• animais secundarios da biologia
    480 – 2º andar - Rio de Janeiro – RJ CEP 22250-040 Tel.: (21) 9317-5380 CLARA DOS ANJOS DE LIMA BARRETO: UM ROMANCE EM PRETO E BRANCO Amadeu da Silva Guedes – Mestre em Letras / UFF - Niterói- RJ Nas obras de Lima Barreto, é possível encontrar inúmeros discursos que se cruzavam e ajudavam a manter...
    3929 Palavras 16 Páginas
  • Clara dos anjos obra de lima barreto: uma reflexão sobre o preconceito racial
    Letras USIEL ALVES GOMES PROJETO DE PESQUISA CLARA DOS ANJOS OBRA DE LIMA BARRETO: UMA REFLEXÃO SOBRE O PRENCONCEITO RACIAL OLINDA/ 201 CLARA DOS ANJOS OBRA DE LIMA BARRETO: uma reflexão sobre o preconceito racial (1904-1922) ...
    1165 Palavras 5 Páginas
  • Clara dos Anjos
    ✺ A LEITURA URBANA DE LIMA BARRETO EM CLARA DOS ANJOS ADRIANA CARVALHO SILVA1 RESUMO CONSIDERANDO A INTERAÇÃO GEOGRAFIA-LITERATURA, O ARTIGO ABORDA A REPRESENTAÇÃO ESPACIAL PRESENTE NO ROMANCE CLARA DOS ANJOS, DE LIMA BARRETO. EM SEU PRIMEIRO ROMANCE ESBOÇADO, O ESCRITOR NOS APRESENTA SUA LEITURA...
    5343 Palavras 22 Páginas
  • matemática
    por Lima Barreto, tendo sido publicado postumamente, Clara dos Anjos é também o livro que condensa grande parte das preocupações que rondaram a obra do autor. Lá estão o subúrbio carioca, as questões raciais, as diferenças de classe e a modernização do Rio de Janeiro no início do século XX. Clara dos...
    2270 Palavras 10 Páginas
  • Livro Clara dos Anjos
    Livro: Clara dos Anjos - Autor: Lima Barreto O livro Clara dos Anjos de Lima Barreto pertencente ao pré-modernismo brasileiro. Concluído em 1922, ano da morte do autor, foi publicado em 1948 .O romance é uma denúncia áspera do preconceito racial e social, vivenciado por uma jovem mulher...
    391 Palavras 2 Páginas
  • Lima Barreto
    Pobre, mulata e mulher: a estigmatização de Clara dos Anjos Marcos Hidemi de Lima Em seu artigo “Literatura e consciência” (1988) Octávio Ianni aponta Machado de Assis, Cruz e Souza e Lima Barreto como “fundadores da literatura negra”, ou seja, autores que se inscrevem na chamada literatura afro-brasileira...
    5269 Palavras 22 Páginas
  • Literatura Brasileira
    sociedade brasileira é feita por Lima Barreto? Uma crítica ao preconceito, ao governo, a sociedade a tudo. Acreditava que, como escritor, tinha a função de despertar as pessoas para o fato de a sociedade privilegiar certos grupos. Os romances, contos e crônicas de Lima Barreto compõem um painel em que se...
    754 Palavras 4 Páginas
  • trabalho
    Democrático Ruy Barbosa Icaro Wildemberg Emilaynne Andrade Kaio Lima Karine Santos Leandra Gusmão Narian Souza Pedro Henrique PRÉ - MODERNISMO Trabalho de Português apresentado com O assunto sobre o pré-modernismo para os fins da I Unidade, orientado pela professora...
    4191 Palavras 17 Páginas
  • O Pré-modernismo no Brasil
    tinha que ver com a realidade social brasileira. Lima Barreto, Euclides da Cunha e Monteiro Lobato, fugindo à regra, foram escritores que viram com olhos críticos a realidade nacional, construindo uma obra renovadora. Na poesia, destacou-se Augusto dos Anjos. EUCLIDES DA CUNHA Órfão aos 13 anos foi educado...
    16948 Palavras 68 Páginas
  • Pré-modernismo
    literatura superficial, submissa a modelos europeus já superados, alienada as reais questões sociais brasileiras. PÁGINA 21 4. CITE AUTOR E OBRA DE DESTAQUE NA LÍRICA PRÉ-MODERNISTA. Augusto dos Anjos com Versos Íntimos (1912). 5. CITE TRÊS AUTORES E SUAS RESPECTIVAS...
    1256 Palavras 6 Páginas
  • ensino medio
    AUGUSTO DOS ANJOS Augusto de Carvalho Rodrigues dos Anjos nasceu em 28 de abril de 1884, no Engenho do Pau d’Arco (PB). Foi educado pelo próprio pai até ao período antecedente à faculdade. Formou-se em Direito no Recife, contudo, nunca exerceu a profissão. Criado envolto aos livros da biblioteca do...
    1829 Palavras 8 Páginas
  • Tecnico
    um novo regionalismo, além da preocupação com uma literatura política e até apresentavam propostas realmente inovadoras, como no caso de Augusto dos Anjos, na poesia. 2. CONTEXTO HISTÓRICO 1. 2. 3. 4. 5. 6. A Europa se preparava para a Primeira Guerra Mundial; Iniciou-se no Brasil a “República do...
    2737 Palavras 11 Páginas
  • Pré- Modernismo
    ‘Padim Ciço’ Ciclo do cangaço Antônio Conselheiro 7. Conflitos sociais — 1900 - 1910 Revolta da vacina: Novembro de 1904 Capa da Revista da Semana sobre a Revolta da Vacina, Novembro de 1904 Revolta da chibata: Novembro de 1910 8. Greves operárias — 1910 - 1920 Greves operárias - Foi como ficou conhecido...
    787 Palavras 4 Páginas
  • Pré Modernismo Brasil
    personagens e associação aos fatos políticos, econômicos e sociais. Os principais autores pré-modernistas são: Euclides da Cunha, Augusto dos Anjos, Lima Barreto, Graça Aranha, Monteiro Lobato. Embora esses autores sejam classificados como pré-modernistas, este não se constituiu a forte individualidade...
    959 Palavras 4 Páginas
  • PRÉ-MODERNISMO
    SERRA 2013 INTRODUÇÃO Neste trabalho iremos falar sobre o movimento literário Pré- Modernista que aconteceu inicialmente no Brasil no ano de 1902. Convencionou-se chamar de Pré-Modernismo o período anterior...
    2938 Palavras 12 Páginas
  • Movimentos historicos do pre modernismo
    reação à exposição de Anita Malfatti expõe o confronto que redundaria na Semana de Arte Moderna de 1922. 5 (vide, mais abaixo, texto de Monteiro Lobato sobre essa exposição Principais Autores e Obras do Pré-Modernismo No início do século XX, a literatura brasileira passou por uma fase de transição,...
    2407 Palavras 10 Páginas
  • Autores Pré-Modernistas
    I. Augusto dos Anjos 1. Vida: Augusto dos Anjos (1884-1914) nasceu no engenho "Pau d'Arco", na Paraíba. Recebeu do pai, formado em Direito, as primeiras instruções. No ano de 1900, ingressa no Liceu Paraibano e compõe nessa época, seu primeiro soneto, "Saudade". Augusto dos Anjos é nomeado, em 1908...
    4425 Palavras 18 Páginas
  • Pré-Mordenismo
    escritores dessa fase não são modernos, porém promovem o rompimento com o tradicional. Tal classificação foi definida pelo crítico Alceu Amoroso Lima, na década de 1950. EM_V_LIT_011 Contexto histórico No quadro mundial, temos um clima tenso desde o início do neocolonialismo (a disputa de países ...
    13406 Palavras 54 Páginas
  • Policarpo Quaresma
    Quaresma (Lima Barreto) Abril/2013 Bragança-PA • Introdução: O Triste fim de Policarpo Quaresma é um livro de Lima Barreto que trata de diversas questões sobre o Brasil no período da 1ª republica de um linguajar mais...
    3820 Palavras 16 Páginas
  • Romance
    intrigas amorosas, as traições, os ambientes urbanos e outras situações comuns da vida das pessoas que vivem neles. Romance Regionalista: Aborda questões sociais a respeito de determinadas regiões do Brasil, destacando características de cada região, linguajar típico da região muitas vezes é utilizado...
    2757 Palavras 12 Páginas