• o canto
    saudade e nacionalismo num estilo clássico e sisudo, Gonçalves Dias foi criador de um dos mais célebres poemas em Língua Portuguesa Gonçalves Dias Composto em 1843, na cidade de Coimbra, Portugal, o poema ¿Canção do Exílio¿ é hoje sinônimo de seu criador, o poeta maranhense Antônio de Gonçalves Dias (1823-1864)...
    1132 Palavras 5 Páginas
  • Literatura
    da beleza.” Para o americano Edgar Allan Poe, “é a criação rítmica da beleza.” Cassiano Ricardo diz: “Pouco importa, contudo, definir o que seja poesia. O que importa, literariamente, é que ela encontra seu núcleo no poema, feito e trabalhado precisamente para consegui-la. Ela é indefinível, porém, definidora”...
    655 Palavras 3 Páginas
  • estilistica
    nesta quadra do poema "Sonho": "Há por tudo a alegria e o rumor de um noivado. Em torno a cada ninho anda bailando uma asa. E, como sobre um leito um alvo cortinado, Alva, a luz do luar cai sobre a tua casa." (Poesias, em Obra reunida, p. 168) Entre os muitos recursos poéticos do poema "D. Briolanja"...
    15976 Palavras 64 Páginas
  • hoje cedo
    do nordeste e o cotidiano da cidade grande. Nesse sentido, até a poesia mudou, permitindo poemas em versos livres e licença poética. VI. Alguns dos principais representantes desta fase são; Cassiano Ricardo (1895-1974) _ Dentro da Noite, O Sangue das Horas (...) Manuel Bandeira (1886-1968) _ A...
    1712 Palavras 7 Páginas
  • Lindos
    Concretismo * a idéia central era construir poemas com base na prática da vida. Segundo Mário Chamie (1933-), principal poeta e teórico do grupo, os poemas práxis resultavam de um levantamento de palavras dentro do campo semântico do tema escolhido para o poema ou livro.  Aspectos: * aspecto puramente...
    519 Palavras 3 Páginas
  • Biografia e obras
    Biografia e Obras Cassiano Ricardo Leite (São José dos Campos, 26 de julho de 1895 — Rio de Janeiro, 14 de janeiro de 1974) foi um jornalista,poeta e ensaísta brasileiro. Representante do modernismo de tendências nacionalistas, esteve associado aos grupos Verde-Amarelo e da Anta, foi o fundador...
    748 Palavras 3 Páginas
  • intel
    político "O Grito". Lá escreveu os poemas "Moisés" e "Juca Mulato", ambos publicados em 1917. Passou a residir em São Paulo, onde foi redator em diversos jornais, entre os quais "A Gazeta" e o "Correio Paulistano". Fundou o jornal "A Noite" e dirigiu, com Cassiano Ricardo, os mensários "São Paulo" e...
    841 Palavras 4 Páginas
  • timão
    Moderna foi um evento ocorrido no Teatro Municipal de São Paulo, o qual contou com inúmeros eventos, como apresentação de conferências, leitura de poemas, dança e música e vários grandes nomes da literatura brasileiras, tais como Tarsila do Amaral, Anita Malfatti, Mário de Andrade, Oswaldde Andrade,...
    1886 Palavras 8 Páginas
  • HISTORIA SÃO JOSE DOS CAMPOS
    INSTITUIÇÕES HONROU O POETA CASSIANO RICARDO As autoridades joseenses, agindo em nome da cidade, em 1967 e em 1974, reconheceram o valor de seu dileto filho CASSIANO RICARDO LEITE, instituindo duas honrarias em sua homenagem: a SEMANA CASSIANO RICARDO e a MEDALHA CASSIANO RICARDO. Essa atitude da Câmara...
    8475 Palavras 34 Páginas
  • Modernismo Brasileiro
    Isto culminou com a incompreensão e com a completa Insatisfação de todos que foram Assistir a este movimento , Manuel Bandeira discursou seu poema e foi desaprovado pela Plateia através de muitas vaias e gritos Cartaz , Anunciando o Último Dia da Semana de Arte Manifestos e revistas ...
    4718 Palavras 19 Páginas
  • Artes
    interior de São Paulo, onde foi aluno de Jacomo Stávale. Bacharel em Direito pela Faculdade do Largo de São Francisco, formado em 1913. Nesse ano publicou Poemas do Vício e da Virtude, seu primeiro livro de poesias. Na cidade de Itapira foi agricultor e advogado militante; lá criou o jornal político O Grito e...
    1446 Palavras 6 Páginas
  • Biografia de Menotti Del Pichia
    político "O Grito". Lá escreveu os poemas "Moisés" e "Juca Mulato", ambos publicados em 1917. Passou a residir em São Paulo, onde foi redator em diversos jornais, entre os quais "A Gazeta" e o "Correio Paulistano". Fundou o jornal "A Noite" e dirigiu, com Cassiano Ricardo, os mensários "São Paulo" e "Brasil...
    448 Palavras 2 Páginas
  • Modernismo no brasil
    Andrade, Tarsila do Amaral, Raul Bopp, Antonio de Alcantara Machado. REPRESENTANTES DO VERDE-AMARELISMO E DO GRUPO DA ANTA: Plinio Salgado, Cassiano Ricardo, Menotti del Picchia, Guilherme de Almeida c) Características; -tentativas de solidificação do movimento renovador -divulgação de obras e ideias...
    3613 Palavras 15 Páginas
  • aqui
    impressionou-se com um movimento denominado Futurismo de Marinetti. Retornando ao Brasil, escreveu “Último passeio de um tuberculoso, pela cidade, de bonde.” O poema não teve boa aceitação por parte do público, o que fez com que seu autor o eliminasse. As artes plásticas tiveram uma participação de destaque no Modernismo...
    1574 Palavras 7 Páginas
  • Menotti Del Picchia
    Faculdade do Largo de São Francisco, formado em 1913. Nesse ano publicou Poemas do Vício e da Virtude, seu primeiro livro de poesias. Na cidade de Itapira foi agricultor e advogado militar; lá criou o jornal político O Grito e escreveu os poemas Moisés e Juca Mulato. Colaborou em vários jornais, entre os quais Correio...
    542 Palavras 3 Páginas
  • Historia djc
    INSTITUIÇÕES HONROU O POETA CASSIANO RICARDO As autoridades joseenses, agindo em nome da cidade, em 1967 e em 1974, reconheceram o valor de seu dileto filho CASSIANO RICARDO LEITE, instituindo duas honrarias em sua homenagem: a SEMANA CASSIANO RICARDO e a MEDALHA CASSIANO RICARDO. Essa atitude da Câmara...
    10981 Palavras 44 Páginas
  • Considerações em torno do processo de intertextualidade
    intertextual predominante. Em, Ainda vou a Portugal, de Cassiano Ricardo analisaremos o diálogo entre os textos levando em consideração a Estilização. E no ultimo texto a predominância da Paródia como recurso intertextual utilizado por Oswald de Andrade no poema Canto de regresso á pátria. Entre uma análise...
    3139 Palavras 13 Páginas
  • NAOSEI
                                                 Que é um poeta?                                              um homem                                              que trabalha um poema                                              com o suor do seu rosto                                              Um homem                                             ...
    884 Palavras 4 Páginas
  • MANIFESTOS LITERARIOS
    redescoberta do Brasil. Características: • O autor busca um fazer poético original e espontâneo, embora cite algumas diretrizes para a construção de um poema Pau-Brasil, como a síntese e o "desvio linguístico", por exemplo. Antagoniza com as formas de arte da época no Brasil, as quais ainda estavam completamente...
    728 Palavras 3 Páginas
  • Funções de linguagem
                                                 Que é um poeta?                                              um homem                                              que trabalha um poema                                              com o suor do seu rosto                                              Um homem                                             ...
    521 Palavras 3 Páginas