Principais Medidas Tomadas Por Collor artigos e trabalhos de pesquisa

  • Plano Collor

    Introdução 21. Este trabalho trata sobre o mandado de Fernando Collor de Melo, e tenta descrever, de forma sucinta, como foi esse governo e o que ele acarretou ao Brasil econômica e politicamente. 22. O Governo Collor ou Era Collor foi um período da história política brasileira iniciado com a posse do presidente Fernando Collor de Mello, em 15 de março de 1990, e encerrado em 29 de setembro de 1992 com seu impeachment. Collor foi o primeiro presidente eleito pelo povo desde 1960, quando Jânio...

    2312  Palavras | 10  Páginas

  • Governo collor

    GOVERNO COLLOR Economia Collor elegeu como principal prioridade de seu governo a luta contra a inflação, que chegava a alcançar taxas de 25% ao mês. Suas medidas contra a inflação foram bastante radicais: o governo chegou a confiscar a poupança e as aplicações financeiras da população. "Sem dinheiro não há inflação" era o seu lema. Seu plano não funcionou, e a inflação nunca chegou a ser satisfatoriamente controlada durante todo o seu mandato. Em que pesem as baixas taxas de crescimento...

    928  Palavras | 4  Páginas

  • Plano collor ppt

    Plano Collor O Governo, estratégias e o fracasso de Fernando Collor de Mello A Carreira Política...  Foi nomeado prefeito de Maceió em 1979 pelo então governador Guilherme Palmeira, cargo ao qual renunciou em 1982.  Foi eleito deputado federal (1983-1987) pelo Partido Democrático Social (PDS) .  Filiou-se ao Partido do Movimento Democrático Brasileiro (PMDB) e seria eleito governador de Alagoas em 1986 derrotando o candidato do PFL.  Fundou Partido da Reconstrução...

    677  Palavras | 3  Páginas

  • Plano Collor e a Economia Brasileira

    Plano Collor e a Economia Brasileira. Delimitação: Consequência do Plano Collor à Economia brasileira na década de 90. Justificativa: Escolhemos este tema, pois durante o Governo Collor a economia brasileira foi muito afetada e o nosso objetivo é tornar visível por meio deste artigo as mudanças que ocorreram e os malefícios que os brasileiros tiveram com a implantação do Plano, conhecer o que foi o Plano e identificar como a economia ficou após o impeachment do governante Fernando Collor. Objetivo...

    938  Palavras | 4  Páginas

  • plano collor

    DECISÕES TOMADAS NOS PLANOS COLLOR E REAL E O REFLEXO EM ÂMBITO SOCIAL E COMERCIAL NA ECONOMIA BRASILEIRA SUMÁRIO INTRODUÇÃO ........................................................................................................... 4 PLANO COLLOR I .................................................................................................... 5 Da eleição de Fernando Collor de Melo ..................................................................... 5 PLANO COLLOR II ..........

    2723  Palavras | 11  Páginas

  • CRISE ECONÔMICA NA ERA COLLOR

     INTRODUÇÃO A crise econômica na era Collor: uma crise que marcou uma geração. Bloqueios de contas, criação de várias moedas fadadas ao fracasso e várias tentativas, frustradas, marcaram uma crise econômica que sacodiu o Brasil no início da década de 90. E influenciou até a queda de um Presidente da República. Por Márcia Negreiros DESENVOLVIMENTO No início da década de 90, durante o Governo de Fernando Collor de Melo, ocorreu uma das maiores crises financeira...

    957  Palavras | 4  Páginas

  • Planno Collor 1 e 2

    O Plano Collor é o nome dado ao conjunto de reformas econômicas e planos para estabilização da inflação criados durante a presidência deFernando Collor de Mello (1990-1992), sendo o plano estendido até 31 de julho de 1993, quando foi substituído pelo embrião do que vinha a ser oPlano Real, implantado oficialmente em 1994. O plano era oficialmente chamado Plano Brasil Novo, mas ele se tornou associado fortemente a figura de Collor, e "Plano Collor" se tornou nome de facto. O plano Collor foi instituído...

    2581  Palavras | 11  Páginas

  • Governo Collor

    Governo Collor O Neoliberalismo no Brasil surgiu mais explicitamente no governo Collor em 1990. As principais características neoliberais deste governo foram: o plano econômico de combate à inflação, extinguindo órgãos públicos, demitindo e disponibilizando funcionários públicos federais, a privatização de inúmeras empresas públicas e abertura comercial, incentivando às importações pela redução das tarifas aduaneiras, além da diminuição dos gastos públicos e o incentivo à economia de mercado.Denunciado...

    688  Palavras | 3  Páginas

  • Ascensão e queda da “era collor”: tópicos de uma análise política

    QUEDA DA “ERA COLLOR”: TÓPICOS DE UMA ANÁLISE POLÍTICA SUMÁRIO 1. INTRODUÇÃO 3 2. O CAÇADOR DE MARAJÁS 5 3. AS PRIMEIRAS DENÚNCIAS DO IRMÃO PEDRO COLLOR 6 4. A INVESTIGAÇÃO DAS ACUSAÇÕES 8 5. AS PRIMEIRAS MANIFESTAÇÕES 9 6. AÇÃO DOS CARAS PINTADAS 10 CONCLUSÃO REFERÊNCIAS ASCENSÃO E QUEDA DA “ERA COLLOR”: TÓPICOS DE UMA ANÁLISE POLÍTICA RESUMO Este artigo aborda a questão da participação dos Caras pintadas durante o impeachment do presidente Fernando Collor de Mello,...

    3913  Palavras | 16  Páginas

  • Plano collor

    Trabalho Economia Brasileira Contemporânea Aluno: Victor Amadeu Oliveira Pires dos Santos Turma: 1º Semestre de 2012 - Noturno 8º Artigo – O Plano Collor Quadro Econômico A falta de medidas econômicas por parte do governo para controlar os gastos públicos, o congelamento da taxa de câmbio (algo que levou o país a perder uma parcela considerável de suas reservas internacionais) e os juros reais da economia negativos (que desestimulava a poupança e pressionava o consumo), instauraram na economia...

    827  Palavras | 4  Páginas

  • Plano collor e plano Real

     INSTITUTO FEDERAL NORTE DE MINAS GERAIS CÂMPUS PIRAPORA Bacharelado em Administração 1º período Plano Collor e Plano Real Disciplina: Microeconomia Professor: Anderson Pereira Discentes: Clarissa Dias, Diane Mota, Luiz Eduardo, Marcos Roosywelt, Patrícia Soares, Rosiane Soares, Tátyla Priscila, Thaiane Huana e Vanessa Guedes. PIRAPORA Setembro/2014 SUMÁRIO 1. INTRODUÇÃO De 1985 até os dias atuais, o combate à inflação sempre...

    2124  Palavras | 9  Páginas

  • Plano collor

    Fernando Collor de Mello, nasceu em 1949, vindo de uma família tradicionalmente política. Graduou-se em economia, pela universidade de Brasília em 1968. Torna-se prefeito de Alagoas em 1979, pelo governo militar. Em 1986 vence as eleições para Governador de Alagoas pelo PMDB (Partido do Movimento Democrático Brasileiro). Devido a seu histórico político, sua ótima formação, sua fama de “Caçador de Marajás”, e sua força, por ser jovem, além de ter apoio da mídia. Collor torna-se o favorito...

    6496  Palavras | 26  Páginas

  • Quais foram os principais avanços institucionais ocorridos durante o governo sarney?

    1. Quais foram os principais avanços institucionais ocorridos durante o governo Sarney? Para enfrentar o quadro de inflação do país, Sarney criou inicialmente o Plano Cruzado I, que objetivava a estabilização econômica. Para tal efeito as principais medidas tomadas foram: retirada de 3 zeros do Cruzado, congelamento de preços de mercado e tarifas públicas e a criação do gatilho salarial. Contudo essa medida não surtiu efeitos por muito tempo, o que levou a criação do Plano Cruzado II, que também...

    1110  Palavras | 5  Páginas

  • Collor

    contra hiperinflação, plano Collor deu início à abertura comercial Entenda o que foram os planos Collor I e II. Quem entrou na Justiça para recuperar perdas ainda aguarda decisão. Anay Cury e Gabriela Gasparin Do G1, em São Paulo 8 comentários Governo Collor buscava reduzir a quantidade de dinheiro em circulação para conter inflação (Foto: Reprodução/MGTV) Os planos Collor I e II direcionaram a política econômica durante os dois anos de governo do ex-presidente Fernando Collor, marcados na história principalmente...

    3766  Palavras | 16  Páginas

  • Plano collor, impeachment e governo itamar franco

    A Campanha eleitoral de 1989 (Fernando Collor) Durante a campanha eleitoral, Collor de Mello usou todos os recursos disponíveis do que poderíamos chamar de apelo demagógico para derrotar o candidato adversário. Com seu estilo personalista e exibicionista, Collor conseguiu passar para a população a imagem de um político que lutava incessantemente contra a corrupção. Por conta disso, ficou conhecido como o "caçador de marajás", ou seja, uma referência a sua oposição aos políticos e outros servidores...

    3110  Palavras | 13  Páginas

  • O plano collor i

    O Plano Collor I A inflação de 1989 a março de 1990 chegou a 4.853%, e no governo anterior teve vários planos fracassados de conter a inflação. Depois de sua posse, Collor anuncia um pacote econômico no dia 15 de março de 1990, o Plano Brasil Novo. Esse plano tinha como objetivo por fim a crise, ajustar a economia e elevar o país do terceiro para o Primeiro Mundo. O cruzado novo é substituído pelo "cruzeiro", bloqueia por 18 meses os saldos das contas correntes, cadernetas de poupança e demais...

    2704  Palavras | 11  Páginas

  • Collor x fhc x mensalão

    Introdução O Brasil passa por uma situação delicada ao se falar em corrupção. Roubos, fraudes, falcatruas, principalmente na classe política, levam a população a desacreditar no país. O principal combustível deste processo é a impunidade, a qual, aliada com aqueles que fazem a lei, beneficia os ricos em detrimento dos pobres. Notam-se, ao observar os fatos ocorridos nestes últimos anos, cada vez mais escândalos envolvendo deputados, senadores e até ministros, além dos sequestros, assassinatos...

    8125  Palavras | 33  Páginas

  • Collor Na visão da macroeconomia

    FERNANDO COLLOR DE MELLO PETROLINA 2013 FERNANDO COLLOR DE MELLO Seminário apresentado ao Curso de Comercio Exterior da Faculdade de Ciências Aplicadas e Sociais de Petrolina como requisito parcial para conclusão da disciplina de Macroeconomia. PETROLINA 2013 SUMÁRIO O INICIO 04 O GOVERNO 05 ABERTURA ECONOMICA 06 COLLOR I 07 COLLO II 08 CONFISCO 10 FALHA 10 O SALDO DO GOVERNO COLLOR: EMPREGO E SALARIO...

    3232  Palavras | 13  Páginas

  • De sarney a collor: as metamorfoses da agenda pública

    "DE SARNEY A COLLOR: AS METAMORFOSES DA AGENDA PÚBLICA" 1) Mudanças na agenda política de Sarney a Collor: Com José Sarney na presidência surgiram inúmeras expectativas como a experiência heterodoxa que era baseada no conceito de inflação inercial, o Plano Cruzado, caracterizado pela meta de combate à inflação sem recessão. A rejeição do enfoque monetarista da inflação e a desconfiança em relação às receitas recessivas do FMI, eram então dominantes. Essa tentativa fracassou. Logo...

    3142  Palavras | 13  Páginas

  • De Collor A Dilma Uma An Lise Comparativa Do Processo De Impeachment

    INTRODUÇÃO O intuito deste trabalho é o de estabelecer uma conexão entre os períodos presidenciais de Fernando Collor de Mello e Dilma Rousseff, explicitando as devidas semelhanças e diferenças dos respectivos mandatos, para que se possa, ao fim dessa análise, chegar a uma conclusão a respeito da possibilidade e da validade do processo de impeachment da presidente Dilma. Para alcançar tal objetivo, serão analisados, primeiramente, o conceito básico de impeachment (avaliando a Constituição Federal...

    5491  Palavras | 22  Páginas

  • Governo Sarney e Governo Collor

    1985-1992 (DE SARNEY A COLLOR DE MELO) O presente trabalho contém informações a respeito da economia no período correspondente entre 1985 e 1992, dando ênfase nas medidas econômicas elaboradas nos Governos de José Sarney e Fernando Collor de Melo. Este trabalho integra-se ao seminário que compõe a nota da 3ª avaliação. TERESINA 2014 SUMÁRIO 1. 1. INTRODUÇÃO O período compreendido entre os anos de 1985 a 1992 teve como principal característica o...

    6923  Palavras | 28  Páginas

  • Plano collor

    ADMINISTRAÇÃO, CIÊNCIAS CONTÁBEIS E CIÊNCIAS ECONÔMICAS – FACE Professora: Flávia Rezende Alunos: Ana Carolina Dias, Gercione Dionizio, Juliana Teixera, Pamella Kamiya, Rodrigo Daniel, Erick Rodrigo, Flávio dos Reis, Péricles Caires Plano Collor I Fernando Affonso Collor de Mello toma posse da presidência da republica em 15 de março de 1990, nesse período o país vivia em um contexto de hiperinflação. Um dia após sua posse, o então presidente eleito anuncia um programa que prometia a estabilização da economia...

    4534  Palavras | 19  Páginas

  • Principais acontecimentos em tópicos, de jânio a fhc

    suspeitas de sua tendência socialista motivaram os políticos conservadores a adotarem o sistema parlamentarista de governo como uma forma de garantir a integridade capitalista do Brasil, limitando os poderes do presidente; - apesar de contrário a medida, Jango assume com Tancredo Neves como Primeiro-Ministro; - em 1963 é feito um plebiscito em que o povo escolheria dentre o parlamentarismo e o presidencialismo como sistema oficial de governo a ser adotado, e a segunda opção ganha, restabelecendo...

    2468  Palavras | 10  Páginas

  • Economia Dos Governos Sarney Collor FHC E Lula

    UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL A Economia Brasileira nos Governos Sarney, Collor, FHC e Lula. Economia A – EC0 02254 Bruna Rodrigues da Silveira – 193566 Porto Alegre, 09 de Julho de 2013. Sumário 1. INTRODUÇÃO 4 2. GOVERNO SARNEY 5 2.1 Antecedentes 5 2.2 Economia 5 2.3 Política Externa 6 3. GOVERNO COLLOR 7 3.1 Economia 7 3.1.1 Plano Collor 7 3.1.2 Confisco das poupanças 7 3.1.3 Articulação Política 8 4. GOVERNO FERNANDO HENRIQUE CARDOSO 10 4.1 Economia 10 4.1...

    6070  Palavras | 25  Páginas

  • O IMPEACHMENT DO PRESIDENTE COLLOR

    DO PRESIDENTE COLLOR: A LITERATURA E O PROCESSO* Brasilio Sallum Jr. Guilherme Stolle Paixão e Casarões Em dezembro de 1989, Fernando Collor de Mello foi eleito para a Presidência da República do Brasil com cerca de 35 milhões de votos, mais da metade dos votantes. Era o primeiro presidente a ser eleito conforme a Constituição democrática de 1988, quase trinta anos depois que o eleitorado brasileiro elegera diretamente o seu presidente pela última vez, em 1960. Com a eleição de Collor, parecia enfim...

    12242  Palavras | 49  Páginas

  • A economia no governo collor mudanças na conjuntura econômica brasileira no começo dos anos 90

    Texto 1 – A Política Social Do Governo Collor – José Luís Fiori Collor assume o governo do país com a missão de implementar o Projeto de Reconstrução Nacional, onde o principal ponto de ação seria o combate à inflação, que chegara à um patamar crítico ao final da década de 80 agravada por uma forte crise mundial. Tornou-se comum colocar essa década como uma década perdida sob o olhar econômico devido, sobre tudo, à falta de controle sobre a inflação brasileira, que pré-anunciava a hiperinflação...

    2373  Palavras | 10  Páginas

  • Economia Brasileira - Plano Cruzado, Plano Collor e Plano Real

    Economia Brasileira – Plano Cruzado, Plano Collor e Plano Real Resumo Este trabalho tem por objetivo da uma retrospectiva da experiência de estabilização economia e política realizada no Brasil a partir de 1985, com base no governo Sarney e o chamado plano cruzado e os demais planos heterodoxos. Vamos abordar os planos que o governo tinha assim que assumiu o país, os objetivos dos planos, as mudanças esperadas na economia com a implantação das medidas de conter a inflação, e o que realmente...

    3413  Palavras | 14  Páginas

  • RELAÇÕES COMERCIAIS BRASIL E EUA NOS GOVERNOS COLLOR, ITAMAR, FHC, LULA E DILMA.

    UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO ESCOLA DE ARTES, CIÊNCIAS E HUMANIDADES RELAÇÕES COMERCIAIS BRASIL E EUA NOS GOVERNOS COLLOR, ITAMAR, FHC, LULA E DILMA. SÃO PAULO 2013 E DILMA. LAÍS VITÓRIA DOS SANTOS Nº USP: 8514540 PHILIPPE DE MORAIS GAMA Nº USP: 8598242 VALÉRIA RIE YARA N° USP: 8641768 SÃO PAULO 2013 Resumo O presente...

    6081  Palavras | 25  Páginas

  • O fracasso do plano collor

    O FRACASSO DO PLANO COLLOR: ERROS DE EXECUÇÃO OU DE CONCEPÇÃO? Carlos Eduardo Carvalho*1 A frustração dos objetivos antiinflacionários do Plano Collor, de março de 1990, é um tema esquecido no debate econômico brasileiro. O bloqueio da liquidez da maior parte dos haveres financeiros conseguiu derrubar a inflação elevada e em aceleração, na faixa de 70% ao mês em janeiro e fevereiro, mas no fim do ano a inflação voltara a quase 20% ao mês. Prevaleceu na época a interpretação de que o plano...

    18929  Palavras | 76  Páginas

  • As principais mudanças ocorridas nos modelos de administração/ gestão dos anos 70 até a década de 2000.

    As principais mudanças ocorridas nos modelos de administração/ gestão dos anos 70 até a década de 2000. Curso: Pós-Graduação – Gestão Educacional Gestão Educacional Orientador: Luis Cláudio Dallier Resumo O propósito deste artigo foi analisar aspectos da trajetória dos modelos de administração/gestão como objeto de estudo o papel do diretor de escola, tendo como foco na década de 1970 até a década de 2000. São retomadas algumas teorias administrativas identificando o papel atribuído ao diretor...

    6494  Palavras | 26  Páginas

  • Politica Moteria Collor

    reduziu o prazo de recolhimento do exigível compulsório de quinzenal para semanal (Circular nº 1601) e dividiu os bancos em dois grupos, visando o maior controle das reservas bancárias. Posteriormente, em face do aperto da liquidez resultante das medidas acima, a autoridade monetária cobriu as deficiências em cruzados das instituições financeiras nas reservas bancárias e abriu linha especial de crédito para o pagamento de salários (Resolução nº 1697). No entanto o rápido aumento da liquidez propiciado...

    2694  Palavras | 11  Páginas

  • A NOVA FACE DO SINDICALISMO NOS GOVERNOS NEOLIBERAIS DE COLLOR E FHC (1990-2002)

    UNIVERSIDADE FEDERAL DO TOCANTINS CAMPUS DE PORTO NACIONAL CURSO DE HISTÓRIA Jairo Messias Ribeiro A NOVA FACE DO SINDICALISMO NOS GOVERNOS NEOLIBERAIS DE COLLOR E FHC (1990-2002) Porto Nacional - TO, Agosto. 2014. Jairo Messias Ribeiro A NOVA FACE DO SINDICALISMO NOS GOVERNOS NEOLIBERAIS DE COLLOR E FHC (1990-2002) Trabalho de Conclusão de Curso – TCC – apresentado como pré-requisito parcial para a obtenção do grau de licenciado em História, pela Universidade Federal do...

    4426  Palavras | 18  Páginas

  • Comunicação e Marketing Político: Um Estudo de Caso Sobre as Campanhas Presidenciais de Collor (1989) e Lula (2002)

    Comunicação e Marketing Político... VALOIS RIOS Comunicação e Marketing Político: Um Estudo de Caso Sobre as Campanhas Presidenciais de Collor (1989) e Lula (2002) d.o.i. 10.13115/2236-1499.2013v1n10p328 Daniele Moitinho Dourado Valois Rios 1 RESUMO Com a função de promover uma aproximação permanente entre candidatos/políticos e os cidadãos, auxiliando na criação de uma imagem positiva perante a opinião pública e, consequentemente, na obtenção do sucesso eleitoral, o marketing político...

    6850  Palavras | 28  Páginas

  • Plano collor i e ii

    ECONOMIA E MERCADO Plano Collor I e II Francisco Morato 2011 ECONOMIA E MERCADO Plano Collor I e II Nome Barbara Gabriela de Toledo Débora Morais Oliveira Layane Gonçalves Silva Bezerra Márcia dos S. Amaral Souza Simone Marina Nº 04 15 23 26 35 Francisco Morato 2011 INTRODUÇÃO O Plano Collor foi constituído de medidas para sanar a crise econômica e conter a inflação. Este plano procurava estabilizar a inflação pelo congelamento dos preços e salários, houve a mudança da moeda...

    1016  Palavras | 5  Páginas

  • Como os conceitos adotados no empreendedorismo, podem contribuir para que medidas preventivas sejam implantadas na cidade de são paulo, com o objetivo de reduzir o impacto dos problemas gerados pelo aquecimento global e mudanças climáticas?

    comunidade científica. Nota: os dados não são claros, pois existem poucas estações metereológicas ao redor do mundo, no Brasil por exemplo, as poucas existentes foram desativadas durante o governo de Fernando Collor de Melo. Fator que se repetiu em vários locais do mundo. As principais medições são feitas via satélite e tem desvio padrão considerado alto. À partir de 2009, muitas novas abordagens sobre o assunto 'Aquecimento Global' têm surgido, a que tomaremos por base nesse estudo, será a...

    1845  Palavras | 8  Páginas

  • Governo de Fernando Collor de Mello

    Governo de Fernando Collor de Mello 1990-1992 A campanha eleitoral de 1989 • Durante a campanha eleitoral, Collor de Mello usou todos os recursos disponíveis do que poderíamos chamar de apelo demagógico para derrotar o candidato adversário. Com seu estilo personalista e exibicionista, Collor conseguiu passar para a população a imagem de um político que lutava incessantemente contra a corrupção. Por conta disso, ficou conhecido como o "caçador de marajás", ou seja, uma referência a sua oposição...

    1162  Palavras | 5  Páginas

  • Matéria sobre Impeachment de Collor

    Governo de Collor, da vitória ao impeachment. Planos e corrupção Entrada ao poder Primeiro governo civil brasileiro, eleito por voto direto desde 1960. Foi também o primeiro escolhido dentro das regras da Constituição de 1988, com plena liberdade partidária e eleição em dois turnos. Collor, ex-governador de Alagoas, político jovem e com amplo apoio das forças conservadoras, derrotou no segundo turno da eleição, Luiz Inácio "Lula" da Silva, migrante nordestino, ex-metalúrgico e destacado líder...

    1508  Palavras | 7  Páginas

  • FLUXO FINANCEIRO MUNDIAL: ANÁLISE COMPARATIVA DA ENTRADA E SAÍDA FINANCEIRA DOS PRINCIPAIS PAÍSES DOS BLOCOS ECONÔMICOS.

    FLUXO FINANCEIRO MUNDIAL: ANÁLISE COMPARATIVA DA ENTRADA E SAÍDA FINANCEIRA DOS PRINCIPAIS PAÍSES DOS BLOCOS ECONÔMICOS. Introdução: A economia mundial é a chave para todas as transformações decorrentes junto ao capitalismo explosivo das últimas décadas. A maioria dos países procura se infiltrar em algum bloco econômico, para que o fluxo de importações e exportações seja acompanhado de uma segurança de lucros, ou até de escoamento de produção. A implantação de multinacionais em diferentes...

    2689  Palavras | 11  Páginas

  • O governo collor

    Fatos Econômicos do Governo Collor Acadêmico Fellipe Fialho Florianópolis, novembro de 2011 SUMÁRIO 1. A vida de Collor..............................................................................................02 2. A vida política de Collor................................................................................02 3. Os Planos Econômicos no Governo Fernando Collor................................ 02 3.1 Plano Collor I...........................................................

    2189  Palavras | 9  Páginas

  • Plano Collor

    SILVA JULIANA DOS SANTOS JOSUÉ LAHÍS CAMPOS DO NASCIMENTO MARCELO MOREIRA LISBÔA RITA DE CÁSSIA RIBEIRO BARROS PLANO COLLOR I E II LAURO DE FREITAS 2014 ELIZABETE DA SILVA TEIXEIRA JEÃ MARCELO SANTOS SILVA JULIANA DOS SANTOS JOSUÉ LAHÍS CAMPOS DO NASCIMENTO MARCELO MOREIRA LISBÔA RITA DE CÁSSIA RIBEIRO BARROS PLANO COLLOR I E II Trabalho solicitado pelo Prof.ª José Nilton Santana dos Santos, com valor avaliativo parcial na disciplina Fundamentos...

    3941  Palavras | 16  Páginas

  • Fernando collor de mello

    FERNANDO AFFONSO COLLOR DE MELLO Pré-governo Governo Queda Pós-governo • Fernando Collor de Mello,12/08/1949 • Formação. • Prefeito Maceió 1979. • Deputado federal 1982 (PDS). • Governador de Alagoas 1986 (PMDB). • Marajás. • 1989-(PRN) . • Janeiro de 1989. • Ganha as eleições com 53,03% , contra 46,97%. • 25 anos regime militar • 40 anos. Plano Brasil Novo / Plano Collor I • Metas : Atacar a inflação em 3 frentes: redução do excesso de dinheiro circulando , corte do excesso de gastos do...

    613  Palavras | 3  Páginas

  • Plano collor

    1. Plano Collor O Plano Collor é o nome dado ao conjunto de reformas econômicas e planos para estabilização da inflação criados durante a presidência de Fernando Collor de Mello(1990-1992), sendo o plano estendido até 31 de julho de 1993, quando foi substituído pelo embrião do que vinha a ser o Plano Real, implantado oficialmente em 1994. O plano era oficialmente chamado Plano Brasil Novo, mas ele se tornou associado fortemente a figura de Collor, e "Plano Collor" se tornou nome de fato. O plano...

    1459  Palavras | 6  Páginas

  • GOVERNO DE FERNANDO AFONSO COLLOR DE MELLO

    GOVERNO DE FERNANDO AFONSO COLLOR DE MELLO Andriely Ana Flávia Bruno Oliveira Gisele Graziela Leticia Leidiane Maiquiani Patricia CIÊNCIAS CONTABÉIS 3° Período FERNANDO AFONSO COLLOR DE MELLO • Nascido no Rio de Janeiro 12 de Agosto de 1949. • Formado em Ciências econômicas na universidade de Brasília .Além de jornalista profissional , faz parte de uma família politica importante no nordeste. Conhecendo a História No ano de 1989 as eleições presidenciais do Brasil foram marcadas pela frustração...

    1088  Palavras | 5  Páginas

  • Governo Collor

    O Governo Collor, também chamado de Era Collor, foi um período da história política brasileira iniciado com aposse do presidente Fernando Collor de Mello, em 15 de março de 1990, e encerrado em 2 de outubro de 1992 (durou apenas 2 anos por que ele sofreu  impeachment). No ano anterior ao início de seu governo a inflação oficial medida pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística alcançou a inacreditável cifra de 1.764% e em razão desse flagelo o presidente Collor elegeu como sua prioridade...

    909  Palavras | 4  Páginas

  • Planos Collor

    Plano Collor É o nome dado ao conjunto de reformas econômico e plano para estabilização da inflação, criados durante a presidência de Fernando Collor de Mello (1990-1992), sendo o plano estendido até 31 de julho de 1993, quando foi substituído pelo embrião do que vinha a ser o Plano Real, implantado oficialmente em 1994. O plano era oficialmente chamado Plano Brasil Novo, mas ele se tornou associado fortemente à figura de Collor, e "Plano Collor" se tornou nome de facto. O plano Collor foi instituído...

    2047  Palavras | 9  Páginas

  • Collor

     Nome: Fernando Affonso Collor de Mello Data de Nascimento: 12 de agosto de 1949 Idade: 65 Anos Filiação: Arnon Afonso de Farias Melo e Leda Collor Naturalidade: Rio de Janeiro (RJ) Nacionalidade: Brasileiro Profissão/Função: Ex presidente, atual senador (PTB-AL) Graduação: Economia Estado Civil: Casado Conjugue: Caroline Serejo Medeiros Collor de Mello Filhos: Celine, Cecile, Arnon Affonso, Joaquim Pedro e Fernando James Vida Pessoal Embora seja carioca, passou a infância e...

    3472  Palavras | 14  Páginas

  • Politica Fernando Collor e Itamar

    Fernando Collor de Mello (1949) é um político, jornalista, economista, empresário e escritor brasileiro. Foi prefeito, governador, deputado federal e presidente do Brasil de 1990 a 1992. Hoje é senador pelo estado de Alagoas. Foi o primeiro presidente eleito por voto direto do povo, após o Regime Militar (1964/1985). Seu governo foi marcado pela implementação do Plano Collor e a abertura do mercado nacional às importações e pelo início de um programa nacional de desestatização. Seu Plano, que...

    4447  Palavras | 18  Páginas

  • Plano collor ii

    CIÊNCIAS CONTÁBEIS E ADMINISTRAÇÃO PLANO COLLOR II Matipó 2011 1 PLANO COLLOR II Trabalho solicitado como atividade para obtenção de nota da Disciplina Economia Brasileira Contemporânea do Curso de Bacharelado em Ciências Contábeis e Administração da Faculdade Vértice. Prof. Celso A. Araújo Matipó 2011 SUMÁRIO 1 INTRODUÇÃO.......................................................................................... 2 GOVERNO COLLOR............................................

    2690  Palavras | 11  Páginas

  • plano collor

    PLANO COLLOR I Anunciado no dia 16 de março de 1990, um dia após a posse do presidente Fernando Collor, o primeiro plano foi um conjunto de reformas econômicas que visavam controlar a inflação crescente nos anos anteriores. Oficialmente, o nome do plano era Brasil Novo, mas ficou conhecido popularmente como Plano Collor I.  O plano foi efetivamente implementado pela equipe de economistas de Collor, composta por Zélia Cardoso de Mello, então Ministra da Economia, Planejamento e Fazenda, e pelos...

    2215  Palavras | 9  Páginas

  • Plano collor

    .......07 4 PLANO COLLOR I 07 5 MEDIDAS PLANO COLLOR I 09 6 RECESSÃO..............................................................................................................10 7 CONFISCO...............................................................................................................11 8 PLANO COLLOR II 12 9 OVERNIGTH 14 10 PLANO MARCÍLIO 15 11 CONCLUSÃO 16 12 BIBLIOGRAFIA 17 Fernando Affonso Collor de Mello 1. Resumo...

    2472  Palavras | 10  Páginas

  • Fernando Collor

    *Fernando Collor de Mello nasceu em 1949, no Rio de Janeiro. Proveniente de uma tradicional família de políticos, Collor passou a adolescência em Brasília e se graduou em economia pela Universidade de Brasília. No ano de 1973, ele foi para Alagoas e assumiu o jornal Gazeta de Alagoas pertencente à suafamília. Em 1979, foi nomeado prefeito de Alagoas pelo Governo Militar. Passados três anos, Collor foi eleito deputado federal pelo PDS (Partido Democrático Social). No ano de 1986, concorreu e venceu...

    973  Palavras | 4  Páginas

  • Governo collor

    acusações e muitas promessas, Fernando Collor de Mello venceu seu principal adversário, Luís Inácio Lula da Silva. Collor conquistou a simpatia da população, que o elegeu com mais de 42% dos votos válidos. Seu discurso era de modernização e sua própria imagem validou a idéia de renovação. Collor era jovem, bonito e prometia acabar com os chamados “marajás”, funcionários públicos com altos salários, que só oneravam a administração pública. Sua primeira medida, ao tomar posse no dia 15 de março de...

    571  Palavras | 3  Páginas

  • Plano Collor

    O presente trabalho tem como objetivo apresentar as medidas adotas no Plano Brasil novo, mais conhecido como “Plano Collor (nome associado ao seu realizador Fernando Collor de Melo) suas causas, consequências, como tudo começou, seu fim e as repercussões que essas medidas ainda causam em nossa sociedade. O Plano Collor trata-se de um conjunto de modificações econômicas que visava principalmente o declínio da inflação no Brasil com medidas altamente radicais que revoltou a população da época...

    4308  Palavras | 18  Páginas

  • Collor

    ANÁLISE DO PLANO COLLOR Da mesma maneira que o governo Sarney, o governo Collor precisou de um Plano para acalmar a economia nacional que estava em crise e precisava de uma estrutura econômica que desce condições dela só erguer e crescer de acordo com as condições das disponibilidades domésticas. O Plano Collor nada mais foi do que o Plano Cruzado; pode-se até mesmo dizer, mais ousado, porque sua pretensão era muito mais arrojada, muito mais imediatista, muito mais forte do que os objetivos...

    3067  Palavras | 13  Páginas

  • Plano collor 1

    ------------------------------------------------- Plano Collor Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre. O Plano Collor é o nome dado ao conjunto de reformas econômicas e planos para estabilização da inflação criados durante a presidência de Fernando Collor de Mello(1990-1992), sendo o plano estendido até 31 de julho de 1993, quando foi substituído pelo embrião do que vinha a ser o Plano Real, implantado oficialmente em 1994. O plano era oficialmente chamado Plano Brasil Novo, mas ele se tornou associado fortemente a figura de Collor, e "Plano...

    2840  Palavras | 12  Páginas

  • Impeachment de Collor

    projeto que pregava textos mais curtos e mais claros, enfoque mais noticioso que opinativo, agilidade e proximidade com os assuntos que afetavam o dia a dia da população paulistana, principalmente os trabalhadores urbanos. Foi criada em oposição ao principal jornal da cidade, O Estado de S. Paulo, que representava as elites rurais e assumia uma posição mais conservadora, tradicional e rígida. O empreendimento foi bem-sucedido, levando os sócios a comprar uma sede própria, uma rotativa e, em julho de...

    1027  Palavras | 5  Páginas

  • Plano collor+plano real

    Contemporâneo (Economia) * Plano Collor * Plano Real Grupo: Bernard Dornelles, David James, Gabriel Takashi, Guilherme Bernardes, Heitor Souza e Ricardo Nogueira Plano Real Introdução: No início dos anos 90, a economia brasileira enfrentava sérios problemas relacionados à inflação, que perdurava desde a década de 70. Foram realizadas várias tentativas as quais visavam ao controle do processo inflacionário – a exemplo dos planos Cruzado, Collor e outros menores -, porém nenhuma delas...

    1454  Palavras | 6  Páginas

  • Fernando Affonso Collor De Mello

    Fernando Affonso Collor de Mello (1990-1992) Fernando Collor de Mello nasceu no Rio de Janeiro em 12 de agosto de 1949. Em 1972, formou-se em Economia pela Universidade Federal de Alagoas. Em 1979, foi nomeado prefeito de Maceió. Em 1982, foi eleito deputado federal. Em 1986, foi eleito governador de Alagoas pelo PMDB. Nesse cargo, notabilizou-se pela caçada aos “marajás” – funcionários públicos que ganhavam salários exagerados, prejudicando o orçamento do governo do estado. Em janeiro de 1989,...

    1319  Palavras | 6  Páginas

  • Pojeto fernand collor

    PLANO COLLOR Joinville 2012/1 SÚMARIO 1 TEMA........................................................................................ 1.1 DELIMITAÇÃO DO TEMA..................................................................... 2 PROBLEMA............................................................................................. 3 HIPÓTESES 4 JUSTIFICATIVA......................................................................................... 5 OBJETIVO GERAL........

    1384  Palavras | 6  Páginas

  • Fernando collor de mello

    Fernando Collor de Mello Fernando Affonso Collor de Mello (Rio de Janeiro, 12 de agosto de 1949) é um político, jornalista, economista, empresário e escritorbrasileiro, tendo sido o 32º presidente do Brasil, de 1990 a 1992, prefeito de Maceió de 1979 a 1982, deputado federal de 1982 a 1986,governador de Alagoas de 1987 a 1989, e senador por Alagoas de 2007 até a atualidade. Foi o presidente mais jovem da história do Brasil, ao assumir o cargo, na época com 40 anos de idade, e também o primeiro...

    2381  Palavras | 10  Páginas

tracking img