• artigo foucault
    fé cristã, questionamentos esses que são um obstáculo para muitos descrentes e uma fonte de incertezas para um grande número de cristãos. Essas objeções concentram-se em torno de questões como a fidedignidade da Bíblia, a veracidade das alegações cristãs, bem como a natureza e o caráter de Deus. ...
    1758 Palavras 8 Páginas
  • A vida politica
    Perguntas 1. Explique por que a situação das ciências humanas é muito especial no conjunto das ciências 2. Quais as principais objeções que foram feitas as ciências humanas? 3. Antes da constituição das ciências humanas, quais foram os três principais períodos de estudo do humano? Resuma brevemente...
    1161 Palavras 5 Páginas
  • Senhor
    direito subjetivo está na sua possibilidade e potencialidade de uso, está também no seu exercício efetivo; neste diapasão, segundo Luiz Antônio Rizzatto Nunes, surge uma discussão doutrinária que trata da possibilidade do exercício do direito subjetivo através da ameaça feita pelo seu titular, pois segundo...
    2898 Palavras 12 Páginas
  • Religiao
    *Enoque de Lima Arruda é formado em Bacharel em Teologia pela FTBP/SP e pela Universidade Presbiteriana Mackenzie e pós-graduado em Ciência das Religiões pelas Faculdades Integradas Jacarepaguá/RJ. Atualmente é Pastor da Primeira Igreja Batista em Rio das Pedras e professor da Faculdade...
    12265 Palavras 50 Páginas
  • Antropologia (Teologia Sistemática)
    I. INTRODUÇÃO 7 II. ORIGEM DO HOMEM 8 A. Evolução Ateísta 8 Algumas objeções: 8 Evolução Teísta 9 Algumas objeções: 9 Criação 9 B. C. Algumas Objeções: 10 III. CRIAÇÃO DO HOMEM 11 A. O homem foi criado diretamente por Deus 12 ...
    10888 Palavras 44 Páginas
  • Teologia sistemática e antropologia
    Introdução 4 Índice ANTROPOLOGIA I. II. A. INTRODUÇÃO ORIGEM DO HOMEM Evolução Ateísta Algumas objeções: 7 7 8 8 8 B. Evolução Teísta Algumas objeções: 9 9 C. Criação Algumas Objeções: 9 10 III. A. B. C. CRIAÇÃO DO HOMEM O homem foi criado diretamente por Deus O homem...
    10395 Palavras 42 Páginas
  • Justiça o que é fazer a coisa certa
    veem o estresse pós-traumático como um tipo de fraqueza. “A mesma cultura que exige um comportamento rigoroso também encoraja o ceticismo quanto a possibilidade de a violência da guerra atingir a mais saudável das mentes”. Ele afirma que a cultura militar atual norte americana mantém um desdém por quem sofre...
    1748 Palavras 7 Páginas
  • RENE DESCARTES
    DESCARTES Trabalho apresentado como requisito de aprendizagem para a disciplina de ___________________ do curso de Administração de Empresas e Ciências Contábeis da Faculdade Bilac. Orientador: Prof. Diego Motta São José dos Campos – SP 2011 ÍNDICE (para mais de 10 folhas)   INTRODUÇÃO ...
    1389 Palavras 6 Páginas
  • Métodos
    sobre o que significa fazer ciência no âmbito dos métodos e técnicas qualitativos da sociologia. Tem como pressupostos uma compreensão de metodologia como o conhecimento crítico dos caminhos do processo científico, que indaga e questiona acerca de seus limites e possibilidades; e o reconhecimento de que...
    6403 Palavras 26 Páginas
  • platao
    na cultura e na teoria até nossos dias. Para ilustrar isso, basta mencionar Rawls, em Uma teoria da justiça, quando afirma que os dois conceitos principais de ética são os conceitos de justo e de bem. (2002, p. 26). Entretanto, o conceito de bem dos gregos da Antiguidade não é o bem da racionalidade...
    6191 Palavras 25 Páginas
  • Sociologia - Durkhein
    conhecimentos mais seguros que os fornecidos por outros meios, desenvolveu-se a ciência, que constitui um dos mais importantes componentes intelectuais do mundo contemporâneo. 1.2 Natureza da ciência Etimologicamente, ciência significa conhecimento. Não há dúvida, porém, quanto à inadequação desta...
    4588 Palavras 19 Páginas
  • Filosofia
    filosofia difere das ciências especiais na medida em que procura oferecer uma imagem do pensamento humano - ou mesmo da realidade, até onde se admite que isso possa ser feito - como um todo. Contudo, na prática, o conteúdo de informação real que a filosofia acrescenta às ciências especiais tende a desvanecer-se...
    1592 Palavras 7 Páginas
  • Relativismo
    aparentemente contraditórias. As diversas culturas humanas geram diferentes padrões segundo os quais as avaliações são geradas. Max Weber, em suas obras sobre epistemologia, abre espaço para o relativismo nas ciências da cultura quando diz que a ciência é verdade para todos que querem a verdade, ou seja...
    4018 Palavras 17 Páginas
  • Direito
    dessa inquietação humana ou, como os gregos ressaltaram, da admiração diante da realidade que se deixa conhecer. Definição da filosofia: 1-Etimológica: filosofia vem do grego filiva th`" sofiva", isto é, amor da sabedoria, ou amor à sabedoria. 2-Definição real: “É a ciência das causas últimas...
    48458 Palavras 194 Páginas
  • ciencias humanas
    refere-se àquelas ciências que têm o próprio ser humano como objeto. A situação de tais ciências é muito especial. Em primeiro lugar, porque seu objeto é bastante recente: o homem como objeto científico é uma idéia surgida apenas no século XIX. Até então, tudo quanto se referia ao humano era estudado...
    3445 Palavras 14 Páginas
  • trabalhos
     CIÊNCIAS HUMANAS: O QUE SÃO? As ciências humanas são conhecimentos criteriosamente organizados em áreas científicas e que tratam dos aspectos do ser humano como indivíduo e como ser social. Embora do ponto de vista técnico, todo e qualquer conhecimento produzido pela humanidade seja...
    2326 Palavras 10 Páginas
  • Convite à Filosofia Questão sobre as ciências humanas e o ideal cientifico e a razão instrumental
    à Filosofia Questão sobre as ciências humanas e o ideal cientifico e a razão instrumental Nome: Isaac pereira Martins As ciências humanas 1 - Por que a situação das ciências humanas é muito especial no conjunto das ciências? Em primeiro lugar, porque seu objeto...
    3122 Palavras 13 Páginas
  • Ser humano
    pelos gregos à luz da questão do cosmos, pelos medievais à luz de Deus Criador, pelos modernos à luz da Ciência e hoje esta questão se coloca à luz dos atos tecnocientíficos. Cada vez mais a ciência aliada à técnica, intervém diretamente na estrutura radical do ser humano, tentando definí-lo cientificamente...
    4374 Palavras 18 Páginas
  • Filosófos
    professor, Martin Knutzen, que havia estudado com Christian Wolff, um sistematizador da filosofia racionalista, e que também era um entusiasta da ciência de Sir Isaac Newton, ele começou a ler os trabalhos deste físico inglês e, em 1744, iniciou seu primeiro livro, o qual tratava de um problema relativo...
    6641 Palavras 27 Páginas
  • Filosofia Kantiana
    A FILOSOFIA KANTIANA: IMPOSSIBILIDADE OU POSSIBILIDADE DE UMA PSICOLOGIA Como um investigador e defensor das capacidades intelectivas humanas, Immanuel Kant representa um marco na história do pensamento ocidental. Suas contribuições são importantes não só por terem caracterizado uma época do pensamento...
    3054 Palavras 13 Páginas