Qual É A Diferença Entre Desvio Social E Crime artigos e trabalhos de pesquisa

  • Crime e desvio

    FACULDADE BRASILEIRA CURSO DE GRADUAÇÃO EM DIREITO LUISA MEDEIROS CALDEIRA A DIFERENCA ENTRE CRIME E DESVIO VITORIA/ES 2012 LUISA MEDEIROS CALDEIRA A DIFERENÇA ENTRE CRIME E DESVIO Trabalho apresentado à disciplina Metodologia do Trabalho Científico como pré – requisito parcial para avaliação do Curso em Graduação em Direito. Orientador: MsC Profª Symone de Deus Mirando Gonçalves. VITORIA/ES 2012 SUMÁRIO 1 INTRODUÇÃO 4 1.1 PROBLEMA 4 OBJETIVOS 4 1.2.1 Objetivo...

    1012  Palavras | 5  Páginas

  • Desvio social

    1. INTRODUÇÃO 3 2. DESENVOLVIMENTO 4 2.1 DESVIO SOCIAL 4 2.2 A INFLUÊNCIA IMEDIATA DO CONTEXTO HISTÓRICO SOBRE A OBRA DE DURKHEIM 5 2.3 INTERPRETANDO O DESVIO SOCIAL 7 3. CONSIDERAÇÕES FINAIS 9 4. REFERÊNCIAS 10 1. INTRODUÇÃO O Objetivo deste trabalho é elucidar, tornar clara a definição de desvio social, utilizando como foco central a marginalização de alguns indivíduos e de que forma isso acontece. Podemos definir como Desvio Social, modos de agir em desconformidade com as normas...

    1825  Palavras | 8  Páginas

  • Crime E Desvio

    1 CRIME, DESVIO E IDENTIDADE NA SOCIEDADE EM REDE1 Aline Marques Marino2 PALAVRAS-CHAVE: crime; desvio; identidade; sociedade em rede; consumismo; cultura; pluralismo. RESUMO O presente trabalho aborda a inter-relação existente entre as idéias de identidade, crime e desvio, tendo como norteadora a Era Pós-Moderna e suas características peculiares, apesar de ainda não amadurecidas o suficiente, a ponto de dificultar uma única análise, abrindo, assim, caminhos para muitas interpretações, discussões...

    2703  Palavras | 11  Páginas

  • A Ineficácia das leis para os crimes de corrupção

    entrevistadas: 217 110 homens 107 mulheres 1 – NA SUA OPINIÃO A JUSTIÇA BRASILEIRA TRATA COM DIFERENÇA AS PESSOAS QUE COMETEM CRIMES COMO ROUBO, ASSASSINATO, TRÁFICO DE DROGAS E PESSOAS QUE COMETEM CRIMES DE COLARINHO BRANCO, COMO POLÍTICOS, EMPRESÁRIOS, ETC? SIM......................158 = 72,8% NÃO....................32 = 14,7 % NÃO SABE.........26 = 11,9% OUTRO...............1 = 0,6% 2 – QUAIS DESSES CRIMES ABAIXO RELACIONADOS VOCÊ CONSIDERA MAIS DANOSO À SOCIEDADE? ROUBO....................

    2325  Palavras | 10  Páginas

  • Desvio Social

    1) O que é um desvio social? Quando o indivíduo ou grupo não corresponde às normas de uma determinada cultura. 2) Por que as pessoas se desviam de um comportamento estabelecido? Hoje, chegou-se à conclusão de que o desvio se deve a fatores psicológicos e sociológicos, estudados por uma disciplina chamada Psicologia Social. 3) Dê exemplo de uma atitude considerada normal no passado, mas que hoje é um desvio social. A prática de criar passarinhos em cativeiro (gaiolas) era algo comum e...

    1167  Palavras | 5  Páginas

  • Sociologia do crime

    tocante à teoria da associação diferencial e às características do crime de colarinho branco como fenómeno criminológico, em busca de uma maior compreensão das semelhanças e diferenças entre a criminalidade dos indivíduos, das classes sociais mais baixas e a criminalidade dos indivíduos das classes mais altas. É fundamental para uma compreensão mais abrangente e específica dos crimes associativos e, mais importante, do fenómeno do crime organizado. De modo geral, o trabalho vai comportar um panorama...

    3631  Palavras | 15  Páginas

  • desvios institucionais

    Desvios Institucionais Introdução Estado é o conjunto de suas regras jurídicas, o fundamental é que essas normas são postas para controlar o exercício do poder no Estado Democrático, fazendo que governantes políticos e qualquer cidadão estejam submetidos ao império da lei. A norma jurídica posta pelo Estado tem a pretensão de ser algo semelhante a um rio, porque determina um fluxo da ação praticada por agentes humanos. Essa é a noção que a idéia de desvio produz. ...

    1369  Palavras | 6  Páginas

  • desvio

    Desvio social O conceito de desvio pode variar de sociedade para sociedade, pois cada uma possui uma cultura diferente da outra e com isso as leis são determinadas por cada local. O Desvio trata-se de quando um indivíduo ou um grupo de pessoas não se conforma com um determinado conjunto de normas aceitas pela maioria em uma comunidade ou em uma sociedade. Em outras palavras conclui-se que O desvio e toda ação que quebra os padrões e leis de um determinado local. A maioria das pessoas conclui...

    4317  Palavras | 18  Páginas

  • Sociedade e controle social

    CONTROLE SOCIAL Toda sociedade estabelece regras de convivência entre seus membros, sem as quais seria impossível convivência social. Os homens aprendem que viver em grupo é a melhor maneira de superar os outros animais, de se defender, de trabalhar e produzir mais. A sobrevivência se torna mais fácil em sociedade. Eles passam a interagir, surgem às instituições, organizações e fenômenos sociais. Esse controle social se dá por meio das normas, que são as obrigações sociais e podem...

    1402  Palavras | 6  Páginas

  • O que é Desvios de Normas sociais de acordo com a Sociologia Juridica?

    O que é Desvios de Normas sociais de acordo com a Sociologia Juridica? Sociologia é o estudo do comportamento social das interações e organizações humanas. Todos nós somos sociólogos porque estamos sempre analisando nossos comportamentos e nossas experiências interpessoais em situações organizadas.. O objetivo da sociologia é tornar essas compreensões cotidianas da sociedade mais sistemáticas e precisas, à medida que suas percepções vão além de nossas experiências...

    2647  Palavras | 11  Páginas

  • 2 crime e violencia

    SOCIOLOGIA JURÍDICA E JUDICIÁRIA - CCJ0108 Título CRIME E VIOLÊNCIA: APORTES TEÓRICOS E PRÁTICOS PARA UMA SOCIOLOGIA DO DESVIO Objetivo Compreender o fenômeno do desvio social e da criminalidade em seus aspectos sociais e jurídicos, sob o enfoque da Sociologia Jurídica e Judiciária. Competências / Habilidades · Compreensão crítica do fenômeno jurídico e social da criminalidade em seus aspectos sociológicos. · Habilidade de pesquisar em diversas fontes · Redação de textos em linguagem acadêmica...

    544  Palavras | 3  Páginas

  • Teorias do crime

    PRINCIPAIS TEORIAS SOCIOLÓGICAS DO CRIME Objetivo específico: Tomar ciência dos diversos fatores explicativos do fenômeno criminal, bem como das principais teorias cientificas que norteiam o tema. 1.Teorias Focadas no Indivíduo; 1.1 Teoria Bioquímica; 1.2 Teoria da Criminologia Psicológica; 2.Teorias Focadas no Estudo dos Processos Sociais; 2.1 Teoria do Modelo Ecológico; 2.2 Teoria da Anomia; 2.3 Teoria da Rotulagem Social; 2.4 Teoria do Aprendizado (Associação Diferencial); 2...

    1386  Palavras | 6  Páginas

  • PARADIGMA ETIOL GICO AO PARADIGMA DA REA O SOCIAL

    DO PARADIGMA ETIOLÓGICO AO PARADIGMA DA REAÇÃO SOCIAL: MUDANÇA E PERMANÊNCIA DE PARADIGMAS CRIMINOLÓGICOS NA CIÊNCIA E NO SENSO COMUM O texto de Vera Regina Pereira de Andrade aborda a evolução do paradigma criminológico desde suas primeiras conclusões até a atual forma de pensar. Traz, primeiramente, o Paradigma Etiológico de criminologia, onde encontra-se explicação científica para o fenômeno desviante, chamado de crime. Trata-se de uma teoria baseada nos estudos de Lombroso e seu auxiliar...

    923  Palavras | 4  Páginas

  • ciencias sociais

    Ciências Sociais CLIQUEAQUIPARA VIRARAPÁGINA Disciplina Ciências Sociais Autoria Profa. Sílvia Marques Como citar esse documento: MARQUES, Sílvia. Ciências Sociais. Valinhos: Anhanguera Educacional, 2014. p. 1-64. Disponível em: . Acesso em: 02 jan. 2014. © 2013 Anhanguera Educacional Proibida a reprodução final ou parcial por qualquer meio de impressão, em forma idêntica, resumida ou modificada em língua portuguesa ou qualquer outro idioma. Índic e Tema 01: Fundamentos...

    9557  Palavras | 39  Páginas

  • Desvios Comportamentais

    Desvios comportamentais Definição 1: Desvio comportamental é a violação de um padrão social.  Um padrão social pode ser diferenciado de um padrão estatístico. Um padrão  estatístico é aquele seguido pela maioria das pessoas, a tendência central de uma  distribuição; aqui, a diferença ou desvio comportamental significa a variação em  relação à média.  Um padrão social é um padrão de conduta, que espera-se que as pessoas sigam  ou deveriam seguir, em vez daquele realmente seguido por elas  ...

    626  Palavras | 3  Páginas

  • abordagem socio psicologica da violencia e do crime

    GESTÃO E ADMINISTRA​ÇÃO PENITENCIÁ​RIA Abordagem sociopsicológica da violência e do crime Bem vindo à disciplina abordagem sociopsicológica da violência e do crime Espero que você tenha muita disposição para iniciar os estudos sociológicos e psicológicos sobre a criminalidade e a violência. O presente material didático servirá de suporte básicos para seus estudos e aprofundamentos sobre o tema da criminalidade e da violência. Você vai encontrar aqui uma rota de aprendizagem para auxiliar na...

    16864  Palavras | 68  Páginas

  • Abordagens sócio-psicológicas da violência e do crime

    Violência e do Crime Objetivo A biologia do comportamento criminoso. Introdução ao estudo da Sociologia da violência e do crime. Tipologia da violência. O crime como problema social: evolução do pensamento sociológico. A Lei como mecanismo de controle social: análise das necessidades, funções, utilização e efeitos dos mecanismos formais e informais de controle social; perspectivas teóricas da lei e do controle social; exame empírico das teorias da lei como mecanismo de controle social. A condição...

    18453  Palavras | 74  Páginas

  • Crimes Contra Administração Pública

    Crimes contra a Administração Pública. Para o Direito Penal, com a expressão “administração pública” pretende-se definir o desenvolvimento normal, ordenado e legal dos órgãos do Estado, no âmbito dos três poderes – Executivo, Legislativo e Judiciário. Todo ilícito penal praticado por funcionário público é igualmente ilícito administrativo. O ilícito administrativo é um minus em relação ao ilícito penal, resultando que a única diferença entre ambos reside na sua gravidade. “A eficiência do Estado...

    908  Palavras | 4  Páginas

  • Gabarito ciências sociais

    dimensões da sociedade: econômica, social e política. Não é apenas a situação econômica que divide os indivíduos, mas também seu prestígio profissional, seu nível de instrução, seu acesso à educação, seu poder político. Detém poder econômico quem tem dinheiro e bens. Possui melhor status social quem tem um sobrenome respeitável, uma profissão de prestígio e um elevado nível de instrução. Detém poder quem tem acesso a um cargo político importante. As ordens econômica, social e política são independentes...

    2481  Palavras | 10  Páginas

  • entiquetamento social

    novas medidas penais e buscar medidas sociais para que o crime não aconteça; Abolicionistas: acabar com a pena de rpisao não aumenta nem diminui a criminalidade, pois a prisão não consegue reeducar e sim despersonalizar. Punitivismo: nosso ímpeto, se somos afetados queremos retribuição: penas certas e precisas. Pena de caráter retributivo, reabilitr e prevenir Se não tem crime é pq a pena não é aplicada corretamente Os. Pessoas ricas tem imunidade social Acreditam no sistema penal, mas tem pouco...

    623  Palavras | 3  Páginas

  • Fato social e coercitividade social

    3ºAno Fato Social e Coercitividade Social. Qual a diferença e quando esses conceitos podem ser usados na nossa sociedade? 21/03/2015 Fato Social O fato social é o objeto central da teoria sociológica de Émile Durkheim, constituindo-se em qualquer forma de indução sobre os indivíduos que são tidos como uma coisa exterior a eles, tendo uma existência independente e estabelecida em toda a sociedade, que é considerada então como caracterizada pelo conjunto de fatos sociais estabelecidos. ...

    588  Palavras | 3  Páginas

  • Fato social

    FATOS SOCIAIS Uma definição simplificada de Fatos sociais é: São maneiras coletivas, exteriores e gerais de agir, pensar e sentir, pertencentes a determinados grupos sociais. Para que existam fatos sociais, é preciso que o ser humano seja socializado. Socialização é a assimilação de hábitos característicos do seu grupo social, todo o processo através do qual um indivíduo se torna membro funcional de uma comunidade, assimilando a cultura que lhe é própria (sem a socialização, não saberíamos nem...

    1623  Palavras | 7  Páginas

  • Teoria da Aprendizagem Social

    ciências naturais e às questões biológicas, como era proposto por Lombroso, que afirmava a tese do criminoso nato. Já no início do século XX, a criminologia passa a ser fortemente influenciada pelas ciências sociais: os traços individuais deixam de ser determinantes e as forças sociais assumem a posição principal do fator criminógeno. Essa influência sociológica foi notória nos Estados Unidos, inicialmente com os sociólogos da Escola de Chicago, que afirmavam que o ambiente era fator determinante...

    1008  Palavras | 5  Páginas

  • Formação social e polotica do brasil

    Caderno de Atividades Serviço Social Disciplina Sociologia Coordenação do Curso Maria de Fátima Bregolato Rubira de Assis Autores Profª. Sílvia Marques Chanceler Ana Maria Costa de Sousa Reitora Leocádia Aglaé Petry Leme Pró-Reitor Administrativo Antonio Fonseca de Carvalho Pró-Reitor de Graduação Eduardo de Oliveira Elias Pró-Reitor de Extensão Ivo Arcangêlo Vedrúsculo Busato Pró-Reitor de Pesquisa e Pós-Graduação Luciana Paes de Andrade Coordenadora de Controle DidáticoPedagógico EAD Geise...

    12884  Palavras | 52  Páginas

  • Crimes virtuais

    Crimes Virtuais Crimes virtuais são crimes cometidos através da Internet. Existe uma lista bastante extensa de crimes que podem e são cometidos através da rede mundial de computadores, entre eles podemos citar a injúria, calúnia, difamação, furto, extorsão, ameaças, pedofilia, estelionato, fraudes com cartão de crédito, desvio de dinheiro, violação de direitos autorais, entre outros. Esse tipo de crime vem crescendo bastante nos últimos tempos e dois fatores básicos podem ser taxados como os...

    913  Palavras | 4  Páginas

  • Sociologia da exclusão e marginalidade social

    e Marginalidade Social Trabalho Individual Educação Social (Pós-Laboral) 2010/2011 Educação Social, 2º Ano; 1º Semestre 1. Os comportamentos desviantes podem ser analisados a partir de quadros teóricos que olham para o desvio através de uma perspectiva que considera as suas características como absolutas, ou então adoptam uma perspectiva que as entende como relativas. Explique as diferenças existentes entre estas duas concepções. O desvio e os comportamentos...

    1700  Palavras | 7  Páginas

  • Resenha - Violência, crime e sistemas policiais em países de novas democracias.

    PINHEIRO, Paulo Sérgio. Violência, crime e sistemas policiais em países de novas democracias. Tempo Social; Rev. Sociol. USP, S. Paulo, 9(1): 43-52, maio de 1997. Nos países latino-americanos há um intervalo entre a lei e a realidade dessas regiões. No Brasil, onde promulga a Constituição Federal de 1988, há um reconhecimento formal de direitos individuais, porém nada faz mudar a real verdade da sociedade. Podemos entender que o autor mostra com clareza que não há correlação entre o que está...

    1077  Palavras | 5  Páginas

  • Criminologia e Controle Social

    1) Aponte e explique os conceitos de cidadania, maniqueísmo, senso comum e livre-arbítrio, em sua relação com o crime e o criminoso: Resposta: O sistema penal (exercício institucionalizado de poder punitivo) é dimensão de controle e regulação social, em cujo centro radica a reprodução de estruturas e instituições sociais, e não a proteção do sujeito, ainda que em nome dele fale a se legitime; enquanto a cidadania é dimensão de construção de direitos e necessidades, o sistema penal é dimensão de...

    1200  Palavras | 5  Páginas

  • Prostituição: Crime ou trabalho?

    pagamento pela prestação dos serviços sexuais, trazendo como proposta brasileira garantia a carteira de trabalho assinada, aposentadoria, assistência médico-hospitalar, entre outros benefícios. Seria um avanço para as mulheres que sofrem exclusão social e enfrentam todos os dias o repúdio da sociedade o direito de trabalhar com dignidade e honestidade com o respaldo do poder judiciário. O Projeto de Lei também é defendido pelo Ministro da Justiça Márcio Thomaz Bastos: “a minha posição é idêntica...

    3008  Palavras | 13  Páginas

  • REELEICAO - O VERDADEIRO CRIME ORGANIZADO LEGALIZADO

    ANDRE PAULO STOQUE CAMAZANO O Verdadeiro Crime Organizado Legalizado – A Reeleição Trabalho de Conclusão de Curso – TCC apresentado ao curso de Graduação de Direito da Universidade Estácio de Sá do Rio de Janeiro – UESRJ. Orientadores: Profª. MARIZA FERREIRA BAHIA Prof. Dr. MARCELO SILVA MOREIRA MARQUES Rio de Janeiro 2009 2 RESUMO O presente trabalho aborda o arcabouço de desvios de conduta e ilegalidades que se estabelece a partir do instituto (inconstitucional) da...

    8190  Palavras | 33  Páginas

  • Desvio Mental De Fifi

    Desvio mental A palavra "desvio" está relacionada com "desviar" que significa sair do trajecto.  Em sociologia, a nossa preocupação é tanto com o que faz com que as pessoas se mantenham no trajecto como com o que faz com as pessoas que saiem dele. Um desvio é uma violação de uma norma social.  A questão é então tanto "Porque temos e cumprimos normas sociais?" como "Porque as violamos?" Qual é a diferença entre desvio e crime?  Ambos são a violação da norma social. O crime tem a característica adicional...

    2582  Palavras | 11  Páginas

  • projeto de transformação da corrupção em crime hediondo

    projeto de transformação da corrupção em crime hediondo No mes de junho de 2013 o povo tomou as ruas fazendo manifestações contra a corrupção praticada pelos politicos. Em responsta ao povo, o senado federal resolveu acelerar a votação para aprovação ou não do projeto de lei nº 204/2011 feito pelo senador pedro taques(PDT/mt) que faria com que os crimes de corrupção virem hediondos. No dia 26/03/13 o senado aprovou esse projeto de lei. agora ele foi enviado para ser apreciado na camara dos...

    1685  Palavras | 7  Páginas

  • Desvio social crime e controle social 3 files merged

    DESVIO SOCIAL, CRIME E CONTROLE SOCIAL SOCIEDADE E CONTROLE SOCIAL  A convivência social é possibilitada pela existência de regras de convivência (normas sociais / obrigações sociais → baseadas em valores que a sociedade julga fundamentais para seu funcionamento)  Regulamentação da vida social: regras escritas (leis do direito) e não escritas (costumes interiorizados)  Normas não são estáticas → estão em mudança constante e provocam alterações no comportamento humano SOCIEDADE E CONTROLE...

    3196  Palavras | 13  Páginas

  • Crimes falimentares

    CRIMES FALIMENTARES Os crimes falimentares estão previstos nos artigos 168 a 178 da nova Lei de Falências ou Lei de Recuperação de Empresas, que podem ser praticados tanto pelo devedor, quanto por terceiros (contadores, técnicos, auditores, juiz, representante do Ministério Público, o administrador judicial, o gestor judicial, o perito, avaliador, escrivão, oficial de justiça, leiloeiro, entre outros), antes ou depois da sentença que decretar a falência, conceder a recuperação judicial ou homologar...

    5599  Palavras | 23  Páginas

  • Reinserção Social

    fundadas nas noções de infracção e de responsabilidade moral, e as concepções subjectivas positivistas fundadas sobre o estado de perigosidade e a responsabilidade social, ou seja personalidade criminal. Culpabilidade - elemento intencional da infracção, também condição da responsabilidade moral. Perigosidade – elemento da responsabilidade social. A criminologia enquanto disciplina autónoma surgiu no final do séc. XIX, com o advento do positivismo. No período anterior, o autor + importante da “Escola...

    26923  Palavras | 108  Páginas

  • diferença entre policia federal e receita federal

    São Gonçalo, 16 de abril de 2014. • Diferença entre a Polícia Federal e Receita Federal. Polícia Federal: É uma instituição policial brasileira, subordinada ao Ministério da Justiça, cuja função, de acordo com a Constituição de 1988, é exercer a segurança pública para a preservação da ordem pública e da incolumidade das pessoas, bem como dos bens e interesses da União, exercendo atividades de polícia marítima, aeroportuária e de fronteiras, repressão ao tráfico de entorpecentes, contrabando e descaminho...

    1211  Palavras | 5  Páginas

  • Cidade de muros: crime, segregação e cidadania

    Maria Helena Oliva Augusto A discussão que se encontra em Cidade de muros: crime, segregação e cidadania em São Paulo, de Teresa Pires Caldeira, é uma contribuição importante para a compreensão dos processos atuantes na profunda transformação em curso na sociabilidade metropolitana e para a detecção dos elementos que concorrem para o aumento assustador do crime e da violência. O argumento central do livro é de que se assiste, contemporaneamente, a uma alteração marcante na qualidade do espaço...

    4605  Palavras | 19  Páginas

  • Apostila dos Crimes contra Fé Publica - Corrupção

    TRÊS ESTUDOS DE DIREITO PENAL: CORRUPÇÃO PASSIVA, PECULATO E CRIMES DE RESPONSABILIDADE COMETIDOS PELO PREFEITO MUNICIPAL ROGÉRIO TADEU ROMANO Procurador Regional da República aposentado I - O DIREITO PENAL ADMINISTRATIVO Para LOPES MEIRELLES1 pode-se falar em Administração Pública como a gestão dos interesses da coletividade. Discute-se se há diferença entre ilícito administrativo, ilícito civil e ilícito criminal. Dizia HUNGRIA2 que a ilicitude é uma só, do mesmo modo, que uma só...

    10620  Palavras | 43  Páginas

  • A AÇÃO SOCIAL DE MAX WEBER NA CONTEMPORANEIDADE

    A AÇÃO SOCIAL DE MAX WEBER NA CONTEMPORANEIDADE: UM ESTUDO DAS AÇÕES DE POLÍTICA PÚBLICA E A ATUAÇÃO DA JUSTIÇA CRIMINAL NA CIDADE DE VITÓRIA/ES Elcio Cardozo Miguel1 A obra de Max Weber, conjuntamente com Karl Marx e Èmile Durkheim, é fundamental para a compreensão das relações sociais contemporâneas. Pode-se dizer que todos os sociólogos modernos receberam alguma influência de, pelo menos, algum dos três autores supracitados. Weber se destacou pelos estudos das ações sociais, da vocação para...

    2885  Palavras | 12  Páginas

  • pedofilia: crime ou doença

    contexto social. Na verdade trata-se de um transtorno sexual, agrupado dentro das parafilias. Parafilias são variações do impulso sexual que acabam por culminar em anseios, fantasias ou comportamentos sexuais recorrentes e intensos. As atividades parafílicas envolvem objetos não humanos, atividades ou situações incomuns, sofrimento ou humilhação própria ou do parceiro, atividades com crianças ou outras pessoas sem o seu consentimento, sendo por isso muitas vezes interpretado como “desvios sexuais”...

    1548  Palavras | 7  Páginas

  • Controle social apostila prof nadia

    INTRODUÇÃO O DIREITO COMO PROPULSOR E OBSTÁCULO DA MUDANÇA SOCIAL O CONCEITO DE MUDANÇA SOCIAL O estudo da anomia nos indica que o processo de integração social do indivíduo não se realiza sem que surjam problemas e conflitos. As diferenças de opiniões e de interesses criam conflitos, que muitas vezes causam modificações na organização da sociedade. A sociologia denomina este fenômeno de mudança social. “A mudança social indica uma modificação na forma como as pessoas trabalham...

    7025  Palavras | 29  Páginas

  • Burocracia, Divisão do trabalho e conformidade e desvio

     RESUMO SOBRE BUROCRACIA, DIVISÃO DO TRABALHO E CONFORMIDADE E DESVIO Burocracia A burocracia caracteriza-se por traços sistematicamente ordenados. Ao contrário do entendimento empírico onde veem a burocracia como sinônimo de demora, problema e morosidade, a burocracia procura padronizar e agilizar através de suas normas uma organização. Cada funcionário exerce uma função sobre uma hierarquia de status. São regidos por leis universalistas onde sua contratação ou destituição só pode ser efetuada...

    1589  Palavras | 7  Páginas

  • Dos crimes contra a administração pública

    Questionário 05- Dos Crimes Contra a Administração Pública 01 Em que consiste o peculato qualificado? Não existe previsão de peculato qualificado no Código Penal. 02- Disserte sobre o elemento subjetivo do crime de peculato. O elemento subjetivo do crime de peculato é o dolo específico, que no peculato-apropriação consiste na intenção de se inverter a posse com ânimo de apropriação definitiva. No peculato-desvio, é a intenção de dar destino diverso à coisa. E no peculato-furto tem-se a...

    1705  Palavras | 7  Páginas

  • RESUMO CAP.NORMAS E DESVIO SOCIAL (Cap. 6) DESVIO SOCIAL (Cap. 7) ORDEM E CONTROLE SOCIAL (Cap. 8) DIREITO E MUDANÇA SOCIAL (Cap. 9)

    DE ENSINO SUPERIOR DO SUL DO MARANHÃO- UNISULMA CURSO DE DIREITO ALDENIR BARBOSA LIMA NORMAS E DESVIO SOCIAL (Cap. 6) DESVIO SOCIAL (Cap. 7) ORDEM E CONTROLE SOCIAL (Cap. 8) DIREITO E MUDANÇA SOCIAL (Cap. 9) Imperatriz 2014 ALDENIR BARBOSA LIMA NORMAS E DESVIO SOCIAL (Cap. 6) DESVIO SOCIAL (Cap. 7) ORDEM E CONTROLE SOCIAL (Cap. 8) DIREITO E MUDANÇA SOCIAL (Cap. 9) Resumo apresentado à disciplina de Sociologia Jurídica, como requisito parcial de nota do 2º...

    7925  Palavras | 32  Páginas

  • O crime do século

    Pretente-se com essa resenha crítica, abordar dois trabalhos e confrontá-los, comparando o que lá e cá se delinia, e trazendo a ficção à realidade, já que no filme em questão “o crime do século”, é retratada de forma dramática, uma história real. Ainda que o sitema jurídico daquele país em que se desenvolve a trama, não seja idêntico ao nosso, será possível buscar através das páginas do livro “A dignidade da pessoa humana diante da sanção penal”, escrito pelo professor Taílson Pires da Costa, uma...

    1705  Palavras | 7  Páginas

  • Processo de Criminalização e Marginalidade Social

    Fichamento do texto “Processo de Criminalização e Marginalidade Social” Logo no início do texto, após uma introdução rápida, a autora é direta na afirmação que o inimigo, no direito penal, é identificado como o indivíduo a quem o tratamento de pessoa não é concedido. E, pela história, isso pode ser vislumbrado com os índios sendo feitos de animais e os negros sendo vistos como mercadoria. De acordo com Zygmunt Bauman, toda sociedade acaba gerando o que foi chamado de fantasias sobre algum perigo...

    1201  Palavras | 5  Páginas

  • Crime segundo o criminoso

    UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO DE JANEIRO INSTITUTO DE FILOSOFIA E CIÊNCIAS SOCIAIS O CRIME SEGUNDO O CRIMINOSO: um estudo de relatos sobre a experiência da sujeição criminal Carlos Augusto Teixeira Magalhães Rio de Janeiro Novembro de 2006 2 UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO DE JANEIRO INSTITUTO DE FILOSOFIA E CIÊNCIAS SOCIAIS PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM SOCIOLOGIA E ANTROPOLOGIA O CRIME SEGUNDO O CRIMINOSO: um estudo de relatos sobre a experiência da sujeição criminal Carlos Augusto...

    66913  Palavras | 268  Páginas

  • crimes contra a administração publica

    Introdução Dos Crimes Contra a Administração Pública Trabalho baseado na Doutrina do Professor, Jurista e Político Brasileiro Fernando Capez, Curso de Direito Penal Vl. 03. Ed 11 – Saraiva 2013. Este trabalho será abordado pelos Artigos 312,313,315,316,317,319,325 e 327 do Código Penal Brasileiro, chamado de Crime Funcional, por ter sido cometido por Funcionário Público. O objetivo desta pesquisa é o significado da Expressão Administração Pública e do conceito...

    2135  Palavras | 9  Páginas

  • Crimes contra a honra

    CRIMES CONTRA A HONRA 1 - INTRODUÇÃO Os crimes contra a honra são calúnia (art. 138 do CP), difamação (art. 139 do CP) e injúria (art. 140 do CP). Estão previstos no CP e em outras legislações especiais (CPM, Código Eleitoral, Lei de Imprensa). Portanto, o CP só será aplicado quando não ocorrer qualquer das hipóteses especiais (princípio da especialidade). São crimes formais. O agente quer causar uma efetiva lesão à honra do ofendido, porém o tipo não exige este resultado para a configuração...

    2021  Palavras | 9  Páginas

  • AS INSTANCIAS DO CONTROL SOCIAL FORMAL DO CRIME

    como uma forma de complementar aquilo que são os objectivos traçados para a cadeira de Criminologia. Deste modo, sabe-se que a expressão ‘controle social’ tem origem na Sociologia. De forma geral é empregada para designar os mecanismos que estabelecem a ordem social disciplinando a sociedade e submetendo os indivíduos a determinados padrões sociais e princípios morais. Assim sendo, assegura a conformidade de comportamento dos indivíduos a um conjunto de regras e princípios prescritos e sancionados...

    3835  Palavras | 16  Páginas

  • REGULAMENTAÇÃO E CONTROLE SOCIAL

    ANHANGUERA EDUCACIONAL S/A – FAC III ANHANGUERA EDUCACIONAL S/A – FAC III Turma 1º Semestre – Enfermagem, Noturno – Bloco D, Sala 35 REGULAMENTAÇÃO E CONTROLE SOCIAL CAMPINAS - SP 2015 SUMÁRIO INTRODUÇÃO 4 1. REGULAMENTAÇÃO E CONTROLE SOCIAL 1.1 OS VALORES SOCIAIS...............................................................................................4 1.2 NORMAS E COSTUMES.............................................................................................4 1.2.1 As...

    1903  Palavras | 8  Páginas

  • A necessidade das diferenças

    Redação A Necessidade das Diferenças De acordo com a Teoria da Educação das Espécies, o que possibilita a formação do mundo como conhecemos hoje foi a sobrevivência dos mais aptos ao ambiente. A seleção natural se baseia na escolha das características mais úteis. Estas somente se originam a partir das diferenças determinadas por mutações em códigos genéticos com o passar do tempo. Se no âmbito Biológico as variações são imprescindíveis à vida, no sociológico não é diferente. Uma vez todos iguais...

    1954  Palavras | 8  Páginas

  • Sistema Penal e reprodução da realidade social

    realidade social Tópico 01 – O SISTEMA ESCOLAR COMO PRIMEIRO SEGMENTO DO APARATO DE SELEÇÃO E DE MARGINALIZAÇÃO NA SOCIEDADE. No que diz respeito à escola, apesar de ser uma instituição de socialização, percebe-se que esta, atende exigências de uma estrutura capitalista, idealizando padrões onde nem todos os indivíduos se enquadram por conta da má repartição de acesso à recursos e à oportunidades sociais. Isso gera uma exclusão, para com os sujeitos vindos de uma baixa escala na zona social. Porém...

    963  Palavras | 4  Páginas

  • TCC - Crimes praticados por Funcionários Públicos.

    DE DIREITO GILMAR MARIANO DOS CRIMES CONTRA A ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA PRATICADO POR FUNCIONÁRIO PÚBLICO. BLUMENAU 2009 GILMAR MARIANO DOS CRIMES CONTRA A ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA PRATICADO POR FUNCIONÁRIO PÚBLICO. Trabalho de Conclusão de Curso apresentado para obtenção do grau de Bacharel em Direito pela Universidade Regional de Blumenau – FURB. Profª. esp. Celso Vinício Domingos Parisotto – Orientador BLUMENAU 2009 2 DOS CRIMES CONTRA A ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA PRATICADO...

    27864  Palavras | 112  Páginas

  • Diferenças sociais

    outro como igualmente humano e com o direito de ser diferente. Com isso, as vítimas de preconceito ou discriminação sofrem limites severos para manifestar sua cultura, seu modo de pensar, seus sentimentos, desejos, projetos ou valores. AS DIFERENÇAS SOCIAIS. Deus mandou amar ao próximo Mesmo sendo diferente Não usar de preconceitos Por quem se encontra carente Não devemos falar mal De quem não está presente Sentir o que outro sente É sinal de humanidade Deixar que o outro viva...

    1459  Palavras | 6  Páginas

  • Visão Social

    SERVIÇO SOCIAL – 3º PERÍODO DISCIPLINA: ANTROPLOGIA APLICADA AO SERVIÇO SOCIAL PROFESSOR: MARICIANE MORAES NUNES TURMA: N 30 Manual “Visão Social” CAXIAS-MA 2014 Problemas sociais do Brasil Nosso país é muito grande e possui inúmeras riquezas tais como: extensas áreas de florestas, cerrados e campos, importantes reservas de minérios, grande número de rios e terras férteis para plantar. Mesmo com todas estas riquezas não estamos livres dos problemas sociais, que...

    2039  Palavras | 9  Páginas

  • Os efeitos salutares e elevados da defesa social”: o discurso médico-psicológico e o “caso febrônio”

    “Os efeitos salutares e elevados da defesa social”: o discurso médico-psicológico e o “caso Febrônio” Autor(es): Hildeberto Vieira Martins Hildeberto Vieira Martins Professor da Universidade Federal Fluminense – UFF/PURO O presente trabalho tem como objetivo principal discutir um caso exemplar, caracterizado como o caso de “um indivíduo com a perversão do instinto genital, conhecida pelo nome de sadismo”, segundo relato de um dos muitos especialistas que se dedicaram ao seu estudo e análise...

    4048  Palavras | 17  Páginas

  • Crimes contra Administração Pública

    DOS CRIMES CONTRA A ADMINISTRAÇÂO PÚBLICA: CAPÍTULOS I E II¹ Rawlinson José Pacheco Fugueirdo2 Sumário: 1 Introdução; 2 Conceito de funcionário público; 3 Dos crimes cometidos por funcionários públicos contra a administração em geral; 4 Dos crimes praticados por particulares contra a administração em geral; 5 Conclusão. Referências. RESUMO: O objetivo primordial deste trabalho é esclarecer as nuances acerca dos crimes contra a Administração Pública. Reserva-se, portanto o Código Penal...

    11901  Palavras | 48  Páginas

  • Teoria ecologica do crime

    &5,0,1$/,'$'( 85%$1$ 9,2/(17$ 80$ $1È/,6( (63$d2 ±7(0325$/ '26 +20,&Ë',26 (0 %(/2 +25,=217( SRU %UiXOLR )LJXHLUHGR $OYHV GD 6LOYD 2ULHQWDGRU &OiXGLR &KDYHV %HDWR )LOKR Monografia apresentada junto ao Curso de Graduação em Ciências Sociais, da Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas, da Universidade Federal de Minas Gerais como exigência parcial para a obtenção do título de Bacharel em Sociologia. 9 6XPiULR 5HVXPR ...

    10533  Palavras | 43  Páginas

  • Teorias criminológicas sobre o problema do crime

    TEORIAS CRIMINOLÓGICAS SOBRE O PROBLEMA DO CRIME Alcides Oliveira de Caldas* Bartolomeu Santos Neto* Elenilson Kleber Viegas Barros* Gildson Márcio Leite Souza Júnior* Marcelo Barbosa Serpa Nunes* Marcus Danilo dos Santos Lima* Samuel Duarte da Silva Mendes* Weyber Christyan Januário Lima* RESUMO Este trabalho apresenta uma analise e revisão do artigo de mesmo título, publicado pelo Procurador de justiça de Goiás, Edison Miguel da Silva Jr, na Revista do Ministério Público do Estado...

    6309  Palavras | 26  Páginas

tracking img