Planejamento De Aulas Para Surdos E Mudos Trabalhos Escolares e Acadêmicos Prontos

  • libras

    restauradoras. Os surdos-mudos foram considerados e discriminados como portadores de deficiências mentais durante muito tempo devido às dificuldades de relacionamento, fato este que com o decorrer dos anos e com muita luta mudou. A surdez é mais que uma condição médica, para os indivíduos surdos, a surdez não...

      2769 Palavras | 12 Páginas  

  • Surdo e Mudos

    disciplina “Língua Brasileira de Sinais “sob orientação do professor tutor presente Michelle PinhoBrasíliaNovembro2012Libras e sua Cultura SurdaOs surdos, por norma são utilizadores de uma comunicação, espaço-visual, como principal meio de conhecer o mundo em substituição à audição e à fala, e podem...

      2264 Palavras | 10 Páginas  

  • PEPA

    Capítulo 1.3.3. 6 Planejamento 6 Capítulo 1.3.4. 6 Recursos utilizados 6 Capítulo 1 Primeira Intervenção Após nossas observações em sala de aula desde o primeiro semestre do ano letivo de 2014. Decidimos realizar nossa primeira intervenção em sala de aula, onde os participantes...

      741 Palavras | 3 Páginas  

  • Libras e didática

    conhecê-la desde 1700, buscando estudar diferentes técnicas de ensino e aprendizagem. Nesta mesma época Comenius já buscava ensinar aos professores a dar aula em salas cheias. Este ficou reconhecido como o Pai da didática moderna. Desde então vários estudiosos como: Dewey, Bloom vem tentando simplificar cada...

      7152 Palavras | 29 Páginas  

  • Fatore que interferem no desenvolvimento dos seres humanos

    Brasileira de Sinais “sob orientação do professor tutor presente Michelle Pinho Brasília Novembro 2012 Libras e sua Cultura Surda Os surdos, por norma são utilizadores de uma comunicação, espaço-visual, como principal meio de conhecer o mundo em substituição à audição e à fala, e podem...

      2301 Palavras | 10 Páginas  

  • inclusão

    característica, utilizar um símbolo referente a óculos. Pagina 37 Atividades 1. Navegue pela internet e colete mais dados sobre a história do surdo e a história da surdez. Em posse desses dados e a partir do conteúdo do capítulo, construa um quadro cronológico com aqueles fatos que julgar mais relevantes...

      4315 Palavras | 18 Páginas  

  • Laudo social

    LIBRAS, A COMUNICAÇÃO DOS SURDOS Em contato com o livro “LIBRAS? Que Língua é essa?” de Audrei Gesser e o filme “Filhos do silêncio”, podemos compreender como os surdos são e gostam de ser tratados na sociedade, podemos também perceber a importância da língua de sinais na vida dos mesmos. A autora...

      634 Palavras | 3 Páginas  

  • História da Educação dos Surdos

    LUISA DE MARILAC DE CASTRO SILVA A EDUCAÇÃO DOS SURDOS NO RIO GRANDE DO NORTE: da segregação à inclusão Natal/RN 2002 LUISA DE MARILAC DE CASTRO SILVA A EDUCAÇÃO DOS SURDOS NO RIO GRANDE DO NORTE: da segregação à inclusão Monografia...

      15386 Palavras | 62 Páginas  

  • Surdez na escola

    Linguagem6Primeiramente vamos falar sobre o conceito de surdez. É bastante comum ouvirmos as pessoas se referirem ao surdo como "mudo", ou pior, "mudinho", surdo-mudo, deficiente auditivo, entre outros. A maioria dos surdos não apresenta nenhuma deficiência no aparelho fonador, ou seja, seus órgãos internos e externos da...

      3855 Palavras | 16 Páginas  

  • fundamentos e metodologia de lingua portuguesa

    trabalho, ou seja, a história da primeira escola de Libras no Brasil, a inclusão dos surdos na sociedade, a quebra de preconceito e os avanços na parte educacional. Elaboramos atividades onde através disso o surdo pode se aumentar o seu aprendizado, essas atividades auxilia o profissional dentro de...

      1758 Palavras | 8 Páginas  

  • TRabalho de História

    diferentes, 2 DESENVOLVIMENTO SÉRIE: 7° SÉRIE ENSINO FUNDAMENTAL ANOS FINAIS TEMA; ESCRAVIDÃO NA PROVÍNCIA DE SANTA CATARINA TOTAL DE AULAS: 8 AULAS APROXIMADAMENTE CONTEÚDOS ESPECÍFICOS *ESCRAVIDÃO NO MEIO RURAL E URBANO *O TRÁFICO...

      3760 Palavras | 16 Páginas  

  • didatica e libras

    Preparação do aluno, apresentação, assimilação generalização e aplicação. As técnicas são: aulas expositivas, exercícios, demonstração didática entre outras. Dentro dessa prática temos os exemplos de modalidade de aulas expositivas: -dogmático-exegética: o professor é a autoridade -cognitiva: intermediária ...

      2728 Palavras | 11 Páginas  

  • relaorio sobre escola inclusiva

    Desenvolvimento Através da entrevista com a professora da disciplina de Ensino Religioso, Sra Fátima, recolhi dados sobre a inclusão de dois alunos surdo-mudos em uma escola municipal da cidade de Teófilo Otoni – MG. Primeiramente questionei sobre as adaptações físicas da escola, é uma escola de grande...

      924 Palavras | 4 Páginas  

  • Paper libras uniasselvi

    e deve acontecer. Os surdos ainda sofrem com a diversidade e o preconceito. Infelizmente a visão dos ouvintes é a de que vê o surdo como incapaz de opinar e de tomar decisões sobre seus próprios assuntos. O papel da língua de sinais na educação regula a vivência social dos surdos, pois promoverá um maior...

      2065 Palavras | 9 Páginas  

  • A criança e o pensamento lógico matemático

    naturais das comunidades surdas. Ao contrário do que muitos imaginam, as Línguas de Sinais não são simplesmente mímicas e gestos soltos, utilizados pelos surdos para facilitar a comunicação. São línguas com estruturas gramaticais próprias. Atribui-se às Línguas de Sinais o status de língua porque elas também...

      3439 Palavras | 14 Páginas  

  • Trabalho Libras

    Um pouco de história Ao final da aula, o aluno terá aprendido sobre os principais momentos da educação de surdos, bem como a forma que as diferentes visões de surdez influenciaram nesse processo educacional. As visões de surdez na Antiguidade A ideia social de surdez, desde a Antiguidade, na maioria...

      2692 Palavras | 11 Páginas  

  • Como Lidar Com A Defici Ncia Auditiva Na Escola

    surda iniciou aqui durante o Segundo Império quando Dom Pedro II trouxe o professor surdo francês Hernest Huet. Em 1857 foi fundado o Instituto Nacional de Surdos-Mudos (atual Instituto Nacional de Educação dos Surdos – INES). Em 1911 foi estabelecido o oralismo. DECLARAÇÃO DE SALAMANCA O princípio fundamental...

      861 Palavras | 4 Páginas  

  • Surdez em academias

    abordagem específica por parte das instituições, seja de ordem comportamental, seja social, física, emocional ou familiar. Por esta razão, o surdo só será também mudo se for constatada clinicamente deficiência na sua fala, impedindo-o de emitir sons. Portanto, a surdez e a mudez são duas deficiências completamente...

      6373 Palavras | 26 Páginas  

  • Relatório de Estágio

    estágio de observação para uma temporada de 50 horas. Procuramos identificar na prática os procedimentos e conceitos que foram abordados em sala de aula pela professora Shoko Kimura, além das questões suscitadas nos debates e leituras indicadas na disciplina. A Escola Estadual José Bonifácio está situada...

      3304 Palavras | 14 Páginas  

  • Projeto do tcc de libras

    Aprendendo uma segunda língua inclusiva: Libras. 1.2 PROBLEMAS DE PESQUISA Como os alunos com surdez desenvolvem o seu aprendizado em sala de aula diante das dificuldades de comunicação por falta de conhecimento de LIBRAS pela comunidade ouvinte? 1.3 OBJETIVOS GERAIS DA PESQUISA ...

      2863 Palavras | 12 Páginas  

tracking img