• Acadêmica
    parte deste trabalho aqui apresentado (posições à cerca da ciência, suas metodologias e o assunto do livro abordado) serviram como modo de reflexão para respondermos à pergunta-chave da disciplina: “o que é o alienista, hoje?”. É necessário expormos que as reflexões aqui inferidas são independentes...
    4135 Palavras 17 Páginas
  • Mist. casa verde
    , contou-lhe o que tinha acontecido. —E agora, Leo? O que é que a gente faz? Leo, o inteligente e sábio Leo, não tinha resposta para essa pergunta. Mas prometeu pensar a respeito. Marcaram um encontro para daí a dois dias, na pizzaria. —Leve o livro — disse Arturzinho. — Eu preciso ler O alienista...
    17954 Palavras 72 Páginas
  • gestao industrial
    maneira racional conserva ainda uma intensa força na percepção das relações intergrupais”. (ELIAS; SCOTSON, 2000, p. 36). A busca incessante por esse ideal de razão é bem exposto e satirizado por Machado de Assis em seu livro intitulado O alienista , 3 publicado em 1882. O livro tem como...
    5641 Palavras 23 Páginas
  • Resenha do livro o alienista
    resposta. “Meus senhores, a ciência é coisa séria, e merece ser tratada com seriedade. Não dou razão dos meus atos de alienista a ninguém, salvo aos mestres e a Deus. Se quereis emendar a administração da Casa Verde, estou pronto a ouvir-vos; mas, se exigis que me negue a mim mesmo, não ganhareis nada...
    2450 Palavras 10 Páginas
  • alienista
    pergunta aos mesmos quais são seus defeitos, seus desvios, suas inimizades e todos prontamente responderam de forma honesta que ele não tinha nada que o desmerecesse, era um sujeito digno, louvável, honesto e admirável. Tal resposta convenceu de vez o alienista de que o louco era ele e só restava se...
    1283 Palavras 6 Páginas
  • alienista
    respondeu logo que onze mortos e vinte e cinco feridos. —Onze mortos e vinte e cinco feridos! repetiu duas ou três vezes o alienista. E em seguida declarou que o alvitre lhe não parecia bom mas que ele ia catar algum outro, e dentro de poucos dias lhe daria resposta. E fez‑lhe várias perguntas...
    18422 Palavras 74 Páginas
  • Atooa
    a derrota seria a prisão ou talvez a forca ou o degredo. Infelizmente a resposta do alienista diminuíra o furor dos sequazes. O barbeiro, logo que o percebeu, sentiu um impulso de indignação e quis bradar-lhes:— Canalhas! covardes! —mas conteve-se e rompeu deste modo: Meus amigos, lutemos até o...
    16599 Palavras 67 Páginas
  • O Alienista
    respondeu logo que onze mortos e vinte e cinco feridos. —Onze mortos e vinte e cinco feridos! repetiu duas ou três vezes o alienista. E em seguida declarou que o alvitre lhe não parecia bom mas que ele ia catar algum outro, e dentro de poucos dias lhe daria resposta. E fez-lhe várias perguntas...
    18133 Palavras 73 Páginas
  • LOUCURA E IRONIA EM “O ALIENISTA”, DE MACHADO DE ASSIS
    realizado por obter respostas às suas perguntas, desvendando os mistérios que afligem a mente humana. Tal passagem serve de crítica a ele mesmo, um médico que ansiava pela cura dos males do cérebro, representando a classe de cientistas que se preocupavam apenas nas glórias futuras, serem reconhecidos por...
    3048 Palavras 13 Páginas
  • Modernismo
    crítico parte para a resposta à seguinte pergunta: quem, dentre os modernistas brasileiros, foi verdadeiramente moderno?  O primeiro nome da lista é, como era de se esperar, Machado de Assis. Ao propor, pela ficção, uma reflexão acerca das próprias potencialidades da narrativa, no seu confronto com o...
    5372 Palavras 22 Páginas
  • Machado de Assis
    gênero literário valorizado. Obra: “A Semana” (várias crônicas escritas entre 1892 e 1897 para a Gazeta de Notícias) POESIA Suas poesias possuem um tom reflexivo. - “Círculo Vicioso” - “Soneto de Natal” - “Perguntas sem resposta” - “A Carolina” TEATRO  Suas peças, embora fossem boas, não...
    645 Palavras 3 Páginas
  • machado de assis
    degredo. Infelizmente, a resposta do alienista diminuíra o furor dos sequazes. O barbeiro, logo que o percebeu, sentiu um impulso de indignação, e quis bradar-lhes: — Canalhas! covardes! — mas conteve-se, e rompeu deste modo: — Meus amigos, lutemos até o fim! A salvação de Itaguaí está nas vossas mãos...
    58145 Palavras 233 Páginas
  • Ficha de leitura
    diagnóstico de “loucura lúcida”. Ironicamente, a “libertação” acaba por passar pela publicação de cartas num jornal concorrente, A Capital, e pelo lançamento de um livro, o qual origina, por sua vez, um livro-resposta de Alfredo da Cunha. Estávamos na segunda década do século passado e ingredientes não...
    8429 Palavras 34 Páginas
  • Contos avulsos da literatura
    pergunta, mas respondeu logo que onze mortos e vinte e cinco feridos. — Onze mortos e vinte e cinco feridos! repetiu duas ou três vezes o alienista. E em seguida declarou que o alvitre lhe não parecia bom, mas que ele ia catar algum outro, e dentro de poucos dias lhe daria resposta. E fez-lhe...
    55245 Palavras 221 Páginas
  • O LATIM NA SALA DE AULA
    ? Analisando as respostas dos alunos, de uma forma geral, depreende-se que o Latim tem pouco ou nenhum espaço na sala de aula, os estudos léxicos, morfológicos e sintáticos parecem se desenrolar apenas a partir do livro didático e o professor contenta-se com isso; o aluno estuda Língua Portuguesa...
    1690 Palavras 7 Páginas
  • Cst em logistica
    respostas, o que demora é o tempo das perguntas" ________________________________________________________________________________ Vamos agora dar uma pequena parada nesta leitura e promover uma reflexão: - O ensino na escola se preocupa mais com a capacidade de resposta do aluno ou com a sua...
    30672 Palavras 123 Páginas
  • Machado de Assis
    ? Henrique Paes por única resposta deu a Atanásio o papel que trazia na mão. — Que é isto? — E a resposta à sua pergunta. Atanásio chegou-se para a luz, tirou os óculos do bolso, pô-los no nariz e leu o papel. Durante este tempo, Leonardo tinha a boca aberta sem compreender nada. Quando o velho chegou...
    10203 Palavras 41 Páginas
  • Foucault: História da Loucura vs Doença Mental e Personalidade
    tentaram responder a essas perguntas em seus trabalhos; um que se destacou nesta tentativa foi Michel Foucault, que ao longo de sua vida dedicou boa parte dos seus estudos à responder tais questões. “Doença mental e personalidade”, publicado em 1954, é um livro que explicita o antigo pensamento de...
    2521 Palavras 11 Páginas
  • Lalala
    Iraque depois da guerra”. “Harry Potter, Querido John, porque é um livro de romance muito completo e bem feito”. A Cabana. Pequeno Príncipe. O Alienista “porque a história é interessante”. Quando foi perguntado “Qual a importância da leitura para o homem?” obtive as seguintes respostas: “Aprender...
    4218 Palavras 17 Páginas
  • Asdfg
    perguntou-lhe o que tinha, se estava doente.   — Você não ouve estes gritos? perguntou a digna esposa em lágrimas.   O alienista atendeu então; os gritos aproximavam-se, terríveis, ameaçadores; ele compreendeu tudo. Levantou-se da cadeira de espaldar em que estava sentado, fechou o livro, e, a...
    129830 Palavras 520 Páginas