O Que Foi O Estruturalismo E Funcionalismo artigos e trabalhos de pesquisa

  • estruturalismo e funcionalismo

    Introdução O Funcionalismo se originou após alguns psicólogos terem criado o Estruturalismo. A história aponta que alguns psicólogos foram terminantemente contra a natureza analítica do estruturalismo. Foi através do psicólogo William James, graduado professor da Universidade de Harvard, que se colocou contra esse pensamento meramente analítico dos estruturalistas, que visava tão-somente uma análise dos elementos da consciência. Logo, o Funcionalismo despontava para uma compreensão...

    1092  Palavras | 5  Páginas

  • estruturalismo e funcionalismo

    Introdução O Funcionalismo se originou após alguns psicólogos terem criado o Estruturalismo. A história aponta que alguns psicólogos foram terminantemente contra a natureza analítica do estruturalismo. Foi através do psicólogo William James, graduado professor da Universidade de Harvard, que se colocou contra esse pensamento meramente analítico dos estruturalistas, que visava tão-somente uma análise dos elementos da consciência. Logo, o Funcionalismo despontava para uma compreensão...

    1092  Palavras | 5  Páginas

  • Funcionalismo estruturalismo

    Psicologia Data:28/09/2012 Estruturalismo Titchener jurava ser um leal seguidor, um discípulo obediente porem alterou o sistema de Wundt, Mas como ser criativo, ele transgredia - com fundamentação- seu próprio mestre. Ele propôs uma nova abordagem que designou estruturalismo. Afirmou então o estruturalismo apresentava a forma de Psicologia postulada por Wundt. Entretanto, os dois sistemas são diferentes o estruturalismo só pode ser aplicado à concepção de Titchener. | ...

    501  Palavras | 3  Páginas

  • Estruturalismo x Funcionalismo

    Estruturalismo e funcionalismo e as principais teorias e sistemas atuais da psicologia Texto de referência: (1) MARX, Melvin H., HILLIX, William A. Sistemas de teorias em Psicologia. São Paulo: Cultrix, 2004. (páginas 153 a 216) ESTRUTURALISMO • Influências antecedentes dos Estruturalistas: - Franz Brentano – opositor de Wundt e forte influência na fenomenologia (psicologia do ato) - Gustav Fechner - H. L. F. von Helmholtz • Fundadores do estruturalismo: - Wilhelm Wundt - Edward...

    820  Palavras | 4  Páginas

  • estruturalismo e funcionalismo

    Introdução O Funcionalismo se originou após alguns psicólogos terem criado o Estruturalismo. A história aponta que alguns psicólogos foram terminantemente contra a natureza analítica do estruturalismo. Foi através do psicólogo William James, graduado professor da Universidade de Harvard, que se colocou contra esse pensamento meramente analítico dos estruturalistas, que visava tão-somente uma análise dos elementos da consciência. Logo, o Funcionalismo despontava para uma compreensão...

    1092  Palavras | 5  Páginas

  • Estruturalismo e Funcionalismo

    O Estruturalismo e o Funcionalismo. O estruturalismo surgiu com o inglês Wilhelm Wundt, e foi modificado ao ser levado por Edward B.Titchener, da Alemanha para os Estados Unidos. Ele apresentou uma abordagem própria embora tivesse o mesmo contexto de Wilhelm Wundt. Wundt havia identificado os conteúdos da consciência, e o que chamava mais sua atenção era a organização desses elementos como isso suas ideias estavam em processos cognitivos superiores por meio da percepção. Wundt também...

    698  Palavras | 3  Páginas

  • Linha do Tempo: Estruturalismo e Funcionalismo

    1ªetapa ATPS Linha do Tempo: Estruturalismo e Funcionalismo Matéria: História da Psicologia LINHA DO TEMPO: ESTRUTURALISMO E FUNCIONALISMO ESTRUTURALISMO E FUNCIONALISMO Estruturalismo e Funcionalismo ESTRUTURALISMO Principais teóricos Objeto de Estudo Ideia central Cenário mundial 1832-1920 Wilhelm Wundt Consciência Método:...

    706  Palavras | 3  Páginas

  • ESTRUTURALISMO LEVI STRAUSS E FUNCIONALISMO

    ESTRUTURALISMO No campo dos estudos da antropologia e do mito, o trabalho foi levado a diante por Claude Lévi-Strauss, no período imediato à II Guerra Mundial, que divulgou e introduziu os princípios do estruturalismo para uma ampla audiência, alcançando uma influência quase que universal, fazendo com que o seu nome, o de Lévi-Strauss, não só se confundisse com o estruturalismo como se tornasse um sinônimo dele. O estruturalismo virou "moda" intelectual nos anos 60 e 70. Os livros de Strauss tiveram...

    1265  Palavras | 6  Páginas

  • História da Psicologia - O Estruturalismo e o Funcionalismo

     Universidade Anhanguera de São Paulo – Vila Mariana Psicologia Historia da Psicologia Aula Tema: O Estruturalismo e o Funcionalismo Ana Cristina Carvalho – RA: 9095462866 Ana Paula de Jesus – RA: 9089455683 Antonia Yasmim Alves de Souza – RA: 9088482884 Jackmaira da Silva Tavares – RA: 9011149913 Mônica das Virgens Silva – RA: 90094460845 Professora: Luciene Jimenez São Paulo, 10 de Novembro de 2014. Autores: Ana Cristina Carvalho – RA: 9095462866 Ana Paula de...

    923  Palavras | 4  Páginas

  • ESTRUTURALISMO LEVI STRAUSS E FUNCIONALISMO

    ESTRUTURALISMO No campo dos estudos da antropologia e do mito, o trabalho foi levado a diante por Claude Lévi-Strauss, no período imediato à II Guerra Mundial, que divulgou e introduziu os princípios do estruturalismo para uma ampla audiência, alcançando uma influência quase que universal, fazendo com que o seu nome, o de Lévi-Strauss, não só se confundisse com o estruturalismo como se tornasse um sinônimo dele. O estruturalismo virou "moda" intelectual nos anos 60 e 70. Os livros de Strauss tiveram...

    1269  Palavras | 6  Páginas

  • Estruturalismo e Funcionalismo

    I. O ESTRUTURALISMO E O FUNCIONALISMO Como sabemos, a Filosofia nasceu como resposta à questionamentos humanos sobre sua existência, o por quê dela, e como se deu, que embora sejam ainda parecidos aos questionamentos atuais tiveram diferentes respostas ao longo dos períodos históricos. Em resposta à Filosofia e através de um filósofo, nasceu o que Wundt(1832-1920) chamou de “Psicologia Experimental” (BARRETO e MORATO, 2008) que buscava compreender os “elementos da experiência”, através do Estruturalismo...

    652  Palavras | 3  Páginas

  • estruturalismo

    O Estruturalismo Considera-se como o fundador da psicologia moderna Wilhelm Wundt (1832-1920), por ter criado , em 1879, o primeiro laboratório de psicologia experimental na universidade de Leipzig, Alemanha. A psicologia só se tornou uma ciência independente da filosofia graças a Wundt, nos finais do século XIX. Foi a partir desse acontecimento que se desenvolveram de forma sistemática as investigações em psicologia, através de vários autores que a esta ciência se dedicaram, construindo múltiplas...

    568  Palavras | 3  Páginas

  • funcionalismo vs estruturalismo

     Funcionalismo, estruturalismo VS wundn´t Um estudante de Wundt, E. B. Titchener era um forte apoiador do estruturalismo nos Estados Unidos, porém, ele sofria concorrência por parte de um forte opositor, a escola de pensamento do funcionalismo. O funcionalismo era liderado por William James e John Dewey. Enquanto os estruturalistas essencialmente queriam determinar “ o que era a consciência?”, os funcionalistas queriam determinar “ para que servia a consciência ?” em outras palavras, os...

    661  Palavras | 3  Páginas

  • Funcionalismo e Estruturalismo

    FUNCIONALISMO E ESTRUTURALISMO OBJETIVO: Esta aula tem por objetivo expor aos estudantes de Administração e Direito os fundamentos de duas teorias que conferiram um “grau” maturidade para pensamento antropológico e, por extensão, deram contribuições para as Ciências Humanas. Partindo da análise dos significados que a palavra cultura assume no âmbito da antropologia, é oportuno falar de dois "ismos": o funcionalismo e o estruturalismo. 1. Na sombra do Evolucionismo A Antropologia praticada...

    1759  Palavras | 8  Páginas

  • estruturalismo x funcionalismo e Behaviorismo Watson x Behaviorismo Skinner

     Estruturalismo x FuncionalismoEstruturalismo: Moldado pelas ideias de Wundt e liderado por Edward Titchener; define a psicologia como ciência da consciência ou da mente. Titchener partia do pressuposto que cada totalidade psicológica compõe-se de elementos. A tarefa da psicologia seria a de descobrir quais são esses elementos, ou seja, qual o verdadeiro conteúdo da mente e a maneira pela qual se estrutura. Os estruturalistas queriam examinar os componentes fundamentais da experiência consciente...

    645  Palavras | 3  Páginas

  • Funcionalismo & Estrutural - Funcionalismo

    proponentes respectivos do funcionalismo e do estrutural-funcionalismo isolavam uma sociedade para uma análise sincrônica considerando a integração funcional de suas instituições. Principalmente por questões de nomenclatura, essas teorias são frequentemente confundidas. Não por menos, pois outras disciplinas, desde filosofia até design, tiveram seus “funcionalismos” e “estuturalismos”. Em vista disso, é útil discorrer sobre os proponentes do funcionalismo e estrutural-funcionalismo na antropologia, bem...

    2022  Palavras | 9  Páginas

  • estruturalismo e funcionalismo

    1. Perguntas e Respostas 1.1. O que foi o Estruturalismo? O estruturalismo dentro da psicologia trata-se do estudo da consciência para determinar uma estrutura mental. Dessa maneira a psicologia deveria explicar situações complexas da mente de uma maneira mais simples para definir a sua natureza. 1.2. O que foi o Funcionalismo? O Funcionalismo ao contrario do estruturalismo busca entender e explicar atitudes derivadas de sensações o funcionalismo de certa forma derivou-se do evolucionismo trazendo...

    832  Palavras | 4  Páginas

  • Psicologia - estruturalismo

     Capítulo X – Matrizes Compreensivas – Os Estruturalismos  Se no campo das ciências naturais, o romantismo nunca tomou assento, no campo das ciências morais ele frutificou, passando por sérias transformações que dizem respeito, fundamentalmente, à atividade crítica auto-reflexiva que procurava oferecer às ciências morais um terreno epistemológico seguro. Os estruturalismos nasceram no contexto dessa problemática  e formam o conjunto de soluções mais rigoroso do ponto de vista metodológico. A neutralização...

    764  Palavras | 4  Páginas

  • funcionalismo

    O funcionalismo (do Latin fungere, ‘desempenhar’) é um controverso ramo da antropologia e das ciências sociais. Uma doutrina que pretende explicar aspectos da sociedade em termo de funções realizadas ou suas consequências para sociedade como um todo.  Segundo as teses de Talcott Parsons, a sociedade e a respectiva cultura formam um sistema integrado de funções. Ao mesmo tempo que ocorria o choque da revolução behaviorista, desenrolava-se, nos domínios da ciência política, o processo de recepção...

    2152  Palavras | 9  Páginas

  • Linguistica (estruturalismo, gerativismo e funcionalismo)

    estudo da língua. Para fazer tal análise, existem diferentes correntes de estudo. São elas: Estruturalismo, Gerativismo e Funcionalismo. Cada uma delas apresenta visões diferentes sobre como estudar a língua. Todas são importantes para os estudos linguísticos. A seguir, veremos os conceitos delas, um pouco sobre a origem e como contribuíram para os estudos linguísticos. 1.0 Estruturalismo O estruturalismo, na linguística, é a análise da língua através de estruturas e sistemas. Tem origem em “Curso...

    792  Palavras | 4  Páginas

  • ESTRUTURALISMO

    O Estruturalismo e o Funcionalismo Profa. Ana Cristina Alencar 03/09/2013 Ciência X Senso Comum “ A Ciência distingue-se do senso comum porque este é uma opinião baseada em hábitos, preconceitos, tradições cristalizadas, enquanto a primeira baseia-se em pesquisas, investigações metódicas e sistemáticas e na exigência de que as teorias sejam internamente coerentes e digam a verdade sobre a realidade. A ciência é conhecimento que resulta de um trabalho racional.” (Marilena Chauí,...

    1331  Palavras | 6  Páginas

  • Estruturalismo e Funcionalismo

    O que foi o Estruturalismo? O estruturalismo foi fundado por Edward Bradford Titchener, um termo usado apenas para definir a sua psicologia, mesmo sendo fiel aluno de Wundt e afirmar que se tratava do mesmo sistema ensinado pelo seu mestre, a sua Psicologia era bem diferente a se comparar com a de Wundt. Titchener mudou-se da Alemanha para os EUA, onde concentrou-se a estudar conteúdos mentais à partir de seus experimentos e métodos utilizados para investigar o sistema nervoso através das...

    1949  Palavras | 8  Páginas

  • estruturalismo

    Estruturalismo Edward Bradford Titchener alterou drasticamente o sistema de psicologia estabelecido por Wundt ao leva-lo da Alemanha para os Estados Unidos. Titchener apresentou uma abordagem própria. Permaneceu em evidencia por vinte anos até ser separado por outros movimentos mais novos. Tinha como tarefa fundamental a análise da consciência em seus elementos na direção de determinar sua estrutura. O estruturalismo pretendia determinar os elementos constitutivos da consciência seu enfoque estava...

    706  Palavras | 3  Páginas

  • Funcionalismo

    - O FUNCIONALISMO 1 - A Fundação do Funcionalismo - uma fundação não deliberada - Os pesquisadores associados à fundação do funcionalismo não tinham a ambição de criar uma nova escola de Psicologia. Eles protestavam contra as limitações da Psicologia de Wundt e do estruturalismo de Titchener, mas não desejavam substitui-los. Paradoxalmente, foi o próprio Titchener que pode ter "fundado" a Psicologia funcional ao adoptar a palavra estrutural em oposição a funcional, assinalando as diferenças entre...

    1882  Palavras | 8  Páginas

  • Funcionalismo

    O FUNCIONALISMO O funcionalismo foi o primeiro sistema exclusivamente americano de psicologia datado desde 1850, ao contrário do estruturalismo o funcionalismo se preocupava com as funções utilitárias e práticas da mente, como a mente funciona ou é usada na adaptação do organismo ao seu ambiente. Enquanto o estruturalismo interessou-se pelos conteúdos conscientes o funcionalismo focou seus estudos nas funções da consciência; os cientistas funcionalistas focaram seus estudos sobre as diferenças...

    897  Palavras | 4  Páginas

  • Estruturalismo

    Fagundes Dias Estrutura e Funcionalismo Universidade Estadual de Montes Claros / UNIMONTES junho / 2003 Gustavo Noronha Silva Keila de Souza Almeida Patr´ ıcia Rodrigues Rocha Paulo Edson Fagundes Dias Estrutura e Funcionalismo Trabalho apresentado a disciplina Antropologia, do curso de Ciˆncias Sociais da Unie versidade Estadual de Montes Claros Orientador: Prof. Gy Reis Montes Claros junho / 2003 1 1 Funcionalismo 1.1 Considera¸oes Gerais c˜ O funcionalismo encontrou seu apogeu a partir...

    1672  Palavras | 7  Páginas

  • Estruturalismo, Funcionalismo e Associacionismo

    O Estruturalismo O estruturalismo nasceu com o inglês Edward Bradford Titchener entre os séculos XIX e XX, e tem como fundamento os conteúdos mentais e sua conexão mecânica. O inglês acreditava que a Psicologia deveria descobrir a natureza das experiências conscientes elementares para determinar sua estrutura. Titchener observa que a física e a psicologia analisam os mesmos fatos mas com pontos de vista diferentes. Por exemplo, vendo pelo lado da física, sabe-se que uma sala pode estar a 30°C...

    607  Palavras | 3  Páginas

  • Funcionalismo

    AS TRÊS GRANDES CORRENTES DA LINGUÍSTICA MODERNA: ESTRUTURALISMO, FUNCIONALISMO E GERATIVISMO GERATIVISMO, ESTRUTURALISMO E FUNCIONALISMO A lingüística pode ser conceituada como uma ciência que estuda a linguagem. O desenvolvimento desta ciência e a maneira de entender como funciona a linguagem, além dos mecanismos de formação e evolução das línguas faladas, criou a base para o surgimento de pesquisas e teorias acerca do assunto.  Várias correntes, cada uma com suas peculiaridades, surgiram...

    2563  Palavras | 11  Páginas

  • ESTRUTURALISMO, GERATIVISMO E FUNCIONALISMO

    ESTRUTURALISMO, GERATIVISMO E FUNCIONALISMO O ESTRUTURALISMO teve seu marco inicial no século XX quando o linguista Ferdinand de Saussure publicou o Cours de Lingüistique. "A língua é um sistema em que todas as partes podem e devem ser consideradas em sua solidariedade sincrônica" (SAUSSURE, 1969, p.102). Foi então a partir dessa predileção pelos estudos sincrônicos da linguagem que se baseou a linguística estruturalista., vale apresentar algumas das distinções suscitadas...

    1396  Palavras | 6  Páginas

  • ESTRUTURALISMO X FUNCIONALISMO

    ESTRUTURALISMO Proposta de Wundt, objeto da psicologia, o estudo da mente, da experiência consciente. Métodos da psicologia Introspecção controlada e experimentação em laboratório como forma de descobrir os elementos mais simples da consciente ou experiência imediata Objetivos (sensações) e Subjetivos (sentimentos) com ênfase na identificação precisa das variáveis psicológicas em estudo, seu rigoroso controle, sua quantificação exata. Exemplo: Ouve-se uma musica familiar, corta (para) a música...

    989  Palavras | 4  Páginas

  • O Estruturalismo

    O estruturalismo  surgiu com o inglês Edward Bradford Titchener (1867–1927) e tem como fundamento o estudo dos elementos ou conteúdos mentais e sua conexão mecânica, mediante o processo de associação, porém, descartava a idéia de que a apercepção (processo mental através do qual cada indivíduo percebe e interpreta o mundo) tenha alguma participação nesse processo. Titchener Sua principal base de estudos concentrava-se nos elementos propriamente ditos, e acreditava que a Psicologia  deveria procurar...

    804  Palavras | 4  Páginas

  • Funcionalismo

    ciência independente no final do século XIX, quando surgiram as primeiras escolas psicológicas (Estruturalismo, Funcionalismo, Behaviorismo, Gestalt e Psicanálise). A partir daí, a psicologia passou a ter seu objeto de estudo definido, delimitando seu campo de estudos, métodos e formulando teorias. Esse artigo tem por objetivo informar especificadamente a respeito da escola funcionalista. O funcionalismo se desenvolveu entre o final do século XIX e inicio do século XX. O movimento teve influências...

    2141  Palavras | 9  Páginas

  • funcionalismo

     Funcionalismo O funcionalismo , em filosofia da mente , particularmente no problema mente-corpo pode resumidamente ser definida com o conjunto de teses que defendam ser possível a construção de uma teoria da mente que envolva e caracterize o fenômeno mental. A sua relação com a componente física e conseqüente produção de comportamento , recorrendo exclusivamente à caracterização dos eventos e fenômenos mentais através dos seus papéis funcionais . É fortemente influenciado...

    1309  Palavras | 6  Páginas

  • Funcionalismo

    BIOCIÊNCIAS CURSO DE PSICOLOGIA DISCIPLINA RAÍZES DO PENSAMENTO PSICOLÓGICO O Funcionalismo: Sua Fundação e Sua Evolução Curitiba, 2014. Nos Estados Unidos, durante a virada do século, a psicologia assumira um caráter próprio distinto da psicologia de Wundt e do estruturalismo de Titchener. Já observamos que o movimento funcionalista se desenvolveu a partir das obras de Darwin e...

    3255  Palavras | 14  Páginas

  • Funcionalismo

    Históricos e Epistemológicos da Psicologia Para lembrar ... Wilhelm Wundt : fundador da Psicologia como um saber independente 1832 - 1920 William James : precursor da Psicologia Funcional (Funcionalismo) 1842 - 1910 Edward Bradford Titchener : precursor da Psicologia Estruturalista (Estruturalismo) Funcionalismo Profa. Marcia Frezza 1867 - 1927 Contexto sócio-histórico no fim do século XIX: Depois da Guerra Civil (1861-1865), os Estados Unidos Depois da Guerra Civil (1861-1865), crescimento...

    1665  Palavras | 7  Páginas

  • TRABALHO FUNCIONALISMO

    linha de pensamento abordada neste trabalho foi o FUNCIONALISMO. • O funcionalismo é um sistema psicológico que substituiu o estruturalismo, sistema dominante na época. • Foi através do psicólogo William James, graduado professor da Universidade de Harvard, que se colocou contra esse pensamento meramente analítico dos estruturalistas, que visava tão-somente uma análise dos elementos da consciência.  • Existem fatores importantes do funcionalismo que deixou sua contribuição na história da psicologia...

    1075  Palavras | 5  Páginas

  • Estruturalismo Linguistico

    SECRETÁRIA DE CIENCIA E TECNOLOGIA UNIVERSIDADE DO ESTADO DE MATO GROSSO CAMPUS UNIVERSITÁRIO DE TANGARÁ DA SERRA DEPARTAMENTO DE LETRAS ESTRUTURALISMO LINGUÍSTICO: ALGUNS CAMINHOS TANGARÁ DA SERRA-MT NOVEMBRO DE 2014 Ana Cássia da Silva Souza e Thielly Mayara Salapata ESTRUTURALISMO LINGUÍSTICO: ALGUNS CAMINHOS Trabalho apresentado a disciplina de Introdução à Linguística I, Ministrado pela professora Iara dos Anjos Vieira, Turma...

    2850  Palavras | 12  Páginas

  • o estruturalismo na psicologia

    O Estruturalismo e o Funcionalismo na Psicologia O estruturalismo na psicologia começou a se preocupar e a se interessar pelas estruturas mentais, se preocupando com tais estruturas o estruturalismo começou a determinar os elementos constitutivos da consciência. Teorizando assim que a psicologia deveria decompor as experiências complexas em coisas mais simples para assim definir com precisão sua natureza enfatizando que esses elementos deveriam ser classificados assim classificando-os daria se...

    652  Palavras | 3  Páginas

  • estruturalismo

     ESTRUTURALISMO Corrente teórica da linguística baseada nos princípios do Cours de Linguistique Générale (1916) de Ferdinand de Saussure, que se desenvolveu na Europa e nos Estados Unidos da América a partir dos anos 30 do século XX. Saussure é considerado o fundador do estruturalismo, embora tivesse preferido a designação de sistema em vez da de estrutura para definir a língua como um todo cujas partes se relacionam entre si e concorrem para a sua organização global...

    507  Palavras | 3  Páginas

  • O funcionalismo

    O FUNCIONALISMO A visão de Franz Boas acerca do trabalho antropológico fez surgir uma corrente de pensamento conhecida como funcionalismo. Partindo do princípio de que qualquer sociedade possui sua lógica de integração e é composta por partes interdependentes, este sistema social se define pela função de satisfazer suas necessidades de alimentação, defesa e habitação. Assim, podemos compreender uma sociedade como não primitiva por não comungar do casamento monogâmico, mas saber que a poligamia...

    617  Palavras | 3  Páginas

  • funcionalismo

    surgidas durante a primeira metade do século XX, as mais importantes foram três, que são: Estruturalismo, Gerativismo e Funcionalismo. A corrente linguística funcionalista ou Funcionalismo Linguístico nasceu dos trabalhos dos membros do Círculo Linguístico de Praga que apresentaram, como ideia geral, a noção de que a estrutura das línguas é determinada por suas funções. Sendo, portanto, os termos "função" e "funcionalismo" decorrentes da Escola Linguística de Praga, onde a interpretação desses vocábulos...

    2714  Palavras | 11  Páginas

  • Funcionalismo Estrutural

    FUNCIONALISMO ESTRUTURAL Pelo mesmo tempo em que se desenvolviam os trabalhos de pesquisa, as contestações ao evolucionismo e as proposições metodológicas e teóricas do particularismo histórico, também se desenvolvia em paralelo, com linhas de contato mútuo aqui e acolá, aquilo que se convencionou chamar de funcionalismo estrutural. Sua base central foi a França e o grupo de intelectuais que desenvolveu essa corrente teórica estava centrado na figura do seu mestre, Émile Durkheim. Denominavam-...

    5068  Palavras | 21  Páginas

  • Estruturalismo, Funcionalismo e Pragmatismo

    Universidade Paulista Instituto de Ciências Humanas Curso de Psicologia A influência do Estruturalismo, Pragmatismo e Funcionalismo para a Psicologia como Ciência. Campus Chácara Santo Antônio São Paulo 2014 UNIP - Universidade Paulista Instituto de Ciências Humanas Curso de Psicologia A influência do Estruturalismo, Pragmatismo e Funcionalismo para a Psicologia como Ciência. ...

    6239  Palavras | 25  Páginas

  • FUNCIONALISMO 1

    FUNCIONALISMO AUGUSTO TRIVIÑOS ESTRUTURALISMO • A estrutura é própria de todos os fenômenos, coisas, objetos e sistemas que existem na realidade. • O sistema social apresenta diferentes tipos de estruturas: social, econômica, educacional, etc. • A investigação científica não pode prescindir da visão de todo o sistema, do corpo que analisa em sua totalidade. 2 • O estruturalismo nasceu nos primeiros anos do século XX. Uma das grandes figuras do estruturalismo, na disciplina psicológica, é a de...

    1701  Palavras | 7  Páginas

  • estruturalismo, funcionalismo, associacionismo

     - O que é o Estruturalismo, Funcionalismo e o Associacionismo? Explique-os. A teoria estruturalista foi criada por Edward Bradford Titchener seu objeto de estudo foi à experiência consciente do individuo diante as diversas situações, ele estudava a consciência em seus aspectos estruturais, ou seja, os seus estados elementares ou conteúdos mentais e sua conexão mecânica. Titchener acreditava que os estudos...

    576  Palavras | 3  Páginas

  • Estruturalismo Funcionalismo E Associacionismo Psicologia

    TEOLÓGICO BATISTA EM SÃO LUÍS – STBSL CURSO LIVRE EM TEOLOGIA PASTORAL DISCIPLINA: INTRODUÇÃO À PSICOLOGIA PROFESSORA: ANA LILIA FIGUEIREDO TELES PAULO FERNANDO CAMÕES CUNHA Fichamento sobre o Estruturalismo, Funcionalismo e Associacionismo São Luís 2015 ESTRUTURALISMOestruturalismo  surgiu com o inglês Edward Bradford Titchener (1867–1927) e tem como fundamento o estudo dos elementos ou conteúdos mentais e sua conexão mecânica, mediante o processo de associação, porém, descartava...

    1272  Palavras | 6  Páginas

  • Funcionalismo

    Funcionalismo “O funcionalismo é uma corrente linguística que, em oposição ao gerativismo, se preocupa em estudar a relação entre a estrutura da gramatical das línguas e os diferentes contextos comunicativos em que elas são usadas.” “Os funcionalistas concebem a linguagem como instrumento de interação sócia, alinhando-se, assim, à tendência que analisa a relação entre linguagem e sociedade. (...) A abordagem funcionalista procura explicar as regularidades observadas no uso interativo da língua...

    2055  Palavras | 9  Páginas

  • FUNCIONALISMO

    FUNCIONALISMO O pioneiro da Psicologia Funcional desenvolvida nos Estados Unidos foi o americano William James (1842-1910). Como o próprio nome indica, interessa-se pelo funcionamento da mente. Os funcionalistas estudavam a mente não do ponto de vista da sua composição (uma estrutura de elementos mentais), mas como um aglomerado de funções ou processos que levam a consequências práticas no mundo real. Escola de psicologia que enfatiza os atos ou processos mentais como objeto de estudo da psicologia...

    693  Palavras | 3  Páginas

  • Funcionalismo

    1) Em que o funcionalismo se difere do estruturalismo e do gerativismo? R: O funcionalismo é uma corrente linguística que, em oposição ao estruturalismo e ao gerativismo, se preocupa em estudar a relação entre a estrutura gramatical das línguas e os diferentes contextos comunicativos em que elas são usadas. 2) As sentenças "Você é desonesto" e "Desonesto é você" são iguais? Podem ser usadas no mesmo contexto comunicativo? R: Poderíamos, através de uma análise de caráter sintático, darmos...

    1301  Palavras | 6  Páginas

  • estruturalismo

    O QUE FOI ESTRUTURALISMO? Estudo dos três elementos que formam a estrutura da consciência: imagens, pensamentos e sentimentos, através da experimentação e da observação. Exclui o estudo da aprendizagem, da inteligência, da motivação, personalidade e do comportamento anormal e social, porque não se trataria da experiência consciente imediata(tirado da internet) .Umas das teorias que vieram a marcam metade do seculo xx. A psicologia estrututal fundada por EDWARD BRADFORD TITCHINER, marcou a clara...

    725  Palavras | 3  Páginas

  • Estruturalismo

    Estruturalismo Considerações gerais Em 1973 o estruturalismo foi adicionado como objeto de estudo do funcionalismo, por ser considerado um funcionalismo ainda mais refinado e por conter mais pontos de pensamentos iguais do que pontos de divergência. Alguns pontos importantes deste assunto são que, no modo de pensar de Lévi-Strauss permite explicar a cultura e sociedade sem mesmo estudar a história, mesmo usando formas diferentes de expressar esse pensamento, ele também abordou que a sociedade...

    578  Palavras | 3  Páginas

  • Funcionalismo

    PSICOLOGIA 2 - Funcionalismo 1- Conceituação de funcionalismo O funcionalismo refere-se ao funcionamento da mente ou ao uso que o organismo faz dela para se adaptar ao ambiente. Este ramo da psicologia baseia-se no pragmatismo e na utilidade, surgidos como ideais nos EUA. Os pesquisadores adeptos do funcionalismo não estudavam a mente do ponto de vista da sua composição (dos seus elementos básicos e estrutura), mas como um conjunto ou acumulação de atividades e processos que resultavam em...

    1059  Palavras | 5  Páginas

  • Funcionalismo

    JAMBERS CLEMENTE TAYLA GROFF DE ANDRADE FUNCIONALISMO Sinop/MT 2012 CARLA ALESSANDRA ARAÚJO MISAEL FERNANDO RODRIGO JAMBERS CLEMENTE TAYLA GROFF DE ANDRADE FUNCIONALISMO Trabalho apresentado à Disciplina de História da Psicologia como requisito parcial para nota bimestral do Curso de Psicologia do 1º Semestre, da FASIPE – Faculdade de Sinop. Professora: Ana Paula Sinop/MT 2012 SUMÁRIO INTRODUÇÃO 03 1 FUNCIONALISMO 04 2 OS FUNCIONALISTAS DE CHICAGO...

    2926  Palavras | 12  Páginas

  • Funcionalismo

    O Funcionalismo A espírito funcionalista existe desde Darwin, com as ideias evolucionistas defendidas por ele. A Escola Funcional surge como uma forma de ataque às ideias estruturalistas, defendidas por Titchener, e não como intenção de criar uma nova escola. Há quem afirme que foi o próprio Titchener quem fundou o funcionalismo, pois ele deu destaque a essa corrente de pensamento em oposição às ideias estruturalistas. No artigo “Postulados de uma Psicologia Estrutural”, Titchener assinala...

    519  Palavras | 3  Páginas

  • FUNCIONALISMO

    FUNCIONALISMO O funcionalismo é uma escola da psicologia, iniciada nos Estados Unidos no final do século XIX, sendo o primeiro sistema exclusivamente americano de psicologia e contrapondo-se a Psicologia do Estruturalismo, criada pelo alemão Titchener. Traz como principio os atos e os processos mentais abordando a experiência de consciência, utilizando como principais meios de pesquisa os métodos da introspecção, comparação e a experimentação. Seus estudiosos voltam-se principalmente aos seguintes...

    980  Palavras | 4  Páginas

  • FUNCIONALISMO

    estatísticos 6 Testes mentais. 6 Associação de Ideias (Galton) 7 Imagens Mentais. 7 A Psicologia animal e a Evolução do funcionalismo. 8 FUNCIONALISMO FUNDAÇÃO E EVOLUÇÃO. 8 Conclusões 9 Referencias Bibliográfica 10 Introdução O funcionalismo tornou-se parte da principal corrente da Psicologia americana. A sua precoce e vigorosa oposição ao estruturalismo tiveram um grande valor para o desenvolvimento da Psicologia dos Estados Unidos. Também foi importante a transferência...

    2981  Palavras | 12  Páginas

  • Psicologia (perguntas sobre Estruturalismo)

    experiência esta diretamente ligada a dilatação das barras de metal. 8- Como Titchner diferenciava a inspeção da introspecção? De acordo com Titchener, qual a função da retrospecção na pesquisa psicológica? O texto usado para compreensão do tema estruturalismo, não apresenta em nenhum momento o termo “inspeção”, sendo assim não sabemos do que se trata e nos sentimos incapacitadas para responder essa parte da questão. Segundo a leitura que fizemos do texto, em nenhum momento percebemos que Titchener...

    3788  Palavras | 16  Páginas

  • Funcionalismo na História da Psicologia

    Social ....................................................................................................2 1.2 Influência Científica ...............................................................................................3 2. O Que é Funcionalismo? .................................................................................5 3. Mérito Funcionalista .........................................................................................7 4. William James (1842-1910) ............

    10602  Palavras | 43  Páginas

  • Estruturalismo,Funcionalismo,Behaviorismo e Psicanálise

    ETAPA 1 O QUE FOI O ESTRUTURALISMO? Foi um movimento filosófico francês que alcançou o seu ápice na metade do Sec. XX, aqui no Brasil. Wundt criou o que, mais tarde, seria chamado de Estruturalismo. E.B.Titchener conheceu esse processo quando estudava na Alemanha, sobre a tutela do seu mestre Wilhelm Wundt, onde concluiu o seu mestrado. De volta aos Estados Unidos apresentou uma nova abordagem da psicologia, que acabou culminando com o sistema de “Estruturalismo”, onde organizava os conteúdos...

    3019  Palavras | 13  Páginas

  • Linguistas do estruturalismo

    ESTRUTURALISMO Durante a primeira metade do século XX, as novas orientações linguísticas estiveram representadas fundamentalmente pelo estruturalismo, cujos expoentes foram Ferdinand de Saussure, na Europa, e Leonard Bloomfield, nos Estados Unidos. O Estruturalismo é uma corrente teórica da linguística baseada nos princípios do Cours de Linguistique Générale (Curso de Linguística Geral - 1916) de Ferdinand de Saussure, embora tivesse preferido a designação de sistema em vez da de estrutura para...

    2465  Palavras | 10  Páginas

tracking img