Principais Escolas Fundadas No Brasil Colonial Imperial E artigos e trabalhos de pesquisa

  • Instituições Escolares no Brasil Colonial e Imperial

    Instituições Escolares no Brasil Colonial e Imperial O objetivo desta foi analisar as principais orientações político-pedagógicas ocorrido entre 1549 e 1996 nas reformas educacionais brasileiras que contribuíram para a organização e manutenção da estrutura escolar. Instituições Escolares no Brasil Colonial e Imperial Em estudo às relações de ensino e instituições escolares, bem como outras formas de transmissão de conhecimento anteriores ao descobrimento do Brasil, é possível depreender...

    1393  Palavras | 6  Páginas

  • PERIODO COLONIAL E IMPERIAL NO BRASIL

    UNIVERSIDADE DO SUL DE SANTA CATARIANA EVANDRO ESMERALDINO HISTORIA DA ARQUITETURA NO BRASIL PERIODO COLONIAL E IMPERIAL Tubarão 2013 EVANDRO ESMERALDINO HISTORIA DA ARQUITETURA NO BRASIL PERIODO COLONIAL E IMPERIAL Trabalho apresentado à disciplina historia teoria critica da arquitetura, do Curso de Arquitetura e Urbanismo, da Unisul, como requisito parcial à obtenção da aprovação na disciplina. Orientador:...

    2430  Palavras | 10  Páginas

  • Brasil colonia

    sobre a Educação Brasileira do período Colonial a Primeira Republica. Vamos procurar analisar os seus fundamentos históricos e filosóficos contribuindo assim para o entendimento da história da Educação do nosso Pais, permitindo com isso que entendamos parte da conjuntura atual, uma vez que somos frutos de uma determinada construção histórica de exploração e desigualdade que infelizmente ainda não conseguimos romper.   Educação Brasileira no Período Colonial   Segundo Volpini para que possamos...

    2220  Palavras | 9  Páginas

  • Memória da educação escolar no brasil contemporâneo

    Universidade Anhanguera – Uniderp Centro de Educação a Distância PEDAGOGIA 3º PERÍODO MEMÓRIA DA EDUCAÇÃO ESCOLAR NO BRASIL CONTEMPORÂNEO – ESCOLA ADVENTISTA DE BELO HORIZONTE Atividade Prática Supervisionada (ATPS) entregue como requisito para conclusão da disciplina “História da Educação e da Pedagogia” do Curso de Pedagogia da Universidade Anhanguera – Uniderp, sob orientação do professor tutor a distância Tatiane Heiffgi Borges Bispo. Graziela Teodoro Alves Novaes / 2336447471 ...

    2636  Palavras | 11  Páginas

  • Arquitetura Colonial

    Arquitetura Colonial ARQUITETURA COLONIAL BRASILEIRA No Brasil, a Arquitetura colonial é definida como a arquitetura realizada no atual território brasileiro desde 1500, ano do descobrimento pelos portugueses, até a independência, em 1822. Durante o período colonial, os colonizadores importaram as correntes estilísticas da Europa à colônia, adaptando-as às condições materiais e sócio-econômicas locais. Encontram-se no Brasil edifícios coloniais com traços arquitetônicos renascentistas, maneiristas...

    11289  Palavras | 46  Páginas

  • história da arquitetura no brasil

    neoclássico nas provincias - arquitetura simplificada - paredes de terra casas urbanas - residencias coloniais vida intensa dos saloes arquitetura oficial - importação Europa Casa da Câmara e Cadeia ou Casa de Câmara e Cadeia era o edifício no período do Brasil colônia e parte do período imperial onde estavam instaladas os órgãos da administração pública municipal. Abrigava em geral a Câmara Municipal e os órgãos a ela ligadas , como a Câmara dos Vereadores, o juiz de fora, o presidente ...

    717  Palavras | 3  Páginas

  • Fazenda Imperial de Santa Cruz

    Fazenda Imperial de Santa Cruz Sede da Antiga Fazenda de Santa Cruz, Palácio Real e Imperial. Atual quartel do Batalhão Escola de Engenharia Vilagran Cabrita A fazenda Imperial de Santa Cruz (ou fazenda de Santa Cruz, fazenda Real de Santa Cruz, ou fazenda dos Jesuítas) foi uma fazenda próspera fundada em pelos padres Jesuítas nos arredores da Cidade do Rio de Janeiro. Sua sede e núcleo principal corresponde hoje ao Bairro carioca de Santa Cruz. Jesuítas Após o Descobrimento do Brasil...

    1205  Palavras | 5  Páginas

  • Academia Imperial de Belas Artes

    “ACADEMIA IMPERIAL DE BELAS ARTES” “ACADEMIA IMPERIAL DE BELAS ARTES” A Academia Imperial de Belas Artes foi fundada por Dom Pedro II, logo após que assumiu ao poder. Elas ganharam um estilo nitidamente conservador, assemelhando-se às escolas européias. RESUMO A Academia de Imperial de Belas Artes, ou AIBA, é unidade...

    1861  Palavras | 8  Páginas

  • Breve história do protestantismo no brasil

    BREVE HISTÓRIA DO PROTESTANTISMO NO BRASIL   Alderi Souza de Matos   1. O contexto político-religioso (1500-1822) Portugal surgiu como nação independente da Espanha durante a Reconquista (1139-1249), ou seja, a luta contra os muçulmanos que haviam conquistado boa parte da Península Ibérica vários séculos antes. Seu primeiro rei foi D. Afonso Henriques. O novo país tinha fortes ligações com a Inglaterra, com a qual iria firmar posteriormente o Tratado de Windsor, em 1386. O apogeu da história...

    8300  Palavras | 34  Páginas

  • História da educação no brasil

    HISTÓRIA DA EDUCAÇÃO NO BRASIL Relações entre a formação do sujeito e as influências da educação Luisa Carla Masera da Silva Professora Gladys Soraia Silva Centro Universitário Leonardo da Vinci – UNIASSELVI Pedagogia (PED 470) – História da Educação 25/11/11 RESUMO Neste trabalho buscamos identificar as etapas históricas do desenvolvimento da educação no país, as principais transformações nelas ocorridas e correlacionar a influência dos meios político e social...

    5931  Palavras | 24  Páginas

  • INSTITUIÇÕES ESCOLARES NO BRASIL COLONIAL E IMPERIAL

    embora algumas destas Instituições sejam marcos que ainda não foram estudados ou até não existam mais, porém não invalidam tais contrastes históricos presentes na formação da sociedade brasileira, que aqui estão identificados nos períodos colonial e imperial. A Instituição Escolar não é feita apenas de professores, alunos e métodos, embora eles sejam importantes. Ela se constitui a partir de interesses que identificam os marcos que são a identidade da sociedade. Isso se dá através de princípios...

    5556  Palavras | 23  Páginas

  • Brasil Colonial ou Imperial

    BRASIL COLONIAL O período da permanência dos jesuítas no Brasil, que vai de 1549 a 1749, foi o de implementação dos estudos e a fundação dos primeiros colégios. A primeira escola oficial no país foi fundada em 1550, o Colégio dos Meninos de Jesus, deveria acompanhar os modelos educacionais de Lisboa. Os documentos dão conta de que sete meninos órfãos foram trazidos pela missão, para estudar nessa primeira instituição educacional. No ano de 1554, junto com o Padre Manoel da Nóbrega, ele ajudou...

    3999  Palavras | 16  Páginas

  • Neoclassicismo no Brasil e a vinda da Missão Artística Francesa – Definição e Conceitos Gerais.

     Neoclassicismo no Brasil e a vinda da Missão Artística Francesa – Definição e Conceitos Gerais. Definição Neoclassicismo Trata-se de um movimento artístico internacional que surge na segunda metade do séc. XVIII e culmina no período Napoleónico, exercendo posteriormente uma influência decrescente, embora marcando, ao longo do séc. XIX, onde teve particular destaque na França. A Revolução Francesa (1789) acabou com o domínio da aristocracia e estabeleceu um governo democrático...

    1396  Palavras | 6  Páginas

  • Direito no brasil colonial

    Escola Superior Madre Celeste-ESMAC CURSO DE DIREITO TURMA: DIR1T2 HISTÓRIA DO DIREITO ANANINDEUA-PA/2011. ALUNOS: HELTON DE SOUZA PIMENTA JAMILLE CRISTINA Q BITTENCOURT NATASHA VARMILY NILSON DIAS OLGA VALQUIRIA T. C. PINTO SUZAN NATASHA THASSIA CAMILA R LOPES O DIREITO NO BRASIL COLONIAL ...

    4291  Palavras | 18  Páginas

  • MEMORIA DA EDUCAÇÃO ESCOLAR NO BRASILCONTEMPORANEO: ESCOLA MUNICIPAL CACILDA DE MOURA DUTRA

    BRASILCONTEMPORANEO: ESCOLA MUNICIPAL CACILDA DE MOURA DUTRA TUTOR A DISTÂNCIA: Ludmilla Sauhi ANÁPOLIS-GO ABRIL 2013 FACULDADE ANHANGUERA DE ANÁPOLIS CURSO DE PEDAGOGIA DISCIPLINA DE HISTÓRIA DA EDUCAÇÃO E DA PEDAGOGIA ADRIANA R. G. MACHADO – RA 4351846699 ANDREA ALVES NUNES – RA 4200064677 GELMA DE CASSIA G.C. OLIVEIRA – RA 5723160986 ROSÂNGELA FLORES PIO – RA 4573901523 TATIANE F. C. REZENDE – RA 5305943469 MEMORIA DA EDUCAÇÃO ESCOLAR NO BRASILCONTEMPORANEO: ESCOLA MUNICIPAL...

    3244  Palavras | 13  Páginas

  • historia da Educação escolar no Brasil

     Historia da educação escolar no Brasil através de alguns estabelecimentos. Período Colonial (Período Jesuítico 1549-1759 ) 1549- A educação indígena foi interrompida com a chegada dos jesuítas. Comandados pelo padre Manoel de Nóbrega, edificaram a primeira escola elementar brasileira em Salvador. 1570- Era composta por cinco escolas de instrução elementar (Porto Seguro, São Vicente, Espírito Santo e São Paulo de Piratininga) e três colégios (Rio de janeiro, Pernambuco e Bahia). ...

    1239  Palavras | 5  Páginas

  • A história da Contabilidade no Brasil

    contabilidade surgiu no Brasil após a chegada da corte portuguesa, com o início do comércio interno e a abertura dos portos às nações amigas, devido à necessidade de organizar e controlar as entradas e saídas de mercadorias. Com o aumento das atividades mercantis no Brasil, surgiu então o ensino contábil no início do século XIX, para aprimorar o conhecimento das práticas contábeis. A primeira profissão liberal no Brasil de que se tem conhecimento, é a de guarda livros. Em 1869, foi fundada a Associação dos...

    1645  Palavras | 7  Páginas

  • Historia da educação no Brasil

    HISTÓRIA DA EDUCAÇÃO NO BRASIL A evolução da educação, do ensino, da instrução e das práticas pedagógicas no Brasil inicia-se em meados do século XVI no período colonial, quando começam as primeiras relações entre Estado e Educação. Porém desde a descoberta , quando os portugueses chegam à Costa da Bahia e descobrem que os pequenos indiozinhos, principalmente entre os tupis-guaranis, já eram instruídos por adultos-pais, tios e avós, percebemos que o começo de tudo já surgia por ali. Muitas mudanças...

    4741  Palavras | 19  Páginas

  • História do Brasil

    A História do Brasil tem como marco divisório principal a chegada dos portugueses em território americano com Pedro Álvares Cabral, em 1500. A partir desse fato histórico, teve início a formação do país, marcado na maior parte do tempo pela conquista dos territórios dos indígenas e pela escravidão de milhões de africanos. Período colonial, período imperial e período republicano compreenderam as demais divisões desse histórico processo formativo. Porém, há ainda um período anterior à chegada dos...

    1264  Palavras | 6  Páginas

  • Brasil colonia e ensino superior

    BRASIL COLÔNIA E ENSINO SUPERIOR Silva Bezerra A. Souza Oliveira N. E. Silva Souza J. Saraiva Azevedo M. C. R. Sena Carvalho S. Resumo: Este trabalho tem como objetivo trazer uma retrospectiva do ensino superior do Brasil no período colonial, dando ênfase a sua relação com desenvolvimento sócio- histórico brasileiro, em que, a história foi marcada pelo elitismo e pela exclusão. O ensino superior no Brasil colonial foi tardio e só veio ter...

    3926  Palavras | 16  Páginas

  • ensino superior no brasil

    Ensino superior no Brasil: da descoberta aos dias atuais      As primeiras escolas de ensino superior foram fundadas no Brasil em 1808 com a chegada da família real portuguesa ao país. Neste ano, foram criadas as escolas de Cirurgia e Anatomia em Salvador (hoje Faculdade de Medicina da Universidade Federal da Bahia), a de Anatomia e Cirurgia, no Rio de Janeiro (atual Faculdade de Medicina da UFRJ) e a Academia da Guarda Marinha, também no Rio. Dois anos após, foi fundada a Academia Real Militar...

    2483  Palavras | 10  Páginas

  • Neoclassicismo no Brasil

    Neoclassicismo no Brasil O Neoclassicismo no Brasil deve seu florescimento à influência europeia, onde era cultivado desde meados do século XVIII. Seus primeiros sinais apareceram naliteratura e arquitetura, mas somente no início do século XIX, a partir das preferências da corte portuguesa, instalada no Rio de Janeiro desde 1808, é que se tornou uma espécie de "estilo oficial", passando a sobrepujar em mais larga escala a arraigada tradição barroca. Com a chegada da Missão Artística Francesa, em...

    1247  Palavras | 5  Páginas

  • O ENSINO NO PERÍODO IMPERIAL: DO COLÉGIO DE PEDRO II AO ENSINO NA PROVÍNCIA DO AMAZONAS

    VERBUM – Cadernos de Pós-Graduação, n. 1, p. 33-47, 2012 - Kelly Aparecida Mendes/Nadia Cristina Varjão/Wenderson Pinto Farias O ENSINO NO PERÍODO IMPERIAL: DO COLÉGIO DE PEDRO II AO ENSINO NA PROVÍNCIA DO AMAZONAS Kelly Aparecida Mendes Mestranda do Programa de Estudos Pós-Graduados em Língua Portuguesa/PUC-SP Nadia Cristina Varjão Mestranda do Programa de Estudos Pós-Graduados em Língua Portuguesa/PUC-SP Wenderson Pinto Farias Mestrando do Programa de Estudos Pós-Graduados em Língua Portuguesa/PUC-SP ...

    6171  Palavras | 25  Páginas

  • no brasil

    1 BREVE HISTÓRIA DO PROTESTANTISMO NO BRASIL Alderi Souza de Matos Introdução O objetivo deste texto é apresentar uma visão panorâmica da história do protestantismo no Brasil. Inicia com as primeiras manifestações protestantes no período colonial, prossegue com a implantação definitiva do movimento durante o império (nas duas modalidades históricas: protestantismo de imigração e de missão) e chega ao Brasil republicano, com o surgimento do protestantismo de matriz brasileira. 1. O...

    8530  Palavras | 35  Páginas

  • História da Educação no Brasil

    A HISTÓRIA DA EDUCAÇÃO NO BRASIL Relações entre a formação do sujeito e as influências do meio escolar Mayara da Silva Gladys Soraia Silva Centro Universitário Leonardo da Vinci - UNIASSELVI Pedagogia (ped553) – Prática do Módulo I 23/06/2012 RESUMO A Educação sempre esteve presente na sociedade, mesmo que sejam na pré-história, as suas ações já contribuíram para formar a história da educação, pois vários fatores estão vinculados a isso, a cultura, filosofia, religião, política...

    1903  Palavras | 8  Páginas

  • Memória da educação escolar no brasil contemporâneo

    UNIVERSIDADE ANHANGUERA – UNIDERP CENTRO DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA CURSO DE PEDAGOGIA Memória da educação escolar no Brasil contemporâneo. A Escola Municipal de Ensino Fundamental Prof. Moacyr Benedicto de Souza São José dos Campos Nome: Eveline Monteiro RA: 4300066003 Nome: Fabiana Gonçalves Pereira RA: 4300065995 Nome: Fabíola Cardoso Vieira de Souza RA: 3830718478 Nome: Jacqueline Saraiva dos...

    2524  Palavras | 11  Páginas

  • Memória da educação escolar no brasil contemporâneo

    UNIVERSIDADE ANHANGUERA – UNIDERP CENTRO DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA CURSO DE PEDAGOGIA MEMÓRIA DA EDUCAÇÃO ESCOLAR NO BRASIL CONTEMPORÂNEO – Escola Municipal Etalívio Penzo. A Escola está localizada na rua: Rosemiro Vieira n: 230, bairro: Parque das Nações II, Dourados MS. NOME DO ALUNO: RA: NOME DO ALUNO: RA: NOME DO ALUNO: RA: Atividade Prática Supervisionada (ATPS) entregue como requisito para...

    7117  Palavras | 29  Páginas

  • A história da enfermagem no Brasil

    História da Enfermagem no Brasil em meio a ideologias, instituições e políticas de saúde numa sociedade capitalista e pluriétnica   A enfermagem no Brasil tem sido marcada ao longo de seu desenvolvimento por várias mudanças em nossa sociedade e nas políticas de saúde. Percebe-se que ao longo da história da enfermagem, muitas lutas foram travadas até o alcance da era moderna e cientifica da profissão. No período colonial, a enfermagem era representada pelos jesuítas, que na missão de catequizar...

    1583  Palavras | 7  Páginas

  • A educação no Brasil ( Período colonial x Imperial)

     A educação no Brasil ( Período Colonial e Imperial) O período colonial se deu entre 1530 a 1815, e a educação no Brasil se iniciou com a chegada dos jesuítas, por volta de 1549. Naquela época o propósito da educação era não apenas educar, ensinando a ler e escrever, mas também converter os indígenas e colonos a fé cristã, além de preparar novos padres para continuar a missão. Ou seja, durante este primeiro período o maior interesse da educação era da Igreja, como...

    725  Palavras | 3  Páginas

  • História do Protestantismo no Brasil

    HISTÓRIA DO PROTESTANTISMO NO BRASIL INTRODUÇÃO A curiosidade pelo passado é uma das características do homem. Desde tempos antigos o homem tem se interessado pelo estudo de suas origens de seus costumes e de suas raízes. Os cristãos evangélicos brasileiros de um modo geral (graças a Deus não são todos) tem um quase total desconhecimento de suas raízes religiosas brasileiras, de como surgiu suas crenças, das características mais diversas de nossas tão heterogêneas igrejas protestantes e da...

    11625  Palavras | 47  Páginas

  • história do brasil

    senhor das estrelas; O infante D. Henrique (o NAVEGADOR) era alto, forte e loiro e dirigia a Escola de Sagres. Contribuíram para o desenvolvimento das navegações: -um novo caminho para as Índias. -as invenções: caravelas, bússola, pólvora, papel, astrolábio (verificar a altura dos astros). BRASIL PRÉ-COLONIAL O período pré-colonial do Brasil (1.500/1.531) é o período que vai do descobrimento do Brasil pelos portugueses até o inicio do povoamento e colonização efetiva do território com a expedição...

    6178  Palavras | 25  Páginas

  • Fichamento A Sociologia No Brasil

    DISCIPLINA: INTRODUÇÃO À SOCIOLOGIA 2011.2 Fichamento referente ao capítulo, 17. A sociologia no Brasil, do livro “Sociologia – Introdução à ciência da sociedade” CAMPINA GRANDE, 04 DE NOVEMBRO DE 2011 COSTA, Cristina. Sociologia – Introdução à ciência da sociedade. São Paulo: Moderna, 2005. Capítulo 17. A sociologia no Brasil, p. 300 – 316. Introdução  Na América Latina, e em particular no Brasil, o processo de formação, organização e sistematização do pensamento sociológico obedeceu às condições...

    1530  Palavras | 7  Páginas

  • Independência do brasil

    Introdução 1slaid - A separação política entre a colônia do Brasil e a metrópole portuguesa foi declarada oficialmente no dia 7 de setembro de 1822. O processo de independência começa com o agravamento da crise do sistema colonial e se estende até a adoção da primeira Constituição brasileira, em 1824. Cresce a condenação internacional ao absolutismo monárquico e ao colonialismo. Aumentam as pressões externas e internas contra o monopólio comercial português e o excesso de impostos numa...

    1730  Palavras | 7  Páginas

  • estudos ´pós-coloniais

    SUMRIO TOC o 1-1 h z t Ttulo 21Ttulo 31Ttulo 41Ttulo 51Ttulo 61Titulo Apndice e Anexo1 HYPERLINK l _Toc369218517 1 INTRODUO PAGEREF _Toc369218517 h 3 HYPERLINK l _Toc369218518 2 ps-modernidade uma anlise sobre os discursos ps-coloniais utilizados pelo professor em sala de aula...................... PAGEREF _Toc369218518 h 4 HYPERLINK l _Toc369218519 3 CONCLUSO......................................................................................................8 4 HYPERLINK...

    1980  Palavras | 8  Páginas

  • Contabilidade no brasil - da colonização aos nossos dias

    registros a fim de que pudesse conhecer as suas reais possibilidades de uso, de consumo, de produção etc. No Brasil, a vinda da Família Real Portuguesa incrementou a atividade colonial, exigindo – devido ao aumento dos gastos públicos e também da renda nos Estados – um melhor aparato fiscal. Para tanto, constituiu-se o Erário Régio ou o Tesouro Nacional e Público, juntamente com o Banco do Brasil (1808). As Tesourarias de Fazenda nas províncias eram compostas de um inspetor, um contador e um procurador...

    3785  Palavras | 16  Páginas

  • Educação brasileira no período imperial no brasil

    EDUCAÇÃO BRASILEIRA NO PERÍODO IMPERIAL NO BRASIL VILA RICA - MT OUTUBRO/2012 A educação no Brasil teve início na época em que os primeiros jesuítas da Companhia de Jesus vieram para o Brasil, em 1549. Eram comandados pelo Padre Manoel de Nóbrega, sendo que, algumas semanas após sua chegada, fundaram a primeira escola elementar. O ideal dos jesuítas era além de tudo propagação do evangelho e catequizar os habitantes utilizando o método Ratio Studiorum. No Brasil os jesuítas não se limitaram...

    594  Palavras | 3  Páginas

  • Educação no período colonial

    O período Colonial e a Companhia de Jesus Elizete carolina de Figueiredo Prof.Maria do Carmo Centro Universitário Leonardo da Vincci-UNIASSELVI Licenciatura em Pedagogia (PED 053) – História da Educação 15/05/2013 RESUMO O objetivo deste paper é relatar como se seu, a educação em terras Brasileiras,as dificuldades encontradas pelos educadores,os jesuítas e consequentemente para os índios submetidos à ela. Palavra-chave: Jesuítas,educação, índios INTRODUÇÃO...

    3211  Palavras | 13  Páginas

  • O SURGIMENTO DA CONTABILIDADE NO BRASIL

    NO BRASIL A história da Contabilidade no Brasil iniciou-se a partir da época Colonial, representada pela evolução da sociedade e a necessidade de controles contábeis para o desenvolvimento das primeiras Alfândegas que surgiram em 1530. Esses fatos demonstravam as preocupações iniciais com o ensino comercial da área contábil, pois, no ano de 1549 são criados os armazéns alfandegários e para controle destes, Portugal nomeou Gaspar Lamego como o primeiro Contador Geral das terras do Brasil, cuja...

    733  Palavras | 3  Páginas

  • Escola Frei Leopoldo

    Escola Estadual Frei Leopoldo de Castelnuovo Trabalho de Geografia Nome: Ana Caroline Souza Duarte Série: 1°ano “A” Uberaba- MG Introdução No trabalho a seguir, iremos aprender sobre as grandes vias internacionais de transportes, e também que o setor de transporte é de vital importância para o setor econômico, além de ser essencial no mundo globalizado ...

    1120  Palavras | 5  Páginas

  • direito no brasil

    A História do Direito no Brasil O DIREITO NA ÉPOCA DO BRASIL COLONIAL   Primórdios da estrutura político-econômica brasileira  Nos primeiros séculos após o descobrimento, o Brasil, colonizado sob a inspiração doutrinária do mercantilismo e integrante do Império Português, refletiu os interesses econômicos da Metrópole e, em função deles, articulou-se. Nessa perspectiva, o Brasil-Colônia só poderia gerar produtos tropicais que a Metrópole pudesse revender com lucro no mercado europeu; além...

    8481  Palavras | 34  Páginas

  • A historia da educação no brasil

    Introdução O presente trabalho relata a História da Educação no Brasil, analise das diversas fases e períodos da educação brasileira. Dando importância “A origem da educação escolar no Brasil - a ação dos jesuítas como parte do movimento da contrarreforma católica”. Neste contexto, a presente analise torna possível refletir como uma tarefa de indiscutível relevância, numa perspectiva de analise dos sistemas educativos enquanto processo de implementação de ideias, de atitudes e, sobretudo, de...

    6558  Palavras | 27  Páginas

  • Os jesuítas na bahia colonial

    BAHIA CAHL – CENTRO DE ARTES, HUMANIDADES E LETRAS OS JESUÍTAS NA BAHIA COLONIAL (1549-1759) Fabricio Lyrio Santos Proponente/coordenador Professor Adjunto CAHL/UFRB CACHOEIRA – BA 2012 INTRODUÇÃO Porque a escrita fica e dá testemunho, sem se poder corrigir e explicar facilmente como quando se fala. 1 Inácio de Loyola Este projeto tem como tema a atuação da Companhia de Jesus na Bahia durante o período colonial, desde a chegada dos primeiros jesuítas à cidade de Salvador, em 1549, até...

    3202  Palavras | 13  Páginas

  • Estados unidos x brasil (1808 a 1889)

    BRASIL E ESTADOS UNIDOS FORMAS DE GOVERNO (1808-1889) Em ciência política, chama-se forma de governo (ou sistema político) o conjunto de instituições políticas por meio das quais um Estado se organiza a fim de exercer o seu poder sobre a sociedade. Tais instituições têm por objetivo regular a disputa pelo poder político e o seu respectivo exercício, inclusive o relacionamento entre aqueles que o detêm (a autoridade) com os demais membros da sociedade (os administrados). Há de se considerar...

    5723  Palavras | 23  Páginas

  • O ensino religioso na educação do brasil: da colonização aos dias atuais

    O Ensino Religioso na educação do Brasil: da colonização aos dias atuais Silmara Rodrigues Rocha (*) Resumo Este trabalho faz uma abordagem sobre o contexto histórico da educação religiosa no Brasil, desde o período colonial, com a chegada dos portugueses, até os dias atuais, onde existem grandes questionamentos sobre o estudo do ensino religioso nas escolas brasileiras, principalmente, nas escolas públicas. Com este estudo, será possível observar como o assunto é tratado na Lei 9394/96 – Lei...

    7537  Palavras | 31  Páginas

  • A historia do direito no brasil

    HISTORIA DO DIREITO NO BRASIL São Paulo, 2012 HISTORIA DO DIREITO NO BRASIL Trabalho da disciplina de Direito do curso de Direito, sob a orientação do Professor Vagner Ginotti Pires. UNIVERSIDADE PAULISTA UNIP SÃO PAULO, 2012 SUMÁRIO O DIREITO NA ÉPOCA DO BRASIL COLONIAL 4 Primórdios da estrutura...

    6243  Palavras | 25  Páginas

  • A Hist Ria Da Educa O No Brasil Tem Sido Uma Hist Ria De Perdas

    educação no Brasil tem sido uma história de perdas, de exclusão e de manutenção dos privilégios de minorias. A herança que crianças e os jovens, hoje a maioria da população, recebem dessa história caracteriza-se pela carência, pelo descrédito e ausência de perspectiva, pela perplexidade. (...) a crise da educação atinge níveis intoleráveis. A política de desobrigação do Estado com a educação pública, gratuita e de qualidade cada vez mais vem excluindo crianças, jovens e adultos da escola e aprofundando...

    2765  Palavras | 12  Páginas

  • História do direito - roma brasil

    essa redescoberta que fez o direito romano influenciar em grande escala o direito europeu continental, advindo daí o fato de o nosso atual direito ser considerado dentro do espectro dos direitos romanistas. A cidade de Roma, como reza a lenda fundada em 753 a.C, não era senão pequeno centro rural no século VIII a.C. Menos de dez séculos depois passa a ser o centro de vasto império que se estende da Inglaterra, da Gália e da Ibéria à África e ao Oriente Próximo até os confins do Império Persa. ...

    4335  Palavras | 18  Páginas

  • a sociedade brasileira no periodo imperial

    sociedade brasileira no período imperial e a educação A proclamação da independência , formalizou a emancipação no plano político, e como não poderia deixar de ser, após ela colocou-se a questão da construção de um Sistema Nacional de Instrução Publica, pois, o país havia chegado à emancipação política destituído de qualquer forma organizada de educação escolar. Saía do período colonial com algumas poucas aulas Regias , insuficientes e sem currículo regular, e com algumas escolas de nível superior criadas...

    1788  Palavras | 8  Páginas

  • Compreender o império: uso de gramsci no Brasil no século XIX

    Compreender o Império: Usos de Gramsci no Brasil no século XIX Luiz Fernando Saraiva* Théo Lobarinhas Piñeiro** Apesar das inúmeras qualificações que são dadas ao pensador italiano Antônio Gramsci, podemos dizer que Gramsci foi, antes de tudo, um dos maiores renovadores do pensamento marxista no século XX, influenciando várias vertentes. Talvez o alcance de suas idéias somente tenha sido menor do que os textos de Lênin e a atuação política e ideológica de Stálin junto a URSS e ao „bloco‟...

    8395  Palavras | 34  Páginas

  • Historia da Educa o no Brasil no S c XIX OK

    EDUCAÇÃO DO BRASIL NO SÉCULO XIX DISCIPLINA: HISTÓRIA DA EDUCAÇÃO PROF: JULIO CESAR TURMA: A11 ALUNAS: ANDRÉIA TATIANE FALKOSKI - nº: 03 VERA REGINA MARCOLIN - nº: 34 NOVO HAMBURGO, 01 DE JULHO DE 2013.INTRODUÇÃO O presente trabalho fala sobre a História da Educação no Brasil no século XIX.Dividiu-se em períodos e suas respectivas datas onde se destacam também os principais personagens que tiveram participação fundamental na construção da história da educação no Brasil. A educação passou...

    5671  Palavras | 23  Páginas

  • Fichamaneto - Livro: História do Direito no Brasil

    HISTÓRIA DO DIREITO FICHAMENTO DO LIVRO – HISTÓRIA DO DIREITO NO BRASIL Bibliografia: WOLKMER, Antônio Carlos. História do Direito no Brasil. 7ª edição Rio de Janeiro: Editora Forense, 2014. INTRODUÇÃO A História do Direito no Brasil, este é o tema a ser abordado pela obra. Mas qual história? Demonstra-se desde o início que o comprometimento aqui, não é com o formalismo, com história identificada com a “verdade dominante”, convencional universalizada e tida como a única detentora...

    10748  Palavras | 43  Páginas

  • Trabalho de historia da educação no brasil

    ANHANGUERA EDUCACIONAL MÉMORIA DA EDUCAÇÃO ESCOLAR NO BRASIL CONTEMPORÂNEO São José dos Campos/SP 2012 ANHANGUERA EDUCACIONAL INSTITUIÇÕES ESCOLARES NO BRASIL COLONIAL, IMPERIAL E REPÚBLICANO Professora EAD: Ma. Mariciane Mores Nunes HISTÓRIA DA EDUCAÇÃO E DA PEDAGOGIA Somos Feitos de Tempo Todos nós somos seres históricos, a maioria de nossas ações e pensamentos muda com o passar do tempo, conforme enfrentamos os problemas tanto da pessoal como da experiência coletiva...

    4313  Palavras | 18  Páginas

  • Rela o Trabalho e Educa o no Brasil s culo XIX

    Universidade Federal Fluminense – FEUFF Relação Trabalho Educação Brasil século XIX Educação Profissional Niterói 2007 Universidade Federal Fluminense – FEUFF Componentes: Adriana Timbó Carla D`Ávila Julia Magacho Liziene Dias de Assis Mariana Fernandes Vanessa Soares Gonçalves Professor: Francisco José da Silveira Lobo Neto História da Educação – 2º Período – Pedagogia Niterói 2007 Sumário Introdução ...........................

    14966  Palavras | 60  Páginas

  • Historia Da Pintura No Brasil

    Historia da Pintura no Brasil Se começarmos a falar da historia da pintura no brasil podemos remontar ao período da pré-história, já se sabe de murais pintados a 32 mil anos atrás descobertos na região da serra da capivara no Piaui, podemos citar muitos sítios arqueológicos do período pré-historico, murais que representam pinturas de caça e animais. Ao falarmos da pintura no brasil antes da chegada do colonizador, pouco se sabe, os índios afinal não pintavam aos moldes Europeus, usavam a tinta...

    4580  Palavras | 19  Páginas

  • Brasil republica

    FACULAE INTEGRADA BRASIL AMAZÔNIA MARCELO ALVES MARIA NELY ALENCAR MAURO HENRIQUE PANTOJA ROSEANE TAVARES HISTÓRIA DO BRASIL II BELÉM 2013 MARCELO ALVES MARIA NELY ALENCAR MAURO HENRIQUE PANTOJA ROSEANE TAVARES ATIVIDADE AVALIATIVA Atividade avaliativa apresentada à disciplina História do Brasil II do Curso de História da Faculdade Integrada Brasil Amazônia como um dos requisitos avaliativo para Nota parcial de Conhecimento, sobre orientação da Profª. Cláudia Ferreira. ...

    2735  Palavras | 11  Páginas

  • Fichamento - a história do direito no brasil - wolkmer

    não está preparado para enfrentar os problemas que essa nova sociedade oferece). Produzir uma ruptura da história. 3- A Escola francesa dos “Annales”: Tem por finalidade a mudança do paradigma da história, procura construir uma história crítica (das mentalidades) trata a historia como uma ciência e não como uma construção de relatos . Esta escola tinha como principais objetivos: a) ultrapassar o positivismo histórico: que nada mais é do que a descrição acumulativa de fatos isolados. b)...

    3589  Palavras | 15  Páginas

  • Resumo de história da engenharia no brasil

    Resumo: História da engenharia no Brasil A École Nationale des Ponts et Chaussés, fundada em Paris em 1747, por iniciativa de Daniel Trudaine, parece ter sido o primeiro estabelecimento de ensino, em todo o mundo, onde se ministrou um curso regular de engenharia, e que diplomou profissionais com esse título. Da mesma época é a École Nationale Supérieure des Mines, também de Paris, que formava engenheiros de minas. O nome de engenheiro civil teria sido usado, pela primeira vez, pelo engenheiro...

    1180  Palavras | 5  Páginas

  • Brasil: Da fase pré-colonial até os ciclos econômicos

    1. Formação territorial brasileira Fase pré-colonial Sec. XV – Com a expansão marítima e comercial, começa a construção do território brasileiro. Sec. XX – Extensão territorial. Bula “Inter Coetera” O Papa Alexandre VI dividia o “novo mundo” por um meridiano distante cem léguas a Ocidente do arquipélago de Cabo Verde. Terras a Leste do meridiano – Portugal Terras a Oeste do meridiano – Espanha *Protesto e ameaça de conflito com a Espanha, de Portugal (por discordância em relação à divisão)...

    1784  Palavras | 8  Páginas

  • AS REVOLTAS DO PERIODO COLONIAL

    AS REVOLTAS DO PERIODO COLONIAL GUERRA DOS MASCATES  foi um conflito gerado no estado de Pernambuco entre os comerciantes de Recife e os latifundiários de Olinda, em 1711, para determinar quem detinha o poder central do estado. A definitiva expulsão dos holandeses em 1654 havia deixado Pernambuco em uma grave situação econômica, pois todo o investimento na extração do açúcar foi abalado com a baixa do produto no cenário internacional. Os olindenses, que controlavam o produto, perderam seus...

    3725  Palavras | 15  Páginas

  • Fichamento do texto: “a política agrária no brasil” de fábio konder comparato

    Dias Araújo Ferreira Fichamento do texto: “A Política Agrária no Brasil” de Fábio Konder Comparato São Luis – MA 2013 Fichamento do texto: “A Política Agrária no Brasil” de Fábio Konder Comparato I – A Evolução Histórica do Direito Agrário no Brasil * Há três grandes fases a ressaltar: o tempo das sesmarias, que se inicia já no primeiro século da colonização e se estende até a Independência, o período imperial e a era republicana. A – O sistema sesmarial * O instituto das sesmarias...

    1809  Palavras | 8  Páginas

tracking img