• atividades loucas
    Perspectivas, São Paulo 6:19-25, 1983. REFLEXÕES SOBRE "PENSAMENTO TRADICIONAL" E "PENSAMENTO SELVAGEM" Silvia M . S . C A R V A L H O * RESUMO: Este artigo encaminha a análise do pensamento tradicional, ressaltando a importância dos estudos das representações nas práticas tradicionais, particularmente...
    4008 Palavras 17 Páginas
  • Levi strauss a ciencia do concreto
    Capitulo de o Pensamento selvagem, Lévi Strauss, compara o pensamento dos selvagens com o pensamento cientifico moderno,o primeiro ponto de observação é que para o autor o alcance das classificações do pensamento selvagem se dão em um âmbito mais concreto, enquanto que as formulações do pensamento cientifico...
    725 Palavras 3 Páginas
  • Pensamento selvagem
    O Pensamento selvagem (La pensée sauvage) é um livro do antropólogo Claude Lévi-Strauss (1908 — 2009) publicado em 1962 pela editora Plon em Paris. Esse antropólogo, criador do método estrutural, estudou os povos ditos primitivos, contestando o racismo e a noção de primitivo, e comparou etnografias realizadas...
    489 Palavras 2 Páginas
  • ARTES
    Ciência do Concreto (Pensamento Selvagem) No primeiro capítulo de O Pensamento Selvagem, “A Ciência do concreto”, Lévi-Strauss compara o pensamento dos “selvagens” com o científico moderno. Para o autor, o pensamento dos povos tribais é algo mais “concreto”, enquanto o pensamento científico é baseado...
    1057 Palavras 5 Páginas
  • Antropologia
    discutir o pensamento simbólico. Explique o título do capítulo, fazendo menção às relações comparativas que o autor faz entre o “pensamento selvagem/mitológico” e a “ciência moderna”. Lévi-Straus destaca na obra intitulada “O pensamento Selvagem”1 que seu objeto de estudos não é o selvagem e o seu pensamento...
    1616 Palavras 7 Páginas
  • Ciencia do concreto
    Lévi-Strauss compara o pensamento dos “selvagens” com o pensamento científico moderno. Nestre capítulo, Lévi-Strauss tenta desconstruir a ideia de que os “selvagens” só refletem sobre o que lhes tem sentido prático. Para Lévi-Strauss, O do ponto de vista e que, na visão dos “selvagens”, o homem branco...
    288 Palavras 2 Páginas
  • Fichamento de antropologia
    XXXXXXXXXXXXXXX RA-0000000 Fichamento do Texto: Laplantine, F. “Aprendendo Antropologia” “Marcos para História do Pensamento Antropológico: A pré-história da antropologia.” (páginas 23 a 37) O objetivo do texto é fazer uma reflexão sobre o surgimento do estudo antropológico...
    1397 Palavras 6 Páginas
  • O Campo da Antropologia - Luiz Henrique Passar - Fichamento
    obrigados a conviver com outras culturas para conseguir comercializar, necessitando de um convívio (pacífico ou não). Nesse momento, surge a noção selvagens para tratar dos povos possuíam uma cultura extremamente diferente, passando a enviar missionários para catequizar e “humanizar” esses povos.  Em...
    665 Palavras 3 Páginas
  • resenha
    Resenha do texto pensamento selvagem. Este livro, segundo o seu próprio autor, pretende continuar o seu outro trabalho, "Totemismo hoje", que por sua vez é considerado uma introdução histórica e crítica a "O pensamento selvagem". Como os outros escritos de Lévi-Strauss, este é guiado por um método estruturalista...
    661 Palavras 3 Páginas
  • Lévi-strauss
    No primeiro capítulo de O Pensamento Selvagem, “A Ciência do concreto”, Lévi-Strauss (1976) compara o pensamento dos “selvagens” com o científico moderno. Para o autor, o pensamento dos povos tribais é algo mais “concreto”, enquanto o pensamento científico é baseado em conceitos mais abstratos. Para...
    1476 Palavras 6 Páginas
  • Antropologia
    interessa-se em discutir o pensamento simbólico. Explique o título do capítulo, fazendo menção às relações comparativas que o autor faz entre o “pensamento selvagem/mitológico” e a “ciência moderna”. Em “O pensamento Selvagem” Lévi-Strauss define que os povos “selvagens” construiriam seus conceitos...
    1592 Palavras 7 Páginas
  • Resumo: o campo da antropologia: a constituição de uma ciência do homem
    obrigados a conviver com outras culturas para conseguir comercializar, necessitando de um convívo (pacífico ou não). Nesse momento, surge a noção selvagens para tratar dos povos possuíam uma cultura extremamente diferente, passando a enviar missionários para catequizar e “humanizar” esses povos. Em...
    930 Palavras 4 Páginas
  • TRABALHO HISTORIA DA ED
    ITARD, E O GAROTO SELVAGEM, VICTOR. O médico Jean Itard empenha-se fielmente em defender Victor de um tratamento de idiotia. Jean adota um processo de aprendizagem bastante rigoroso para educar Victor; um garoto que foi encontrado em uma floresta e que apresentava aspectos selvagens e não sociáveis;...
    1117 Palavras 5 Páginas
  • Formando em ciências sociais
    etnocentrica. Se essa concepção acerca ciência é insustentável, o que por meio dela foi ofuscado e agora demanda atenção? A ciência assim como o pensamento praticado pelos indígenas é um método racional de interpretação do mundo. Para fins de exemplo, Evans-Pritchard quando analizou a magia na sociedade...
    1273 Palavras 6 Páginas
  • laplantine
    questionamentos como: O selvagem tem uma alma? O pecado original lhe diz respeito? Em resposta a essas perguntas presentes no século XIV, surgem duas ideologias distintas: a do mau selvagem e do bom civilizado, representada pelo jurista Sepulvera espanhol que diz que os índios são selvagens, com costumes estanhos...
    836 Palavras 4 Páginas
  • o escopo da antropologia
    embriologia do pensamento e das instituições humanas. Para o autor a sociedade crescerão a partir dos selvagens, todas as nações civilizadas foram um dia selvagens, e que o selvagem esta para o civilizado como uma criança esta para um adulto, e a mentalidade de uma criança funciona como um selvagem até chegar...
    722 Palavras 3 Páginas
  • Resumo do 1º, 2º e 3º capítulo do livro: Aprender Antropologia, de François Laplantine
    serviço de pessoas mais cultas e humanas. Essas ideologias, mesmo não expressando termos religiosos, permanecem vivas até hoje. 1.1. A figura do mau selvagem e do bom civilizado A diversidade das sociedades humanas era vistas como aberração e exigindo uma justificação. Os gregos diziam que todos que não...
    2681 Palavras 11 Páginas
  • O CAMPO DA ANTROPOLOGIA
    obrigados a conviver com outras culturas para conseguir comercializar, necessitando de um convívio (pacífico ou não). Nesse momento, surge a noção selvagens para tratar dos povos possuíam uma cultura extremamente diferente, passando a enviar missionários para catequizar e “humanizar” esses povos. No...
    856 Palavras 4 Páginas
  • Do Etnocídio
    As questões levantadas possuem um viés religioso: “O Selvagem tem alma?”, “o pecado original também lhes diz respeito?”. (p.25). Desse confronto nascem ideologias de recusa e fascinação pelo estranho ou a figura do “bom civilizado” e do “mau selvagem”. Posições debatidas pelo dominicano Las Casas e o...
    832 Palavras 4 Páginas
  • alguns sociologos
    distribuição de renda justa e equilibrada. Suas ideias influenciaram a chamada Revolução Socialista, movida pela metade da população mundial da época. Os pensamentos de Karl Marx sobrevivem até hoje, mesmo em um mundo extremamente capitalista. Karl Marx nasceu em 5 de maio de 1818 em Trier e morreu no dia 14 de...
    2072 Palavras 9 Páginas