Principais Concepcoes De Personalidade artigos e trabalhos de pesquisa

  • A Teoria da Personalidade Gestaut, Freud

    A Teoria da Personalidade Com base no relato de pacientes a respeito de suas fantasias, sintomas neuróticos, lembranças e sonhos, Freud desenvolveu uma teoria sobre a estrutura da personalidade humana e a dinâmica de seu funcionamento. Segundo ele, nossa personalidade é formada por três instâncias: id, ego e superego. O id é a instância que contém os impulsos inatos, as inclinações mais elementares do indivíduo. O id é composto por energias – denominadas por Freud de pulsões – determinadas biologicamente...

    2944  Palavras | 12  Páginas

  • Direitos de personalidade

    1. Introdução Os direitos de personalidade compõem um conjunto de bens que perfazem o ser humano, formando e externando os valores que caracterizam o seu ente em seu meio, seja através de seus atributos físicos ou psicológicos, como sua honra e moral. Para o sistema jurídico, são o conteúdo do sujeito de direito por ele reconhecido. Estariam os direitos de personalidade acompanhando o homem somente enquanto este é reconhecido pelo seu sistema normativo, ou fariam eles parte de um ser humano antes...

    3629  Palavras | 15  Páginas

  • Subjetividade, individualidade, personalidade e identidade: concepções a partir da psicologia histórico-cultural*

    Psicologia da Educação versão impressa ISSN 1414-6975 Psicol. educ. no.28 São Paulo jun. 2009 Subjetividade, individualidade, personalidade e identidade: concepções a partir da psicologia histórico-cultural* Subjectivity, individuality, personality and identity: conceptions from cultural-historical psychology Subjetividad, individualidad, personalidad y identidad: concepciones desde la psicología historico-cultural Flávia Gonçalves da Silva Psicóloga, Doutora em Educação: Psicologia...

    10752  Palavras | 44  Páginas

  • Personalidades

    Subjetividade, individualidade, personalidade e identidade: concepções a partir da psicologia histórico-cultural* Flávia Gonçalves da Silva Na psicologia, termos como subjetividade, individualidade, personalidade e identidade são comumente usados seja para se referir ao objeto de estudo dessa ciência, seja para designar processos e/ou resultados que compõem ou auxiliam na compreensão do objeto da ciência psicológica. Na psicologia histórico-cultural (para alguns a psicologia sócio-histórica)...

    10370  Palavras | 42  Páginas

  • Personalidade Juridica

    Bimestre Aula 08 – Personalidade Jurídica do Estado *Resta, desde logo, devidamente esclarecido que este presente texto possui tão somente a finalidade de auxiliar nos estudos acerca desta disciplina e, não, por outro lado, dispõe da pretensão de esgotar as concepções intimamente necessárias acerca do regular desenvolvimento desta matéria. Por isso, é sobejamente recomendável que o aluno se aprofunde na bibliografia básica e complementar. A questão de entregar personalidade jurídica, indubitavelmente...

    1096  Palavras | 5  Páginas

  • Personalidade

    COLÉGIO ESTADUAL IRMÃ MARIA MARGARIDA- ENSINO MÉDIO E NORMAL PERSONALIDADE E IDENTIDADE Rafaela Holdefer Formação de Docentes Fundamentos Psicológicos da Educação SALTO DO LONTRA, SETEMBRO DE 2012. RAFAELA HOLDEFER PERSONALIDADE E IDENTIDADE TRABALHO ACADÊMICO, apresentado para a obtenção de nota na disciplina...

    3293  Palavras | 14  Páginas

  • Críticas à escola cultura e personalidade

    escola Cultura e Personalidade passou a ser fortemente criticada a partir da década de 1950, por expoentes das tradicionais correntes de pensamento britânica, francesa e americana. Radcliffe-Brown, por exemplo, rejeitou a noção de “abstração vaga. Lévi-Strauss via a cultura como possuidora de características distintas que seriam caracterizados de acordo com cada sistema cultural. Seguindo essa linha, os críticos argumentaram que a relação entre cultura e personalidade foi usada de forma...

    823  Palavras | 4  Páginas

  • psicologia e personalidade

    PSICOLOGIA BRUNA SENA MENDES ISABEL GOMES ISABELLA BAHIENSE LAYZA SAMPAIO NAYARA HENRIQUE RAFAELA MOURA PSICOLOGIA DA PERSONALIDADE ESTUDO DIRIGIDO Vila Velha – ES O objetivo do presente trabalho consiste em demonstrar as contribuições da fenomenologia, como filosofia ou modo fenomenológico de pensar, para o estudo da personalidade segundo a psicologia humanista-existencial. No intuito de alcançar tal objetivo, primeiramente faz se necessário definir a fenomenologia...

    2208  Palavras | 9  Páginas

  • a personalidade

    0-INTRODUÇÃO É meu objectivo ao longo deste trabalho desenvolver um conjunto de questões sobre a personalidade entendida da forma mais global que me é possível neste espaço fazer. Muita coisa ficará, certamente, para escrever dado que este tema, sendo um tema rico, é simultaneamente e de certa forma inabarcável, pelo menos no sentido de se poder afirmar uma conclusão única, pronta a utilizar, sobre a personalidade. Mas que estas palavras não sejam entendidas como uma declaração de impotência minha perante...

    9201  Palavras | 37  Páginas

  • Psicologia Da Personalidade

    CAPÍTULO 8 A PSICOLOGIA DA PERSONALIDADE PERSONALIDADE: UM CONCEITO CONTROVERTIDO C A Pstologb nóo laz o voloroçto ~ persordidode enqtnnlo boa ou mó. e abusa” da palavra personalidade, que exerce grande fascí nio os leigos. é usada de diferentes maneiras: ora para ornosobre a maioria dos Ela ternas em Psicologia, o senso comum “usa designar habilidades sociais (a capacidade de tomar decisões rá pidas, por exemplo), ora para se referir à impressão marcante que alguém causa a partir de uma característica...

    3422  Palavras | 14  Páginas

  • Principais concepções de J.L. Moreno e Enrique Pichon-Riviéri

    Principais concepções de J.L. Moreno e Enrique Pichon-Riviéri Concepções de J.L. Moreno Um homem de ampla cultura e fortes ideias religiosas e filosóficas, com uma personalidade marcadas por características teatrais, o médico psiquiatra Jacob Levy Moreno nasceu na Romênia em 1892 e faleceu nos Estados Unidos da América em 1974. Estudou psiquiatria em Viena e em sua obra desenvolveu a noção da importância do desempenho de papéis em psicoterapia. O desenvolvimento do que posteriormente chamaria...

    2237  Palavras | 9  Páginas

  • Teorias da personalidade

    primeiras teorias da personalidade surgiram em um contexto clínico e com um fim muito prático: oferecer um fundamento teórico para os transtornos mentais e seu tratamento. As teorias posteriores, mesmo não tendo se originado em um contexto clínico, oferecem também novas possibilidades para a psicoterapia. A capacidade de determinada teoria de guiar e enriquecer a prática terapêutica é um dos principais elementos para uma avaliação da relevância dessa teoria. A palavra Personalidade vem do latim Persona...

    2406  Palavras | 10  Páginas

  • Personalidade juridica

    3. Personalidade jurídica No livro de introdução ao direito de Paulo Nader, o autor começa falando da importância do direito para as relações sociais dos indivíduos, ele indica que o direito é mais bem visto quando agi diretamente nas atividades sociais, por sua expansão jurídica, seja para decidir sobre algum ato jurídico ou para impor o comportamento. Antes de falar da personalidade jurídica ele começa falando o conceito de pessoa no âmbito jurídico, biológico e filosófico. Na primeira a pessoa...

    1647  Palavras | 7  Páginas

  • Particularidades Psicológicas da Personalidade

    ---------------------------------------------------------------------------------- 1 Desenvolvimento ----------------------------------------------------------------------- 2-7 1. Personalidade (conceito) ------------------------------------------------------ 2 2. Factores que influem na formação da personalidade ------------------- 3-4 3. Hereditariedade ---------------------------------------------------------------- 5 4. Meio Social ---------------------------------------------------------------------...

    2082  Palavras | 9  Páginas

  • A estrutura da Personalidade

    A estrutura da personalidade é dividida em três instancias, o id o ego e o superego. Caracteriza-se o id como o qual se origina o ego e o superego. O id é o reservatório das pulsões, as quais estão sempre ativas. Ele este diretamente relacionado à satisfação das necessidades corporais. Para Freud, ele age de acordo com o principio do prazer. O ego tem as características do processo secundário (racionais maduros necessários para lidar racionalmente com o mundo exterior) estão contidas no ego,...

    1903  Palavras | 8  Páginas

  • Análise critica: Transtornos de Personalidade em Mulheres

    SOUZA SANTOS CADEIRA: PSICOLOGIA SOCIAL DOCENTE: JANAINA BATISTA PEREIRA CURSO: SERVIÇO SOCIAL SEMESTRE: 3º PERÍODO ANÁLISE CRÍTICA DO TEMA: TRANSTORNOS DE PERSONALIDADE EM MULHERES. 31.03.2015 ICÓ – CE. (CORDÁS; T.A. Salzano, F.T. Saúde Mental da Mulher. São Paulo: Atheneu, 2006.) Segundo CORDÁS (pág.179), os transtornos de personalidade acontecem tanto em homens quanto em mulheres. A gravidade e a prevalência dos mesmos é que podem variar de uma pessoa a outra. Que os transtornos atingem...

    1264  Palavras | 6  Páginas

  • Processos Interpessoais no Processo de Ensino-Aprendizagem: Personalidade

    Jaqueline B. de Albuquerque Assem Taissa Lunara Lessa Maia FATORES INTERPESSOAIS DO PROCESSO DE ENSINO-APRENDIZAGEM: Personalidade RIO BRANCO 2014 Artigo sobre a influência das relações interpessoais na formação da personalidade – processo ensino-aprendizagem FATORES INTERPESSOAIS DO PROCESSO DE ENSINO-APRENDIZAGEM: Personalidade Trabalho apresentado à disciplina Psicologia da Aprendizagem do 2º ano do curso de Psicologia da Faculdade da Amazônia Ocidental...

    2325  Palavras | 10  Páginas

  • Resumo de principais posições atuais em psicologia

    NUCLEO-BONFIM-RR DISCIPLINA: PSICOLOGIA DA EDUCAÇÃO. Prof°: MAYCON KENNEDY ACADÊMICA: ROSEANN AGATHA MANN BONFIM-RR, 26 DE ABRIL, 2013. RESUMO II PRINCIPAIS POSIÇOES ATUAIS EM PSICOLOGIA BEHAVIORISMO: Criado por John B Watson (1878-1959), americano doutorado pela universidade de Chicago. É uma das ciências de psicologia, focado no estudo do comportamento (behavior). Foi tomado como ser o único método com melhores critérios de analisar o comportamento do ser humano em relação ao meio...

    539  Palavras | 3  Páginas

  • Personalidade 2

    Liberdade Tendências Inconsciente Sensação Percepção Imaginação Memória Idéias Prazer Dor Emoção Sentimento Paixão Amor Ódio Grandes Sínteses Atenção Consciência Linguagem Pensamento Inteligência Julgamento Raciocínio Personalidade O Instrumento Psicométrico é o mais típico instrumento de medidas dentro dos testes Psicológicos Porém, não é a única forma de medida em psicologia, temos também os testes projetivos 3 14/02/2012 A origem da psicometria...

    2051  Palavras | 9  Páginas

  • personalidades

    curso de psicologia, onde se dedicou a outras áreas tais como: Filosofia, Sociologia e Fisiologia e Estatística. Desta maneira H. Eysenck volta-se para estudo cientifico do comportamento humano, tanto no estudo da inteligência quanto no domínio da personalidade, aplicando rigorosos métodos científicos devido sua predisposição a Física, H. Eysenck faz o uso da física para explicar fenômenos naturais versus os métodos que a Psicologia deviria analisar para explicar certas manifestações psicológicas. ...

    1934  Palavras | 8  Páginas

  • Personalidade inata

    INES - DEPARTAMENTO DE ENSINO SUPERIOR CURSO BILINGUE DE PEDAGOGIA - 2° PERÍODO CONSTRUÇÕES COGNITIVAS - PROFESSORA: Aline Lima da Silveira Lage Concepções sobre cognição humana: o Inatismo, o Ambientalismo, o Interacionismo e a Psicologia Histórico-cultural Sumário: 1. Introdução: a Psicologia e os estudos sobre os processos cognitivos humanos 2. O Inatismo 3. O Ambientalismo 3. O Interacionismo 4. A Psicologia Histórico-cultural 5. Conclusões Referências Bibliográficas 1. Introdução:...

    6261  Palavras | 26  Páginas

  • CONCEPÇÕES E TENDÊNCIAS NO EJA

    CONCEPÇÕES E TENDÊNCIAS PEDAGÓGICAS NO EJA A escola está inserida numa sociedade historicamente contextualizada; portanto, ela expressa e explicita os interesses das classes dominantes desta sociedade.  Neste sentido, as práticas escolares têm em sua essência, pressupostos filosóficos diferentes sobre o mundo, o homem e a sociedade, o que geram diferentes concepções sobre o papel da escola, do ensino, da aprendizagem, do professor, do aluno, da metodologia de ensino, da avaliação e da relação professor-aluno...

    1117  Palavras | 5  Páginas

  • A natureza e o reconhecimento dos direitos da personalidade

    A natureza e o reconhecimento dos direitos da personalidade Resumo: Para que fosse possível ao indivíduo a observância de um regramento organizador da sociedade, o Estado teve também de proteger elementos intrínsecos à própria natureza humana, como a vida, a liberdade, a integridade física e psíquica, a igualdade e a identidade pessoal, pressupostos para o exercício dos demais direitos previstos no ordenamento jurídico. No Brasil, a Constituição Federal de 1988 erigiu a dignidade da pessoa humana...

    2360  Palavras | 10  Páginas

  • Concepções de avaliação em cada tendência pedagógica

    verdadeiro significado, até por que esse é um dos aspectos que mais causa problemas na prática pedagógica. O presente trabalho vem destacar a importância de conhecer alguns conceitos de avaliação, principalmente em seu processo histórico dentro das concepções pedagógicas, apresentando o processo avaliativo escolar como elemento importante de ensino e aprendizagem com fundamentos no amor, na inclusão, na dinâmica e principalmente como elemento construtivo do saber. Se o ato de educar traduz-se em transmitir...

    2262  Palavras | 10  Páginas

  • INVENTÁRIO FATORIAL DE PERSONALIDADE

    IFP – INVENTÁRIO FATORIAL DE PERSONALIDADE O que é o IFP? Lançado em 1997, comprovou ser um instrumento de aconselhamento que possibilita uma adequada e rápida medida das variáveis da personalidade normal; ganha agora uma ferramenta que o torna ainda mais prático e eficiente: o software de avaliação e emissão de laudo. É um teste de Personalidade do tipo 16PF. Nesse trabalho uma amostra de adultos normais foi profundamente estudada e examinada por meio de vários instrumentos, dentre os quais...

    2076  Palavras | 9  Páginas

  • Psicologia personalidade

     II. ESTUDO DIRIGIDO 1. Explicar as características de incompletude e de precariedade temporal de todo ser vivo e descrever as principais conseqüências. O ser humano é precário na sua possibilidade de ser e a precariedade é parte da condição humana. A precariedade é para todos, e o que marca a grande diferença em cada um é o modo como a pessoa é acolhida no mundo, o ser humano é imaturo do ponto de vista biológico, nasce com experiências de precariedade e necessita de suporte para sobreviver...

    2844  Palavras | 12  Páginas

  • Artigo disciplina personalidade 2

    PERSONALIDADE EM GESTALT-TERAPIA* André Amorim Ramos Bruna Prange Raphael Lobo Raissa Fernanda Colares de Nóvoa RESUMO: Este artigo tem como objetivo definir o construto de personalidade tendo como base apenas a Gestalt-terapia. Para isso, foi feita uma breve revisão bibliográfica de obras consideradas clássicas para a Gestalt-terapia, fundamentada em seus principais conceitos, e fez-se uma discussão acerca da concepção de personalidade, palavra essa que se encontra em desuso no contexto...

    4793  Palavras | 20  Páginas

  • A desconsideração da personalidade jurídica nas relações de consumo

    Rio de Janeiro FACULDADE DE DIREITO Programa de Pós-Graduação em Direito Rio de Janeiro 2013 A desconsideração da personalidade jurídica nas relações de consumo Sumário: 1. Introdução; 2. As funcionalidades da pessoa jurídica; 3. A promoção da personificação jurídica pelo Estado; 4. A função social da pessoa jurídica e seus reflexos na desconsideração da personalidade jurídica; 5. O Código de Defesa do Consumidor e a desconsideração da PJ: Análise do artigo 28 do CDC Conclusão; 6. A desconsideração...

    7067  Palavras | 29  Páginas

  • Os principais teoricos da gestalt terapia

    Os principais teóricos da Gestalt terapia Fritz Perls, Paul Goodman e Laura Perls foram os principais formuladores da Gestalt-terapia. Friederich Salomon Perls ( Fritz Perls) é frequentemente designado “inventor da gestalt-terapia”. Ele cunhou o conceito “Gestalt-terapia”. Elaborou a primeira apresentação teórica e prática dessa linha. Nasceu em Berlim, Alemanha em 08 de julho de 1893, estudou Medicina, formando-se em 1921. A seguir fez sua formação psicanalítica. Em suas atividades de psicoterapeuta...

    554  Palavras | 3  Páginas

  • PERSONALIDADE CRIMINOSA

    Personalidade Criminosa Cogita-se a existência de determinada personalidade inclinada significativamente para o crime.  | Forense | Personalidade | A criminalidade atual tem constatado violações cada vez mais peculiares da lei, da moral e da ética, tem se surpreendido pela produção de delitos em faixas etárias cada vez menores, pela atitude criminosa cada vez mais presente em pessoas "normais", do ponto de vista sócio-cultural, por delitos motivados cada vez mais por questões de difícil compreensão...

    4738  Palavras | 19  Páginas

  • A personalidade

    tema Personalidade, abordando e definindo as características que constituem a sua formação no indivíduo. Procuraremos abordar os vários factores e condicionantes da Personalidade, o que a torna tão “ única “ em cada um de nós, como nos diferencia dos demais, particularizando-nos num Mundo cada vez mais global.   Enunciaremos os factores que influenciam a sua construção e evolução na pessoa: Hereditariedade, Meio Social e Experiências Pessoais. Existem no indivíduo traços de Personalidade que se...

    2642  Palavras | 11  Páginas

  • Transtornos da personalidade

    Curso: Direito – 1 ano Disciplina: Psicologia     TRANSTORNOS DA PERSONALIDADE CRIME E PERSONALIDADE ou PERSONALIDADE CRIMINOSA ? A criminalidade atual tem constatado violações cada vez mais peculiares da lei, da moral e da ética, tem surpreendido pela produção de delitos em faixas etárias cada vez menores, pela atitude criminosa cada vez mais presente em pessoas "normais", do ponto de vista sócio-cultural, por delitos motivados cada vez mais por questões de difícil compreensão. Isso tudo...

    4680  Palavras | 19  Páginas

  • Concepções de desenvolvimento: correntes teóricas e repercussões na escola

    EM PÓS-GRADUAÇÃO E PESQUISA - CESAP PÓS- GRADUAÇÃO EM GESTÃO EDUCACIONAL INTEGRADA GLYCIA CARLA DE PADUA LEITE Concepções de Desenvolvimento: Correntes Teóricas e Repercussões na Escola BOM JESUS DO ITABAPOANA-RJ 2012 GLYCIA CARLA DE PADUA LEITE Concepções de Desenvolvimento: Correntes Teóricas e Repercussões na Escola Trabalho apresentado ao Centro...

    3672  Palavras | 15  Páginas

  • As teorias da personalidade - uma abordagem ampla e ontológica

    Introdução. 2. Definição e conceito de personalidade conforme a psicologia forense. 3. Conceito de personalidade no âmbito jurídico. 4. Muitas pessoas buscam uma explicação do que vem a ser personalidade e como ela surgiu. 5. Sigmund Freud. 5.1. Biografia. 5.2. Teoria da personalidade – a teoria psicanalítica. 6. Carl Gustav Jung. 6.1. Biografia. 6.2. Teoria da personalidade – A psicologia analítica. 7. Alfred Adler. 7.1. Biografia. 7.2. Teoria da personalidade - psicologia individual. 8. Willian James...

    5883  Palavras | 24  Páginas

  • teorias da personalidade

    Diferentes Abordagens da Teoria da Personalidade Barreiras-Ba 2014 Carolina Oliveira Freitas Jessica de Macedo do Prado Kelly Nunes Crisostomo Lislley Raany dos Santos Fogaça Rafaela dos Santos Souza Resenha Crítica sobre as Diferentes Abordagens da Teoria da Personalidade Resenha apresentada ao Curso de Psicologia da Faculdade São Francisco de Barreiras – FASB, como requisito parcial de avaliação da disciplina Teorias da Personalidade. Professor: Carlos André Oliveira ...

    4518  Palavras | 19  Páginas

  • OBJETIVOS DA EDUCAÇÃO E AS CONCEPÇÕES DE ORGANIZAÇÃO E GESTÃO ESCOLAR

    OBJETIVO DA EDUCAÇÃO E AS CONCEPÇÕES DE ORGANIZAÇÃO E GESTÃO ESCOLAR Alairton Luis Araujo Soares* RESUMO Neste texto, ao discorrer sobre objetivos da educação e as concepções de organização e gestão escolar, em busca de uma visão panorâmica, partiu-se da ideia de educação fundado no conceito de cultura, que por sua vez direciona o currículo. Assim, a sociedade requer o retorno cultural através do processo educativo, gerando expectativas de redenção, reprodução ou de transformação...

    4478  Palavras | 18  Páginas

  • Concepções educacionais e curriculos escolares

    EDUCAÇÃO MATEMÁTICA COMPARADA TRABALHO COMPLEMENTAR VILA VELHA, 2011 ESCOLA SUPERIOR ABERTA DO BRASIL – ESAB CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATU SENSU EM EDUCAÇÃO MATEMÁTICA COMPARADA MÁRCIO RENATO SILVA PEREIRA TRABALHO COMPLEMENTAR: Módulo Concepções Educacionais e Currículos VILA VELHA, 2011 INTRODUÇÃO Uma definição para currículo seria a relação de matérias/disciplinas com seu corpo de conhecimento organizado numa seqüência lógica, com o respectivo tempo de cada grade ou matriz curricular...

    1970  Palavras | 8  Páginas

  • Direitos da personalidade morte cerebral

     Direitos da Personalidade: Fim da Personalidade jurídica por morte cerebral. Introdução. Consideram-se como direitos da personalidade aqueles reconhecidos à pessoa humana tomada de si mesma e em suas projeções na sociedade, previstos no ordenamento jurídico. Nas palavras de Caio Mário, a ideia de personalidade está intimamente ligada à de pessoa, pois exprime a aptidão genérica para adquirir direitos e contrair...

    2353  Palavras | 10  Páginas

  • A Psicologia e suas principais escolas e teorias

    A Psicologia e as principais escolas e teorias . Definição Psicologia é uma ciência que estuda o comportamento humano e animal e os processo mentais (razão, sentimentos, pensamentos, atitudes). O corpo e a mente são estudados pela psicologia de forma integrada e não separadamente. A palavra psicologia é de origem grega (“psique”= alma e “logos”= estudo,razão). O psicólogo busca compreender o comportamento e o pensamento das pessoas que possuem algum tipo de problema ou distúrbio psicológico...

    978  Palavras | 4  Páginas

  • Personalidade

    PERSONALIDADE: INTRODUÇÃO: A Psicologia, dentre seus variados campos de estudo, encontra no tema “personalidade”, uma das mais ricas matérias em conceitos, teorias e discussões. Krech e Crutchfield a definem como sendo “o ápice da Psicologia”, que analisa o comportamento de cada indivíduo em seu meio e sua interação com sociedade. Dentro desse aspecto, existem, porém, vastas e nem sempre corretas definições do que seja personalidade, chegando ao absurdo de ouvirmos em algumas situações que determinada...

    4996  Palavras | 20  Páginas

  • Traços da personalidade e liderança

    objetivos ou metas. TEORIA DOS TRAÇOS Quando abordamos o tema liderança conseguimos ver resultado de uma combinação de traços, enfatizando especialmente as qualidades pessoais do líder, onde o mesmo deveria possuir certas características de personalidade especiais que seriam facilitadoras no desempenho da liderança. Nesta Teoria dos traços podemos enfatizadas qualidades intrínsecas da pessoa. Esta teoria permite concluir que os líderes já nascem como tal, não havendo a probabilidade de ‘fazê-los’...

    2867  Palavras | 12  Páginas

  • Transtorno de personalidade (TP)

    TRANSTORNOS DE PERSONALIDADE Amanda Soares Vanessa Castro 2. Indivíduo X PersonalidadePersonalidade: é o que forma o adulto em sintonia com a norma cultural, social e ética no meio em que vive. Transtorno X Personalidade• O desenvolvimento da personalidade se fixa a um padrão anormal 3. Transtornos de Personalidade• Perturbações da personalidade• Os transtornos de personalidade são um grupo de doenças psiquiátricas em que padrões de comportamento e os pensamentos a longo prazo são muito diferentes...

    2760  Palavras | 12  Páginas

  • Concepções epistemológicas

    1 Diferentes concepções epistemológicas de desenvolvimento e aprendizagem têm levado as práticas pedagógicas distintas. A forma como se concebe a criança e o processo através do qual ela alcança o conhecimento estão sempre presentes na prática docente, mesmo que de forma implícita ou não consciente. Procuraremos apontar algumas dessas concepções que podem ser encontradas no cotidiano escolar. P R E S S U P O S T O S :: PRESSUPOSTOS Fundamenta-se na filosofia racionalista, idealista e apriorista...

    1520  Palavras | 7  Páginas

  • Lazer e Suas concepcoes

    Lazer - concepções O lazer pode ser considerado uma fração de tempo dentro daquilo que chamamos de tempo livre. Esse tempo de não obrigação, hoje em dia, é imposto como conquista, a partir do momento em que as outras horas são de trabalho e em face do desejo do indivíduo de poder viver a vida de maneira plena. As horas livres deveriam ser, de acordo com alguns autores, preenchidas com atividades recreativas e saudáveis, sendo parte pessoal daquilo que o indivíduo quer fazer, de livre escolha dele...

    832  Palavras | 4  Páginas

  • Direitos de personalidade

    Direitos de Personalidade Fundamentação Ontológica da Tutela Maringá 2013 INTRODUÇÃO O autor aborda em seu livro elementos constitutivos da personalidade humana, volta-se para definição de pessoa, ressalta a evolução histórica do tema, faz a análise fundamental e conclui com o conteúdo normativo do artigo 70º do código civil português. Ressalta em sua conclusão o significado de pessoa e personalidade e retrata...

    3870  Palavras | 16  Páginas

  • Indisciplina na escola: concepções atribuídas por professores, pais e alunos do ensino fundamental de uma escola estadual de barreiras.

    – UNEB DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS HUMANAS – DCH – CAMPUS IX JANDIRA DE OLIVEIRA RODRIGUES NILVA OLIVEIRA LEDO Indisciplina na escola: concepções atribuídas por professores, pais e alunos do ensino fundamental de uma escola estadual de Barreiras. Barreiras – BA 2010 JANDIRA DE OLIVEIRA RODRIGUES NILVA OLIVEIRA LEDO Indisciplina na escola: concepções atribuídas por professores, pais e alunos do ensino fundamental de uma escola estadual de Barreiras. ...

    26981  Palavras | 108  Páginas

  • Democracia e seus principais pensadores

    COLÉGIO UNIVERSO Seu nome como aluno Democracia e Seus Principais Pensadores OLINDA 2013 Seu nome como aluno Humanismo e Classicismo OLINDA 2013 Sumário 1. INTRODUÇÃO.........................................................................................04 ...

    1848  Palavras | 8  Páginas

  • Direito e personalidade material

    TEORIA GERAL DOS DIREITOS DE PERSONALIDADE - Pessoa Natural - Apesar de alguns jurista admitirem que a palavra pessoa tem raízes gregas no termo “ersu” ou “erso”, a maioria considera que a expressão deriva do vocábulo latino “persona” que significa máscara. - Em Roma “persona” sempre indicou “a máscara aparelhada de lâminas metálicas, para melhorar a voz dos artistas nos teatros das urbes imperiais. Tornava mais sonora ou possante a voz desses intérpretes da arte cênica para ser ouvida em...

    7933  Palavras | 32  Páginas

  • Historico Das Concepcoes Psicomotoras

    HISTÓRICO DAS CONCEPÇÕES PSICOMOTORAS 1 Vânia Beatriz Conde Moraes 1994/Re-escrito em 2006. A Psicomotricidade é uma prática que objetiva atuar sobre a globalidade do ser através da abordagem do corpo e do movimento. Desde seu surgimento ela pretende rearticular a oposição corpo-mente. Para isso, caminha em direção à sistematização do constructo: o homem é o seu corpo. Um corpo que se movimenta, constrói a realidade e a si mesmo. Corpo que é construído e inscrito por intermédio do desejo do outro...

    2548  Palavras | 11  Páginas

  • A formação da personalidade

    INTRODUÇÃO A formação da personalidade de meninos, adolescentes e jovens capazes de assumir uma posição activa ante a vida e contribuir ao desenvolvimento da sociedade constitui um dos objectivos fundamentais da escola actual. Da nova ordenação do sistema educativo, o educador tem que realizar uma actividade diagnóstica orientada à escola e à aprendizagem, apoiada em uma filosofia derivada da mesma lei que persiga as mudanças necessárias para a melhora educativa. Esta escola se adequa a uma realidade...

    14999  Palavras | 60  Páginas

  • Teorias da personalidade

    tentativas da pessoa de lidar com suas experiências. Desse modo, o conhecimento é relativo, é construído pessoalmente, de acordo com as experiências, e também é possível mudá-lo por sucessiva experimentação. Além disso, a pessoa é quem toma as decisões, principal responsável por suas idéias e pela mudança nas mesmas (BASTOS,1992). Um aspecto importante é que as hipóteses desenvolvidas, chamadas de construtos, bipolares ou dicotômicos, servem de base para decidir se dois eventos são similares ou não (BASTOS...

    2196  Palavras | 9  Páginas

  • Personalidade

    O que é personalidade? A personalidade é um conjunto de características ou traços que diferencia os indivíduos. É uma organização dinâmica dos aspectos cognitivos, afetivos, fisiológicos e morfológicos de uma pessoa, que resulta num padrão de comportamento persistente, que determina seu funcionamento em todos os contextos de sua vida: o modo como percebe as situações, como pensa a respeito de sai mesmo e do mundo, e como se relaciona com os outros. Uma vez que a personalidade determina a...

    27146  Palavras | 109  Páginas

  • Principais autores da filosofia

    da mitologia. Pensadores como Tales de Mileto, considerado o pai da filosofia, deram origem ao caráter dedutivo da ciência além de inserir o uso da matemática. Após a filosofia antiga surge em Roma e na Grécia a chamada filosofia clássica cujos principais filósofos são Sócrates, Platão e Aristóteles. Nesse período há um interesse em compreender o ser humano e as suas relações com a sociedade. Platão escreve o “Mito da caverna”, parte de seu livro “A república” onde discute sobre a teoria do conhecimento...

    2541  Palavras | 11  Páginas

  • Direitos de Personalidade

    tentar-se-á conceituar a palavra Direito, o objetivo dessa nobre ciência a sua importância para a sociedade, esta que está sempre em constante mudança, mostrando os fatores que influenciam essas mudanças. Destacamos a evolução dos Direitos da Personalidade, e sua função para garantir a sociodiversidade brasileira.E em que a Filosofia, Antropologia e Psicologia, podem contribuir para o Direito, não esquecendo também da grande relevância da disciplina de Introdução ao Estudo do Direito, para os ingressantes...

    5241  Palavras | 21  Páginas

  • Personalidade Jurídica

    Personalidade jurídica Primeiramente é importante dizer que o Direito se preocupa com o homem e com suas relações, e para tal, determina as condutas a serem seguidas como forma de permitir a vida social pacífica.  Dessa forma, sabe-se que toda a pessoa natural possui a aptidão de exercer direitos e deveres na Ordem Jurídica, ou seja, todas as pessoas têm a possibilidade de exercê-los. A esse atributo, inerente a todas as pessoas, sem qualquer restrição, dá-se o nome de personalidade jurídica...

    7723  Palavras | 31  Páginas

  • Da personalidade jurídica e sua desconsideração

    DA PERSONALIDADE JURÍDICA E SUA DESCONSIDERAÇÃO LUIZ GUSTAVO LOVATO1 1 A PERSONALIDADE JURÍDICA – 1.1 Aspectos históricos – 1.2 A proteção aos direitos da personalidade jurídica – 2 A PESSOA JURÍDICA – 2.1 Classificação das pessoas jurídicas – 2.1.1 Pessoas jurídicas de direito público – 2.1.1.1 Pessoas jurídicas de direito público interno – 2.1.1.2 Pessoas jurídicas de direito público externo – 2.1.2 Pessoas jurídicas de direito privado – 2.1.2.1 Associações – 2.1.2.2 Sociedades – 2.1...

    8090  Palavras | 33  Páginas

  • Concepções de trabalho docente

    CONCEPÇÕES DE “TRABALHO DOCENTE”: AS CONDIÇÕES CONCRETAS E OS DISCURSOS DAS PRESCRIÇÕES OFICIAIS* AēĆ LŮĈĎĆ HĔėęĆ NĔČĚĊĎėĆ** RESUMO: Este texto focaliza o trabalho do professor em suas relações com as prescrições oficiais e as condições de trabalho na instituição escolar. Como os professores descrevem os impactos das condições de trabalho a que estão submetidos? Quais são suas reivindicações? Como as condições e as especificidades do trabalho docente são contempladas nos documentos oficiais...

    7280  Palavras | 30  Páginas

  • Concepções em Psicologia - de acordo c o autor

    OS FUNDAMENTOS DAS CONCEPÇÕES DE DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM EM PSICOLOGIA. Levando-se em conta os fundamentos epistemológicos norteadores das ciências humanas, é, possível considerar-se que a representação indivíduo-sociedade permanece orientando o diálogo da psicologia com a educação. Isto pode ser constatado através da análise dos fundamentos que inspiram os trabalhos em desenvolvimento e aprendizagem. Mesmo não sendo um conjunto de conhecimentos monoliticamente organizado, a psicologia...

    5280  Palavras | 22  Páginas

  • Diagn Stico Estrutural De Personalidade Em Psicopatologia Psicanal Tica 1

    Vaisberg1 Maria Christina Lousada Machado2 Instituto de Psicologia - USP     Este artigo apresenta o diagnóstico estrutural de personalidade como prática clínica fundamentada na Psicopatologia Psicanalítica Estrutural. As concepções de Bleger, Bergeret e Winnicott são articuladas visando oferecer subsídios teóricos para o estabelecimento de tal diagnóstico, cuja finalidade principal é orientar decisões clínicas quanto à escolha de técnicas e estratégias psicanalíticas adequadas ao tipo de psicopatologia...

    5984  Palavras | 24  Páginas

  • A Desconsideração da Personalidade Jurídica nas Relações Consumeristas

    Uni-ANHANGUERA – CENTRO UNIVERSITÁRIO DE GOIÁS CURSO DE DIREITO A DESCONSIDERAÇÃO DA PERSONALIDADE JURÍDICA NAS RELAÇÕES CONSUMERISTAS RAQUEL OLIVEIRA DOS SANTOS GOIÂNIA Dezembro/2010 RAQUEL OLIVEIRA DOS SANTOS A DESCONSIDERAÇÃO DA PERSONALIDADE JURÍDICA NAS RELAÇÕES CONSUMERISTAS Trabalho de conclusão de curso apresentado ao curso de Direito do Centro Universitário...

    9420  Palavras | 38  Páginas

tracking img