• doutor
    : bilateralidade, generalidade, abstratividade, coercibilidade e heteronomia. mgodngvodvánvianbnapibnrfpnaepbnepnbtne sta que ela obriga e proíbe determinados tipos de ações. Segundo o direito positivo a norma jurídica é o padrão de conduta imposta pelo estado, para que seja possível o convívio...
    1800 Palavras 8 Páginas
  • Normas do direito
    abrangidas pela previsão da norma), abstração (aplicação a todos os casos que preencham a previsão da norma) e coercibilidade (possibilidade de ser imposta com o uso da forma) As normas jurídicas podem ser imperativas (impõem uma certa conduta aos destinatários) ou facultativas (concedem faculdades ou...
    1840 Palavras 8 Páginas
  • Direito e moral norma juridica
    , tais como: definição, função, construção e destinatário da norma jurídica; definição de norma geral e abstrata, sua imperatividade, coercibilidade e sanção. Desenvolvimento Definição de norma jurídica Norma jurídica é a célula do ordenamento jurídico (corpo sistematizado de regras de...
    1414 Palavras 6 Páginas
  • História e introdução ao estudo do direito
    imperatividade não pode garantir por si mesma que não exista transgressão desta norma, por isto também além da imperatividade é necessário que a norma se revista de coercibilidade. A norma jurídica será executada por intermédio da coercibilidade. É bem verdade que alguns autores descreve esta...
    653 Palavras 3 Páginas
  • Contas redutoras
    características da norma jurídica: generalidade, abstratividade, imperatividade e coercibilidade. Acrescente-se ainda a bilateralidade como mais uma característica. 3.( ) A imagem da Deusa Themis, a Deus da Justiça, apresenta três símbolos emblemáticos: a espada, a balança e a venda nos olhos...
    1462 Palavras 6 Páginas
  • Ied - coercibilidade
    coação. Significa dizer que força e direito não se contradizem. No que diz respeito à coatividade, força e direito estão vinculados com maior intensidade. A coação se refere à força material, em ato, utilizada para realizar a sanção aplicada quando descumprida uma regra jurídica. Coercibilidade tem...
    268 Palavras 2 Páginas
  • Direito e moral norma juridica – relação juridica
    teoria pura do Direito. Trata-se de questões pertinentes às normas jurídicas, tais como: definição, função, construção e destinatário da norma jurídica; definição de norma geral e abstrata, sua imperatividade, coercibilidade e sanção. A norma jurídica destina-se a uma sociedade, a qual é...
    2090 Palavras 9 Páginas
  • Introdução ao direito
    , responder: O que é norma jurídica? Qual a função da norma jurídica? O que é uma norma geral? O que é uma norma abstrata? Explique a imperatividade da norma. Explique a coercibilidade da norma. O que é uma norma jurídica? Como se identifica o destinatário de uma norma? Pela teoria pura do...
    1261 Palavras 6 Páginas
  • O poder da igreja catolica na idade media
    imperativo da norma jurídica significa imposição de vontade e não mero aconselhamento. e) A Coercibilidade e a Questão da Essência da Norma Jurídica. - Coercibilidade – possibilidade de uso da coação. - Coação – Elementos: . Psicológico – exerce a intimidação...
    557 Palavras 3 Páginas
  • IED - Etapa 3 e 4
    ou estabelece forma de organização de ente jurídico, etc. E para que a imperatividade da norma não seja transgredida usa-se a coercibilidade da norma jurídica que é a possibilidade de se colocar à disposição da autoridade pública ou da organização internacional a força material para cumprimento da...
    1080 Palavras 5 Páginas
  • Senso comum e conhecimento cientifico
    do Homem em sociedade, conciliando os interesses em conflito. A Ordem Jurídica procura atingir a Justiça e a Segurança utilizando como meios as normas jurídicas, a coercibilidade material. A Ordem Jurídica estabelece relações com as outras Ordens Sociais Normativas, assim: Ordem Jurídica e Ordem...
    649 Palavras 3 Páginas
  • A vida humana
    jurídicas. Distinção: Norma Jurídica X Norma Moral A coercibilidade e a bilateralidade são, de modo geral, notas específicas ao direito. É incompatível com a moral o constrangimento; o dever moral deve ser observado voluntariamente, enquanto que o constrangimento é essencial ao direito. Distinção...
    922 Palavras 4 Páginas
  • Teoria do Direito part 3
    3. Norma Jurídica - Toda lei contém norma, mas nem toda norma contém lei. - Lei = Direito (Conjunto de normas) - Norma Jurídica é um padrão de conduta social imposto pelo Estado para que seja possível a convivência dos homens em sociedade. 3.2. Características: a) Bilateralidade...
    742 Palavras 3 Páginas
  • Icd - arnaldo
    da moral e a coercibilidade da jurídica, a autonomia da moral e a heteronomia da jurídica e, finalmente, a interioridade da moral e a exterioridade da jurídica. De acordo com o autor, a norma jurídica é bilateral, pois, além de impor deveres às pessoas, ela também garante direitos para elas. Ao...
    771 Palavras 4 Páginas
  • Etica
    fé revelada por uma religião. Tanto normas morais e religiosas são aplicadas na vida em sociedade. Como distinguir as normas jurídicas das normas sociais? As principais características das normas jurídicas são: a)- coercibilidade: é a possibilidade de a...
    1394 Palavras 6 Páginas
  • Direito e Coercibilidade
    , dispensando assim a força física. Há ainda autores que, de acordo com Gusmão, negam ser a coercibilidade nota específica do direito, por haver normas desprovidas de sanção (norma imperfeita). Mas segundo ele, “o fato de existirem normas jurídicas sem sanção não enfraquece a tese da coercibilidade como...
    855 Palavras 4 Páginas
  • direito
    direito para determinar o mínimo de exigências para convivência.  Coercibilidade: é a possibilidade de uso de coação, psicológico através das penalidades previstas para as hipóteses de violação das normas jurídicas e a material que é a força propriamente que é acionada quando o destinatário da regra...
    526 Palavras 3 Páginas
  • A teoria da norma jurídica por Hans Kelsen
     A teoria da norma jurídica segundo Hans Kelsen O que é uma norma jurídica? Kelsen retomou essa distinção, considerando a norma jurídica um juízo hipotético por dependerem as suas consequências da ocorrência de uma condição: se ocorrer tal fato deve ser aplicada...
    493 Palavras 2 Páginas
  • Direito
    da mesma(coercibilidade); 1. Heteronomia: algumas normas éticas são heterônomas, ou seja, são elaboradas por outras pessoas que não os próprios destinatários, os quais devem obedecê-las independetemente de aceitá-las ou não internamente. Outras normas éticas são autônomas, no sentido de que somente...
    601 Palavras 3 Páginas
  • Introdução ao estudo de direito
    dispositivas ou supletivas sempre será segundo a vontade do Legislador. 2.6 Explique a Coercibilidade da Norma Jurídica. Outra característica da Norma Jurídica é Coercibilidade. A possibilidade jurídica de coação não torna a Norma Jurídica Coativa, pois seria uma ameaça de coação e não...
    1328 Palavras 6 Páginas