Mitos Do Pensamento E Da Cultura Brasileira artigos e trabalhos de pesquisa

  • Resenha: Tipos e mitos do pensamento brasileiro

    busca de conceito, uma nebulosa movendo-se no curso da história moderna em busca de articulação, direção. São várias as linhas de pensamento ou mesmo as "famílias" de explicações do Brasil. São linhas ou famílias que se desenvolvem, recriam ou apenas reiteram. Mas já estão presentes e evidentes em muitos estudos e narrativas. Da análise de mitos do pensamento e da cultura brasileiros, conclui-se que os mesmos não são inocentes. Revelam muito do que são as configurações e os movimentos da sociedade...

    3592  Palavras | 15  Páginas

  • A contribuição do mito para a formação de identidades na amazônia brasileira: uma leitura de órfãos do eldorado, narrativa de milton hatoum.

    contribuição do mito para a formação de Identidades na Amazônia brasileira: uma leitura de Órfãos do Eldorado, narrativa de Milton Hatoum. MARABÁ-PA 2012 SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ CAMPUS UNIVERSITÁRIO DE MARABÁ FACULDADE DOS ESTUDOS DA LINGUAGEM - FAEL A contribuição do mito para a formação de Identidades na Amazônia Brasileira: Uma...

    14990  Palavras | 60  Páginas

  • conceitos de sociedade brasileira com as políticas e estratégias organizacionais

    trabalho tem como objetivo relacionar os conceitos de sociedade brasileira com as políticas e estratégias organizacionais, através do estudo de caso de uma multinacional. Como base teórica, foi utilizado o texto “Pensamento Social no Brasil” de Octavio Ianni, um dos principais intérpretes da nossa sociedade em seus aspectos históricos, culturais, sociológicos e antropológicos. O texto tem como objetivo tentar explicar nossas culturas e problemas como a exclusão de classes populares. Para estudo...

    5853  Palavras | 24  Páginas

  • A arte contemporânea e as narrativas da arte brasileira sob o signo da antropo-tecno-fagia

    A arte contemporânea e as narrativas da arte brasileira sob o signo da antropo-tecno-fagia Cida Donato – (UFRJ) A magia e a vida. Tínhamos a relação e a distribuição dos bens físicos, dos bens morais, dos bens dignários. E sabíamos transpor o mistério e a morte com o auxílio de algumas formas gramaticais. (Manifesto antropófago - Oswald de Andrade) Só a antropo-tecno-fagia nos une! Potencialmente. Ciberneticamente. Humanamente. (Parodiando o manifesto antropófago de Oswald de Andrade) Dizer...

    2559  Palavras | 11  Páginas

  • Homem Cultura e Sociedade

    Plano de Ensino Curso: Fisioterapia Disciplina: Homem, Cultura e Sociedade Semestre: 1° Docente: Ivanir Luzia Mais Coordenador(a): Karine Muniz Ponticelli Carga Horária Total: 60 Carga Horária Semanal: 3 Carga Horária em Atividades de Aprendizagem Teórico/Prática: 48 Carga Horária em Atividades de Aprendizagem Orientada: 12 Perfil do profissional: Atuar na promoção, prevenção e manutenção da saúde do ser humano e na reabilitação cinético-funcional individual e...

    1386  Palavras | 6  Páginas

  • O mito das sereias

    UNIVERSIDADE ESTADUAL DO CEARÁ Paulo Bruno Lopes da Silva A influência arquetípica dos mitos no conceito de sedução feminina a partir da análise comparativa entre o mito das sereias gregas e a lenda da sereia Iara Fortaleza-Ceará 2011 UNIVERSIDADE ESTADUAL DO CEARÁ Paulo Bruno Lopes da Silva A influência arquetípica dos mitos no conceito de sedução feminina a partir da análise comparativa entre o mito das sereias gregas e a lenda da sereia Iara Trabalho apresentado na Universidade Estadual...

    3579  Palavras | 15  Páginas

  • Mito das tres raças

    Mito das três raças Trata-se de uma noção desenvolvida tanto no senso comum quanto em obras de autores como Darcy Ribeiro que afirma que a cultura e sociedade brasileiras foram constituídas através de influências culturais de três raças: a européia (i.e. portuguesa), a africana e a indígena. Isto é considerado um "mito" por críticos a este tipo de pensamento por diversos fatores, entre eles: 1 - esta idéia de certa maneira minimiza a violência da dominação colonialista exercida pelos...

    584  Palavras | 3  Páginas

  • A análise da Lei de Cotas a partir do mito da democracia racial

    A análise da Lei de Cotas a partir do mito da democracia racial A análise da Lei de Cotas a partir do mito da democracia racial RESUMO: Este ensaio propõe-se a analisar a Lei de Cotas de 2012 a partir de alguns pontos distintos na teoria social brasileira no que concerne às questões raciais. Afinal, verifica-se que a idéia de que as conseqüências e dificuldades do país frente à herança colonial não foram enfrentadas ou ultrapassadas, mas sim, camuflada e subvertida. A análise será pautada em...

    5369  Palavras | 22  Páginas

  • A base dos pensamentos social brasileiro

    Ciências Humanas II Profa. Dra. Heloísa Maria Toledo UNISEB Centro Universitário 23/10/2013 Módulo 6.2 Unidade 1 As Bases do Pensamentos Social Brasileiro UNISEB Centro Universitário Roteiro do Curso • Aula 1 – 23/10 Unidade 1 – As bases do pensamento social brasileiro. • Aula 2 – 30/10 Unidade 2 - Globalização e Cultura Global 3 Roteiro do Curso • Aula 3 – 13/11 Unidade 3 – A maioria silenciosa – Jean Baudrillard • Aula 4 – 20/11 Unidade 4 - Normas e formas...

    903  Palavras | 4  Páginas

  • Prova N2 Antropologia e Cultura Brasileira

    conceito de "etnocentrismo" foi bastante utilizado por uma determinada cultura ao classificar as outras culturas ao longo do processo histórico, classificando-as como exóticas e muitas vezes de inferiores. Essa sociedade em questão é a: Resposta Selecionada: a) Europeia Resposta Correta: a) Europeia Feedback da resposta: O etnocentrismo foi prática recorrente da cultura europeia no trato com outras culturas e sociedades para atender a interesses diversos • Pergunta 4 0 em...

    1741  Palavras | 7  Páginas

  • Democracia Racial: o ideal, o pacto e o mito

    e o mito “O mytho é o nada que é tudo O mesmo sol que abre os céus É um mytho brilhante e mudo...” Fernando Pessoa Antonio Sérgio Alfredo Guimarães Departamento de Sociologia, USP Resumo: Examino, neste texto, a expressão “democracia racial” e sua disseminação. O argumento central é de que ela foi usada por ativistas negros, políticos e intelectuais para designar um ideal de convivência interracial e um compromisso político de inclusão das massas negras à modernidade brasileira do pós-guerra...

    8993  Palavras | 36  Páginas

  • Celso Furtado - O mito do desenvolvimento econômico

    obras de Celso Furtado, seja pelo seu pensamento erudito, seja por seu conteúdo servir de reflexão e apoio mais de trinta anos após ter sido escrita. Celso Furtado escreveu, em 1974, que a idéia de desenvolvimento econômico é um simples mito. FURTADO, Celso. O mito do desenvolvimento econômico. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1974 Inicialmente, nos inspiramos em Leonardo Boff, que em seu livro Saber Cuidar (Editora Vozes, 2008), escreveu que Mito é algo muito complexo pelas ambigüidades...

    1115  Palavras | 5  Páginas

  • Simbolos, tipos e Mitos - Campanha Eleitoral 2014

    Introdução O presente trabalho, tem por objetivo, abordar a diversidade da cultura brasileira, mais especificamente seus símbolos, tipos e mitos, através de uma analise da campanha politica de 2014, da candidata Marina Silva, baseadas nas ideias de Clifford James Geertz. Reflexão sobre Propaganda Eleitoral Com base nos conhecimentos obtidos em sala de aula acerca dos símbolos, apresentaremos a seguir, a comparação da campanha eleitoral da candidata a presidência do Brasil Marina Silva com...

    1345  Palavras | 6  Páginas

  • Resenha sobre mito e filosofia, e a importância do mito na sociedade atual

    Esse trabalho tem como objetivo explicitar algumas perspectivas sobre a origem da filosofia e a relação da mesma com os mitos, além de apresentar a importância dos mitos na sociedade atual. Para esclarecermos melhor esse assunto, sem a intenção de esgotá-lo, utilizaremos o primeiro capítulo de uma obra da filósofa Marilena Chauí e trechos de uma entrevista do mitologista Joseph Campbell. Ao decorrer deste trabalho iremos abordar contextos históricos, etimológicos de algumas palavras, estudos de...

    3940  Palavras | 16  Páginas

  • RESENHA CRÍTICA DO LIVRO Cultura brasileira e identidade nacional

    RESENHA CRÍTICA ORTIZ, Renato. Cultura brasileira e identidade nacional. 5. ed. São Paulo: Brasiliense, 1994. 1 CREDENCIAIS DO AUTOR             Nasceu em Ribeirão Preto (SP) em 1947. Estudou na Escola Politécnica (USP) entre 1966 e 1969. Formou-se em Sociologia e Antropologia pela Universidade de Paris VIII e doutorou-se em Sociologia e Antropologia pela École des Hautes Études em Sciences Sociales.             Foi professor da Universidade de Louvain (1974-1975), da UFMG (1977-1984) e...

    1930  Palavras | 8  Páginas

  • Tipos e mitos

    MATÉRIA: ANTROPOLOGIA E CULTURA BARSILEIRA PROFESSORA: MERILYN ESCOBAR DE OLIVEIRA SÃO PAULO 2013 Resposta das questões: a) Os tipos e mitos fazem parte do pensamento de todos nos brasileiros, versões dos diferentes setores sociais em atividades e fabulações. São diversos os tipos e os mitos que estão nos estudos e nas narrativas fazem parte da realidade e fantasias, sendo de diferentes tipos. Os tipos e mitos estão bastante enraizados na formação...

    616  Palavras | 3  Páginas

  • introdução ao pensamento antropológico

    ideologia político-social que defende a validade e a riqueza de todo sistema cultural existente. O relativismo cultural defende que o bem e o mal, ou seja, que a ética, é relativa a cada cultura. O “certo” corresponde ao que é “socialmente aprovado” num dado contexto. Porém, se nos ativermos ao fato de que cada cultura é válida e verdadeira em si, como podemos pensar em mudanças em sociedades reprimidas e desiguais, tendo o relativismo em mente? É cabível refletir sobre mudança propriamente dita,...

    11742  Palavras | 47  Páginas

  • A questão do conhecimento: senso comum e pensamento científico

    comum e pensamento científico FUNDAMENTOS DAS CIÊNCIAS SOCIAIS - CCJ0001 Título A questão do conhecimento: senso comum e pensamento científico Número de Aulas por Semana Número de Semana de Aula 1 Tema A questão do conhecimento: senso comum e pensamento científico. Objetivos • Reconhecer o conhecimento como característica do ser humano. • Identificar as características do senso comum. • Distinguir o conhecimento científico do senso comum. • Compreender a importância do pensamento científico...

    1890  Palavras | 8  Páginas

  • Cultura

    Cultura Não há acordo sobre o que é cultura, há uma indefinição muito grande sobre o tema. Ao contrário do que podemos pensar, quando articulamos a ideia de cultura, surgem inúmeros sentidos e significados para ela. Por isso podemos dizer que cultura é um termo de polissemia (palavra que com varias ideias, conceitos...). A ideia, noção ou conceito de cultura tem sido vista como uma forma...

    1424  Palavras | 6  Páginas

  • pensamento celso furtado

    FILHO, A. G. O pensamento de Celso Furtado: crenças... O PENSAMENTO DE CELSO FURTADO: CRENÇAS E DESILUSÕES Alcides Goularti Filho* O texto tem por objetivo mostrar as contribuições do pensamento de Celso Furtado nos diferentes períodos da economia brasileira nos últimos cinqüenta anos. Nesse período, o Brasil se industrializou, porém manteve a mesma estrutura social desigual. Diante dessa contradição, as análises de Furtado sobre o desenvolvimento brasileiro também sofreram mudanças...

    6844  Palavras | 28  Páginas

  • Resumo de a ralé brasileira

     A ralé brasileira A discussão dos problemas sociais e políticos no Brasil é tratada de maneira muito superficial. Muitas vezes por falta de sabedoria sobre o assunto, políticos, apresentadores e até mesmo cientistas sociais acabam levando informações vagas e possivelmente falsas para a população. O que pode ocorrer também são pessoas que sabem muito sobre esse assunto e para legitimar esses problemas e para continuar dominando a ralé acabam...

    1789  Palavras | 8  Páginas

  • VAPS 1 pensamento social brasileiro

    VAP1 pensamento social brasileiro : A respeito das diferenças entre o pensamento sociológico e o pensamento social, assinale a alternativa correta. Escolha uma: a. A Sociologia se ocupa do estudo das interpretações acerca das idéias e pensamentos sobre as relações sociais e culturais estabelecidas entre os homens de uma determinada sociedade. Já o Pensamento Social não necessariamente apresenta uma explicação coerente, do ponto de vista lógico-científico. b. A Sociologia se ocupa do estudo do comportamento...

    3392  Palavras | 14  Páginas

  • CULTURA

    CULTURA E SOCIEDADE A análise antropológica da cultura O conceito de cultura é uma preocupação intensa atualmente em diversas áreas do pensamento humano, no entanto a Antropologia é a área por excelência de debate sobre esta questão. O primeiro antropólogo a sistematizar o conceito de cultura foi Edward Tylor que, em Primitive Culture, formulou a seguinte definição: "cultura é todo complexo que inclui conhecimento, crença, arte, moral...

    2199  Palavras | 9  Páginas

  • O Mito A Linguagem E O Discurso No Tribunal Do Juri

    Fabrício Veiga Costa* O MitO, a LinguageM e O DiscursO nO tribunaL DO Júri thE Myth, thE LAnGUAGE AnD thE sPEECh In thE jUry EL MIto, EL LEnGUAjE y EL DIsCUrso En EL jUrADo Resumo: A construção do Tribunal do Júri é ideológica e se dá em bases mítico-transcendentais, a partir da concepção de que o julgamento pelos próprios pares é de caráter democrático. Tal afirmação se justifica, principalmente, pela não obrigatoriedade de fundamentação jurídica como requisito para o julgamento dos jurados. A...

    11923  Palavras | 48  Páginas

  • favela e cultura social

    FAVELA E CULTURA A favela é um território marginalizado, constituído no interior de uma sociedade fundada no mito da democracia racial. Como demonstra Flauzina (2008), tal mito foi utilizado não só para proibir a formação de uma identidade negra no Brasil como também para extinguir o conflito de raça existente na nação. Um das mostras desse conflito seria a segregação espacial, que lançou a população negra para as periferias de todo o país. Nesse aspecto poderíamos entender a favela como resultado...

    726  Palavras | 3  Páginas

  • Análise da cultura brasileira

    Uma das primeiras definições de cultura surgiu na obra do antropólogo inglês Edward B. Tylor. De acordo com esse autor, cultura é o conjunto complexo de conhecimentos, crenças, artes, moral e direito. Além de hábitos e costumes adquiridos pelos indivíduos em uma sociedade. Trata-se de uma definição universalista, ou seja, muito ampla com a qual se procura expressar a totalidade da vida humana, a cultura universal. Já o antropólogo alemão Franz Boas, que desenvolveu a maior parte de seus estudos...

    1033  Palavras | 5  Páginas

  • Resumo do capítulo RELIGIÃO, RITUAIS E MITOS do livro ANTROPOLOGIA: Ciência do homem / Filosofia da cultura. Autor: Mércio Pereira Gomes

    Resumo do capítulo RELIGIÃO, RITUAIS E MITOS do livro ANTROPOLOGIA: Ciência do homem / Filosofia da cultura. Autor: Mércio Pereira Gomes TRABALHO DE ANTROPOLOGIA ANTROPOLOGIA E RELIGIÃO Se Deus existe ou não é questão que a Antropologia não ousa enfrentar, quanto mais responder. Como já disse Durkheim, o sociólogo francês que tanto contribuiu para os estudos sobre a religião, "toda religião é verdadeira". A Antropologia da Religião é uma especialidade da...

    3870  Palavras | 16  Páginas

  • Fichamento - cultura popular e identidade nacional

    Cultura Brasileira – Avaliação A1 Curso: Comunicação Social – Publicidade e Propaganda Período: 1º / 2014 Disciplina: Cultura Brasileira Docente Responsável: Waldemir Rosa Aluna: Jeanne Karen Lobo de Araújo Estado, cultura popular e identidade nacional (pp 127 – 142) sexto capítulo. ORTIZ, Renato. Cultura brasileira e identidade nacional. São Paulo: Brasiliense, 2012, 5ª edição. Nos primeiros parágrafos Renato cita Nelson Werneck e Silvio Romero que afirmaram que só...

    718  Palavras | 3  Páginas

  • Miscigenação e o Mito da Democracia Racial

    PAGEREF _Toc401515194 \h 31.2 A IDEIA DE "CLAREAR O BRASIL" PAGEREF _Toc401515195 \h 41.3 A EXCLUSÃO SOCIAL DOS NEGROS PAGEREF _Toc401515196 \h 41.4 UM PAÍS COM DUAS REALIDADES PAGEREF _Toc401515197 \h 52 A DEMOCRACIA RACIAL EXISTE OU SE TRATA DE UM MITO? PAGEREF _Toc401515198 \h 53 BIBLIOGRAFIA PAGEREF _Toc401515199 \h 8 1 A Miscigenação Desde o início da colonização do Brasil a miscigenação foi intensa. A maioria dos colonizadores portugueses que vieram ao Brasil eram homens, que mantinham relações...

    1470  Palavras | 6  Páginas

  • Resumo sobre a cultura brasileira

    Resumo sobre a cultura brasileira Discussões sobre cultura brasileira e a questão nacional, apesar de serem bem antigas, também fazem parte da contemporaneidade. O Assunto sobre cultura brasileira, se forma na sociedade, de acordo com o andamento do capitalismo e que abrange também um tema político. A construção da cultura não é genuína, é composta pela junção de diversos momentos históricos e diferentes grupos sociais. Para Sílvio Romero, existem várias teorias que contribuíram...

    551  Palavras | 3  Páginas

  • Desigualdade, diversidade e violência na sociedade brasileira

    DESIGUALDADE, DIVERSIDADE E VIOLÊNCIA NA SOCIEDADE BRASILEIRA”. SUMÁRIO 1 INTRODUÇÃO........................................................................3 2 DESENVOLVIMENTO............................................................3 3 CONCLUSÃO.........................................................................5 4 REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS.......................................6 “DESIGUALDADE, DIVERSIDADE E VIOLÊNCIA NA SOCIEDADE BRASILEIRA” Introdução Mesmo admitindo a existência...

    1592  Palavras | 7  Páginas

  • CULTURA BRASILEIRA

    Especialização Lato Sensu em Relações Raciais para o Ensino Fundamental Disciplina: HISTÓRIA DA CULTURA BRASILEIRA Docentes: Prof. Dr. Aldrin Moura Figueiredo Acadêmica: Márcya Luzia Rodrigues, professora do ensino fundamental das redes municipal e estadual, Licenciada plena em Língua Portuguesa e Literatura pela UFPA. BIBLIOGRAFIA: CERTEAU, Michel de. A Beleza do Morto, In: A Cultura Popular.tradução:Enid Abreu Dobránszks.Campinas,SP:Papirus,p.55-85,1995. ORTIZ, Renato. O Guarani:Mito...

    2273  Palavras | 10  Páginas

  • O MITO DE DEMOCRACIA RACIAL

    O MITO DA DEMOCRACIA RACIAL Fábio Fernandes do Nascimento “Não tenho nenhum compromisso com as minhas idéias, o meu compromisso é com a verdade.” Anísio Teixeira. Sumário: 1 Introdução. 2 O que é racismo? 3 A perda da identidade etnorracional. 4 Conclusões. Referências. Resumo: Este artigo tem como objetivo precípuo a desconstrução do mito da democracia racial que reina no Brasil atualmente. Nesta empreita vamos nos valer dos conceitos de mito, democracia e racismo no intuito de trazer...

    2622  Palavras | 11  Páginas

  • ANTROPOLOGIA E CULTURA BRASILEIRA ANHEMBI MORUMBI EAD UNIDADE 2 A 8

    externos à cultura e o antropólogo deve realizar uma análise teórica em um mesmo processo de desenvolvimento de uma pesquisa. Assinale a alternativa INCORRETA: Resposta Selecionada: Corretaa. II e III Resposta Correta: Corretaa. II e III Feedback da resposta: O parágrafo referente à questão sobre a antropologia produzida por Franz Boas faz referência ao fato de que o etnógrafo, compreendido como o descritor de culturas, e o antropólogo, compreendido como teórico da cultura, devem fazer...

    6653  Palavras | 27  Páginas

  • Mito da igualdade social

    Desconstrução do mito da democracia racial Na pretensão de desconstruir o mito da democracia racial, é imprescindível definir os termos MITO e DEMOCRACIA. Pois, apenas com a apreensão destes, estaremos prontos para avaliar a “democracia racial” brasileira. O mito é uma representação da realidade vivida disseminada pela coletividade na tentativa de manter a coesão social através da manutenção dos valores dominantes. Segundoo Mariela Chaui, “Um mito opera com antinomias, tensões e contradições que...

    507  Palavras | 3  Páginas

  • PROVA N2 ANTROPOLOGIA CULTURAL E BRASILEIRA

    Pergunta 2 0 em 0,8 pontos Os direitos humanos foram atualizados nas constituições contemporâneas e, inclusive na constituição federal brasileira e estão subdivididos nas seguintes categorias: direitos sociais, direitos econômicos e direitos culturais. Sobre as categorias denominadas direitos sociais, direitos econômicos e direitos culturais, analise as asserções abaixo:   I. Os Direitos Sociais incluem educação, saúde, trabalho, moradia, lazer segurança, previdência social, assistência aos desamparados...

    1967  Palavras | 8  Páginas

  • Tipos de cultura

    exemplos da cultura brasileira que possam demonstrar como ela é distinta e abarca muitas particularidades. R: De acordo com cada região, modo e costume das pessoas. Cada região tem sua cultura, alimentação, modo de se vestir, até mesmo modo de falar. Além da cultura brasileira existe também a religiosidade, cada pessoa tem sua fé e crença. A cultura brasileira é um grande conjunto de culturas, que sintetizam as diversas etnias que formam o povo brasileiro. Por essa razão, não existe uma cultura brasileira...

    1041  Palavras | 5  Páginas

  • resenha critica do mito danatureza intocada

    ou a comunidade europeia nem sempre é melhor para nós. Nossas realidades e necessidades são outras. Nossos costumes, padrões, clima e cultura são específicos e divergem dos arquétipos exteriores. A correlação entre o sistema preservacionista imposto na criação de Unidades de Conservação (UC) e o mito do paraíso perdido pelo homem na criação, é instigante. O mito da natureza intocável cria padrões de abordagens na conservação de ambientes naturais, que excluem comunidades indígenas e tradicionais...

    3352  Palavras | 14  Páginas

  • ANTROPOLOGIA E CULTURA BRASILEIRA

    Total na perspectiva antropológica: I. É o estudo que separa a natureza da cultura II. É o estudo que congrega natureza e cultura III. É o estudo que separa os valores sócio-histórico-culturais do estudo da biologia e da natureza Assinale a alternativa correta Resposta Selecionada: b.  II Resposta Correta: b.  II Feedback da resposta: O objetivo da antropologia não é dividir o homem em natureza e cultura, mas apreendê-lo como “homem total”, tal como sugeriu o antropólogo francês...

    10045  Palavras | 41  Páginas

  • O MITO NA FORMAÇÃO DA IDENTIDADE

    O MITO NA FORMAÇÃO DA IDENTIDADE Sebastião Monteiro Oliveira1 Antonia Silva de Lima2 RESUMO Os mitos e lendas fazem parte da cultura do homem amazônico, interferindo na formação de sua identidade, são apresentados como uma tentativa de explicar a realidade, como resposta e explicação da origem do mundo, o que é reproduzido através de cerimônias religiosas, que por sua vez, mantêm vivo o mito, dentro de uma visão antropológica. Esse mito é apresentado como explicação do inexplicável, dizer...

    6398  Palavras | 26  Páginas

  • Cultura Brasileira e Identidade Cultural

     Trabalho apresentado como requisito parcial para avaliação bimestral da disciplina Antropologia e Cultura Brasileira sob a orientação da(o) prof.(ª) Alexandra Rodrigues. SOROCABA/ 2S 2014 SUMÁRIO 1. Introdução..........................................................................................3 2. Desenvolvimento...

    3048  Palavras | 13  Páginas

  • "O mito da Democracia Racial: O negro no rol das desigualdades sociais"

     O MITO DA DEMOCRACIA RACIAL: O NEGRO NO ROL DAS DESIGUALDADES SOCIAIS 1Catiane Silva Santos/UESB 2Enni Carla da Silva/UESB RESUMO Este artigo propõe uma discussão acerca do Mito da Democracia Racial no Brasil, ideologia construída desde o processo abolicionista. Essa ideologia ainda encontra-se difundida no pensamento de muitos brasileiros que acreditam na imagem hedionda de vivermos num país conhecido externamente por ser a maior democracia racial do mundo. Embora o mito já tenha...

    3724  Palavras | 15  Páginas

  • Antropologia E Cultura Brasileira

    br/imprimir/imprimirconteudo Antropologia e Cultura Brasileira Apresentação da disciplina ( Módulo 0) Organização do material: Nesta disciplina você terá a oportunidade de estudar os referenciais étnicos que envolvem a cultura brasileira. Você estudará a cultura enquanto objeto de estudo da antropologia, além de noções antropológicas de cultura e as representações simbólicas. Analisaremos a formação cultural brasileira, a formação da sociedade capitalista no Brasil e a cultura, a mundialização da cultura no Brasil O material...

    719  Palavras | 3  Páginas

  • RESENHA LENDA E MITOS DA AMAZONIA

    Fichamento LENDA E MITOS DA AMAZONIA “A mais extraordinária peculiaridade da natureza é sua capacidade de manter-se em um estado de permanente equilíbrio, essencial para a sua própria perenização.” (p. 30) “A natureza amazônica constitui provavelmente a única estrutura complexa capaz de manter-se viva, ativa e rica em presença das condições ambientais ali reinantes, representadas por um solo pobre, altas temperaturas, chuvas constantes e elevadíssimo grau de umidade relativa!” (p.30) “Qualquer ...

    7436  Palavras | 30  Páginas

  • A personificação da américa e o mito fundador presentes na obra iracema, de josé de alencar.

    AMÉRICA E O MITO FUNDADOR PRESENTES NA OBRA IRACEMA, DE JOSÉ DE ALENCAR. Flávio Loiola Frota Maria Sheila Silva de Sousa RESUMO: O presente artigo trata da personificação da personagem Iracema, como ocorrem em determinados fatos no contexto da obra, as comparações feitas pelo autor José de Alencar à América, de acordo com importantes autores como Ribeiro (2008), que destaca os pontos principais de Iracema ser a América colonizada. Outro aspecto importante destacado na obra é o mito fundador...

    2372  Palavras | 10  Páginas

  • Racismo a brasileira

    ISRAEL BRITO JOSILENE SIQUEIRA CONCEIÇÃO MARCOS ZEQUIAS AMARO DE SOUSA MENDES REFLEXÕES SOBRE O RACISMO NO BRASIL A LUZ DA OBRA “ RACISMO ‘À BRASILEIRA’” DE LILIA MORITZ ] BELÉM 2013 BRASILEIRA’” DE LILIA MORITZ Trabalho apresentado às disciplinas Metodologia Científica e Antropologia, como requisito parcial para obtenção de nota na 2ª...

    2507  Palavras | 11  Páginas

  • o que é cultura

    Ciências Sociais Estudo Dirigido 1- O que é Cultura? Cultura significa cultivar, e vem do latim colere. Genericamente a cultura é todo aquele complexo que inclui o conhecimento, a arte, as crenças, a lei, a moral, os costumes e todos os hábitos e aptidões adquiridos pelo homem não somente em família, como também por fazer parte de uma sociedade como membro dela que é. 2-O que è Identidade Cultural? é o sentimento de identidade de um grupo ou cultura, ou de um indivíduo, na medida em que ele é...

    1649  Palavras | 7  Páginas

  • Desigualdade, diversidade e violência na sociedade brasileira: a questão da pessoa com deficiência

    SISTEMA DE ENSINO PRESENCIAL CONECTADO serviço social Geni Kelli fernandes de jesus DESIGUALDADE, DIVERSIDADE E VIOLÊNCIA NA SOCIEDADE BRASILEIRA: A questão da pessoa com deficiência. Jequié/ Ba 2013 Geni Kelli Fernandes de jesus DESIGUALDADE, DIVERSIDADE E VIOLÊNCIA NA SOCIEDADE BRASILEIRA:A questão da pessoa com deficiência Trabalho apresentado ao Curso (serviço social) da UNOPAR - Universidade Norte do Paraná, para a disciplinas: Ètica,politica e sociedade...

    1024  Palavras | 5  Páginas

  • A cidade do pensamento unico

    A cidade do pensamento único No primeiro estudo, de autoria de Otília Arantes, o leitor encontrará um quadro histórico do urbanismo depois dos Modernos, especialmente dos anos 70 ao final do século, período coberto pelo menos por duas gerações urbanísticas, cuja evolução a autora acompanhará do ângulo mais especifico do papel desempenhado pela Cultura na produção das cidades ao longo dos últimos trinta anos. Lida pois com um dos grandes paradoxos ideológicos do nosso tempo, ou seja: a centralidade...

    1747  Palavras | 7  Páginas

  • Cultura organizacional

    Cultura organizacional em organização pública: as bases da mudança organizacional a partir da reforma gerencial Lindomar Pinto da Silva Élvia Mirian Cavalcanti Fadul Resumo Este trabalho inicia a discussão de mudanças culturais no serviço público a partir da reforma gerencial iniciada em 1995. Discute os principais conceitos de cultura, seus elementos, algumas críticas e uma vertente teórica da integração. A partir disto ele analisa o processo de diagnóstico da cultura organizacional em uma organização...

    7393  Palavras | 30  Páginas

  • Primeiros passos na formação de uma historiografia brasileira.

    Sobre as tentativas de construção da identidade nacional na cultura brasileira durante o século XIX: Primeiros passos na formação de uma historiografia brasileira. Introdução: Nos debates realizados dentro da disciplina Literatura e Historiografia no Brasil Oitocentista , pudemos vislumbrar uma série de objetivos e idéias comuns entre os escritores de produções de caráter científico e aqueles no âmbito da literatura, durante o século XIX no Brasil. Esforços eram direcionados à formação de uma...

    2964  Palavras | 12  Páginas

  • A QUESTÃO DO MITO DE DEMOCRACIA RACIAL PRESENTE NAS CANÇÕES “ZUMBI” DE JORGE BEN JOR E A “MÃO DA LIMPEZA” DE GILBERTO GIL BASEADO NA HISTÓRIA PATRIARCAL NO BRASIL POR GILBERTO FREYRE

     A QUESTÃO DO MITO DE DEMOCRACIA RACIAL PRESENTE NAS CANÇÕES “ZUMBI” DE JORGE BEN JOR E A “MÃO DA LIMPEZA” DE GILBERTO GIL BASEADO NA HISTÓRIA PATRIARCAL NO BRASIL POR GILBERTO FREYRE CRISTIANE DA SILVA MACHADO LUANA ALANA MENDONÇA UNIVERSIDADE FEDERAL...

    1687  Palavras | 7  Páginas

  • INDÚSTRIA CULTURAL BRASILEIRA

    Nome da escola Nome completo Indústria Cultural Brasileira São Paulo 11/2014 Nome completo INDÚSTRIA CULTURAL BRASILEIRA Trabalho escolar apresentado à disciplina , ...

    2859  Palavras | 12  Páginas

  • Mitos: Como eles explicam a realidade

    O mito constitui uma realidade antropológica fundamental, representando uma explicação sobre as origens do homem e do mundo em que vive, como traduzindo por símbolos ricos de significado o modo como um povo ou uma civilização interpreta a existência. A explicação mítica é contrária à explicação filosófica. A Filosofia procura, através de discussões, reflexões e argumentos, saber e explicar a realidade com razão e lógica, enquanto que o mito não explica racionalmente a realidade...

    2228  Palavras | 9  Páginas

  • Resenha critica sobre a miscigenação brasileira

    de ‘’contribuição brasileira a humanidade’’, mais propriamente a coalizão anti-fascista e anti-racista da época.Ganhado assim um conteúdo político e a conotação de igualdade de oportunidades de vida e de respeito aos direitos civis e políticos que teve nos anos de 1950. Em 1960 o termo voltou a ter o significado original freyriano de mestiçagem e mistura étnico-cultural, tornando-se para a militância negra e para intelectuais como Florestan, a senha do racismo à brasileira, um mito racial. No texto...

    3082  Palavras | 13  Páginas

  • RESUMO O MITO

    idéias desse economista da Paraíba, que teve a lucidez de escrever sugestivo livro em 1974, intitulado O Mito do Desenvolvimento Econômico (Rio de Janeiro: Paz e Terra), que se detêm as linhas adiante, procurando mostrar como Furtado antecipou-se em perceber os condicionantes ambientais do progresso econômico contemporâneo. O DESENVOLVIMENTO COMO MITO Em seus escritos – e não apenas no Mito (vou me referir assim, abreviadamente, à obra) – Celso Furtado repassa constantemente conceitos como o de...

    6295  Palavras | 26  Páginas

  • Trabalho de Cultura Brasileira

    Trabalho de Cultura - vale pontuação extra ou substituição de nota para VA Aluna: Aghata dos Anjos Del Boca Matrícula: 20134013 Tarefa: Procure um tema (ou se preferir mais de um), sobre o qual você não falou bem em uma das questões da VA, faça uma pesquisa e disserte sobre o tema escolhido. Questão abordada: Questão nº 2. (seguindo sugestão do professor Sady Bianchin) Tema escolhido: A formação do povo brasileiro. No Brasil, podemos dizer que a formação do povo brasileiro assim como...

    2529  Palavras | 11  Páginas

  • Índio na literatura brasileira

    Características que evidenciem a singularidade do Brasil, em relação à nação colonizadora, que permitam que a visão do Brasil como reflexo da cultura europeia fosse renegada. Para que este sentimento de pertença fosse internalizado pela população, era necessária a invenção de mitos, símbolos e tradições que direcionassem o pensamento e o comportamento da população brasileira de forma que os indivíduos compartilhassem ideais. Após a independência do Brasil, este sentimento é buscado por intensificar a lealdade...

    1738  Palavras | 7  Páginas

  • Cultura da Região Sudeste

    seu filho, D. Pedro II em 1830 que, após um conturbado período regencial, assumiu o trono em 1841. A partir da década de 1840, as plantações de café espalharam-se por toda a região, principalmente no Oeste Paulista, tornando-se a base da economia brasileira. Usou-se, inicialmente, do trabalho escravo mas, com a abolição da escravatura em 1888, a falta de mão-de-obra foi preenchida com a vinda de uma grande massa de imigrantes europeus, principalmente italianos. Em 1889 a Monarquia é derrubada e é proclamada...

    2744  Palavras | 11  Páginas

  • O mito de procusto

    os primórdios do trabalho de Freud até os dias atuais. A partir do que foi estudado, o objetivo deste trabalho é relacionar o Mito de Procusto com a escuta psicanalítica. Para tanto, inicialmente será feita uma breve exposição a respeito do Mito em geral, sua função e algumas teorias psicológicas sobre o mesmo. Em seguida, será apresentado o Mito de Procusto e seu simbolismo subjacente, em alguns aspectos da vida humana. Posteriormente, será feita uma reflexão, e, ao mesmo...

    4409  Palavras | 18  Páginas

tracking img