Postura Do Professor E Sua Relação Com O Aluno Detro Da Teoria De Gestalt artigos e trabalhos de pesquisa

  • Gestalt

    Etapa 1 Passo 1 A teoria da Gestalt têm uma concepção de leitura visual de formas e objetos. Essa teoria foi desenvolvida para ser bem objetiva, podendo assim melhorar a intercepção de alunos e professores. Essa idéia surgiu para atender três necessidades básicas: design Industrial e do design e suas diversas especializações ou modos de manifestações visuais,á terceira surgiu da condição do professor ligado a um designer de artes plásticas tendo esperança que o sistema poderia servir de apoio...

    598  Palavras | 3  Páginas

  • Gestalt

    TEORIA DA GESTALT Principais autores e conceitos na Teoria da Gestalt Tendo origem alemã, a Gestal surgiu em meados do século XX e somente mais tarde foi aperfeiçoada nos Estados Unidos. Esta teoria procura entender os comportamentos e elementos que chegam a nossa memoria, como um todo, sem reduzi-los, pois o todo é mais importante que a soma das partes. A organização em nossa mente ocorre sempre que comportamentos nos são apesentados, e há uma percepção imediata das relações. ...

    1097  Palavras | 5  Páginas

  • Gestalt,

    A Psicologia da forma, Psicologia da Gestalt, Gestaltismo ou simplesmente Gestalt é uma teoria da psicologia que considera os fenômenos psicológicos como um conjunto autônomo, indivisível e articulado na sua configuração, organização e lei interna. A teoria foi criada pelos psicólogos alemães Max Wertheimer (1880-1943), Wolfgang Köhler (1887-1967) e Kurt Koffka (1886-1940). Principais autores e conceitos Max Wertheimer pôde provar, experimentalmente, que diferentes formas de organização perceptiva...

    1126  Palavras | 5  Páginas

  • Principais teorias de gestalt

    Principais Teorias O termo Gestalt, em português, significa forma ou configuração, porém não é muito utilizado em Psicologia por não condizer com seu significado nesta área especificamente. A Psicologia da Gestalt é uma teoria coerente dentro da história da Psicologia. Desenvolvida por Chrinstiam von Ehrenfels, filósofo e psicólogo, a Psicologia da Gestalt estuda as sensações (dado psicológico) de espaço-forma e tempo-forma (o dado físico). As bases dessa teoria psicológica foram estruturadas...

    1046  Palavras | 5  Páginas

  • Gestalt

    A Psicologia da Gestalt é uma teoria coerente dentro da história da Psicologia. Desenvolvida por Chrinstiam von Ehrenfels, filósofo e psicólogo, a Psicologia da Gestalt estuda as sensações de espaço-forma e tempo-forma, estuda a percepção e a sensação do movimento, os processos psicolgicos envolvidos diantwe de um estimulo e como esté percebido pelo sujeito. A teoria psicológica foram estruturadas a partir desses estudos, que estabeleciam a forma e sua percepção, por Max Wertheimer, Wolfgang...

    1026  Palavras | 5  Páginas

  • EDUCAÇÃO COMO AQUISIÇÃO DE NOVOS COMPORTAMENTOS, TEORIA DA GESTALT, FREUD, PIAGET, VYGOTSKY, WALLON

    como aquisição de novos comportamentos, Teoria da Gestalt, Freud, Piaget, Vygotsky, Wallon. Teoria da Gestalt Caracteriza-se por uma teoria que veio de uma escola de pensamento que é a psicologia da Gestalt. Essa escola estuda como os seres percebem as coisas e como o campo perceptivo se organiza. Assim, esse movimento visa buscar respostas científicas para os questionamentos sobre o processo de conhecimento e, ao mesmo tempo, oferecer uma reação às teorias de condicionamento, analisando os efeitos...

    3898  Palavras | 16  Páginas

  • Considerações sobre a experiência de ser um terapeuta iniciante: temores iniciais e a Gestalt-terapia

    1 Considerações sobre a experiência de ser um terapeuta iniciante: temores iniciais e a Gestalt-terapia¹ Ariane Oliveira Gomes² Edilza Aguiar de Lobato³ Resumo: A necessidade de suporte do psicoterapeuta iniciante faz com que este busque excessivamente o apoio em técnicas ou construa uma idealização sobre seu trabalho, ou, até mesmo, crie projeções durante seu atendimento, entre outros tipos de defesa de contato. Este artigo busca referir alguns dos problemas enfrentados pelo terapeuta...

    4416  Palavras | 18  Páginas

  • teoria de gestalt

    Teoria da Gestalt A Psicologia da Gestalt é uma teoria coerente dentro da história da Psicologia. Desenvolvida por Chrinstiam von Ehrenfels, filósofo e psicólogo, a Psicologia da Gestalt estuda as sensações (dado psicológico) de espaço-forma e tempo-forma (o dado físico). As bases dessa teoria psicológica foram estruturadas a partir desses estudos, que estabeleciam a forma e sua percepção, por Max Wertheimer, Wolfgang Köhler e Kurt Koffka. A Teoria da Gestalt estuda a percepção e a sensação...

    3946  Palavras | 16  Páginas

  • A teoria de Freud

    A teoria de Freud destaca a importância da relação professor-aluno. É necessário que o professor saiba sintonizar-se emocionalmente com seus alunos, pois depende muito desse relacionamento, dessa empatia, estabelecer um clima favorável à aprendizagem. Os estudos psicanalíticos revelam que o ser humano transfere situações vivenciadas anteriormente, bem como demonstra resistências a experiências uma vez reprimidas. As teorias de Freud podem ser aplicadas ainda hoje na educação. Cada vez mais é preciso...

    4059  Palavras | 17  Páginas

  • Gestalt

    8044765462 FRANCIELEN SILVA COSTA RA: 7092565520 LARISSA DA SILVA MOREIRA RA: 7420675822 NEIANDRA BISPO DA SILVA RA: 7486703500 TATIANE RODRIGUES A. DE MOURA RA: 6826451529 PSICOLOGIA: BEHAVIORISMO: O ESTUDO DO COMPORTAMENTO HUMANO. GESTALT: A PSICOLOGIA DA FORMA. PSICANÁLISE: A DESCOBERTA DO INCONSCIENTE. CONSTRUTIVISMO- PIAGET. VIGOTSKI: INTERACIONISTA DO DESENVOLVIMENTO HUMANO TAUBATÉ 2013 FACULDADE ANHANGUERA DE TAUBATÉ CURSO DE PEDAGOGIA DAIANE AP. DIAS...

    5266  Palavras | 22  Páginas

  • Teorias Psicológicas

    Psicologia – Teorias Psicológicas escrito pela professora Maria da Glória Silva e Silva. Seu texto foi retirado do Manual de Psicologia da Educação I: Livro Didático, da cidade de Palhoça publicado pela UnisulVirtual em 2007. As escolas de psicologia que são tratadas aqui foram escolhidas por suas contribuições no campo educacional no que diz respeito à aprendizagem e desenvolvimento. Dessa maneira, as escolas tratadas serão o Estruturalismo, o Funcionalismo, a Psicologia Gestalt, o Behaviorismo...

    1004  Palavras | 5  Páginas

  • Gestalt

    GESTALTCAPÍTULO 4 A Gestalt A PSICOLOGIA DA FORMA A Psicologia da Gestalt é uma das tendências teóricas mais coerentes e coesas da história da Psicologia. Seus articuladores preocuparam-se em construir não só uma teoria consistente, mas também uma base metodológica forte, que garantisse a consistência teórica. Gestalt é um termo alemão de difícil tradução. O termo mais próximo em português seria forma ou configuração, que não é utilizado, por não corresponder exatamente ao seu real significado...

    3439  Palavras | 14  Páginas

  • Gestalt-terapia: revisitando as nossas histórias

    1 ARTIGO Gestalt-terapia: revisitando as nossas histórias. Jean Clark Juliano RESUMO Neste trabalho, a autora relata as origens históricas da Gestalt-Terapia, ressaltando a relevância da contribuição de Laura Perls; relaciona a gênese das idéias com o contexto histórico em que elas surgiram; comenta o impacto que essa abordagem trouxe para o panorama geral da psicoterapia no mundo e no Brasil, e cita os desdobramentos da prática clínica que nos trazem até o momento atual. Summary ...

    7550  Palavras | 31  Páginas

  • teorias da piscanalise

    Teoria da Psicanálise Principal autor: Sigmund Schlomo Freud (1856 – 1939) “Pai da psicanálise” Principais conceitos: Freud elaborou uma teoria da personalidade que se tornou definitiva e que constituiu uma verdadeira revolução quanto ao modo de estruturação do nosso psiquismo. Segundo ele, seriam três as instâncias básicas da personalidade: o Id (que é regido pelo princípio do prazer e nasce conosco é “inato”), o Ego (que é regido pelo princípio da “moralidade”) e o Superego (é baseado no princípio...

    2334  Palavras | 10  Páginas

  • O processo de aprendizagem e suas teorias

    PROCESSO DE APRENDIZAGEM 4 3 TEORIAS BEHAVIORISTAS 6 3.1 Ivan Pavlov (1849-1936) 7 3.2 John B. Watson (1878-1958) 9 3.3 Edward Thorndike (1874-1949) 9 3.4 Burrhus Frederic Skinner (1904-1990) 10 4 TEORIAS DE TRANSIÇÃO 11 4.1 Robert Gagné (1916-2002) 11 4.2 Edward Tolman (1886-1959) 12 4.3 Teoria da Gestalt 13 5 TEORIAS COGNITIVAS - CONSTRUTIVISMO 16 5.1 Jerome Bruner (1915-) 16 5.2 Jean Piaget (1896-1980) 17 5.3 David Ausubel (1918-2008) 18 6 TEORIAS HUMANISTAS 20 6.1 Carl...

    11808  Palavras | 48  Páginas

  • Gestalt-terapia

    A rtigos .......................... A Gestalt-Terapia e a Abordagem Centrada na Pessoa são Enfoques Fenomenológicos? A GestAlt-terApiA e A AbordAGem CentrAdA nA pessoA são enfoques fenomenolóGiCos? Are Gestalt-Therapy and Person Centered Approach Therapy Phenomenological Approaches? La Terapia Gestáltica y el Enfoque Centrado en la Persona son Enfoques Fenomenológicos? Virginia Moreira Resumo: A questão sobre o fato de serem ou não a Gestalt-terapia e a Abordagem Centrada na Pessoa enfoques...

    8215  Palavras | 33  Páginas

  • Gestalt

     CRISTINA VIEIRA PACHECO Razão x Emoção: um atendimento clínico sob a luz da Gestalt- Terapia Florianópolis (SC), 2010. CRISTINA VIEIRA PACHECO Razão x Emoção: um atendimento clínico sob a luz da Gestalt- Terapia Monografia apresentada no Curso de Especialização em Gestalt Terapia, como requisito para obtenção do título de Especialista em Psicologia Clínica na abordagem Gestáltica pelo Comunidade Gestáltica. Orientadora:...

    12898  Palavras | 52  Páginas

  • Intervenções grupais e a construção da relação de gênero e sexualidade na escola em tempo integral.

    INTERVENÇÕES GRUPAIS E A CONSTRUÇÃO DA RELAÇÃO DE GÊNERO E SEXUALIDADE NA ESCOLA EM TEMPO INTEGRAL. Joana D`arc Moreira Alves psicojoanadarc@yahoo.com.br Este estudo consiste na revisão bibliográfica acerca do trabalho com intervenções grupais e a possibilidade de implantação do mesmo na escola pública que funciona em tempo integral, para trabalhar com o tema gênero e sexualidade, dentre outros. Visando este objetivo, primeiramente foi explorado nesse texto o conceito de grupo conforme a visão...

    4659  Palavras | 19  Páginas

  • TEORIAS E SISTEMAS PSICOL GICOS III

    TEORIAS E SISTEMAS PSICOLÓGICOS III autoras do original JESIANE MARINS E MARINA MELES 1ª edição SESES rio de janeiro  2015 Conselho editorial  sergio augusto cabral; roberto paes; gladis linhares. Autor do original  jesiane marins e marina meles Projeto editorial  roberto paes Coordenação de produção  gladis linhares Projeto gráfico  paulo vitor bastos Diagramação  bfs media Revisão linguística  bfs media Revisão de conteúdo  luis antônio monteiro campos Imagem de capa  jakub jirsák | dreamstime...

    34124  Palavras | 137  Páginas

  • Fichamento gestalt

    artigo publicado em 1913, que apresentava o título “Psicologia: como os behavioristas a vêem”. O termo inglês behavior significa “comportamento”; por isso, para denominar essa tendência teórica, usamos Behaviorismo — e, também, Comportamentalismo, Teoria Comportamental, Análise Experimental do Comportamento, Análise do Comportamento. Watson, postulando o comportamento como objeto da Psicologia, dava a esta ciência a consistência que os psicólogos da época vinham buscando — um objeto observável, mensurável...

    13399  Palavras | 54  Páginas

  • Livro Gestalt Terapia Refazendo Um Caminho Jorge Ponciano Ribeiro

    GESTALT-TERAPIA : REFAZENDO UM CAMINHO JORGE PONCIANO RIBEIRO Summus Editorial Ltda. 6ª EDIÇÃO Material destinado às pessoas com deficiência visual, não podendo ser utilizado com fins comerciais. Novas buscas em psicoterapia Vol. 24 Dados Internacionais de Catalogação na Publicação (CIP) (Câmara Brasileira do Livro, SP, Brasil) Ribeiro, Jorge Ponciano. R369g Gestalt-terapia : refazendo um caminho / Jorge Ponciano Ribeiro. - São Paulo : Summus. 1985. (Novas buscas em psicoterapia ; v.24) Bibliografia...

    50823  Palavras | 204  Páginas

  • TEORIAS DE APRENDIZAGEM

    UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL – INSTITUTO DE FÍSICA Teorias de Aprendizagem Texto introdutório Fernanda Ostermann e Cláudio José de Holanda Cavalcanti 2010 UFRGS Fernanda Ostermann e Cláudio José de Holanda Cavalcanti SUMÁRIO LISTA DE FIGURAS.................................................................................................................. 3 1 INTRODUÇÃO ...............................................................................................

    13203  Palavras | 53  Páginas

  • gestalt terapia

    DOCÊNCIA EM SAÚDE GESTALT-TERAPIA Copyright © Portal Educação 2013 – Portal Educação Todos os direitos reservados R: Sete de setembro, 1686 – Centro – CEP: 79002-130 Telematrículas e Teleatendimento: 0800 707 4520 Internacional: +55 (67) 3303-4520 1 atendimento@portaleducacao.com.br – Campo Grande-MS Endereço Internet: http://www.portaleducacao.com.br Dados Internacionais de Catalogação na Publicação - Brasil Triagem Organização LTDA ME Bibliotecário responsável: Rodrigo Pereira...

    37144  Palavras | 149  Páginas

  • gestalt

    , Brasil) (c i p ) Ginger, Serge Gestalt : uma terapia do contato / Serge Ginger e Anne Gin­ ger ; [tradução Sonia de Souza Rangel]. — São Paulo : Summus, 1995. Bibliografia. ISBN 85-323-0452-4 1. Gestalt-Terapia I. Ginger, Anne. II. Título. 95-0405 c d d - 616.89143 índices para catálogo sistemático: 1. Gestalt : Psicoterapia : Medicina 616.89143 2. Gestalt-Terapia : Medicina 616.89143 Do original em língua francesa La Gestalt - Une thérapie du contact Copyright © 1987...

    40641  Palavras | 163  Páginas

  • Gestalt

    Dentre várias concepções de ensino apresentadas, escolhi que serei uma professora com a psicologia da Gestalt. Essa teoria é a mais coerente dentre Behaviorismo e Psicanálise. Essa concepção abrange o melhor dos fatores que é o ensinar e aprender, o professor aprende com o aluno e o aluno aprende com o professor. É nessa transmissão de idéias que eu pretendo trabalhar para ajudar meus alunos da melhor forma possível, transmitindo valores de forma que os faça entender e levar para toda a vida o...

    812  Palavras | 4  Páginas

  • Behavorismo e gestalt

    BEHAVORISMO Os teóricos do Behavorismo são John Watson, Pavlov e B. F. Skinner. Esses teóricos começaram a estudar o comportamento humano, chamando de AEC, ou seja, Análise Experimental do Comportamento. Basearam-se na teoria do estímulo e resposta (S-R), assim para uma resposta que espero é preciso de um estímulo positivo ou negativo, no qual chamaram de reforçamento, que pode ser reforçamento positivo ou negativo, e a partir desse reforçamento há a punição, sendo tudo condicionado pelo meio em...

    941  Palavras | 4  Páginas

  • gestalt

    NATUREZA CFP-CAMPUS CAJAZEIRAS DISCIPLINA: PSICOLOGIA DA EDUCAÇÃO PROFESSORA: LUISA DE MARILLAC RAMOS SOARES ALUNOS: EDSON CAZUMBA FRANCISCO JUNIOR MONTEIRO QUEGINALDO MARIA THAMIRES MIKAELA A Gestalt ou a psicologia da Configuração Cajazeiras, 20 de outubro de 2012. INTRODUÇÃO Neste trabalho iremos fazer um breve comentário sobre a Gestalt ou a psicologia da configuração, como também é conhecida, Que surgiu no fim do século XIX e inicio do século XX...

    2664  Palavras | 11  Páginas

  • Gestalt

    FAVI - ASSOCIAÇÃO VITORIANA DE ENSINO SUPERIOR CURSO DE PEDAGOGIA SÍNTESE DO CAPÍTULO: A APRENDIZAGEM NA PSICOLOGIA DA GESTALT, TEORIA COMPORTAMENTAL E HUMANISMO Lizete Felipe de Almeida VITÓRIA 2012 Lizete Felipe de Almeida SÍNTESE DO CAPÍTULO: A APRENDIZAGEM NA PSICOLOGIA DA GESTALT, TEORIA COMPORTAMENTAL E HUMANISMO Síntese apresentada à disciplina Psicologia, como exigência...

    1524  Palavras | 7  Páginas

  • Teoria da gestalt

    Teoria da Gestalt Segundo a Gestalt, também conhecida como Teoria da Forma, o cérebro é um sistema dinâmico no qual se produz uma interação entre os elementos, em determinado momento, através de princípios de organização perceptual como: proximidade, continuidade, semelhança, segregação, preenchimento, unidade, simplicidade e figura/fundo. Sendo assim o cérebro tem princípios operacionais próprios, com tendências auto-organizacionais dos estímulos recebidos pelos sentidos, a sua preocupação consiste...

    5081  Palavras | 21  Páginas

  • Teorias comportamentistas: base empirista - resumo

    COUTINHO, M. T. da C.; MOREIRA, M, Teorias comportamentistas: base empirista. In______. Psicologia da educação: um estudo de processos psicológicos de desenvolvimento e aprendizagem humanos, voltados para a educação. Belo Horizonte: Lê, 1992. p. 57-72. Teoria comportamentista ou behaviorismo como também é conhecida, se funda que todo o conhecimento vem das nossas experiências, sendo que o meio ambiente interfere no nosso processo de aprendizagem. Durante nossa vida vamos nos modelando, formando...

    1493  Palavras | 6  Páginas

  • Teorias de aprendizagem

    Teorias de Aprendizagem: Behaviorismo, humanismo e cognitivismo, as antigas teorias behavioristas e cognitivistas. Recentemente, tem sido admitido cada vez mais que há um corte epistemológico entre o conhecimento com o qual o professor aprende na universidade e o que ele terá que ensinar no ensino médio. A pouca discussão do significado conceitual e da interpretação qualitativa do formalismo matemático no curso de Física, essencial para o professor de nível médio, e a falta de relação deste...

    2106  Palavras | 9  Páginas

  • Gestalt: A psicologia da forma

    Gestalt A psicologia da forma A psicologia da Gestalt é um movimento que atua na área da teoria da forma. O seu conceito foi primeiro introduzido na filosofia e psicologia contemporânea por Christian von Ehrenfels, mas o verdadeiro pai da Gestalt foi Max Wertheimer, cujo trabalho surgiu como resposta ao estruturalismo de Wilhelm Wundt. No entanto, Wertheimer não foi o único responsável pelo surgimento do Gestaltismo. O desenvolvimento desta área da psicologia foi fortemente influenciada...

    1481  Palavras | 6  Páginas

  • Teoria Gestalt - Resumo

    Teoria da Gestalt Gestalt: Termo traduzido como “forma”, “configuração”. Teoria alemã de 1910, embasada em estudos psicofísicos que relacionam a forma, sensação do movimento e sua percepção. Tomou por objeto a análise e compreensão do movimento aparente. Os três pesquisadores que marcaram essa corrente teórica foram Marx Wertheimer, Kurt Koffka e Wolfgang Köhler. Seus experimentos iniciaram-se com relação à percepção e sensação do movimento; visavam entender os processos psicológicos envolvidos...

    654  Palavras | 3  Páginas

  • gestalt

    GESTALT, DA PSICOLOGIA À PEDAGOGIA RESUMO O resumo deve ter um parágrafo de, no máximo, 250 palavras (aproximadamente 15 linhas), sem recuo na primeira linha. Use espacejamento simples, justificado, tamanho 12, itálico. O resumo deve apresentar o objetivo geral da pesquisa, o método utilizado, os resultados e as conclusões do trabalho, formando uma sequência corrente de frases concisas, e não de uma. Palavras-chave: Psicologia....

    1034  Palavras | 5  Páginas

  • Gestalt

    ................................................ 18 Educação: aquisição de novos comportamentos.......................................................... 22 Relação ensino-aprendizagem....................................................................................................... 24 O professor e a instrução programada.................................................................................. 26 Máquinas de ensinar: uma possibilidade de aprender........

    512  Palavras | 3  Páginas

  • Gestalt: percepção e aprendizagem

    GESTALT: PERCEPÇÃO E APRENDIZAGEM • Gestalt – palavra alemã - tem sentido de forma, de atributo dado as coisas; a significação de uma unidade concreta. • Percebemos relações e não sensações – nos comportamos a partir do que apreendemos das percepções. • Tarefa da Psicologia – compreender a percepção tal como a vivemos. Descrever e esclarecer a organização intrínseca do percebido. • Compreender os comportamentos em sua totalidade. O todo é maior e diferente de suas...

    1012  Palavras | 5  Páginas

  • gestalt

    A psicologia da Gestalt A revolução da Gestalt aconteceu na Alemanha, se tratada de um protesto contra a psicologia wundtiana. Teve como foco primordial um dos apectos da obra de Wundt: seu atomismo e elementarismo. Os psicólogos gestaltistas consideravam o pressuposto wundtiano da condição fundamental dos elementos sensoriais e fizeram disso sua oposição. A época conhecida como "a época de dificuldades" foi essencial para compreender a revolução gestaltista, momento em que o comportamentalismo...

    2057  Palavras | 9  Páginas

  • Gestalt, psicodrama e psicanálise

    Sumário Psicanálise 1 Teoria psicanalítica 2 Modelo estrutural da personalidade 3 Os mecanismos de defesa 4 Psicodrama 5 Uma análise do trabalho e do trabalhador contemporâneo por meio do psicodrama 5 Psicodrama nestes novos tempos 8 Gestalt 13 Bibliografia 15 Psicanálise Psicanálise é a ciência do inconsciente que foi fundada por Sigmund Freud (1856-1939). Um método de investigação, que consiste essencialmente em evidenciar...

    4665  Palavras | 19  Páginas

  • Teoria da Aprendizagem

    Teoria da Aprendizagem As teorias da aprendizagem surgiram, desde as primeiras tentativas no ato de ensinar, principalmente no campo da Educação e da Psicologia, como um modelo para explicar e subsidiar a aquisição e o desenvolvimento da aprendizagem nos indivíduos. Com o estudo e suporte das teorias da aprendizagem ficou mais fácil entender e atuar de forma significativa e singular no processo de ensino-aprendizagem de cada criança, jovem e/ou adulto. Vale ressaltar que não existe uma única...

    1769  Palavras | 8  Páginas

  • Teorias da Aprendizagem

    Teorias da Aprendizagem Existe uma infinidade de tipos diferentes de aprendizagem. O que diferencia uma aprendizagem de outra diz respeito ao modo como cada uma se manifesta e ao próprio processo como cada uma é adquirida. Uma aprendizagem é sempre uma aquisição, embora as explicações para essa aquisição sejam variadas e muitas delas até contraditórias. O fenômeno da aprendizagem é sempre algo concreto, e acontece mesmo que ninguém tenha interesse em explicá-lo. A aprendizagem existe independentemente...

    4077  Palavras | 17  Páginas

  • Teoria de gestalt

    Psicologia da Forma: Gestalt 1) Introdução: Gestalt: termo alemão de difícil tradução. Os termos mais próximos seriam: Forma Configuração - Antecessores da Psicologia da Gestalt - Ernst Mach ( 1838-1916) - Christian Von Ehrenfels ( 1859- 1932) Desenvolveram Estudo sobre a psicofísica Com estudos sobre as sensações(dado psicológico) E espaço-forma-tempo e forma ( dado físico) ( relação entre percepção e forma) “Quais os processos psicológicos envolvidos na ilusão ótica...

    789  Palavras | 4  Páginas

  • Gestalt

    INTRODUÇÃO Gestalt, palavra alemã sem tradução exata para o português, refere-se a um processo de dar forma, de configurar o que vemos. A palavra Gestalt tem o significado “(...) de uma entidade concreta, individual e característica, que existe como algo destacado e que tem uma forma ou configuração como um de seus atributos”. “Basicamente a Psicologia da Gestalt afirma que as partes nunca podem proporcionar uma real compreensão do todo. O todo é diferente da soma das partes.” ...

    2266  Palavras | 10  Páginas

  • A psicologia de gestalt

    12 A Psicologia da Gestalt Reprodução de Texto Original sobre a Psicologia da Gestalt: Trecho de Gestalt Theoiy, de Max Wertheimer Introdução Os Princípios Gestaltistas da Aprendizagem A Mentalidade dos Macacos O Pensamento Produtivo em Seres Humanos O Princípio do Isomorfismo A Expansão da Psicologia da Gestalt Acompanhamos o desenvolvimento da psicologia, das idéias iniciais de Wilhelni Wundt e de sua elaboração por E. B. Titchener à disseminação do comportamentalismo...

    14892  Palavras | 60  Páginas

  • TEORIA E PRÁXIS PEDAGÓGICAS

    INSTITUTO FEDERAL GOIANO TEORIA E PRÁXIS PEDAGÓGICAS SUMÁRIO 1. INTRODUÇÃO----------------------------------------------------------------------------------- 3 2. PRÁXIS PEDAGÓGICAS---------------------------------------------------------------------- 4 3. BEHAVIORISMO------------------------------------------------------------------------------- 4 4. GESTALT----------------------------------------------------------------------------------------- 6 5. TEORIAS DO CONSTRUTIVISMO... ------------------------------------------------------...

    6337  Palavras | 26  Páginas

  • Sistema Da Gestalt

    A psicologia da Gestalt como sistema Surgimento: O Fenômeno Phi A psicologia da Gestalt desenvolveu-se por um estudo de pesquisa conduzido, em 1910, por Max Wertheimer. Enquanto viajava de trem pela Alemanha durante as férias, ocorreu-lhe a ideia de realizar uma experiência para visualizar um movimento quando ele não estivesse efetivamente acontecendo. Comprou um estroboscópio – um instrumento que projeta rapidamente no olho uma série de imagens diferentes, produzindo efeito de movimento – e analisou...

    2339  Palavras | 10  Páginas

  • Relatorio básico gestalt-terapia

    em Psicologia - RJ Relatório de estágio -SPA O objetivo deste relatório é trazer ao papel um pequeno resumo do que fora vivenciado no estágio supervisionado em Gestalt-terapia pela digníssima professora Luciana Soares. Nossos encontros aconteciam às quintas-feiras e tinha duração de duas horas. Durante esse ambiente grupal de alunos do curso de psicologia do 8ºperíodo, eram discutidos e explicitados textos sugeridos pela supervisora de bibliografia riquíssima, abertura ética de casos clínicos...

    2350  Palavras | 10  Páginas

  • Mindfulness e Gestalt-Terapia

    auxílio terapêutico na Gestalt Terapia, propiciando mais uma ferramenta para auxiliar o cliente no processo de desenvolvimento de awareness e ampliação do contato. Palavras-chave: awareness, mindfulness, gestalt-terapia Abstract The following paper proposes itself to study the story and resemblance between the concepts of mindfulness and awareness. Also it proposes to discuss how the technique named mindfulness meditation could help for terapeutic purposes in Gestalt Therapy, been another...

    3531  Palavras | 15  Páginas

  • As Diferentes Teorias De Piaget E Bruner

    As diferentes teorias de Piaget e Bruner Este trabalho tem como objetivo apresentar as teorias de Bruner e Piaget onde a aprendizagem está diretamente relacionada com o desenvolvimento cognitivo e que as passagens da vida são marcadas por constante aprendizagem, assim o indivíduo será resultado de suas potencialidades genéticas. Apresentamos aqui também, algumas as idéias básicas de Jean Piaget sobre o desenvolvimento mental e sobre o processo de construção do conhecimento (Adaptação, assimilação...

    874  Palavras | 4  Páginas

  • Contribuições da Gestalt na Percepção

    Amanda Morais – RGM 131938-8 Cindy Carerá – RGM 133872-2 Leony Hidalgo – RGM 23151-7 Vanessa Soares – RGM 130180-2 2º D – CAMPUS ANÁLIA FRANCO PSICOLOGIA GESTALT E PERCEPÇÃO VISUAL CURSO: PSICOLOGIA DISCIPLINA: PROCESSOS PISCOLÓGICOS BÁSICOS I PROFESSORA: LAURA MARISA CARNIELO CALEJON Universidade Cruzeiro do Sul – UNICSUL SÃO PAULO – 2013 2 INTRODUÇÃO Em meados de 1870, iniciou-se a pesquisa da percepção humana por meio de estudiosos alemães, que tiveram a visão como campo...

    5847  Palavras | 24  Páginas

  • Teoria gestalt

    GESTALT Ir para: navegação, pesquisa A Psicologia da forma, Psicologia da Gestalt, Gestaltismo ou simplesmente Gestalt é uma teoria da psicologia que considera os fenômenos psicológicos como um conjunto autônomo, indivisível e articulado na sua configuração, organização e lei interna. A teoria foi criada pelos psicólogos alemães Max Wertheimer (1880-1943), Wolfgang Köhler (1887-1967) e Kurt Koffka (1886-1940), nos princípios do século XX. Funda-se na idéia de que o todo é mais do que a simples...

    3350  Palavras | 14  Páginas

  • Teoria corponamental

    TEORIA COMPORNAMENTAL Teoria Thorndike Edward Lee Thorndike foi um dos primeiros psicólogos americanos a receber toda a formação educacional nos Estados Unidos. Um fato importante foi ele ter realizado os estudos de pós-graduação nos Estados Unidos e não na Alemanha, apenas duas décadas depois da fundação formal da psicologia. O seu interesse na psicologia foi despertado, assim como o de vários outros colegas, pela leitura da obra The principles psychology, de William James, quando ainda...

    4210  Palavras | 17  Páginas

  • Gestalt Terapia Refazendo Um Caminho Hellip

    FILOSÓFICOS 1 2.1. Gestalt-Terapia e Humanismo 2 2.2. Gestalt-Terapia e Existencialismo 4 CAPÍTULO III - TEORIAS DE FUNDO 11 3.1 Psicologia da Gestalt 11 3.1.1 O Todo e a Parte 14 3.1.2 Figura e Fundo 16 3.1.3 Aqui e Agora 19 3.1.4 Conceitos Descritivos 22 1) Comportamento Molar e Molecular 22 2) Meio Comportamental e Meio Geográfico 24 3) O Conceito de Campo 27 GESTALT-TERAPIA : REFAZENDO UM CAMINHO JORGE PONCIANO RIBEIRO CAPÍTULO II – PRESSUPOSTOS FILOSÓFICOS A Gestalt-Terapia trata-se...

    29004  Palavras | 117  Páginas

  • Teorias da aprendizagem

    explicação biológica: aprender o que combina com o que * Condicionamento de ordem superior * Condicionamento como adaptação biológica A Seleção Natural Darwiniana e a Psicologia * Darwin era um teórico da aprendizagem. * Três premissas que resumem a teoria da seleção natural dele são: * Todos os indivíduos de uma espécie variam nos aspectos comportamentais e fisiológicos. * Algumas dessas variações são genéticas, de modo que a descendência tenderá a assemelhar-se mais com seus pais do que com a descendência...

    4620  Palavras | 19  Páginas

  • Relatório de Estágio em Gestalt-terapia infantil

    desenvolvimento do Estágio Específico I, realizado no Serviço de Psicologia da Faculdade Juvêncio Terra, localizado na cidade de Vitória da Conquista – BA, durante o semestre letivo de 2012/1. A instituição na qual foi realizado o estágio proporciona aos alunos que estão cursando o 8º, 9º ou 10º semestres do curso de Psicologia da Faculdade Juvêncio Terra, a oportunidade de se prepararem para realizações profissionais de intervenção, desenvolvendo atividades técnicas e instrumentais, sob supervisão específica...

    4535  Palavras | 19  Páginas

  • Teorias de aprendizagem

    erro (Thorndike): eliminação gradual dos ensaios ou tentativas que levam ao erro e à manutenção daqueles comportamentos que conquistaram o efeito desejado. Aprendizagem observacional (Bandura): imitação Aprendizagem por discernimento ou insight (Gestalt): ocorre quando uma pessoa, diante de um problema, não consegue ter atitudes concretas até que passa a enxergar a solução de repente. Aprendizagem por raciocínio: o indivíduo formula, analisa e seleciona hipóteses, aplica a que escolheu e chega a...

    1368  Palavras | 6  Páginas

  • As teorias de piaget

    que hoje existem métodos específicos de seu domínio, para o estudo do seu objeto o qual também já estar definido recortando da realidade como um objeto determinado e delimitado, o homem seu comportamento e sua subjetividade. A teoria Behaviorismo teve início em 1913, com um manifesto criado por Watson – “A Psicologia como um comportamentista a vê". Nele o autor defende que a psicologia não deveria estudar processos internos da mente, mas sim o comportamento, pois este é visível...

    1326  Palavras | 6  Páginas

  • As teorias Psicológicas da Educação

    ANHANGUERA EDUCACIONAL - UNIABC “AS TEORIAS PSICOLOGICAS DA EDUCAÇÃO” GEISIANE SILVA DE OLIVEIRA THAÍS GONÇALVES BATISTA SANTO ANDRÉ OUTUBRO – 2013 GEISIANE SILVA DE OLIVEIRA THAÍS GONÇALVES BATISTA “AS TEORIAS PSICOLOGICAS DA EDUCAÇÃO” Trabalho apresentado a Professora Elza, que leciona a disciplina de Psicologia, do curso de Pedagogia...

    2153  Palavras | 9  Páginas

  • Principais Teorias da Aprendizagem

    SUMÁRIO INTRODUÇÃO...........................................................................................................02 1. TEORIAS ASSOCIACIONISTAS...............................................................03 2. TEORIAS MEDIACIONAIS........................................................................05 CONCLUSÃO............................................................................................................13 BIBLIOGRAFIA.............................

    3073  Palavras | 13  Páginas

  • Síntese do Texto Gestalt-terapia

    SETEMBRO DE 2013 JARDAN CHANDLEY DOS SANTOS LEAL GESTALT-TERAPIA E FENOMENOLOGIA CONSIDERAÇÕES SOBRE O MÉTODO FENOMENOLÓGICO EM GESTALT-TERAPIA. Síntese apresentada à disciplina de Fenomenologia e Humanismo I do curso de Psicologia da Faculdade Luciano Feijão. SOBRAL SETEMBRO DE 2013 KRWOWSKI,Silvéio.Gestalt-terapia e fenomenologia: Considerações sobre o método fenomenológico em Gestalt-terapia. Campinas: Editora livro pleno, 2005. A Fenomenologia, bem...

    1014  Palavras | 5  Páginas

  • Gestalt

    GESTALT Psicologia – 1º Semestre Mogi das Cruzes- SP 2014 GESTALT PSICOLOGIA – 1º SEMESTRE Trabalho de Gestalt solicitado pela disciplina de História da pscicologia apresentado ao curso de Psicologia 1º Semestre da Universidade Braz Cubas de Mogi das Cruzes. Mogi das Cruzes- SP 2014 2 Sumário Conteúdo 1. INTRODUÇÃO ........................................................................................................................................ 4 2. ...

    7815  Palavras | 32  Páginas

tracking img