Normas De Convivencia Na Escola artigos e trabalhos de pesquisa

  • Como construir e desenvolver os princípios de convivência democrática na escola?

    Claudilene dos Santos Almeida (claudileneportugues.gpi@gmail.com) Um gestor será capaz de construir e desenvolver a convivência democrática na escola conforme as articulações adequadas entre características pessoais e capacidade de aprender com os outros. Para ser líder e trabalhar em prol de uma vivência em que todos buscam os mesmos objetivos, requer abertura para o novo, respeitando não somente as leis que regem a Educação (Constituição, LDB, Regimento Escolar, ECA), como também, saber ouvir...

    771  Palavras | 4  Páginas

  • a escola é nossa

    A Escola é Nossa. O Diálogo e a Confiança Mútua: Instrumentos para a Convivência e a Disciplina no Ensino Fundamental Miquel Massaguer1 É curioso constatar a bondade ou a maldade prc-semântica de determinadas palavras quando chegam até nós influenciadas pelo fil­tro da história da pedagogia em nosso país. Ninguém discutiria que termos como "participação", "escola democrática", "diálogo educati­vo", "autonomia", "comunicação", etc., são pilares fundamentais de nosso ensino fundamental atual. No...

    2191  Palavras | 9  Páginas

  • Escola como espaço gerador da cultura

    A ESCOLA COMO ESPAÇO GERADOR DE CULTURA ‘DE’ E ‘PARA’ A CIDADANIA THE SCHOOL AS A CULTURE GENERATING SPACE ‘FROM’ AND ‘TOWARDS’ CITIZENSHIP Ernesto Candeias MARTINS1 Resumo: O tema da educação para a cidadania é uma preocupação actual de todas as sociedades democráticas, das instituições escolares e das famílias. A cidadania, sendo um estatuto político, cívico e de prática social, constitui o que melhor ilustra o suporte ético do mundo actual. O autor aborda em três pontos o papel dos espaços escolares...

    7922  Palavras | 32  Páginas

  • Relação escola - comunidade

    Pesquisa e Prática Profissional: Relação Escola Comunidade 4. Fundamentos Socioantropológicos da Educação 5. Considerações Finais 6. Referências   1. Introdução: O presente trabalho tem como principal objetivo definir metas e orientações para que uma prática pedagógica conscientemente e responsável no processo ensino-aprendizagem. Com a leitura dos livros “Fundamentos socioantropológicos da educação”, “Pesquisa e prática profissional: relação escola comunidade”, “Fundamentos Históricos e Filosóficos...

    3683  Palavras | 15  Páginas

  • Indisciplina na escola: concepções atribuídas por professores, pais e alunos do ensino fundamental de uma escola estadual de barreiras.

    HUMANAS – DCH – CAMPUS IX JANDIRA DE OLIVEIRA RODRIGUES NILVA OLIVEIRA LEDO Indisciplina na escola: concepções atribuídas por professores, pais e alunos do ensino fundamental de uma escola estadual de Barreiras. Barreiras – BA 2010 JANDIRA DE OLIVEIRA RODRIGUES NILVA OLIVEIRA LEDO Indisciplina na escola: concepções atribuídas por professores, pais e alunos do ensino fundamental de uma escola estadual de Barreiras. Monografia apresentada à Universidade...

    26981  Palavras | 108  Páginas

  • Regras na escola

    REGRAS NA ESCOLA INTRODUÇÃO: Podemos imaginar um país sem leis, uma família sem regras, uma escola sem regimento? Para alguns, a desorganização talvez não lhes incomode, alegando que regras retiram o direito à liberdade, e não admitem a importância delas para a organização de uma sociedade. Claro que, seria excelente viver em um mundo onde cada um soubesse respeitar o espaço do outro, o meio ambiente, e o que é público. Mas a realidade é outra, muitas pessoas só respeitam o que lhe é conveniente...

    2637  Palavras | 11  Páginas

  • Violencia nas escolas

    UNIVERSIDADE CATÓLICA DE BRASÍLIA CURSO DE PEDAGOGIA DISCIPLINA TEMAS ESPECIAIS EM EDUCAÇÃO E SOCIEDADE MEDIAÇÃO DE CONFLITOS NA ESCOLA Alunas: MARIA DAS GRAÇAS MENDES DE SOUSA VÍVIAN FARIAS DA SILVA Taguatinga-DF., agosto de 2006. INTRODUÇÃO A escola apresenta-se como local privilegiado de socialização e, portanto, propício ao desenvolvimento de sentimentos, afetos e emoções que podem em determinado momento gerar conflitos em que o diálogo cotidiano não seja capaz de solucionar. Quando...

    6312  Palavras | 26  Páginas

  • Convivência escolar uma reflexão a partir do ponto de vista do professor e do aluno

    45 CONVIVÊNCIA ESCOLAR: UMA REFLEXÃO A PARTIR DO PONTO DE VISTA DO PROFESSOR E DO ALUNO doi: 10.4025/imagenseduc.v2i3.18357 Célio Rodrigues Leite* Pablo Valdivieso Tocornal ** *Secretaria de Estado da Educação do Paraná – SEED. celio-leite@uol.com.br. ** Universidad de Chile. Resumo Este estudo aborda a temática sobre a resolução dos conflitos no ambiente escolar. Tem como objetivo analisar os depoimentos de professores e alunos sobre a temática acima, usando como metodologia a técnica do...

    5679  Palavras | 23  Páginas

  • A importância de trabalhar valores na escola

    VALORES NA ESCOLA São Paulo Abril, 2012 Ana Luiza Steck Tonetti Gabriel C. Pinto Mônica P. Rodrigues Rosana de Fátima P. R. Garcia IMPORTÂNCIA DE TRABALHAR VALORES NA ESCOLA Trabalho colaborativo apresentado às disciplinas “Gestão das Relações da Escola com seu Entorno Institucional e Social” e “Projeto Pedagógico e Autonomia da Escola”, do curso de Especialização em Gestão da Escola para Diretores...

    11945  Palavras | 48  Páginas

  • Normas disciplinares

    Normas de convivência escolar Buscando a plena qualidade no processo ensino-aprendizagem, o Colégio Bonfim estabeleceu NORMAS DISCIPLINARES e COMPORTAMENTAIS adequadas para o ambiente escolar. O cumprimento destas normas diminui as tensões geradas por diferentes regras de costumes familiares, favorecendo a harmonia e a satisfação nas relações interpessoais. A adesão às normas é obrigatória a partir do momento em que o aluno é matriculado na escola. Portanto, é importante que o responsável...

    1744  Palavras | 7  Páginas

  • CONVIVENCIA DEMOCRÁTICA NA ESCOLA

    CONVIVÊNCIA DEMOCRÁTICA NA ESCOLA: entre a realidade e o possível1 DEMOCRATIC COEXISTENCE AT SCHOOL: between reality and the possible Maria Sângela de Sousa Santos Silva2 Ana Cecília Araújo Nunes3 RESUMO O presente artigo propõe-se a analisar a convivência democrática no cotidiano escolar, partindo dos pressupostos de uma gestão participativa com os segmentos escolares, pais, alunos, professores, funcionários, diretor e comunidade local. Analisando as entrevistas coletadas dos segmentos...

    8261  Palavras | 34  Páginas

  • Fun O Social Da Escola

    A escola é uma instituição social com objetivo explícito: o desenvolvimento das potencialidades físicas, cognitivas e afetivas  dos alunos, por meio da aprendizagem dos conteúdos (conhecimentos, habilidades, procedimentos, atitudes, e valores) que, aliás, deve acontecer de maneira contextualiazada desenvolvendo nos discentes a capacidade de tornarem-se cidadãos participativos na sociedade em que vivem.   Eis o grande desafio da escola, fazer do ambiente  escolar um meio que favoreça o aprendizado...

    1410  Palavras | 6  Páginas

  • PROGRAMA DE RECOMENDAÇÕES SOBRE CONDUTAS E BOAS PRÁTICAS DOS FUTUROS PROFISSIONAIS DE EDUCAÇÃO FÍSICA NA ESCOLA PARA GRADUANDOS DA UNIP- MANAUS

    CRISTINA MAGALHÃES DE OLIVEIRA PROGRAMA DE RECOMENDAÇÕES SOBRE CONDUTAS E BOAS PRÁTICAS DOS FUTUROS PROFISSIONAIS DE EDUCAÇÃO FÍSICA NA ESCOLA PARA GRADUANDOS DA UNIP- MANAUS MANAUS 2013 CRISTINA MAGALHÃES DE OLIVEIRA - B71HJF3 PROGRAMA DE RECOMENDAÇÕES SOBRE CONDUTAS E BOAS PRÁTICAS DOS FUTUROS PROFISSIONAIS DE EDUCAÇÃO FÍSICA NA ESCOLA PARA GRADUANDOS DA UNIP- MANAUS Prática de Ensino: Observação e Projetos Universidade Paulista Instituto de Ciências da Saúde Faculdade de Educação Física ...

    647  Palavras | 3  Páginas

  • COMO ARTICULAR A FUNÇÃO SOCIAL DA ESCOLA COM AS ESPECIFICIDADES E AS DEMANDAS DA COMUNIDADE?

    COMO ARTICULAR A FUNÇÃO SOCIAL DA ESCOLA COM AS ESPECIFICIDADES E AS DEMANDAS DA COMUNIDADE? M. L. P. B. Palavras – CHAVE: Papel da Escola; Democracia; Cultura. A educação no Brasil vem a séculos sofrendo mudanças. Antigamente a escola era para uma pequena parcela da população. Atualmente as coisas são diferentes, a escola é lugar para todos, sobretudo com direito a educação de qualidade. Entretanto a discussão sobre a função social da escola vem sendo discutida por muitos autores da educação...

    661  Palavras | 3  Páginas

  • normas e procedimentos escolares

    NORMAS GERAIS DE CONDUTA ESCOLAR SISTEMA DE PROTEÇÃO ESCOLAR Secretaria da Educação GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO Governador José Serra Vice-Governador Alberto Goldman Secretário da Educação Paulo Renato Souza Secretário-Adjunto Guilherme Bueno de Camargo Chefe de Gabinete Fernando Padula Coordenadora de Estudos e Normas Pedagógicas Valéria de Souza FUNDAÇÃO PARA O DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO FDE Presidente Fábio Bonini Simões de Lima Chefe de Gabinete ...

    3205  Palavras | 13  Páginas

  • Norma culta

    IMPORTÂNCIA DA NORMA CULTA 1. Diálogo difícil do professor de Português com os alunos é convencê-los a falar e a escrever conforme as normas da língua culta. 2. Para muitos representantes, esses padrões são uma imposição das classes dominantes e devem ser, como outras formas de opressão, abolidos, em benefício do povo brasileiro. 3. Existe em tal argumento uma convergência de elementos heterogêneos. Ressalve-se, de logo, que a língua, toda língua, é sempre uma propriedade coletiva, um bem socializado...

    638  Palavras | 3  Páginas

  • Educação, família e Escola

    interação entre a educação das nossas crianças nas escolas e na família no sentido de garantir um desenvolvimento educacional para nossas crianças no mundo atual. A forma de educar também interfere no aprendizado da criança.Através de pesquisas bibliográficas ficara claro que para superar os obstáculos impostos pelo cotidiano é necessário que haja união entre estas duas instituições sócias. Sandra Veralucia Marques Martins A família e a escola juntas conseguirão obter melhores resultados no...

    2203  Palavras | 9  Páginas

  • Gramáticas normativas e variações linguísticas: uma convivência pacífica?

    E VARIAÇÕES LINGUÍSTICAS: UMA CONVIVÊNCIA PACÍFICA? Toda criança aprende naturalmente a língua de sua comunidade linguística, assim, quando ela chega à escola, já tem grande domínio das habilidades de interação oral e está disposta a compartilhar todo conhecimento adquirido na escola. Um aspecto que escapa muitas vezes no ensino da Língua Portuguesa é o fato de que o aluno já chega à escola falando uma variante da língua e que a escola, querendo ensinar a norma culta, esquece-se de considerar...

    961  Palavras | 4  Páginas

  • A promoção da convivência escolar democrática através de jogos em escolas municipais da região de Jaú/SP.

    Brancalleão Tesser Maria Aparecida Spineli Ferraz da Silva Nilcea Aparecida de Vitti Pastori Vanessa Aparecida Dorta A promoção da convivência escolar democrática através de jogos em escolas municipais da região de Jaú/SP. Projeto de pesquisa desenvolvido para o curso de Especialização em “Ética, Valores e Cidadania na escola”, oferecido pela USP no âmbito do programa Univesp, sob orientação do tutor Ms. Guilherme Valente. Jaú 2013 RESUMO Com o objetivo...

    22627  Palavras | 91  Páginas

  • Disciplina e Indisciplina na Escola Piaget

    Disciplina e Indisciplina na Escola ­ Piaget pesquisar... Home Palestras e Cursos Atividades Profissionais Home Artigos Jane Agenda 2015 Currículo Fale Conosco Acessos Vídeos Jane Notícias Entrevistas com Jane Haddad Dissertação de Mestrado Charges e Pensamentos Publicações Galeria de Fotos Blog Jane Facebook Twitter WAK Editora Vídeos Disciplina e Indisciplina na Escola ­ Piaget Indisciplina Escolar ­ Indisciplina Escolar DISCIPLINA E INDISCIPLINA NA ESCOLA: UMA VISÃO PIAGETIANA Mariana Ribeiro Franzoloso – UTP...

    4828  Palavras | 20  Páginas

  • Escolas x drogas

    Instituição: Escola Estadual “ Maurício Zákhia” Curso: “Prevenção do Uso de Drogas para Educadores de Escolas Públicas Cursistas: Patrícia de Souza Rezende Neuzimar Aparecida pinheiro Vera Lúcia dos Santos Tavares Tutora: Tania Pagano Junqueira Payne Atividade: Contextualizando o uso de drogas e fatores de risco e proteção na escola Ijaci ( Minas Gerais) , 13 de Novembro de 2012 ...

    868  Palavras | 4  Páginas

  • Comunidade e escola

    INTRODUÇÃO A escola é um espaço privilegiado para aprender a resolver conflitos e conviver com as diferenças. E a atuação da comunidade se dá de suma importância, pois se cria várias possibilidades a respeito dessa relação de maneira consciente e fundamentada. Nessa expectativa, visitarei uma instituição de ensino, a fim de fazer levantamentos de dados e no final, analisar com muita destreza o resultado de minha pesquisa. Refletirei sobre a importância e a necessidade da relação escola e comunidade...

    915  Palavras | 4  Páginas

  • Eu e os outros na escola

    ESCOLA MUNICIPAL DE BABILÔNIA PROJETO DE INTERVENÇÃO PEDAGÓGICA DISCIPLINAR "EU E OS OUTROS NA ESCOLA" Elaboração: Waldirene Dias Mendonça Jussara Tavares - Pedagoga Maria Auxiliadora dos Santos – Estagiária UNIPAC Rosinei Cardoso - Estagiária UNIPAC Execução: Maria Auxiliadora dos Santos, Rosinei Cardoso, Jussara Tavares e professores regentes e de aulas especializadas Uberlândia ABRIL - 2009 ENSINO FUNDAMENTAL PROJETO...

    3918  Palavras | 16  Páginas

  • pré - projeto VIOLÊNCIA NAS ESCOLAS DA ZONA NORTE DE TERESINA: REFLEXOS DE UMA RELAÇÃO FAMILIA X ESCOLA.

    APRESENTAÇÃO O crescente índice de casos de violência nas escolas, tem sido tema de diversas discussões, profissionais da área da educação estão cada vez mais preocupados com as realidades encontradas no âmbito escolar no que se refere a comportamentos violentos e desrespeitosos por parte de alunos, as constantes ondas de assaltos, ocorrências de brigas e casos de bullying dentro das escolas, tornam o ambiente escolar cada vez menos propício á aquisição de conhecimentos, e preocupam pais, alunos...

    986  Palavras | 4  Páginas

  • COMO ARTICULAR A FUNÇÃO SOCIAL DA ESCOLA COM AS ESPECIFICIDADES E AS DEMANDAS DA COMUNIDADE

    COMO ARTICULAR A FUNÇÃO SOCIAL DA ESCOLA COM AS ESPECIFICIDADES E AS DEMANDAS DA COMUNIDADE? Progestão: Ensaio – Módulo I. Laelia Lopes Silva Este ensaio tem por objetivo apresentar as reflexões de um estudo realizado sobre a função social da escola. Para tanto, destaca a importância de se conhecer o papel da escola no mundo contemporâneo, a relação da escola com a sociedade do conhecimento, com a democracia e com a cultura. E na conclusão destaca a importância destas reflexões para o...

    1115  Palavras | 5  Páginas

  • A escola inclusiva

    inclusão no ambiente escolar; Aspectos relevantes e irrelevantes para a boa convivência com a diversidade e inclusão. 2. Na data determinada, entregue ao (à) tutor (a) o texto digitado segundo as normas da ABNT e providencie cópias para serem entregues aos moderadores durante o debate. 3. O aluno também poderá fazer pesquisas em outras fontes; 4. Na data determinada, entregue ao (à) tutor (a) o projeto digitado segundo as normas da ABNT; Na pontuação, serão considerados os seguintes critérios: •...

    2225  Palavras | 9  Páginas

  • Educação e a escola

    EDUCAÇÃO E A ESCOLA EDUCAÇÃO: Ação ou efeito de educar-se. Ensino, instrução. Desenvolvimento das capacidades humanas, visando à integração social. Cortesia, civilidade. A EDUCAÇÃO é uma das atividades básicas de todas as sociedades humanas, que dependem, para sobreviver, da transmissão de sua herança cultural aos mais jovens. Toda sociedade, portanto, utiliza os meios para perpetuar sua herança cultural e treinar os mais jovens nas maneiras de ser e pensar do grupo. ...

    583  Palavras | 3  Páginas

  • Resumo: as funções sociais da escola

    AS FUNÇÕES SOCIAIS DA ESCOLA: DA REPRODUÇÃO À RECONSTRUÇÃO CRÍTICA DO CONHECIMENTO E DA EXPERIÊNCIA EDUCAÇÃO E SOCIALIZAÇÃO A educação, num sentido amplo, cumpre uma iniludível de socialização, desde que a configuração social da espécie se transforma em um fator decisivo da hominização e em especial da humanização do homem. A espécie humana, constituída biologicamente como tal, embora instrumentos, artefatos, costumes, normas, códigos de comunicação e convivência como mecanismos imprescindíveis...

    2783  Palavras | 12  Páginas

  • A CONSTRUCAO DA AUTONOMIA MORAL NA ESCOLA

    A CONSTRUÇÃO DA AUTONOMIA MORAL NA ESCOLA: A INTERVENÇÃO NOS CONFLITOS INTERPESSOAIS E A APRENDIZAGEM DOS VALORES VINHA, Telma Pileggi - FE - UNICAMP telmavinha@uol.com.br TOGNETTA, Luciene Regina Paulino - UNIFRAN lrpaulino@uol.com.br Eixo temático: Violências e convivência nas Escolas: Fatores, manifestações e relações sociais no espaço; Agência Financiadora: CAPES Resumo A partir de pesquisas que investigaram se o ambiente escolar influencia o desenvolvimento moral dos alunos e a maneira com a...

    5071  Palavras | 21  Páginas

  • Escola mais velha de rio verde goias

    ilustrações da escola. Também conhecemos melhor sobre a história da fundação da Escola Estadual Eugênio Jardim, por meio de uma entrevista com a funcionária mais antiga da escola onde nos declarou mais sobre o método de ensino. Para enriquecer o trabalho, registramos algumas fotos: “Quadros, biblioteca, memorial, o primeiro armário que ainda existe na escola, noticiário falando sobre a fundação da escola em 1921, as notas dos alunos de 1940, o arquivo de fotos de comemoração dos 80 anos da escola, registro...

    1325  Palavras | 6  Páginas

  • Angola e a lei na escola

    internas, para um ordenado desenvolvimento da vida civil. A favorecer esta reflexão está também a cada vez mais existência do drama de fenómenos ligados com muitas esferas da ilegalidade: falta do cumprimento das leis vigentes, inflação das regras de convivência cívica, evasão fiscal, corrupção nos sectores mais sensíveis da sociedade e nas instituições, existência de macro e micro criminalidade, violações, ocupação da terra, ilegalidades na condução rodoviária; presos que deveriam estar nas cadeias pululam...

    1618  Palavras | 7  Páginas

  • Limites e (in) disciplina na educação infantil na escola horizontes

    CURSO DE PEDAGOGIA – IV PERÍODO ADRIANA CALDAS LIMA ALVES PROJETO DE MONOGRAFIA LIMITES E (IN) DISCIPLINA NA EDUCAÇÃO INFANTIL NA ESCOLA HORIZONTES Imperatriz 2005 ADRIANA CALDAS LIMA ALVES LIMITES E (IN) DISCIPLINA NA EDUCAÇÃO INFANTIL NA ESCOLA HORIZONTES Projeto apresentado a disciplina de Pesquisa Educacional 2 da Faculdade de Educação Santa Terezinha...

    3434  Palavras | 14  Páginas

  • Estudo dos fundamentos da educação e sua infuencia na relação entre comunidade e escola

    multiculturalidade na escola. Educação e Diversidade; Educação de Jovens e Adultos; Pesquisa e Prática Profissional- Diversidade Educativa. IRANI 2011 FACULDADE INTERNACIONAL DE CURITIBA ILIANE GASPARINI- RU: 655643- TURMA 2011/05 NEIVANA B. DE LIMA- RU: 666425- TURMA 2011/05 DAIANE BLASQUIEVIS-RU 301170 – TURMA 2011/05 EDUCAÇÃO, DIVERSIDADE E PESQUISA: Processo de construção social dos sujeitos e a compreensão da multiculturalidade na escola. ...

    2457  Palavras | 10  Páginas

  • Resumo ESCOLAS JUR DICAS MANUAL DE SOCIOLOGIA JUR DICA

    SOCIOLOGIA JURÍDICA Ana Lucia Sabadel ESCOLAS JURÍDICAS “Escola jurídica”: grupo de autores que compartilham determinada visão sobre a função do direito, sobre os critérios de validade, as regras de interpretação das normas jurídicas e os conteúdos que o direito deveria ter – “o que é”, “como funciona” e “como deveria ser figurado”. São consideradas como produto de determinadas épocas e culturas jurídicas. A existência das características em comum de escolas jurídicas nos permite classificá-las...

    3706  Palavras | 15  Páginas

  • 4ª Etapa: AS INSTITUIÇÕES SOCIAIS A FAMÍLIA, A IGREJA, A ESCOLA, A ECONOMIA E A POLÍTICA.

    FACULDADE ANHANGUERA DE JUNDIAÍ CURSO DE PSICOLOGIA CIÊNCIAS HUMANAS E SOCIAIS ATPS 3º SEMESTRE – 4ª ETAPA AS INSTITUIÇÕES SOCIAIS: A FAMÍLIA, A IGREJA, A ESCOLA, A ECONOMIA E A POLÍTICA. JUNDIAÍ 2013 FACULDADE ANHANGUERA DE JUNDIAÍ AS INSTITUIÇÕES SOCIAIS: A FAMÍLIA, A IGREJA, A ESCOLA, A ECONOMIA E A POLÍTICA. Atividade apresentada como exigência parcial para obtenção do título de Psicólogo da Faculdade Anhanguera Educacional, unidade de Jundiaí, sob orientação...

    786  Palavras | 4  Páginas

  • 1 ADAPTA O ESCOLA

    Tema Gerador: Adaptação/Escola Período: 02 à 06 de março de 2015 Experiência: Vivenciar situações de aprendizagem que possibilitem relações de confiança e afetividade de modo a propiciar um processo da adaptação natural das crianças ao espaço escolar. Objetivos: Proporcionar um ambiente agradável visando o bem estar do educando, de forma que ele se sinta acolhido como individuo se integrando a dinâmica do grupo; Incluir as crianças na construção do espaço e do tempo da escola; Possibilitar o reconhecimento...

    649  Palavras | 3  Páginas

  • SOCIEDADE SEM ESCOLA

    AGES FACULDADE DE CIÊNCIAS HUMANAS E SOCIAIS LICENCIATURA EM PEDAGOGIA JUCIARA FARIAS SANTANA DA SILVA SOCIEDADE SEM ESCOLAS Fichamento apresentado no curso de Licenciatura em Pedagogia da Faculdade AGES como um dos pré-requisitos para a obtenção da nota parcial da disciplina Educação de Pessoas Adolescentes Jovens e Adultos no 3° período, sob a orientação do professor...

    2051  Palavras | 9  Páginas

  • Resumo de aulas escolas positivistas e naturalistas

    profissionais da área seguindo sempre o padrão positivista, aplicando somente leis em situações que necessitariam de mais humanidade. * Natureza empírica: natureza do cotidiano, conhecimento das coisas através do costume. Escolas Jurídicas Escolas moralistas do Direito: * As escolas moralistas partem da ideia de que o direito é pré-determinado por tais “leis”, que fazem parte do direito natural. Existem basicamente duas formas que de conceber o direito natural: a primeira independe do juízo que...

    2049  Palavras | 9  Páginas

  • O RELACIONAMENTO ENTRE PROFESSORES E ALUNOS NAS ESCOLAS.

    prejudicar o bom andamento das questões educacionais, dificultando as relações de convivência. É indiscutível a importância de um ambiente escolar que favoreça a convivência harmoniosa entre seus sujeitos, seja para a promoção da aprendizagem, o principal objetivo da escola, seja para a formação do aluno de modo geral e o bem estar de todos. Entretanto, a qualidade deste convívio vem sendo questionada, cada vez mais. A escola é feita de momentos, sendo que a forma que ela assume em cada situação é sempre...

    2135  Palavras | 9  Páginas

  • Psicologia social violencia nas escolas - projeto

    Projeto de pesquisa com o tema: Violência nas escolas BRASILIA 2012 Universidade Paulista Instituto de Ciências Humanas Campus Brasília Graduação em Psicologia Projeto de pesquisa com o tema: Violência nas escolas BRASILIA 2012 Sumário 1- INTRODUÇÃO 4 1.1 Apresentação 4 1.2 Tema 4 1.2.1 Perspectiva Sócio-Histórica 5 1.2.2 O número de sujeitos envolvidos 6 1.2.3 Assistência social e saúde 8 1.3 Objetivos 8 1.3.1 Objetivo Geral 8 1.3.2...

    2409  Palavras | 10  Páginas

  • Regras de Convivência

    DIREITOS, DEVERES, NORMAS E RESPONSABILIDADES A escola é um espaço em que se exerce a cidadania e, por isso, é importante que os sujeitos para os quais a escola trabalha conheçam os seus direitos e deveres fundamentais, a fim de que possamos criar entre nós um ambiente saudável e de respeito mútuo. Só assim construiremos, de fato, a verdadeira comunidade. “A matéria mais difícil da escola não é a matemática ou a biologia; a convivência, para muitos alunos e de todas as séries, talvez seja...

    1904  Palavras | 8  Páginas

  • O sistema de organização e de gestão da escola teoria e pratica

    São Paulo, Novembro. 2012 Sumário INTRODUÇÃO 3 O SISTEMA DE ORGANIZAÇÃO E DE GESTÃO DA ESCOLA TEORIA E PRATICA 4 CONCEITOS DE ORGANIZAÇÃO, GESTÃO, DIREÇÃO E CULTURA ORGANIZACIONAL 4 CONCLUSÃO 8 BIBLIOGRAFIA....................................................................................................9 Introdução. O presente trabalho tem como objetivo, apontar as principais características da administração escolar, a importância...

    2035  Palavras | 9  Páginas

  • a escola e a sociedade em processo contínuo

    SISTEMA DE ENSINO PRESENCIAL CONECTADO PEDAGOGIA FÁBIA THAMIRES ALVES PEREIRA A ESCOLA E A SOCIEDADE EM PROCESSO CONTÍNUO Olho d´ Água das Flores - AL 2011 FÁBIA THAMIRES ALVES PEREIRA A ESCOLA E A SOCIEDADE EM PROCESSO CONTÍNUO Trabalho apresentado ao Curso Pedagogia da UNOPAR - Universidade Norte do Paraná, para a disciplina Processo Educativo no Contexto Histórico. ...

    2514  Palavras | 11  Páginas

  • perfil de Diretor de Escola

    -DIRETOR DE ESCOLA - 1. PERFIL Como dirigente e coordenador do processo educativo no âmbito da escola, compete ao Diretor promover ações direcionadas à coerência e consistência de um projeto pedagógico centrado na formação integral dos alunos. Tendo como objetivo a melhoria do desempenho da escola, cabe-lhe, mediante processos de pesquisa e formação continuada em serviço,assegurar o desenvolvimento de competências e habilidades dos profissionais que trabalham sob sua coordenação...

    1923  Palavras | 8  Páginas

  • NORMAS DE CONVIV NCIA

    NORMAS DE CONVIVÊNCIA – EE Profa. MARIA ÂNGELA BATISTA DIAS/2010 Os alunos da EE Profa. Maria Ângela Batista Dias, após reunião de esclarecimentos sobre a Proposta Curricular para o Estado de São Paulo, elaboraram em conjunto as seguintes normas de convivência, que devem ser observadas e obedecidas por todos. São deveres dos alunos: DURANTE AS AULAS 1. Prestar atenção às explicações dos professores, evitando interrompê-los; 2. Solicitar a explicação do professor para os conteúdos que não foram...

    748  Palavras | 3  Páginas

  • O adolescente e a violencia na escola

    ódios e as contestações. O adolescente, independente da classe social ou situação socioeconômica, possui características próprias dessa idade de formação. Já não aceita tão passivamente as regras, questionando-as, pois este é um momento em que a convivência exige dele posicionamentos mais firmes e claros diante das situações. Nesse sentido, envolvê-lo nas decisões e nos processos de construção das regras é algo que possibilita o diálogo. Ao se posicionar, decidir, verificar e testar seus limites...

    3484  Palavras | 14  Páginas

  • O lúdico na escola

    cadernos, professores, alunos e outros elementos ligados ao ambiente escolar que inevitavelmente aparece na mente da maioria das pessoas, porque normalmente pensamos a educação como algo que acontece “na escola”. Isso é verdadeiro, no entanto é preciso lembrar que a educação não acontece “só” na escola. Ela é um processo muito mais amplo, que se inicia ao nascimento e continua acontecendo durante toda a existência, sendo considerada a prática que diferencia o ser humano dos outros seres vivos. A educação...

    4349  Palavras | 18  Páginas

  • A Escola da Ponte

    A Escola da Ponte e suas impressões. Em meio a um tempo onde o objetivo maior das escolas é qualificar os alunos para passar em concursos, exames, etc, podemos questionar para que serve o modelo tradicional de escola?  O termo “Escola Tradicional” foi e é empregado para denominar as idéias pedagógicas que antecederam a Escola da Ponte, traz uma representação da pedagogia tradicional cunhada pela crítica como forma de justificar a necessidade da renovação e marcar a sua contraposição.  O caráter...

    1917  Palavras | 8  Páginas

  • Proposta pedagógica e autonomia da escola

    PROPOSTA PEDAGÓGICA E AUTONOMIA DA ESCOLA José Mário Pires Azanha Notas preliminares Em 1932, foi dado a público um documento que se tornou famoso e ficou conhecido como "Manifesto dos Pioneiros da Educação Nova`. É um texto longo, dirigido ao povo e ao governo, que contém não apenas uma discussão de alguns aspectos da educação em geral, mas que também pretende estabelecer um roteiro para "a reconstrução educacional no Brasil". O redator foi Fernando de Azevedo, mas os signatários foram...

    3975  Palavras | 16  Páginas

  • AS FUNÇÕES SOCIAIS DA ESCOLA: DA REPRODUÇÃO À RECONSTRUÇÃO CRÍTICA DO CONHECIMENTO E DA EXPERIÊNCIA

    EDUCAÇÃO DA BAIXADA FLUMINENSE Duque de Caxias, 2014. 1 Este trabalhado será pensando e desenvolvido a partir de dois textos de José Gimeno Sacristán: CAPÍTULO I AS FUNÇÕES SOCIAIS DA ESCOLA: DA REPRODUÇÃO À RECONSTRUÇÃO CRÍTICA DO CONHECIMENTO E DA EXPERIÊNCIA OS PROCESSOS DE UNIVERSALIZAÇÃO REFLETIDOS NA SUBJETIVAÇÃO OU APRENDIZAGEM DA CULTURA: O SUJEITO NA SOCIEDADE GLOBAL José Gimeno Sacristán, foi professor nas universidades...

    1620  Palavras | 7  Páginas

  • Educação e a escola

    [pic] A EDUCAÇÃO E A ESCOLA Educação é o processo pelo qual o indivíduo aprende as coisas necessárias para se ajustar aos grupos e á sociedade em que vive; e tem por objetivo transmitir o seu patrimônio cultural. Acompanha o indivíduo em toda sua vida, pois ele está sempre aprendendo e se educando. ...

    1106  Palavras | 5  Páginas

  • Valores na escola

    ¬¬¬¬¬¬¬UMA ESCOLA PARA CIDADÃOS: CONSTRUÇÃO E PROPAGAÇÃO DE VALORES NAS 3ª E 4ª SÉRIES DA ESCOLA MUNICIPAL DR. EDMILSON GONÇALVES INTRODUÇÃO Historicamente verifica-se a presença da preocupação com a formação moral do aluno. Na Idade Antiga e Idade Média a pratica de valores não era considerada legítima. Acreditava-se que o conselho levaria os alunos e os filhos a assumirem determinados valores. Não existia uma metodologia explicita para dentro da sala de aula, levar o aluno não apenas a...

    7960  Palavras | 32  Páginas

  • Como gerenciar o espaço físico e o patrimônio da escola?

    1 COMO GERENCIAR O ESPAÇO FÍSICO E O PATRIMÔNIO DA ESCOLA? A gestão de recursos materiais na escola é um conjunto de práticas que situam o espaço escolar e todos os seus recursos materiais a serviço do desenvolvimento de uma proposta pedagógica que garanta formação e ensino de qualidade. 1.1 O que é patrimônio escolar? Quando se fala em patrimônio, a primeira idéia que vem à cabeça é a de patrimônio como algo material palpável, com custo determinado, representado...

    1084  Palavras | 5  Páginas

  • violência e indiciplina na escola

    de comunicação e espaço social. -Internos : consideração de idade e sexo, nível de escolaridade dos estudantes, regras disciplina dos projetos pedagógicos, sistema de punições, entre outros. Existe uma infinita gama de atos violentos dentro da escola, atitudes que variam, desde brigas e agressões entre alunos e professores, o bullying, até depredações causadas por gangues. A autora Fernandez, considera que existe uma interdependência entre os problemas de disciplina e violência, mas não é direto...

    898  Palavras | 4  Páginas

  • violência das escolas

    Violências nas Escolas. Como mudar a situação?1 Miriam Abramovay2 Neste início de século XXI, marcado pela globalização das relações econômicas, sociais e culturais, é comum se defender que a educação possui um papel essencial no desenvolvimento dos indivíduos e das sociedades. Ela é encarada como uma via capaz de conduzir a um desenvolvimento humano mais harmonioso e de fazer recuar a pobreza, a exclusão social, as incompreensões e as opressões (Delors, 2001). No entanto, observa-se que a...

    4431  Palavras | 18  Páginas

  • construindo e resgatando Valores na escola

    Escola Estadual de Ensino Fundamental e Médio Monsenhor José Borges de Carvalho Governo do Estado da Paraíba Gerência de Recursos Humanos Mestres da Educação GIVONALDO ALVES DO NASCIMENTO PROJETO Educação em Valores Construindo e Resgatando Valores na Escola: UM ESTUDO DESENVOLVIDO NA ESCOLA ESTADUAL DE ENSINO FUNDAMENTAL E MÉDIO MONSENHOR JOSÉ BORGES DE CARVALHO NO MUNICÍPIO DE ALAGOA NOVA-PB ALAGOA NOVA - PB 2014 SUMÁRIO 1. INTRODUÇÃO 2. OBJETIVOS ...

    5140  Palavras | 21  Páginas

  • A minha escola

    TEMA: A MINHA ESCOLA PROJETO: Minha escola, minha família. JUSTIFICATIVA: Este projeto tem como finalidade o envolvimento e a participação da família no ambiente escolar, considerando a importância da escola na vida da criança, uma vez que a escola exerce a função de educadora e a família deve acompanhar este desenvolvimento, este processo de aprendizagem, havendo a necessidade de interação entre família e escola para a formação das crianças em cidadãos competentes e responsáveis. OBEJTIVO...

    525  Palavras | 3  Páginas

  • normas para escola

     INSTITUIÇÃO (FACULDADE PENTÁGONO) GRADUAÇÃO EM MECATRÔNICA INDUSTRIAL NORMAS PARA ESCOLA ALEXANDRE JAMES STEPHANIE RAFAEL CARLOS EDSON SANTO ANDRÉ 2015 Sumário NR 7 – Programa de controle médico de saúde ocupacional PCMSO 1 7.1.1. 1 7.1.2. 1 7.1.3. 1 NR 9 – Programas de prevenção  de riscos ambientais – PPRA 1 9.1.1 1 9.1.2 2 9.1.2.1 2 9.1.3 2 9.1.4 2...

    3555  Palavras | 15  Páginas

  • Projeto escola

    PROJETO DE ESCOLA Orientador Prof. Fabiano de Araujo Cravo Roxo São Paulo, SP 2011 SUMÁRIO 1- Identificação da Escola ...........................................................................4 2- Caracterização da Escola........................................................................5 3- Concepção Educacional..........................................................................7 4- Estrutura da Escola..................................

    2360  Palavras | 10  Páginas

  • Diversidade na Escola

    UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO CURSO DE APERFEIÇOAMENTO SOBRE GÊNERO E DIVERSIDADE NA ESCOLA - GDE LUCIANE DE JESUS FERREIRA TEIXEIRA A DIVERSIDADE NO AMBIENTE ESCOLAR SÃO LUÍS/MA 2014 LUCIANE DE JESUS FERREIRA TEIXEIRA A DIVERSIDADE NO AMBIENTE ESCOLAR Trabalho apresentado ao Curso de Aperfeiçoamento sobre Gênero e Diversidade na Escola – GDE/UFMA, como exigência para obtenção de nota. Profº. Msc. Paulo Sérgio Castro Pereira. ...

    2652  Palavras | 11  Páginas

tracking img