Que Relação Marx Estabelece Entre Trabalho E Valor artigos e trabalhos de pesquisa

  • trabalho

    que o filosofo estabelece entre disciplina, utilidade e obediência. Releia a citação de Foucault no tópico 7 "De olho no cronometro" e explique arelação que o filosofo estabelece entre disciplina, utilidade e obediência...421 Palavras2 Páginas Trabalhooperário setransforma em mercadoria, quando isso ocorre Marx dizia ser fetichismo da mercadoria e retificação do trabalho. 4º) Releia a citação de Foucault no tópico 7 "De olho no cronometro" e explique arelação que o filosofo estabelece entre disciplina...

    1133  Palavras | 5  Páginas

  • Karl marx

    Compreensão do texto 1. Que relação Marx estabelece entre trabalho e valor Karl Marx estabelece a relação entre trabalho e valor, definindo inicialmente trabalho. Para esse pensador, trabalho pode ser definido como todo dispêndio de energia do homem utilizado para transformar coisas mortas em coisas de valor, ou mercadorias. Neste aspecto, Marx atribui a idéia de ressurreição ao trabalho, pois este é capaz de transformar coisas que antes não possuíam valor por produtos que podem ser facilmente...

    2609  Palavras | 11  Páginas

  • Marx

    Resumo Marx A partir dos estudos de Hegel e de seu conceito de dialética, Marx estabeleceu as noções de mudanças, noção esta que baseia-se na concordância de que tudo produz em si mesmo as causas de sua própria destruição, mas conclui  que em consequência dessa destruição emergiria uma nova estrutura organizacional. Ao aplicar este conceito da dialética à sociedade, contrariamente à conclusão de Hegel, Marx conclui que as causas da mudança social tem bases materialistas, e que os ideais e emoções...

    515  Palavras | 3  Páginas

  • Karl Marx

    1) Que relação Marx estabelece entre trabalho e valor? Para ele uma mercadoria primeiramente possui primeiramente um valor de uso. Possui seguidamente um valor de troca. Os dois estão ligados, dado que um objeto não se vende a não ser que seja útil a alguém. E, todavia, não é possível ligar o valor de troca à utilidade, porque não é verdadeiro que uma mercadoria tenha mais valor quanto mais útil. Sendo assim, o valor de troca representa a quantidade de trabalho despendida na produção. 2) O que...

    623  Palavras | 3  Páginas

  • durkaime weber e marx

    Durkheim defendia que a solidariedade orgânica marcada na complexidade da divisão do trabalho nas sociedades modernas ocorre devido ao fato de que os indivíduos, por mais que tenham desejos e características individuais, sentem a necessidade de união devido à complexidade e a interdependência de suas ocupações na sociedade. Diferente das sociedades pré-modernas, nas quais a coesão social era mantida por costumes ou valores religiosos, nas modernas essa coesão é marcada por normas jurídicas, as quais estabelecem...

    1008  Palavras | 5  Páginas

  • Emile Durkheim, Max Weber e Karl Marx

    sociologia para Durkheim: os fatos sociais. E atribui-lhe um método de investigação: a análise objetiva dos fatos sociais. Que deveriam ser estudados como coisas, ou seja, o investigador deveria manter uma relação de objetividade com o objeto estudado, desfazendo-se de qualquer pré-noção em relação a eles. Fato Social De acordo com as ideias defendidas na obra “As regras do método sociológico”, para Durkheim fato social é experimentado pelo indivíduo como uma realidade independente e preexistente...

    3318  Palavras | 14  Páginas

  • Max Weber- Ação Social (quatro tipos de ação)- Karl Marx-Luta de Classes-Burguesia e Proletariado-Ideologia-etc

    Weber Na concepção de Weber, a sociedade existe porque é vivenciada e compreendida por indivíduos racionais que tomam suas decisões de acordo com a sua história e cultura. Ação Social: é um conceito que Weber estabelece para as sociedades humanas e essa ação só existe quando o indivíduo estabelece uma comunicação com os outros. Por exemplo, o ato de escrever, escrever uma carta é uma ação social, pois ao fazê­lo o autor tem esperança de que a carta vai ser lida por alguém. Sua ação só terá significado...

    1442  Palavras | 6  Páginas

  • Marx

    UNIVERSIDADE ESTADUAL DO CEARÁ – UECE CENTRO DE HUMANIDADES – CH Filosofia Brena Resenha MARX, Karl. Crítica da dialética e da filosofia hegelianas em geral. In: MARX, Karl. Manuscritos econômicos-filosóficos. Tradução, apresentação e notas de Jesus Raieri. São Paulo: Boitempo Editorial, 2004. P. 115-137. Na sua critica da dialética e da filosofia hegelianas em geral Marx faz uma análise dos estudos de Hegel, em uma espécie de exposição dialética ele aponta os seus desvios do filósofo, utilizando...

    1197  Palavras | 5  Páginas

  • Socilogia Resenha 2 Karl Marx

    Karl Marx SELL, Carlos Eduardo. Sociologia Clássica - Ed. Itajaí – Universidade Vale do Itajaí. 2006. 60-119 p. Os estudos de Karl Marx apontaram uma ruptura entre o Positivismo e o Humanismo. A primeira, teoria de Augusto Comte, falava de uma preocupação com a manutenção da ordem capitalista, enquanto Karl Marx elaborou uma crítica radical ao capitalismo, evidenciando seus antagonismos e suas contradições. Além disso, outros três pontos devem ser destacados como fundamentos da teoria de Karl...

    925  Palavras | 4  Páginas

  • Trabalho

    ESCOLA ESTADUAL DE ENSINO MÉDIO RUI BARBOSA Trabalho de Sociologia Turma: 3°EG2 Turno: manhã Aluna: Lorena de Araújo Moura Professor: Adalberto Tucuruí-PA Fevereiro-2013 Atividade – Capitulo 5 1. Durkheim afirma, em seu livro As regras do método sociológico: “Existem, pois, espécies pela mesma razão por que existem espécies em biologia. Estas, com efeito, são devidas ao fato de que os organismos não constituem senão combinações variadas de uma única e mesma unidade anatômica”. ...

    2090  Palavras | 9  Páginas

  • SOCIOLOGIA DA EDUCAÇÃO EM DURKHEIM MARX E MAX WEBER

    SOCIOLOGIA DA EDUCAÇÃO EM DURKHEIM MARX E MAX WEBER 1. A SOCIEDADE E A EDUCAÇÃO EM DURKHEIM Durkheim enfatiza: a questão da ordem social. A sociedade para Durkheim: é uma realidade estruturada ao longo da história que converte o presente em que vivemos num fato duradouro, resistente ao capricho da nossa vontade. A sociedade se apresenta: como um todo estruturado capaz de moldar os indivíduos, os quais da sociedade dependem, como uma realidade externa, independente do individuo. Representações...

    3513  Palavras | 15  Páginas

  • A sociologia de karl marx

    Referência do Texto: PAIXÃO, A. E. . Sociologia Geral. 1. ed. Curitiba: IBPEX, 2010. v. 1. 222 p. CAPÍTULO 3: A SOCIOLOGIA DE KARL MARX 1. Introdução ao capítulo Conhecendo um pouco mais sobre a obra de dois sociólogos – Comte e Durkheim – já é possível perceber que a análise da sociedade não se apresenta como uma verdade única. Não há uma única e nem definitiva resposta, pois os olhares que os pensadores lançam sobre a realidade são diferentes. Isso não significa...

    5970  Palavras | 24  Páginas

  • Questionário - marx, weber e durkheim

    KARL MARX 1. (UEMA, 2011) Uma das condições imprescindíveis, em Karl Marx, para que a mercadoria como força de trabalho possa ser vendida e comprada no mercado é: a) A separação entre os meios de produção e o produto direto b) A unidade entre o meio de produção e o produto direto c) A relação entre a produção, consumo e distribuição. d) O intercâmbio entre o homem e natureza e) A separação entre campo e cidade JUSTIFICATIVA: A questão faz referência ao conceito de alienação, que corresponde...

    5951  Palavras | 24  Páginas

  • Carl marx

    Carl Marx Explique e diferencie: 1- Forças produtivas e relações de produção: De acordo com Marx, as forças produtivas, também chamadas de “forças de produção”, são feitas pelos meios de produção – terras, capitais, matérias- primas, equipamentos e ferramentas -, pelos métodos e técnicas de utilização e pelos trabalhadores. Em articulação com as relações de produção, constituem o modo de produção, também designado por ‘base’ ou ‘infraestrutura’ de formação econômica e social. 2- Estrutura...

    1082  Palavras | 5  Páginas

  • Trabalho realizado por um gás

    ideias de Marx e Engels no universo das propostas de construção da nova sociedade. O avanço das ideias marxistas consegue dar maior homogeneidade ao movimento socialista internacional. Pela primeira vez, trabalhadores de países diferentes, quando pensavam em socialismo, estavam pensando numa mesma sociedade – aquela preconizada por Marx – e numa mesma maneira de chegar ao poder. Marx e Engels se voltaram para o estudo do regime econômico da sociedade moderna. A obra principal de Marx. O Capital...

    725  Palavras | 3  Páginas

  • Krl Marx

    ATIVIDADE DE KARL MARX RESPOSTAS 1. Karl Marx estabelece a relação entre trabalho e valor, definindo inicialmente trabalho. Para esse pensador, trabalho pode ser definido como todo dispêndio de energia do homem utilizado para transformar coisas mortas em coisas de valor, ou mercadorias. Neste aspecto, Marx atribui a idéia de ressurreição ao trabalho, pois este é capaz de transformar coisas que antes não possuíam valor por produtos que podem ser facilmente comercializados, isto é, com valor. Neste sentido...

    1562  Palavras | 7  Páginas

  • Sociologia marx

    Que relação marx estabelece entre trabalho e valor? Respeito: Definindo inicialmente trabalho. Para esse pensador, trabalho pode ser definido como todo dispêndio de energia do homem utilizado para transformar coisas mortas em coisas de valor, ou mercadorias. Neste aspecto, Marx atribui a idéia de ressurreição ao trabalho, pois este é capaz de transformar coisas que antes não possuíam valor por produtos que podem ser facilmente comercializados, isto é, com valor.. Neste sentido, observou Marx: De...

    1437  Palavras | 6  Páginas

  • Karl marx

    Karl Marx (1818 – 1883) - Ideologia e Utopia - Biografia - Obras -Teoria Marxista -Modos de produção - Classes sociais - Manifesto comunista - O Capital - Teoria da mais – valia - Efeito capitalista: “coisificação” do homem - Socialismo como ponte para o Comunismo Ideologia e Utopia Ideologia, termo que segundo o Dicionário Aurélio, significa um “conjunto de idéias que tem por base uma teoria política ou econômica”. Pode também ser traduzido como “o modo de ver, próprio de...

    4191  Palavras | 17  Páginas

  • Karl marx e a historia da exploração do homem

    KARL MARX E A HISTÓRIA DA EXPLORAÇÃO DO HOMEM (Professor Fábio) Resumo do capitulo Compreensão do texto (exercícios) Mara Rúbia Martins Rosa Administração   Introdução O pensamento de Karl Marx, expresso pela teoria do materialismo histórico, originou a corrente de pensamento mais revolucionária tanto do ponto de vista teórico como da prática social. Com o objetivo...

    1687  Palavras | 7  Páginas

  • Trabalho Sociologia Salvo Automaticamente

     E.E NELLO LORENZON PRINCIPAIS SOCIÓLOGOS São Paulo 2015 E.E NELLO LORENZON Trabalho apresentado à disciplina Sociologia Profª Patrícia ALINE DOS SANTOS RIBEIRO Nº01 BRUNA DA SILVA SANTOS Nº02 1ªG Manhã São Paulo 2015 Sumário Introdução...................................................................................................................4 Auguste Comte............................................

    1566  Palavras | 7  Páginas

  • Karl Marx

    Importância de Karl Marx para a Sociologia O intelecto alemão Karl Marx que fez sua história como filósofo, economista, historiador, jornalista e também político. Acabou, como consequência lhe deixando um legado por ser um dos maiores socialistas de sua época, até os dias atuais. É conhecido pelos seus estudos de causas sociais. Teve uma grande importância politica na Europa, ao escrever o manifesto comunista, juntamente com Friedrich Engels, que deu origem ao marxismo. Também foi um ativista...

    1269  Palavras | 6  Páginas

  • Cultura e sociedade: sobre karl marx

    Já na idéia de Karl MARX ele m considerava um instrumento de mudanças na estrutura econômica capitalista que era injusta e desigual. Olhando por outro lado vendo por Karl MARX abordando por temas fisiológicos , históricos alem sociólogos a preocupação central do autor a implantação de uma sociedade comunista mas não era exatamente as características do capitalismo seria organizar um modo capitalista com uma divisão básica protestante e capitalista . Karl MARX possui uma visão, mas...

    699  Palavras | 3  Páginas

  • Karl Marx

    CENTRO DE ENSINO MÉDIO SETOR LESTE SOCIOLOGIA PROFª: MARILENE MARGARETH LARA CARVALHO EXERCÍCIOS: KARL MARX E A HISTÓRIA DA EXPLORAÇÃO DO HOMEM 1) “A história de todas as sociedades existentes até hoje tem sido a história das lutas de classes. Homem livre e escravo, patrício e plebeu, barão e servo, mestre de corporação e companheiro, numa palavra, opressores e oprimidos, têm permanecido em constante oposição uns aos outros, envolvidos numa luta ininterrupta, ora disfarçada...

    500  Palavras | 2  Páginas

  • Resumo Karl Marx

    Resumo: Marx O capitalismo: Para Marx, o capitalismo era um modo de produção historicamente transitório cujas contradições internas o levariam à queda e ao surgimento de uma sociedade mais justa. Marx queria transformar a realidade exploradora do capitalismo através do conhecimento filosófico que não apenas interpreta a realidade, mas ajuda a promovera Práxis. Práxis: A práxis é um conceito central no pensamento de Marx. Consiste na união da interpretação da realidade (teoria – conhecimento...

    969  Palavras | 4  Páginas

  • A alienação segundo karl Marx

    A alienação segundo Karl Marx Como é sabido, Marx é tanto adepto da filosofia hegeliana quanto seu mais famoso crítico. Sua adesão ao método dialético se estabelece, ao longo de sua obra, dentro de um projeto revolucionário de reformulação das estruturas sociais. Como já demonstramos em outro lugar (Poli, 1997), para Marx, Hegel soube descrever corretamente a forma de organização da ideologia burguesa. Sua crítica, tentando resumi-la em uma palavra, é que o projeto idealista de Hegel esconde...

    1332  Palavras | 6  Páginas

  • Direito e Estado sob a optica de Karl Marx

    Direito e Estado sob a óptica de Karl Marx O artigo de Marselha Silvério de Assis tem como proposito elaborar um estudo sobre a contribuição do filosofo alemão Karl Marx acerca da sociedade, do Estado e do Direito, sendo divido em cinco tópicos. 1) Introdução Com a revolução industrial a sociedade entrou em uma profunda e desastrosa crise: o numero de desempregados aumentou drasticamente, artesãos se viram falidos, uma vez que concorrer com o ritmo das fábricas tornou-se inviavel, mulheres...

    746  Palavras | 3  Páginas

  • Economia Marx

    A partir da análise crítica da economia política realizada por Marx, observamos que o poder privado (econômico) e o poder público (político) não devem ser considerados separadamente, pois sua dissociação faz parte do desenvolvimento e da manutenção do arcabouço ideológico do sistema capitalista. Assim, é no sentido de desvendar e apreender a base histórica de formação econômica e ideológica do sistema capitalista que Marx faz um estudo aprofundado dos clássicos da economia política representados...

    2141  Palavras | 9  Páginas

  • Trabalho de sociologia

    1) QUE RELAÇÃO MARX ESTABELECE ENTRE TRABALHO E VALOR? Para ele uma mercadoria possui primeiramente um valor de uso possui seguidamente um valor de troca, os dois valores estão ligados, dado que um objeto não se vende a não ser que seja útil a alguém. E, todavia, não é possível ligar o valor de troca à utilidade, porque não é verdadeiro que uma mercadoria tenha mais valor quanto mais útil é. Sendo assim, o valor de troca representa a quantidade de trabalho despendida na produção, conceito evidentemente...

    1393  Palavras | 6  Páginas

  • Economia política - karl marx - manuscritos

    Heinrich Marx, Economista, filósofo e socialista alemão de origem judaica e de classe média, nasceu em Trier em 5 de Maio de 1818 e morreu em Londres a 14 de Março de 1883. Estudou na universidade de Berlim, principalmente a filosofia hegeliana, e formou-se em Iena, em 1841, com a tese Sobre as diferenças da filosofia da natureza de Demócrito e de Epicuro. O manuscrito: Manuscritos Econômico-Filosóficos, de Karl Marx, escritos em paris em 1844, são anotações de estudos do jovem Marx. O Trabalho:...

    1615  Palavras | 7  Páginas

  • A relação de indivíduo e sociedade

          A RELAÇÃO DO INDIVÍDUO E SOCIEDADE          NATAL JUNHO/2012 LUANA KARLA FERNANDES FELIX       A RELAÇÃO DO INDIVÍDUO E SOCIEDADE       Trabalho apresentado à professora Maria Cristina Longo Cardoso Dias na disciplina de Filosofia I                   NATAL JUNHO/2012 APRESENTAÇÃO Este trabalho tem como objetivo mostrar a relação entre indivíduo e sociedade nos autores Rousseau, Bentham, Mill e Marx, bem como os...

    1541  Palavras | 7  Páginas

  • Emile durkheim e karl marx

    Karl Marx Faculdade de Engenharia e Arquitetura da Fumec Turma PA Belo Horizonte – 2012 SUMÁRIO Émile Durkheim................................................................................ 4 Divisão social do trabalho.......................................... 4 Solidariedade Social.................................................. 4 Representações Coletivas......................................... 5 Relação com a Engenharia........................................ 5 Karl Marx........

    1417  Palavras | 6  Páginas

  • Introdução à sociologia de karl marx

    Introdução Karl Heinrich Marx nasceu em 1818 em Treves, na Alemanha. Concluiu seus estudos na Universidade de Berlim, cursou filosofia, direito e história e teve seu destaque no campo da Sociologia e no campo econômico. Foi um dos principais autores que contribuiu para a sociologia. Desenvolveu estudos sobre as relações entre indivíduos e sociedade concebendo as divisões em classes, criando assim, o Marxismo. Preocupava-se em transformar o mundo, mas não sem antes interpretá-lo. Junto a Friedrich...

    1769  Palavras | 8  Páginas

  • Sociologia Trabalho

    Aluna: Mariana Krauspenhar Questões referentes ao trabalho de sociologia: 1) Descreva o pensamento dos seguintes autores e sua importância para a sociologia. Emile Durkheim: Durkheim formou-se em Filosofia, porém sua obra inteira é dedicada à Sociologia. Seu principal trabalho é na reflexão e no reconhecimento da existência de uma "Consciência Coletiva". Ele parte do princípio que o homem seria apenas um animal selvagem que só se tornou humano porque foi capaz de aprender hábitos e costumes...

    3806  Palavras | 16  Páginas

  • Trabalho de sociologia

    dessa maneira pode-se explicar a relação sociedade individuo, criando uma procura por respostas, assim surge a Sociologia como ciência. Seus principais sociólogos fora Karl Marx, Emile Durkheim e Max Webber. 2) Do ponto de vista epistemológico, os três autores estudados (Weber, Marx e Durkheim) desenvolveram suas teorias entendendo a sociedade moderna a partir de visões distintas. Explique os pressupostos epistemológicos de um dos autores no que se refere a relação indivíduo-sociedade. R Para...

    590  Palavras | 3  Páginas

  • Trabalho de Sociologia

    1. Se a divisão do trabalho não produz a solidariedade é que as relações entre diferentes órgãos não estão regulamentadas e produzem um estado que Durkheim denomina de a) divisão do trabalho mecânica. b) divisão do trabalho orgânica. c) divisão do trabalho anômica. d) divisão do trabalho difusa. e) divisão do trabalho antagônica. 2. Quais são as três principais perspectivas que formam o núcleo clássico do pensamento sociológico? a) materialismo histórico, sociologia compreensiva e evolucionismo...

    642  Palavras | 3  Páginas

  • Fichamento do capitulo 1 " a mercadoria" de karl marx

    Bueno Vidigal Aluno(a): Nelson Gomes Neto RA: 70818 Fichamento : “Capítulo I – A Mercadoria” OS DOIS FATORES DA MERCADORIA: VALOR DE USO E VALOR No modo de produção capitalista o que aparece com intenso destaque é a “imensa coleção de mercadoria” e a mercadoria individual como sua forma elementar. Dessa forma, nosso estudo começa com a análise da mercadoria. Marx diz que “a mercadoria é, antes de tudo, um objeto externo, uma coisa, a qual pelas suas propriedades satisfaz a necessidades humanas...

    1658  Palavras | 7  Páginas

  • Karl marx e o materialismo histórico

    MARX E O MATERIALISMO HISTÓRICO Igor Karlos de Araujo e Silva RESUMO Este artigo tem a intenção de explicar aos iniciantes, e veteranos também, os estudos de Karl Marx sobre o materialismo histórico, mostrando e explicando sua origem, como foi concebido e seus conceitos, para se ter um entendimento simples, completo e direto sobre o Materialismo. Além disso, vamos analisar algumas das ideias e categorias que fundamentam e estruturam o método materialista histórico-dialético, buscando um conhecimento...

    2587  Palavras | 11  Páginas

  • MARX

    O sociólogo Karl Marx viveu sobre a instalação do capitalismo industrial, na qual suas teorias se caracterizam pela luta entre as classes. Ele acreditava que as classes trabalhadoras deveriam derrubar o sistema capitalista empregado na época. Neste período houve a criação de propriedades privadas, em que a força de trabalho do trabalhador se torna também uma mercadoria. Dessa forma a sociedade capitalista foi divida em duas, burgueses que havia matéria prima e eram os donos de meio de produção que...

    765  Palavras | 4  Páginas

  • Trab Sociologia Marx Weber e Durkheim

    Nicilovitz Graduando do curso de Licenciatura em História Disciplina: Introdução a Sociologia Professora: Vanessa Marx RESUMO DOS TEXTOS ‘Burgueses e proletários (Marx/Engels, 1984)” “ A divisão social do trabalho (Durkheim, 1984) “ Os três tipos puros de dominação (Weber, 1994) PORTO ALEGRE, 15 DE JUNHO DE 2015 ‘Burgueses e proletários (Marx/Engels, 1984)” De acordo com Marx e Engels, a história de todas as sociedades tem sido a história da luta de classes. Nas diferentes épocas históricas...

    1543  Palavras | 7  Páginas

  • Resumo dos 3 sociólogos clássicos Karl Marx, Emile Durkhein e Marx Webber

    sociólogos clássicos Karl Marx é um alemão nascido em 1818 e falecido em 1883. Sua obra mais importante se chama: “Manuscritos Econômicos e Filosóficos” (1884) que mostra uma noção fundamental de modo de produção, que seriam homens associados e realizando atividades em prol da sua sobrevivência. Além disso, um dos destaques dos estudos de Marx é a ideia das classes sociais, segundo ele, estas se enfrentam e fazem a história se movimentar (motor propulsor da história). Marx, com suas ideias visionárias...

    1728  Palavras | 7  Páginas

  • Trabalho de Sociologia

    TRABALHO DE SOCIOLOGIA Componente: Filipe Soares Constantino Henrico Cesar Toledo dos Anjos Igor Fialho de Oliveira Jessica Soares Felix Kenny Nubia Fonseca Oliveira Leonardo Marim Pereira Nadejda Gonçalves Moreira Stéphanie Lorrany Barbosa Tiago Marzola de Oliveira Belo Horizonte, 18 de março de 2013 1 Introdução Nosso objetivo é apresentar inicialmente uma introdução ao pensamento de Sociologia clássica...

    2273  Palavras | 10  Páginas

  • Resenha de karl marx

    Karl Marx era filho de um advogado judeu, porém sua família foi convertida ao protestantismo. Ele não tinha tanto interesse na Sociologia como Durkheim, porém resolveu estudar e desenvolveu uma teoria social com o objetivo de compreender as relações econômicas da sociedade e seus modos de produção capitalista. Ele fez uma grande crítica a esse sistema, pois este era marcado por relação de exploração e alienação, por esse fato pregou a revolução e socialização dos meios de produção. Para Marx, o sistema...

    664  Palavras | 3  Páginas

  • Karl marx e a história da exploração do homem

    transformação revolucionária de toda a sociedade, ou pela destruição das duas classes em luta.” (Karl Marx e Friedrich, Manifesto do Partido Comunista, in Cartas filosóficas e outros escritos, p.84.) a) Que classes sociais Marx identifica ao longo da história? b) Como são as relações entre elas? c) Como se dão, segundo Marx, as transformações em uma sociedade? 2) Marx, ao descrever a primeira forma de organização humana, que chamou de “comunidade original”, afirma...

    696  Palavras | 3  Páginas

  • Trabalho segundo Marx

     1) Como foi a evolução do trabalho das sociedades Medievais, modernas até as industriais capitalistas de hoje? Antigamente o trabalho da sociedade medieval era organizado em relação aos senhores feudais, por exemplo, o servo era obrigado a trabalhar nas terras dos senhores durante três dias por semana, além de entregar ao senhor parte do que produzia para o próprio sustento. Nas terras dos senhores feudais os servos precisavam primeiramente preparar, semear e colher para os senhores feudais...

    1083  Palavras | 5  Páginas

  • Sociologia do direito, karl marx

    SOCIOLOGIA DO DIREITO EXERCÍCIOS SOBRE KARL MARX Professora: Eliana Maria Martins Componentes: → Adson Mamede → Amanda Roberta → Ana Letícia → Bruna Nogueira → Deborah Luiza → Jeniffer Minelle → Jéssika Gomes → Luís Gustavo → Saulo Martins 1. a) Que classes sociais Marx identifica ao longo da história? R - É a classe dos proprietários, a burguesia e a dos trabalhadores. b) Como são as relações entre elas? R - É uma relação de exploração, pois a posse dos meios de produção sob a forma...

    2048  Palavras | 9  Páginas

  • MARX, WEBER E DURKHEIM: Estado, Sociedade e Direito

     MARX, WEBER E DURKHEIM: Estado, Sociedade e Direito Macaé 2013 MARX, WEBER E DURKHEIM: Estado, Sociedade e Direito Trabalho de Sociologia apresentado ao professor Sidnei Peres. Macaé 2013 SUMÁRIO INTRODUÇÃO..........................................................................................................................2 1 MARX.....................................................................................

    4227  Palavras | 17  Páginas

  • KARL MARX

    KARL MARX Luta de classes: confronto entre a classe opressora, burguesia, e a classe oprimida, proletariado, que atuam como classes opostas no capitalismo. Para Marx a evolução histórica da sociedade se dá por essa luta de classes. Alienação: segundo Marx é a condição onde o trabalho ao invés de ser um instrumento para a realização do homem e de sua condição humano, se torna instrumento de escravidão, acabando por desumanizá-lo, tendo sua vida e valores medidos pelo que se acumula e possui. Mais-Valia:...

    1322  Palavras | 6  Páginas

  • Marxismo - concepções político-ideológica de marx

    1. INTRODUÇÃO A obra de Karl Marx não surge, na cultura e na história ocidentais, por acaso. Ela é resultante de contexto sócio-político determinado. É uma resposta aos problemas da sociedade burguesa e uma proposta de intervenção que tem como centro a classe operária. Com efeito, o autor pretende através da fusão de todo patrimônio cultural existente até ele com a intervenção política do proletariado, um modo novo de ver a sociedade burguesa: compreendê-la para suprimi-la! Isso porque a revolução...

    4145  Palavras | 17  Páginas

  • Fichamento do capítulo “Karl Marx e a história da exploração do homem” da obra “Introdução à Sociologia” de Cristina Costa

    Fichamento do capítulo “Karl Marx e a história da exploração do homem” do livro “Introdução à Sociologia” de Cristina Costa Introdução Simultaneamente às teorias dos criadores da Sociologia, Marx desenvolveu, a partir das questões propostas pela realidade social, expresso na ideia do materialismo histórico. Com o objetivo de compreender e modificar o capitalismo, Marx estudou e escreveu sobre economia, filosofia e política. Suas ideias se desdobraram em várias vertentes e foram estudadas por vários...

    2443  Palavras | 10  Páginas

  • Mais Valor Absoluto E Mais Valor Relativo

    Mais valor absoluto e Mais valor relativo O presente trabalho visa discorrer sobre mais valor absoluto e mais valor relativo passando pela exposição dos conceitos e formas históricas de mais valor relativo. Para iniciar o assunto, tomaremos como exemplo a produção de fios de algodão que está no livro de Marx. A jornada de trabalho no exemplo é de 12 horas, o valor da força de trabalho (é ela que gera valor, mais-valia e conserva os valores do capital) é de 3 (essa unidade monetária reflete o valor...

    2242  Palavras | 9  Páginas

  • Surgimento da sociologia, weber, marx e durkheim

    INTRODUÇÃO No trabalho que será apresentado, num primeiro momento, tentarei mostrar como surgiu a Sociologia como uma ciência, e em qual contexto histórico isto ocorreu, quais são as reações e as conseqüências notáveis. Num segundo momento abre-se um debate que contrasta os três grandes pensadores da sociologia, Marx, Weber e Durkheim, mostrando no que influenciam e como são influenciados, também mostra suas semelhanças e diferenças. Dentro desse debate, sempre será citado algum outro autor...

    2216  Palavras | 9  Páginas

  • Sociologia de marx

    A SOCIOLOGIA DE MARX - RESUMO   MATERIALISMO DIALÉTICO     Baseado em Demócrito e Epicuro sobre o materialismo e em Heráclito sobre a dialética (do grego, dois logos, duas opiniões divergentes), Marx defende o materialismo dialético, tentando superar o pensamento de Hegel e Feuerbach.     A dialética hegeliana era a dialética do idealismo (doutrina filosófica que nega a realidade individual das coisas distintas do "eu" e só lhes admite a idéia), e a dialética do materialismo...

    2220  Palavras | 9  Páginas

  • Trabalho comparativo da servidão moderna e a teoria de marx

    DOCUMENTÁRIO “A SERVIDÃO MODERNA” EM RELAÇÃO À TEORIA POLÍTICA DE KARL MARX Ciência Política e Teoria Geral do Estado Professor: Edmilson Maciel Grupo: Recife, 08 de Abril de 2013. “Que época terrível é está onde idiotas dirigem cegos”. (William Shakespeare) “Enfim, a República de fevereiro ao derrubar a coroa, atrás da qual se escondia o capital, fez com que se manifestasse nitidamente a dominação da burguesia”. (Marx, 1977, p. 58). “ALIENAÇÃO...

    1387  Palavras | 6  Páginas

  • Marx e o capitalismo

    MARX E O CAPITALISMO Autor: Prof. Fransérgio Follis “A desvalorização do mundo humano cresce na razão direta da valorização do mundo das coisas” (Karl Marx) 1. KARL MARX (1818-1883) Marx viveu num contexto histórico (séc. XIX) marcado pela expansão da sociedade capitalista industrial pela Europa. E é justamente essa sociedade que ele vai buscar compreender mediante a análise do seu desenvolvimento e das suas contradições. Marx faz uma análise sócio-econômica do sistema capitalista. Considera...

    4237  Palavras | 17  Páginas

  • Questionário sobre - Max Weber e Karl Marx

    FACULDADE DO SUDESTE GOIANO – FASUG QUESTIONÁRIO DE SOCIOLOGIA – MAX WEBER E KARL MARX PIRES DO RIO – GO JUNHO/2013 FACULDADE DO SUDESTE GOIANO – FASUG QUESTIONÁRIO DE SOCIOLOGIA – MAX WEBER E KARL MARX Trabalho elaborado pelos acadêmicos ______ e _______, da Turma __________, para obtenção de nota parcial_____da disciplina _________________, sob a orientação do...

    1376  Palavras | 6  Páginas

  • A relação entre a sociedade capitalista eo trabalho infantil

    A RELAÇÃO ENTRE O SISTEMA CAPITALISTA E TRABALHO INFANTIL Maria Claudiceia B. dos Santos1 Fundação educacional do baixo São Francisco Dr. Raimundo Marinho - FEBSFDRM Faculdade Raimundo Marinho – FRM RESUMO O presente artigo tem como objetivo discutir a questão do trabalho infantil e as suas diversas manifestações de produção na sociedade capitalista analisar as causas de sua utilização e intensificação durante a revolução industrial e a continuidade do fenômeno na sociedade Contemporânea...

    4749  Palavras | 19  Páginas

  • TRABALHO DE COMPORTAMENTO ORGANIZACIONAL Conceito de Aliena o

    ORGANIZACIONAL Trabalho de adaptação GAMA- DF 2015 Conceito de Alienação No capitalismo, com a propriedade privada nos meios de produção e a divisão técnica do trabalho, na qual imperam relações sociais de assalariamento, o acesso as riquezas materiais e simbólicas socialmente produzidas pela atividade de trabalho realizada pelo conjunto da humanidade, passa ser restrito apenas um grupo da população, a uma classe social: aquela que possui os meios de produção (MARX,2008a). Desta...

    952  Palavras | 4  Páginas

  • Unidade e luta: contradições da relação entre capitalistas e assalariados

    unidade digna de observação! É evidente que um processo de unidade se estabelece como um todo, pois o capitalista individual e seus assalariados entram com recursos particulares no processo de produção: o primeiro entra com o capital, na verdade ele ja é o capital personificado. Esse item é materializado em dinheiro, objetos e meios de produção. O outro grupo, possuidor apenas de uma mercadoria, a sua própria força de trabalho, a cede, por um tempo ao capitalista. Tempo determinado, é importante...

    744  Palavras | 3  Páginas

  • Trabalho PrAxis e o programa marxiano de

    Trabalho, Práxis e o programa marxiano de educação de Justino de Sousa Jr. Sobre a existência de um programa marxiano de educação e o lugar que nele ocupariam as categorias “trabalho” e “práxis” Apresentação: Prof. Valricélio Linhares 1 Perspectiva marxiana de educação  Uma perspectiva marxiana de educação se constrói a partir da própria constatação da presença de um forte caráter educativo nas formulações marxianas sobre a práxis, o trabalho, a alienação, a coisificação, a revolução, a emancipação...

    985  Palavras | 4  Páginas

  • Marx sobre as desigualdades sociais

    ....................................................................12 4 REFERÊNCIAS.......................................................................................................13 1 INTRODUÇÃO O trabalho apresenta de forma clara e rica as concepções de Karl Marx e como estes pensamentos sobrevivem até os dias atuais na sociedade. O marxismo influenciou os mais diversos setores da atividade humana ao longo do século XX, desde a política e a prática sindical até a análise e interpretação...

    2565  Palavras | 11  Páginas

tracking img