirma a variação da consciência de acordo com cada momento; pela concepção da razão que não vê diferença entre o espírito e extensão, como propõe o Racionalismo...

    909  Palavras | 4  Páginas

  • Filosofia Medieval, Racionalismo e Empirismo

    1. Filosofia Medieval: Razão e Fé No texto, o autor afirma que há diversos dogmas seguidos pelos fiéis que desafiam a razão. Exemplo disso é a Trindade de Deus: Deus é, ao mesmo tempo, um só e três: o Pai, o Filho e o Espírito Santo. A palavra patrística deriva da filosofia desenvolvida pelos Padres da Igreja, onde se procurava justificativas racionais para as verdades reveladas. É busca pela conciliação entre fé e razão. Santo Agostinho (354-430) é o principal representante da patrística...

    665  Palavras | 3  Páginas

  • A crítica ao inatismo e a noção geral do conceito de idéia nos primeiros livros da obra ensaio acerca do entendimento humano de john locke

    comentadores, esse trabalho tem como meta comentar os primeiros argumentos de análise usados por Locke como meio para refutar a tese inatista. Dessa forma, a partir da nova caracterização do termo idéia feita pelo autor em seu livro II não é vista mais como inata ao entendimento humano, mas revestida de toda a roupagem empírica, o que foi de grande valia para o desenvolvimento da filosofia. PALAVRAS-CHAVE: Locke, inatismo, crítica, idéia, empirismo. 1 A CRÍTICA AO INATISMO E A NOÇÃO GERAL DO CONCEITO...

    2532  Palavras | 11  Páginas

  • Racionalismo E Empirismo

    Racionalismo O racionalismo é uma teoria filosófica que dá a prioridade à razão, como faculdade de conhecimentorelativamente aos sentidos. O racionalismo pode ser dividido em diferentes vertentes: a vertente metafísica, que encontra um caráter racional na realidade e indica que o mundo está ordenado de forma lógica e sujeito a leis; a vertente epistemológica ou gnosiológica, que contempla a razão como fonte de todo o conhecimento verdadeiro, sendo independente da experiência; e a vertente ética...

    519  Palavras | 3  Páginas

  • o problema do inatismo e empirismo

    passado antes pelos sentidos." Ou seja, todo conhecimento resulta de uma base empírica, de percepções ou impressões sensíveis sobre o real, elaborando-se e desenvolvendo-se a partir desses dados. Os empiristas rejeitam, portanto, a noção de ideias inatas ou de um conhecimento anterior à experiência ou independente desta. Após Aristóteles, a maioria dos filósofos do período helênico – período da história compreendido entre a morte de Alexandre o Grande em 323 a.C. e a anexação da península grega e...

    3684  Palavras | 15  Páginas

  • Resumo Livro Convite à filosofia

    teórica e crítica dos conhecimentos e das práticas. Unidade 2 – Capítulo 3 A razão: inata ou adquirida? Este capítulo mostra a oposição de ideias entre o inatismo e empirismo e suas características. Em relação aos princípios racionais, capacidade para intuição e para raciocinar questionários foram feitos para saber se essas características eram adquirida através de forma natural, já nascido com essa capacidade ou adquirido através da experiência. Diante isso...

    1024  Palavras | 5  Páginas

  • CITOCINAS

    pleitropismo refere-se à capacidade de uma citocina agir sobre diferentes tipos celulares. Permite assim a citocina mediar efeitos biológicos diversos. A redundância refere-se à propriedade de muitas citocinas produzirem os mesmos efeitos funcionais. Em razão desta redundância, os antagonistas contra uma única citocina, ou a supressão de um gene de citocina, podem não exercer seus efeitos funcionais, porque as outras citocinas podem compensar. As ações das citocinas podem ser locais e sistêmicas. Algumas...

    10056  Palavras | 41  Páginas

tracking img