Qual A Diferença Entre Revelação E Inspiração artigos e trabalhos de pesquisa

  • Diferença entre Inspiração, Revelação e Iluminação.

    Disciplina: Introdução Bíblica Data: 12/06/2013 Tema do Trabalho: Diferença entre Inspiração, Revelação e Iluminação. Inspiração, revelação e iluminação - Estes três conceitos caminham bem juntos, mantendo uma estreita ligação entre si, e são necessários para uma melhor compreensão do ensino das Escrituras. Podem-se definir assim: Inspiração - O termo vem do latim inspiro, que significa "soprar para dentro". "Inspiração" significa que Deus soprou para dentro do autor bíblico a Sua verdade...

    815  Palavras | 4  Páginas

  • inspiração

    outra forma nós não o entenderíamos. OS DOIS ASPECTOS DA REVELAÇÃO GERAL São aspectos de revelação Geral: ? A sua disponibilidade Universal; ? O conteúdo da sua mensagem. REVELAÇÃO ESPECIAL É Deus se comunicando através da sua palavra e de seu Filho Jesus Cristo. A Revelação Especial teve como objetivo principal promover um relacionamento redentor para o homem.A revelação especial é a revelação particular d Deus. A NECESSIDADE DA REVELAÇÃO ESPECIAL Com a queda , Deus começa a tratar da situação...

    3064  Palavras | 13  Páginas

  • A inspiração da bíblia

    A INSPIRAÇÃO DA BÍBLIA Temos visível evidência que a Bíblia é uma revelação de Deus. E é nos dito na Bíblia que Deus deu a revelação por inspiração. Se a Bíblia é a revelação de Deus, justo é deixá-la falar por si mesma sobre a sua própria natureza. É nosso propósito, então, inquirir neste capítulo do sentido e da natureza da inspiração, segundo o propósito testemunho da Bíblia. No curso que estamos seguindo aqui observamos a razão no seu sentido mais elevado. Mostrou-se que a razão requer uma...

    2450  Palavras | 10  Páginas

  • A inspiração da biblia sagrada

    A Inspiração das Sagradas Escrituras A palavra “inspiração” vem do latim e é a tradição do termo grego theópneustor de 2 Timóteo 3.16, que na RC temos assim traduzido: “Toda Escritura divinamente inspirada é proveitosa para ensinar, para redarguir, para corrigir, para instruir em justiça”. “Inspirado por Deus”, conforme consta na ARA, não é um texto melhoramento em relação à RC, pois theópneustos significa respirado por Deus para fora em vez de para dentro --- divinamente ex-pirado, em vez de inspirado...

    17302  Palavras | 70  Páginas

  • REVELAÇAO

    REVELAÇÃO • O percurso do AT e do NT, apresentando as características de cada grupo de livros A escritura dos livros só começa a partir de Davi, a maior parte deles não foi feito por uma pessoa, mas por várias durando muitos séculos para serem constituídos. Logo o Pentateuco, por exemplo, só teve sua definição após a morte de Moisés. As profecias que tiveram seu início com Amós e Oseias terminaram com Joel e Zacarias. A ordem dos livros não é histórica mas sim lógica. O Antigo testamento é a...

    4649  Palavras | 19  Páginas

  • Teorias da inspiração

    As várias teorias a respeito da inspiração Ao longo da história, as teorias a respeito da inspiração da Bíblia têm variado segundo as características essenciais de três movimentos teológicos: a ortodoxia, o modernismo e a neo-ortodoxia. Ainda que essas três perspectivas não se limitem a um único período, suas manifestações primordiais são características de três períodos sucessivos na história da igreja. Na maior parte dessa história, prevaleceu a visão ortodoxa, a saber: a Bíblia é a Palavra...

    8056  Palavras | 33  Páginas

  • A inspiração e a inerrância das escrituras

    (confessional) e pratica (vivencial) da Bíblia. Entendo, ainda, que qual quer dialogo teológico produtivo deve começar tendo a inerrância bíblica como um pressuposto essencial. Comecemos, pois, pela inspiração e inerrância das Escrituras, entendendo que a inerrância e a infalibilidade da Bíblia são decorrentes da sua inspiração. 1. ORIGEM E EMPREGO DA PALAVRA “CÂNON” 1. Origem da palavra A palavra “cânon” é derivada de uma raiz semítica [assírio: Quanû; ugarítico: Qn; hebraico: Qâneh]...

    3780  Palavras | 16  Páginas

  • A inspiração e inerrância das escrituras - hermisten costa (resumo)

    UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE CEFT – CENTRO DE EDUCAÇÃO, FILOSOFIA E TEOLOGIA RESUMO DO LIVRO: A INSPIRAÇÃO E INERRÂNCIA DAS ESCRITURAS XXX SÃO PAULO, 2012 XXX RESUMO DO LIVRO: A INSPIRAÇÃO E INERRÂNCIA DAS ESCRITURAS Trabalho apresentado ao Professor XXX, da disciplina de...

    4556  Palavras | 19  Páginas

  • A inspiração das escrituras

    A Inspiração da Escritura: Sua Perfeição e Harmonia 1 “A genuína convicção que os crentes têm da Palavra de Deus, acerca de sua própria salvação e de toda a religião, não emana das percepções da carne, ou de argumentos humanos e filosóficos, e, sim da selagem do Espírito, o que faz suas consciências mais seguras e todas as dúvidas resolvidas” – João Calvino, Efésios, São Paulo: Paracletos, 1998, (Ef 1.13), p. 36. Introdução: A Bíblia é um livro maravilhoso! Quando fazemos esta afirmação...

    5935  Palavras | 24  Páginas

  • Inspiração e canonicidade

    Embora tratado com frequência, a inspiração é um tema de importância perene. Ao autor parece bastante estranho vê-la ser considerada, muitas vezes, separada da questão da canonicidade. Saber o que é inspirado é tão vital quanto conhecer a natureza da inspiração. Neste livro, portanto, a canonicidade das Escrituras é tratada junto com a doutrina da inspiração, e alguma atenção é dada também à transmissão do texto bíblico ao longo dos séculos. A visão da inspiração aqui sustentada concorda plenamente...

    3230  Palavras | 13  Páginas

  • Inspiração e Canonicidade Bíblica –Laird Harris - Capítulo 4, 7, 8 e 9 - Crítica Textual e Inspiração

    Capítulo 4 Crítica Textual e Inspiração • Dentre os manuscritos principais do Antigo Testamento possuem a datação de 900 d.C. E há pouquíssima variação entres eles. • Quando observamos o trabalho dos copistas percebemos que eles possuíam uma técnica para que fossem os mais fiéis possíveis em suas cópias. Marcavam o versículo do meio, indicavam a letra do meio do texto e também mencionam o número total de versículos. Assim estas cópias ganham maior credibilidade. • A vulgata Latina, uma tradução...

    2988  Palavras | 12  Páginas

  • A diferença entre o cristianismo e o islamismo

    Introdução No Cristianismo e no Islamismo, os conceitos de amor a Deus e amor ao próximo diferem invariavelmente. Do ponto de vista teológico, isto omite diferenças elementares entre o Deus cristão e o Deus muçulmano. O Deus cristão é um Deus relacional e encarnado. Além disso, o Novo Testamento e os primeiros textos cristãos falam em Deus como uma única divindade com três pessoas igualmente divinas -Pai, Filho e Espírito Santo. Isso não é meramente um ponto da doutrina, mas algo que tem implicações...

    3832  Palavras | 16  Páginas

  • Revelação de deus na criação

    UNIVERSIDADE XX CURSO DE XXXX A REVELAÇÃO DE DEUS NA CRIAÇÃO ANÁPOLIS-GO 2012 A REVELAÇÃO DE DEUS NA CRIAÇÃO Monografia apresentada ao curso de bacharel, como requisito parcial para a obtenção do título de pós graduado. Orientador: CIDADE 2012 A REVELAÇÃO DE DEUS NA CRIAÇÃO Monografia apresentada ao curso de teologia, como requisito parcial para a obtenção do título de pós graduado. Aprovado em ____/____/____ ____________________________________ Orientador: Prof...

    11793  Palavras | 48  Páginas

  • Inspiração

    1. REVELAÇÃO, INSPIRAÇÃO E ILUMINAÇÃO 2. DOUTRINA DA REVELAÇÃO 3. REVELAÇÃOAs Escrituras, tanto o Antigo Testamento quanto o Novo Testamento, apresentam um relato da maneira pela qual Deus Se manifestou na história humana.Sem a revelação divina, sem o devido conhecimento do verdadeiro caráter e da vontade de Deus, a humanidade pereceria alienada por causa da culpa e do pecado.“Cumpre-nos conhecê-Lo tal como Ele se revela a si mesmo” (Ellen G. White, CBV. p. 409). 4. REVELAÇÃOA palavra revelação...

    1197  Palavras | 5  Páginas

  • Sagrada escritura - inspiração

    Sagrada Escritura – Inspiração A encarnação é o meio mais completo de revelação. Na realidade, Jesus é a revelação máxima de Deus. Deus falou em seu filho ou por intermédio Dele (Hebreus 1.1,2). A encarnação de cristo quer dizer “O Deus encarnado”; Deus feito Carne. O que parecia impossível aos homens, Deus tornou possível. Toda a plenitude de Deus se deu em Jesus Cristo, a qual ultrapassava a de profetas e apóstolos. E muito importante saber que, quando os profetas falavam, eram portadores de...

    1006  Palavras | 5  Páginas

  • Inspiraçao

    CONSIDERAÇÕES SOBRE INSPIRAÇÃO BÍBLICA* Jones Talai Mendes Eduardo da Silva Santos Resumo Este artigo estabelece, em linhas gerais, algumas considerações sobre a problemática teológica do conceito de inspiração. Busca a adução de três tendências gerais, que, com maior ou menor intensidade, se apresentam, quando o assunto é compreender como a Bíblia pode ser, ao mesmo tempo, palavra divina e palavra humana. PALAVRAS-CHAVE: Bíblia. Inspiração. Fundamentalismo. Liberalismo. Revelação. Abstract This...

    6191  Palavras | 25  Páginas

  • inspiração

    O Espírito de Profecia: Orientações para a Igreja Remanescente Organizado por Renato Stencel, diretor do Centro White, 2013 A Dinâmica da Inspiração: Olhando de Perto as Mensagens de Ellen White Juan Carlos Viera Renato Stencel (org.) 2013 O modelo “visionário” de inspiração Muitos cristãos acreditam no modelo “visionário.” Esse modelo sugere visões de caráter sobrenatural na qual o profeta exibe sinais de ser controlado por um poder sobrenatural. Tais sinais, como ficar...

    930  Palavras | 4  Páginas

  • Comércio internacional: diferenças culturais da china

    COMÉRCIO INTERNACIONAL: DIFERENÇAS CULTURAIS DA CHINA Fábio Vergara Ribeiro Profa. Elis Regina Tredesini Centro Universitário Leonardo da Vinci – UNIASSELVI Processos Gerenciais – Comércio Exterior 23/05/2008 RESUMO Para auxiliar o empresário interessado em participar deste mercado, traçamos um paralelo entre nossa cultura e a cultura chinesa, tentando amenizar o desconhecimento deste mercado tão distante de nós, seja em kilômetros ou em cultura. O conhecimento da cultura chinesa...

    2654  Palavras | 11  Páginas

  • Inspiração bíblica

    O que é inspiração bíblica? A inspiração bíblica também não é revelação de verdades que o autor humano não conheça. Existe sim, o carisma da Revelação, especialmente nos profetas. Mas é diferente da inspiração bíblica. Esta se exercia, por exemplo, quando o hagiógrafo descrevia uma batalha ou outros fatos documentados em fontes históricas, sem receber revelação divina. Inspiração Bíblica é a iluminação da mente do autor humano para que possa, com os dados de sua cultura religiosa e profana...

    1203  Palavras | 5  Páginas

  • Divina revelação dos anjos

    A Bíblia freqüentemente menciona anjos — servos ou mensageiros celestiais de Deus. Em A Divina Revelação dos Anjos, Mary Baxter combina ensino bíblico com experiências pessoais, proporcionando ao leitor reflexão e entendimento sobre o ministério dos anjos. Dr. David Yonggi Cho Pastor Sênior, Yoido Full Gospel Church Seul, Coréia A Divina Revelação dos Anjos descreve os sonhos, revelações e visões de Mary Baxter, revelando a operação dos anjos hoje. Um livro absolutamente interessante e...

    51085  Palavras | 205  Páginas

  • Bibliologia

    ter comunhão com ele, a menos que ele se revelasse a nós. REVELAÇÃO DAS ESCRITURAS A definição teológica de revelação é desvendar o que está encoberto. Revelação é a automanifestação de Deus, é a comunicação que ele faz de si mesmo a todas as pessoas em todos os tempos e lugares com propósito de entrar em relacionamento redentor com elas. A Bíblia é a revelação. Existem duas categorias de Revelação: Revelação Geral é uma revelação superficial onde Deus se comunica através da natureza, da historia...

    1800  Palavras | 8  Páginas

  • Revelação Divina

    se revela no Antigo e Novo Testamento devemos primeiro compreender o que é a revelação de Deus. A revelação divina é Deus se auto comunicando Ele quer e se dá a conhecer na história da humanidade, Deus complementa sua revelação com o AMOR, amor este que salva. A Escritura e a Tradição vêm testemunhar este amor que salva. Vejamos com Deus se revela na história: Para compreendermos melhor a revelação vejamos três núcleos essenciais: 1- Palavra de Deus 2- Mistério da Salvação...

    2811  Palavras | 12  Páginas

  • bibliologia cap 1

    1. Qual é a diferença entre Revelação e Inspiração? A diferença entre Revelação e Inspiração é: Revelação fala a respeito do fato de Deus fazer-se conhecido e comunicar-se com o homem, é o ato de Deus comunicar-se diretamente ao homem mostrando uma verdade que antes lhe era desconhecida. A Inspiração é trata de como Deus se comunicou, de como o que Deus quis transmitir foi registrado.  2. . Explique o processo de Inspiração da Bíblia, também com base nos termos gregos originais. O processo...

    629  Palavras | 3  Páginas

  • Modelos de liderançã

    as três categorias teológicas de Revelação. REVELAÇÃO GERAL: • É a comunicação de Deus com os seres humanos através da natureza, fazendo-se conhecido a todas as pessoas de todos os tempos e lugares. (sl 191, Rm 120). Deus se automanifesta na Revelação Geral através : - da natureza - da história - da constituição do ser humano; físico, emocional, mental, moral e na sua religiosidade o que indica a sua espiritualidade. REVELAÇÃO ESPECIAL: • Deus se comunica através...

    1698  Palavras | 7  Páginas

  • bibliologia TEORIAS DE FALSA INSPIRAÇÃO BIBLICA

    FALSA INSPIRAÇÃO BIBLICA INTRODUÇÃO: A INSPIRAÇÃO DA BÍBLIA: O que diferencia a Bíblia de todos os demais livros do mundo é a sua inspiração divína. É devido a essa inspiração que ela é chamada a Palavra de Deus. Cremos que a Bíblia é divinamente inspirada, portanto, inspiração divína é a influência sobrenatural do Espírito Santo como um sopro sobre os escritores da Bíblia, capacitando-os a receber e a transmitir a mensagem sem mistura de erro. A própria Bíblia reivindica a si a inspiração de Deus...

    995  Palavras | 4  Páginas

  • bibliologia atividade 1

    para que as coisas de Deus nos levasse ao conhecimento de dele. 2. Explique as duas categorias teológicas de Revelação? R: Revelação Geral: É por meio dela que Deus se manifesta através da natureza, da história e da constituição do ser humano e pela observação, meditação, contemplação, reflexão e pela própria busca da divindade podemos conhecer a Deus. Revelação Especial: Essa revelação se deu por meio da manifestação de Deus aos profetas e aos escritores sagrados e podemos ter acesso e testificar...

    964  Palavras | 4  Páginas

  • Bibliologia

    o conhecimento não das coisas de Deus, mas do próprio Deus! Ela teve um objetivo relacional, porque a bíblia leva a mensagem de Deus ao coração do homem. 2. Explique as três categorias teológicas de Revelação: Revelação Geral, Revelação Especial e Revelação Gradativa e Progressiva. Revelação Geral: A criação pode nos revelar a existência de Deus: Deus é o Criador; é uma norma para a sociedade e meio de condenação (Insuficiente porque o pecado adulterou a fé humana). (Rm. 1:20): Porque os atributos...

    2091  Palavras | 9  Páginas

  • A INERRÂNCIA, A INSPIRAÇÃO E A UNIDADE BIBLICA

    ALVES A INERRÂNCIA, A INSPIRAÇÃO E A UNIDADE BÍBLICA ITAPEMA 2014 INSTITUTO TEOLÓGICO QUADRANGULAR GUILHERME ANTÔNIO ALVES A INERRÂNCIA, A INSPIRAÇÃO E A UNIDADE BÍBLICA ITAPEMA 2014 SUMÁRIO 1. INTRODUÇÃO..................................................................................................... 4 1.1 A Inspiração Bíblica........................................

    934  Palavras | 4  Páginas

  • Bibliologia autoatividade capitulo 01 02 03

    três categorias teológicas de Revelação. R. REVELAÇÃO GERAL – Deus se comunica e se revela como ser humano, através da natureza, da história, da constituição do ser humano, física, emocional, mental, moral e na religiosidade. REVELAÇÃO ESPECIAL – Deus se comunica através da Sua palavra e de Seu filho JESUS CRISTO. Essa revelação só existe pela consulta às Escrituras Sagradas. Através de profetas e escritores, em tempo, lugares e épocas específicas. É a revelação particular de Deus aos homens...

    1339  Palavras | 6  Páginas

  • Paper - Bibliologia

    o impacto que ela causaria na humanidade, trazendo a transformação para aqueles que estão disposto a obedecê-la e aceita-la como bussola que nos conduz ao caminho da vida eterna. Capítulo 1 - BIBLIOLOGIA E REVELAÇÃO DAS ESCRITURAS 1 – Definição da Bibliologia É o termo que indica o estudo das Sagradas Escrituras. Esse estudo se refere à doutrina das Escrituras e ao estudo da História da Bíblia A Bíblia é a mensagem de Deus aos homens.Ela traz a Automanifestação...

    2286  Palavras | 10  Páginas

  • Bibliologia

    categorias teológicas de revelação? R: Revelação Geral – É Deus se comunicando com os seres humanos através da natureza, fazendo-se conhecido a todas as pessoas de todos os tempos e de todos os lugares. Deus se automanifesta através da natureza, da história e da constituição do ser humano: física, emocional, mental, moral e na sua religiosidade, o que indica a sua espiritualidade. Revelação Especial – É Deus se comunicando através da sua palavra e de seu filho Jesus Cristo. Esta revelação diz respeito às...

    2917  Palavras | 12  Páginas

  • Apostila de bibliologia

    | BIBLIOLOGIA | Uma Introdução aos Estudos da origem, inspiração e autoridade das Escrituras | Responsável: Pr. Josias Moura | Capítulo I: As Escrituras "O céu e a terra passarão, mas as minhas palavras não hão de passar" (Mat. 24:35). "Seca-se a erva, e caem as flores, porém a palavra de nosso Deus subsiste eternamente" (Isa. 40:8). "Quem destruísse este Livro, como já tentaram fazer os inimigos da felicidade humana, nos deixaria profundamente desconhecedores do nosso Criador...

    4179  Palavras | 17  Páginas

  • Bibliologia - itq

    Autoatividade 1 – Bibliologia e Revelação das Escrituras 1. O que significa automanifestação de Deus? Por que ela teve um objetivo relacional? Automanifestação de Deus quer dizer que Ele quis manifestar-se a nós, portanto só conhecemos um pouco do caráter e personalidade de Deus porque Ele assim desejou, Ele quis se fazer conhecer. A manifestação de Deus não teve como objetivo nos dar uma Bíblia para que simplesmente conheçamos sobre as coisas de Deus, mas sim, que o conhecimento sobre as coisas...

    3235  Palavras | 13  Páginas

  • Oi tudo bem

    significa a automanifestação de Deus? Por que ela teve um objetivo relacional? 2- Explique as três categorias teológicas de Revelação? 3- O que significa dizer que a Revelação foi de natureza antrópica e analógica? 4- Por que a encarnação do Filho de Deus foi tão especial no que se refere à Revelação? 5- Por que há implicações para o homem e para a Igreja quanto à Revelação? 6- Deus é Todopoderoso, poderia usar de qualquer meio para comunicar-se, mas porque ele o fez usando homens e através...

    619  Palavras | 3  Páginas

  • Bibliologia

    DAS COISA DE DEUS NOS LEVA-SE A CONHECER DEUS. 2- EXPLIQUE 03 CATEGORIAS TEOLOGICAS DE REVELAÇÃO? a) REVELAÇÃO GERAL. DEUS SE COMUNICANDO COM OS SERES HUMANOS, ATRAVES DA NATUREZA, HISTORIA E DA CONSTITUIÇÃO DOSER HUMANO. b) REVELAÇÃO ESPECIAL: DEUS SE COMUNICANDO ATRAVES DE SUA PALAVRA E SEUS FILHO JESUS CRISTO. c) REVELAÇÃO GRADATIVA E PROGRESSIVA: 3- O QUE SIGNIFICA DIZER QUE A REVELAÇAO FOI DE NATUREZA ANTROPICA E ANALOGICA? R. ANTRÓPICA: QUANDO DEUS USA MANEIRAS E MEIOS HUMANOS...

    861  Palavras | 4  Páginas

  • Bibliologia

    tornou necessária a revelação especial da parte de Deus pela Bíblia Sagrada? Tornou-se necessária a revelação especial da parte de Deus pela Bíblia Sagrada porque sem ela perguntas como: De onde vim? Por que estou aqui? Qual o propósito da minha existência? Jamais seriam respondidas. É na Bíblia que encontramos as respostas a essas perguntas fundamentais. É através da Bíblia que o Deus incompreensível se faz passível de ser conhecido até o ponto em que chega sua auto-revelação. A mensagem de Deus...

    3050  Palavras | 13  Páginas

  • Bibliologia

    Seteban – Seminário Teológico Batista NacionalMatéria: BibliologiaAluno: Marcos Chaves MarianoProfessor: Luiz Carlos | Bibliologia ÍNDICE I – Introdução Bíblica – Como a Bíblia chegou até nós (Resumo) II – Qual a diferença entre: a) Revelação; b) Inspiração; c) Iluminação. I - Introdução Bíblica A Bíblia tem em sua composição um caráter próprio e de suma importância que ainda hoje exerce forte influencia em toda humanidade. Sua estrutura, inicialmente feita de casca...

    2908  Palavras | 12  Páginas

  • Bibliologia AutoAtividade

    as três categorias teológicas de Revelação? R. Existem duas categorias de revelação, a Geral e a Especial. A Geral é a automanifestação de Deus através da natureza, através da busca interior por uma divindade. A Especial tem o objetivo de estabelecer um relacionamento com Deus, através das Escrituras e das palavras de seu Filho Jesus Cristo. 3. O que significa dizer que a Revelação foi de natureza antrópica e analógica? R. A natureza antrópica da revelação é Deus todo Poderoso usando meios...

    1696  Palavras | 7  Páginas

  • QUESTIONARIO DOUTRINA introdução e as escrituras

    "ligar"; religião representa as atividades que "ligam" o homem a Deus numa determinada relação. A teologia é o conhecimento acerca de Deus. Assim a religião é a prática, enquanto a teologia é o conhecimento. 5. Que diferença existe entre doutrina e dogma? Doutrina é a revelação da verdade como se encontra nas Escrituras; dogma é a declaração do homem acerca da verdade quando apresentada em um credo. 6. Dê quatro pontos que demonstram o valor da doutrina. 1. O conhecimento (doutrinário)...

    2030  Palavras | 9  Páginas

  • Trabalho de Bibliologia

    03 1.2 Divisões 03 2. A BÍBLIA COMO REVELAÇÃO DE DEUS 04 2.1 A Palavra de Deus. 04 2.2 A Bíblia, uma revelação de Deus ao homem. 04 3. DIFERENÇAS TEOLÓGICAS DA REVELAÇÃO 04 3.1 Possibilidade, necessidade, probabilidade, credibilidade, razoabilidade e certeza da revelação. 04 4. CARACTERÍSTICAS BÍBLICAS 05 4.1 Um livro 05 4.2 Um assunto 05 4.3 Autoridade 06 5. O MÉTODO DA REVELAÇÃO DA BÍBLIA 06 5.1 A História da religião 06 5.2 A Revelação do conhecimento 07 5.3 Gradual e Progressiva ...

    7909  Palavras | 32  Páginas

  • biblologia

    BIBLIOLOGIA RESPOSTAS CAPITULO 1 1) R. A Revelação é a auto manifestação de Deus, é a comunicação que ele faz de si mesmo a todos as pessoas em todos os tempos e lugares com o proposito de entrar em relacionamento redentor com elas. 2) R. É Deus se comunicando com os seres humanos através da natureza, fazendo-se conhecido a todas as pessoas de todos os tempos e de todos os lugares. Deus se auto manifesta através da natureza, da historia e do ser humano, de forma física, mental, moral e na sua...

    1556  Palavras | 7  Páginas

  • a necessidade das escrituras

    de Deus, Revelação e Inspiração, Autoridade Bíblica.    1 INTRODUÇÃO Nenhum homem pode entender das coisas de Deus se ele não tem interesse em ler as escrituras sagradas. A humanidade esta perecendo por falta de conhecimento é a própria Bíblia que afirma isso no livro de (Oseias 4-6), é visível perceber que a maioria dos cristãos não lê a Bíblia, não conhece o que realmente todo cristão deveria saber, entender e conhecer profundamente sobre a necessidade das escrituras e a diferença que ela faz...

    1576  Palavras | 7  Páginas

  • inspiração da Bíblia

    2. A natureza da inspiração Existem três teorias a respeito da inspiração da Bíblia são eles: a ortodoxia que afirma que a Bíblia é a palavra de Deus, o modernismo diz que meramente a Bíblia contem a Palavra de Deus e os teólogos neo-ortodoxos têm ensinado que a Bíblia torna-se a Palavra de Deus quando a pessoa tem um encontro pessoal com Deus em suas páginas. Ortodoxia: a Bíblia É a Palavra de Deus: Os pais da igreja ensinaram firmemente que a Bíblia é a Palavra de Deus escrita,no entanto procurando...

    2177  Palavras | 9  Páginas

  • vivência cristã

    Denunciar | BIBLIOLOGIA (1)QUAL A DIFERENÇA ENTRE REVELAÇÃO E INSPIRAÇÃO? A revelação é o ato de Deus comunicar diretamente a verdade antes desconhecida para a mente humana. A inspiração está ligadaa comunicação da verdade, ou seja, a maneira como a revelação foi registrada através da escrita. (2) EXPLIQUE O PROCESSO DE INSPIRAÇÃO DA BIBLIA, TAMBEM COM BASE NOS TERMOS GREGOS ORIGINAIS.Quando falamos de inspiração, não nos referimos a uma inspiração como no sentido humano, poético, artístico...

    564  Palavras | 3  Páginas

  • Hermenêutica

    Estudo de revisão de prova Parte 1 – Princípios Gerais de Interpretação 1 – Qual a diferença entre Hermenêutica e Exegese? Hermenêutica: Interpretar – Conjuntos de regras, leis e princípios da interpretação do texto bíblico Exegese: Aplicação dos princípios da Hermenêutica. Quando estamos fazendo a exegese, isso se chama de Teologia e divide em duas partes: Teologia Bíblica e Teologia sistemática. 2 – Qual a importância de estudarmos Hermenêutica? É importante para que tenhamos consciência...

    2337  Palavras | 10  Páginas

  • bibliologia

    I Responda: Porque a encarnação do filho de Deus foi tão especial no que se refere à revelação ? Resposta: A encarnação foi o meio mais sublime e completo de revelação.Porquê ? Resposta: A vida e a mensagem de Jesus Cristo era a revelação especial de Deus, Hebreus 1:1-2. A encarnação é o climáx, o ponto mais alto dos atos de Deus. Como explicar ? Resposta: A mensagem de Jesus ultrapassou a dos profetas e...

    1167  Palavras | 5  Páginas

  • INSTITUTO TEOL GICO QUADRANGULAR Bibliologia 02

    é a diferença entre Revelação e Inspiração? A Revelação fala a respeito do fato de Deus fazer-se conhecido e comunicar-se com o homem. A Inspiração trata de “como” Deus se comunicou. 2. Explique o processo de Inspiração da Bíblia, também com base nos termos gregos originais. O processo de inspiração contém quatro elementos específicos, sem eles não teríamos a Sagrada Escritura. 1-Deus como causa – Deus é a fonte originária da Bíblia e este é o fator fundamental da doutrina da Inspiração bíblica...

    826  Palavras | 4  Páginas

  • Abuso sexual infantil e a revelação do sofrimento da criança, sob o olhar de psicólogos clínicos egressos da unp

    UNIVERSIDADE POTIGUAR – UNP PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO CURSO DE PSICOLOGIA         BEATRICE HAYANA OLIVEIRA DE MACEDO      TALITA LUCIANA GOMES DE LIMA        ABUSO SEXUAL INFANTIL E A REVELAÇÃO DO SOFRIMENTO DA CRIANÇA SOB O OLHAR DE PSICÓLOGOS CLÍNICOS EGRESSOS DA UnP               NATAL/RN 2011  BEATRICE HAYANA OLIVEIRA DE MACEDO TALITA LUCIANA GOMES DE LIMA           ABUSO SEXUAL INFANTIL E A (RE)VELAÇÃO...

    19526  Palavras | 79  Páginas

  • Estudo De Bibliologia

    comunhão com Ele. 5 A revelação das escrituras A revelação é a auto manifestação de Deus, é a comunicação que Ele faz de si mesmo a todas as pessoas em todos os tempos e lugares e com os propósitos de entrar em relacionamento redentor com elas. “Redenção: ato de livramento de alguma forma de escravidão com base no pagamento de um preço por um redentor” 6 Classificação teológica de revelação Teologicamente há três categorias de revelação: 6.1 Revelação geral É Deus se comunicando...

    5056  Palavras | 21  Páginas

  • ITQ 1º módulo

    influente e seguido na igreja evangélica? Por quê? R: Karl Barth. Porque sua teologia e profunda inspiração bíblica e ilimitada abertura para todos os problemas do homem moderno. Capitulo 07 FUNÇÃO DA TEOLOGIA IGREJA DO EVANGELHO QUADRANGULAR ITQ – INSTITUTO TEOLÓGICO QUADRANGULAR Conhecimento teológico para melhor servir. Questionário. LIVRO: BIBLIOLOGIA Capitulo 01 BIBLIOLOGIA E REVELAÇÃO DAS ESCRITURAS. 1- O que significa a automanifestação de Deus? Por que ela teve um objetivo...

    8707  Palavras | 35  Páginas

  • magisterio

    nos dizer qual é a sua vontade, e também o que devemos crer e fazer. Assim, a Bíblia é o critério para o julgamento de doutrinas e mestres. Por ser a Palavra de Deus, a revelação de sua vontade para com o homem, ela é a única regra e norma de conduta pela qual devem ser julgadas todas as doutrinas e mestres. 2. Que diferença existe entre uso instrumental e o uso judicial da razão humana ao se estudar a palavra de Deus? - USO INSTRUMENTAL: A Palavra de Deus necessita ser entendida, sendo necessário...

    717  Palavras | 3  Páginas

  • Biblia

    BIBLIOLOGIA: DOUTRINA DA BÍBLIA I. REVELAÇÃO: É a operação divina que comunica ao homem fatos que a razão humana é insuficiente para conhecer. É portanto, a operação divina que comunica a verdade de Deus ao homem (ICo.2:10). A) Provas da Revelação: O diabo foi o primeiro ser a pôr em dúvida a existência da revelação: “É assim que Deus disse?” (Gn.3:1). Mas a Bíblia é a Palavra de Deus. Vejamos alguns argumentos: 1) A Indestrutibilidade da Bíblia: Uma porcentagem muito pequena de livros sobrevive...

    7802  Palavras | 32  Páginas

  • Bibliologia ITQ

    conhecimento sobre as coisas de Deus nos levasse ao conhecimento de Deus, portanto, o objetivo da Escritura é relacional, por isto afirmamos que ela é a mensagem de Deus ao coração dos homens. 2. Explique as três categorias teológicas da Revelação.   * Revelação Geral: Através da natureza; da história; da constituição do ser humano – física, emocional, moral e sua religiosidade – o que indica sua espiritualidade. É Deus se comunicando com os seres humanos, fazendo-se conhecido a todas as pessoas...

    2018  Palavras | 9  Páginas

  • Bibliologia

    que, sendo seres humanos finitos e Deus infinito, não poderíamos conhecê-lo, a menos que Ele se revelasse a nós. Teologicamente há duas categorias de revelação: Revelação geral, onde é Deus se comunicando com os seres humanos através da natureza. Ela é acessível a todos e o conteúdo da sua mensagem é simples, claro e menos detalhado. Revelação especial, diz respeito às comunicações particulares e manifestações de Deus para certas pessoas, é pessoal. Deus falou conosco em linguagem humana comum...

    3380  Palavras | 14  Páginas

  • Introdução à teologia sistemática

    Introdução à Teologia Sistemática Natureza e Propósito, Existência de Deus, Revelação, Trindade Panorama do Estudo: Neste texto, procurar-se-á oferecer ao aluno uma introdução à temática da teologia sistemática nos aspectos de sua natureza e seu propósito, como também uma breve análise dos conteúdos de revelação, a existência de Deus, e da doutrina da Trindade. Este estudo é apenas um levantamento inicial, pois para cada assunto levantado há muito mais para se dizer e analisar. Lembra-se ao...

    14806  Palavras | 60  Páginas

  • trabalho bibliologia

    teológicas de revelação. R: Revelação é a auto manifestação de Deus. É a comunicação que Ele faz de se mesmo a todas pessoas em todos lugares, tempos com o propósito de entrar em um relacionamento redentor com estas pessoas 1º Revelação geral: É Deus se comunicando com os seres humanos através da natureza, fazendo-se conhecido a todas as pessoas em todos os tempos e lugares 2º Revelação especial: Deus se comunicando através da sua palavra e de seu filho Jesus Cristo,esta revelação diz respeito...

    781  Palavras | 4  Páginas

  • Bibliologia

    de Deus e Suas relações com o mundo que criou; No fato da mente humana ser capaz de conhecer a Deus e compreender os seus mandamentos; Por ter Deus providenciado meios pelos quais Ele se torna conhecido ao intelecto humano, isto é, ter feito uma revelação, sobretudo através das Escrituras Limitações ao Conhecimento Teológico Limitações da mente humana (Rm 11:33; 2 Pe 3:16); Limitações da linguagem humana (2 Co 12:4); Restrições colocadas pelo próprio Deus (Dt 29:29; Pv 25:2; Mc 13:32; Jô 16:12;...

    13802  Palavras | 56  Páginas

  • Introdução à Teologia Sistemática

    Mestrado em Teologia Introdução à Teologia Sistemática Natureza e Propósito, Existência de Deus, Revelação, Trindade Aquiles Ferreira da Silva Valparaíso de Goiás, 07 de maio de 2013. SUMÁRIO Introdução ..................................................................................................................................... 03 Introdução a Teologia Sistemática ......................................................................................

    14175  Palavras | 57  Páginas

  • o impacto da Bíblia na historia humana

    humanidade e os segmentos humanos. Palavra-Chave: Formação; Inspiração; Inerrância; Autoridade e Traduções Introdução EXPLANAÇÃO Nossa compreensão da doutrina da inerrância deve dar-se no contexto mais amplo dos ensinos das Escrituras sobre si mesma. Esta explanação apresenta uma descrição do esboço da doutrina, na qual se baseiam nossa breve declaração e os artigos. Criação, Revelação e Inspiração O Deus Triúno, que formou todas as coisas por Sues proferimentos criadores e...

    2841  Palavras | 12  Páginas

  • Estudos biblicos

    Santo. O máximo cuidado é sugerido quando levamos a imaginação a criar “verdades” sem base bíblica e a expor estas mesmas como “doutrina” quando na verdade não passa de uma questão da imaginação e fruto muitas vezes de uma dedução. “Há uma diferença enorme entre interpretação e aplicação”. Interpretação - Só é o significado pretendido pelo autor, ou seja, por Deus. A interpretação bíblica deverá extrair do texto apenas o que o Deus pretendia dizer através do autor humano, e não o que nós...

    16955  Palavras | 68  Páginas

tracking img