Por Que É Importante Que O Exportador Venda Na Moeda Do P artigos e trabalhos de pesquisa

  • Proteção para exportadores e importadores

    Administração Proteção para Exportadores e Importadores Trabalho de Orientação de Estágio II apresentado ao Departamento de Administração da Faculdade de Economia, Administração, Contabilidade e Atuária, da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, como pré-requisito para a obtenção do título de Bacharel em Administração de Empresas, orientado pelo Professor Cristian Albuja. São Paulo – SP 2009 Proteção para Exportadores e Importadores ...

    9326  Palavras | 38  Páginas

  • Moeda de cambio entre paises...

    Câmbio é o preço da moeda de um pais em relação à moeda de outro pais. Ela é determinada, na maioria dos paises, no mercado de câmbio e suas variações são fortemente influenciadas pelos resultados das transações com o exterior (balanço de pagamentos). 2. Mercado de Câmbio O mercado de câmbio ou de divisas é constituído pelos agentes que desejam trocar (comprar e vender) moedas conversíveis de diversos paises. Uma moeda é conversível quando é livremente trocada por outras moedas estrangeiras e é inconversível...

    2346  Palavras | 10  Páginas

  • Moeda e cambio

    Moeda e Câmbio Introdução Devido à dificuldade de haver uma coincidência de interesses no comércio internacional de bens e serviços, os comerciantes demandaram a criação de um instrumento de troca que não fosse a própria mercadoria. As moedas, a partir daí, começaram a ter paridade entre si, sendo um meio facilitador do comércio como um todo. Cambiar é trocar por definição. O mercado utiliza este conceito agregado ao de moeda (como um meio de troca). O câmbio é expresso em unidades de uma...

    7015  Palavras | 29  Páginas

  • Economia e finanças aplicadas a vendas

    Financeira, Áreas de Atuação da Administração Financeira e do Administrador Financeiro, como também A empresa e o Mercado Financeiro. Conceito da Administração Financeira e Objetivos Finanças é “a arte e a ciência de administrar fundos” (GITMAN, 2002, p. 4). Ela estuda toda a movimentação de recursos financeiros entre os agentes econômicos. Estes agentes são os indivíduos e organizações que obtém receitas ou adquirem fundos, gastam ou investem. Enfim, finanças ocupa-se de mercados, instituições e instrumentos...

    4812  Palavras | 20  Páginas

  • Hobsbawn, Eric j. A Revolução Industrial In. A Era das Revoluções:1789-1848, tradução de Maria Tereza Lopes Texeira e Marcos Penchel, São Paulo: paz e terra, 1977. P.57-95

     Hobsbawn, Eric j. A Revolução Industrial In. A Era das Revoluções:1789-1848, tradução de Maria Tereza Lopes Texeira e Marcos Penchel, São Paulo: paz e terra, 1977. P.57-95. A Revolução Industrial 1 (...) as repercussões desta revolução não se fizeram sentir de uma maneira óbvia e inconfundível (...) Até 1840 a grande corrente de literatura oficial e não oficial sobre os efeitos sociais da revolução industrial ainda não começara a fluir(...) Só a partir da década de 1840 é que o proletariado...

    2920  Palavras | 12  Páginas

  • A moeda

    Faculdade Pitágoras – Campus Betim Engenharia de Produção Resumo: A MOEDA Betim 2011 A MOEDA Origens da moeda Na antiguidade, nas sociedades primitivas o comercio se movimentava pela troca de uma mercadoria pela outra. Era um modo de adquirir uma outra mercadoria pela que estava sobrando em sua casa. Mas com a evolução da sociedade economicamente, a introdução de trabalho e a especialização das atividades dos indivíduos, o volume de trocas...

    2864  Palavras | 12  Páginas

  • Uma moeda que perdeu o brilho

    Resumo Uma das maiores potências econômicas do mundo, os Estados Unidos vem perdendo potencial no mercado econômico e enfraquecendo também a moeda local, o dólar vem perdendo forcas no mercado financeiro para outras moedas dos países emergentes, uma grande vantagem para estes países, e entre eles o Brasil vem tendo grande vantagem pois esta atraindo grandes investidores pois as empresas do Brasil possuem grande potencial de crescimento. Para diminuir o ritmo de entrada de dólares para a compra...

    1570  Palavras | 7  Páginas

  • Japão Exportador

    Departamento de Promoção Comercial e Investimentos Divisão de Inteligência Comercial Japão A BrasilGlobalNet também apresenta oportunidades de investimento e de transferência de tecnologia. Além disso, facilita o contato entre importador e exportador, que podem se cadastrar gratuitamente no portal, e capacita o empresariado, que tem à sua disposição extensa lista de estudos e de publicações especializados em comércio exterior, incluindo pesquisas de mercado, indicadores econômicos e ...

    38547  Palavras | 155  Páginas

  • Moeda

    1. Moeda Moeda é o meio pelo qual são efetuadas as transações monetárias. É todo ativo que constitua forma imediata de solver débitos, com aceitabilidade geral e disponibilidade imediata, e que confere ao seu titular um direito de saque sobre o produto social. É importante perceber que existem diferentes definições de “moeda”:(i) o dinheiro, que constitui as notas (geralmente em papel);(ii) a moeda (a peça metálica);(iii) a moeda bancária ou escritural, admitidas em circulação; e,(iv) a moeda no...

    6720  Palavras | 27  Páginas

  • Os 4 p´s

    Assento em reuniões e eventos para a discussão e análise de questões de logística, crédito, financiamento e seguro; barreiras e entraves às exportações brasileiras, etc. Reúne os diversos intervenientes em operações de comércio exterior (exportadores, importadores, bancos, transportadores, armazenadores e outros prestadores de serviço) em encontros quinzenais com o objetivo de levantar problemas e entraves às operações internacionais. Atua como órgão de apoio à Presidência da Associação Comercial...

    5244  Palavras | 21  Páginas

  • TIPOS DE MOEDA TAXAS DE CÂMBIO

     TEORIA ECONÔMICA Professor Reynaldo TIPOS DE MOEDA TAXAS DE CÂMBIO Cajamar, 08/2013 TEORIA ECONÔMICA Professor Reynaldo TIPOS DE MOEDA TAXAS DE CÂMBIO Pesquisa simples efetuada a fim de explicar os tipos de moeda e taxa de câmbio. Elisângela Lima R.A: 1303479 Rafael Francisco de Sousa R.A: 1302489 Rodrigo de Castro da Silva R.A: 1302765 Tiago Regis Rodrigues Mota R.A: 1302535 BASE MONETÁRIA ...

    1359  Palavras | 6  Páginas

  • A politica organizacional entre o BNA e o Ministerio da economia na luta a desvalorizacao da moeda ao combate a especulacao de preco dos produtos e da moeda estrangeira

    de Formação: Administração e Serviço Curso: Administração Pública Trabalho de Projecto Tecnológico TEMA: A POLITICA ORGANIZACIONAL DE VANGUARDA ENTRE O BNA E O MINISTÉRIO DA ECONOMIA NA LUTA A DESVALORIZAÇÃO DA MOEDA AO COMBATE A ESPECULAÇÃO DE PREÇO DOS PRODUTOS E DA MOEDA ESTRANGEIRA. (ESTUDO DO CASO NO BNA E MINISTÉRIO DA ECONOMIA) Nome: Tchissola Amélia Chingualulo N˚38 Turma: BT Classe: 12ª Curso: Administração Pública Professor: Cristóvão Maghema Kibiba Luanda, Ano Lectivo 2015...

    6697  Palavras | 27  Páginas

  • trabalho de economia Moedas

    conceito de moeda: a) Defina moeda e suas funções. Conceito de moeda - Moeda é um instrumento ou objeto aceito pela coletividade para intermediar as transações econômicas, para pagamento de bens e serviços. Essa aceitação é garantida por lei, ou seja, a moeda tem “curso forçado”. A moeda corrente é a que circula livremente no interior de um país; as moedas fortes, como o dólar e o euro, são aquelas aceitas internacionalmente e funcionam como reserva de valor: as pessoas guardam moeda forte e estável...

    3061  Palavras | 13  Páginas

  • Formação do preço de venda na industria calçadista de itapipoca-ce

    Formação de Preço de Venda na Indústria Calçadista de Itapipoca-CE ResuMO Os recentes avanços tecnológicos alargaram as relações comerciais entres paises e mercados, exigido das empresas um esforço no sentido de melhorar cada vez mais a qualidade e o acesso aos seus produtos. Assim, o processo de formação de preço de venda torna-se fator prioritário para a tomada de decisões do gestor empresarial. A indústria calçadista brasileira é uma das mais importantes do mundo e este setor ocupa...

    4338  Palavras | 18  Páginas

  • ORIGEM DA MOEDA, DAS OPERAÇÕES COMERCIAIS E DA COBRANÇA DE JUROS NOS EMPRÉSTIMOS

     ATIVIDADE 1: ORIGEM DA MOEDA, DAS OPERAÇÕES COMERCIAIS E DA COBRANÇA DE JUROS NOS EMPRÉSTIMOS São Paulo 2012 ATIVIDADE 1: ORIGEM DA MOEDA, DAS OPERAÇÕES COMERCIAIS E DA COBRANÇA DE JUROS NOS EMPRÉSTIMOS Atividade Estruturada apresentada ao Centro Universitário Estácio Radial como requisito parcial para a obtenção do grau na disciplina Matemática Financeira GST0054 do Curso de Gestão Financeira. ...

    10608  Palavras | 43  Páginas

  • Origem da moeda

    Internet ou em livros a origem da moeda, das opera￧￵es comerciais e da cobran￧a de juros nos empr←stimos. Elabore um resumo no qual se destaque as motiva￧￵es e justificativas para a cobran￧a de juros e as pr£ticas adotadas no passado e que ainda s ̄o consagradas pelo uso, incluindo ainda no texto um breve hist￳rico sobre a cria￧ ̄o da moeda. N ̄o esque￧a de fornecer a refer↑ncia bibliogr£fica e ou sites da internet utilizados na pesquisa. As primeiras moedas apresentaram alguns formatos como chave...

    3049  Palavras | 13  Páginas

  • Evolução da Moeda

    Monetário  Moeda: Conceito e Funções  Meios de Pagamento: Conceito e Composição  Oferta de Moeda (Pelo BACEN e Bancos Comerciais)  Demanda por Moeda 4 Introdução  Economia de trocas: necessidade de dupla coincidência de desejos.  Moeda mercadoria: forma mais primitiva de moeda na economia.  Moeda metálica: originou-se da função de moeda dada aos metais preciosos e, depois, pela implementação da “cunhagem” da moeda.  Papel-moeda: origem na moeda-papel, quando...

    3879  Palavras | 16  Páginas

  • As funções da moeda

    FUNÇÕES DA MOEDA A moeda tem várias funções, e as seguintes são destacadas:  - Instrumento de Troca Toda peça monetária representa um direito sobre riquezas existentes, permitindo ao seu portador adquirir certa quantidade dessas riquezas, à sua escolha, até onde alcance o valor facial indicado. É muito mais cômodo possuir esse bônus que qualquer outro bem. A introdução da moeda nas transações comerciais dissociou a anterior troca direta "in natura" (uma só operação) em duas fases distintas: ...

    2459  Palavras | 10  Páginas

  • Origem da moeda, das operações comerciais e da cobrança de juros dos empréstimos

    Origem da Moeda A moeda, como hoje a conhecemos, é o resultado de uma longa evolução. No início não havia moeda, praticava-se o escambo, simples troca de mercadoria por mercadoria, sem equivalência de valor. Com o passar do tempo, as mercadorias se tornaram inconvenientes às transações comerciais, devido à oscilação de seu valor, pelo fato de não serem fracionáveis e por serem facilmente perecíveis, não permitindo o acúmulo de riquezas. Surgem, então, no século VII a.C., as primeiras moedas com características...

    4065  Palavras | 17  Páginas

  • Automação de força de vendas via pocket pc’s

    imagem e inseri-la nov amente. MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ CAMPUS CORNÉLIO PROCÓPIO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM ANÁLISE E DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS RODRIGO BATISTA DE OLIVEIRA AUTOMAÇÃO DE FORÇA DE VENDAS VIA POCKET PC’S TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO CORNÉLIO PROCÓPIO 2008 1 A imagem não pode ser exibida. Talv ez o computador não tenha memória suficiente para abrir a imagem ou talv ez ela esteja corrompida. Reinicie o computador e abra...

    25025  Palavras | 101  Páginas

  • Exportações e prática profissional

    justificativa, a metodologia adotada (observação, anotações, pesquisa documental...); a organização do relatório (partes...). Quando o exportador decide exportar, esta decisão não deve ser tomada porque sua venda inerna esta baixa ou estagnou, mas sim, para ampliar seu mercado e ter mais estabilidade financeira, além de outros fatores. Outro fator muito importante é analisar muito bem o mercado onde quer se incerir, defina o produto que irá vender, e seja ciente de que ás vezes, muitas mudanças haverão...

    11033  Palavras | 45  Páginas

  • Exemplo de hedge com opção de venda

    Exemplo de Hedge com opção de venda (put)   O exportador tem de embarcar, dentro de cinco meses, uma encomenda que soma US$100.000,00. Como o pagamento ocorrerá com a entrega da mercadoria, receia que haja queda na cotação  do dólar, diminuindo sua receita em reais. Decide, então, fazer hedge utilizando posição comprada em put, o que equivale a adquirir um seguro para o risco de queda da taxa de câmbio com vencimento em cinco meses. Dessa forma, se houver exercício da opção, ele fixará o valor de...

    579  Palavras | 3  Páginas

  • A moeda no mercado internacional

    A MOEDA NO MERCADO INTERNACIONAL Rodolfo Santos (rodolfopolicetime@hotmail.com) Kayene Sampaio (kayene11@hotmail.com) Priscila Barbosa (priscila.barbos@hotmail.com) Introdução ao Comércio Exterior – Luiz Alberto Introdução Como vimos, as taxas de câmbio são determinadas no mercado e representam o preço da moeda de um país em termos da moeda de outro país, em determinado momento. Como explica Krugman, economista norte-americano, as taxas de câmbio têm um papel nas decisões...

    3467  Palavras | 14  Páginas

  • Tipos de Moeda

    Entende-se por moeda, o conjunto de ativos numa economia que as pessoas utilizam regularmente para comprar bens e serviços de outras pessoas. A moeda tem três funções na economia: Meio de troca - um item que os compradores dão aos vendedores quando pretendem adquirir bens e serviços. Unidade de medida - o padrão que as pessoas utilizam para anunciar preços e registrar débitos. Reserva de valor - um item que as pessoas podem utilizar para transferir poder de compra do presente para o futuro. ...

    783  Palavras | 4  Páginas

  • Demanda por Moeda

    Demanda por Moeda A definição de demanda por moeda é similar à definição de demanda por qualquer outro bem. Ela pode ser definida como a quantidade de riqueza que os agentes decidem manter na forma de moeda. A maioria dos livros-texto refere-se à demanda por moeda como uma demanda por encaixes reais. Isso quer dizer que os indivíduos retêm moeda por aquilo que irão comprar em bens e serviços, isto é, os agentes econômicos estão interessados no...

    518  Palavras | 3  Páginas

  • Exportação

    ...............................18 2.4.2 REI - REGISTRO DE EXPORTADORES E IMPORTADORES..18 2.4.3 INCENTIVOS FISCAIS....................................................................19 2.5 ASPECTOS CAMBIAIS .20 2.5.1 MODALIDADES DE PAGAMENTO..............................................20 2.5.2 CONVERSIBILIDADE DE MOEDAS............................................20 2.5.3 CONTRATOS...

    6506  Palavras | 27  Páginas

  • 361848 Apostila Conhecimentos Bancarios CEF 82pg

    que se fizer por responsável legal. Contudo, tais responsáveis (representantes), têm poderes limitados, necessitando de autorização do juiz e do Ministério Público para realizar atos que representem perda patrimonial para o representado, tais como a venda ou a doação de bens. Quanto aos relativamente incapazes Art. 4o São incapazes, relativamente a certos atos, ou à maneira de os exercer: I - os maiores de dezesseis e menores de dezoito anos; 3|Página II - os ébrios habituais, os viciados em tóxicos...

    32180  Palavras | 129  Páginas

  • Teoria e Pratica Cambial

    TEORIA E PRATICA CAMBIAL PROF. / MS. NELSON ALONSO JUNIOR http://sites.google.com/site/njr2010/ 1.História da Moeda, Funções da Moeda Definição de Câmbio e Comércio Internacional. Moedas Conversíveis. 2. Sistema Financeiro Nacional, O Mercado de Câmbio e seus Agentes (C.M. N., BACEN, Bancos Intermediários e Corretores de Câmbio). Sistema cambial vigente no Brasil. RMCCI – Regulamento do Mercado de Câmbio e Capitais Internacionais. 3. Áreas de estudo: Definição e formação da Taxa de...

    5372  Palavras | 22  Páginas

  • Funcao da moeda

    DA MOEDA E SUA IMPORTÂNCIA A moeda como intermediária de trocas O valor de trocas é determinado pela quantidade de trabalho contido nas mercadorias. Segundo Ricardo (1988): “nas etapas primitivas da sociedade, o valor de troca de tais mercadorias, dependia quase exclusivamente da quantidade corporativa de trabalho empregada em cada uma” (p.14). É esta função, também chamada de função de circulação, “que condiciona a própria evolução da atividade econômica, facilitando e acelerando as trocas”...

    951  Palavras | 4  Páginas

  • pratica de importação

    Neste capítulo serão abordados pontos importantes que são utilizados entre o importador e o exportador, como o protecionismo, a importação, regimes especial especificando o drawback integrado, os aspectos negociais, legais, cambiais e documentais. 2.1 PROTECIONISMO Os países em desenvolvimento têm grandes desafios para enfrentar, um deles é nas negociações multilaterais que é a eliminação ou a redução das barreiras ao comércio. De acordo com Lopez e Gama (2011 p. 130), “entende-se por barreira comercial...

    6752  Palavras | 28  Páginas

  • AS FUNCOES DA MOEDA

    1. A origem e a evolução da moeda A origem se deu com o primeiro agrupamento humano, em geral nômade, que teriam sobrevivido com atividades econômicas bastante simples. Em grupos que não conheceram a moeda e, quando recorriam a atividades de troca, realizavam trocas diretas em espécie, denominada escambo. Assim, quem pescasse mais peixe do que o necessário para si e seu grupo trocava este excesso com o de outra pessoa que, por exemplo, tivesse plantado e colhido mais milho do que fosse precisar...

    6778  Palavras | 28  Páginas

  • moeda e bancos

    2 MOEDA E BANCOS Sandro Wollenhaupt Apresentação Este capítulo tem a finalidade levar o aluno a conhecer as origens da moeda como instrumento de troca, o papel da moeda em um sistema econômico, os principais conceitos, os agregados monetários e as inter-relações entre oferta e demanda de moeda. 2.1 Origens da moeda Nem sempre o dinheiro existiu. Na verdade, no início dos tempos, não havia dinheiro em nenhum lugar do mundo. As pessoas trocavam as coisas de que precisavam. Se alguém ...

    3504  Palavras | 15  Páginas

  • exportacao

    serviço que cumpra com a exigências do Importador. Ao exporta, uma empresa promove o crescimento da carteira de clientes, sendo possível atingir outros mercados . Aonde trará mais segurança, pois se o mercado interno não atingir a expectativa de venda isso poderá ser atingido no mercado externo, com a exportação. Canais de Distribuição no mercado internacional : A ) Exportação direta A exportação direta consiste na operação em que o produto exportado é faturado pelo próprio produtor ao importador...

    11933  Palavras | 48  Páginas

  • Exportação

    QUE EXPORTAR? maior produtividade: aperfeiçoando o processo produtivo, com isso trazendo um aumento de produtos produzidos, trazendo de fora tecnologia, diminuindo o custo do produto. A diminuição da carga tributária. Redução da dependência das vendas internas Aumento da capacidade inovadora Aperfeiçoamento de recursos humanos Aperfeiçoamento dos processos industriais e comerciais Imagem da empresa COMERCIALIZAÇÃO EXTERNA: O QUE EXPORTAR: a escolha do produto ideal que atenda as necessidades...

    4922  Palavras | 20  Páginas

  • Moeda

    SOBRE A DEMANDA POR MOEDA1 Thauana Rayssa Shiraishi Prado2 RESUMO: A moeda surgiu num contexto de precisão como meio de trocas, além de ser utilizada como reserva de valor e unidade monetária. A partir deste momento, formaram-se várias teorias sobre a demanda por moeda, como a Teoria Clássica ou Teoria Quantitativa da Moeda,Teoria Keynesiana que difere dos clássicos e aponta alguns motivos de demandar moeda, os Neoclássicos Keynesianos Baumol, com abordagens de estoques, e Tobin com modelos...

    5000  Palavras | 20  Páginas

  • As funções da moeda

    demonstrar tamanha a importância do uso da moeda ao longo da historia, sendo ela por origem metálica ou papel (cédula) no presente ou s AC, trazendo e detalhando funções como sua demanda, intermediário de trocas, oferta dentre outros. Destacando assim o quão foi importante a evolução destas funções ao longo da historia e quão crucial para o desenvolvimento do mercado econômico no que se refere a uma nação e até mesmo em âmbito global. Origem e Conceito A moeda surgiu a partir da necessidade do homem...

    2446  Palavras | 10  Páginas

  • TCC - PROCESSO DE EXPORTAÇÃO DE MEL

    Gandhi) Se você desenvolve os hábitos do sucesso, você fará do sucesso um hábito. (Michael E. Angier) LISTA DE ILUSTRAÇÕES Figura 1 - Bandeira Arábia Saudita 11 Figura 2 - Brasão de Armas da Arábia Saudita 13 Figura 3 - Dirham, a moeda local do Emirados, 1 dólar equivale a 3,65 Dhs 14 Figura 4 - Sheikh Mohammed Bin Rashid Al Maktoum, Vice Presidente dos Emirados Árabes Unidos e Governador de Dubai. 15 Figura 5 – Mapa 16 Figura 6 – Casa do Mel 21 Figura 7...

    11554  Palavras | 47  Páginas

  • Moedas Trocadas

    CATARATAS CURSO DE COMUNICAÇÃO SOCIAL Missão: “Formar Profissionais capacitados, socialmente responsáveis e aptos a promoverem as transformações futuras” MOEDAS TROCADAS BRUNO RAFAGNIN SAMPAIO WELLINGTON CASSANELLO Foz do Iguaçu - PR 2013 BRUNO RAFAGNIN SAMPAIO WELLINGTON CASSANELLO MOEDAS TROCADAS Trabalho apresentado, como requisito parcial de avaliação de todas as disciplinas do Curso de Comunicação Social com habilitação em Publicidade e Propaganda...

    2032  Palavras | 9  Páginas

  • 5 LEP14_O papel da moeda

    O Papel da Moeda em Marx e Keynes Vanessa da Costa Val1 Lucas Linhares2 Resumo A temática monetária em Marx pode ser considerada uma parte inacabada da sua obra teórica. Por seu turno, na economia keynesiana a moeda se torna parte integrante do processo econômico, sempre recebendo atenção especial. No sentido de explorar discussões acerca da moeda nas obras dos autores supracitados, o objetivo deste trabalho é apresentar as características essenciais da teoria monetária de Marx e Keynes com o intuito...

    11378  Palavras | 46  Páginas

  • pratica um

    Seguro ........................................................................................................ 21 2.4 ASPECTOS LEGAIS ........................................................................................... 21 2.4.1 Registro de Exportadores e Importadores (REI) ....................................... 21 2.4.2 Siscomex ................................................................................................... 22 2.4.3 Drawback..................................................

    10674  Palavras | 43  Páginas

  • Importacao e exportacao

    INTRODUÇÃO O suporte financeiro às exportações de um país é uma das constantes Preocupações dos atuais governos, devido à importância do mercado internacional e do crescimento econômico via exportações. Tendo assim, o governo, um papel bastante importante no campo de estímulo às exportações, que vão desde melhorias nas políticas comerciais, na infra-estrutura, no sistema tributário, até nas políticas de promoção às exportações, como o financiamento. “[...] o Estado deve ser um agente observador...

    3938  Palavras | 16  Páginas

  • CONVERSÃO DE DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS PARA MOEDA ESTRANGEIRA

    CONVERSÃO DE DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS PARA MOEDA ESTRANGEIRA FAS52. Antes de tratar dos modelos de conversão de demonstrações contábeis para moeda estrangeira, seguindo o modelo Fasb52, é importante que se tenha um entendimento do que é o FASB (Financial Accounting Standards Boards – Junta de Normas de Contabilidade Financeira). O FASB, como um comitê que emite procedimentos norte-americanos de contabilidade, teve o seguinte desenvolvimento histórico: 1887 - CRIAÇÃO DO AAPA - American...

    2102  Palavras | 9  Páginas

  • Comercio exterior

    produto,. A grande depressão deixou evidências de que o país não poderia ser dependente direto ou indireto das exportações de um único produto.É nesse momento que ocorre a ruptura do 6 modelo primário exportador como base para o desenvolvimento econômico. O processo de urbanização e industrialização ditou outros rumos para a economia brasileira. O modelo que se desenhava recebeu a denominação de Processo de Substituição de Importação que...

    25457  Palavras | 102  Páginas

  • Politica monetária

    A Política Monetária tem como objetivo controlar a oferta e demanda da moeda, e as taxas de juros para garantir a liquidez ideal a cada momento econômico, o órgão responsável para executar a política monetária e cambial é o Banco Central. No mercado cambial são realizadas as operações de compra e venda de moeda estrangeira, no caso compra para o importador e venda para o exportador e também compra/venda destinados ao turismo e viagens. Essas operações são realizadas por instituições...

    5427  Palavras | 22  Páginas

  • Administração

    planejada. Por ser uma atividade com características diferentes, deve ser sempre acompanhada de um bom planejamento, mas devido às diversas circunstancias, muitas empresas brasileiras, por vezes, simplesmente "atiram-se" ao Comércio Exterior. È importante e necessário que os empresários que ingressam nessa área, tenham um profissional capaz de decidir a operações que envolvem esse tipo de comércio. Determinadas empresas, na necessidade de comercializar com o exterior, desconhecendo a complexidade...

    9029  Palavras | 37  Páginas

  • A MOEDA EM ANGOLA

    modo, surge a moeda como o meio atravs do qual so efectuadas as transaces monetrias, e que com aceitabilidade geral e disponibilidade imediata, confere ao seu titular um direito de saque sobre o produto social. Assim sendo, ao longo deste trabalho analisaremos a evoluo bem como o nvel em que se encontra a moeda no contexto angolano Histria da Moeda As moedas foram uma tentativa bem sucedida de organizar a comercializao de produtos, e substituir a simples troca de mercadorias. A moeda foi criada...

    4755  Palavras | 20  Páginas

  • Logistica internacional e reversa

    familiar e no segundo ocorre exatamente o contrário. • • • • No comércio interno tanto o vendedor como o comprador compartilham língua, hábitos e crenças, utilizam a mesma moeda e estão submetidos à mesma legislação. No comércio internacional tudo isso muda, cada um tem seus costumes, sua moeda, suas leis, que podem ter pouco ou nada em comum com os do parceiro Mesmo países pequenos podem sofrer com problemas de regionalização. Como por exemplo a Suíça que possui quatro línguas oficiais...

    15111  Palavras | 61  Páginas

  • Administração

    ........................p.05 1.0-História da soja............................................p.06 1.2 a soja no Brasil.............................................p.07 2.0 como exportar?............................................p.09 2.1 fluxo grama da exportação..........................p.09 2.2 planejamento de exportação.......................p.10 2.3 Documento Sixcomex.................................p.12 2.4 Para embarque no Exterior.........................p.13 3.0 Exportação direta...

    4475  Palavras | 18  Páginas

  • a moeda a inflacao

    a evolução de todo esse processo, entendendo a importância de cada setor, poder de intervenção das organizações econômicas internas e externas enfatizando a inflação e seus reflexos, e o processo evolutivo da moeda, e seu funcionamento atual. 2 - A MOEDA 2.1.1 - ORIGEM E FUNÇÃO DA MOEDA - 01 Nas sociedades primitivas o comercio era realizado através da troca de mercadorias, o chamado ESCAMBO. Com isso os desencontros na hora da troca eram freqüentes, enquanto um indivíduo tinha o produto X...

    4403  Palavras | 18  Páginas

  • As modalidades de pagamento internacional, seus riscos e responsabilidades.

    responsibilities. 1. Introdução Durante uma negociação internacional de compra ou venda é importante que o exportador e o importador saibam quais as implicações, os custos, seus riscos e as responsabilidades que cada modalidade de pagamento imputa às ambas as partes, sob pena da negociação contemplar interesses de apenas uma das partes em detrimento da outra. Há casos em que a negociação fracassa e o exportador perde a venda não devido à falta de competitividade de seu produto, mas sim pelo desconhecimento...

    2421  Palavras | 10  Páginas

  • Exportação e importação

    para o Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público (PASEP); E) O Imposto sobre Operações Financeiras (IOF) aplicado às operações de câmbio vinculadas à exportação de bens e serviços tem alíquota zero. A redução da dependência das vendas internas e a diversificação de mercados (interno e externo) proporciona à empresa maior segurança contra as oscilações dos níveis da demanda interna. Em resumo, a exportação assume grande relevância para a empresa, pois é o caminho mais eficaz para...

    3457  Palavras | 14  Páginas

  • Processo Comércio Exterior

    serem utilizados na produção de bem a ser exportado. Já na modalidade isenção, ocorre a isenção dos tributos que incidiriam sobre a importação ou aquisição interna de insumos equivalentes aos utilizados na fabricação de produto já exportado. É importante que o produto possa alcançar o mercado internacional em condições de competir em preço e, por esse motivo, a compensação dos tributos é essencial na exportação. Com a exposição de seus produtos no exterior as empresas tem que adaptá-los às exigências...

    11534  Palavras | 47  Páginas

  • O FINANCIAMENTO ÀS EXPORTAÇÕES BRASILEIRAS

    possam esclarecer alguns aspectos do comercio internacional e seus reflexos para as empresas, as características do setor exportador brasileiro e as principais formas de financiamento e o Programa de Financiamento às Exportações (PROEX). O estudo revelou que devido a competitividade internacional o financiamento às exportações brasileiras se mostra necessária para que o exportador obtenha capital para seus recursos produtivos. Palavras-chave: Comércio Internacional; Competitividade; Financiamento...

    15102  Palavras | 61  Páginas

  • Projeto Integrador Logistica

    EDUCAÇÃO PROFISSIONAL GERÊNCIA DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA CURSO TÉCNICO EM LOGÍSTICA PROJETO INTEGRADOR – MÓDULO DE COMÉRCIO EXTERIOR Aluno: EMANUEL LUCAS DE CARVALHO P. TAVARES Polo de Apoio Presencial: EXU EXU/PE 2014. 2 PROJETO INTEGRADOR – MÓDULO DE COMÉRCIO EXTERIOR CURSO TÉCNICO EM LOGÍSTICA Aluno: EMANUEL LUCAS DE CARVALHO P. TAVARES Trabalho apresentado ao curso Técnico em Logística, da Secretaria de Educação de Pernambuco com fins de obtenção de nota no Projeto Integrador – Módulo de...

    1782  Palavras | 8  Páginas

  • Historia da moeda

    grupos demandando esses excedentes, esta situação gerou uma troca de produtos que não se diferencia de uma compra/venda. “Esta ocorrência de dupla coincidência levava a uma operação rudimentar de troca em que a compra não se distinguia da venda. A troca se realizava diretamente em espécie. Traduzia uma operação típica de escambo, sem intervenção de instrumentos monetários”(ROSSETTI, p.17). Esta troca precária foi alterada a partir do instante que houve a denominada primeira revolução agrícola, esta...

    3351  Palavras | 14  Páginas

  • direito

    de cofres de segurança; cobranças, etc. CONCEITO SOBRE O BANCO Há várias definições acerca de Banco que, embora variem na forma, são coincidentes quanto ao tipo de atividade por ele exercitada. Uma definição muito boa é a de Mendonça (1947, p. 13): “são empresas comerciais, cujo objeto principal consiste na intermediação entre os que dispõem de capitais e os que precisam obtê-los, isto é, consiste em receber e concentrar capitais para sistematicamente distribuí-lo por meio de operações de...

    8209  Palavras | 33  Páginas

  • APOSTILA COMERCIO INTERNACIONAL

    produto,. A grande depressão deixou evidências de que o país não poderia ser dependente direto ou indireto das exportações de um único produto.É nesse momento que ocorre a ruptura do 6 modelo primário exportador como base para o desenvolvimento econômico. O processo de urbanização e industrialização ditou outros rumos para a economia brasileira. O modelo que se desenhava recebeu a denominação de Processo de Substituição de Importação que...

    24223  Palavras | 97  Páginas

  • Moeda

    MOEDA Moeda é o conjunto de ativos de uma economia que as pessoas usam regularmente para comprar bens e serviços de outras pessoas Nas praças de maior comércio (Roterdã, Amsterdã, …) nascem as letras de câmbio – os certificados representativos de depósitos existentes, a primeira manifestação de papel moeda. Com o passar do tempo, não há tanto ouro e prata para que o efeito representativo do depósito da moeda se sustente, ou seja, as reservas tornam-se insuficientes para representar os ativos econômicos...

    1411  Palavras | 6  Páginas

  • Atividade Com Rcio Internacional Artur Souza P

    todos os bens. O que importa aqui não é o custo absoluto de produção, mas a razão de produtividade que cada país possui. O conceito é muito importante para a teoria do comércio moderno. 9. É verdadeiro dizer “O que importa aqui não é o custo absoluto de produção, mas a razão de produtividade que cada país possui” Explique por que. Um conceito muito importante para a teoria do comercio Internacional moderno. Cada País se beneficia com a especialização em setores nos quais é mais eficiente e comercializa...

    1946  Palavras | 8  Páginas

  • Importacao e exportação Jeans Feminino

    que garantam uma dimensão industrial da empresa (alcançando uma economia de escala que lhe dê competitiidade); Pedidos casuais de importadores, talvez conhecidos por intermédio de uma feira internacional ou uma missão no exterior; Dificuldades de vendas no mercado interno. Melhor aproveitamento das estações. Quem produz artigos de estação como roupa de praia ou aquecedores, na baixa do mercado interno pode projetar-se para o mercado do hemisfério oposto. Possibilidade de preços mais rentáveis...

    20760  Palavras | 84  Páginas

tracking img