Para O Piaget Vigotski E Wallon Postura Do Professor E Sua Relaã Ã O Com O Aluno artigos e trabalhos de pesquisa

  • Piaget

    TEORIAS DE PIAGET, VIGOTSKI E WALLON É possível afirmar que tanto Piaget como Vigotski concebem a criança como um ser ativo, atento, que constantemente cria hipóteses sobre o seu ambiente. Há, no entanto, algumas diferenças na maneira de conceber o processo de desenvolvimento. Os Fatores Internos e Externos no desenvolvimento da criança Piaget privilegia a maturação biológica e Vygotsky, o ambiente histórico-social, no entanto não fala e nem despreza a maturação. E na Construção Real, Piaget acredita...

    1254  Palavras | 6  Páginas

  • Skinner Piaget Vygotski e Wallon

    versão impressa ISSN 1414-6975 Psicol. educ.  no.29 São Paulo dez. 2009   As compreensões do humano para Skinner, Piaget, Vygotski e Wallon: pequena introdução às teorias e suas implicações na escola   The human comprehensions for Skinner, Piaget, Vygotski e Wallon: a short introduction of theories and their implications on school   Entendimientos de humanos a Skinner, Piaget, Vigotsky y Wallon: breve introducción a las teorías y su implicaciones en escuela     Irineu A. Tuim Viotto FilhoI; Rosiane de...

    10220  Palavras | 41  Páginas

  • Alguns teoricos (piaget,wallon,vigosty) e historia da psicologia

    nasce com Freud, na Áustria, a partir da prática médica, recupera para a Psicologia a importância da afetividade e postula o inconsciente como objeto de estudo, quebrando a tradição da Psicologia como ciência da consciência e da razão. A teoria de Piaget do desenvolvimento cognitivo (Epistemologia Genética) é uma teoria de etapas, uma teoria que pressupõe que os seres humanos passam por uma série de mudanças ordenadas e previsíveis. A inteligência do indivíduo, como adaptação a situações novas, portanto...

    13282  Palavras | 54  Páginas

  • As contribuiuções de Freud, Piaget, Wallon e Vigotski para a educação.

    SUMÁRIO 1. Introdução 2. Quem foi Sigmund Freud e suas contribuições para a Educação. 3 3. Quem foi Jean Piaget e a sua contribuição para a Educação. 6 4. Quem foi Henri Wallon e suas contribuições para a Educação. 10 5. Considerações Finais. ...

    3277  Palavras | 14  Páginas

  • Wallon

    Vigotski A vida: Lev SemionovitchVigotski foi o principal representante da chamada Psicologia Histórico-Cultural, foi teórico que estudou a relação entre pensamento e linguagem o processo de desenvolvimento da criança e o papel da educação formal no desenvolvimento. Vigotski transformou-se em um cientista revolucionário, na medida em que buscou elaborar um saber psicológico, além das explicações reducionistas, das aparências e fazer do homem o sujeito dessas transformações. A teoria de Vigotski entende...

    4720  Palavras | 19  Páginas

  • A CONTRIBUIÇÃO DOS TEÓRICOS, FREUD, JEAN PIAGET, VIGOTSK E WALLON NA EDUCAÇÃO

    FREUD, JEAN PIAGET, VIGOTSK E WALLON NA EDUCAÇÃO Introdução A cada ano que passa a psicologia vem conquistando mais espaço em vários campos da sociedade. Isto é psicologia não se limita a tratar de distúrbio, mas a tentar explicar os processos psíquicos do ser humano possibilitando melhorar as condições de vida humana. Ao estudar a psicologia nós educadores passamos a entender que cada ser humano tem diferentes subjetividades, e que cada aluno chegar na...

    2268  Palavras | 10  Páginas

  • Piaget

    Relatório da contribuição dos clássicos da psicologia da educação Teorias da Psicologia que contribuíram com a História da Educação em Geral: Sigmund Freud Jean Piaget Henri Wallon Lev S. Vigotski Henri Wallon Psicogenética, essencialmente sociocultural e relativista, com forte lastro orgânico, a teoria de Wallon considera o desenvolvimento da pessoa completa integrada ao meio em que está imersa, com os seus aspectos afetivo, cognitivo e motor também integrados. Assim, a ênfase é para...

    1658  Palavras | 7  Páginas

  • O presente trabalho refere-se a sínteses das teorias da aprendizagem e do desenvolvimento humano dos seguintes pensadores: Skinner, Piaget, Vygotyski, Wallon, Ausubel e Rogers.

    INTRODUÇÃO. O presente trabalho refere-se a sínteses das teorias da aprendizagem e do desenvolvimento humano dos seguintes pensadores: Skinner, Piaget, Vygotyski, Wallon, Ausubel e Rogers. Dessa forma, apresentamos os pressupostos teóricos que iluminam os processos educativos, com base em uma perspectiva histórica, social e humanística. Em seguida teremos as resenhas sobre os seguintes filmes: O Sorriso de Monalisa, Cidade de Deus e Machucou! ...

    4492  Palavras | 18  Páginas

  • Relação Professor - Aluno

    RELAÇÃO PROFESSOR-ALUNO SEGUNDOPIAGET Para Piaget a aprendizagem do estudante será significativa quando esse for um sujeito ativo. Isso se daráquando a criança receber informações relativas ao objeto de estudo para organizar suas atividades e agir sobre elas. Geralmente os professores “jogam” somente os símbolos falados e escritos para os alunos,alegando a falta de tempo. Segundo Piaget esse tempo utilizado apenas para a verbalização do professor é um tempo perdido, e se gastá-lo permitindo que...

    1912  Palavras | 8  Páginas

  • A importância do lúdico na Educação Infantil como ferramenta para um melhor desenvolvimento e aprendizagem dos alunos.

    A importância do lúdico na Educação Infantil como ferramenta para um melhor desenvolvimento e aprendizagem dos alunos. Francisca Izabel de Sousa Neta¹ Maria Telriane de Sousa Machado Resumo Compreendendo a criança como um ser que se desenvolve e aprende mais e melhor através dos jogos e das brincadeiras, este artigo teve como finalidade mostrar a importância de se trabalhar o lúdico no cotidiano da Educação Infantil, na formação de um ser completo, considerando todos os seus aspectos (físicos...

    3864  Palavras | 16  Páginas

  • PESQUISAS COMPLETAS DE GARDNER E WALLON

    ---------------------------------------------------------------------------------------- TITULO DA ATIVIDADE – AS PESQUISAS COMPLETAS DE GARDNER E WALLON ---------------------------------------------------------------------------------------- A VIDA DO GARDNER E SUA TEORIA DAS INTELIGÊNCIAS MÚLTIPLAS 11 de Junho de 1943, Scranton de Pennsylvania, uma cidade bonita. Isso foi Howard Gardner nasceu ai, ele adora muito da música e da arte na infância. Ele cresceu para dedicar ser psicologo...

    1918  Palavras | 8  Páginas

  • O DESENVOLVIMENTO HUMANO NA PERSPECTIVA DE PIAGET, WALLON E VIGOTSKY

     O DESENVOLVIMENTO HUMANO NA PERSPECTIVA DE PIAGET, WALLON E VIGOTSKY Projeto apresentado para integralização da Prática do Módulo - Licenciatura em Ciências Biológicas SUMÁRIO 1. TEMA E PROBLEMA 04 2. JUSTIFICATIVA 04 3. OBJETIVOS 11 3.1 ObjetivoGeral................................................................................................................11 3.2 Objetivos Específicos........................................................

    3189  Palavras | 13  Páginas

  • A AFETIVIDADE NUM OLHAR PSICOPEDAGÓGICO: RELAÇÃO PROFESSOR/ALUNO

    psicopedagógico: relação professor/Aluno. 2013. 28 f. Trabalho de conclusão do curso de Metodologia da Pesquisa, apresentado como parte das exigências para apresentação ao Programa de Pós-Graduação Lato Sensu – Especialização em Psicopedagogia da Universidade Norte do Paraná. Bandeirantes, 2013. RESUMO Este trabalho se ampara em pesquisa bibliográfica que objetiva analisar a importância da afetividade no processo de ensino e aprendizagem, e nas relações pedagógicas professor-aluno, apontando para o fato...

    7783  Palavras | 32  Páginas

  • Jean piaget

    ------------------------------------------------- Jean Piaget Sir Jean William Fritz Piaget (Neuchâtel, 9 de agosto de 1896 - Genebra, 16 de setembro de 1980) foi um epistemólogo suíço, considerado o um dos mais importantes pensadores do século XX. Defendeu uma abordagem interdisciplinar para a investigação epistemológica[nota 1] e fundou a Epistemologia Genética, teoria do conhecimento com base no estudo da gênese psicológica do pensamento humano.[1] Estudou inicialmente biologia na Universidade...

    3643  Palavras | 15  Páginas

  • O papel do aspecto emocional e afetivo no rendimento escolar do aluno

    desenvolvimento socioafetivo da criança, período em que são importantes as interações que proporcionam vivências afetivas. Tanto a família quanto os professores exercem um papel importante no desenvolvimento afetivo da criança porque são eles, enquanto sujeitos mais experientes, que coordenam o processo de aprendizagem. Nesse sentido, tanto Wallon quanto Vygotsky e Piaget consolidam o entendimento sobre os aspectos socioafetivos para a cognição. Diante disso, este artigo analisa a importância dos aspectos socioafetivos...

    3560  Palavras | 15  Páginas

  • Sigmund freud e henri wallon e suas contribuições para a educação

    a partir daí as teorias cientificas influenciadas pelas condições da vida social nos seus aspectos econômicos , políticos e culturais . São produções históricas criados por homens concretos como Sigmund Freud , Charles Darwin , Karl Marx, Jean Piaget, Lev Vygotsky dentre outros . Sigmund Freud (1856- 1939) revolucionou o século XIX e XX ao criar a Psicanálise e toda a sua teoria . Porém, antes de falar de Freud e sua contribuição a Educação farei uma rápida exposição de sua vida e obra . Freud...

    1360  Palavras | 6  Páginas

  • ANÁLISE COMPATIVA ENTRE PIAGET, VYGOTSKY E WALLON

    ANÁLISE COMPATIVA ENTRE PIAGET, VYGOTSKY E WALLON PAULA ALVES DUARTE PIAGET 1. Conceitos de Linguagem e Pensamento Segundo Piaget, o pensamento aparece antes da linguagem, que apenas é uma das suas formas de expressão. A formação do pensamento depende, basicamente, da coordenação dos esquemas sensor motores e não da linguagem. Esta só pode ocorrer depois que a criança já alcançou um determinado nível de habilidades mentais, subordinando-se, pois, aos processos de pensamento. A linguagem...

    3114  Palavras | 13  Páginas

  • Afetividade professor e aluno

    EDUCACIONAL E SISTEMAS DE ENSINO CURSO DE PSICOPEDAGOGIA A AFETIVIDADE NA RELAÇÃO PROFESSOR-ALUNO COMO ELEMENTO FACILITADOR DA APRENDIZAGEM Itaúna 2.009 IESDE – INTELIGÊNCIA EDUCACIONAL E SISTEMAS DE ENSINO CURSO DE PSICOPEDAGOGIA A AFETIVIDADE NA RELAÇÃO PROFESSOR-ALUNO COMO ELEMENTO FACILITADOR DA APRENDIZAGEM ELIANE ALVES SILVA DE OLIVEIRA DANIELE CRISTINA PIO...

    6888  Palavras | 28  Páginas

  • Inteligência e Socialização segundo Piaget e Vygotsky

    1. Desenvolvimento da Inteligência Humana 1.1 Desenvolvimento da Inteligência Humana segundo Piaget Jean Piaget é considerado um dos mais importantes autores da psicologia juntamente com Freud e explica o desenvolvimento mental do ser humano no campo do pensamento, da linguagem e da afetividade. Sua obra trata-se basicamente do desenvolvimento da inteligência e da construção do conhecimento, portanto batizou sua teoria de Espitemologia (estudo da ciência) Genética (de gênesis, ou seja,...

    3448  Palavras | 14  Páginas

  • A teoria de Enri Wallon e sua contribuição para o Desenvolvimento Humano

     CURSO DE LICENCIATURA EM PEDAGOGIA ALUNO (A): ANA LUCIA DE LIMA FERREIRA JOANA FERREIRA DA SILVA SOUZA TRABALHO DE PSICOLOGIA TEORIA DE ENRI WALLON E SUA CONTRIBUIÇÃO PARA O DESENVOLVIMENTO HUMANO PEDRAS DE FOGO 2014.1 ANA LUCIA DE LIMA FERREIRA JOANA FERREIRA DA SILVA SOUZA TEORIA DE ENRI WALLON E SUA CONTRIBUIÇÃO PARA O DESENVOLVIMENTO HUMANO Este trabalho será apresentado a disciplina de Psicologia ,do Curso de licenciatura em Pedagogia da UVA/UNA...

    3352  Palavras | 14  Páginas

  • As contribuições de piaget e vygostky e wallon

    Universidade Federal do Pampa (Campus Jaguarão) Psicologia e Aprendizagem Valeria Jackson As contribuições de Piaget, Vygotsky e Wallon entre outros pensadores da Educação apresentam experiências concretas na realidade brasileira que permitem uma perspectiva em que se priorizam na Educação Infantil as bases primeiras da formação para cidadania, percebendo-se a criança como ser humano pleno. É importante a efetivação de um projeto de Educação Infantil que represente uma tendência pedagógica...

    503  Palavras | 3  Páginas

  • EDUCAÇÃO COMO AQUISIÇÃO DE NOVOS COMPORTAMENTOS, TEORIA DA GESTALT, FREUD, PIAGET, VYGOTSKY, WALLON

    Etapa 1: Aula-tema: Educação como aquisição de novos comportamentos, Teoria da Gestalt, Freud, Piaget, Vygotsky, Wallon. Teoria da Gestalt Caracteriza-se por uma teoria que veio de uma escola de pensamento que é a psicologia da Gestalt. Essa escola estuda como os seres percebem as coisas e como o campo perceptivo se organiza. Assim, esse movimento visa buscar respostas científicas para os questionamentos sobre o processo de conhecimento e, ao mesmo tempo, oferecer uma reação às teorias de condicionamento...

    3898  Palavras | 16  Páginas

  • Piaget e Vygotsky

    PEDAGÓGICA: DESENVOLVIMENTO RELAÇÕES INTERPESSOAIS PARA RELAÇÃO PRÓPRIA, O PROFESSOR DEVE DESENVOLVER O IMAGINÁRIO DO ALUNO, TER TROCA DE IDE AS COM ALUNO, ENSEIVAR O ALUNO A TER RESPONSABILIDADE COM SEUS ESTUDO. CONTRIBUIÇÃO PARA PRATICA PEDAGOGIA, CONHECIMENTO REAL E O POTENCIAL, E AQUILO QUE DOMINA, CONHECE E SABE. EX: SABE FAZER FEIJÃO! E O POTENCIAL, MAIS PRA FAZER UMA FEIJOADA PRECISA DA AJUDA DA MÃE. ENSINA O PROFESSOR A TRAZER O ALUNO PARA O MUNDO DESCONHECIDO LHE APRESENTANDO OBJETOS, ALIMENTOS E TEXTURAS...

    1824  Palavras | 8  Páginas

  • Obras henry wallon

    1. INTRODUÇÃO Este trabalho convida você fazer uma reflexão sobre um pouco das obras e trajetória do pensador Henry Wallon que deixou uma significativa contribuição para nossa educação. Henri Paul Hyacinthe Wallon nasceu em Paris, na França, em 15 de junho de 1879. Antes de se dedicar à psicologia passou pela filosofia e a medicina. Viveu em um período marcado por instabilidade social, turbulência política e crises sociais que foram fundamentais para que esse francês construísse sua teoria pedagógica...

    1556  Palavras | 7  Páginas

  • Wallon

    PSICOLOGIA DA EDUCAÇÃO HENRI WALLON EQUIPE: Clara Estela Fabíola Freitas Hercília Neves Karla Malheiros Nathália Kelly EDUCAÇÃO FÍSICA 3º SEMESTRE – NOITE TURMA: 15103 HENRI WALLON  Nasceu em 1879 na França;  Graduou-se em Medicina, Filosofia e Psicologia;  Conduziu seus estudos com foco na inteligência e no desenvolvimento infantil integral;  Sua teoria representou uma revolução no ensino da época;  Enfatizou a importância das emoções no trabalho educativo;  Na década...

    1077  Palavras | 5  Páginas

  • A IMPORTÂNCIA DA AFETIVIDADE ENTRE PROFESSORES E ALUNOS NA INCLUSÃO

    A IMPORTÂNCIA DA AFETIVIDADE ENTRE PROFESSORES E ALUNOS NA INCLUSÃO NEUZA WOISCZYK MASSARANDUBA 2013 INSTITUTO DE ENSINO MASSARANDUBA FACULDADE DE CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS – FACISA A IMPORTÂNCIA DA AFETIVIDADE ENTRE PROFESSORES E ALUNOS NA INCLUSÃO Trabalho de Conclusão apresentado à FACISA, como parte dos requisitos para a obtenção do título de Especialista em Psicopedagogia Institucional e Inclusão, ministrado pelo Instituto de...

    4782  Palavras | 20  Páginas

  • Atps Psicologia da Educação

    INTRODUÇÃO Estudar e compreender a psicologia da Educação é muito importante para os que já são e os que desejam se tornar professores. A disciplina aborda a relação entre professores e alunos e os fatores dominantes, motivacionais, princípios e teorias que dizem respeito a aprendizagem.A matéria nos desafia ainda a compreender a aprendizagem dos alunos de acordo com o meio em que está inserido bem como situações e problemas que o cercam,e também nos desafia a compreender o sistema educacional...

    4219  Palavras | 17  Páginas

  • Wallon

    COLEÇÃO: EDUCAÇÃO E CONHECIMENTO Coordenador: Antônio Joaquim Severino John Dewey: Uma filosofia para educadores em sala de aula Marcus Vinícius da Cunha Vygotsky: Uma perspectiva histórico-cultural da educação Teresa Cristina Rego Henri Wallon: Uma concepção dialética do desenvolvimento infantil Izabel Galvão Edgar Morin: A educação e a complexidade do ser e do saber Izabel Cristina Petraglia Agnes Heller: Filosofia, moral e educação Maria Helena Bittencourt Granjo Célestin Freinet:...

    30621  Palavras | 123  Páginas

  • VYGOTSKY E PIAGET

    VYGOTSKY E PIAGET: UMA VISÃO PARALELA Eliza Viegas Brilhante da NÓBREGA1 RESUMO Este artigo discorre sobre o pensamento de dois importantes teóricos para a aquisição da linguagem: Vygotsky e Piaget, respeitando, assim, as características do construtivismo formal deste e do construtivismo funcional daquele, tendo como linha de desenvolvimento textual os pontos de vista convergentes e divergentes de cada um sobre a linguagem. PALAVRAS CHAVES: Linguagem; Língua; Instrumentos. 1 - INTRODUÇÃO Para estudarmos...

    3892  Palavras | 16  Páginas

  • PLANEJAMENTO DE UMA OFICINA SOBRE CORRENTE ELÉTRICA PARA PROFESSORES DE FÍSICA

    CAMPINAS FACULDADE DE EDUCAÇÃO PLANEJAMENTO DE UMA OFICINA SOBRE CORRENTE ELÉTRICA PARA PROFESSORES DE FÍSICA Rita Choukaira Campinas/2012 UNIVERSIDADE ESTADUAL DE Rita Choukaira Trabalho de Conclusão de Curso apresentado na UNICAMP, como requisito parcial à obtenção...

    7474  Palavras | 30  Páginas

  • AFETIVIDADE E A RELA O PROFESSOR ALUNO INTERFACES PARA A APRENDIZAGEM

    AFETIVIDADE E A RELAÇÃO PROFESSOR/ALUNO: INTERFACES PARA A APRENDIZAGEM Thekeane Pianissoli1 RESUMO O presente artigo objetiva apresentar uma fundamentação teórica sobre a afetividade e a relação professor/aluno: interfaces para a aprendizagem, considerando que a afetividade envolve as vivencia e as formas de expressões que ocorrem no contexto escolar, pois o afeto não se limita apenas às manifestações de contato físico, mas entre inúmeras situações com implicações afetivas para o educando...

    6542  Palavras | 27  Páginas

  • Relação professor e aluno

    relaA INFLUÊNCIA DA RELAÇÃO PROFESSOR-ALUNO PARA O PROCESSO DE ENSINO-APRENDIZAGEM Rafaela Laurentino da Costa* RESUMO: A relação professor-aluno representa o momento de encontro e convivência entre educadores e educando que se interagindo formam o cerne do processo educativo. Demarcar o campo de atuação da relação professor-aluno no processo de ensino é algo complicado de fazer-se, visto a estreita ligação que há entre ambos, devido ao seu grau de aproximação. O objetivo é estudar a importância...

    3192  Palavras | 13  Páginas

  • Henri wallon

    Estágio do personalismo * Estágio categorial * Estágio da adolescência * Wallon e a Psicologia Genética * Integração Organismo - Meio * Wallon e os Domínios Funcionais * Estudo da Afetividade, Emoção, Sentimento e Paixão PESQUISA * Como foi a passagem pela escola? CONCLUSÃO REFERÊNCIA BIBLIOGRÁFICA RESUMO Com uma teoria que abrange toda a infância do ser humano, Henri Wallon deu uma importante contribuição para a Psicologia e Pedagogia. Nas páginas seguintes...

    4393  Palavras | 18  Páginas

  • Wallon

    HENRI WALLON - Apresentado por Isabel Galvão Vale ler dados biográficos sobre ele pois sua vida foi muito interessante e ajuda a compreendermos o contexto que o motivou a construir sua teoria. Sua teoria é a PSICOGENESE DA PESSOA, isto é, estudar a gênese dos processos que constituem o psiquismo humano. gênese
gê.ne.se2
sf (lat genese, gr génesis) 1 Geração. 2 Origem e formação dos seres organizados. 3 Desenvolvimento gradual de um ser, de uma idéia, de uma instituição, de um tipo...

    1599  Palavras | 7  Páginas

  • Projeto de pesquisa dificuldade de aprendizagem: um olhar crítico sobre os alunos de 5ª série com déficit cognitivo.

    BIBLIOGRÁFICAS.............................................................................24 03 CAPÍTULO 1 1.1 O PROCESSO DE APRENDIZAGEM Inicia-se fazendo uma discussão das idéias de Vygotsky e, em seguida, se incluem nestes fundamentos os estudos de Piaget a respeito do processo de aprendizagem. Esta primeira elabora a teoria Interacionista e, a segunda, a teoria Construtivista de aprendizagem. O trabalho de Lev Vygotsky vem se tornando influente nos estudos do desenvolvimento cognitivo. Sua teoria...

    4950  Palavras | 20  Páginas

  • Artigo de psicologia da inteligencia segundo piaget e vygotsky

    I. S. DA SILVA4 RESUMO: Este trabalho tem por objetivo apresentar considerações sobre o desenvolvimento da inteligência e o papel da educação, relacionando as concepções de Jean Piaget e Lev S. Vigotski acerca deste assunto, considerando as semelhanças e diferenças em suas teorias. O presente estudo utilizou- se do método de pesquisa bibliográfica e através do mesmo espera –se contribuir para uma pratica pedagógica ainda mais aprimorada...

    1951  Palavras | 8  Páginas

  • Professor

    recorrente na Educação. Após quase três décadas de aparente superação do paradigma de culpabilização do aluno pelo fracasso escolar - realidade evidenciada no trabalho de Patto (1996) que analisa a questão, utilizando pesquisa desenvolvida já na década de 80 - ainda nos debatemos, no cotidiano educacional, com tentativas de superação da condição de dificuldade, invariavelmente tida como problema “do aluno”. Nossa pesquisa desenvolve-se em uma Sala de Apoio Pedagógico denominada Laboratório de Aprendizagem...

    74883  Palavras | 300  Páginas

  • Historico Sobre Piaget

    Histórico sobre Piaget Jean Piaget nasceu em 1896, em Neuchatel, na Suíça. Foi uma criança precoce, tendo publicado seu primeiro artigo sobre um pardal albino aos 11 anos de idade. Esse breve estudo é considerado o início de sua brilhante carreira científica. Aos sábados, trabalhava gratuitamente no Museu de História Natural. Formou-se em Biologia pela Universidade de Neuchatel. Recebeu seu doutorado em Biologia em 1918, aos 22 anos de idade. Em 1921, Piaget começou a trabalhar no instituto...

    2493  Palavras | 10  Páginas

  • ATPS psicologia

    curso de Pedagogia, da Universidade Anhanguera- Uniderp. Professor: Profª.Msc.A.da S. Pedroso Introdução Neste trabalho vamos falar sobre as contribuições de alguns teóricos clássicos da psicologia da educação, são eles: Sigmund Freud, Jean Piaget, Henri Wallon e Lev S. Vigotski, tiveram grande importância na historia da educação. Sigmund Freud Sigmund Freud (Viena,1856 – Londres, 1939), médico austríaco e...

    679  Palavras | 3  Páginas

  • EDUCAÇÃO - Wallon

    Wallon - O estudo da criança concreta e completa – Parte I Objetivos: Entender a dinâmica do raciocínio de Henri Wallon, ter uma visão conjunta de sua teoria, identificar os principais temas tratados por esse teórico, e principalmente, entender o papel da emoção no desenvolvimento infantil. 1. Introdução Queremos que você tenha em mente que os escritos de Wallon são de extrema relevância para o entendimento da complexidade do ser humano. Ressaltamos que sua linguagem é técnica, às vezes...

    2771  Palavras | 12  Páginas

  • histoia de wallon

    Henri Wallon nasceu na França, em 1879. Seu interesse pela psicologia manifestou-se na época em que terminava os estudos secundários. Ele contou em entrevista que sua inclinação pela psicologia foi uma questão de gosto, de curiosidade pessoal pelos motivos e razões que levam as pessoas a agir. Wallon foi criado em uma família de caráter humanista. Seus parentes possuíam uma tradição universitária e republicana. "Há um grande parentesco entre o artista e o cientista. O cientista tem necessidade de...

    5295  Palavras | 22  Páginas

  • Freinet e vigotski

    começou a ser livre e não mais só para quem tinha condições de bancar um professor, algo muito difícil de fazer já que quase todo mundo era analfabeto por lá. Mesmo assim o ensino começou a entrar em contato com a população leiga, tornando-se um direito de cada civil. Três anos de ensino primário como obrigação e mais um pra quem ficasse interessado e quisesse continuar. Foram construídas muitas escolas e o número de professores aumentou bastante. Aumentou também a quantidade de matérias estudadas e...

    1460  Palavras | 6  Páginas

  • relação professor aluno

    RESUMO Este trabalho pretende abordar a afetividade como fator necessário no processo de ensino e aprendizagem. Através do afeto, o aluno adquire todas as condições para se sentir seguro e protegido. È necessário estabelecer relações positivas dentro do ambiente escolar. O afeto é um grande laço que liga professor e aluno ,um conjunto onde estão relacionados a auto estima, amor, sentimentos e valores, são relações que fazem uma aprendizagem saudável e sadia. A educação afetiva deveria ser...

    2452  Palavras | 10  Páginas

  • A interação professor-aluno e o mito de “bicho-papão” atribuído à física

    A INTERAÇÃO PROFESSOR-ALUNO E O MITO DE “BICHO-PAPÃO” ATRIBUÍDO À FÍSICA NELSON RISKI FILHO 2011 UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO DE JANEIRO Faculdade de Letras Programa Interdisciplinar de Lingüística Aplicada A INTE R A Ç ÃO P R OF E S S OR - AL UNO E O MITO DE “ B IC HO -P AP ÃO ” ATR IB U ÍDO À F ÍS IC A Física Fisica ecân i a---- ca ------- - Nelson Riski Filho Orientadora: 11:34 Profª Drª Myriam Brito de Corrêa Nunes Física Mecânic 1 2 A INTERAÇÃO...

    50634  Palavras | 203  Páginas

  • O conhecimento de Vygotsky e Wallon no estudo do desenvolvimento do ser humano

    O conhecimento de Vygotsky e Wallon no estudo do desenvolvimento do ser humano. O artigo A Contribuição de Vygotsky e Wallon na compreensão do desenvolvimento infantil, de Ivanilda Maria e Silva Bastos e Sonia Regina Pereira, editado pelo Programa de Educação e Cultura da UDESC, Joinville, (S.d); (S.p.). Na perspectiva de buscar subsídios para a compreensão da educação como um trabalho educacional-pedagogico e entendê-la como uma pratica social que precisa de uma grande parcela de contribuição...

    2807  Palavras | 12  Páginas

  • Sobre Henri Wallon

    LIMA, FERNANDA FREIRE, GABRIELA NIMO, ISADORA ALVES, JAQUELINE AMADEU E NATÁLIA BEATRIZ TURMA: 1 PERÍODO: 6º HENRI WALLON Trabalho apresentando como um dos requisitos de conclusão da disciplina Currículo e Abordagens Pedagógicas da Educação Infantil. Rio de Janeiro Janeiro de 2014 INTRODUÇÃO 1. BREVE BIBLIOGRAFIA Henri Paul Hyacinthe Wallon nasceu em Paris, França, em 1879. Graduou-se em medicina e psicologia. Fez também filosofia. Atuou como médico na Primeira...

    4493  Palavras | 18  Páginas

  • A relação professor - aluno nas aulas de matemática

    IARA GONÇALVES SOUZA A RELAÇÃO PROFESSOR - ALUNO NAS AULAS DE MATEMÁTICA 2010 A RELAÇÃO PROFESSOR - ALUNO NAS AULAS DE MATEMÁTICA RESUMO O presente trabalho busca retratar a relação entre professor e aluno nas aulas de Matemática. As relações existentes em sala de aula muito podem influir no ensino-aprendizagem dos alunos e daí vai depender também o seu sucesso ou o seu fracasso. Neste trabalho fizemos uma pesquisa sobre a interação existente no ambiente escolar e depois mais...

    4503  Palavras | 19  Páginas

  • As formas de como o gestor pode empoderar o professor de Educação Física tendo como objetivo o desenvolvimento cognitivo escolar

    FACULDADE ITESA “As formas de como o gestor pode empoderar o professor de Educação Física tendo como objetivo a melhora do desenvolvimento cognitivo escolar” Simone Maria Mendonça Professora licenciada em Educação Física SÃO PAULO 2014 FACULDADE ITESA “As formas de como o gestor pode empoderar o professor de Educação Física tendo como objetivo a melhora do desenvolvimento cognitivo escolar” Trabalho apresentado à disciplina de Trabalho...

    4023  Palavras | 17  Páginas

  • Paper sobre Henri Wallon

    HENRI WALLON Naiara Cecília Theiss Reguita Kruger Cunha Centro Universitário Leonardo da Vinci - UNIASSELVI Curso de Licenciatura em Pedagogia (PED0698) – Prática do Módulo II 03/12/2012 RESUMO Falar que a escola deve proporcionar formação integral (intelectual, afetiva e social) às crianças é comum hoje em dia. No início do século passado, porém, essa ideia foi uma revolução no ensino. Uma revolução comandada por um médico, psicólogo e filósofo francês chamado Henri Wallon. Sua teoria...

    1967  Palavras | 8  Páginas

  • politica

    Ausubel [1918-2008]- defende a aprendizagem cognitiva, o que o aluno traz consigo;, a aprendizagem mecânica, tradicional. Ausubel aceita que quando já existe na mente do aluno um conceito, quando recebe uma outra informação. Gestalt era oposto a teoria do Behaviorismo. Percepção quando um percebe o outro e sua importância é quando decidimos qual vai ser o nosso comportamento diante da outra pessoa, como iremos julgá-la; através da sua postura, fala e ações.. Paulov – comportamento involuntário reflexo...

    665  Palavras | 3  Páginas

  • VIGOTSKI, A TEORIA DAS REPRESENTAÇÕES SOCIAIS E A ESCUTA DE CRIANÇAS EM PESQUISAS

    VIGOTSKI, A TEORIA DAS REPRESENTAÇÕES SOCIAIS E A ESCUTA DE CRIANÇAS EM PESQUISA José Edilmar de Sousa Resumo Este trabalho resulta das atividades realizadas no âmbito da disciplina Teorias da Educação ligada ao Programa de pós-graduação em Educação brasileira da Universidade Federal do Ceará e teve como objetivo subsidiar a fundamentação teórica de um projeto de dissertação em andamento sobre a presença de docentes do gênero masculino na Educação Infantil. A metodologia consiste pesquisa bibliográfica...

    3569  Palavras | 15  Páginas

  • trabalho

    sexualidade, tendo como exemplo, a pulsão anal, que em certos momentos quando ocorre na criança a curiosidade a respeito do que é expelido da região anal, ela sente o desejo de manipular as fezes, porém, é certo que serão reprimidas por seus pais ou professores, nesse caso deve ser transferido o manuseio das fezes por argila e assim estaremos incentivando a criança a praticas artísticas, é nesse e em outros casos que acontece o processo de sublimação da criança e estará satisfazendo as suas necessidades...

    3334  Palavras | 14  Páginas

  • psicologia da educação

    PROFESSOR A DISTANCIA: HELENROSE A. DA S. PEDROSO COELHO. PROFESOR PRESENCIAL: CRISTIANA RODRIGUES DA SILVA. CAMPINAS, SÃO PAULO. SUMÁRIO Introdução. Resumo. Sigmund Freud. Contribuições de Freud para a educação. Jean Piaget. Contribuições de Piaget para a educação. Henri Wallon. Contribuições de Wallon para a educação. Lev Vigotski. Contribuições de Vigotski para a educação...

    2524  Palavras | 11  Páginas

  • AFETIVIDADE EM SALA DE AULA- A RELAÇÃO ENTRE PROFESSOR, ALUNO E PAIS.

    EM SALA DE AULA- A RELAÇÃO ENTRE PROFESSOR, ALUNO E PAIS. Guarulhos – SP 2013 ANDREIA APARECIDA DE SOUZA AFETIVIDADE EM SALA DE AULA- A RELAÇÃO ENTRE PROFESSOR, ALUNO E PAIS. Monografia apresentada para obtenção do grau de “pós-graduação” no curso de Deficiência Intelectual da Faculdade da Aldeia de Carapicuíba. Guarulhos – SP 2012 AFETIVIDADE EM SALA DE AULA- A RELAÇÃO ENTRE PROFESSOR, ALUNO E PAIS. ANDREIA APRECIDA...

    10944  Palavras | 44  Páginas

  • Teóricos clássicos da psicologia da educaçao

    focalizar seus aspectos relevantes das teorias de Sigmund Freud, Jean Piaget, Henri Wallon e Lev S. Vigotski. A Psicologia é a ciência que estuda o comportamento, os processos, mentais e a relação entre eles em todo domínio que entram os comportamentos observáveis (correr, andar, falar, etc.) assim como os não observáveis (pensar, emocionar-se, etc.) 2. Quem foram Sigmund Freud, Jean Piaget, Henri Wallon e Lev S. Vigotski e suas contribuições para a educação 2.1 Sigmund Freud Sigmund Schlomo...

    3410  Palavras | 14  Páginas

  • Fichamento piaget, vygotsky, wallon, teorias psicogeneticas

    O lugar da Interação Social na Concepção de Jean Piaget Em seu livro, Biologie et Connaissance, Piaget escreveu “a inteligência humana somente se desenvolve no indivíduo em função de interações sociais que são, em geral, demasiadamente negligenciadas”. Tal afirmação, num livro cujo título resume o tema central da obra do autor, talvez cause estranheza em alguns leitores, pois, como é notório, Piaget costuma ser criticado justamente por “desprezar” o papel dos fatores sociais no desenvolvimento humano...

    8270  Palavras | 34  Páginas

  • Henri Wallon

    3 Belo Horizonte set. 2013 http://dx.doi.org/10.1590/S0102-46982013000300009  ARTIGOS ARTICLES 2. A EDUCAÇÃO DIMENSÕES DO ENSINO E DA APRENDIZAGEM   Investigando as interações em sala de aula: Wallon e as vinculações afetivas entre crianças de cinco anos1  Investigating interactions in the classroom: Wallon and affective bonds among 5-year old children     Helga Loos-Sant'AnaI; Liege GasparimIIIDoutora em Educação pela Universidade de Campinas (UNICAMP); Professora do Departamento de Teoria e...

    10348  Palavras | 42  Páginas

  • Análise da postura de um professor frente ao ambiente de aprendizagem

    Humanas e Letras Departamento de Psicologia Psicologia da Aprendizagem Prof. Dra.: Mônica F. B. Correia Análise da postura de um professor frente ao ambiente de aprendizagem Aryellen Cristhine Freire Matoso Maria Anyellen Freire Matoso João Pessoa 2014 Análise da postura de um professor frente ao ambiente de aprendizagem Universidade Federal da Paraíba Aryellen Cristhine Freire Matoso Maria Anyellen Freire Matoso ...

    4998  Palavras | 20  Páginas

  • PSICOLOGIA DA EDUCAÇÃO

    e necessidades das crianças de aprendizagem, como no caso da desordem por déficit de atenção com hiperatividade, problemas emocionais ou problemas comportamentais.Diante disso,temos os teóricos da psicologia como o Sigmund Freud,Jean Piaget,Henri Wallon e Lev Vigotski e sua contribuições para a educação, como veremos ao longo deste trabalho. ETAPA 01: SIGMUND FREUD E SUAS CONTRIBUIÇÕES PARA A EDUCAÇÃO “É quase impossível conciliar as exigências do instinto sexual com as da...

    4180  Palavras | 17  Páginas

  • Dificuldades de aprendizagem em alunos de 5ª serie/6º ano

    Curso sobre a orientação do professor SORRISO-MT 2011 Clotildes Pereira Santana RA: 0915192 A VIVÊNCIA DO LÚDICO NO ENSINO APRENDIZAGEM NA EDUCAÇÃO INFANTIL Trabalho do Curso aprovado em _____/_____/______ na Universidade Paulista pela Banca Examinadora constituída pelos Professores        __________________________________________________________ Professor Dr. USP _____________________________________________________________ Professor Ms UNESP _________________________________________________________________...

    12253  Palavras | 50  Páginas

tracking img