Modelo Manual De Boas Praticas Distribuidora artigos e trabalhos de pesquisa

  • “Modelo” de manual de boas práticas de distribuição

    Modelo” de Manual de Boas Práticas de Distribuição “Neste documento você encontrará umModelo” de Manual de Boas Práticas de Distribuição, com algumas informações e sugestões. Você deverá desenvolver um documento de acordo com as peculiaridades de sua empresa (porte, localização, número de funcionários, diferentes produtos, etc.). O Manual deve ser elaborado pelo Farmacêutico Responsável técnico, com a contribuição dos funcionários que participam de cada procedimento dentro da empresa...

    4692  Palavras | 19  Páginas

  • Regularização de documentos - vigilância sanitária para farmácias, drogarias e distribuidoras

    Drogarias Farmácias Distribuidoras de medicamentos Transportadoras de medicamentos Farmácia hospitalar Laboratório de Análises Clínicas Indústria de Medicamentos DROGARIAS 1. Consulta da AFE ( Autorização de Funcionamento de Empresa ) da ANVISA 2. Modelo de Placa Informativa estabelecido pela Port. 93/93 . 3. Medicamentos controlados 4. Plano de Gerenciamento de Resíduos 5. Legislação Básica 6. Modelo de Procedimento Operacional...

    14737  Palavras | 59  Páginas

  • Manual farmaceutico

    . . . . . . . . . . . . . 13 Boas Práticas . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 13 Conclusão. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 28 Referências Bibliográficas . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 29 Anexos: Legislação Sanitária . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 31 Modelo de POP . . . . . . . . . . . ...

    12035  Palavras | 49  Páginas

  • Pop Distribuidora Medicamento

     “Neste documento você encontrará um “Modelo” de Manual de Boas Práticas de Distribuição, com algumas informações e sugestões. Você deverá desenvolver um documento de acordo com as peculiaridades de sua empresa (porte, localização, número de funcionários, diferentes produtos, etc.). O Manual deve ser elaborado pelo Farmacêutico Responsável técnico, com a contribuição dos funcionários que participam de cada procedimento dentro da empresa, para a perfeita adequação e entendimento. Lembre-se que...

    4705  Palavras | 19  Páginas

  • Distribuidora bebida

    nossa estratégia e estar localizado em um local de fácil acesso e estar próximo aos nossos clientes. 1. Resumo Executivo Abrir uma distribuidora de bebidas. Veremos a seguir como e que modo podemos abrir um comercio de distribuidora de bebidas. Local estratégico em nosso caso localizado em Guarulhos av. Santos Dumont – Cumbica. Trabalhar com uma diversidade de produtos (Cervejas, Refrigerantes, Águas e Etc.;) Atingindo de...

    4536  Palavras | 19  Páginas

  • Distribuidora de medicamenttos

    Distribuidora de medicamentos Expediente Presidente do Conselho Deliberativo Roberto Simões Diretor-Presidente Luiz Eduardo Pereira Barreto Filho Diretor Técnico Carlos Alberto dos Santos Diretor de Administração e Finanças José Claudio Silva dos Santos Gerente da Unidade de Capacitação Empresarial Mirela Malvestiti Coordenação Nídia Santana Caldas Equipe Técnica Carolina Salles de Oliveira Autor FABIO DE OLIVEIRA NOBRE FORMIGA Projeto Gráfico Staff Art Marketing e Comunicação Ltda. http://www...

    7396  Palavras | 30  Páginas

  • manual de boas práticas

    DE FUNCIONÁRIOS: 05 1. OBJETIVO: Estabelecer as Normas de Boas Práticas de Armazenagem, Distribuição e Transporte, para assegurar que os envolvidos conheçam, entendam e cumpram tais normas, mantendo assim a qualidade dos produtos e equipamentos para saúde, visando proteger a saúde pública. 2. CONSIDERAÇÕES GERAIS 2.1 – A empresa fornecerá as condições previstas neste manual; 2.2 – Após a divulgação deste manual entre os funcionários, todos os mesmos deverão passar por treinamento para...

    2377  Palavras | 10  Páginas

  • manual de boas praticas

     SUMÁRIO 1. Objetivo do Estabelecimento 2. Objetivo do Manual 3. Definições 4. Infra-Estrutura Física e Instalações 5. Estrutura Organizacional Pessoal 6. Fluxograma 7. Serviços Farmacêuticos Prestados 7.1 Verificação de Pressão Arterial 8. Gerenciamento de Resíduos de Serviços de Saúde 9. Auto-inspeção 10. Documentação 11. POP 11.1.Verificação de Pressão Arterial ...

    4158  Palavras | 17  Páginas

  • manual de boas praticas

    Farmácia Popular Mauricina Procedimento Operacional Padrão Manual de Boas Práticas de Dispensação Drogarias/Farmácias Pagina 2 de 6 Manual de Boas Práticas de Dispensação Drogarias/Farmácias Objetivo: Estabelecer condições de Boas Praticas de Dispensação a serem observadas na assistência farmacêutica aplicada a aquisição, armazenamento, conservação e dispensação dos produtos industrializados em farmácias e drogarias. I – Apresentação da Empresa Nome: Farmácia Popular Mauricina Razão...

    1553  Palavras | 7  Páginas

  • Manual de boas práticas

    MANUAL DE BOAS PRÁTICAS DE DISTRIBUIÇÃO DE PRODUTOS MÉDICOS (BPDPM) REFERÊNCIA: Resolução RDC 59, de 27/06/2000 MS/ANVISA PARTE A – DISPOSIÇÕES GERAIS 1 – ABRANGÊNCIA: Este manual de BPPM aplica-se à organização: Razão Social: CNPJ: I.E.: Abrangendo os seguintes produtos médicos: Produtos Registros no MS/ANVISA Produto ...

    2016  Palavras | 9  Páginas

  • Manual de boas praticas

    MANUAL DE BOAS PRÁTICAS FARMACÊUTICAS IDENTIFICAÇÃO DO ESTABELECIMENTO: Razão Social: xxxxxxxxxxxxxxxx. Nome Fantasia: Farmácia Farmamed CNPJ: xxxxxxxxxxx Endereço: xxxxxxxxx - Bairro Itaipu - Fone/FAX: xxxxxxxxxx Município: Medianeira – PR Responsável Técnico: Juliana Jetenes CRF-PR: 12922 DEFINIÇÕES Dispensação – ato de fornecimento e orientação ao consumidor de drogas, medicamentos, insumos farmacêuticos e correlatos a título remunerado ou não. Especialidade Farmacêutica...

    1363  Palavras | 6  Páginas

  • Manual de diretrizes

    MANUAL DE DIRETRIZES FARMÁCIA HOSPITALAR 1ª EDIÇÃO “O farmacêutico é o profissional que melhores condições reúnem para orientar o paciente sobre o uso correto dos medicamentos, correlatos, esclarecendo dúvidas e favorecendo a adesão e sucesso do tratamento 'prescrito'”. (Reich, 1996, Carlim, 1996) Publicação do Conselho Regional de Farmácia do Estado de Goiás- 2010/2011. Expediente DIRETORIA Ernestina Rocha de Sousa e Silva - Presidente Sueza Abadia de Souza Oliveira - Vice-presidente...

    8175  Palavras | 33  Páginas

  • Manual técnico diesel

    controle de emissões de gases no escapamento e usar Flua Petrobras (Agente Redutor Líquido Automotivo – Arla 32), no caso dos motores com sistema SCR, que deverá ser abastecido em reservatório específico ligado ao sistema de exaustão do veículo. Manual Técnico Diesel S-10 3 DIESEL S-10 Cuidados ao abasteCer veíCulos a diesel fabriCados a partir de 2012* • Não abastecer com Óleo Diesel S-500 e/ou S-1800, sob pena de causar danos ao motor*; temperaturas médias menores que 30°C, sem...

    4398  Palavras | 18  Páginas

  • Sistema de gestão da Qualidade em conjunto com Boas Práticas de Transporte de Medicamento

    FACULDADES OSWALDO CRUZ Faculdade de Ciência Farmacêutica e Bioquimica-1619251679575Sistema de gestão da Qualidade em conjunto com Boas Práticas de Transporte de Medicamento Gestão Industrial São Paulo 2014 Práticas de Transporte de Medicamentos Gestão Industrial Vanessa Pachione Jorge4008156 Jaqueline Amália de Paulo4008185 Viviane Roveran4009212 Bianca...

    4043  Palavras | 17  Páginas

  • Manual de boas práticas farmacêuticas

    MANUAL DE BOAS PRÁTICAS GRUPO ASFAR 1 CONTEÚDO TREINAMENTO DE FUNCIONÁRIOS...........................................................................................................03 POSTURA PARA ROTINA DE TRABALHO...................................................................................................07 BOAS PRÁTICAS EM ARMAZENAMENTO E DISPENSÃO DE MEDICAMENTOS...............................11 ORGANIZAÇÃO DO ESPAÇO FÍSICO....................................................

    12739  Palavras | 51  Páginas

  • PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO NA ÁREA DE RECURSOS HUMANOS INFOCO DISTRIBUIDORA E LOGISTICA LTDA.

    INTRODUÇÃO Este projeto tem como objetivo apresentar um planejamento estratégico de alguns departamentos da área de Recursos Humanos da empresa Infoco Distribuidora e Logística Ltda., a fim de alcançar as metas com mais facilidade, ergonomia e qualidade de vida para todos os funcionários. No decorrer da leitura poderá identificar que serão abordados temas como Treinamento e Desenvolvimento, que por meio de tabelas e números apresentará como atualmente estão os indicadores do departamento e sugestão...

    6540  Palavras | 27  Páginas

  • manual de boas praticas

     Boas práticas de armazenagem e distribuição de medicamentos Dentária e Cirúrgica Mercosul LTDA Localizada na Rua Santo Antônio, n°247- Bairro Floresta na cidade de Porto Alegre/RS Responsável Técnico: Michele de Oliveira Climus (farmacêutico CRF-RS 14887) 1. Objetivo O objetivo desde manual é a garantia da integridade dos produtos armazenados, a partir de sua recepção até a distribuição final do mesmo, afim de manter todos os aspectos, assegurando a sua conservação...

    1090  Palavras | 5  Páginas

  • Plano de marketing para empresa liquigás distribuidora

    UNIVERSIDADE DO VALE DO ITAJAÍ FELIPE JOVITA PLANO DE MARKETING PARA EMPRESA LIQUIGÁS DISTRIBUIDORA S.A. Foco no mercado doméstico para o produto botijões Gás LP no município de Blumenau – SC. Balneário Camboriú 2008 1 FELIPE JOVITA PLANO DE MARKETING PARA EMPRESA LIQUIGÁS DISTRIBUIDORA S.A. Foco no mercado doméstico para o produto botijões Gás LP no município de Blumenau – SC. Monografia apresentada como requisito parcial para a obtenção do título de Bacharel em Administração...

    24491  Palavras | 98  Páginas

  • Manual de boas práticas

    CNPJ 15.038.394/0001-44 Rua Sport Club São Jose 200 sala 303 – POA, RS Fone 33410080 - Fax 33438453 financeiro@dipromed.far.br MANUAL DE BOAS PRÁTICAS _______________________________ Fabiano Roldão Silveira CRF10581 Diretor Técnico - DIPROMED 2 MANUAL DE BOAS PRÁTICAS DE DISTRIBUIÇÃO E ARMAZENAMENTO - DIPROMED OBJETIVOS Este manual tem a finalidade de assegurar a qualidade no armazenamento e na distribuição dos produtos comercializados pela DIPROMED de acordo com os seguintes objetivos:...

    2531  Palavras | 11  Páginas

  • MANUAL DA PERICIA CONTABIL

    MANUAL DE PERÍCIA CONTÁBIL  pág. 1 MANUAL DE PERÍCIA CONTÁBIL  Autor: Júlio César Zanluca Distribuição: PORTAL TRIBUTÁRIO EDITORA e MAPH EDITORA  Atenção: esta obra é atualizável. Recomendamos baixá-la periodicamente em seu computador, utilizando a mesma senha, no endereço www.portaltributario.com.br/downloads DICA: para localizar rapidamente uma palavra, tecle CTRL + L Sumário (clique no link para acessar o tópico) Introdução Siglas Utilizadas Conceito Objetivos Prova Pericial ...

    21874  Palavras | 88  Páginas

  • Manual De Iluminacao Publica Copel Companhia Paranaense De Energia

    MANUAL DE ILUMINAÇÃO PÚBLICA ÓRGÃO EMISSOR: COPEL DISTRIBUIÇÃO SUPERINTENDÊNCIA DE ENGENHARIA DE DISTRIBUIÇÃO - SED DEPARTAMENTO DE NORMALIZAÇÃO GEOPROCESSAMENTO E OBRAS - DNGO DIVISÃO DE NORMALIZAÇÃO E NOVAS TECNOLOGIAS - VNOT Fevereiro de 2012 APRESENTAÇÃO Recentemente, os assuntos referentes à iluminação pública têm se tornado pauta de muitas discussões em todo o país. As principais motivações para isto são os avanços tecnológicos dos materiais e equipamentos, as alterações nas legislações...

    9945  Palavras | 40  Páginas

  • Ergonomia em uma distribuidora de cerveja

    uma empresa em que fosse possível realizar estudos a fim de diminuir ou, se possível, eliminar problemas ergonômicos para posterior aplicação do método mais indicado. A escolha deu-se no setor de comércio de bebidas, mais especificamente na Distribuidora Bangu Ltda localizada à Rod Othovarino Duarte Santos, Guriri, São Mateus-ES. Esta foi motivada pelo setor de bebidas possuir uma participação significativa no mercado brasileiro, com fábricas de grande expressão atuando no Brasil como a AmBev...

    7614  Palavras | 31  Páginas

  • Ata Modelo

    cartaz exposto e em que local, que contenha a orientação: “Medicamentos podem causar efeitos indesejados. Evite a automedicação: Informe-se com o farmacêutico” e Placa de identificação (letreiro) do estabelecimento; c) Descrever se possui Manual de Boas Práticas colocando data, nome das pessoas quem elaborou e aprovou; colocar a lista de Procedimentos Operacionais que o estabelecimento tem e com data e as pessoas responsáveis pela elaboração e aprovação; d) Descrever se o estabelecimento tem acesso...

    2577  Palavras | 11  Páginas

  • Sistema de Gestão da Qualidade integrado aos requisitos de Boas Práticas de Fabricação (BPF) no Brasil em Empresas em Produtos para a Saúde

    UFF – UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE RENATA PACHECO MACHADO Sistema de Gestão da Qualidade integrado aos requisitos de Boas Práticas de Fabricação (BPF) no Brasil em Empresas em Produtos para a Saúde Rio de Janeiro 2014 Práticas de Fabricação (BPF) no Brasil em Empresas em Produtos para a Saúde Trabalho de Conclusão de Curso apresentado à Universidade Federal Fluminense...

    17629  Palavras | 71  Páginas

  • Manual de boas préticas

    MANUAL DE BOAS PRÁTICAS GRUPO ASFAR 1 CONTEÚDO TREINAMENTO DE FUNCIONÁRIOS...........................................................................................................03 POSTURA PARA ROTINA DE TRABALHO...................................................................................................07 BOAS PRÁTICAS EM ARMAZENAMENTO E DISPENSÃO DE MEDICAMENTOS...............................11 ORGANIZAÇÃO DO ESPAÇO FÍSICO.......................................................

    12738  Palavras | 51  Páginas

  • Boas práticas de dispensação para farmácias e drogarias

    BOAS PRÁTICAS DE DISPENSAÇÃO PARA FARMÁCIAS E DROGARIAS IDENTIFICAÇÃO DO ESTABELECIMENTO Farmácia .................. Ltda, nome fantasia ...................., instalada no endereço............... RESPONSÁVEL TÉCNICO -_ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ CRF - _ _ _ _ _ _ _ _ OBJETIVO DO ESTABELECIMENTO Finalizar as consultas médicas, fornecendo aos pacientes informações confiáveis sobre o uso racional dos medicamentos, prevenção e educação sanitária. Verificar a adesão e a eficácia da terapia medicamentosa...

    2771  Palavras | 12  Páginas

  • CVISA GTMED Manual de Vigil ncia de hellip

    MANUAL DE VIGILÂNCIA DE MEDICAMENTOS SUJEITOS A CONTROLE ESPECIAL APRESENTAÇÃO A Portaria SVS/MS nº 344/98 aprova o Regulamento Técnico sobre substâncias e medicamentos sujeitos a controle especial, onde são estabelecidos procedimentos visando o combate ao uso indevido de produtos controlados, que pode levar a dependência física ou psíquica entre outros agravos à saúde da população. Este manual busca efetivar a Vigilância de medicamentos e substâncias sujeitos a controle especial através da divulgação...

    5746  Palavras | 23  Páginas

  • manual de boas praticas de armazenamento

    Manual de Boas Praticas farmacêuticas MANUAL DE BOAS PRÁTICAS FARMACÊUTICASIDENTIFICAÇÃO DO ESTABELECIMENTO Elaborado Por: Thiago Alves Dias OBJETIVO: Estabelecer os requisitos gerais de Boas Práticas a serem observadas na assistênciafarmacêutica aplicada a aquisição, armazenamento, conservação e dispensação de produtosindustrializados. DEFINIÇÕES:Estabelecimento - unidade da empresa destinada ao comércio de drogas, medicamentos,insumos farmacêuticos e correlatos; Farmácia - Estabelecimento...

    4306  Palavras | 18  Páginas

  • Manual boas práticas farmacêuticas

    MANUAL DE BOAS PRÁTICAS FARMACÊUTICAS “O presente manual deve ser considerado como material de apoio, pois fornece diretrizes para a regularização e o andamento do varejo farmacêutico, não isenta a empresa e os profissionais farmacêuticos de consultarem as Legislações vigentes e propicia apenas rápido acesso a consultas básicas de regularização, e em nada substitui a legislação em vigor (RDC N.º44 de 17/08/2009), devendo, pelo contrário, ser revisto e atualizado periodicamente de modo a manter-se...

    2559  Palavras | 11  Páginas

  • Processos de movimentação e armazenamento com ênfase na analise da solução wms na ligzarb distribuidora

    na Ligzarb Distribuidora Autoria: Andressa Gabrielly Araujo Lima Maria Valéria Pereira de Araújo RESUMO O tema explorado no presente artigo são os processos de movimentação e armazenagem com ênfase na analise da solução Sistema e Gerenciamento de Armazém – WMS, na empresa Ligzarb Distribuidora, que traz como objetivo descrever estes processos de movimentação e armazenagem com ênfase na analise da solução WMS, considerando a realidade da empresa Ligzarb Distribuidora. Para tanto...

    9117  Palavras | 37  Páginas

  • PLANO ESTRATÉGICO DE MARKETING PARA A FILIAL DE UMA DISTRIBUIDORA DE FERRAMENTAS PARA USINAGEM

    RASMUSSEN PLANO ESTRATÉGICO DE MARKETING PARA A FILIAL DE UMA DISTRIBUIDORA DE FERRAMENTAS PARA USINAGEM JOINVILLE - SC - BRASIL 2011 UNIVERSIDADE DO ESTADO DE SANTA CATARINA CENTRO DE CIÊNCIAS TECNOLÓGICAS DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO E SISTEMAS MARTIN Trabalho de Graduação...

    10393  Palavras | 42  Páginas

  • Manual de boas práticas de distribuição

     MANUAL DE BOAS PRÁTICAS DE DISTRIBUIÇÃO, RECEBIMENTO, ARMAZENAMENTO E EXPEDIÇÃO DE MEDICAMENTOS. CNPJ: 63.400.543/0003-88 / CGF: 04.635.035-7 Fone: (81)/ e-mail: novadml@yahoo.com.br Sumário 1. Objetivos .......................................................................................... 04 2. Pessoal ............................................................................................ 04 3. Instalações Físicas e Equipamentos...

    2226  Palavras | 9  Páginas

  • Manual de boas práticas de dispensação

    CENTRO UNIVERSITÁRIO DO NORTE – UNINORTE KELLY CHAVES LIOTA FAM: 06S1 MAT. Manual de Boas Práticas de Dispensação MANAUS 2011 Manual de Boas Práticas de Dispensação CARMEN CONCEIÇÃO CARRILHO OLIVA Diretor Técnico CRF 2518 DENNIS ZSANKHOTTA FRANÇA PINTO Assistente Técnico CRF 2438 MANAUS 2011 I. Identificação do estabelecimento Razão Social: Empreendimentos Pague Menos S/A Nome Fantasia: Farmácia Pague Menos Endereço: Av. Djalma Batista nº 874 Bairro: NRSA das Graças ...

    2362  Palavras | 10  Páginas

  • Manual de Catalogação de filmes

            MANUAL DE CATALOGAÇÃO DE FILMES     da Biblioteca da ECA                 UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO ESCOLA DE COMUNICAÇÕES E ARTES Av. Prof. Lúcio Martins Rodrigues, 443 – Cid. Universitária Reitor Prof. Dr. João Grandino Rodas Vice-Reitor Prof. Hélio Nogueira da Cruz ESCOLA DE COMUNICAÇÕES E ARTES Diretor Prof. Dr. Mauro Wilton de Sousa Vice-Diretor Profª. Dra. Maria Dora Genis Mourão COMISSÃO DE BIBLIOTECA Mayra R. Gomes (presidente) ...

    24511  Palavras | 99  Páginas

  • Manual de boas práticas farmacêuticas

    MANUAL DE BOAS PRÁTICAS FARMACÊUTICAS 1. IDENTIFICAÇÃO DO ESTABELECIMENTO Razão Social: CNPJ: Nome Fantasia: Endereço: Telefone: Responsável técnico: CRF: 2. OBJETIVOS DO ESTABELECIMENTO Prestar serviços farmacêuticos de qualidade a toda população, dispensar todos os produtos seguindo normas rígidas de qualidade e atendimento cordial a todos. 3. ESTRUTURA FÍSICA 3.1. DESCRIÇÃO DO ESPAÇO Em todo o estabelecimento, o piso é de cerâmica com paredes...

    2451  Palavras | 10  Páginas

  • manual de boas praticas farmacia

    medicamentos somente são eficazes quando há a garantia de que, desde sua fabricação até sua dispensação, serão armazenados e conservados em condições adequadas desta forma estarão preservadas a sua qualidade, eficácia e segurança. Nesse sentido, o Manual de Boas Práticas Farmacêuticos disponibiliza um conjunto de normas e medidas que visam a assegurar a qualidade dos medicamentos e correlatos comercializados pela drogaria Farma Nossa, desde a sua aquisição até a dispensação, com a finalidade de contribuir...

    991  Palavras | 4  Páginas

  • UM ESTUDO SOBRE O PROCESSO ORÇAMENTÁRIO UTILIZADO NA PETROBRAS DISTRIBUIDORA S. A.

    SABRINA JULIANA MACCARINI UM ESTUDO SOBRE O PROCESSO ORÇAMENTÁRIO UTILIZADO NA PETROBRAS DISTRIBUIDORA S. A. Monografia apresentada à Universidade Federal de Santa Catarina como um dos pré-requisitos para obtenção do grau de bacharel em Ciências Contábeis. Orientador: Prof. Dr. Rogério João Lunkes FLORIANOPOLIS 2007 1 DEDICO ESTE TRABALHO Arminio Maccarini, meu pai Anahir Maccarini, minha mãe. 2 AGRADECIMENTOS Agradeço a Deus, que possibilitou todos os dias de felicidade...

    23784  Palavras | 96  Páginas

  • Manual de Boas práticas de transporte

     MANUAL DE BOAS PRÁTICAS DE TRANSPORTE TRANSPORTADORA CARVAGOM MENSAGEM A transportadora CARVAGOM sente-se gratificante em repassar aos colaboradores que fazem parte da cadeia de transporte de medicamentos e produtos farmacêuticos este importante trabalho técnico: o nosso Manual de Boas Práticas de Transporte – BPT. Ele foi elaborado com o intuito de melhorar cada vez mais o sistema de transporte, manter as características físico-quimicas dos produtos...

    5758  Palavras | 24  Páginas

  • Manual Gravacao 8051Study

    Manual de Gravação (versão 1.3) – Kit 8051 Study Microgenios Soluções Eletrônicas Ltda. ME - ano 2010 – Todos os direitos reservados Proibida cópia integral ou parcial do material aqui contido www.microgenios.com.br 1 Conteúdo APRESENTAÇÃO ........................................................................................................................................................ 3 PRÉ-REQUISITOS ..........................................................................................

    3191  Palavras | 13  Páginas

  • Manual de boas praticasde distribuição

     MANUAL DE BOAS PRÁTICAS DE DISTRIBUIÇÃO E ARMAZENAMENTO DE PRODUTOS. INTRODUÇÃO: Este manual tem objetivo e esclarecimento e a regulamentação dos procedimentos da distribuidora ___________________________________., quanto ao manuseio, dispensação, armazenamento e transporte de produtos Cosméticos, Perfumes, Produtos de Higiene e Produtos para a Saúde comercializados por nossa empresa. ADMINISTRAÇÃO E INFORMAÇÕES...

    1130  Palavras | 5  Páginas

  • Manual de Boas Praticas

     Manual de Boas Práticas Farmacêuticas Drogaria Clen Mais. MANUAL DE BOAS PRÁTICAS FARMACÊUTICAS 1. IDENTIFICAÇÃO DO ESTABELECIMENTO  1.1. NOME E ENDEREÇO DO ESTABELECIMENTO  Drogaria xxxxxxxxxxxxxx. Rua xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx CNPJ: 00000000000000000 Telefone: 0000000000000 1.2. NOME E REGISTRO DO RESPONSÁVEL TÉCNICO xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx CRF: xx.xxx 2. OBJETIVOS DO ESTABELECIMENTO Prestar serviços farmacêuticos de qualidade...

    8677  Palavras | 35  Páginas

  • Manual para trabalhos acadêmicos

    EQUIPE DIRETORA DA FACULDADE PADRE JOÃO BAGOZZI MANUAL PARA ELABORAÇÃO DE TRABALHOS ACADÊMICOS CURITIBA 2009 1 EQUIPE DIRETORA DA FACULDADE PADRE JOÃO BAGOZZI MANUAL PARA ELABORAÇÃO DE TRABALHOS ACADÊMICOS CURITIBA 2009 LISTA DE ILUSTRAÇÕES FIGURA 1 – Formatação do texto e Margens no Papel A4 ....................................... 11 FIGURA 2 – Hierarquia dos Títulos e Paginação ...................................................... 12 QUADRO 1 – Numeração Progressiva do...

    11232  Palavras | 45  Páginas

  • Boas práticas em farmácia hospitalar

    BOAS PRÁTICAS EM FARMÁCIA HOSPITALAR A atribuição do farmacêutico no âmbito de armazenagem, distribuição e transportes tem como objetivo garantir que o produto mantenha todas as suas características, assegurando qualidade e eficácia. O profissional deverá assegurar que as atividades operacionais estejam dentro das normas de qualidade através de procedimentos escritos e com registros de sua execução. O farmacêutico deverá definir procedimentos de manuseio e armazenagem, os...

    1368  Palavras | 6  Páginas

  • Boas práicas de fabricação fármacos

    Boas Práticas de Fabricação       1963:Criação pelo FDA do primeiro guia de GMP; Decorrente da intoxicação causada por elixires de sulfas contendo etilenoglicol em 1938. Pela constatação de problemas referentes à contaminações cruzadas freqüentes na fabricação de penicilina e dietilbestrol o FDA oficializa o primeiro Guia de Fabricação de Medicamentos em 1967, nascendo assim as GMP. 1967: Assembléia de saúde solicita aos seus membros o cumprimento das GMP; 1971- OMS obriga aos estados membros...

    2303  Palavras | 10  Páginas

  • Manual de boas práticas: transporte, armazenagem e distribuiçâo de medicamentos

    MANUAL DE BOAS PRÁTICAS: TRANSPORTE, ARMAZENAGEM E DISTRIBUIÇÂO DE MEDICAMENTOS A responsabilidade técnica nas transportadoras, distribuição, representação, importação, exportação e logística, tem o dever de cumprir e fazer cumprir a legislação sanitária e profissional sobre as atividades realizadas pelos referidos estabelecimentos. É através do trabalho deste profissional que as empresas se tornam qualificadas junto à Anvisa para trabalhar com os produtos relacionados a área da saúde, pois...

    5915  Palavras | 24  Páginas

  • Manual rh petrobras

    MANUAL DE RH ESTRATÉGIA CORPORATIVA Crescimento integrado, rentabilidade e responsabilidade socioambiental são as palavras-chave de nossa estratégia corporativa. É a partir da atuação nesses três pilares que construímos a Missão e a Visão 2020, de forma transparente e com olhos atentos ao que acontece no Brasil e no mundo. MISSÃO Atuar de forma segura e rentável, com responsabilidade social e ambiental, nos mercados nacional e internacional, fornecendo produtos e serviços adequados às necessidades...

    5195  Palavras | 21  Páginas

  • Manual de Boas Praticas - BPF

     INTRODUÇÃO O programa denominado “Boas Práticas de Fabricação” (BPF), constitui-se de embasamento higiênico - sanitário das áreas prestadoras de serviços e capacitação do quadro de colaboradores, com objetivo de assegurar a qualidade intrínseca dos produtos elaborados na unidade produtora. SUMÁRIO 1. Objetivo ..............................................................................

    4227  Palavras | 17  Páginas

  • Boas práticas de dispensação para drogaria

    DROGARIA PATMOS Rua Padre Rolim , 1559 São Cristóvão- Ouro Preto/MG Fone : (31)3552-0170 C.N.P.J: 15.534.014/0001-62 BOAS PRÁTICAS DE DISPENSAÇÃO PARA FARMÁCIAS E DROGARIAS IDENTIFICAÇÃO DO ESTABELECIMENTO Francisca de Jesus Galindo, nome fantasia Drogaria PATMOS, instalada no estado de Minas Gerais, na cidade de Ouro Preto, Rua Padre Rolim, número 1559. RESPONSÁVEL TÉCNICO Ana Alice Leocádio CRFMG:8115 DEFINIÇÕES Dispensação - ato de fornecimento e orientação ao consumidor...

    3605  Palavras | 15  Páginas

  • MODELO RELAT RIO FINAL PROINTER I

    conhecimento, saber gestão pessoal, financeira, ser uma líder com boa relações interpessoal, ter uma visão holística, ética nas transações comerciais, só assim podemos ter a qualificação de empreendedor, mais um bom empreendedor não visa só lucros altos, ele tem que por mente que produtos não geram lucros por si só, mais sim ter um bom negócio, esse sim geram lucros, e para ter um bom negócio há necessidade de planejamento estratégico, ter uma boa equipe de gestão eficiente, bons fornecedores, e colaboradores...

    2394  Palavras | 10  Páginas

  • DIAGNOSTICO PARA IMPLEMENTAÇÃO DE DISTRIBUIDORA DE BEBIDAS ON LINE

    VARGAS – FGV MBA EM GESTÃO DE NEGÓCIOS EM COMÉRCIO E VENDAS TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO – TCC FÁBIO ROGER DA MOTA ALBERTO PLANO DE NEGÓCIO PARA IMPLEMENTAÇÃO E CONTROLE DA DISTRIBUIDORA ONLINE DE BEBIDAS PREMIUM Belém – PA 2014 FÁBIO ROGER DA MOTA ALBERTO PLANO DE NEGÓCIO PARA IMPLEMENTAÇÃO E CONTROLE DA DISTRIBUIDORA ONLINE DE BEBIDAS PREMIUM Trabalho de Conclusão de Curso apresentado ao curso MBA em Gestão de Negócios em Comércio e Vendas de Pós-Graduação lato sensu, Nível de Especialização...

    9399  Palavras | 38  Páginas

  • EMPRESA: DISTRIBUIDORA INTERNACIONAL LTDA QUALIDADE DE VIDA NO TRABALHO

    GESTÃO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO JOSÉ LUDGERO CHAGAS SOUZA PROJETO INTEGRADO MULTIDISCIPLINAR – PIM I EMPRESA: DISTRIBUIDORA INTERNACIONAL LTDA QUALIDADE DE VIDA NO TRABALHO RESUMO Para desenvolver o projeto de integração da Qualidade de Vida no Trabalho foi realizado uma análise na empresa com razão social DISTRIBUIDORA INTERNACIONAL LTDA é uma empresa de grande porte do ramo comercial de bebidas com especialização em bebidas nacionais e importadas, atuando...

    3128  Palavras | 13  Páginas

  • manual de boas praticas de dispensação

    Manual de Boas Práticas de Recebimento, Armazenamento e Dispensação dos Medicamentos Razão Social: Nome Fantasia: CNPJ: Endereço: Telefone: E-mail: Responsável técnica pelo estabelecimento: - CRF Telefone: 1 Objetivo Padronizar o funcionamento da empresa de forma a manter regras de boas práticas de recebimento, armazenamento e dispensação dos produtos pela drogaria comercializados. 2 Condições Gerais • A drogaria possui área separada para escritório local para a guarda...

    2906  Palavras | 12  Páginas

  • MODELO DE PLANO DE TRANSPORTE

    materiais disponíveis. 6.4 COORDENADOR DO PLANO Chefe da Base Distribuidora para quem o equipamento envolvido na emergência, esteja prestando serviço. Na sua impossibilidade deve delegar ao seu primeiro substituto. 6.5 PERIGO Situação ou condição de risco com probabilidade de causar lesão física ou dano à saúde das pessoas por ausência de medidas de controle. 6.6 PLANO DE EMERGÊNCIA PARA TRANSPORTES É uma ferramenta preventiva e prática que permite desencadear ações (de emergência) rápidas e eficazes...

    5521  Palavras | 23  Páginas

  • Distribuidora de Bebidas

    Introdução Um dos principais desafios deste projeto é o de oferecer elementos necessários, para criar a Distribuidora de bebidas “Cia dos Amigos”, com informações que possibilitam a viabilização de um posicionamento estratégico, tomando como base, o cenário setorial, visando obter uma demanda maior de mercado, fortalecendo a marca, aumentando a fidelização com clientes. Mercado No ano 2000 ocorreu uma importante alteração no mercado das cervejas. Surgiu a Companhia de Bebidas das Américas...

    1812  Palavras | 8  Páginas

  • Inteligência Computacional nas Distribuidoras de Energia Elétrica: evolução tecnológica, aplicações e impactos na redução das perdas não-técnicas

     XVIII Seminário Nacional de Distribuição de Energia Elétrica SENDI 2008 - 06 a 10 de outubro Olinda - Pernambuco - Brasil Inteligência Computacional nas Distribuidoras de Energia Elétrica: evolução tecnológica, aplicações e impactos na redução das perdas não-técnicas Bruno L. A. Alberto Paulo E. Maciel de Almeida Rodrigo Leite Durães CEFET-MG CEFET-MG CEFET-MG brunol@lsi.cefetmg.com.br pema@lsi.cefetmg.com.br rodrigo@lsi.cefetmg.com.br Palavras-chave Inteligência...

    3504  Palavras | 15  Páginas

  • Manual de segurança e boas práticas para pré-hospitalar

    Escola Superior de Tecnologia e Gestão Pós-Graduação em “Segurança e Higiene no Trabalho” Ano Lectivo de 2009/2010 MANUAL de SEGURANÇA e BOAS PRÁTICAS para o profissional TAE do INEM Rúben Daniel Matos Viana JUNHO 2010 Data de Recepção Responsável Avaliação Observações Versão 1.2 – 05/AGO/2010 MANUAL de SEGURANÇA e BOAS PRÁTICAS para o profissional TAE do INEM Rúben Daniel Matos Viana JUNHO 2010 Rúben Daniel Matos Viana é licenciado em Eng. mecânica pelo Instituto Superior...

    47094  Palavras | 189  Páginas

  • manual de boas praticas para drogaria

    Manual de Boas Práticas Farmacêuticas XXX FARMÁCIA E DROGARIA LTDA. Rua XXX – Bairro XXX Cidade/XX – CEP XXXXX-XXX Fone/Fax (XX) XXXX-XXXX CNPJ 00.000.000/0000-00 MANUAL DE BOAS PRÁTICAS FARMACÊUTICAS 1. IDENTIFICAÇÃO DO ESTABELECIMENTO 1.1. NOME E ENDEREÇO DO ESTABELECIMENTO XXX Farmácia e Drogaria Ltda. Rua XXX – Bairro XXX – Cidade/XX Telefone: (XX) XXXX-XXXX 1.2. NOME E REGISTRO DO RESPONSÁVEL TÉCNICO XXXX CRF: XXXX 2. OBJETIVOS DO ESTABELECIMENTO Prestar...

    10161  Palavras | 41  Páginas

  • manual de boas praticas farmaceuticas

    XXX FARMÁCIA E DROGARIA LTDA. Rua XXX – Bairro XXX Cidade/XX – CEP XXXXX-XXX Fone/Fax (XX) XXXX-XXXX CNPJ 00.000.000/0000-00 MANUAL DE BOAS PRÁTICAS FARMACÊUTICAS 1. IDENTIFICAÇÃO DO ESTABELECIMENTO 1.1. NOME E ENDEREÇO DO ESTABELECIMENTO XXX Farmácia e Drogaria Ltda. Rua XXX – Bairro XXX – Cidade/XX Telefone: (XX) XXXX-XXXX 1.2. NOME E REGISTRO DO RESPONSÁVEL TÉCNICO XXXX CRF: XXXX 2. OBJETIVOS DO ESTABELECIMENTO Prestar serviços farmacêuticos de qualidade a...

    9025  Palavras | 37  Páginas

  • Manual de Boas Práticas Farmacêuticas

    MANUAL DE BOAS PRÁTICAS FARMACÊUTICAS 1. IDENTIFICAÇÃO DO ESTABELECIMENTO  1.1. NOME E ENDEREÇO DO ESTABELECIMENTO  Farmácia A&M LTDA-ME Rua Tomaz Domingos da Silveira, 48 – São Sebastião – Palhoça - SC Telefone: (48) 3066 4467 1.2. NOME E REGISTRO DO RESPONSÁVEL TÉCNICO Célio Miglioranzza CRF: 1.123-1 2. OBJETIVOS DO ESTABELECIMENTO Prestar serviços farmacêuticos de qualidade a toda a população, dispensar todos os produtos seguindo normas rígidas de qualidade e atendimento cordial...

    9652  Palavras | 39  Páginas

  • Guia de Auxílio em Implantação de Boas Práticas de Produtos para Saúde

    Manual para Implantação de Boas Práticas de Fabricação em Produtos para Saúde Baseado nas normas GMC 020/2011, RDC nº 059/2000 e Portaria nº 686/1998 Este manual foi elaborado para auxiliar a empresa fabricante ou comercializadora de produtos médicos a implantar e solicitar o Certificado de Boas Práticas de Fabricação (CBPF) junto aos órgãos competentes. Guia de Auxílio na Implantação de Boas Práticas em Produtos Para Saúde Baseado nas normas RDC 16/2013, RDC nº 059/2000 e Portaria nº...

    24543  Palavras | 99  Páginas

tracking img