Perguntas E Respostas Sobre O Livro Capitães Da Areia artigos e trabalhos de pesquisa

  • Atividades aula sobre o livro Capitães da Arei

    conteúdos ou explorar outros pontos cobrados pelas avaliações externas. Em termos da sua estrutura geral, os roteiros se apresentam em duas versões: uma para o professor e outra para o aluno. Constituem-se internamente de texto gerador, atividades e respostas comentadas. O texto gerador é do gênero privilegiado pelo eixo bimestral do Currículo Mínimo, copiado e reproduzido para servir como ponto de partida de um trabalho que está previsto para percorrer duas semanas de aula. O texto, com direitos autorais...

    7358  Palavras | 30  Páginas

  • Trabalho Capitaes da areia

    8ºA Figura Feminina na obra Amado: ​ “Capitães da Areia” Orientado ​ de Jorge por: Luiza Moraes e Juliana Giannini 1º de junho 2015 1  “Vestidos de farrapos, sujos, semiesfomeados, agressivos, soltando palavrões e fumando pontas de cigarro eram, em verdade, os donos da cidade, os que a conheciam totalmente, os que totalmente a amavam, os seus poetas.” A obra de Jorge Amado, apresentada no 1º Trimestre, foi Capitães da areia​ , ​ um livro baseado na vida de meninos que viviam na...

    1538  Palavras | 7  Páginas

  • Direitos sociais de capitaes de areia

    UMA LEITURA DOS DIREITOS SOCIAIS EM CAPITÃES DE AREIA A DISCUSSION OF SOCIAL RIGHTS IN CAPITÃES DE AREIA Lusia Ribeiro Pereira Débora Elisa Marinho de Oliveira RESUMO A produção do conhecimento no Direito não pode se restringir à regulação social, a um ato de reprodução do conhecimento. É necessário que o aluno do curso de Direito deixe de ser espectador do seu processo de construção de conhecimento e se torne sujeito, no sentido de transformar e redefinir o Direito na sociedade. Nesta...

    5054  Palavras | 21  Páginas

  • Capitaes da areia

    Capitães da Areia Jorge Amado “A mãe do Gato morrera cedo. Era uma mulher frágil e bonita. Também tinha as mãos maltratadas, que esposa de operário não tem manicura. E era dela também aquele gesto de remendar as camisas de Gato, mesmo nas costas de Gato. A mão de Dora o toca de novo. Agora a sensação é diferente. Não é mais um arrepio de desejo. É aquela sensação de carinho bom, de segurança que lhe davam as mãos de sua mãe. Dora está por detrás dele, ele não vê. Imagina então que é sua mãe que...

    5020  Palavras | 21  Páginas

  • Resumo Capitães de Areia

    primeira parte do livro, que reúne diversas cartas e publicações de um jornal. Nesta parte é feita a introdução dos personagens que mais adiante protagonizarão a história. Não pode ser confundida, no entanto, com uma mera introdução formal – que poderia ser “pulada” sem maiores problemas -, ler as Cartas à Redação é essencial para entrar na atmosfera da obra como um todo: entender a estrutura da sociedade, seus personagens e suas opiniões. Cartas à Redação – Crianças ladronas O livro se inicia com...

    13856  Palavras | 56  Páginas

  • Capitães da areia

    Jorge Amado Capitães da areia Editora: Record Matilde: Jogávamos jogos de prenda. Andávamos de carro de boi. Morávamos em casa mal-assombrada. Conversávamos com moças e mágicos. Achavas a Bahia imensa e misteriosa. A poesia deste livro vem de ti. Para Aydano do Couto Ferras, José Olympio, José Américo de Almeida, João Nascimento Filho e para Anísio Teixeira, amigo das crianças. Cartas à redação CRIANÇAS LADRONAS AS AVENTURAS SINISTRAS DOS “CAPITÃES DA AREIA” – A CIDADE INFESTADA...

    72345  Palavras | 290  Páginas

  • TCC Capitaes de Areia

    1. INTRODUÇÃO Baseado no livro de Jorge Amado, Capitães de Areia, este trabalho tem por finalidade analisar a opressão social em várias vertentes, entre as quais: sexual, raça(etnia) e econômica. Buscamos aproximar o leitor das principais repressões sociais sofridas no livro e no Brasil. Jorge Amado, na obra, retrata de forma critica, as diferenças sociais existentes em Salvador (Bahia) nos anos de 1930. Sendo que tais opressões sociais persistem nos dias atuais de forma intensa. A opressão...

    5299  Palavras | 22  Páginas

  • Plano de aula sobre o livro capitães da areia

    Objetivos: 4 Desenvolvimento e estratégias: 4 Duração: 5 Resultados esperados: 5 Formas de Registro do processo: 6 Avaliação: 6 Introdução Realizamos passo a passo, um plano de aula, utilizando uma das grandes literaturas brasileiras “Capitães da Areia” de Jorge Amado, visando com as diferenças e semelhanças entre a Exclusão Social da primeira metade do século XX e a Exclusão Social do Brasil moderno. Desenvolvimento Contextualização: - O público alvo envolvido será alunos do Supletivo (EJA)...

    786  Palavras | 4  Páginas

  • Capitães de areia

    agora o areal do cais do porto. Por baixo da ponte não há mais rumor de ondas. A areia invadiu tudo, fez o mar recuar de muitos metros. Aos poucos, lentamente, a areia foi conquistando a frente do trapiche. Não mais atracaram na sua ponte os veleiros que iam partir carregados. Não mais trabalharam ali os negros musculosos que vieram da escravatura. Não mais cantou na velha ponte uma canção um marinheiro nostálgico. A areia se estendeu muito alva em frente ao trapiche. É nunca mais encheram de fardos...

    22958  Palavras | 92  Páginas

  • avaliação sobre Capitaes da areia

    amigo das festas, da música, do corpo das cabrochas. Malandro. Armador de fuzuês. Jogador de capoeira navalhista, ladrão quando se fizer preciso. Jorge Amado, Capitães de areia. O tipo cujo perfil se traça, em linhas gerais, neste excerto, aparece em romances como Memórias de um sargento de milícias, O cortiço, além de Capitães de areia. Essa recorrência indica que a) certas estruturas e tipos sociais originários do período colonial foram repostos durante muito tempo, nos processos de transformação...

    1224  Palavras | 5  Páginas

  • Peça Capitães da Areia

    LITERÁRIA Florianópolis - Junho de 2013 ANÁLISE LITERÁRIA Este trabalho foi elaborado para a obtenção de nota na disciplina de Língua Portuguesa e tem como princípio relatar sobre a obra de Jorge Amado, Capitães da Areia. Florianópolis - Junho de 2013 SUMÁRIO 1. Introdução . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .Página IV 2. Análise da obra . . . . . . ...

    1872  Palavras | 8  Páginas

  • CAPITAES DE AREIA SEMINARIO

    Vini CAPITÃES DE AREIA INTRODUÇÃO: Retrata o cotidiano de um grupo de meninos de rua, procura mostrar não apenas os assaltos e as atitudes violentas de sua vida bestializada, mas também as aspirações e os pensamentos ingênuos, comuns a qualquer criança. CLASSIFICAÇÃO : Romance CARACTERISTICAS: narrador - O romance é narrado em terceira pessoa, por um narrador onisciente (que sabe tudo o que ocorre). Essa característica narrativa possibilita que seja cumprida uma tarefa facilmente notada pelo...

    2132  Palavras | 9  Páginas

  • Professor - capitães de areia

    José: roubava livros, mas não vendia. Guardava-os e lia, ele adorava ler, gostava de saber das coisas e era o único que lia corretamente. João recebeu o apelido de professor porque, em um livro furtado, aprendeu a fazer mágica com lenços e também contava aquelas historias que lia e muitas que inventava. Só esteve na escola um ano e meio e tinha vocação para contar historias. Era respeitado, mas triste. Era um garoto magro, inteligente e calmo. Seu cabelo era castanho e caia sobre os olhos de míope...

    1757  Palavras | 8  Páginas

  • analise da linguagem do Livro Capitães da Areia

    Analise da Linguagem No romance Capitães da areia Jorge Amado faz uso da linguagem denotativa. As variações linguísticas aparecem nas falas dos personagens. Entre elas a variação geografica, no caso, a fala dos meninos é tipicamnete Bahiana Ex: “Toma, batuta. Tinha trapaça, eu não quero embolsar teu cobre...” página: 46. E as variações socioculturais, onde a maioria dos capitães era analfabeto Ex: “Deixa de conversa fiada, meu tio. Nós quer comer.” página: 47 A gíria também é muito utilizada...

    1336  Palavras | 6  Páginas

  • TMEDSP Exercicios E Gabarito Capitaes Da Areia

    Capitães da Areia – Exercícios e Gabarito Prof. Valdir Questão 1 (Fuvest) Leia o seguinte excerto de Capitães da areia, de Jorge Amado, e responda ao que se pede. O sertão comove os olhos de Volta Seca. O trem não corre, este vai devagar, cortando as terras do sertão. Aqui tudo é lírico, pobre e belo. Só a miséria dos homens é terrível. Mas estes homens são tão fortes que conseguem criar beleza dentro desta miséria. Que não farão quando Lampião libertar toda a caatinga, implantar a justiça e a liberdade...

    1821  Palavras | 8  Páginas

  • Capitães da Areia

    CAPITÃES DA AREIA Narrador e foco narrativo de Capitães da Areia Narrada em terceira pessoa, sendo o autor, Jorge Amado, apenas expectador. Ele se comporta, durante todo o desenvolvimento do tema, de maneira indiferente, criando e narrando os acontecimentos sem se envolver diretamente com eles. Os personagens de Capitães da Areia Pedro Bala (em cerca de 90% do livro, ele foi o chefe dos Capitães da Areia, retirando do poder Raimundo, o antigo líder), Dora (chega no meio do romance com treze...

    517  Palavras | 3  Páginas

  • Avaliação "capitães da areia" jorge amado

    "O livro é uma extensão da memória e da imaginação." – Jorge Luís Borges 1. (UFPE) "Irmão ... é uma palavra boa e amiga. Se acostumaram a chamá-la de irmã. Ela também os trata de mano, de irmão. Para os menores é como uma mãezinha. Cuida deles. Para os mais velhos é como uma irmã que brinca inocentemente com eles e com eles passa os perigos da vida aventurosa que levam. Mas nenhum sabe que para Pedro Bala, ela é a noiva. Nem mesmo o Professor sabe. E dentro do seu coração Professor também a chama...

    1574  Palavras | 7  Páginas

  • resenha capitães da areia

    Ler é Incrível ▼ 7 de abril de 2013 Resenha: Capitães da Areia - Jorge Amado Livro: Capitães da Areia Autor: Jorge Amado Editora: Companhia das Letras Páginas: 294 ISBN: 9788535911695 Ano: 2010 Classificação: 5 (Ótimo) MUST READ "Publicado em 1937, pouco depois de implantado o Estado Novo, este livro teve a primeira edição apreendida e exemplares queimados em praça pública de Salvador por autoridades da ditadura. Em 1940, marcou época na vida literária brasileira, com nova edição...

    994  Palavras | 4  Páginas

  • Capitães da Areia e Jorge Amado

    ..08 Resumo.............................................................................................................09 Primeira parte - Cartas a redação.....................................................................10 Segunda parte - Sobre a lua num velho trapiche abandonado.........................12 Terceira parte - Noite da grande paz, da grande paz dos teus olhos................19 Quarta parte - Canção da Bahia, canção da liberdade......................................25 Conclusão...

    6334  Palavras | 26  Páginas

  • Capitães de Areia

     Trabalho de Literatura Obra: Capitães de Areia Autor: Jorge Amado Ano: Publicado em 1937 Bibliografia do Autor: Jornalista e romancista, Jorge Amado nasceu na fazenda Auricídia, no distrito de Ferradas, município de Itabuna, sul da Bahia, em 10 de agosto de 1912, na fazenda Auricídia, era filho do fazendeiro de cacau João Amado de Faria e de Eulália Leal Amado. Foi para Ilhéus com um ano de idade e lá passou toda a sua infância. A vasta...

    2741  Palavras | 11  Páginas

  • resumo capitaes da areia

    Título: Capitães da Areia Autor: Jorge Amado Editora: Companhia das Letras A história crua e comovente de meninos pobres que moram num trapiche em Salvador e clássico absoluto dos livros sobre a infância abandonada, assombrou e encantou várias gerações de leitores e permanece hoje tão atual quanto na época em que foi escrito. Pedro Bala, João Grande, Dora, Sem-Pernas, Professor, Boa-Vida, Pirulito, Volta-Seca, Gato, Zé Fuinha e João-de-Adão. Estes são todos os personagens importantes do belo...

    652  Palavras | 3  Páginas

  • Capitaes De Areia

    Capitães da Areia jorge amado Epígrafe O Amor Talvez, quem sabe, um dia Por uma alameda do zoológico Ela também chegará Ela que também amava os animais Entrará sorridente assim como está Na foto sobre a mesa Ela é tão bonita Ela é tão bonita que na certa eles a ressuscitarão O século 30 vencerá O coração destroçado já Pelas mesquinharias Agora vamos alcançar Tudo que não podemos amar na vida Com o estrelar das noites inumeráveis Ressuscita-me Ainda que mais não seja Porque sou poeta e ansiava o...

    11345  Palavras | 46  Páginas

  • Resumo dos livros para FUVEST/UNICAMP

    "Viagens na minha terra" Sobre Almeida Garrett Almeida Garrett nasceu na cidade do Porto, Portugal, em 1799, com o nome de batismo de João Leitão da Silva. Durante sua época de estudante de Direito, em Coimbra, passou a adotar o nome que o tornaria célebre: Almeida Garrett. Participou da revolução liberal e ficou exilado na Inglaterra em 1823. Durante esse tempo, casou-se e teve contato com o movimento romântico inglês. Em 1824 mudou-se para França e escreveu Camões e Dona Branca, obras que...

    20888  Palavras | 84  Páginas

  • Resumo do livro

    Resumo do livro Os Capitães da Areia são um grupo de meninos de rua. O livro é dividido em três partes. Antes delas, no entanto, há uma seqüência de pseudo-reportagens, explica-se que os Capitães da Areia são um grupo de menores abandonados e marginalizados, que aterrorizam Salvador. Os únicos que se relacionam com eles são Padre José Pedro e uma mãe-de-santo. O Reformatório é um antro de crueldades, e a polícia os caçam como os adultos antes do tempo que são. PERSONAGENS - Pedro Bala: chefe...

    2438  Palavras | 10  Páginas

  • Resumo (teatro): Capitães Da Areia - Jorge Amado

    1 - CAPITÃES DA AREIA LOCUTOR – O assunto que não cala: Crianças ladronas - As aventuras sinistras dos "Capitães da Areia"! Já ontem houve mais um assalto! O bando, que vive da rapina, se compõe, pelo que se sabe, de um número superior a 100 crianças das mais diversas idades, indo desde os 8 aos 16 anos. Crianças que, naturalmente devido ao desprezo dado à sua educação por pais pouco servidos de sentimentos cristãos, se entregaram no verdor dos anos a uma vida criminosa. São chamados de "Capitães...

    9327  Palavras | 38  Páginas

  • Livros fuvest 2012

    segunda em Portugal, na serra. O romance traz descrições minuciosas das cenas, como se colocassem o leitor dentro delas, e os seus personagens se caracterizam como tipos sociais, assim os quadros em que se passam as ações tornam-se vivos quando se lê o livro. Desenvolvimento da obra A Cidade e as Serras A obra desenvolve-se em dois lugares: Paris e interior de Portugal. O romance é narrado por um personagem, José Fernandes, amigo do personagem principal, Jacinto. Conta a história de Jacinto que vivia...

    8003  Palavras | 33  Páginas

  • Análise literária de livros da Fuvest2014

    prostituindo-se: Leonie e Pombinha. Conclusão “O Cortiço” é uma obra muito consagrada, a qual retrata a vida de pessoas, como o próprio nome já denuncia, em um cortiço. Esses indivíduos tem de conviver mutuamente, mesmo com suas diferenças e desavenças. O livro mostra tudo de uma forma mais naturalística, animalizando seus personagens, e introduzindo aspectos como, instintos e sexualidade arraigada, muito presente na personagem Rita Baiana, por exemplo. Na obra há uma gama de personagens trabalhadores,...

    5587  Palavras | 23  Páginas

  • Livro

    cientista, amigo seu, residente em Manaus: “Obséquio providenciar remessa 1 ou 2 macacos”. Necessitava ele de fazer algumas inoculações em macaco, animal difícil de ser encontrado na localidade. Um belo dia, já esquecido da encomenda, recebeu resposta: “Providenciada remessa 600 restantes seguirá oportunamente”. Não entendeu bem: o amigo lhe arranjara apenas um macaco, por seiscentos cruzeiros? Ficou aguardando, e só foi entender quando o chefe da estação veio comunicar-lhe: -Professor,...

    17735  Palavras | 71  Páginas

  • Trabalho sobre o livro capitães da areia

    Capitães da Areia Jorge Amado BIBLIOGRAFIA Jorge Amado de Farias nasceu em 10 de agosto de 1912, em Itabuna, Bahia. Passou a infância entre sua cidade natal e Salvador. Estudou por muitos anos em escola de regime interno onde começou a desenvolver seu lado de escritor com a criação de jornaizinhos como “A luneta”, “A Pátria” e “A Folha”, do grêmio estudantil. Em 1927, começa a trabalhar como repórter no “Diário da Bahia”.   Em 1931, é aprovado na faculdade de Direito da...

    2880  Palavras | 12  Páginas

  • Resenha Crítica sobre Capitães de Areia

    Jorge Amado ao escrever Capitães de Areia teve como intenção mostrar a realidade dos meninos de rua da Bahia, chamando atenção para os motivos nos quais os levam a passar por situações degradantes nas vielas não só no Estado em questão, mas sim em todo o país. Escancarando para os que ainda desconhecem ou para aqueles que apenas fecham os olhos e fingem não ver, mesmo sendo coniventes. Em várias passagens do livro o autor se posiciona favorável aos Capitães, por eles apenas serem meninos marginalizados...

    856  Palavras | 4  Páginas

  • Rezenha do livro capitães de areia

    Com livros traduzidos para diversos idiomas, suas obras refletem a realidade dos temas, paisagem, dramas humanos, secas e migração. Escritor desde a adolescência, Jorge Amado segue o estilo literário do romance moderno. Em seus livros existe o domínio do físico sobre a consciência. Suas personagem geralmente são plantadores de cacau, pescadores, artesãos e gente que vive próximo ao cais, em Salvador, capital da Bahia . Resumo do livro Capitães de Areia Os Capitães da Areia é um grupo...

    955  Palavras | 4  Páginas

  • Análise Literária Capitães da Areia

    de Guerra são criações suas, além de Dona Flor e Seus Dois Maridos e Tenda dos Milagres. A obra literária de Jorge Amado conheceu inúmeras adaptações para cinema, teatro etelevisão, além de ter sido tema de escolas de samba por todo o Brasil. Seus livros foram traduzidos em 55 países, em 49 idiomas, existindo também exemplares embraille e em fitas gravadas para cegos. Jorge Amado é conhecido por ser um escritor que cria narradores que aderem às causas das personagens mais necessitadas, excluídas...

    1988  Palavras | 8  Páginas

  • Analise Literária do Livro Capitães da Areia

    Analise Literária da Obra Capitães da Areia (Jorge Amado) Bibliografia Jorge Amado nasceu a 10 de agosto de 1912, na fazenda Auricídia, no distrito de Ferradas, município de Itabuna, sul do Estado da Bahia. Filho do fazendeiro de cacau João Amado de Faria e de Eulália Leal Amado. Foi eleito, em 6 de abril de 1961, para a cadeira de número 23, da Academia Brasileira de Letras, que tem por patrono José de Alencar e pôr primeiro ocupante Machado de Assis. Seu primeiro romance - “O País do Carnaval”...

    2087  Palavras | 9  Páginas

  • Capitães da areia

    Sumário o Contexto histórico de Capitães da Areia; o Movimento literário; o A linguagem de Capitães da Areia; o Narrador e foco narrativo de Capitães da Areia; o O espaço/tempo em Capitães da Areia; o Sobre o autor; o Principais obras; o Sobre o livro; o Personagens; o Enredo; o Desfecho; o Importância do Livro. Contexto histórico de Capitães da Areia A obra, escrita na década de 1930, tem relação com o colapso econômico do Brasil após a queda da Bolsa de Nova York. Foi quando...

    1052  Palavras | 5  Páginas

  • Análise do livro capitães de areia

    Análise do livro Capitães da Areia de Jorge Amado e os problemas sociais narrado na história Jorge Amado, Escritor da Crônica Romântica Capitães da Areia publicada no de 1937 mostrou vários problemas sociais brasileiro nesta obra literária. Além de reclamar a liberdade de religião de uma forma discreta, pois nos anos 30 a religião católica era a única reconhecida pelo governo. Algumas pessoas confirmam essa tese simplesmente porque Jorge Amando quando eleito deputado no ano de 1946 colocou no...

    5090  Palavras | 21  Páginas

  • Capitães de areia

    Título: LivroCapitães de Areia” na Visão Pedagógica Introdução Objetivos Este artigo tem como objetivo refletir sobre menores e crianças abandonadas, que sem uma educação de qualidade, são automaticamente excluídos por uma sociedade severamente capitalista. Abordando assuntos como e porque crianças fora da escola ou sem respeito e dignidade se revoltam e se tornam adultos violentos e revoltados. Utilizando a obra de Jorge Amado para abordar esses fatos, que hoje sem dúvidas é motivo...

    4010  Palavras | 17  Páginas

  • Capitães de areia

     Introdução Nosso trabalho se fala sobre O livro capitães de areia de Jorge Amado que conta a estória de meninos atrevidos, espertos, ladrões, que não possuem comida e nenhuma instrução de como sobreviver na vida.E que se uniram por : serem órfãos, abandonados,ou por que fugiram dos abusos e maus tratos recebidos em casa. Antes de começar a estória há uma sequencia de reportagens e depoimentos, explicando que os capitães da areia é um grupo de crianças abandonadas, que aterrorizam Salvador...

    2337  Palavras | 10  Páginas

  • Capitaes de Areia - Livro

    RELAÇÕES COM OUTRAS OBRAS 1- “VIDAS SECAS”, de Graciliano Ramos - Caráter determinista das personagens Em ambos os livros há personagens que são retratos da exclusão social: Fabiano e sua família, em “Vidas Secas”, e os meninos abandonados, em “Capitães da Areia”, são pobres e marginalizados, tendo que fazer o máximo possível para sobreviver com as condições impostas pelo meio em que vivem. Desse modo, suas características psicológicas e personalidade são determinadas pelo ambiente em que vivem...

    3318  Palavras | 14  Páginas

  • Capit es da areia

    CAPITÃES DA AREIA AUTOR: JORGE AMADO BIOGRAFIA Jorge Amado de Faria  Nasc.: 10/08/1912 – Itabuna – Bahia Filho de João Amado de Faria e Eulália Leal  1922 – cria o jornalzinho “A Luneta” para vizinhos e parentes  1931- Faculdade de Direito da Universidade do Rio de Janeiro e é publicado seu primeiro romance: “O país do carnaval”  1932 – aproxima-se da militância esquerdista, lança “Cacau” e o ciclo de romances urbanos  1936 – 1ª prisão por participar da Intentona Comunista  1942 – preso...

    631  Palavras | 3  Páginas

  • Livro capitães da areia

    Titulo: “Capitães da areia”, de Jorge Amado. Dados biográficos do autor: Jorge Amado nasceu em Itabuna (BA), em 10 de agosto de 1912, e passou a infância em Ilhéus. Aos 19 anos surpreendeu a crítica e o público com o lançamento do romance "O País do Carnaval". Desenvolveu uma literatura politicamente engajada e, nos anos seguintes, publicou "Cacau" (1933), "Suor" (1934), Jubiabá" (1935) e "Capitães da Areia" (1937).  Fez os estudos universitários no Rio de Janeiro, formando-se bacharel em...

    2264  Palavras | 10  Páginas

  • Capitães da areia - apostila de estudo

    Capitães da Areia – Jorge Amado Biografia do Autor Jorge Amado, um dos representantes do ciclo do romance baiano, nasceu em Itabuna, Bahia, em 10 de agosto de 1912. É considerado é dos principais representantes do romance regionalista da Bahia. Este romancista brasileiro é um dos mais lidos no Brasil e no mundo. Com livros traduzidos para diversos idiomas, suas obras refletem a realidade dos temas, paisagens, dramas humanos, secas e migração. Escritor desde a adolescência, Jorge Amado segue...

    1279  Palavras | 6  Páginas

  • Resumo do livro capitães da areia

    Capitães da Areia é um romance de autoria do escritor brasileiro Jorge Amado, publicado em 1937. O livro retrata a vida de um grupo de menores abandonados, chamados de "Capitães da Areia", ambientado na cidade de Salvador dos anos 30. Personagens O grupo de menores abandonados que recebe o nome de Capitães da Areia traz em comum a pobreza, a vida insalubre, uma vaga revolta contra o mundo hostil, a liberdade que encontra nas ruas, a lealdade grupal e uma certa maturidade prematura que, contudo...

    675  Palavras | 3  Páginas

  • resenha do livro "capitães da areia" e biografia de jorge amado

    Jorge Amado Vida e principais livros deste importante escritor brasileiro, seus romances. Jorge Amado: um dos principais escritores da literatura brasileira Biografia Jorge Amado, um dos representantes do ciclo do romance baiano, nasceu em Itabuna, Bahia, em 10 de agosto de 1912. É considerado é dos principais representantes do romance regionalista da Bahia. Este romancista brasileiro é um dos mais lidos no Brasil e no mundo. Com livros traduzidos para diversos idiomas, suas obras refletem...

    5009  Palavras | 21  Páginas

  • Resenha critica do livro capitães de areia

    Fernandes Data: 13 / 06 / 2011 Serie: 3º M1 Professora: Cristiane Aluna: Brunna Almeida RESENHA CRITICA DE: CAPITÃES DE AREIA – Jorge Amado. Capitães de Areia é um romance de autoria do escritor brasileiro Jorge Amado, a obra foi escrita na primeira fase da carreira de Jorge Amado e foi publicada em 1937, o livro retrata a vida de menores abandonados. Os “Capitães de Areia”, nome pelo qual eram conhecidos os “meninos de rua” na cidade de Salvador dos anos 30, retratam os meninos como moleques...

    948  Palavras | 4  Páginas

  • Capitães de areia

    . E se nós não tivéssemos infância? Meu principal objetivo ao fazer esse texto é mostrar o quanto a infância é importante para a educação e para o desenvolvimento de uma criança. Na obra “ Os Capitães de Areia “ os meninos, sem-pernas, Pedro Bala e Pirulito (esses não são todos os personagens do livro, são os três que eu escolhi para me aprofundar melhor no assunto), são garotos de rua que tem cada um a sua historia e os seus motivos para estar onde estão. Como o sem pernas que apesar de sempre...

    2410  Palavras | 10  Páginas

  • Resumo do livro capitães de areia

    Capitães de Areia Os Capitães da Areia é um grupo de meninos de rua. O livro é dividido em três partes. Antes delas, no entanto, via uma seqüência de pseudo- reportagens, explica-se que os Capitães da Areia é um grupo de menores abandonados e marginalizados, que aterrorizam Salvador. Os únicos que se relacionam com eles são Padre José Pedro e uma mãe-de-santo. O Reformatório é um antro de crueldades, e a polícia os caçam como os adultos antes do tempo que são. A primeira parte em si, "Sob a lua...

    763  Palavras | 4  Páginas

  • Sintese do Livro Capitães da Areia

    CAPITÃES DA AREIA: Neste contexto o Autor Jorge Amado pertence ao modernismo. 1- Segunda fase modernista- contexto histórico ( 1930/1945): Neste período vivia-se um colapso, que vinha sofrendo grandes consequências por conta da crise de 1929 e da Segunda Guerra Mundial. Foi quando o Brasil viveu a tranformação da década de 30, gerado por jovens militares da população de classe média. Jorge Amado foi um dos mais importantes militantes neste período e um dos autores responsavel pela criação...

    2194  Palavras | 9  Páginas

  • Personagens-capitães da areia

    personalidade. Capitães da Areia é um livro de autoria do escritor Jorge Amado, publicado em 1937. O romance, que retrata o cotidiano de um grupo de meninos de rua, procura mostrar não apenas os assaltos e as atitudes violentas de sua vida bestializada, mas também as aspirações e os pensamentos ingênuos, comuns a qualquer criança. É importante ressaltar que a obra não possui um personagem principal. Para indicar um protagonista, o mais apropriado seria apontar o conjunto do bando, ou seja, os Capitães da Areia...

    1810  Palavras | 8  Páginas

  • Capitães da areia

    1) Indique as principais características do estilo literário de Jorge Amado, apresentando seus principais traços. 2) Retire do romance Capitães da Areia trechos que exemplifiquem as características de Jorge Amado citadas no exercício anterior. Indique qual característica cada trecho representa. 3) A ficção da década de 1930 deu continuidade ao projeto modernista e acentuou a literatura regionalista, de caráter neo-realista, preocupada em apresentar as desigualdades sociais do Brasil. Houve...

    604  Palavras | 3  Páginas

  • capitaes da areia e vidas secas

    DESENVOLVIMENTO Capitães da Areia (Jorge Amado) Nesta história os personagens são: Pedro Bala (adolescente de 15 anos loiro, respeitava a todos, era esperto, chefe dos Capitães da Areia, e posteriormente passou a comandar os Índios Maloqueiros em Aracaju, assim organizando greves e se tornando perigoso para seu inimigo), Professor (magro, sabia ler, calmo, inteligente, organizava os roubos dos Capitães da Areia, posteriormente foi para o Rio de Janeiro para pintar), Gato (mais bonito da turma...

    1706  Palavras | 7  Páginas

  • Anasile do livro capitaes da areia

    10Desenvolvimento da obra Capitães da Areia PAGEREF _Toc402826083 \h 10Problemática da obra Capitães da Areia PAGEREF _Toc402826084 \h 10Clímax da obra Capitães da Areia PAGEREF _Toc402826085 \h 11Desfecho da obra Capitães da Areia PAGEREF _Toc402826086 \h 11A linguagem de Capitães da Areia PAGEREF _Toc402826087 \h 11O espaço/tempo em Capitães da Areia PAGEREF _Toc402826088 \h 11Narrador e foco narrativo de Capitães da Areia PAGEREF _Toc402826089 \h 11Contexto histórico de Capitães da Areia PAGEREF _Toc402826090...

    4670  Palavras | 19  Páginas

  • Resenha Capitães da Areia

    Resenha do livroCapitães da Areia” A obra Capitães da Areia, de Jorge Amado, publicada em 1937, entrou para a história da literatura brasileira. O motivo maior de tal importância literária foi por ser um romance de protesto, na qual o autor descreve as precárias condições da época e denuncia o problema dos menores abandonados e dos infratores que desafiavam a polícia e a sociedade. O romance é Modernista, pertencendo à segunda fase, por apresentar a preocupação sociopolítica, a denúncia das...

    766  Palavras | 4  Páginas

  • Capitaes De Areia

    CAPITÃES DA AREIA A história se passa na cidade de Salvador, capital da Bahia, entre 1918 e 1935, aproximadamente, tendo como cenário as ruas e as areias das praias de Salvador. Grande parte da história se passa no trapiche, um velho armazém abandonado no cais do porto, um lugar que não era público nem privado, mas um espaço degradado e marginal, que os Capitães da Areia tomam posse. O trapiche era infestado por ratos, indicando as más condições a que os meninos do bando estão submetidos. Capitães...

    6201  Palavras | 25  Páginas

  • capitaes da areia conclusao

    CONCLUSÃO A elaboração da obra Capitães de Areia resultou da vivência intensa do autor nas ruas, becos e ladeiras da cidade, onde mostra a desigualdade social e a discriminação entre as raças, numa sociedade que se negava a reconhecer que somente os ricos tinham privilégios. A triste conclusão é que continuam a fazer parte da história da pátria, meninos novos dominados e excluídos, apesar de freqüentarem cada vez mais espaços públicos, não tem a oportunidade de ter uma educação de qualidade,...

    1963  Palavras | 8  Páginas

  • Resenha capitães da areia

    hoje, daí o caráter sempre atual e o sucesso internacional de suas obras. Um dos seus melhores romances, Capitães da Areia, recheado de muita ação, aventura, comédia e drama, escrito em 1937, pouco depois da implantação do Estado Novo por Getúlio Vargas, mostra o problema do menor abandonado e suas consequências na sociedade: a violência, a criminalidade, e a prostituição. Os Capitães da Areia vivem em um galpão abandonado, o qual chamam de trapiche. Lá se escondem da polícia, dividem as coisas...

    604  Palavras | 3  Páginas

  • Livro Capitoes da areia

     Capitães da Areia Murilo Augusto Krugner Almeida Leite n°27 Professora: Paula Dois Córregos 2013 Capitães da Areia Capitães da Areia Autor (es) Jorge Amado País Brasil Linha de tempo da história Década de 1930 Espaço onde decorre a história Salvador (Bahia) Lançamento 1937 Capitães da Areia é um romance de autoria do escritor brasileiro Jorge Amado, publicado em 1937. O livro retrata a vida de um grupo de menores abandonados, chamados...

    2021  Palavras | 9  Páginas

  • Analise de Capitães da Areia

    se estrutura sobre cincos elementos, sem os quais ela não existe. A saber: Enredo, personagens, tempo, ambiente e narrador.” Enredo Capitães da areia retrata a vida de crianças que não tinham família e de crianças que fugiam de casa por causa das brigas familiares. Eles viviam nos cais das redondezas, esses furtos tornou os capitães da Areia muito conhecido pela polícia e pelo juizado de menor. Como diz Fernando Marcilio, mestre em Teoria Literária pela Unicamp “Capitães da Areia faz referência...

    1542  Palavras | 7  Páginas

  • Resenha do livro os capitães da areia

    Os Capitães da Areia são um grupo de meninos abandonados que vivem do furto. O livro é dividido em três partes. Antes delas, no entanto, via uma sequência de pseudo-reportagens, explica-se que os Capitães da Areia são um grupo de menores abandonados e marginalizados, que aterrorizam Salvador. Os únicos que se relacionam com eles são Padre José Pedro e uma mãe-de-santo. O Reformatório é um antro de crueldades, e a polícia os caçam. A primeira parte em si, "Sob a lua, num velho trapiche abandonado"...

    849  Palavras | 4  Páginas

  • Capitaes da Areia

    representantes do romance regionalista da Bahia. Este romancista brasileiro é um dos mais lidos no Brasil e no mundo. Com livros traduzidos para diversos idiomas, suas obras refletem a realidade dos temas, paisagens, dramas humanos, secas e migração.    Escritor desde a adolescência, Jorge Amado segue o estilo literário do romance moderno. Em seus livros existe o domínio do físico sobre a consciência. Suas personagens geralmente são plantadores de cacau, pescadores, artesãos e gente que vive próximo ao...

    2564  Palavras | 11  Páginas

  • capitaes

    Resenha Critica da Obra “Capitães da areia”. Resumo Nesta resenha veremos um pouco sobre o romance modernista de Jorge Amado “Capitães da areia”, sobre a história de caráter neo-realista, preocupada em apresentar as desigualdades sociais no Brasil com a retratação do regionalismo nordestino. A historia é contada em 3° pessoa por narrador onisciente com linguagem coloquial, regional de discurso indireto. Em Capitães de Areia além da sua temática, sua estrutura...

    1065  Palavras | 5  Páginas

tracking img