Qual O Número De Anagramas Que Podemos Formar Com As Letras Da Palavra Deus artigos e trabalhos de pesquisa

  • projetos

    = = 6 . 5 . 4 . 3 = 360 4! 2! 4! 2! e) n . n − 1 .  n − 2 . n − 3! n! = =n . n − 1 . n − 2  n − 3! n − 3! Exercícios: 1) Calcule: a) 8 ! b) 0! c) 8! 5! d) 10 ! 7 ! 9! 5! e) n − 2! n − 4! Números Binomiais ! n = p ! nn− p! p , n é o numerador e p a classe do binomial. Exemplos: a) 6! 6! 6 . 5 . 4! 6 . 5 30 6 = = = = = = 15 4! 6 − 4! 4! 2! 4! 2! 2! 2 4  5! 5! 1 1 5 = = = = = 1 0 !5 − 0...

    1094  Palavras | 5  Páginas

  • 1 APOSTILA RAC LOG MAT MERITUS ASA SUL 2013 PROF CARRIJO

    voltar o mesmo meio de transporte usado na ida? 3. Em Matemática chamamos de anagramas a todas as combinações de letras que podem ser feitas com as letras de uma palavra dada, mesmo que elas não formem palavras de nosso idioma. C om base nesse conceito, calcule: a) Quantos anagramas diferentes tem a palavra Quantas formações combinando as letras da palavra LUA, mesmo que elas não formem palavras de nosso idioma, podemos formar? BOA? Professor Carrijo – professorcarrijo@gmail.com Página 1 ALUB CONCURSOS...

    7174  Palavras | 29  Páginas

  • ANALISE COMBINATORIA

    Análise combinatória é um estudo realizado na matemática e na lógica, responsável pela análise das possibilidades e das combinações. Observe alguns exemplos de exercícios que são resolvidos utilizando análise combinatória. Se quiser saber quantos números de quatro algarismos são formados com os algarismos 1, 2, 3, 4, 5, 6, 7 e 9, é preciso aplicar as propriedades da análise combinatória. Um homem possui cinco camisas, quatro calças, três paletós e dois pares de sapatos. De quantos modos diferentes...

    2979  Palavras | 12  Páginas

  • PROBABILIDADE E ESTATÍSTICA

    casos posteriormente, isto é, pela frequência relativa do número de casos favoráveis determinada empiricamente, em sua obra Ars Conjectandi, publicada em 1713, pelo seu sobrinho Nicholas Bernoulli. A novidade consistia na tentativa de dar um tratamento formal à noção vaga de quanto maior fosse o acúmulo de evidência sobre uma desconhecida proporção de casos, mais próximo estar-se-ia de aceitar essa proporção, isto é, à medida que o número de observações aumenta. Pode-se afirmar que J. Bernoulli...

    25246  Palavras | 101  Páginas

  • apostila de 84 Exercicios Resolvidos de analise combinat ria

    Matemática fundamental e Médio– FIC RJ. Especializado em Ensino da Matemática – UERJ. Blog =>professortiagomachado.blogspot.com Currículo =>http://lattes.cnpq.br/0317131329053631 Exercícios de Análise combinatória – Resolvidos: 1) De quantos modos podemos escolher 5 cartas de um baralho de 52 cartas, sem levar em conta a ordem das mesmas, de modo que sempre apareçam os 4 ases? Informações: • Baralho de 52 cartas; • 4 ases; • • 52-4=48 => tiramos os ases do baralho. Solução: Sempre apareçam...

    5898  Palavras | 24  Páginas

  • Analise combinatória

    em paz. Hoje eu preciso ouvir qualquer palavra tua, qualquer frase exagerada que me faça sentir alegria em estar vivo. Hoje eu preciso tomar um café, ouvindo você suspirar e dizendo que eu sou o causador da tua insônia, que eu faço tudo errado sempre... Hoje preciso de você, com qualquer humor, com qualquer sorriso, hoje só tua presença vai me deixar feliz, só hoje...” “Jota Quest” Agradecimentos Primeiramente agradeço a Deus, por me dar à oportunidade de vencer mais...

    8455  Palavras | 34  Páginas

  • trabalho

    PROF. AMINTAS PAIVA AFONSO IPATINGA 2006 ÍNDICE 1 ANÁLISE COMBINATÓRIA 1.1 A Construção de Grupos 1.2 Fatorial de um Número 1.2.1 Exercícios 1.3 Princípio Fundamental da Contagem 1.3.1 Exercícios 1.4 Princípio Aditivo da Contagem 1.4.1 Exercícios 1.5 Exercícios de Fixação 1.6 Permutação Simples 1.6.1 Exercícios 1.7 Arranjo...

    10861  Palavras | 44  Páginas

  • Levantamento coletando as principais informações sobre a importancia da distribuição da agua no mundo

    famosa desculpa: “ou eu copio, ou eu presto atenção”. Muito bem, como já 2 disse, isso é desculpa! É muito importante copiar o que está na lousa, pois só assim você terá um material de consulta. Tente conciliar as coisas: preste atenção nas palavras do professor enquanto copia. Lembre-se: copiar não é ficar enfeitando o caderno! Acho muito bom cadernos organizados e coloridos, mas, se preciso, copie tudo sem muito capricho e depois passe a limpo suas anotações. O importante é que tenha, após...

    13598  Palavras | 55  Páginas

  • Estatistia Atividades

    desenvolvimento da Análise Combinatória. A necessidade de calcular o número de possibilidades existentes nos jogos gerou o estudo dos métodos de contagem. Grandes matemáticos se ocuparam com o assunto: o italiano Niccollo Fontana (1500-1557), conhecido como Tartaglia, e os franceses Pierre de Fermat (1601-1665) e Blaise Pascal (1623-1662). A Análise Combinatória visa desenvolver métodos que permitam contar - de uma forma indireta - o número de elementos de um conjunto, estando esses elementos agrupados...

    10742  Palavras | 43  Páginas

  • anagramas

    1 - (Uel-PR) Considere todos os números inteiros positivos que podem ser escritos permutando-se os algarismos do número 2341. Quantos dos números considerados são menores que 2341? a) 9 b) 15 c) 27 d) 84 e) 120 Resolução: O total de números formados será: P4 = 4! P4 = 4.3.2.1 = 24 números Destes 24, vejamos quantos começam por 1, quantos começam por 2, por 3, e por 4. Começando por 1:   1   .   3   .   2   .   1   = 6 Começando por 2:   1   .   3   .   2   .   1   = 6 Começando por...

    571  Palavras | 3  Páginas

  • Método de leitura - joão de deus

    Actas do VI Encontro Nacional (IV Internacional) de Investigação em Leitura, Literatura Infantil e Ilustração. Braga: Universidade do Minho, Outubro de 2006. João de Deus: Método de leitura com sentido Isabel Ruivo* RESUMO Esta comunicação pretende divulgar a temática da iniciação à leitura, através da metodologia que João de Deus apresenta em 1876, quando após dez anos de trabalho no projecto de criação de um método de leitura, foi editada, em 1876, a Cartilha Maternal, livro que suportava, num...

    6814  Palavras | 28  Páginas

  • Deus

    visite! www.pirate-ebooks.blogspot.com José Rodrigues dos Santos A FÓRMULA DE DEUS EDITORA RECORD RIO DE JANEIRO. SÃO PAULO 2008 À Florbela "Eu sou o Alfa e o Ômega, o principio e o fim aquele que é e que era, e que há de vir, o Todo-Poderoso.” APOCALIPSE, I, 8 Aviso Todos os dados científicos aqui apresentados são verdadeiros. Todas as teorias científicas aqui expostas são defendidas por físicos e matemáticos. Prólogo O homem dos óculos escuros riscou o fósforo e colou...

    155794  Palavras | 624  Páginas

  • Analise combinatoria

    01 1) Com os algarismos 1, 2, 3, 4 e 5 e sem repetição, pode-se escrever x números maiores que 2500. Qual o valor de x? Quantos números, distintos entre si e menores de 30.000, têm exatamente 5 algarismos não repetidos e pertencentes ao conjunto {1, 2, 3, 4, 5, 6}? Se A = {1, 2, 3, 4, 5}, a quantidade de números formados por dois algarismos não repetidos e tomadas de A é ....... . Seja uma sala de 8 portas. Então o número de maneiras distintas de se entrar nela e sair da mesma por um aporta diferente...

    3547  Palavras | 15  Páginas

  • Permutação com Elementos Repetidos

    cada um dos agrupamentos que podemos formar com certo número de elementos, onde ao menos um deles ocorre mais de uma vez, tal que a diferença entre um agrupamento e outro se dê pela mudança de posição entre seus elementos, damos o nome de permutação com elementos repetidos. Fórmula da Permutação com Elementos Repetidos Se em um dado conjunto um elemento é repetido a vezes, outro elemento é repetido b vezes e assim sucessivamente, o número total de permutações que podemos obter é dada por: A resolução...

    11331  Palavras | 46  Páginas

  • conbinações matematicas

    0001 é diferente da placa BAA 0100, embora haja os mesmos algarismos e letras em ambas.   1.1 - Permutação - é um caso específico de Arranjo, onde o número de elementos e o número de aplicações desses elementos é igual.   1.1.1 - Permutação com elementos repetidos - é um caso específico de Permutação, onde aplicam-se elementos repetidos, gerando duplicidades. ex. ARARA = os As e Rs mudando de posição geram muitos anagramas idênticos, pois não é possível distinguir um A de outro, assim como um...

    2298  Palavras | 10  Páginas

  • permutação

    permutação da palavra MATEMÁTICA ficaria da seguinte forma: Sem levar em consideração as letras (elementos) repetidas, a permutação ficaria assim: P10 = 10! = 3.628.800 Agora, como a palavra MATEMÁTICA possui elementos que repetem, como a letra A que repete 3 vezes, a letra T repete 2 vezes e a letra M repete 2 vezes, assim a permutação entre si dessas repetições seria 3! . 2! . 2!. Portanto, a permutação da palavra MATEMÁTICA será: Portanto, com a palavra MATEMÁTICA podemos montar 151200...

    566  Palavras | 3  Páginas

  • Analise Combinatoria

    permutação da palavra MATEMÁTICA ficaria da seguinte forma: Sem levar em consideração as letras (elementos) repetidas, a permutação ficaria assim: P10 = 10! = 3.628.800 Agora, como a palavra MATEMÁTICA possui elementos que repetem, como a letra A que repete 3 vezes, a letra T repete 2 vezes e a letra M repete 2 vezes, assim a permutação entre si dessas repetições seria 3! . 2! . 2!. Portanto, a permutação da palavra MATEMÁTICA será: Portanto, com a palavra MATEMÁTICA podemos montar 151200...

    2046  Palavras | 9  Páginas

  • analise combinatoria

    que Bia é tia de Zilda. Bia diz que Cati é irmã de Zilda. Cati diz que Dida é irmã de Zilda. Dida diz que Bia e Elisa têm diferentes graus de parentesco com Zilda, isto é: se uma é tia a outra é irmã. Elisa diz que Ana é tia de Zilda. Assim, o número de irmãs de Zilda neste conjunto de cinco amigas é dado por: a) 1 d) 4 b) 2 e) 5 c) 3 Sol.: O enunciado traz as seguintes informações: - Há cinco amigas: Ana, Bia, Cati, Dida e Elisa, que são tias ou irmãs de Zilda. - As tias de Zilda sempre...

    11079  Palavras | 45  Páginas

  • plug Deng

    serem escolhidas por um cliente? 2)Quantos números de três algarismos podem ser formados no sistema decimal? 3) Quantos números pares de três algarismos podem ser formados com os algarismos 1,3,5,6,8,9? 4) Quantos números de três algarismos distintos podem ser formados com os algarismos 1,3,5,6,8,9? 5) As chapas dos automóveis são formadas por três letras e quatro algarismos. Quantos carros podem ser licenciados nessas condições? 6) (PUC) O número total de inteiros positivos que podem ser...

    920  Palavras | 4  Páginas

  • trigonometria

    fila. 02. Quantos anagramas podemos formar a partir da palavra ORDEM? Um anagrama é uma palavra ou frase formada com todas as letras de uma outra palavra ou frase. Normalmente as palavras ou frases resultantes são sem significado, como já era de se esperar. Como a palavra ORDEM possui 5 letras distintas, devemos calcular o número de permutações calculando P5. Temos então: P5 = 5! = 5 . 4 . 3 . 2 . 1 = 120 Portanto: O número de anagramas que podemos formar a partir da palavra ORDEM é igual 120...

    679  Palavras | 3  Páginas

  • Análise Combinatório

    Análise combinatória é um estudo realizado na matemática e na lógica, é responsável pela análise das possibilidades e das combinações. Observe alguns exemplos de exercícios que são resolvidos utilizando análise combinatória. Se quiser saber quantos números de quatro algarismos são formados com os algarismos 1, 2, 3, 4, 5, 6, 7 e 9, é preciso aplicar as propriedades da análise combinatória. Um homem possui cinco camisas, quatro calças, três paletós e dois pares de sapatos. De quantos modos diferentes...

    1853  Palavras | 8  Páginas

  • Permutação com Elementos Repetidos

    Quantos anagramas podemos formar a partir das letras da palavra CURIÓ? Como já vimos, a permutação simples de n elementos distintos é dada por Pn, então como na palavra CURIÓ temos 5 letras distintas, o número de anagramas seria igual a P5, ou seja, será igual a 5! que é igual a 120. Quantos anagramas podemos formar a partir das letras da palavra ARARA? Note que embora esta palavra também tenha cinco letras, agora temos apenas duas letras distintas. A letra A que ocorre 3 vezes e a letra R que ocorre...

    601  Palavras | 3  Páginas

  • Aula de permutação

    Aula de Permutações: Agora vamos ler juntos o enunciado dos seguintes exercícios: 1- Quantos números com 5 algarismos distintos posso formar com os algarismos 1,2,3,5 e 8? - Levante a mão quem teria alguma dificuldade em resolver essa atividade? Solução: Sejam m: total de elementos dispostos n: número de elementos de cada grupo Nesse caso m = n = 5 sempre que temos m = n ,temos uma permutação. Permutação Simples Pm = m ! Fatorial m! = m(m-1) (m-2) Ex: 3! = 3.2.1=6 Logo...

    560  Palavras | 3  Páginas

  • Analise combinatória

    Permutação Simples Exemplo: Quantos anagramas podemos formar com as letras da palavra ROMA? ROMA ROAM RAMO RAOM RMOA RMAO OARM OAMR OMRA OMAR ORMA ORAM MAOR MARO MROA MRAO MOAR MORA __2___ 3ª posição __3___ 3ª posição __2___ __1___ 4ª posição 5ª posição AORM AOMR AMOR AMRO AROM ARMO __4___ __3__ 1ª posição 2ª posição __1___ 4ª posição 5! = 5 . 4 . 3 . 2 . 1 = 120 4! = 4 . 3 . 2 . 1 = 24 Permutação Simples Conforme os exemplos anteriores, podemos concluir que: Permutação...

    2603  Palavras | 11  Páginas

  • Principio fundamebtal da contagem

    Fundamental da Contagem. Em uma carteira escolar temos quatro livros de diferentes matérias, empilhados de cima para baixo nesta exata ordem: Português, matemática, história e geografia. Incluindo a ordem atual, de quantas maneiras no total podemos empilhar tais livros nesta carteira? Vamos pensar sobre o problema. Na escolha do primeiro livro a ser colocado na carteira temos 4possibilidades, pois ainda não colocamos nenhum livro nela, temos então quatro livros a escolher: Português, matemática...

    3597  Palavras | 15  Páginas

  • Combinação

    solução da equação [pic]= [pic] é um número natural: a) ímpar. b) múltiplo de 3. c) maior que 12. d) divisível por 5. e) divisor de 12. 8. Calcule: a) Sendo [pic]= [pic], quanto vale n? b) Considerando a sequência definida por an = n! ( n2 – 1 ) (n -1)! Determinar, a1000. 9. Quantos números pares de 5 algarismos distintos podemos formar com os algarismos 1, 2, 3, 4, 5, 6...

    567  Palavras | 3  Páginas

  • Analise combinatoria

    Análise combinatória é um estudo realizado na matemática e na lógica, responsável pela análise das possibilidades e das combinações. Observe alguns exemplos de exercícios que são resolvidos utilizando análise combinatória. Se quiser saber quantos números de quatro algarismos são formados com os algarismos 1, 2, 3, 4, 5, 6, 7 e 9, é preciso aplicar as propriedades da análise combinatória. Um homem possui cinco camisas, quatro calças, três paletós e dois pares de sapatos. De quantos modos diferentes...

    2635  Palavras | 11  Páginas

  • analise combinatoria

    análise combinatória e como montamos os seus agrupamentos. Dado o conjunto B dos algarismos B = { 1,2,3,4}. Qual a quantidade de números naturais de 3 algarismos que podemos formar utilizando os elementos do grupo B? Esse é um tipo de problema de análise combinatória, pois teremos que formar agrupamentos, nesse caso formar números de 3 algarismos, ou seja, formar agrupamentos com os elementos do conjunto B tomados de 3 em 3. Veja como resolveríamos esse problema sem a utilização de critérios...

    506  Palavras | 3  Páginas

  • Trabalho de Matemática

    formadas contendo as letras: A,E e I. De quantos modos distintos podemos colocar 3 livros juntos em uma estante de biblioteca? Auxílio: P(n)=n!, n=3 Resposta: N=1×2×3=6 De quantos modos distintos 5 pessoas podem sentar-se em um banco de jardim com 5 lugares? Auxílio: P(n)=n!, n=5 Resposta: N=1×2×3×4×5=120 Qual é o número possível de anagramas que se pode montar com as letras da palavra AMOR? Auxílio: P(n)=n!, n=4 Resposta: N=1×2×3×4=24 Quantos números com cinco algarismos podemos construir com...

    1850  Palavras | 8  Páginas

  • Exercicio Cálculo Combinatório

    dirigir. Q19- De quantas formas podemos dispor numa prateleira, lado a lado, 5 livros de matemática e 4 livros de biologia, todos diferentes, em cada caso? a) Livros de mesma matéria devem ficar juntos. b) Livros de mesma matéria não podem ficar juntos. c) O primeiro livro deve ser de matemática e o ultimo de biologia. d) Os dois livros das extremidades devem ser de matérias diferentes. Q20- Considere os anagramas da palavra ALBERTO. a) Qual é o total de anagramas? b) Quantos começam por B? ...

    935  Palavras | 4  Páginas

  • Análise Combinatória

    vice-presidente, oito candidatos; e para secretário, seis candidatos. Quantas chapas podemos formar? 2- Sabendo-se que um salão tem cinco portas, determine o número de maneiras distintas de entrar nele e sair dele sem usar a mesma porta. 3- Quantos são os números de quatro algarismos formados somente por algarismos pares? 4- Quantos veículos podem ser emplacados num sistema em que cada placa é formada por 3 letras (de um total de 26) e 4 algarismos (0 a 9)? 5- Renato dispõe de 6 calças, 4 paletós...

    1613  Palavras | 7  Páginas

  • TCA UNIUBE Letras Etapa 4

    pessoas. Vejo este curso de letras como uma cortina que se abre a minha frente, com muitas possibilidades e principalmente muito crescimento pessoal. As minhas expectativas são as melhores possíveis, apesar das dificuldades que tenho encontrado, mas com muita dedicação e esforço, não tenho dúvida que será uma batalha vencida e hoje vejo com muita clareza que estou vencendo a cada dia. Desenvolvimento; Já estamos na metade do curso de letras da UNIUBE, o que nos permite...

    3618  Palavras | 15  Páginas

  • Analise conbinatória

    com um baralho de 52 cartas? O número é igual a 52! (ou seja, "cinquenta e doisfatorial"), que é o produto de todos os números naturais de 1 até 52. Pode parecer surpreendente o quão enorme é esse número, cerca de 8,065817517094 × 1067. Comparando este número com alguns outros números grandes, ele é maior que o quadrado do Número de Avogadro, 6,022 × 1023, quantidade equivalente a um mol". FATORIAL O fatorial de um número n (n pertence ao conjunto dos números naturais) é sempre  o produto de...

    962  Palavras | 4  Páginas

  • analize combinatoria

    Análise combinatória é um estudo realizado na matemática e na lógica, responsável pela análise das possibilidades e das combinações. Observe alguns exemplos de exercícios que são resolvidos utilizando análise combinatória. Se quiser saber quantos números de quatro algarismos são formados com os algarismos 1, 2, 3, 4, 5, 6, 7 e 9, é preciso aplicar as propriedades da análise combinatória. Um homem possui cinco camisas, quatro calças, três paletós e dois pares de sapatos. De quantos modos diferentes...

    1363  Palavras | 6  Páginas

  • Analise combinatoria

    análise combinatória e como montamos os seus agrupamentos.  Dado o conjunto B dos algarismos B = { 1,2,3,4}. Qual a quantidade de números naturais de 3 algarismos que podemos formar utilizando os elementos do grupo B?  Esse é um tipo de problema de análise combinatória, pois teremos que formar agrupamentos, nesse caso formar números de 3 algarismos, ou seja, formar agrupamentos com os elementos do conjunto B tomados de 3 em 3.  Veja como resolveríamos esse problema sem a utilização de critérios...

    2803  Palavras | 12  Páginas

  • monte uma matriz de ordem 6 e calcule seu determinante usando o determinantes pelo metodo de triangularização

    probabilidade, mas não aquela contagem um-a-um e, sim, os princípios de contagem, para determinar o número total de resultados possíveis ao observar – ou procurar prever – os resultados de um experimento, de um jogo, dentre outras situações. Esse conteúdo provavelmente não é novidade, pois já foi visto no 6º ano (princípio fundamental da contagem). c) + d) e) f) * Fatorial de um Número Natural * Princípio Fundamental da Contagem (PFC) Na resolução de problemas de contagem por meio ...

    2440  Palavras | 10  Páginas

  • lista de principio multiplicativo e Permuta o 2015

    1) Quantos números de quatro algarismos distintos podem ser formados usando-se os algarismos 3, 4, 5, 7, 8 e 9? 2) Usando-se 5 dos algarismos 1, 2, 3, 4, 5, 6 e 7, sem repeti-los, quantos números pares podemos formar? 3) Para ter acesso a um certo arquivo de um microcomputador, o usuário deve realizar duas operações: digitar uma senha compostas de três algarismos distintos e, se for aceita, digitar uma segunda senha composta de duas letras distintas escolhidas do alfabeto de 26 letras. Quem não...

    786  Palavras | 4  Páginas

  • Matematica Total Slide

    necessariamente um inteiro). EXEMPLO: Os índios Baniwa fazem parte do complexo cultural de 22 povos indígenas da Amazônia brasileira. Somam cerca de 12 mil pessoas, das quais 4 mil vivem no Brasil e o restante, na Colômbia e na Venezuela. A razão entre o número de índios Baniwa que vivem no Brasil e que vivem no exterior é: (A) 1 / 2 (B) 1 / 3 (C) 1 / 4 (D) 2 / 3 (E) 3 / 4 SOLUÇÃO: SOLUÇÃO: PROFESSOR : ALEXANDRE PORTELA MATÉRIA: MATEMATICA ASSUNTO: TEORIA DE CONJUNTOS Teoria dos conjuntos é...

    6842  Palavras | 28  Páginas

  • Abalos sismicos

    130 120 X 2. ( ITA - SP ) Quantos números de 3 algarismos distintos podemos formar empregando os caracteres 1, 3, 5, 6, 8 e 9 ? 60 120 X 240 40 80 3. Do quantos modos pode vestir-se um homem que tem 2 pares de sapatos, 4 paletós e 6 calças diferentes, usando sempre uma calca, uma paletó e um par de sapatos ? 52 86 24 32 48 X 4. ( UFGO ) No sistema de emplacamento de veículos que seria implantado em 1984, as placas deveriam ser iniciadas por 3 letras do nosso alfabeto. Caso o sistema...

    1719  Palavras | 7  Páginas

  • PFC (principio fundamental da contagem)

    7 Fatorial de um número de um número natural 9 Agrupamentos simples 10 Permutações 11 Cálculo do número de permutações 12 Combinações 15 Combinação simples 15 Escolher (combinações) e ordenar (permutações) 16 Arranjos 19 Arranjos simples 19 Permutações circulares 20 Introdução A análise combinatória é a parte da matemática que estuda e desenvolve métodos para a resolução de problemas que envolvem contagem. Aqui, vamos entender por contagem à determinação do número de maneiras de tomarmos...

    3599  Palavras | 15  Páginas

  • Análise combinatória

    combinatória é um ramo da matemática que estuda coleções finitas de objetos que satisfaçam certos critérios específicos, e se preocupa, em particular, com a contagem de objetos nessas coleções. Esse ramo da matemática surgiu da necessidade de calcular o número de possibilidades existentes nos jogos de azar no século XVI pelo matemático italiano Niccollo Fontana (1500-1557), conhecido como Tartaglia. Depois vieram os franceses Pierre de Fermat (1601-1665) e Blaise Pascal (1623-1662), mas o assunto ganhou...

    1918  Palavras | 8  Páginas

  • fatorial

    Fatorial Ao produto dos números naturais começando em n e decrescendo até 1 denominamos de fatorial de n e representamos por n!. Segundo tal definição, o fatorial de 5 é representado por 5! e lê-se 5 fatorial. 5! é igual a 5 . 4 . 3 . 2 . 1 que é igual a 120, assim como 4! é igual a 4 . 3 . 2 . 1 que é igual a 24, como 3! é igual a 3 . 2 . 1 que é igual a 6 e que 2! é igual a 2 . 1 que é igual a 2. Por definição tanto 0!, quanto 1! são iguais a 1. Abaixo, no final da página, temos uma tabela...

    1115  Palavras | 5  Páginas

  • Permutação Simples

    o princípio fundamental da contagem tínhamos quatro livros (português, matemática, história e geografia) e calculamos o número total de formas que poderíamos empilhá-los em uma carteira escolar. Em outras palavras, fazíamos uma permutação no posicionamento destes livros na pilha sobre a carteira. Permutação Simples A cada um dos agrupamentos que podemos formar com certo número de elementos distintos, tal que a diferença entre um agrupamento e outro se dê apenas pela mudança de posição entre seus...

    2252  Palavras | 10  Páginas

  • Atps de matemática fundamental ii e médio 3 semestre

    Exercícios 36 ETAPA 4 16 História Equação Polimonial 44 17 Aula-tema: Equações polimoniais 46 18 Exercícios 47 ETAPA 5 19 Números Complexos, uma abordagem histórica 55 20 Como surgiram os números Complexos 55 21 Exercícios 58 22 Referencias 64 Etapa 1ª Aula-tema: Trigonometria A palavra trigonometria vem de três radicais gregos; tri (de três), gonos (ângulos) e metron (medir).Vêm por objetivo o cálculo das medidas dos lados e ângulos...

    7560  Palavras | 31  Páginas

  • Analise Combinatória

    de Newton Números Binomiais Números Binomiais complementares Propriedades dos Números Binomiais Triângulo de Pascal Construção do triângulo Propriedades dos Triângulos Binômio de Newton Termo geral do Binômio 1. ANÁLISE COMBINATÓRIA É a parte da matemática que estuda o número de possibilidades de um determinado acontecimento (evento) sem, necessariamente, descrever todas as possibilidades. 1.1. FATORIAL O Fatorial é indicado por um ponto de exclamação ao lado do número. Assim, sendo...

    2085  Palavras | 9  Páginas

  • analise combinatoria

    chances de vitória nas partidas que disputavam. Tem larga aplicação nos estudos de probabilidade e estatística. Além disso, problemas de contagem fazem parte do nosso cotidiano. Desde muito cedo aprendemos a contar e, aprendendo boas técnicas, podemos realizar contagens com eficiência, brevidade e precisão. É importante notar, ao resolver questões desse assunto, que apesar de haver uma infinidade de situações diferentes entre si, eles podem ter semelhanças em vários pontos. Dessa forma para que...

    15856  Palavras | 64  Páginas

  • Exercicios Matematica

    Aula 37 3. Sejam os conjuntos A = {x ∈ IN | 5 < x , 12} e B = {x ∈ IN | 8 , x < 20}. Obtenha o número de elementos que pertencem a A ou a B. Introdução às técnicas de contagem Temos: 1º modo ⇒ A = {5, 6, 7, …, 11} B = {9, 10, 11, …, 20} ⇒ ⇒ A∩B = {9, 10, 11} • Alguns exercícios de contagem. • Revisar o número de elementos da união de dois conjuntos finitos. • Contagem: Princípio da Adição. n(A) = 11 – 4 = 7 n(B) = 20 – 8 = 12 n(A ∩ B) = 11 – 8 = 3 Assim: n(A ∪ B)...

    3822  Palavras | 16  Páginas

  • Ética

    Calcule o número de senhas possíveis. Solução. Há 26 letras e 10 algarismos, num total de 36 caracteres. Como a 1ª posição será uma letra, temos um total de: 26.36.36.36 = 26.363 = 1213056 combinações possíveis. 2- Quantos anagramas podemos obter da palavra PASTEL? Quantos começam por L? Quantos terminam por vogal? Solução. O total de anagramas consiste na permutação das letras. São seis letras, logo: 6! = 720 anagramas. - Começando com L, temos: L(_ _ _ _ _) com as cinco letras permutando:...

    1032  Palavras | 5  Páginas

  • Introdução à análise combinatória

    FUNDAMENTAL DA CONTAGEM DEFINIÇÃO: O principio fundamental da contagem diz que um acontecimento ocorre em duas situações sucessivas e independentes, sendo que a primeira situação ocorre de (a) maneiras e a segunda situação ocorre de (b) maneiras, então o número total de possibilidades de ocorrência desse acontecimento é dado pelo produto de a por b ou seja (a . b). Exemplo 1: Em quantas ordens diferentes 4 pessoas podem se sentar num sofá de 4 lugares? RESOLUÇÃO: A Árvore de possibilidades nos mostra todos...

    1838  Palavras | 8  Páginas

  • combinatoria

    problema combinatório é o seguinte: Quantas ordenações é possível fazer com um baralho de 52 cartas? O número é igual a 52! (ou seja, "cinquenta e dois fatorial"), que é o produto de todos os números naturais de 1 até 52. Pode parecer surpreendente o quão enorme é esse número, cerca de 8,065817517094 × 1067. Comparando este número com alguns outros números grandes, ele é maior que o quadrado do Número de Avogadro, 6,022 × 1023, quantidade equivalente a um mol". Princípios aditivo e multiplicativo[editar] ...

    4596  Palavras | 19  Páginas

  • analise

    Coordenadoria dos Cursos de Ciência da Computação e Engenharia da Computação Exercícios 1) (POSCOMP - 2006) Quantos anagramas distintos podem ser formados com a palavra cochilo? Um anagrama é uma palavra formada pela transposição das letras de outra palavra. Por exemplo, Iracema e Rmciaae são dois exemplos de anagramas distintos da palavra América. Observe que a palavra formada não precisa ter sentido. a) 5040 b) 2520 c) 630 d) 1260 e) 120 2) Para o desenvolvimento de um projeto, determinada...

    2678  Palavras | 11  Páginas

  • atps estatistica

    fila. 02. Quantos anagramas podemos formar a partir da palavra ORDEM? Um anagrama é uma palavra ou frase formada com todas as letras de uma outra palavra ou frase. Normalmente as palavras ou frases resultantes são sem significado, como já era de se esperar. Como a palavra ORDEM possui 5 letras distintas, devemos calcular o número de permutações calculando P5. Temos então: P5 = 5! = 5 . 4 . 3 . 2 . 1 = 120 Portanto: O número de anagramas que podemos formar a partir da palavra ORDEM é igual 120...

    2057  Palavras | 9  Páginas

  • Lista05 MD Combinatoria B

    de ela se vestir trajando saia e blusa? 02) Consideremos os algarismos{1, 2, 3, 4, 5}. Quantos números de três algarismos podemos formar: a)podendo repetir algarismos b)sem repetição c)que sejam números pares d)que sejam números pares com algarismos distintos e)que sejam ímpares f)ímpares com algarismos distintos g)que sejam divisíveis por 5 h)que sejam divisíveis por 5 com algarismos distintos i)números maiores que 400 j) nos maiores que 400 com algarismos distintos os k) n maiores que 300, divisíveis...

    1577  Palavras | 7  Páginas

  • Apostila Analise Combinatoria

    que uma dessas 4 que dirigem ocupe o lugar da direção? 1. Calcule o número de formas distintas de 5 pessoas ocuparem os lugares de um banco retangular de cinco lugares. R= 120 2. Há quatro estradas ligando as cidades A e B, e três estradas ligando as cidades B e C. de quantas maneiras distintas pode­se ir de A a C, passando por B? R = 12 3. Quantos veículos podem ser emplacados num sistema em que cada placa é formada por 2 letras (de um total de 26) e 4 algarismos (de 0 a 9)? R = 6.760.000 4. Quantos...

    3552  Palavras | 15  Páginas

  • Guerra de canudos

    existentes nos chamados jogos de azar que levou o desenvolvimento da Análise Combinatória. Problemas que envolvem contagem O princípio fundamental da contagem permite-nos a contagem sem descrição das possibilidades. Quando o número de possibilidade é pequeno, podemos usar o processo chamado de árvore de possibilidades. Exemplos: 1) Para a eleição da Associação de Pais e Mestres da escola, há três candidatos a presidente e dois a vice-presidente. Candidatos a presidente Candidatos...

    4374  Palavras | 18  Páginas

  • Material 4375 D

    acontecimento pode ocorrer. Contar diretamente os possíveis resultados de uma experiência é, em geral, muito trabalhoso se as possibilidades são muito numerosas. Por isso desenvolveremos as chamadas técnicas de contagem indireta. A Combinatória estuda o número de possibilidades de ocorrência de um determinado acontecimento, e seu estudo é de grande interesse nos mais variados campos. O químico o utiliza, ao estudar as possíveis uniões entre os átomos; o diretor de uma escola, ao distribuir os professores...

    6060  Palavras | 25  Páginas

  • estatistica

    quantas formas ele poderá escolher as 6 questões? Resp: 28 2) O número de anagramas da palavra CONJUNTO que começam por C e terminam por T é Resp: 180 3) Quantos números naturais distintos podemos formar com os algarismo de 1 9 ? Resp: 1312416 4) De quantas maneiras sete meninos podem sentar-se num banco que tem apenas sete lugares? Resp: 5040 5) Quantos números de quatro algarismos distintos podemos formar com os algarismo 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8e9? Resp: 3024 Em uma prova...

    534  Palavras | 3  Páginas

  • Matemática

    1) Quantas palavras com significado ou não de 3 letras podemos formar com as letras A,L,I? Vamos denotar o conjunto das letras A,L,I sendo X= {A,L,I} Como estamos trabalhando com permutações, então P=n , logo temos 3 possibilidades para a 1º posição 3-1 possibilidades para a 2º posição 3-2 possibilidades para a 3º posição Note que sempre que tratarmos sobre permutações, e não existir nenhuma condição para permutar os elementos do conjunto, P(n) = n! Ou seja se temos 3 elementos, então P3...

    955  Palavras | 4  Páginas

  • Analise

    diferentes ele pode formar esse “KIT” de presentes? Uma moça possui 4 calças, 3 saias, 6 blusas e 5 pares de chinelo. De quantas maneiras diferentes ela pode se aprontar? Numa sala de professores há 6 professores de Raciocínio Lógico, 8 de português e 10 de Direito Constitucional. Desejase formar uma equipe composta por dois professores, um de cada matéria. De quantas maneiras diferentes podemos formar essa equipe? Utilizando-se os algarismos 2; 4; 5; 6; 7 e 8, quantos números de três algarismos distintos...

    2125  Palavras | 9  Páginas

  • Matematica

    formulário11. Quantos são os números naturais de dois algarismos que são múltiplos de 5? 12. Eu possuo 4 pares de sapatos e 10 pares de meias. De quantas maneiras poderei me calçar utilizando um par de meias e um de sapatos? 13. De quantas formas podemos dispor as letras da palavra FLUOR de sorte que a última letra seja sempre a letra R? 14. Quantos números naturais com 3 algarismos podemos formar que não comecem com 16, nem com 17? 15. São quantos os números ímpares com três algarismos...

    754  Palavras | 4  Páginas

tracking img