• Deficiência mental: da mediação à autonomia
    . Análise e clarificação do problema ........................................................................ 13 3. Deficiência intelectual e doença mental ................................................................ 15 4. A inclusão do deficiente intelectual na escola regular...
    7186 Palavras 29 Páginas
  • Relatorio de estagio inclusão
    fundamentais para o entendimento das suas relações com a vida.Sabemos que as crianças com deficiência mental têm dificuldades graves, tanto para aprender quanto de caráter geral, e isso sempre requer o ajuste da educação e a necessidade de cada um. Por isso, o deficiente mental deve ser estudado...
    4049 Palavras 17 Páginas
  • educação inclusiva
    Cegos do Brasil, no Rio de Janeiro, em 1924, o Instituto Padre Chico, em São Paulo e o Sodalício da Sacra Família, no Rio de Janeiro, em 1929. Além do surgimento dessas entidades privadas começaram às preocupações, por parte da República Escolar, com os deficientes mentais. A higiene era o ponto...
    2552 Palavras 11 Páginas
  • Clube do imperador
    alcançar esse objetivos . Foram feitas varias observações em sala de aula. Os resultados evidenciaram a dificuldade que os professores tem para mediar o conhecimento para os alunos portadores de deficiência mental. Quanto à gestão os resultados mostram a contradição entre as proposta políticas da escola...
    7017 Palavras 29 Páginas
  • inclusão
    EDUCAÇÃO ESPECIAL INCLUSIVA RESUMÃO AP1 AULA 1 – A EDUCAÇÃO ESPECIAL NA HISTÓRIA: DOS PRIMÓRDIOS ATÉ A IDADE MÉDIA OS DEFICIENTES NA ANTIGUIDADE  Muitas crianças que nasceram com má-formação, doentes ou aquelas consideradas anormais eram abandonadas em cestas com flores às margens do rio...
    8704 Palavras 35 Páginas
  • Educação especial
    demandam novos estudos sobre os aspectos diferenciais e funcionais da inteligência no deficiente mental. Sabemos que nos planos estratégicos que qualquer sujeito traça para atingir objetivos particularizados aparecem, ora mais, ora menos, essas oscilações, seja nos raciocínios mais complexos, como nos...
    7232 Palavras 29 Páginas
  • Plano de aula para deficientes
    /cardicas/braille.php • http://deficienciavisualsp.blogspot.com.br/2009/02/alfabeto-braille.html Plano de aula Deficiência Auditiva Justificativa: A Língua Brasileira de Sinais (LIBRAS) é utilizada por deficientes auditivos para a comunicação entre eles e entre...
    3042 Palavras 13 Páginas
  • o ensino da arte na s escolas de educação especial e inclusiva
    , visando solucionar alguns questionamentos dos professores Arte Educadores sobre a procedência de atuação das aulas com o alunos deficientes mentais nas escolas de educação especial e inclusiva. 3 A TRAJETÓRIA DA EDUCAÇÃO ESPECIAL É verdade corrente que todo o ser humano tem o direito à...
    6625 Palavras 27 Páginas
  • Assistência Educacional Especial (AEE): Estratégias de aulas para deficiências: visuais, auditivas, mentais, autismo, física.
     UNIVERSIDADE ESTÁCIO DE SÁ FÁBIA S. B. DA CONCEIÇÃO TENDÊNCIAS EDUCACIONAIS E EDUCAÇÃO INCLUSIVA. Assistência Educacional Especial (AEE): Estratégias de aulas para deficiências: visuais, auditivas, mentais, autismo, física. Niterói 2013 FÁBIA S. B. DA CONCEIÇÃO...
    2757 Palavras 12 Páginas
  • A Educação Especial no Brasil e o Atendimento Educacional Especializado para pessoas com Deficiência Mental nas Escolas Comuns
    de professores especializados e como estes devem trabalhar com esses alunos em sala de aula e o atendimento educacional para portadores de deficiência mental nas escolas abordando a necessidade do atendimento especializado, desenvolvimento de leis que atendam e asseguram um atendimento de qualidade...
    5533 Palavras 23 Páginas
  • Aprendizagem
    , orientação básica, TV escola e aula de Libras. Seu horário de funcionamento e das 07h30min às 13h30min no turno matutino e no vespertino de 12h00minÀs 18h00horas. Especial Infantil de 1º a 4º Série e estimulação precoce. A Escola atende deficiência Auditiva, visuais, mental, síndromes e múltipla. Em...
    3990 Palavras 16 Páginas
  • Educação inclusiva
    psicólogos, fonoaudiólogos, terapeutas ocupacionais, fisioterapeutas e médico neurologista. A Secretaria Municipal de Educação mantém apenas uma escola, onde funciona apenas uma sala de aula, no turno intermediário, totalizando 15 alunos deficientes, sendo a maioria deficiente mental e Down. Esta...
    16227 Palavras 65 Páginas
  • Plano de Ensino de Portadores de Necessidades Especiais
    . AULAS PROGRAMADAS DIA CH UNIDADES E SUBUNIDADES 07 14 21 28 12h/a Pesquisa de campo nas escolas, com habilidades motoras, verificando as dificuldades dos alunos especiais; Estrutura de planos de ensino que ajudem o professor a desenvolver atividades que melhore a...
    1321 Palavras 6 Páginas
  • Tenis para deficientes
    em 1897, deixou o cargo em 1924. 3 PLANEJAMENTO Para um professor que assume um grupo de alunos com deficiência mental para orientar na prática de exercícios físicos é preciso que este professor tenha em mente o plano de aula, e que neste plano as ideias de socialização, inclusão e...
    2024 Palavras 9 Páginas
  • A educação especial no brasil e no mundo
    inserção nos meios comuns de ensino, nos quais ele irá partilhar da língua utilizada, uma situação muito complexa e diferente daquela que poderá ser vivenciada pelos alunos com outras “necessidades especiais”, como os cegos, os deficientes mentais, os deficientes físicos,etc...
    18574 Palavras 75 Páginas
  • Educação Especial
    um programa de treinamento para crianças deficientes mentais, criou sistemas pedagógicos eficazes para a infância em geral. AULA 3: “HISTÓRIA DA EDUCAÇÃO ESPECIAL NO BRASIL ATÉ 1950” OBJETIVOS: Conhecer a história da Educação Especial no Brasil; Compreender a origem e o objetivo das...
    11400 Palavras 46 Páginas
  • O trabalho do pedagogo no espaço educativo
    elaborar um plano para reforço desse aluno, para que ele possa se desenvolver nos estudos e nos relacionamentos. Neste caso precisa haver um plano com disciplinas mais amplas que deverão ser levadas diretamente a ele. O aluno com deficiência, principalmente se a deficiência for mental, tem inúmeras...
    1321 Palavras 6 Páginas
  • A sexualidade do adolescente portador de deficiência mental
    constituída como um problema para educadores e educadoras. Aprender acerca deles e com eles deficientes mentais - significa abrir espaços na sala de aula para uma abordagem afetiva da sexualidade, significa compreender que é direito desses indivíduos conviver com crianças de sua idade cronológica...
    9958 Palavras 40 Páginas
  • IV SIMPÓSIO DE ESPORTE NA ESCOLA: BOAS PRÁTICAS DO ENSINO DO FUTEBOL
    prática seja de maneira amadora ou mesmo profissional. São os portadores de alguma deficiência física ou mental. Em tempos de Inclusão é importante que toda a escola conheça os direitos e as dificuldades que enfrentam os deficientes, e que no momento em que for inserido um indivíduo no cotidiano...
    475 Palavras 2 Páginas
  • O processo de inclusão de pessoas com necessidades especiais.
    do deficiente no mercado de trabalho, no entanto muitas experiências têm demonstrado que essa inclusão pode ser muito benéfica não só para o deficiente mental, mas para toda a sociedade. Hoje, no Brasil, milhares de pessoas com algum tipo de deficiência estão sendo discriminadas nas comunidades em...
    14486 Palavras 58 Páginas