• Analise interpretativa da parábola "A melhor e a pior coisa do mundo"
    Analise interpretativa da parábola "A melhor e a pior coisa do mundo" Verificamos que de acordo com a parábola, e tendo em vista que a leitura é condição essencial para que se possa compreender o mundo,os outros, as próprias experiências e a necessidade de inserir-se no mundo da escrita, torna-se imperativo...
    336 Palavras 2 Páginas
  • analise
    Analise interpretativa da parábola a melhor e a pior coisa do mundo A parábola a melhor e a pior coisa do mundo nos mostra o quanto devemos nos policiar sobre o que falamos, pois é língua o órgão mais utilizado para transmitir as mensagens que queremos. Seja bom ou ruim o mais importante é que ...
    302 Palavras 2 Páginas
  • atps lingua protuguesa 5º semestre
    forma de interação do ser humano socialmente. PARÁBOLA: A MELHOR E A PIOR COISA DO MUNDO Há mais de dois mil e quinhentos anos, um rico mercador grego tinha um escravo chamado Esopo. Ele era corcunda, feio mas com uma sabedoria única no mundo. Certa vez, para provar as qualidades de seu escravo...
    2237 Palavras 9 Páginas
  • Amor só do Pai
    A parábola do filho pródigo é a última de três parábolas que Jesus contou em Lucas 15 sobre coisas ou pessoas perdidas. O pastor regozija-se quando encontra sua ovelha perdida (15:4-7), a mulher regozija-se quando ela encontra sua moeda perdida (15:8-10) e o pai regozija-se quando seu filho perdido volta...
    3945 Palavras 16 Páginas
  • Gestão de pessoas
    Ele crescera, que Ele comia, de vez em quando. E se sentia feliz. Mas naquele dia Ele tinha ido passear na Paulista. Centro financeiro da nação, a coisa mais megalomaníaca que ele já conhecera, que agradava apenas por lhe fazer renovar a vontade de entender o diferente... Ele que achava aquilo tudo tão...
    1578 Palavras 7 Páginas
  • competências profissionais
    produção de textos, acabaram sendo deixados de lado. Mediante isso temos que repensar várias formas de apresentação desse ensino/aprendizagem para um melhor aproveitamento do aluno. Linguagem verbal e linguagem escrita Mantega- Manteiga Manguera- Mangueira Jabuticabera- Jabuticabeira TV- Televisão ...
    1206 Palavras 5 Páginas
  • Fundamentos da lingua Portuguesa
    a símbolos ou abstrações, como palavras ou idéias que distorcem os conceitos. Suas "portas da percepção" estarão abertas, pois seu conhecimento de mundo está livre de "pré-conceitos", ou seja, idéias perpetuadas pela sociedade, ditas como verdadeiras, mas que se analisadas sem "pré-idéias" são apenas...
    581 Palavras 3 Páginas
  • A diversidade como fator de exclusão social
    transformação, nunca se estagna. Isso ocorre porque quem a utiliza é o ser humano e como ele se encontra sempre em movimento, inventando e reinventando coisas, ficaria difícil não incluir a língua nesta mudança. Se a língua fosse algo definido, pronto, até hoje estaríamos falando o português de quando os...
    1996 Palavras 8 Páginas
  • Parabola do semeador
    chegando. (Rm 8,18-23) No Evangelho, com a Parábola da SEMENTE e do SEMEADOR, vemos que o fruto da Palavra de Deus depende da qualidade da terra. (Mt 13,1-23) Com essa parábola, Mateus inicia o 3º Discurso de Cristo, composto de sete Parábolas do REINO, que escutaremos nos próximos 3 domingos...
    1857 Palavras 8 Páginas
  • Cristologia
    nos reconciliou consigo mesmo por meio de Cristo e nos deu o ministério da reconciliação, a saber, que Deus estava em Cristo reconciliando consigo o mundo, não imputando aos homens as suas transgressões, e nos confiou a palavra de reconciliação.” A Palavra de Deus nos diz que Cristo nos reconciliou com...
    1746 Palavras 7 Páginas
  • Deus
    A parábola das dez virgens e a necessidade de vigilância - Lição 2 – 14 de Abril de 2013 LIÇÃO 2 – 14 de Abril de 2013 A parábola das dez virgens e a necessidade de vigilância TEXTO AUREO "As loucas, tomando as suas lâmpadas, não levaram azeite consigo”. Mt 25.3 VERDADE APLICADA Sem...
    4459 Palavras 18 Páginas
  • Palestra Parabola do Semeador
    Palestra: Parábola do Semeador Parábola: Naquele dia, saindo Jesus de casa, assentou-se à borda do mar. E vieram para ele muita gente, de tal sorte que, entrando em uma barca, se assentou, ficando toda a gente de pé na ribeira; e lhes falou muitas coisas por parábolas, dizendo: Eis aí que saiu...
    1309 Palavras 6 Páginas
  • PARABOLAS
    Mateus 20. 1-15 – Os trabalhadores da vinha Resumo da parábola: Vou fazer uma pequena contextualização da parábola para que você entenda melhor a história. Na parábola, um dono de uma fazenda tem uma empreitada em sua propriedade e precisará de um bom número de trabalhadores para a realização dela...
    5703 Palavras 23 Páginas
  • Resenha Critica
    Símbolos usados na transcrição: [...] = gravação truncada ou incompreensível [R.A.] = risos do auditório [...] [R.A.] para se falar alguma coisa sobre a Reforma, mas eu fico perguntando: “depois de ouvir Bach o que é que há pra ser dito sobre a Reforma? Eu sou um jardineiro, não acho que Deus...
    7015 Palavras 29 Páginas
  • Etapa
    A palavra escrita ou falada por nós tem grande influência na maneira como vivemos, pois é através dela que a maioria das pessoas se comunica com o mundo externo e até interno. Percebemos o poder que a palavra tem em nossa sociedade através de frases do tipo: "Dou-lhe a minha palavra !", "Quero a sua...
    1185 Palavras 5 Páginas
  • teologia
    Por que parábolas? Quando Jesus, chegando ao fim do Seu segundo ano de pregação pública, derramou à beira do Mar da Galiléia aquela maravilhosa série de parábolas ilustrando a natureza do reino do céu, seus discípulos ficaram tão confusos com elas que lhe perguntaram em particular, "Por que lhes...
    3620 Palavras 15 Páginas
  • Entre o público e o privado
    LEITOR CAPÍTULO 1 = A PARÁBOLA DO SEMEADOR CAPÍTULO 2 = A PARÁBOLA DO BOM SAMARITANO CAPÍTULO 3 = A PARÁBOLA DO FILHO PRÓDIGO CAPÍTULO 4 = A PARÁBOLA DA OVELHA DESGARRADA CAPÍTULO 5 = A PARÁBOLA DA DRACMA PERDIDA CAPÍTULO 6 = A PARÁBOLA DO JOIO E DO TRIGO CAPÍTULO 7 = A PARÁBOLA DO FARISEU E DO PUBLICANO...
    17995 Palavras 72 Páginas
  • Jesus
    LEITOR CAPÍTULO 1 = A PARÁBOLA DO SEMEADOR CAPÍTULO 2 = A PARÁBOLA DO BOM SAMARITANO CAPÍTULO 3 = A PARÁBOLA DO FILHO PRÓDIGO CAPÍTULO 4 = A PARÁBOLA DA OVELHA DESGARRADA CAPÍTULO 5 = A PARÁBOLA DA DRACMA PERDIDA CAPÍTULO 6 = A PARÁBOLA DO JOIO E DO TRIGO CAPÍTULO 7 = A PARÁBOLA DO FARISEU E DO PUBLICANO ...
    19112 Palavras 77 Páginas
  • Aprendizagem Organizacional
    Arte e pratica da organização que aprende (Peter M. Senge) O livro nos apresenta ferramentas e ideias que servem para acabar com a ilusão de que o mundo é feito de forças separadas, sem relação entre si, assim quando desistimos dessa ilusão podemos construir uma organização que aprende. Em um trecho...
    3062 Palavras 13 Páginas
  • A PARÁBOLA DO FILHO PRODIGO
    A Parábola do Filho Pródigo Uma das histórias mais contadas e recontadas da bíblia, muito conhecida a Parábola do Filho Pródigo. O texto do livro de Lucas 15:11-32, nos apresenta dois personagens com comportamentos distintos, porém ambos levam o homem à perdição: O imoral, representado pelo filho...
    6565 Palavras 27 Páginas