Pensamento Positivista artigos e trabalhos de pesquisa

  • Pensamento positivista

    EDUCAÇÃO: ALGUNS APONTAMENTOS 1 Resumo: O positivismo é uma corrente de idéias do século XIX que muito influenciou, e ainda influencia, pesquisas no campo educacional. Juntamente com o marxismo, esta corrente de pensamento fundamenta epistemologicamente todas as outras correntes de pensamento do século XIX. O positivismo foi também muito utilizado no momento de formação de uma identidade nacional brasileira, tendo por principais representantes os militares. Interessante é observar que nos últimos anos...

    3492  Palavras | 14  Páginas

  • Pensamento Positivista

    LIMITES DO PENSAMENTO POSITIVISTA PARA PENSAR AS RELAÇÕES DE PODER NA SOCIEDADE. Pode-se dizer que a educação passa a ser um marco fundamental no pensamento positivista, quando aparece a necessidade de transformar a moral do homem em nome de uma regeneração, sobretudo em nome de uma ordem social, que para isto, faz-se necessário, uma profunda mudança na concepção política, e econômica que envolve a nova sociedade, ou seja, a sociedade industrial. De acordo com Comte apud Superti (s/d), a nova sociedade...

    624  Palavras | 3  Páginas

  • A influência do pensamento positivista na história e na geografa

    A influência do pensamento positivista na História e na Geografia A Geografia e a História, do ponto de vista do conhecimento, são antigas, visto que estão ligadas ao pensamento grego. Na Antiguidade, ambas compunham um saber vinculado à Filosofia, permanecendo assim até o final do século XVIII; apesar de nós não podermos afirmar que as mesmas padronizaram seus métodos neste período. Com a expansão capitalista e o desenvolvimento comercial e industrial no início do século XIX, ocorreram...

    1223  Palavras | 5  Páginas

  • Resumo dos três pensamentos pedagógicos: iluminista, positivista e brasileiro

    FACULDADE PITÁGORAS UNIDADE DE LINHARES CURSO SUPERIOR DE PEDAGOGIA DAIARA DOS SANTOSBOLSONI GEÓRGIA GIOVANELLI DOS SANTOS RESUMO DOS TRÊS PENSAMENTOS PEDAGÓGICOS: ILUMINISTA, POSITIVISTA E BRASILEIRO LINHARES 2012 O PENSAMENTO PEDAGÓGICO ILUMINISTA O pensamento iluminista surgiu no século XVII, que se fortaleceu com a Revolução Francesa, na época em que se buscavam as liberdades individuais, contra o obscurantismo da Igreja e a prepotência dos governantes. Na época auge do Iluminismo...

    1121  Palavras | 5  Páginas

  • Escola positivista

    raios-X dos anseios e preocupações da sociedade e dos estados europeus do final do século XIX. Nossos futuros magistrados, legisladores, bacharéis e pessoas ligadas a este contexto em case, serão desafiados a descobrir como a escola positiva mudou o pensamento e a forma de resolver os conflitos da sociedade e do direito em si codificando com leis todo ordenamento jurídico de seus adeptos ressaltando que cada constituição é legislada de acordo com o seu país e suas peculiaridades sendo a escola positiva...

    2914  Palavras | 12  Páginas

  • A Escola Metódica, dita “positivista

    A Escola Metódica, dita “positivista” FICHAMENTO DE TEXTO:  A Escola Metódica, dita “positivista” REIS, José Carlos. A HISTÓRIA: entre a filosofia e a ciência. Ática – São Paulo, 1999. CAPÍTULO I – A Escola metódica, dita "positivista” 1. A Alemanha produziu a filosofia da história e seu antídoto: Hegel – representante da filosofia da história Ranke – representante da história científica 1.1   A partir do século XIX, que se desenvolveu a crítica histórica, utilizando o método erudito...

    2384  Palavras | 10  Páginas

  • O metodo positivista

    O MÉTODO POSITIVISTA NAS CIÊNCIAS SOCIAIS: O VIÉS NA HISTÓRIA DA  EDUCAÇÃO  José Adersino Alves de Moura (UFPI/UESPI).  GT 11 ­ História, Memória e Educação  Resumo  O objetivo deste artigo é refletir sobre a aplicação do método positivista nas ciências socais,  em  particular  em  história  da  educação.  O  texto,  escrito  a  partir  de  investigação  de  caráter  bibliográfico  e  análise  qualitativa  de  conteúdo,  revela  algumas  implicações  da  aplicação  do  método positivista em história da educação...

    3245  Palavras | 13  Páginas

  • Considerações críticas as concepções positivistas

    UERN- Universidade do Estado do Rio Grande do Norte DESSO- Departamento de Serviço Social FASSO- Faculdade de Serviço Social CONSIDERAÇÕES CRÍTICAS AS CONCEPÇÕES POSITIVISTAS Mossoró- RN Dezembro de 2010 Ana Carolina Bezerra Gabriela Beatriz Geovane Geybson Mara Rúbia Maria Eduarda Mickaelly Araújo Trabalho produzido com o intuito da obtenção da nota referente à terceira avaliação...

    1844  Palavras | 8  Páginas

  • A MATRIZ POSITIVISTA NA EDUCA O BRASILEIRA

    Diálogos Acadêmicos - Revista Eletrônica da faculdade Semar/Unicastelo A MATRIZ POSITIVISTA NA EDUCAÇÃO BRASILEIRA Uma análise das portas de entrada no período Republicano Claudemir Gonçalves de Oliveira1 RESUMO O Positivismo como teoria filosófica inaugurada e sistematizada por Augusto Comte é um dos elementos mais marcantes da história do pensamento educacional brasileiro, embora sua entrada no Brasil tenha se dado não somente pela educação, mas também pela política e pela filosofia, contudo...

    6490  Palavras | 26  Páginas

  • Limites do pensamento positivista para pensar as relações de poder na sociedade

    WILSON ALVES DE CARVALHO – MATRÍCULA Nº 230535 TÍTULO: “Limites do pensamento positivista para pensar as relações de poder na sociedade”. SUBTÍTULO: Atividade POLO PERUS Aula de 14/02/2013 “Limites do pensamento positivista para pensar as relações de poder na sociedade”. Fica bem claro que os limites do pensamento positivista esta na relação de poder da sociedade, pois o positivista através da ciência acredita como um poder maior que a sociedade, o poder...

    1077  Palavras | 5  Páginas

  • Positivismo e o Método Positivista

    de pensamento formulada na França por Augusto Comte. O termo identifica a filosofia que busca seus fundamentos na ciência e na organização técnica e industrial da sociedade moderna. OBS:O positivismo Comtiano não pretende ser somente uma filosofia, mas mostrar a necessidade de uma reforma social fundamentando-se na descrição e análise objetiva dos fatos ou fenômenos,ou seja, para o positivismo o progresso da humanidade depende exclusivamente dos avanços científicos. MÉTODO POSITIVISTA: *...

    567  Palavras | 3  Páginas

  • Qual a influencia das ideias e da teoria de DArwin no pensamento sociologico positivista

    COMTE 1 - Qual a influncia das ideias e da teoria de Charles Darwin no pensamento sociolgico positivista O pensamento positivista tem como centro a idia de que o homem produto do seu meio social. Por outro lado, a teoria evolucionista de Darwin tem como um de seus alicerces a hiptese da Seleo Natural as espcies que existem hoje so aquelas que melhor se adaptaram ao meio ambiente em que viviam. E as espcies foram se diferenciando a partir da sobrevivncia dos indivduos mais aptos atravs das eras....

    585  Palavras | 3  Páginas

  • O PENSAMENTO SOCIOLÓGICO NUMA PERSPECTIVA ANALÍTICA

     O PENSAMENTO SOCIOLÓGICO NUMA PERSPECTIVA ANALÍTICA O questionamento acerca do funcionamento do mundo e da vida em sociedade é tão antigo quanto a própria existência do ser humano. Respostas sempre foram dadas e, na experiência do Ocidente prevaleceu, durante muito tempo, explicações de ordem teológica coerentes com a estrutura de poder então vigente. A derrubada do edifício mental e político medieval inicia-se no campo daquelas que passaram a ser chamadas Ciências da Natureza, que passaram...

    1164  Palavras | 5  Páginas

  • Conservadores e positivistas

    1) Diferencie conservadores e positivistas. R= Os conservadores construíram suas obras contra a herança dos filósofos iluministas. A inspiração do pensamento conservador era a sociedade feudal, com sua estabilidade e acentuada hierarquia social. Os conservadores eram defensores apaixonados das instituições religiosas, monárquicas e aristocráticas que se encontravam em processo de desmoronamento. Na visão do mesmo a sociedade moderna estava em fraco declínio, eles não viam nenhum progresso numa...

    671  Palavras | 3  Páginas

  • corrente positivista

    CORRENTE POSITIVISTA O positivismo é a corrente filosófica criada por Augusto Comte. Para o positivismo o único conhecimento válido é o cientifico; o único método válido para adquiri-lo é o das ciências naturais, que consiste no encontro das leis casuais e em seu controle sobre os fatos, este também deve ser aplicado ao estudo da sociedade, ou seja, a Sociologia. O positivismo estabeleceu distinção muito clara entre valor e fato. Os fatos eram objeto da ciência. Os valores, como não eram “dados...

    1055  Palavras | 5  Páginas

  • Correntes positivistas

    AS CORRENTES POSITIVISTAS NO SERVIÇO SOCIAL Uma exame detalhado a bibliografia pertinente á corrente que agora ocupamos revela ,um elenco de traços que conferem ás suas concepções conservadoras do serviço social uma nova roupagem.Trata-se de um rol de elementos que peculiarizam-na em face do passado profissional;uma primeira,e evidentemente decisiva característica relevante desta corrente é a exigência e a valorização enérgicas da elaboração teórica.De fato,todos os seus documentos significativos...

    513  Palavras | 3  Páginas

  • O positivismo foi uma corrente de pensamento

    O positivismo foi uma corrente de pensamento, que surgiu nos século XIX. A principal ideia do positivismo era que a história deveria ser transformada em ciência, através da objetividade nos seus métodos utilizados para uma análise sobre os fatos históricos e que eles devem ser buscados nos documentos escritos, sendo assim o conhecimento cientifico deveria ser o único conhecimento verdadeiro. As primeiras ideias que deram o intender o que seria o positivismo surgiram com uma subdivisão do iluminismo...

    639  Palavras | 3  Páginas

  • Biografia e a corrente de pensamento do filósofo auguste comte

    BIOGRAFIA E A CORRENTE DE PENSAMENTO DO FILÓSOFO AUGUSTE COMTE   Colégio Estadual Pandiá Calógeras Professora: Aluna: Turma: Turno: Tema: Bibliografia e a corrente de pensamento do filósofo Auguste Comte Biografia de Auguste Comte Auguste Comte, cujo nome completo era Isidore Auguste Marie François Xavier Comte, nasceu em 19 de janeiro de 1798...

    751  Palavras | 4  Páginas

  • Concepção positivista e concepção ética do direito

    Concepção positivista e concepção ética do direito Para saber e entender a relação entre direito e justiça, teremos que responder a seguinte pergunta: qual o fundamento do direito? Sabemos que foram formuladas diversas doutrinas porem podemos ressaltar somente duas a concepção naturalista ou positivista do direito e a concepção humanista ou ética do direito. As doutrinas positivistas têm características comuns por considerar o direito como um fato semelhante aos fenômenos naturais e deve ser estudado...

    573  Palavras | 3  Páginas

  • Considerações sobre o paradigma Positivista em História

    Este artigo tem por objetivo desenvolver algumas considerações sobre o paradigma Positivista, especificamente no que se refere às suas aplicações na História. O primeiro ponto tratado é relativo às origens do paradigma Positivista em certas proposições do pensamento iluminista, referente às possibilidades de encontrar leis gerais para a História e para os desenvolvimentos sociais. POSITIVISMO E HISTORICISMO 1 José D’Assunção Barros 2 RESUMOO presente texto corresponde a uma síntese...

    1148  Palavras | 5  Páginas

  • A evolução do pensamento social

     Evolução histórica do pensamento social 3º relatório de Introdução à Sociologia - Profº Arnaldo Lemos. Nome:Ingrid Yasmine Manente RA: 14663066 Curso: 1º semestre de bacharelado em Ciências Sociais. Evolução histórica do modo de pensar sociologia A reflexão sistemática sobre a vida em sociedade e sobre os grupos que a compõem começou na Grécia Antiga, há milhares de anos. Nessa época, as relações sociais eram explicadas através de mitos...

    847  Palavras | 4  Páginas

  • Síntese do pensamento de max weber

    Síntese do pensamento do sociólogo Max Weber. Max Weber foi o grande sistematizador da sociologia na Alemanha, há peculiaridades na formação sociológica Alemã, pois o pensamento burguês se organiza tardiamente e quando o faz, já no século XIX, é sob influência de outras correntes filosóficas e da sistematização de outras ciências humanas, como a história e a antropologia. A consolidação do estado nacional alemão submete as mais diferentes culturas, o que torna a especificidade das formações sociais...

    736  Palavras | 3  Páginas

  • pensamento de max horkheimer

    opondo-se àquilo que ele designa pela expressão "teoria tradicional". Para Horkheimer, o típico da teoria marxista é, por um lado, não pretender qualquer visão concludente da totalidade e, por outro, preocupar-se com o desenvolvimento concreto do pensamento. Desse modo, as categorias marxistas não são entendidas como conceitos definitivos, mas como indicações para investigações ulteriores, cujos resultados retroajam sobre elas próprias. Quando se vale, nos mais diversos contextos, da expressão "materialismo"...

    1138  Palavras | 5  Páginas

  • Pensamento Sociologico

    O PENSAMENTO SOCIOLÓGICO: AUGUSTO COMTE Desenvolveu o Positivismo corrente sociológico, é um dos fundadores da Sociologia. Comte, como pai da sociologia positivista adquiriu conhecimento dedicando ao estudo científico das sociedades, deu suporte ao homem a trilhar o caminho para o encontro da organização social e política. Caracterizou as sociedades, como constantes evoluções sociais. Desta idéia deriva a frase em nossa bandeira brasileira “Ordem e Progresso”. Palavras-Chave: Positivismo...

    658  Palavras | 3  Páginas

  • Epistemologia Positivista

    276 Epistemologia Positivista: Qual a Sua Influência Hoje? Positivism: What is your influence today? Alexandre Magno Dias Silvino Artigo Instituto de Ciências do Trabalho PSICOLOGIA CIÊNCIA E PROFISSÃO, 2007, 27 (2), 276-289 277 PSICOLOGIA CIÊNCIA E PROFISSÃO, 2007, 27 (2), 276-289 Resumo: O que é ciência? Essa questão continua pertinente. Banalizada por uns ou valorizada ao extremo por outros, a verdade é que ela ganha força sempre que uma área do conhecimento se pretende...

    6965  Palavras | 28  Páginas

  • REPÚBLICA VELHA: OLHAR POSITIVISTA

    CORRENTE POSITIVISTA O positivismo é uma corrente filosófica que surgiu na França no começo do século XIX. Esta escola filosófica ganhou força na Europa na segunda metade do século XIX e começo do XX, período em que chegou ao Brasil. O positivismo defende a ideia de que o conhecimento científico é a única forma de conhecimento verdadeiro. A partir do Positivismo é que existe a ciência da sociologia. A sociologia como ciência surge aliada a corrente filosófica chamada positivismo, ligado ao pensamento...

    2056  Palavras | 9  Páginas

  • Escolas Positivistas Do Direito

    Escolas positivistas do direito Entendem o direito com um sistema de normas (regras) que regulam o comportamento social. O direito então é elaborado com o intuito de governar. É um instrumento de governo da sociedade. Por detrás desta “ordem de comando” está sempre a vontade política. Um sujeito político tem um “leque” de possibilidades, escolhe uma delas. A sua solução é sempre a mais justa ou mais adequada Teorias Positivistas centradas na Legislação THOMAS HOBBES (1588-1679) Em suas obras...

    683  Palavras | 3  Páginas

  • os positivistas

    OS POSITIVISTAS O POSITIVISMO: é uma corrente filosófica que surgiu na França no começo do século XIX. Os principais idealizadores do positivismo foram os pensadores Augusto Comte e John Stuart Mill. Esta escola filosófica ganhou força na Europa na segunda metade do século XIX e começo do XX. É um conceito que possui distintos significados, englobando tanto perspectivas filosóficas e científicas do século XIX quanto outras do século XX. Desde o seu início, com Augusto Comte (1798-1857) na primeira...

    1825  Palavras | 8  Páginas

  • Historia positivista

    POSITIVISMO e HISTÓRIA TRADICIONAL/POSITIVISTA O positivismo é uma corrente filosófica que surgiu na França no começo do século XIX especialmente pelo filósofo Augusto Comte (1798-1857). Esta escola filosófica ganhou força na Europa na segunda metade do século XIX e começo do XX, período em que chegou ao Brasil. O positivismo defende a idéia de que o conhecimento científico é a única forma de conhecimento verdadeiro. De acordo com os positivistas somente pode-se afirmar que uma teoria...

    1084  Palavras | 5  Páginas

  • Idéias positivistas

    Introdução Idéias Positivistas O positivismo defende a idéia de que o ciêntifico é a unica forma de conhecimento verdadeiro. Assim sendo , desconsideram todas as formas do conhecimento humano que não possam ser comprovadas cientificamente. Tudo aquilo que não pode ser provado pela ciência é considerado como pertencente do dominio teológico-metafísico caracterizado por crêndices e vans supertições. para os positivitas o progresso da humanidade depende unica e exclusivamente os avanços científicos...

    1623  Palavras | 7  Páginas

  • Objetividade e subjetividade no conhecimento histórico: a oposição entre os paradigmas positivista e historicista

    subjetividade no conhecimento histórico: a oposição entre os paradigmas positivista e historicista José D’Assunção Barros Doutor em História (Universidade Federal Fluminense - UFF) Professor Adjunto da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (UFRRJ) Resumo: Este artigo objetiva discutir questões referentes à relação entre Objetividade e Subjetividade na operação historiográfica, examinando os paradigmas Positivista e Historicista, de modo a desenvolver uma análise efetiva do problema...

    13864  Palavras | 56  Páginas

  • Correntes do pensamento contemporâneo

    Sumário Introdução.....................................................................03 Ideologia.......................................................................04 Correntes do pensamento contemporâneo...........................05 Produção do conhecimento em Ed. Física ..........................08 Conclusão......................................................................16 Referências....................................................................17 Introdução ...

    2950  Palavras | 12  Páginas

  • Resumo do Livro - Introdução ao pensamento epistemologico - HIlton Japiassu

    tem uma concepção particular do que seja ciência. - Epistemologia de caráter não positivista versus positivista Epistemologias positivistas prendem-se muito mais a elucidação da atividade cientifica através de uma descrição de métodos, dos resultados, e, sobretudo, da linguagem da ciência ou da razão nas ciências, do que ao exame propriamente critico desta atividade, que é o objetivo de epistemologias não positivistas. - Objetivo da epistemologia: Preocupam-se com a “história” da inteligência,...

    1111  Palavras | 5  Páginas

  • A Import Ncia De Pensamento Filos Fico E Do M Todo Cient Fico Na Constitui O Do Servi O Social C Pia

    A IMPORTÂNCIA DO PENSAMENTO FILOSÓFICO E DO MÉTODO CIENTÍFICO NA CONSTITUIÇÃO DO SERVIÇO SOCIAL INTRODUÇÃO. O presente artigo busca apresentar uma reflexão acerca da importância da Filosofia para o Serviço Social como parte das Ciências Humanas, caracterizando a relação de suas ideias, estabelecendo conexões com algumas teorias e articulando suas interfaces. Bem como o surgimento do Serviço Social e todas as suas transformações ao longo da história, o pensamento filosófico manteve suas contribuições...

    1508  Palavras | 7  Páginas

  • Linha do tempo: pensamentos pedagógicos

    Linha do Tempo: Pensamentos Pedagógicos Trabalho referente a disciplina de Fund. Das disciplinas do Ensino Médio, Modulo 10 do Curso de Pedagogia II da Faculdade São Judas Tadeu-FAPI, apresentado pelas alunas . Piraquara 10 de setembro de 2011 PENSAMENTO PEDAGÓGICO GREGO Na educação grega era exigido que o ensino estimulasse as competições, as virtudes guerreiras para estimular a superioridade frente os povos conquistados. Os gregos deram enorme valor à arte, à literatura, às ciências...

    3008  Palavras | 13  Páginas

  • Teoria positivista. Auguste Comte

    AUGUSTE COMTE E A TEORIA POSITIVISTA Auguste Comte (1798-1857) é um pensador inteiramente conservador, ou seja, um defensor sem ambiguidades da nova sociedade. Sua motivação repousa no estado de “anarquia” e “desordem” de sua época, a França do século XIX, período marcado por um profundo caos social. E ao se deparar com essa realidade se propõe a pensar a sociedade de forma cientifica com o objetivo de restabelecer a coesão e equilíbrio social, mas para isso é necessário ordem. O Positivismo:...

    1376  Palavras | 6  Páginas

  • A gênese do pensamento geográfico

    pensadores Tales, Anaximandro, Heródoto, etc. Conhecer como se formou o pensamento geográfico e de suma importância para o geógrafo pois através disso e possível delinear uma nova imagem do mundo atual. Com base no estudo de alguns grandes geógrafos podemos traçar um paralelo que nos permite ver a evolução da geografia como ciência. Este trabalho se estrutura em tópicos que tratam do objeto de estudo da geografia, sua base positivista e a sua origem e pressupostos além das considerações finais. O...

    859  Palavras | 4  Páginas

  • INTRODUÇÃO AO PENSAMENTO GEOGRÁFICO

    INTRODUÇÃO AO PENSAMENTO GEOGRÁFICO Positivismo É uma corrente filosófica que surgiu na França no inicio do século XIX é uma ciência positiva que estuda o homem e a sociedade cientificamente. O representante principal desta corrente é o pensador e filosofo Augusto Comte, mas o positivismo não nasceu espontaneamente no século XIX, com Augusto Comte, suas raízes pode ter sido descoberta no empirismo, já na antiguidade, sendo que sua origem foi sendo construída, nos séculos XVI, XVII e XVIII...

    1745  Palavras | 7  Páginas

  • teoria pos-positivista

    os pós-positivistas rejeitam o positivismo. O positivismo surge como um triunfo do liberalismo europeu, com a teoria que a natureza humana seria a base da própria lei natural, e do cientificismo que reconhecia uma só natureza material unindo o mundo dos fatos e dos valores. "Os fatos só são conhecíveis pela experiência e a única válida é a dos sentidos", essa era a proposta de Augusto Comte, fundador do positivismo. O pós-positivismo manifestou-se, como uma evolução da filosofia positivista. Estaríamos...

    1393  Palavras | 6  Páginas

  • Biografia e a Corrente de Pensamento do Filósofo Auguste Comte

    -, com uma velocidade proporcional à velocidade dos fenômenos correspondentes" (1822) (a famosa "lei dos três estados"). Isidore Auguste Marie François Xavier Comte Auguste Comte (1798-1857) foi um filósofo francês. Criou a corrente de pensamento chamada "Positivismo". Auguste Comte nasceu em Montpellier, França, a 19 de janeiro de 1798, filho de um fiscal de impostos. Suas relações com a família foram sempre tempestuosas e contêm elementos explicativos do desenvolvimento de sua vida e...

    4692  Palavras | 19  Páginas

  • matrizes do pensamento psicologico

    FIDES REFORMATA XVII, Nº 1 (2012): 61-77 AS MATRIZES ACADÊMICAS DO PENSAMENTO BRASILEIRO: COMTE E MARX Wilson Santana Silva* RESUMO Este artigo procura introdutoriamente apresentar o estabelecimento do Positivismo e do Marxismo no Brasil. Além de representarem “ações políticas”, esses dois modelos produziram abordagens teóricas, o Positivismo e o Materialismo Histórico, utilizadas para a compreensão dos processos históricos de diversas sociedades. O leitor observará sem muita dificuldade...

    7169  Palavras | 29  Páginas

  • Nietzsche e a crítica à noção de progresso positivista

    MOURA ORNELAS Nietzsche e a crítica à noção de progresso positivista BRASÍLIA 2012 Frederico de Moura Ornelas Nietzsche e a crítica à noção de progresso positivista Monografia apresentado ao curso de filosofia como quesito para conclusão do ciclo de filosofia. Trabalho orientando por: Prof. Olyver Tavares. BRASÍLIA 2012 Frederico de Moura Ornelas Nietzsche e a crítica à noção de progresso positivista Monografia apresentado ao curso de filosofia...

    17547  Palavras | 71  Páginas

  • Pensamento Pedagógico Ocidental

    PENSAMENTO PEDAGÓGICO OCIDENTAL Em tópicos 1. Pensamento pedagógico grego • A civilização grega pode ser considerada o berço da cultura, da civilização e da educação Ocidental; • Duas linhas de pensamento despontaram na época: ateniense e espartana. Os ideais do homem de então, como o ser eficaz e a liberdade, eram direcionados apenas aos homens livres (sem preocupações materiais, com o comércio ou a guerra). • A educação ensinava a esse homens livres a governar. • Os...

    1303  Palavras | 6  Páginas

  • AS ETAPAS DO PENSAMENTO SOCIOLÓGICO

    - AS ETAPAS DO PENSAMENTO SOCIOLÓGICO TRÊS LAGOAS 2014 - AS ETAPAS DO PENSAMENTO SOCIOLÓGICO Trabalho de Conclusão de Curso apresentado ao Curso de Educação Física das Faculdades Integradas de Três Lagoas – AEMS como requisito parcial para obtenção do título de Licenciado/Bacharel em Educação Física. Orientador: - TRÊS LAGOAS 2014 Em “As etapas do pensamento sociológico”, Raymond Aron apresenta o pensamento sociológico de Augusto Comte...

    892  Palavras | 4  Páginas

  • O serviço social e as influências positivistas

    SERVIÇO SOCIAL E AS INFLUÊNCIAS POSITIVISTAS GOIÂNIA, 2° SEMESTRE/2012 ALINE RIBEIRO ARAÚJO JANE APARECIDA DE SOUZA SARTIN SANDRA CAMILO VAZ ESPINDOLA TAINARA PEREIRA VAZ O SERVIÇO SOCIAL E AS INFLUÊNCIAS POSITIVISTAS Trabalho apresentado à disciplina matrizes teóricas no Serviço Social I, sob orientação da professora Dr.Darci Roldão de Carvalho Souza O SERVIÇO SOCIAL E AS INFLUÊNCIAS POSITIVISTAS * Aline Ribeiro Araujo ...

    2668  Palavras | 11  Páginas

  • Enfoque positivista e dialético na pesquisa

    [pic]CENTRO UNIVERSITÁRIO DE LAVRAS ENFOQUE POSITIVISTA E DIALÉTICO NA PESQUISA ADEMIR PENIDO DA SILVA HUMBERTO ELISIÁRIO DA CUNHA MÁRCIO EUSTÁQUIO DA PURIFICAÇÃO LAVRAS-MG 2005 ADEMIR PENIDO DA SILVA HUMBERTO ELISIÁRIO DA CUNHA MÁRCIO EUSTÁQUIO DA PURIFICAÇÃO ENFOQUE POSITIVISTA E DIALÉTICO NA PESQUISA Projeto de pesquisa apresentado ao Centro Universitário de Lavras como parte das exigências do curso de graduação em Direito. ORIENTADORA ...

    4667  Palavras | 19  Páginas

  • Qual A Influ Ncia Das Id Ias E Da Teoria De Charles Darwin No Pensamento Sociol Gico Positivista

    1- Qual a influência das idéias e da teoria de Charles Darwin no pensamento sociológico positivista? Darwin tinha como idéia que as espécies vão melhorando com o passar do tempo e assim vão se adaptando no meio onde vivem, diferenciando através da sua capacidade de sobreviver,m ou seja, os mais fortes sobrevivem. Já o positivismo, tem como centro de que o homem é somente um produto do seio meio social. 2 – Como a idéia evolucionista da biologia transporta para as ciências sociais condicionou a visão...

    883  Palavras | 4  Páginas

  • O pensamento Jusfilosófico Moderno da exegese á jurisprudência dos valores

    Faculdade São Francisco da Paraíba Curso: Direito Periodo:1º Noturno Aluna: Paty Lira Gonçalves O pensamento Jusfilosófico Moderno da exegese á jurisprudência dos valores Os pensadores e escritores do direito do século XIX, tiveram preocupações em tono dos valores que servem de essência ao próprio direito, basicamente seriam elas: a justiça, a certeza e a segurança. Os teóricos do racionalismo, que tratavam da laicização do poder estatal, deslocando o eixo da origem do poder, que antes...

    1866  Palavras | 8  Páginas

  • Teoria Positivista

    São 3 as teorias Pedagógicas que sustentam as praticas educativas. A primeira é a Teoria Positivista, onde relata que a sociedade é como uma grande maquina, na qual cada uma de suas peças ou órgãos (os indivíduos) tem um lugar e uma função própria/especifica. O corpo desses indivíduos funciona em perfeita harmonia, não apresentando então, uma necessidade de mudança. Falar em mudança significava falar de risco, de morte... A educação nessa teoria era entendida como mecanismo que supera as diferenças...

    565  Palavras | 3  Páginas

  • 11. Faça uma pesquisa procurando identificar nos acontecimentos do século xix aqueles que teriam levado á organização do pensamento sociológico como conseqüência da necessidade de se conhecer melhor as bases da vida social.

    raciocínio científico. 2. Qual a idéia que o autor tenta refutar? R: Tais modalidades de representação da vida social nada têm em comum com a sociologia. 3. A frase: ´´Isso faz tanto sentido quando ligá-la ás formas pré-Filosóficas do pensamento`` foi elaborada pelo autor como uma afirmação ou como uma ironia?Justifique. R: Irônica. Pois toda cultura dispõe de técnicas de explicação do mundo, cujas aplicações são variadas. Segunda Atividade 6. Dissemos neste capítulo que as características...

    3800  Palavras | 16  Páginas

  • Positivismo, uma primeira forma de pensamento social

    Positivismo, uma primeira forma de pensamento social 1 – Segundo Darwin as sociedades se modificam e se desenvolvem num mesmo sentido, o que representa a passagem de um estágio inferior para um estágio superior, em que o organismo social se mostra mais desenvolvido, esse tipo de mudança garante a sobrevivência dos organismos, sociedades e indivíduos, mais fortes e evoluídos. Com base nas idéias de Darwin os positivistas, acreditavam que as sociedades da África e da Ásia, eram organismos não evoluídos...

    554  Palavras | 3  Páginas

  • Perspectivas do direito: teorias pós-positivistas

    direito entendem e trabalham essas normas. Indo além das limitações que o cientificismo dessa teoria impõe, a partir de outras perspectivas filosóficas e epistemológicas, busca-se o reconhecimento de valores comuns da sociedade.” [1] “A teria pós-positivista assevera que a atividade jurídica não deva restringir-se a lei e aplicação de leis, havendo de se almejar uma razão prática, imbuída de incessante busca da decisão justa. Carreada de instrumentos jurídicos como proporcionalidade, ponderação de valores...

    2569  Palavras | 11  Páginas

  • O pensamento contemporâneo

    O PENSAMENTO CONTEMPORÂNEO: A filosofia contemporânea começa com Kant (1724 - 1804), cujo criticismo influi profundamente sobre o pensamento posterior. A filosofia contemporânea pós-Kantiana manifesta, antes de mais nada,duas tendências antagônicas: o idealismo e o positivismo. A partir de Kant (o criticismo na segunda metade do século XVIII) levanta-se a renascença da filosofia racional – a metafísica clássica. Essa filosofia reivindica o valor da ciência da razão, influi profundamente sobre...

    2269  Palavras | 10  Páginas

  • A origem do pensamento lógico

    ORIGEM DO PENSAMENTO LÓGICO Reginaldo José Mendonça – acadêmico de Direito UNASP 2 RESUMO Este artigo apresenta a origem do pensamento lógico, como Aristóteles através do organon, criou a lógica para entender onde os textos não eram muito claros, veremos também a respeito do raciocínio, os pensamentos dos grandes filósofos e também dos empírico-positivistas a respeito da lógica e ainda um breve trecho de como a lógica se relaciona com o Direito. PALAVRAS-CHAVE: lógica, pensamento lógico...

    1084  Palavras | 5  Páginas

  • escolas moralistas e positivistas do direito

     Escolas positivistas e Escolas Moralistas O trabalho vai se incidir em escolas jurídicas. Começarei o trabalho falando, antes de mais, do significado de escola jurídica. 1-Escolas Jurídicas Entende-se por escola jurídica um grupo de autores que defende determinada posição na interpretação do direito e sua função. A partir dessas interpretações procura-se responder a três questões: O que é o direito? Como funciona o direito? Como deveria ser configurado o direito? Levando em...

    4808  Palavras | 20  Páginas

  • INTRODUÇÃO AO PENSAMENTO CIENTÍFICO SOBRE O SOCIAL

    INTRODUÇÃO AO PENSAMENTO CIENTÍFICO SOBRE O SOCIAL 1. As origens do pensamento sobre o social. É evidente que desde a antiguidade o ser humano, por viver nas mais diversas formas de vida coletiva, sempre teve suas preocupações específicas com os diferentes tipos de problemas que podemos denominá-los de sociais. Mas, o pensamento que o homem produzia sobre os fenômenos sociais era de base científica? A resposta é não, pois a abordagem científica em relação à realidade social surgiu por volta de...

    9599  Palavras | 39  Páginas

  • Educação positivista

    SÉCULO XIX- A EDUCAÇÃO POSITIVISTA Maturidade do espírito humano (Auguste Comte – 1798-1857); A Ciência e educação, Saber é poder (Experimentação e mensuração); A luta contra o tradicionalismo; Escola tecnicista. O que é positivismo? Positivismo é um conceito utópico que possui distintos significados, englobando tanto perspectivas filosóficas e científicas do século XIX quanto outras do século XX. O positivismo se baseia em fatos reais e na experiência...

    623  Palavras | 3  Páginas

  • Auguste comte resumo as etapas do pensamento sociológico

    encontra centrada na criação do poder espiritual que ele parece moderado enquanto reformador da economia. Dois contemporâneos e conterrâneos de Comte reclamaram dele: Charles Maurras (teórico da monarquia) e Alain (teórico do radicalismo), ambos positivistas. O primeiro porque via em comte o doutrinador da organização, da autoridade e de um poder espiritual renovado, já o segundo, porque interpretava auguste por kant e a essência do positivismo era a desvalorização da hierarquia temporal. Comte é...

    2511  Palavras | 11  Páginas

  • A IGREJA POSITIVISTA DO BRASIL

    A Igreja Positivista do Brasil A Igreja Positivista do Brasil foi fundada no dia 11 de maio de 1881 por Miguel de Lemos na atual rua Benjamin Constant, n. 74, no bairro da Glória, na zona Sul da cidade do Rio de Janeiro. Sua sede é o Templo da Humanidade, onde ocorre a celebração da Religião da Humanidade, ou Positivismo, doutrina criada pelo filósofo francês Augusto Comte (1798-1857). Miguel Lemos e Raimundo Teixeira Mendes tinham 26 anos quando realizaram o primeiro culto da Igreja Positivista...

    1708  Palavras | 7  Páginas

  • A descrença no pensamento psitivista

    A Descrença no Pensamento Positivista e as Novas Concepções Científicas No século XIX, o positivismo defendia que o racionalismo e a ciência detinham a capacidade de responder a todos os mistérios do universo. Contudo, no século XX, isto muda. O filósofo Henri Bergson defendia que existem realidades que não podiam ser limitadas às leis físicas ou matemáticas. Para um conhecimento mais profundo o racionalismo deve fazer-se acompanhar da intuição. Esta era algo diferente da inteligência e mais próxima...

    838  Palavras | 4  Páginas

tracking img