Qual A Concepção De Visão De Mundo Para O Filósofo Immanuel Kant artigos e trabalhos de pesquisa

  • Filosofia Geral- KANT

     Filosofia Geral A VISÃO DA HISTÓRIA PRA KANT E GEORG WILHELM FRIEDRICH HEGEL Artigo apresentado à disciplina Filosofia Geral do I Semestre do Curso de Licenciatura Plena em História da Universidade Regional do Cariri – URCA, para obtenção de nota parcial. INTRODUÇÃO A História é uma ciência que tem como objetivo estudar o homem e o tempo. No decorrer da história vários pensadores...

    2018  Palavras | 9  Páginas

  • A paz perpetua de kant

    Immanuel Kant: A Paz Perpétua e outros Opúsculos Immanuel Kant há mais de duzentos anos, apresentou no opúsculo A Paz Perpétua (1795), um projeto filosófico para a realização da paz mundial. Na filosofia jurídico-politica kantiana, a paz perpétua é fundamentada em três noções: a constituição republicana, a federação de Estados e o direito cosmopolita. Segundo Kant, onde existem homens há coisa ruim. O homem vive em conflito constante há, porém interesses e conflitos; o caso é formular algo que...

    1113  Palavras | 5  Páginas

  • Immanuel Kant

    Immanuel Kant e de Friedrich Hegel: discursos sobre a Filosofia da História por Alessandra Gonzalez de Carvalho Seixlack Considerações iniciais: uma análise dos discursos sobre a Filosofia da História Durante os séculos XVIII e XIX, diversas orientações filosóficas situaram os temas do tempo e da história no centro de suas investigações, contribuindo para a elaboração de um conceito de Filosofia da História. As obras de Immanuel Kant (1724-1804) e de Friedrich Hegel (1770-1831) ocuparam...

    6223  Palavras | 25  Páginas

  • A nocao de liberdade em kant

    LIBERDADE EM KANT Introdução O presente trabalho tem como tema A Noção de Liberdade em Kant-uma reflexão filosófica. Nele pretendemos apresentar e analisar de uma forma critica a noção kantiana de Liberdade identificando, sempre que possível, a sua importância para a humanidade. O trabalho apresenta-se em três principais capítulos. No primeiro, colocaremos de uma forma simples e clara o surgimento e a evolução do problema de liberdade ao longo dos tempos. No sugundo, traremos aquilo que é visão de Kant...

    1674  Palavras | 7  Páginas

  • resumo immanuel kant

    1 BIOGRAFIA IMMANUEL KANT O filosofo alemão Immanuel Kant, fundador da filosofia crítica viveu em Koenisgberg, atual kaliningrado, na altura pertencente a Prússia Oriental (Alemanha), cidade com um ativo centro comercial, Kant permaneceu toda sua vida na cidade natal, nasceu em 22 de abril de 1724, falecendo em 12 de fevereiro de 1804 quase completando 80 anos, o mesmo não casou e nem teve filhos, sendo que ele foi o quarto dos 9 filhos de Johann Georg Kant, seu pai era um artesão de descendência...

    1989  Palavras | 8  Páginas

  • Immanuel kant e john stuart mill

    Immanuel Kant Immanuel Kant (Königsberg, 22 de abril de 1724 — Königsberg, 12 de fevereiro de 1804) foi um filósofo prussiano, geralmente considerado como o último grande filósofo dos princípios da era moderna. Depois de um longo período como professor secundário de geografia, começou em 1755 a carreira universitária ensinando Ciências Naturais. Em 1770 foi nomeado professor catedrático da Universidade de Königsberg, cidade da qual nunca saiu, levando uma vida monotonamente pontual e só dedicada...

    1124  Palavras | 5  Páginas

  • DEMOCRACIA E ESTADO LIBERAL: Bobbio leitor de Kant

    leitor de Kant Paulo Andrade Gomes Salvador – Bahia 2005 - - Paulo Andrade Gomes DEMOCRACIA E ESTADO LIBERAL: Bobbio leitor de Kant Dissertação de mestrado apresentada ao Departamento de Filosofia da Universidade Federal da Bahia, sob orientação do Professor Doutor Edmilson Menezes Santos, como requisito parcial para a obtenção do título de Mestre em Filosofia. Salvador – Bahia 2005 2 G633 Gomes, Paulo Andrade Democracia e estado liberal: Bobbio leitor de Kant / Paulo...

    49366  Palavras | 198  Páginas

  • Educação e moral na visão de kant

    JOSÉ DORNELLAS SOBRINHO EDUCAÇÃO E MORAL NA VISÃO DE KANT Rio de Janeiro 08 DE DEZEMBRO DE 2009 FILOSOFIA DA EDUCAÇÃO Relatório de Atividade de Campo como componente curricular – créditos de campo - apresentado como subsídio para avaliação da disciplina de Filosofia da educação, do Curso de Pedagogia , da Universidade Estácio de Sá, sob a orientação da Prof° Renato José Dornellas Sobrinho. EDUCAÇÃO E MORAL NA VISÃO DE KANT O presente trabalho pretende realizar uma breve...

    1020  Palavras | 5  Páginas

  • O Pensamento dos Filósofos "Kant, Hegel e Marx"

    IMMANUEL KANT CRITICISMO Immanuel Kant, filósofo Alemão, fundador da filosofia crítica, nasceu em Königsberg, na Prússia Oriental (atual Alemanha), em 22 de Abril de 1724. Foi um dos mais importantes e influentes filósofos da modernidade. Profundamente imbuído dos ideais do Iluminismo, experimenta profunda simpatia pelos ideais da Revolução Francesa e da independência americana. É pacifista convencido, antimilitarista e alheio a qualquer forma de patriotismo exclusivista.     A exigência...

    2738  Palavras | 11  Páginas

  • A relação da filosofia com a educação existe desde o mundo grego

    caverna" de Platão e a concepção platônica da educação, os critérios que Emílio poderia utilizar para fazer julgamentos do homem na sociedade na obra “Emílio ou da Educação” de Rousseau e por fim a pontualizade de Kant dada pelo homem no “desenvolvimento da própria humanidade”. Platão (~427, ~347 a.C.), filósofo e matemático do período clássico da Grécia antiga define que filósofos gregos deram início às discussões sobre a filosofia da educação e seu sentido no mundo, viam na educação um meio...

    1920  Palavras | 8  Páginas

  • Conhecimento e moral: a força da razão em Kant

    Unisal Rafael Augusto Palazi Conhecimento e moral: a força da razão em Kant Trabalho Extraclasse do 2º ano do Curso de Filosofia do Centro Universitário Salesiano de São Paulo. Lorena 2011 RESUMO Immanuel Kant, como filósofo do iluminismo prussiano, encontra-se diante da aporia do contexto do século XVIII, que buscava ser o “século das luzes” e via-se inevitavelmente diante do problema do conhecimento. Desde o início do Renascimento, o ambiente já mudara...

    3752  Palavras | 16  Páginas

  • Kant

    Kant Aristoteles Bacon Santo Tómas de Aquino Wollf Spencer Baqueiam Littré Comte Stuart Mill Laubier Windelband Rickert Stammler Dilthey Kant: Não tirar da internet.....quer que tire de livros??? digitar pra vc??? meio complicado porque quem vai saber de cabeça muitos e importantes dados biográficos???  Não vou dizer de onde tirei.....espero pelo menos que seja útil  Kant nasceu em Königsberg, Prússia, a 22 de Abril de 1724. Faleceu em 12 de Fevereiro de 1804 aos 80 anos na...

    817  Palavras | 4  Páginas

  • Kant

    NOTA O ESPAÇO EM KANT E SUAS INFLUÊNCIAS NA DEFINIÇÃO DO CONCEITO DE REGIÃO EM ALFRED HETTNER E RICHARD HARTSHORNE. Renan Gauthier Cardoso dos Santos1 Essa nota analisará analiticamente o conceito de espaço a partir do sistema filosófico de Immanuel Kant e situar formas as quais sua produção intelectual influenciou o conceito de região a partir da produção geográfica apoiado em dois autores: Alfred Hettner e Richard Hartshorne. Utilizaremos trabalhos que indicam indícios do pensamento kantiano...

    4142  Palavras | 17  Páginas

  • trabalho Kant e Onu

    IUS GENTIUM CONIMBRIGAE PÓS-GRADUAÇÃO EM DIREITOS HUMANOS THIAGO FERNANDO SILVA DE OLIVEIRA A ONU E A DEONTOLOGIA KANTIANA: RETROSPECTO E NOVAS PERSPECTIVAS COIMBRA 2012 1 RESUMO O pensamento de Immanuel Kant foi fundamental para o progresso da filosofia e do direito internacional, particularmente no tocante a concretização do fundamento deontológico que celebrou o legado das principais fontes filosóficas de criação das instituições internacionais. O presente trabalho científico...

    16721  Palavras | 67  Páginas

  • UM ESTUDO SOBRE IMMANUEL KANT: A ARTE DE EDUCAR

    UNIVERSIDADE ESTADUAL DE CAMPINAS FACULDADE DE EDUCAÇÃO ELZA BENEDITA FERRAZ RIBEIRO Orientador: Prof. Dr. SÍLVIO DONIZETTI DE OLIVEIRA GALLO UM ESTUDO SOBRE IMMANUEL KANT: A ARTE DE EDUCAR Campinas - SP Agosto - 2002 i UNIVERSIDADE ESTADUAL DE CAMPINAS FACULDADE DE EDUCAÇÃO PROGRAMA DE MESTRADO UM ESTUDO SOBRE IMMANUEL KANT: A ARTE DE EDUCAR Autora: ELZA BENEDITA FERRAZ RIBEIRO Orientador: Prof. Dr. SÍLVIO DONIZETTI DE OLIVEIRA GALLO Dissertação apresentada à Faculdade...

    24419  Palavras | 98  Páginas

  • Visão renascentista da natureza

    A R.G. Collingwood Ciência e Filosofia Segunda Parte Tempo anterior ao renascimento Pensamento Medieval Na Europa, a distinção de visões de mundo e da natureza segundo diferentes sociedades não é clara, predominava a doutrina da Igreja. Na Europa, a religião, ao impor seus valores, chegou a forçar pensadores a verdadeiros retrocessos. O pensamento grego, quando contrário à doutrina cristã, era suprimido como pagão. Concepções Filosóficas Cristã A Cosmologia Aristotélica é explicada...

    839  Palavras | 4  Páginas

  • Concepção ética de justiça

    A Concepção de Ética e de Justiça[1] Resumo: Devido a uma constante e notória evolução que o ser humano, como ser dotado de razão, passa desde a sua gênese, em tempos remotos, até os dias atuais, estando atrelada, sobretudo, ao incontido progresso da mentalidade e de certas práticas e costumes, faz-se necessário analisar a Ciência Jurídica. Todavia, cumpre frisar que esse norte deve ser orientado por um ético, observando de maneira preponderante suas raízes, os principais a disporem do assunto...

    6230  Palavras | 25  Páginas

  • filosofia de kant

    A Filosofia de Kant Immanuel Kant faz parte do grupo dos renomados filósofos que, como Copérnico fez na astronomia, trouxe para o mundo da filosofia uma revolução com a proposta de resolver os problemas do Inatismo e do Empirismo. Da mesma forma que os astrônomos por meio do geocentrismo tentavam explicar de que a Terra era o centro do Universo, baseados apenas em experiências sensoriais, Kant argumentava que o Inatismo e o Empirismo funcionavam do mesmo modo, apresentando seus argumentos sem...

    592  Palavras | 3  Páginas

  • A filosofia de immanuel kant

    A Filosofia e o Humanismo de Immanuel Kant Immanuel Kant foi um filósofo e pensador alemão que viveu na cidade de Konigsberg (Prússia). Nascido em 22 de abril de 1724, nunca deixou sua cidade natal, permanecendo aí até sua morte em 12 de fevereiro de 1804. Para entender a filosofia de Kant, precisamos entender também suas influências que, podemos dizer, foram contraditórias. A primeira foi a de sua mãe, Regina Reuter, através da linha religiosa do pietismo (corrente radical do protestantismo...

    1416  Palavras | 6  Páginas

  • Ideia da Paz e do Pacifismo na Ética formal de Kant e na Ética Material dos Valores de Max Scheller

    de Fim de Curso intitulado, “A Ideia da Paz e do Pacifismo na Ética Formal de Kant (1724-1804) e na Ética Material dos Valores de Max Scheller” (1874-1928/9), para obtenção do Grau de Licenciatura em Ensino de Filosofia, pela Universidade de Cabo Verde. Elaborado por: Emanuel de Jesus Tavares Andrade. Orientação: Mestre Rui Manuel da Veiga Pereira. A escolha do tema «A ideia da Paz e do Pacifismo na Ética Formal de Kant e na Ética Material dos Valores de Max Scheller» foi preferida, pela sua relevância...

    2752  Palavras | 12  Páginas

  • Definição de ética e moral, em sócrates, platão, aristóteles, tomás de aquino, jean-jacques rousseau, immanuel kant, georg w. friedrich hegel e jean-paul sartre.

    principais ideias sobre a temática ética em: Sócrates, Platão, Aristóteles, Tomás de Aquino, Jean-Jacques Rousseau, Immanuel Kant, Georg W. Friedrich Hegel e Jean-Paul Sartre. A cogitação ética surgiu no momento em que as indagações filosóficas mudaram de objeto: quando as questões que preocupavam os filósofos passaram a se concentrar no homem e não mais no cosmos. Os primeiros filósofos a tratar das questões éticas nesse contexto foram Sócrates, Platão e Aristóteles, que buscaram instituir uma forma...

    2400  Palavras | 10  Páginas

  • metafisica-kant

    1) Comente o problema da metafísica formulado por Kant. 2) Discuta a distinção dos juízos em analíticos, sintéticos e sintéticos a-priori. 3) 3-Discuta a concepção de sensibilidade proposta por Kant. 4) Em que sentido os juízos sintéticos a-priori demonstram a possibilidade da matemática e da física e a possibilidade da metafísica. Uma segunda espécie de crítica à especulação metafísica foi elaborada por Immanuel Kant. Na visão de Kant, o conhecimento é resultado da interação entre conceitos...

    618  Palavras | 3  Páginas

  • Emmnuel kant

    Sebastían Sánchez Martín Discente: Vanessa Silva Melo – 112215530 Campina Grande, 15 de Novembro de 2011 Introdução Este trabalho vai apresentar a vida, as obras, influências, contexto histórico e pensamento educacional e pedagógico de Immanuel Kant, que foi feito para cumprir uma exigência do professor Sebastían Sánchez Martín que ministra a disciplina História da Educação do Curso de Pedagogia da Universidade Estadual da Paraíba. Sabendo do tema que me foi dado fui de imediato procurar as...

    2784  Palavras | 12  Páginas

  • Filosofia e a visão sobre o conhecimento

    representar o que é exterior à mente, ou seja, seria obter uma “imagem” ou “reprodução” do mundo externo, projetada na consciência. Nesse entendimento, a mente constitui uma espécie de “espelho da natureza” como diz a metáfora do filósofo Richard Rorty. De acordo com a visão representacionista, há dois polos no processo de conhecer: o sujeito conhecedor (nossa consciência) e o objeto conhecido (a realidade, o mundo, os inúmeros fenômenos). DEPENDENDO DO PAPEL DE CADA TEORIA DO CONHECIMENTO DÁ A CADA...

    789  Palavras | 4  Páginas

  • Conceito de liberdade nas teorias politicas de Kant, Hegel e Marx

    Pérez Jaime, Bárbara; Amadeo, Javier. O conceito de liberdade nas teorias políticas de Kant, Hegel e Marx. En publicacion: Filosofia política moderna. De Hobbes a Marx Boron, Atilio A. CLACSO, Consejo Latinoamericano de Ciencias Sociales; DCP-FFLCH, Departamento de Ciencias Politicas, Faculdade de Filosofia Letras e Ciencias Humanas, USP, Universidade de Sao Paulo. 2006. ISBN: 978-987-1183-47-0 Disponible en la World Wide Web: http://bibliotecavirtual.clacso.org.ar/ar/libros/secret/filopolmpt/19_jaime...

    8982  Palavras | 36  Páginas

  • Kant

    A MORAL DE KANT ENTRE O CRISTIANISMO E A SECULARIZAÇÃO Gabriel Almeida Assumpção* RESUMO: A moral kantiana tem o mérito de buscar o seu fundamento no exercício da própria razão, de forma que seu princípio, o imperativo categórico, não se justifica, segundo Kant, com base na tradição e na religião. Buscando seu fundamento no uso prático da razão pura como critério de moralidade, o filósofo contribuiu para se pensar a moral sob um ponto de vista secular, de modo que, em Kant, não é a religião...

    3900  Palavras | 16  Páginas

  • Kant e hegel - direito

    2° semestre / Direito Instituição Anhanguera Educacional Trabalho de Filosofia Profº TEMA: “ Reflexões sobre o conhecimento, moral, direito e ética na visão de filósofos da Idade Moderna” KANT, Immanuel (1724 – 1804) HEGEL, Georg Wilhelm Friedrich (1770-1831) VIDA DE KANT (1724 – 1804) Immanuel Kant é um filósofo que apresenta uma biografia e uma teoria destacadas. Nasceu em Konigsberg, uma pequena cidade da Prússia. Era filho de família humilde, seu pai era um artesão, trabalhava...

    4438  Palavras | 18  Páginas

  • Liberdade em Sartre Kant Marx

    LIBERDADE Geral, em Ética, em Filosofia, para Sartre, Kant e Marx. Paranaguá, Paraná. 2014 Introdução Apesar de a bandeira da Liberdade ter sido e ser até hoje levantada, além de um tema abordado por vários autores, filósofos, sociólogos, pensadores como Thomas Hobbes, John Locke, Immanuel Kant, Karl Marx, Jean-Jacques Rousseau e Jean Paul Sartre, por exemplo...

    2246  Palavras | 9  Páginas

  • A psicologia empírica no pensamento de immanuel kant

    José Afonso de Paula Retto O LUGAR DA PSICOLOGIA EMPÍRICA NO PENSAMENTO DE  IMMANUEL KANT Juiz de Fora Dezembro de 2009 Trabalho   de   conclusão   de   curso   apresentado   ao  Departamento de Psicologia da Universidade Federal de  Juiz de Fora – UFJF, sob a orientação do Prof. Dr. Saulo  de Freitas Araujo, como requisito parcial para obtenção do  grau de Psicólogo. Juiz de Fora  2009 O LUGAR DA PSICOLOGIA EMPÍRICA NO PENSAMENTO DE  IMMANUEL KANT José Afonso de Paula Retto Trabalho   de   conclusão...

    15095  Palavras | 61  Páginas

  • A filosofia de immanuel kant

    sabendo que grande parte do meu trabalho passa pela sua intermediação. Ao professor João Bosco Rodrigues, pela parcela de carinho, tempo e saber que dedicou à leitura e comentários desta dissertação. Aos meus filhos, Stefano e Kleiton, desejando-lhes um mundo cheio de luz, esperança, conhecimento e sabedoria. À Graça Sampaio, que com determinação digitou esta dissertação. O seu sorriso, muitas vezes, me passou a calma que eu precisava para continuar na construção deste conhecimento. 5 AGRADECIMENTOS ...

    29628  Palavras | 119  Páginas

  • A filosofia estética de kant no ensino de arte

    Humanas Departamento de Artes Curso de Artes Visuais Patrícia Cristiane Fernandes Siqueira A filosofia estética de Kant no ensino de arte Montes Claros – MG Dezembro/2009 Patrícia Cristiane Fernandes Siqueira A filosofia estética de Kant no ensino de arte Monografia apresentada ao Curso de Artes Visuais da Universidade Estadual de Montes Claros...

    13324  Palavras | 54  Páginas

  • SCHOPENHAUER O PESSIMISMO E O MUNDO

    SCHOPENHAUER: O PESSIMISMO E O MUNDO. Tarcísio Alves dos SANTOS Resumo: O devido trabalho busca apresentar uma visão do contexto histórico em que viveu o filósofo Arthur Schopenhauer e, assim, entender um pouco mais do que pôde ter influenciado sua visão de mundo tão pessimista e suas críticas ao idealismo alemão. O presente artigo visa, também, analisando a parte histórica, entender um pouco mais de sua crítica à ética racional e principalmente à ética kantiana pela qual o filósofo tinha plena admiração...

    6200  Palavras | 25  Páginas

  • A JUSTIÇA EM IMMANUEL KANT

     A JUSTIÇA EM IMMANUEL KANT Mariana E. A. Pinheiro Graduando em Direito UEDI, 2º período F RESUMO: O objetivo deste artigo é apresentar a teoria de justiça segundo a concepção de Immanuel Kant, assim como sua adequação ao significado de liberdade na tradição de liberdade do liberalismo. PALAVRAS CHAVE: justiça, Immanuel Kant, liberdade, liberalismo. 1- INTRODUÇÃO No percurso...

    2735  Palavras | 11  Páginas

  • Kant

    Immanuel Kant (1724 - 1804) foi um filósofo prussiano e professor catedrático da universidade de Königsberg . Criador idealismos transcendental,Kant estudou, principalmente, a epistemologia e é considerado um dos pensadores mais influentes da Era Moderna. Immanuel Kant Na Crítica da razão prática (1788) tema abordado neste material, Kant expôs a doutrina...

    1098  Palavras | 5  Páginas

  • Kant

    KANT Maio/2002 "Esclarecimento é a saída do homem de sua menoridade, da qual ele próprio é culpado. A menoridade é a incapacidade de fazer uso de seu entendimento sem a direção de outro indivíduo. O homem é o próprio culpado dessa menoridade se a causa dela não se encontra na falta de entendimento, mas na falta de decisão e coragem de servir-se de si mesmo sem a direção de outrem. Sapere aude! Tem coragem de fazer uso de teu próprio entendimento, tal é o lema do esclarecimento." (Resposta à...

    5329  Palavras | 22  Páginas

  • O CONHECIMENTO NA VISÃO FILOSOFICA MEDIEVAL E MODERNA: DE SANTO AGOSTINHO Á HEGEL

    DA RELIGIÃO DISCIPLINA DE FUNDAMENTOS DA FILOSOFIA O CONHECIMENTO NA VISÃO FILOSOFICA MEDIEVAL E MODERNA: DE SANTO AGOSTINHO Á HEGEL Resumo Na filosofia Medieval (ou filosofia patrística) se destacou um filósofo chamado de Santo Agostinho que afirmava que o homem foi criado à imagem e semelhança de Deus. Principalmente, e, sobre tudo, pelo...

    651  Palavras | 3  Páginas

  • A concepção de liberdade em kant fundamentação e sentido atrelado ao voto religioso da obediência

    A concepção de liberdade em Kant: Fundamentação e sentido atrelado ao voto religioso da Obediência Isaias Ricardo Barbosa de Lima[1] Resumo Este artigo apresenta primeiramente o pensamento kantiano a respeito da liberdade, que está submetida ao regime de leis morais de acordo com as máximas do próprio homem. Subseqüentemente, atualiza o pensamento e trás para realidade atual, com o intuído de compreender a intencionalidade e o valor de se viver a lei na atitude livre e consciente do Voto...

    3906  Palavras | 16  Páginas

  • VIDA E OBRA DE IMMANUEL KANT A REVOLUÇÃO COPERNICANA - ABNT

    VIDA E OBRA DE IMMANUEL KANT A REVOLUÇÃO COPERNICANA CARAPICUÍBA 2014 VIDA E OBRA DE IMMANUEL KANT A REVOLUÇÃO COPERNICANA Trabalho de final de ano apresentado para avaliação do 4º Bimestre do 2º ano do Ensino Médio. Orientador : Prof. SUMÁRIO INTRODUÇÃO ................................................................................................. 05 1 VIDA E OBRA DE IMMANUEL KANT...........................

    2239  Palavras | 9  Páginas

  • RESUMO 10 LIÇÕES DE KANT

    Primeira lição – O Provinciano Universal Immanuel Kant nasceu no dia 22 de abril de 1724, em Königsberg (Prússia Oriental). Filho de Johann Georg Kant e de Anna Regina Reuter. Influenciado por: Newton, Martin Knutzen (durante a universidade). Seus principais livros foram: Primeiro período: de 1755 a 1770, nesse tempo as idéias pessoais de Kant ainda não haviam tomado forma. 1755- História universal da natureza e teoria do céu 1756- Monadologia física: exemplo do uso da metafísica unida à geometria...

    4891  Palavras | 20  Páginas

  • Análise das críticas de immanuel kant, vida e obra

    significa que alguém não irá tentar realizá-la. Kant não apenas tentou, mas conseguiu alcançar o impossível. Depois de Hume ter destruído a filosofia, e todas as possibilidades de construção de um sistema metafísico, Kant criou o maior de todos eles. Seu propósito era refutar Hume, mas felizmente ele havia lido apenas a Investigação sobre o entendimento humano, e não o ceticismo mais penetrante do anterior Tratado sobre a natureza humana. Tivesse Kant lido o Tratado e talvez não houvesse elaborado...

    2647  Palavras | 11  Páginas

  • filosofo immanuel kant

    Immnuel Kant - “Pai da filosofia crítica” Filosofo alemão que nasceu em 22 de abril de 1724 em Königsberg. Estudou filosofia e matemática na Universidade de Königsberg que mais tarde lecionou na mesma. Filho de um comerciante seguia o pietismo, movimento que expande sua visão do mundo para um Eu melhor; no final do século XVII na Alemanha. Cidade onde nasceu viveu e morreu. No começo de sua carreira pré critica faz estudos importantes em ciências naturais e na física de Newton. Em sua Filosofia...

    502  Palavras | 3  Páginas

  • Filosofia KANT

    Victor IMMANUEL KANT TEORIAS EXPLICATIVAS DO CONHECIMENTO Curitiba 2011 INTRODUÇÃO Este trabalho visa um estudo profundo sobre as teorias explicativas do conhecimento do filósofo prussiano Immanuel Kant. Para abordar tal tema, primeiramente, é primordial termos em mente algumas informações a respeito de suas origens ( biografia em geral ), contexto histórico, trabalhos publicados e também definir os conceitos de racionalismo e empirismo para depois, entender as ações do filósofo perante...

    2190  Palavras | 9  Páginas

  • Immanuel Kant

    UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA LARISSA LARA GABIATTI IMMANUEL KANT E A CRÍTICA DA RAZÃO PURA: FACULDADES DO SABER FLORIANÓPOLIS, 2013. 2 LARISSA LARA GABIATTI IMMANUEL KANT E A CRÍTICA DA RAZÃO PURA: FACULDADES DO SABER Trabalho de Conclusão do Semestre 2013.2 da Disciplina CIN 7106 Evolução do Pensamento Filosófico e Científico do Curso de Arquivologia. Pesquisa Bibliográfica sobre Immanuel Kant e a Crítica da Razão Pura: Faculdades do Saber Orientadora: Clarice...

    3470  Palavras | 14  Páginas

  • Perguntas sobre o mundo de sofia

    Segundo eram as questões difíceis que estas cartas colocavam, o terceiro era quem era Hilde Mõller Knag e por que motivo Sofia tinha recebido um postal de aniversário endereçado a esta moça desconhecida. 2.1 – De que precisamos para nos tornamos filósofos? R = Precisamos unicamente da capacidade de nos surpreendermos. 2.2 – Porque as pessoas reagem de forma tão diferente? R= É uma questão de hábito. 3.1 – Antes de nascer à filosofia, como eram respondias as perguntas do homem? R= Através...

    1710  Palavras | 7  Páginas

  • kant

    1 Introdução Poucos filósofos tiveram uma vida tão despida dos elementos que geralmente se encontram nas biografias das grandes personalidades, quanto Immanuel Kant, que é considerado o pensador mais influente dos tempos modernos. Nascido em uma pequena cidade alemã, teve uma vida longa e tranqüila, dedicada ao ensino e à investigação filosófica. Ele fez muitas contribuições não apenas à filosofia, mas também à cosmologia, à astronomia e ao Direito. Acontecimentos relatados sobre a sua vida...

    6514  Palavras | 27  Páginas

  • ética de Immanuel Kant

    E A ÉTICA SEGUNDO IMMANUEL KANT Poucos são de fato aqueles que se destacaram quando se trata da disciplina Ética. Entre estes poucos temos Immanuel Kant que, junto com Aristóteles, são os maiores destaques do pensamento ético. Kant (1724-1804) foi um filósofo prussiano, considerado geralmente como o último grande filósofo dos princípios da era moderna, representante do iluminismo, uma de suas maiores influências. Para entendermos melhor os posicionamentos mais marcantes de Kant, torna-se imprescindível...

    1265  Palavras | 6  Páginas

  • Filosofos

    espécie de anarquia social, não havendo: leis, ideal coletivo, senso de cidadania. Dessa forma, a sociedade é regida com o senso crítico de cada individuo,valendo-se o extinto animal, onde não há um juízo coletivo estabelecido, portanto cada um cria sua visão particular do que é ou não ‘’direito’’ de cada um e vive a bel-prazer conformes suas próprias regras,vivendo de acordo com seus desejos, não existindo o que é justo ou não.Nessa perspectiva, surge um dilema já que ocorre um confronto entre o que os...

    6588  Palavras | 27  Páginas

  • Immanuel kant

    Immanuel Kant Índice Página Introdução 3 Desenvolvimento 4 Conclusão 6 Referência 8 2 Introdução Immanuel Kant (1724 1804) é reputado como o maior filósofo após os antigos gregos. Nasceu em Königsberg, Prússia Oriental, como filho de um artesão humilde, e estudou no Colégio Fridericianum e na Universidade de Königsberg, na qual tornou-se professor catedrático. Não foi casado, não teve filhos e nunca saiu da sua cidade natal. Levou...

    1288  Palavras | 6  Páginas

  • A liberdade para Immanuel Kant

    da Silva Curso: Edificações - Integrado – 1° Período Referências: A LIBERDADE SOB A PERSPECTIVA DE KANT: UM ELEMENTO CENTRAL DA IDEIA DE JUSTIÇA Autores: Thaita Campos Trevizan e Vellêda Bivar Soares Dias Neta LIBERDADE E MORALIDADE EM KANT Autores: Diego Carlos Zanella e Liliana Souza de Oliveira ...

    680  Palavras | 3  Páginas

  • Filósofos e suas teorias - resumo

    Filósofos e suas Teorias” Tales de Mileto (624 – 550 ªC.), grego. Expoente do “monismo”; é considerado o primeiro filósofo ocidental. Anaximandro de Mileto (611-547 ªC.), grego. Deu continuidade à busca de “Tales” da substância universal, argumentando que tal substância não precisa se parecer com nenhuma outra conhecida. Heráclito de Éfeso (533-475 ªC.), grego. Opô-se ao conceito de uma realidade única e dizia que a única coisa permanente é a mudança. *Empédocles de Agrigento...

    2427  Palavras | 10  Páginas

  • A RELAÇÃO ENTRE DIREITO E RELIGIÃO NO MUNDO MODERNO

    segurança para os huguenotes. O sonho de liberdade religiosa e econômica foi um fracasso, pois os franceses foram expulsos do Brasil por Mem de Sá em 1567. Não podemos esquecer que, mesmo estando em alta a conhecida Inquisição Católica por todo o mundo e também a perseguição dos protestantes a todas doutrinas contrárias a Reforma, os missionários cristãos no Brasil não conseguiram separar a fé cristã das crenças indígenas e africanas. O motivo principal disso é que as crenças de um povo estão ligadas...

    2892  Palavras | 12  Páginas

  • Kant

    Carmo Ética na Modernidade: Immanuel Kant Campina Grande 23/09/2014 FACISA - Faculdade de Ciências Sociais Aplicadas Ética na Modernidade: Immanuel Kant Trabalho referente a Avaliação da 1ª Unidade - Disciplina de Ética do Direito Docente: Ana Carolina Goldim Campina Grande 23/09/2014 Introdução A filosofia na modernidade contou com a presença de diversos filósofos os quais deixaram grande obras que retratavam...

    4191  Palavras | 17  Páginas

  • filosofos

     Trabalho de Filosofia 3º etapa Filósofos Fonte: wikipedia.org/ Racionais: Francis Bacon Bacon nasceu em Londres, em 22 de janeiro de 1561, e morreu na mesma cidade em 9 de abril de 1626. Sua educação orientou-se para a vida política, na qual alcançou posições elevadas. Filho de Nicholas Bacon e Ann Cooke Bacon, a mãe de Francis Bacon falava cinco idiomas e foi considerada como...

    4826  Palavras | 20  Páginas

  • Filosófos

    Direito Filosofia Vida e Obra de Immanuel Kant, John Locke e René Descartes Rozeléia Barbosa dos Santos R.A C1040D-2 Immanuel Kant Immanuel Kant nasceu em Königsberg, atual Kaliningrado (Alemanha), em 22 de abril de 1724. era filho de um pequeno artesão e passou toda a vida em sua pequena cidade natal, em geral considerado o pensador mais influente dos tempos modernos. Immanuel Kant era filho de um artesão que trabalhava couro e fabricava selas...

    6641  Palavras | 27  Páginas

  • Immanuel Kant

    Immanuel Kant Nascido de uma modesta família de artesãos, Immanuel Kant nasceu, viveu e morreu em Königsberg (atual Kaliningrado), na altura pertencente à Prússia. Foi o quarto dos nove filhos de Johann Georg Kant, um artesão fabricante de correias (componente das carroças de então) e da mulher Regina. Nascido numa família protestante (Luterana), teve uma educação austera numa escola pietista, que frequentou graças à intervenção de um pastor. Foi um filósofo prussiano, geralmente considerado como...

    2125  Palavras | 9  Páginas

  • Kant x Marx

    Immanuel Kant (Königsberg, 22 de abril de 1724 — Königsberg, 12 de fevereiro de 1804) foi um filósofo prussiano, geralmente considerado como o último grande filósofo dos princípios da era moderna. Karl Marx foi um revolucionário, cientista social, que marcou a história política com suas ideias humanitárias. Ideias que buscaram promover uma distribuição de renda justa e equilibrada. Suas ideias influenciaram a chamada Revolução Socialista, movida pela metade da população mundial da época. partes Marx com Kant ilustrou...

    753  Palavras | 4  Páginas

  • kant

    IFES IMMANUEL KANT MARÇO 2014 BIOGRAFIA Immanuel Kant nasceu em 22 de abril de 1724 em uma cidade pequena da Prússica Oriental, Konigsberg. Seu pai era um pequeno artesão. Sua educação foi rígida e religiosa, baseada em princípios que pregavam uma vida simples, respeitosa e obediente à moral. Apesar de Kant nunca ter saído da cidade em que nasceu, ele sempre esteve a par dos problemas sociais e políticos de sua época, sendo, por exemplo...

    1479  Palavras | 6  Páginas

  • biografia Immanuel Kant e John Locke

     Trabalho de Filosofia Biografia de Immanuel Kant e John Locke Biografia de Immanuel Kant Immanuel Kant, Königsberg, Prússia, 22 de Abril de 1724 - Königsberg, 12 de Fevereiro de 1804, foi um filósofo alemão. Fundador da filosofia critica. Kant nasceu, viveu e morreu em Konisberg, uma cidade da Prússia Oriental (Alemanha), filho de um comerciante de descendência escocesa, recebeu uma educação pietista. Frequentou a Universidade como estudante de filosofia e matemática. Dedicou-se...

    5244  Palavras | 21  Páginas

  • Bibliografia de kant

    UNIVERSITARIO DO NORTE – UNINORTE JANETE DAMASCENO MARTA MONSALVE MARCO ANTONIO MARCOS ROBERTO ROSANE VASCONCELOS PESQUISA BIOGRÁFICA IMMANUEL KANT, CONCEPÇÃO DE HOMEM, CONHECIMENTO E POLITÍCA. MANAUS 2012 CENTRO IMMANUEL KANT, CONCEPÇÃO DE HOMEM, CONHECIMENTO E POLITÍCA. Trabalho ministrado pela professora Cristiane Manique, disciplina de Fundamentos Filosóficos,...

    1186  Palavras | 5  Páginas

  • Fichamento kant

    Educação Professora: Magda Marly Fernandes Fichamento: KANT, Immanuel. Trad. Francisco Cock Fontanella. Sobre a Pedagogia. Fichamento Kant inicia Sobre a Pedagogia com a frase “O homem é a única criatura que precisa ser educada” (KANT, 1999, p. 11). Isso significa, entre outras palavras, que o ser humano não nasce pronto, ele precisa ser educado, moldado. Para Kant “o homem é infante” curioso e desbravador, ele precisa...

    1069  Palavras | 5  Páginas

tracking img