Os Principais Conceitos Da Metafisica Aristotélica artigos e trabalhos de pesquisa

  • Conceito de Substância no Ensino Médio

    conforme o critério da melhor abordagem dos conceitos, que facilite a compreensão dos alunos. Nosso estudo foi feito a partir das obras Aristóteles. Metafísica, Vol. I, Ensaio Introdutório, de Giovanni Reale e Vivendo a Filosofia, de Gabriel Chalita Abordagem da Substância Aristotélica por Reale: Antes de pinçar o conceito de substância captado por Reale da tradução e comentários dos catorze livros de Aristóteles sobre a filosofia primeira ou Metafísica, é preciso reconhecer o esforço que o comentador...

    2179  Palavras | 9  Páginas

  • RESUMO METAFISICA 2

    Aristóteles afirma que o ser da natureza existe, é real. É possível uma ciência teórica verdadeira sobre a natureza e a mudança: a física, mas primeiramente deve-se demonstrar que o indivíduo ou objeto da física é um ser verdadeira, e esta é a tarefa da metafísica. 2: Aristóteles considera que a essência verdadeira das coisas naturais e dos humanos e de suas ações não está no mundo inteligível, separado do mundo sensível, as essências estão nas próprias coisas, nos próprios homens, nas próprias ações, e é dever...

    984  Palavras | 4  Páginas

  • Metafísica-aristóteles

    MAGALHÃES CURSO:LICENCIATURA EM FILOSOFIA RA: 1067147 DATA: 30/09/2011 DISCIPLINA DE HISTORIA DA FILOSOFIA ANTIGA PROFESSOR: FERNANDO H C DE OLIVEIRA OBRA: METAFÍSICA,DE ARISTÓTELES INTRODUÇÃO: A Metafísica é uma das principais obras de Aristóteles e o primeiro grande trabalho sobre a própria metafísica. O objeto de investigação da Metafísica não é qualquer ser, mas do ser enquanto ser. Examina o que pode ser afirmado sobre qualquer coisa que existe por causa de sua existência e não por causa de...

    1967  Palavras | 8  Páginas

  • Metafísica

     A palavra metafísica é de origem grega onde Meta significa além e Physis significa Física. Metafísica é uma área do conhecimento que faz parte da Filosofia. A metafísica estuda os princípios da realidade para além das ciências tradicionais (Física, Química, Biologia, Psicologia, etc). A metafísica busca também dar explicações sobre a essência dos seres e as razões de estarmos no mundo. Outro campo de análise da Metafísica são as relações e interações dos seres humanos com o Universo. O...

    519  Palavras | 3  Páginas

  • A metafísica de Aristóteles

    l Convite à Filosofia Capítulo 2 A metafisica de Aristóteles Diferença entre Aristóteles e seus predecessores Embora a ontologia ou metafísica tenha começado com Parmênides e Platão, costuma-se atribuir seu nascimento a Aristóteles por três motivos principais: 1. diferentemente de seus dois predecessores, Aristóteles não julga o mundo das coisas sensíveis, ou a Natureza, um mundo aparente e ilusório. Pelo contrário, é um mundo real e verdadeiro cuja essência é, justamente, a multiplicidade...

    3000  Palavras | 12  Páginas

  • Metafísica e Ontologia

    .O que é metafisica Doutrina da essência das coisas. Conhecimento das causas primárias. Teoria das idéias. Conhecimento geral e abstrato. Abstração. Caráter do que é abstrato. Fig. Subtileza ou transcendência no discorrer. Metafísica a palavra vem do grego, Meta-alem / Física- natureza, É um campo da Filosofia que se preocupa com a essência das coisas tipo: o que é real, o que é natural, e o que é sobrenatural. Ocupa-se também da relação do homem com a sua própria existência e a sua...

    1472  Palavras | 6  Páginas

  • A lógica aristotélica e o principio da metafísica

    A Lógica Aristotélica A lógica aristotélica é estudo sistemático dos conceitos, que visava descobrir as propriedades que eles tem enquanto produzidos pela nossa mente, como podem ser unidos e separados, divididos e definidos e como é possível tirar conceitos novos de conceitos conhecidos anteriormente. Os resultados destes estudos foram reunidos em sua obra “Órganon”, obra que se divide em 5 volumes. O nome “Órganon” significa “instrumento”, este nome fora concebido pelos estudiosos bizantinos...

    1598  Palavras | 7  Páginas

  • Metafisica

    FILOSOFIA GERAL: PROBLEMAS METAFISICOS I Professor: Luís Felipe Ribeiro Aluna: Madara Luiza Data: 11 de Dezembro de 2014 1. Por que a metafísica de Aristóteles pode ser considerada uma etiologia (ou arqueologia), uma ontologia, uma teologia e uma ousiologia? A metafísica de Aristóteles pode ser considerada uma etiologia, pois esta, busca conhecer a causa primeira das coisas, o fundamento da realidade, segundo Aristóteles, que afirma que há uma ciência primeira das coisas, que vai estudar as causas...

    1009  Palavras | 5  Páginas

  • metafisica

    Origem da palavra metafísica "Metafísica" é o título de uma obra de Aristóteles composta por quatorze livros sobre filosofia geral. Uma hipótese bastante difundida atribui ao peripatético Andrônico de Rodes (século I a.C.) a iniciativa de chamar esse conjunto de escritos de Metafísica. Ao realizar a primeira compilação e sistematização dos escritos de Aristóteles, Andrônico o elencou depois dos oito livros que tratavam da Física, e os chamou de tà metà tà physiká, ou seja, "os que estão depois...

    1816  Palavras | 8  Páginas

  • metafisica aristoteles, ciencia primeira

    1 Prolegômenos à metafísica aristotélica Autor: Sávio Laet de Barros Campos. Bacharel-Licenciado e Pós-Graduado em Filosofia Pela Universidade Federal de Mato Grosso. 1. Introdução O presente artigo é uma tentativa de articular as ideias fundantes da metafísica aristotélica. Como diz o seu próprio título, este ensaio pretende ser um prolegômeno [Prolegômena plural, Prolegomenon – singular= “as coisas que são ditas antes”] que sirva de aporte intelectual para quem deseja aprofundar-se...

    11506  Palavras | 47  Páginas

  • Metafisica

    Metafísicametafísica (do grego antigo μετα [metà] = depois de, além de; e Φυσις [physis] = natureza ou física) é uma das disciplinas fundamentais da filosofia. Os sistemas metafísicos, em sua forma clássica, tratam de problemas centrais da filosofia teórica: são tentativas de descrever os fundamentos, as condições, as leis, a estrutura básica, as causas ou princípios, bem como o sentido e a finalidade da realidade como um todo ou dos seres em geral. Um ramo central da metafísica é a ontologia...

    1831  Palavras | 8  Páginas

  • metafisica

    No tratado de Aristóteles sobre metafísica, percebe-se certa ambiguidade quanto à delimitação do objeto da disciplina. Em certos trechos, ele afirma que o propósito da disciplina é investigar as causas primeiras de todas as coisas, em especial, Deus como primeiro motor do universo. Nesse aspecto, a filosofia primeira ou metafísica seria uma das disciplinas compartimentalizadas – como a biologia, a psicologia e a física – com um campo de investigação próprio e objetos específicos. No entanto, em outros...

    1118  Palavras | 5  Páginas

  • Corrente Aristotélica

     Corrente Aristotélica Guilherme Oliveira Lucena Jefferson Rodrigo Paulo Vinicius Vitor Moura Lucas Barros Ji-paraná 2014 Introdução Se com Platão a filosofia já havia alcançado extraordinário nível conceitual, pode-se afirmar que Aristóteles pelo rigor de sua metodologia, pela amplitude dos campos em que...

    1638  Palavras | 7  Páginas

  • Metafísica Filosofia

    nascimento da Metafísica. A metafísica nasceu na antiguidade, inicialmente se confundia com o que depois seria chamado de teoria do conhecimento, indagando sobre o que é a realidade, assim como esta realidade poderia ser conhecida. Entretanto, quando os gregos começaram a buscar explicações racionais para a origem do mundo ordenado, o cosmos, o panorama se alterou. Foi originada a cosmologia, a busca pelo principio ordenador da natureza, a força que provocava mudanças, chamada "physis". Assim...

    1463  Palavras | 6  Páginas

  • metafisica

    Qual é o significado etimológico do termo “metafísica”? Por quem foi introduzido? Dizem os historiadores que a origem do termometafísica” foi muito aventurosa, visto todas as figuras históricas que participaram do processo. A biblioteca de Aristóteles, após a morte deste, foi para as mãos de Teofrasto, que posteriormente a deixou com Neleu. Os herdeiros de Neleu enterraram a coleção de livros de Aristóteles, visando à proteção contra caçadores de relíquias, que visavam o lucro com livros...

    2201  Palavras | 9  Páginas

  • A metafísica de Aristóteles

    Fernanda, Mikaelle Xavier. A METAFÍSICA DE ARISTÓTELES Diferença entre Aristóteles e seus predecessores É atribuída o nascimento da ontologia a Aristóteles, mesmo tendo inicio com Platão e Parmênides, sendo quem foi ele quem formulou a ideia de ter uma disciplina que estudasse o Ser. Aristóteles não julga o mundo das coisas sensíveis como uma aparência ou uma ilusão. Ele afirma que o ser da natureza existe e é real. Logo quem prova essa tal existência é a metafisica ou Filosofia Primeira. Segundo...

    893  Palavras | 4  Páginas

  • eudaimonia aristotélica

    Educação Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri – UFVJM Minas Gerais – Brasil Revista Vozes dos Vales: Publicações Acadêmicas Reg.: 120.2.095–2011 – PROEXC/UFVJM Nº 01 – Ano I – 05/2012 www.ufvjm.edu.br/vozes A eudaimonía aristotélica: a felicidade como fim ético Prof. Dr. Roberto Antonio Penedo do Amaral Faculdade Interdisciplinar em Humanidades – FIH Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri – UFVJM E-mail: penedo.amaral@gmail.com Deyse Amorim Silva Bacharel...

    7761  Palavras | 32  Páginas

  • filosofia aristotélica

    indivíduos, de que constituem a essência. A filosofia aristotélica é, portanto, conceptual como a de Platão mas parte da experiência; é dedutiva, mas o ponto de partida da dedução é tirado - mediante o intelecto da experiência. A filosofia, pois, segundo Aristóteles , dividir-se-ia em teorética, prática e poética, abrangendo, destarte, todo o saber humano, racional. A teorética, por sua vez, divide-se em física, matemática e filosofia primeira (metafísica e teologia); a filosofia prática divide-se em ética...

    29393  Palavras | 118  Páginas

  • ontologia- psicologia aristotelica

    psicologia aristotelica aristoteles foi discipulo de platao e um antigo filosofo grego, considerado como o fundador da filosofia ocidental, e um dos maiores pensadores do mundo, considerado como o fundador do pensamento logico, onde valorizava a inteligencia e o desenpenho humano onde afirmava ser a unica forma de se chegar a realidade. fundou a escola vocacionada para o estudo das ciencias naturais, seu pensamento baseava se fundamentalmente na logica, fisica, psicologia, biologia e metafisica em que...

    706  Palavras | 3  Páginas

  • Metafísica

    ....... 4 2- As indagações da metafísica................................................ 5 3- O nascimento da Metafísica................................................. 6 4- A Metafísica de Aristóteles.................................................... 10 5- As aventuras da Metafísica................................................... 12 6- A ontologia contemporânea................................................... 18 7- A filosofia pós-metafísica....................................

    9125  Palavras | 37  Páginas

  • Metafisica cristã

    A Metafísica cristã. A metafísica cristã surgiu a partir da necessidade de converter os intelectuais gregos, para os quais o dogma da revelação divina não bastava como argumento. O que fez surgirem filósofos como Santo Agostinho e São Tomás de Aquino. O primeiro passo foi à incorporação pelo cristianismo do pensamento platônico e aristotélico, em certo sentido, deturpado. Algo que originou o neoplatonismo, o estoicismo e o gnosticismo. O neoplatonismo retomou a filosofia de Platão, revestida...

    732  Palavras | 3  Páginas

  • A Metafísica

    A metafísica As indagações da metafísica • O que é uma coisa? • O que é um objeto? • O que é subjetividade?  Perguntas como estas constituem o campo da metafísica.  Todas as perguntas que não tem uma resposta científica envolvem o“não-ser”, e automaticamente o “Ser”, o “ser” está no mundo inteligível é algo provado, concreto , é o verdadeiro, logo essa verdade é tudo aquilo que posso provar de maneira cientifica e racional. A metafísica  1. 2. A...

    2827  Palavras | 12  Páginas

  • Concepção metafísica e filósofos da antiguidade.

    considerar verdadeiramente o ser concreto e individual como fundamento da investigação científica. A concepção metafísica valoriza, em especial, a essência humana, eterna, única e imutável; não atrelada, portanto, à dinâmica social. O homem, no sentido amplo, é compreendido de modo abrangente, independentemente de suas particularidades, do tempo e do espaço em que se encontra. Para a visão metafísica, não importam as características específicas de cada indivíduo (quanto ao sexo ou idade, por exemplo), pois...

    541  Palavras | 3  Páginas

  • Metafisica

    Metafísica A metafísica é uma palavra originada do grego, onde meta significa “além de”, “depois de” e pysis natureza, física. A metafísica é um vasto campo da filosofia. É o estudo da forma de descrever os fundamentos, as condições, as leis e as causas da ocorrência de tudo em geral. Nos leva a um outro campo de pensamento, como seu nome já diz, metafísica é o estudo do que está além. Por exemplo ao nos fazermos as seguintes perguntas: - O que é a realidade? – O que é a vida? – O que é o saber...

    1609  Palavras | 7  Páginas

  • METAFÍSICA DE SÃO TOMÁS DE AQUINO - FILOSOFIA E TEOLOGIA NO PENSAMENTO DE SÃO TOMÁS AQUINO

    Componente Curricular – História da Filosofia Medieval Prof. Antônio Pedro Moura de Oliveira *Adalberto José de Almeida Ferrari METAFÍSICA DE SÃO TOMÁS DE AQUINO São Tomás de Aquino *Graduando do curso de Licenciatura em Filosofia pela UFRB/CFP Amargosa, setembro de 2014 METAFÍSICA DE SÃO TOMÁS DE AQUINO FILOSOFIA E TEOLOGIA NO PENSAMENTO DE SÃO TOMÁS AQUINO A obra de São Tomás de Aquino é composta por sua imensidão de textos...

    3445  Palavras | 14  Páginas

  • Principais periodos da historia da filosofia

    3: Campos de investigação da filosofia 1. Quais os principais períodos da filosofia grega? Período pré-socrático ou cosmológico, do final do século VII ao final do século V a. C.; período socrático ou antropológico, do final do século V e todo o século IV a .C.; período sistemático, do final do século IV ao final do sé culo III a.C.; período helenístico ou greco-romano, do final do século III a.C. até o século VI d.C. 2. Quais os principais traços da cosmologia pré-socrática? Escolha um deles...

    1376  Palavras | 6  Páginas

  • metafisica segundo aristoteles

    Ocupação: Filósofo, professor Escola/tradição: Escola peripatética, aristotelismo Principais interesses: Física, metafísica, poesia, teatro, música, retórica, política, governo, ética, biologia, zoologia Ideias notáveis: Doutrina do meio-termo, razão, lógica Introdução O objetivo desse trabalho é mostrar os principais conceitos e teorias do tema Metafísica segundo Aristóteles Metafísica O termo Metafísica surgiu no século I a.C., quando Andronico de Rodes, ao classificar as obras de Aristóteles...

    1214  Palavras | 5  Páginas

  • Justiça Aristotélica

    Justiça Aristotélica: Justo Legal, Justo Natural, Equidade e Justiça. Justiça Aristotélica Conforme relata Bittar, o desenvolvimento do tema da justiça na teoria de Aristóteles (384/322 a. C.), discípulo de Platão, e fundador do Liceu, tem sede no campo ético, ou seja, no campo de uma ciência que vem definida em sua teoria como ciência pratica. A síntese operada pelo pensador permitiu, através de seus textos, que se congregassem inúmeros elementos doutrinários reunidos ao longo dos séculos pelos...

    1612  Palavras | 7  Páginas

  • Resenha sobre a metafísica de aristóteles

    MAIA-1091671 RESENHA CRÍTICA DA METAFÍSICA DE ARISTÓTELES Centro Universitário Claretiano Licenciatura em Filosofia História da Filosofia Antiga Professor: Fernando H C de Oliveira BELO HORIZONTE 2012 INTRODUÇÃO Aristóteles nasceu em Estágira em 384 a.C e morreu em 322 a.C. Discípulo de Platão e preceptor de Alexandre, O Grande, Aristóteles escreveu sobre diversas áreas do conhecimento: política, lógica, moral, ética, teologia, pedagogia, metafísica, didática, poética, retórica, física...

    1436  Palavras | 6  Páginas

  • Metafísica

    Introdução: Neste trabalho, venho apresentar, vários conceitos da filosofia, com a intenção de aprimorar meus conhecimentos e conseguir a compensação pelo termino do trabalho dentro do prazo de entrega (Pontos). Apresento conceitos como, vida, morte, Deus, bem, efeito e também as Quatro causas Aristotélicas, entre outros, também apresentarei três mitos diferentes sobre a criação do mundo. Conceito de ser: O conceito de Ser atravessa toda a história da filosofia, desde os seus primórdios. 1...

    4928  Palavras | 20  Páginas

  • metafisica

    A METAFÍSICA A metafísica busca o princípio e as coisas fundamentais de tudo, tratando de questões que, em geral, não podem se confirmados pela experiência direta Constitui a filosofia primeira ponto de partida do sistema filosófico. O termo surgiu por volta de 50ª.c quando. Andrônico de Roder ao organizar a coleção da obra de Aristóteles, dá o nome ou ta metó to physká os conjuntos de textos que se seguiam aos do física (“meta quer dizer além). As Indagações da Metafísica Por que há serres...

    4592  Palavras | 19  Páginas

  • Metafísica

    Metafísica – Uma Introdução Contemporânea Michael J. Loux (U. Notre Dame) Resumão (1a parte) de LOUX, M.J. (2002), Metaphysics – A Contemporary Introduction. 2a ed. Londres: Routledge. Confeccionado por Osvaldo Pessoa Jr. para a disciplina FLF0456, Teoria do Conhecimento e Filosofia da Ciência III, USP, 2006. O início aproximado de cada página do original está indicado entre colchetes: [8], assim como quaisquer comentários adicionais. No original as seções não vêm numeradas. PREFÁCIOS [pp...

    8915  Palavras | 36  Páginas

  • REFERENCIAS METAFÍSICA, CIENTÍFICA E DIALÉTICA

    REFERENCIAS METAFÍSICA, CIENTÍFICA E DIALÉTICA PESQUISA DE AUTORES E SUAS PERSPECTIVAS Perspectiva Essencialista Aristóteles (384-322 a.C.) O termo "Metafísica" não é aristotélico; o que hoje chamamos de metafísica era chamado por Aristóteles de filosofia primeira. Esta é a ciência que se ocupa com realidades que estão além das realidades físicas que possuem fácil e imediata apreensão sensorial. O conceito de metafísica em Aristóteles...

    3197  Palavras | 13  Páginas

  • MITO, METAFÍSICA, CIÊNCIA E VERDADE

    MITO, METAFÍSICA, CIÊNCIA E VERDADE (Do Livro “Construindo o saber”, Papirus Editora, 1994, p. 29 a 38) Heitor Matallo Jr. * Existem muitas formas de conhecimento que partilharam e ainda partilham, juntamente com o conhecimento científico do papel de realizar a explicação da realidade. São as formas artísticas, religiosas e mitológicas de conceber o mundo. Durante muitos séculos, essas várias formas de conhecimento se mesclaram e, em maior ou menor grau, se impuseram como formas dominantes...

    4347  Palavras | 18  Páginas

  • as principais caracteristicas da educação da idade media

    As Principais características da Educação na Idade Média A educação dos povos europeus na Idade Media teve com ponto de partida a doutrina da Igreja. Durante esse período predominou uma concepção de educação, que opunha ao conceito liberal e individualista dos gregos e aos conceitos de educação pratica e social dos romanos. A Igreja primitiva voltou sua atenção para a educação moral de seus próprios membros. E com isso os recém chegando (convertidos)...

    1041  Palavras | 5  Páginas

  • as principais caracteristicas da educação da idade media

    As Principais características da Educação na Idade Média A educação dos povos europeus na Idade Media teve com ponto de partida a doutrina da Igreja. Durante esse período predominou uma concepção de educação, que opunha ao conceito liberal e individualista dos gregos e aos conceitos de educação pratica e social dos romanos. A Igreja primitiva voltou sua atenção para a educação moral de seus próprios membros. E com isso os recém chegando (convertidos) eram chamados de catecúmenos. A sim...

    1041  Palavras | 5  Páginas

  • as principais caracteristicas da educação da idade media

    As Principais características da Educação na Idade Média A educação dos povos europeus na Idade Media teve com ponto de partida a doutrina da Igreja. Durante esse período predominou uma concepção de educação, que opunha ao conceito liberal e individualista dos gregos e aos conceitos de educação pratica e social dos romanos. A Igreja primitiva voltou sua atenção para a educação moral de seus próprios membros. E com isso os recém chegando (convertidos) eram chamados de catecúmenos. A sim...

    1041  Palavras | 5  Páginas

  • Os principais filosofos do mundo

    PRINCIPAIS FILOSOFOS DO MUNDO Anaxágoras (C. 500-428 aC). Filósofo grego que Presocratic disse ter feito o centro de Atenas filosofia e de ter sido professor de Sócrates, ele rejeitou a teoria dos quatro elementos de Empédocles e avançado em vez de um número infinito de partículas únicas que todos os objetos são compostos. Anselmo, St. (1033-1109). Teólogo e monge italiano Scholastic, que se tornou arcebispo de Canterbury. St. Anselm fundada Escolástica, integrado lógica aristotélica em teologia...

    2231  Palavras | 9  Páginas

  • Principais temas da obra aristotélica.

    arte de viver. A obra aristotélica Sua obra se classifica em quatro tipos de Escritos. Escritos Lógicos: Categorias, Tópicos, Primeiros Analíticos, Segundos Analíticos e Refutações dos Sofismas. Escritos Científicos: Física, Tratei dos Céus, Crescimento e Decadência, Meteorologia, História Natural, Tratado da Alma, Partes dos Animais, Movimentos dos Animais e Geração dos Animais. Escritos Estéticos: Retórica e Poética. Escritos Filosóficos: Ética, Política e Metafísica. Aristóteles encerrou...

    1714  Palavras | 7  Páginas

  • Introdução a metafisica.

    Introdução a metafisica. Os filósofos têm discordado acerca da natureza da metafísica. Aristóteles e os medievais dão-nos duas explicações diferentes da disciplina. Por vezes caracterizam-na como a tentativa de identificar as primeiras causas, em particular deus ou o motor imóvel; por vezes como a muito geral ciência do ser enquanto ser. Acreditavam, contudo, que estas duas caracterizações identificam uma só disciplina. Os racionalistas dos séculos XVII e XVIII, por contraste, alargaram o âmbito...

    4784  Palavras | 20  Páginas

  • Metafisica Aristoteles

    METAFÍCA O termo "Metafísica" não é aristotélico; o que hoje chamamos de metafísica era chamado por Aristóteles de filosofia primeira. Esta é a ciência que se ocupa com realidades que estão além das realidades físicas que possuem fácil e imediata apreensão sensorial. O conceito de metafísica em Aristóteles é extremamente complexo e não há uma definição única. O filósofo deu quatro definições para metafísica: a ciência que indaga causas e princípios; a ciência que indaga o ser enquanto...

    690  Palavras | 3  Páginas

  • As Aporias da metafisica de aristoteles

    FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL INSTITUTO DE FILOSOFIA E CIÊNCIAS HUMANAS PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM FILOSOFIA AS APORIAS DO LIVRO Β DA METAFÍSICA DE ARISTÓTELES MARINA DOS SANTOS Porto Alegre, 2006 UNIVERSIDADE METAFÍSICA DE ARISTÓTELES MARINA DOS SANTOS Dissertação apresentada como requisito parcial para a obtenção do título de Mestre em Filosofia...

    45238  Palavras | 181  Páginas

  • intro metafisica

    “ESTUDOS INICIAIS SOBRE A METAFÍSICA” A metafísica e sua problemática é algo muito amplo, se olharmos para as obras que abordam sua temática podemos notar caracterizações bem diferenciadas sobre a disciplina. Hora essas caracterizações são descritivas buscando explicações sobre o que os filósofos fazem, ou hora são normativas; tentando identificar o que os filósofos deviam estar a fazer quando estudam a metafísica, essas classificações muitas vezes se discordam entre...

    1234  Palavras | 5  Páginas

  • Metafisica Aristoteles

    METAFÍCA O termo "Metafísica" não é aristotélico; o que hoje chamamos de metafísica era chamado por Aristóteles de filosofia primeira. Esta é a ciência que se ocupa com realidades que estão além das realidades físicas que possuem fácil e imediata apreensão sensorial. O conceito de metafísica em Aristóteles é extremamente complexo e não há uma definição única. O filósofo deu quatro definições para metafísica: a ciência que indaga causas e princípios; a ciência que indaga o ser enquanto...

    690  Palavras | 3  Páginas

  • Metafisica

    1 – Por que é impossível evitar a instância metafísica? Com base em seus estudos relativos a disciplina Metafísica II, elabore uma breve consideração, de no máximo duas páginas. Exprima sua opinião baseada em argumentações, não se esquecendo das referências bibliográficas. Metafísica: é um ramo da filosofia que estuda a essência do mundo. O saber é o estudo do ser ou da realidade. Ocupa-se em procurar responder perguntas tais como: O que é real? O que é natural? O que é sobrenatural? Como a...

    611  Palavras | 3  Páginas

  • Metafisica

    Metafísica Aristotélica Aristóteles - O criador da teoria das quatro causas O início da metafísica de Aristóteles trata-se de um apanhado histórico com intenção filosófica. Na busca em compreender os princípios e causas da realidade, Aristóteles identificou, por exemplo, nos pré-socráticos milesianos a matéria como sendo causa do universo. Encontrou em Platão e nos pitagóricos os números e as Ideias como a forma determinante dos seres. Viu, ainda, em Anaxágoras o Noûs como fim último de todas as...

    736  Palavras | 3  Páginas

  • Metafísica

     A Metafísica de Platão O sistema metafísico de Platão centraliza-se e culmina no mundo divino das idéias; e estas contrapõe-se a matéria obscura e incriada. Entre as idéias e a matéria estão o Demiurgo e o mundo, através de que desce das idéias à matéria aquilo de racionalidade que nesta matéria aparece. O divino platônico é representado pela idéia do Bem, que está no vértice. A existência desse mundo ideal seria provada pela necessidade de estabelecer uma base ontológica, um objeto adequado...

    950  Palavras | 4  Páginas

  • metafisica

    A Metafísica, em um sentido rigorosamente estrito, nasce juntamente com a filosofia (ora, como filosofar sem Metafisica?), e para demonstrar isso, partirei das primeiras indagações dos nossos primeiros mestres filósofos: Tales e Anaximandro de Mileto. Não obstante, para que de fato possamos crer que a Metafísica nasce com os filósofos pré-socráticos, e com todo rigor que o conceitometafísica” implica, farei assimilações na metodologia, conceitualizações e definições aristotélicas, discorrendo em...

    796  Palavras | 4  Páginas

  • As Bases Metafisicas Artigo

    ARISTOTÉLICO AO MUNDO-MÁQUINA NEWTONIANO: AS BASES METAFÍSICAS DA CIÊNCIA MODERNA Filicio Mulinari1 RESUMO: A visão da ciência enquanto um saber puramente objetivo e, por isso, livre de suposições metafísicas, ainda persiste na contemporaneidade, seja no âmbito ordinário do senso comum, seja nos meios científicos universitários. Sob essa perspectiva, percebe-se que há certo olhar que prevalece como uma máxima: a ciência moderna suplantou a metafísica. Noutros termos, ainda hoje se acredita que, após...

    4753  Palavras | 20  Páginas

  • Aristóteles e o conceito de ética

    ARISTÓTELES E O CONCEITO DA ÉTICA CURSO: CIÊNCIAS CONTÁBEIS PROFESSORA FMU – FACULDADES METROPOLITANAS UNIDAS SÃO PAULO 2.012 INDICE | |Introdução | | | | | | |Capítulo I. |A Vida de Aristóteles ...

    2270  Palavras | 10  Páginas

  • ética aristótelica e kantiana

    PEREIRA, Reinaldo Sampaio. Alguns Pontos de Aproximação entre a Ética Aristotélica e Kantiana. Trans/ Form/ Ação, Marília, v.34, n.3, p.31-40,2011. Reinaldo Pereira, no artigo, tem o intuito de fazer uma aproximação comparativa entre a ética aristotélica e a kantiana, para fazer comparações entre esses dois modelos éticos que podem ter pontos comuns serão feitas análises a partir do início da Fundamentação da Metafísica dos Costumes e do início da Ética a Nicômaco. Aristóteles...

    779  Palavras | 4  Páginas

  • APONTAMENTOS: AITIOLOGIA NA METAFÍSICA DE ARISTÓTELES

    Apontamentos: Aitiologia na Metafísica de Aristóteles Leandro José de Souza Martins A filosofia de Aristóteles chama a atenção pela sua sistematicidade. Pelo excerto a ser avaliado, dois elementos fundamentais são propostos para a reflexão, pontos que constituem elementos fundamentais na filosofia aristotélica: a definição de metafísica e a elaboração acerca das quatro causas. Aristóteles distinguiu as ciências em três grandes ramos do conhecimento: o poiético, o prático e o teórico. O conhecimento...

    2036  Palavras | 9  Páginas

  • Necessidades humanas e respostas à frustração: conceitos de desvio social e de delinquência

    1 CALIMAN, Geraldo. Paradigmas da exclusão social. Brasília: Universa UNESCO, 2008. A presente sinopse remete aos conceitos de necessidades humanas e respostas à frustração, bem como aos conceitos de desvio social e de delinquência, tratados por Caliman nos capítulos 1º e 4º do livro “Paradigmas da Exclusão Social” (2008). Ao tratar das necessidades humanas, os conceitos são vistos sob as óticas: 1) filosófica, que aponta a natureza e a cultura como fontes das necessidades, tendo como base...

    1380  Palavras | 6  Páginas

  • Conceitos de aristóteles e mitos de platão

    CONCEITOS DE ARISTÓTELES A tradição representa um elemento vital para a compreensão da filosofia aristotélica. Em certo sentido, Aristóteles via o próprio pensamento como o ponto culminante do processo desencadeado por Tales de Mileto. A filosofia pretendia não apenas rever como também corrigir as falhas e imperfeições das filosofias anteriores. Ao mesmo tempo, trilhou novos caminhos para fundamentar as críticas, revisões e novas proposições. Aluno de Platão, Aristóteles discorda de uma parte fundamental...

    2589  Palavras | 11  Páginas

  • Metafisica da modernidade

    Cap. 14: A Metafísica da Modernidade 1. As mudanças na modernidade Chamamos modernidade ao período que se esboça no Renascimento, desenvolve-se na Idade Moderna e atinge seu auge na Ilustração, no século XVIII. O paradigma de racionalidade que então se delineia é o de uma razão que, liberta de crenças e superstições, funda-se na própria subjetividade e não mais na autoridade, seja do poder político absoluto, seja da religião. De fato, estava sendo gestado um novo período da história ocidental...

    4346  Palavras | 18  Páginas

  • Metafísica

    Metafísica A palavra metafísica possui origem grega e significa: meta: depois de, além de e física/physis: natureza ou físico, e trata-se de um ramo da filosofia que se ocupa em estudar a essência do mundo. Pode ser definida como o estudo do ser ou da realidade, e se destina a buscar respostas para perguntas complexas como: O que é realidade? O que é a vida? O que é natural? O que é sobrenatural? O que nos faz essencialmente humanos? William James conceituou metafísica como sendo “apenas um esforço...

    1024  Palavras | 5  Páginas

  • Principais pensadores renascentistas

    Principais Acontecimentos dos Séculos XV e XVI Os séculos XV e XVI foram marcados pela transição entre a Idade Média e a Idade Moderna e o nascimento do capitalismo. As transições marcam na cultura, sociedade, economia, política e religião do período, significando uma ruptura com as estrutura medievais, o termo “Renascentismo” é mais bem colocado para descrever seu impacto na filosofia, nas ciências e nas artes em geral. É chamado renascimento pelo resgate de valore e referências culturais da...

    2084  Palavras | 9  Páginas

  • Metafísica enquanto ciência do ser enquanto ser

    UNIVERSIDADE ESTADUAL DO CENTRO-OESTE UNICENTRO CAROLINE CIUSZ DE JESUS A METAFÍSICA ENQUANTO CIÊNCIA DO SER guarapuavA 2014 CAROLINE CIUSZ DE JESUS A METAFÍSICA ENQUANTO CIÊNCIA DO SER Trabalho a ser apresentado à disciplina Metafísica, no Curso de Filosofia, na matéria de metafísica, ministrada pelo professor Manuel Moreira da Silva. GUARAPUAVA 2014 1 Sumário 2. INTRODUÇÃO 4 3. A METAFÍSICA ENQUANTO CIÊNCIA UNIVERSAL DO SER 5 3. O SER ENQUANTO SER 7 4. CONSIDERAÇÕES...

    3483  Palavras | 14  Páginas

  • metafisica II

     PORTIFÓLIO – METAFÍSICA II Por que é impossível evitar a instância metafísica? Com base em seus estudos relativos a disciplina Metafísica II, elabore uma breve consideração, de no máximo duas páginas. Exprima sua opinião baseada em argumentações, não se esquecendo das referências bibliográficas. Observações: 1. Este é um trabalho acadêmico, por isso, as citações devem ser colocadas entre aspas e a referência bibliográfica deve ser citada ao final; 2. Preze pela estética do trabalho;...

    2169  Palavras | 9  Páginas

  • metafisica-kant

    problema da metafísica formulado por Kant. 2) Discuta a distinção dos juízos em analíticos, sintéticos e sintéticos a-priori. 3) 3-Discuta a concepção de sensibilidade proposta por Kant. 4) Em que sentido os juízos sintéticos a-priori demonstram a possibilidade da matemática e da física e a possibilidade da metafísica. Uma segunda espécie de crítica à especulação metafísica foi elaborada por Immanuel Kant. Na visão de Kant, o conhecimento é resultado da interação entre conceitos inatos e dados...

    618  Palavras | 3  Páginas

tracking img