Marilena Chaui Cultura Do Povo E Autoritarismo Das Elites artigos e trabalhos de pesquisa

  • Chaui

    CHAUÍ, Marilena. “Cultura do Povo e Autoritarismo das Elites”, in: Cultura e Democracia: o discurso competente e outras falas, São Paulo, Moderna, 1981[1]. Cultura das elites e cultura do povo. Sentido da conjunção e: 1) Primeiro percurso interpretativo: “a cultura do povo é ou não é uma recusa explícita ou implícita da cultura das elites?” (p.40 - grifo meu) No caso de uma resposta afirmativa, “estaremos diante de duas culturas realmente diferentes que exprimiram a existência de diferenças...

    2281  Palavras | 10  Páginas

  • Brasil: mito fundador e sociedade autoritária”, de marilena chauí

    Brasil: mito fundador e sociedade autoritária”, de Marilena Chauí, livro escrito por ocasião do Brasil 500, trata de trazer à tona, desvendar, desconstruir e esclarecer o “mito Brasil”, presente no nosso imaginário não por mero acaso. Será verdade que o Brasil é um país “abençoado por Deus e bonito por natureza”, com um povo pacífico, ordeiro e tolerante e uma História honrosa?! São essas “verdades” cristalizadas no imaginário, nosso e do mundo, bem como a construção dessa imagem, que a autora busca...

    1096  Palavras | 5  Páginas

  • Chaui, marilena

    Chaui, Marilena. Cultura e democracia . En: Crítica y emancipación : Revista latinoamericana de Ciencias Sociales. Año 1, no. 1 (jun. 2008- ). Buenos Aires : CLACSO, 2008- . -- ISSN 1999-8104. Disponible en: http://bibliotecavirtual.clacso.org.ar/ar/libros/secret/CyE/cye3S2a.pdf Red de Bibliotecas Virtuales de Ciencias Sociales de América Latina y el Caribe de la Red CLACSO http://www.clacso.org.ar/biblioteca biblioteca@clacso.edu.ar CULTURA Y POLíTICA EN AMéRICA LATINA Cultura e democracia ...

    9811  Palavras | 40  Páginas

  • CPC e cadernos do povo brasileiro

    de 64 - a história sem estado - cpc: histórico; práticas; críticas - Os cadernos do povo brasileiro: histórico, práticas, críticas - Uma análise das instituições e o que elas representaram para o ideologico do periodo, as vantagens de se escrever a história não apenas pelo contexto do Estado. Introdução O trabalho que segue pretende pensar o contexto de 61 a 64 por duas vias: o CPC e os Cadernos do Povo. Ao fazê-lo pretendo recontar e colocar a minha leitura de obras históricas que buscaram...

    3188  Palavras | 13  Páginas

  • Cultura Popular

    Universidade: Campus: Curso: Letras Português Disciplina: Cultura Popular Professora: Ms. Aluna: DIFERENÇAS ENTRE CULTURA POPULAR, DE MASSA E DE ELITE. Picos, Fevereiro de 2014 CULTURA POPULAR A cultura popular aparece associada ao povo, às classes excluídas socialmente, às classes dominadas. A cultura popular não está ligada ao conhecimento científico, pelo contrário, ela diz a respeito ao conhecimento vulgar ou espontâneo, ao senso comum...

    1612  Palavras | 7  Páginas

  • Marilena chaui

     Marilena Chaui Convite à Filosofia Ed. Ática, São Paulo, 2000. Convite à Filosofia _______________________________ SUMÁRIO Introdução [01] Para que Filosofia? Unidade 1: A Filosofi a [02] Capitulo 1: A origem da Filosofia [03] Capítulo 2: O nascimento da Filosofia [04] Capítulo 3: Campos de investigação da Filosofia [05] Capítulo 4: Principais períodos da história...

    257273  Palavras | 1030  Páginas

  • Convite a filosofia Marilena Chauí

    Marilena Chaui Convite à Filosofia Ed. Ática, São Paulo, 2000. Convite à Filosofia _______________________________ SUMÁRIO Introdução [01] Para que Filosofia? Unidade 1: A Filosofi a [02] Capitulo 1: A origem da Filosofia [03] Capítulo 2: O nascimento da Filosofia [04] Capítulo 3: Campos de investigação da Filosofia [05] Capítulo 4: Principais períodos da história da Filosofia [06] Capítulo 5: Aspectos da Filosofia contemporânea Unidade 2: A razão [07] Capítulo 1: A Razão ...

    257302  Palavras | 1030  Páginas

  • Convite Filosofia - Marilena Chaui

    Marilena Chaui Convite à Filosofia Ed. Ática, São Paulo, 2000. Convite à Filosofia _______________________________ SUMÁRIO Introdução [01] Para que Filosofia? Unidade 1: A Filosofi a [02] Capitulo 1: A origem da Filosofia [03] Capítulo 2: O nascimento da Filosofia [04] Capítulo 3: Campos de investigação da Filosofia [05] Capítulo 4: Principais períodos da história da Filosofia [06] Capítulo 5: Aspectos da Filosofia contemporânea Unidade 2: A razão [07] Capítulo 1: A Razão ...

    257302  Palavras | 1030  Páginas

  • Convite a Filosofia - Marilena Chauí

    Marilena Chaui Convite à Filosofia Ed. Ática, São Paulo, 2000. Convite à Filosofia _______________________________ SUMÁRIO Introdução [01] Para que Filosofia? Unidade 1: A Filosofi a [02] Capitulo 1: A origem da Filosofia [03] Capítulo 2: O nascimento da Filosofia [04] Capítulo 3: Campos de investigação da Filosofia [05] Capítulo 4: Principais períodos da história da Filosofia [06] Capítulo 5: Aspectos da Filosofia contemporânea Unidade 2: A razão [07] Capítulo 1: A Razão ...

    255765  Palavras | 1024  Páginas

  • o valor da cultura no processo de democratizacao de angola

    tratados ou estudos nesta temática a nossa abordagem surge em função de um contexto e de uma constatação fenomenológica que assola o país, o continente e quiçá o mundo nos últimos anos. Este trabalho ira girar em torno do binómio democracia e cultura ou cultura e democracia se preferirem. O mesmo é fruto de uma constatação fenomenológica dos conflitos que hoje vivemos em africa, em função deste fenómeno percebemos que, parte deles tem como pano de fundo conflitos étnicos ou seja, alguns grupos tentam...

    2822  Palavras | 12  Páginas

  • Cultura E Democracia

     Cultura e Democracia Em suas primeiras palavras, Marilena trata de buscar a origem, cuidadosamente demonstrando o surgimento do termo cultura. “Como cultivo, a cultura era concebida como uma ação que conduz à plena realização das potencialidades de alguma coisa ou de alguém “ Caminha ao longo da história retratando os estágios, os conceitos e os valores atribuídos ao termo. Na época do Iluminismo séc. XVIII, cultura se torna, ao longo do tempo, critério de avaliação de grau de civilização dentro...

    1871  Palavras | 8  Páginas

  • CULTURA ERUDITA

    BARBOSA IVONE DA SILVA CALDAS NOLASCO LIMA MARCIONE ANGELITA DE ARAÚJO CULTURA POPULAR CULTURA ERUDITA RECIFE/PE - 2012 ALZENI ISIDIO DA SILVA DEISE MARIA DO NASCIMENTO DORALICE BATISTA DOS SANTOS EDIANA MARIA FERREIRA LIMA EDILEUZA MARIA DO NASCIMENTO ELAINE Mª SANTOS BARBOSA IVONE DA SILVA CALDAS NOLASCO LIMA MARCIONE ANGELITA DE ARAÚJO CULTURA POPULAR CULTURA ERUDITA Trabalho acadêmico apresentado ao 1º Período do Curso de Pedagogia...

    3513  Palavras | 15  Páginas

  • industria cultural e cultura de massa

     Indústria Cultural e cultura de massa O que vem a ser a indústria cultural? Ela é boa ou má para o homem? E adequada ou não ao desenvolvimento das potencialidades e dos projetos humanos? A indústria cultural tem relação com os meios de comunicação de massa e com a cultura de massa. Iniciado pela filosofia na Grécia Antiga, o processo de desencantamento do mundo, isto é, a passagem do mito à razão, da magia à ciência e à lógica, tornou-se a marca característica da modernidade. Esse processo...

    2378  Palavras | 10  Páginas

  • Cultura, Ideologia e Indústria Cultural.

    Exercícios - Cultura, Ideologia e Indústria Cultural. 1) - A expressão indústria cultural foi empregada pela primeira vez no livro Dialética do Esclarecimento, escrito por Horkheimer e Adorno, filósofos de tendência marxista pertencentes à Escola de Frankfurt. Designa-se com essa expressão uma cultura produzida em série, para o mercado de consumo em massa, na qual a realização cultural deixa de ser um instrumento de crítica do conhecimento para transformar-se em uma mercadoria qualquer cujo...

    1048  Palavras | 5  Páginas

  • cultura erudita vs popular

    O que é Cultura? O termo CULTURA é complexo, multidimensional e dinâmico, por isso difícil de ser definido. Relacionado ao longo do tempo em diferentes sociedades, objeto de estudo de filósofos e sob analise das classes dominantes, é discutido em diferentes esferas com abordagens diferentes, passando pelo viés econômico, o olhar romântico do século 18, os humanistas e reformistas, também pelos movimentos liberais e de contra-cultura ao longo da história. De forma generalizada, evoluiu desde...

    2728  Palavras | 11  Páginas

  • Democracia das Elites

    Democracia das Elites a. Uma questão de ideologia: Antes de entregar-se à Polícia Federal para cumprir o mandato de prisão expedido pelo Supremo Tribunal Federal, José Dirceu, ex-Ministro de Estado do Governo Lula, publicou em seu blog um texto chamado “Carta ao povo brasileiro”, que foi divulgado pela Zero Hora, em 15 de novembro de 2013. Nesta Carta, José Dirceu dizia, “[...] Fui preso político durante a ditadura militar. Serei preso político de uma democracia sob pressão das elites.”1 (Grifo meu) ...

    2354  Palavras | 10  Páginas

  • A cultura( SOCIOLOGIA)

    A CULTURA Cultura no senso comum Quem já não ouviu pelas ruas a frase: "Fulano não tem cultura, ele é um ignorante, quando se trata de discutir coisas sérias". Esse é um dos modos, no senso comum, de definir a ideia ou conceito de cultura. Modo este que significa que se uma pessoa não é sofisticada em seus saberes, ou seja, tem a ver com a educação recebida em sua vida. Melhor dizendo, uma pessoa que não tem cultura, significa ou indica uma capacidade menor de compreender certas situações ou...

    2850  Palavras | 12  Páginas

  • Cultura popular

    TÍTULO DO TRABALHO CULTURA POPULAR AUTOR: RICARDO MORENO DE MELO NOME DOS ALUNOS VALDIRENE CINTRA DAMON PEIXOTO DE ALENCAR AMYUDE MARIANO R. DA SILVA RECIFE 03/2011 NOME DOS ALUNOS VALDIRENE CINTRA TÍTULO DO TRABALHO CULTURA POPULAR Professora Luíza Pontaual da disciplina Antropologia Jurídica da turma 2º Período , turno noturno do curso de Direito ...

    14126  Palavras | 57  Páginas

  • cultura erudita

    dias por Leon saudanha Cultura popular Vigiar esta página Carnaval de Pernambuco Cultura popular ou cultura de massa pode ser definida como qualquer manifestação (dança, música, festa, literatura, folclore, arte) em que o povo produz e participa de forma ativa. Índice Características Fontes Feedback Estudos Teorias tradicionais A sociedade de massas A indústria da cultura A evolução progressiva Estudos contemporâneos Vestígios da teoria da indústria da cultura Referências Ver também ...

    1592  Palavras | 7  Páginas

  • 3514894

    MAFFEI CULTURA E DEMOCRACIA CULTURA DO POVO E AUTORITARISMO DAS ELITES RESENHA CRÍTICA ORLEANS, 25 DE JUNHO ANO 2014 IDENTIFICAÇÃO DA OBRA MARILENA CHAUÍ, Cultura e Democracia, o discurso competente e outras falas. APRESENTAÇÃO DA OBRA Neste trabalho será apresentado o capítulo Cultura do Povo e Autoritarismo das Elites, do livro Cultura e Democracia de Marilena Chauí. O capítulo aborda a diferença entre Cultura do Povo e Cultura Popular, autoritarismo das elites, cultura dominada...

    1498  Palavras | 6  Páginas

  • As práticas conselhistas e a cultura política brasileira: a serviço de qual consenso

     As práticas conselhistas e a cultura política brasileira: a serviço de qual consenso1 Cristina Fioreze2 O texto resenhado tem como ideia central a influência da cultura política brasileira, baseada no patrimonialismo, no paternalismo e no autoritarismo, sobre as práticas conselhistas que, mesmo surgidas com o intuito de democratizar a representação social, acontece com forte caráter de prestação de favor e manutenção do poder de classes dominantes e não com o intuito verdadeiro...

    1700  Palavras | 7  Páginas

  • Indústria Cultural e Cultura de Massa

    DE PSICOLOGIA dISCIPLINA: HOMEM E SOCIEDADE RENY LOPES DOS SANTOS INDÚSTRIA CULTURAL E CULTURA DE MASSA VITÓRIA 2014 ASSOCIAÇÃO VITORIANA DE ENSINO SUPERIOR - AVIES INSTITUTO DE ENSINO SUPERIOR E FORMAÇÃO AVANÇADA DE VITÓRIA – IESFAVI CURSO: PSICOLOGIA DISCIPLINA: HOMEM E SOCIEDADE INDÚSTRIA CULTURAL E CULTURA DE MASSA A Modernidade encerra um processo que se inicia com a Filosofia grega: o Desencantamento do Mundo, do mito...

    2167  Palavras | 9  Páginas

  • A vida política, paradoxos da política, capítulo 7 , marilena chaui

    próximo a esse se fala de “política do hospital”. Já “política da “Empresa” refere-se ao modo de organização e divisão de poderes relativos aos Investimentos e aos lucros de uma empresa, à distribuição dos serviços, à divisão. – 474 – Marilena Chauí Do trabalho, às decisões sobre a produção e a distribuição dos produtos, às. Relações com as outras empresas, etc. “Política do sindicato” refere-se à maneira. De preencher os cargos de direção sindical, às formas de representação e. ...

    15122  Palavras | 61  Páginas

  • Fichamento-Brasil mito fundador, sociedade autoritária

    Paripiranga Fevereiro de 2013 CHAUÍ,Marilena Brasil, Mito Fundador, Sociedade Autoritária. 1ª Ed. São Paulo: Abramo, 2000. RESUMO: Marilena de Souza Chaui (Pindorama, 4 de setembro de 1941) é professora de filosofia, historiadora de filosofia brasileira e membro da ala mais radical do Partido dos Trabalhadores. É filha do jornalista Nicolau Alberto Chaui, de origem árabe, “Brasil: mito fundador e sociedade autoritária”, de Marilena Chauí, livro escrito por ocasião do Brasil 500,...

    1251  Palavras | 6  Páginas

  • Marilena chaui atualizado

    GOMES, 02 GUILHEREME OLIVEIRA SENNA, 16 LUCAS ROSSI OLIVEIRA, 22 MARCELO EDUARDO, 24 MARCO VINÍCIUS MACHADO VIVIANI, 25 FILÓSOFOS BRASILEIROS: MARILENA CHAUI POÁ 2015 ANDRÉ LUÍS PENTEADO GOMES, 02 GUILHEREME OLIVEIRA SENNA, 16 LUCAS ROSSI OLIVEIRA, 22 MARCELO EDUARDO, 24 MARCO VINÍCIUS MACHADO VIVIANI, 25 FILÓSOFOS BRASILEIROS: MARILENA CHAUI Trabalho de aprovação em disciplina apresentado à Etec de Poá como parte dos requisitos para obtenção de menção na disciplina filosofia, sob a...

    3582  Palavras | 15  Páginas

  • O poder da cultura na mudança do homem

    poder da cultura na mudança do homem1 Martha do Nascimento Lohse2 Universidade Federal de Juiz de Fora, Juiz de Fora, MG Resumo O presente artigo visa a analisar a função da cultura na perspectiva de criação de um ser humano mais humano. Verifica-se que a arte e a cultura contribuem para uma melhora do homem, que passa a acreditar e sonhar. São abordadas políticas culturais, programas e projetos que auxiliam nesse processo. Palavras-chave: políticas culturais; cultura; papel da cultura. Surgimento...

    2804  Palavras | 12  Páginas

  • Cultura - políticas públicas e novas visibilidades

    Cultura:  políticas  públicas  e  novas   visilibidades     “É  outra  –  e  é  nova  –  a  visão  que  o  Estado  brasileiro   tem,  hoje,  da  cultura.  Para  nós,  a  cultura  está   investida  de  um  papel  estratégico,  no  sentido  de   construção  de  um  país  socialmente  mais  justo  e  de   nossa  afirmação  soberana  no  mundo....

    8838  Palavras | 36  Páginas

  • Resumo cultura e democracia

    CULTURA E DEMOCRACIA DE MARILENA CHAUÍ ELAINE CAROLINE RODRIGUES JORGE IMPERATRIZ 2014 ELAINE CAROLINE RODRIGUES JORGE CULTURA E DEMOCRACIA DE MARILENA CHAUÍ Trabalho apresentado ao Curso de Direito, da UNIDADE DE ENSINO SUPERIOR DO SUL DO MARANHÃO/IESMA, como avaliação da disciplina ANTROPOLOGIA, sob a orientação da Prof.ª GISELE ZORDAN.. Cultura e Democracia CHAUÍ, Marilena. Cultura e Democracia. 2 ed...

    1118  Palavras | 5  Páginas

  • Resenha crítica -- marinela chauí

    RESENHA CRÍTICA CREDENCIAIS DO AUTOR Marilena de Souza Chaui, é filósofa e historiadora de Filosofia Brasileira. Professora de Filosofia Política e História da Filosofia Moderna da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da Universidade de São Paulo (FFLCH-USP). É mestre e livre docente de Filosofia pela USP. Autora de várias obras, entre elas: O que é Ideologia; Cidadania Cultural; e Introdução à História da Filosofia. Sendo, o primeiro citado, considerado...

    877  Palavras | 4  Páginas

  • resumo do livro cultura e democracia

    CULTURA E DEMOCRACIA CHAUÍ, Marilena, Cultura e Democracia, 2 ed. Salvador: Secretaria de Cultura, Fundação Pedro Calmon, 2009. O referindo texto, traz os vários significados da palavra cultura, nas mais diferentes épocas. Com a Filosofia de Ilustração, cultura é sinônimo de civilização, portanto de vida política e de regime político; com o Iluminismo cultura é o padrão ou critério que mede o grau de civilização de uma sociedade, através de um conjunto de práticas que permite avaliar...

    1010  Palavras | 5  Páginas

  • CULTURA UM CONCEITO ANTROPOLOGICO

    FUNORTE DISCIPLINA: INTRODUÇÃO À ANTROPOLOGIA PROFESSOR (A): SAMUEL DE JESUS DUARTE CURSO DE ENGENHARIA CIVIL - MATUTINO CULTURA: UM CONCEITO ANTROPOLÓGICO Montes Claros, MG, 18 de Abril de 2011 A cultura para os antropólogos em geral, constitui-se em: “conceito básico e central de sua ciência”, afirma Leslie A. White. O termo cultura não se restringe ao campo da antropologia. Várias áreas do saber humano, agronomia, biologia, artes, literatura e historia valem-se dele...

    1676  Palavras | 7  Páginas

  • Marilene Chaui

    Marilena ChauiMarilena de Sousa Chaui (São Paulo, 4 de setembro de 1941) é uma filósofa e historiadora de filosofia brasileira. Professora de Filosofia Política e História da Filosofia Moderna da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da Universidade de São Paulo (FFLCH-USP). É mestre (1967, Merleau-Ponty e a crítica do humanismo), doutora (1971, Introdução à leitura de Espinosa) e livre docente de Filosofia (1977, A nervura do real: Espinosa e a questão da liberdade) pela USP. É casada...

    2321  Palavras | 10  Páginas

  • Resenha Marilena Chauí

     UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ INSTITUTO DE FILOSOFIA E CIÊNCIAS HUMANAS CURSO DE CIÊNCIAS SOCIAIS PROFESSOR: MATÉRIA: FORMAÇÃO SOCIAL E ECONÔMICA DO BRASIL ALUNA: CHAUÍ, Marilena Brasil: Mito fundador e a sociedade autoritária. São Paulo: Fundação Perseu Abramo, 2000. Cap. 5 Considerando Chaui (2000), a construção que designamos como “mito fundador”, é composta por três fatores: O primeiro é o imaginário mítico, o segundo é oferecido pela história teológica e o terceiro pela...

    1266  Palavras | 6  Páginas

  • Democracia

    Santos – RGM: 123969-4 William da Silva Guariroba - RGM: 124717-4 1º SEMESTRE TURMAS: GFIN 1º C CAMPUS: LIBERDADE São Paulo 2012 Se o Brasil fosse um país democrático não seríamos um país com tantas desigualdades. Marilena Chauí  De acordo com Marilena Chaui, a democracia no Brasil ainda precisa ser inventada. ۩. A democracia como ideologia   No centro do discurso político capitalista encontra-se a defesa da democracia. Vimos que as formações sociais totalitárias cresceram à sombra...

    6535  Palavras | 27  Páginas

  • Resumo do livro "O que é Ideologia" (Marilena Chauí)

    RESUMO SOBRE O LIVRO “O QUE É IDEOLOGIA”, DE MARILENA DE SOUZA CHAUÍ INTRODUÇÃO Motivo de frequentes discussões e inúmeras definições, o termo ideologia, desde sua gênese, é encarado por diferentes perspectivas. A ideologia como ideias da classe dominante apresentadas como interesse de toda uma sociedade – justificada pelo Estado e pelo Direito – é o foco principal do livro de Marilena Chauí, “O que é ideologia?”, que compõe a Coleção Primeiros Passos da editora Brasiliense. Dividido em três...

    2744  Palavras | 11  Páginas

  • Identidade cultural

    v=Dkw7Z-VxYog Em, Brasil – Mito fundador e sociedade autoritária, Marilena Chauí examina o ‘mito fundador’ do Brasil, uma reprodução simbólico-ideológica que faz com que parte dos brasileiros tenha um sentimento de pertencimento, de engrandecimento das riquezas naturais, de identificação pela língua numa mistura racial, embora as condições sociais nem sempre indiquem tal pertencimento, inserção e participação cidadã. Chauí nos esclarece o que denominou como sendo o “mito Brasil” presente...

    4748  Palavras | 19  Páginas

  • Chaui

    por exemplo). FILOSOFIA EXPLÍCITA É “filosofia dos filósofos” (que elaboraram a filosofia como saber organizado). Os três sentidos estão vinculados. 1.2 DEFINIÇÕES DE FILOSOFIA (Marilena Chaui) i) Visão de um povo, civilização, cultura. Problema: é muito genérica; identifica filosofia com cultura. ii) Sabedoria de vida (arte do “bem viver”). Problema: embora se refira à sabedoria, não diz o que faz a filosofia. iii) Esforço racional para conceber o Universo como uma totalidade...

    2440  Palavras | 10  Páginas

  • resumo a nação como semióforo marilena chauí

    CHAUÍ, Marilena. Brasil – mito fundador e sociedade autoritária. São Paulo, Perseu Abramo, 2000. Cap. 2 e 5. Pg 11-29; 57-87. No capitulo II, Nação como semióforo, do livro Brasil: Mito Fundador e Sociedade Autoritária, a autora Marilena Chauí traz o conceito de semióforo, algo de valor simbólico, sentimental, histórico, temporal, descartando o valor material. Assim, aborda também como este se expressa no Brasil por intermédio, então, da formação paulatina e intencional do que...

    882  Palavras | 4  Páginas

  • Resenha convite à filosofia de marilena chauí editora ática 2006

    1º PSICOLOGIA ABILIO MACHADO RESENHA CRÍTICA CONVITE À FILOSOFIA De Marilena Chauí Editora Ática 2006 A que veio? A que é? A aplicação da filosofia presente, mesmo que ignorada por muito, nas várias ciências, a coloca como pedra fundamental ao conhecendo a si e abre-se ao leque de multiplicidade, em exercícios de raciocínio, pesquisa e investigação a uma razão. Nas duas unidades introdutórias a autora Marilena Chauí nos convida literalmente a filosofar até mesmo sobre seu objeto exposto,...

    1232  Palavras | 5  Páginas

  • cultura de massas

    Como ela vai acabando com as culturas tradicionais? A cultura em massa afeta as culturas tradicionais via comunicações, devido as programações! A cultura de massas surgiu com o avanço da industrialização! Entende-se como comunicação de massa a disseminação de informações através de jornais, televisão, rádios, cinema e também pela Internet! Portanto com o avanço da industrialização a comunicação de massa chegou a uma grande quantidade de receptores ao mesmo tempo, partindo de um unico emissor...

    750  Palavras | 3  Páginas

  • Protestantismo e cultura

    Protestantismo e cultura: inserção, dificuldades e propostas Alonso Gonçalves1 Resumo: A partir de um levantamento preliminar da cultura brasileira e da inserção do Protestantismo no Brasil com suas facetas ideológicas, políticas e teológicas, a proposta deste trabalho é fazer apontamentos em torno da cultura e do Protestantismo de missão, demonstrando as principais dificuldades de diálogo e inserção deste ramo do Cristianismo com a matriz cultural e religiosa do país, procurando, ainda...

    3238  Palavras | 13  Páginas

  • O pastoril: enriquecendo a cultura folclorica do municipio de aquidabã/se

    O PASTORIL: ENRIQUECENDO A CULTURA E O FOLCLORE DE AQUIDABÃ Especialização Em Gestão Em Arte Educação Orientadora Profª Msc. Isabella Oliveira Santana Carlos Alberto de Santana1 Gláucia Pereira da Silva Santos José Raimundo dos Santos Marcileide da Silva Maria das Graças dos Santos Tâmara Vieira Figueiredo RESUMO Este artigo aborda a dança folclórica “Pastoril”, observando-se as contribuições que ela oferece àqueles que as pratica, e objetiva discutir e analisar o comportamento da comunidade de...

    4950  Palavras | 20  Páginas

  • questão democratica

    proletária comunista, o austríaco Adolf Hitler se oferece à burguesia e à classe média para salvá-las da revolução operária. Propõe o reerguimento da Alemanha através do fortalecimento do Estado, do nacionalismo geopolítico (a nação é o “espaço vital ” do povo, que deve conquistar e manter territórios necessários ao seu desenvolvimento econômico) e da aliança com os setores conservadores do capital industrial e sobretudo do capital financeiro. Hitler é eleito, em eleições livres e diretas, para o parlamento...

    8825  Palavras | 36  Páginas

  • marilena chauí... o que é filosofia?

    feitas e aferidas. Na verdade não perguntamos “O que é Verdade?” Mas a sinalizamos quando ela está dentro de uma realidade já estabelecida em nossas crenças, que não são questionadas geralmente. A partir desta premissa, vemos a abordagem, de Marilena Chauí, a respeito dessas crenças não questionadas e, que ela esmiúça demonstrando no livro convite a Filosofia, donde o inquestionável passa para o questionável, usando as perguntas do dia-a-dia, e convertendo-as em questionáveis divagações filosóficas...

    1203  Palavras | 5  Páginas

  • marilena chauí... o que é filosofia?

    feitas e aferidas. Na verdade não perguntamos “O que é Verdade?” Mas a sinalizamos quando ela está dentro de uma realidade já estabelecida em nossas crenças, que não são questionadas geralmente. A partir desta premissa, vemos a abordagem, de Marilena Chauí, a respeito dessas crenças não questionadas e, que ela esmiúça demonstrando no livro convite a Filosofia, donde o inquestionável passa para o questionável, usando as perguntas do dia-a-dia, e convertendo-as em questionáveis divagações filosóficas...

    1203  Palavras | 5  Páginas

  • antropologia e cultura brasileira atividade 5 anhembi morumbi

    Pergunta 1 0,2 em 0,2 pontos O caldo de cultura constituinte da nação brasileira, proveniente de tão diversificados ingredientes, é responsável pela construção de uma miríade de signos e simbologias, constituídos ao longo desses (mais de) quinhentos anos em que o nosso povo expressa e manifesta seus sentimentos de dor e alegria, revolta e miscigenação, euforia e sofreguidão, violência e paixão, com que vem enfrentando a luta pela sobrevivência e pela sua afirmação. Com base na referência...

    1291  Palavras | 6  Páginas

  • Sociologia Cultura E Ideologia

    RESUMO DOS LIVROS:  “O QUE É CULTURA”  “O QUE É IDEOLOGIA”        CTII­218  ARIANE GONÇALVES, Nº 3  MARINA SERRÃO, Nº 28  PEDRO ALMEIDA, Nº 31  THALES CASTANHA, Nº 33  VITOR SANTA ROSA, Nº 36        CUBATÃO  2014    1. “O Que É Cultura”  De José Luiz dos Santos     ● Cultura e Diversidade      Cultura  é  uma  preocupação  em  entender  os  muitos caminhos  que conduziram  os  grupos humanos às suas  relações presentes  e  suas perspetivas de futuro. Assim, cultura  diz  respeito  à  humanidade ...

    4541  Palavras | 19  Páginas

  • Antropologia e Cultura

    uma sociedade democrática e os direitos humanos são também os grupos de reivindicação social que utilizam a violência física na atualidade como prática social. Pergunta 2 0,2 em 0,2 pontos Os conceitos utilizados pelos diversos autores da cultura expressam teorias que podem apresentar divergências entre os estudiosos e que fazem referência aos significados variados atribuídos às realidades histórico-culturais pesquisadas. Tomando a afirmativa acima como referência inicial, avalie as afirmativas...

    1196  Palavras | 5  Páginas

  • conciliacao/negociacao

    Sociologia – Antropologia – Daniel Moraes CONCEITOS Cultura – um conjunto de manifestações artísticas, sociais, linguísticas, comportamentais de um povo, como: musica, teatro, língua falada e escrita, hábitos alimentares, danças, etc.... um elemento social, impossível de se desenvolver sozinho (individual). RACISMO E ETNOCENTRISMO - CULTURA Racismo - O racismo se baseia na convicção do ser humano de superioridade de raça, inferiorizando pessoas por cor da pele, características físicas, distinguindo...

    1609  Palavras | 7  Páginas

  • A cultura popular e contra-hegemônica das favelas cariocas: uma análise crítica do movimento hip-hop

    1. Resumo O presente trabalho pretende analisar a cultura oriunda da periferia da cidade do Rio de Janeiro, tendo como perspectiva a importância de uma cultura popular para a transformação da sociedade brasileira. Partindo do reconhecimento de que a cultura popular é um “misto de conformismo e resistência”, como afirma Marilena Chauí, entendemos que ela não se constitui plenamente em um movimento de contra-cultura, mas é por vezes permeada pelos valores conservadores hegemonicamente, difundidos...

    2044  Palavras | 9  Páginas

  • Mito das três raças

    no contexto das Ciências Sociais: O Mito das Três Raças: É o "mito fundador" da nação brasileira, no qual as três raças (o branco português, o negro africano e o índio brasileiro) teriam se miscigenado de tal maneira que o povo brasileiro, a nação brasileira, a cultura e o estado brasileiro, seriam reflexo dessa miscigenação. Segundo esse mito, a sociedade brasileira seria mestiça e homogênea, e portanto não seria plausível a existência de preconceito racial, nessa sociedade brasileira idealizada...

    1813  Palavras | 8  Páginas

  • cultura popular

    de Educação de Goiana. A CULTURA POPULAR CARNAVALESCA NOS TEMPOS MEDIÉVAIS AO COMTEPORÂNEO ENFOCANDO O MUNICÍPIO DE GOIANA-PE FOTO CARNAVAL DE GOIANA Goiana/2012 WELLMA MENDONÇA SANTANA JEFETER BRUNO GOIANA/ 2011 WELLMA MENDONÇA SANTANA JEFETER BRUNO A CULTURA POPULAR CARNAVALESCA NOS TEMPOS MEDIÉVAL E ATUAL...

    2831  Palavras | 12  Páginas

  • Fichamento: Para que filosofia? – Marilena Chauí

    Fichamento: Para que filosofia? – Marilena Chauí Para que filosofia? Marilena Chauí Conhece-te a ti mesmo Um oráculo pode ser uma mensagem divina ou uma pessoa que recebe essa mensagem e a repassa para quem perguntou. Na Grécia antiga, essa pessoa normalmente era mulher e era chamada de sibila. Na cidade da Delfos, havia um santuário para o deus Apolo, o patrono da sabedoria, onde, sobre o portal da entrada estava a frase “conhece-te a ti mesmo”. Sócrates foi até esse santuário para descobrir...

    1093  Palavras | 5  Páginas

  • turismólogo como articulador de cultura

    O Turismólogo enquanto articulador de cultura O que as vitrias tm de ruim que elas no so definitivas, O que as derrotas tm de bom que elas no definitivas Saramago RESUMO A prtica da atividade turstica est sendo propagada como fonte de recursos financeiros e no auxlio da preservao cultural e patrimonial. Mas essa no uma tarefa fcil a ser desempenhada, os municpios que pretendem se beneficiar do Turismo Cultural, devem estar atentos em como seus recursos culturais sero trabalhados e como a populao...

    7742  Palavras | 31  Páginas

  • Unidade 1 - Política

    tradição; Nos governos aristocráticos, apenas os melhores exercem funções de mando; o que se entende por melhores varia conforme o tipo de aristocracia: os mais ricos, os mais fortes, os de linhagem nobre ou, até, os da elite do saber; Na democracia, o poder legítimo nasce da vontade do povo. 4) A institucionalização do poder Com o fortalecimento das monarquias nacionais, o Estado passou a deter a posse de um território e tornou-se apto para fazer e aplicar as leis, recolher impostos, ter um exército...

    1625  Palavras | 7  Páginas

  • Antropologia

    HUMANAS DEPARTAMENTO DE ANTROPOLOGIA E MUSEOLOGIA CULTURA POPULAR (C. SOCIAIS) Prof. Luiz Cavalcanti Lacerda           RESUMO GERAL DO LIVRO: ARANTES, Antonio Augusto. O que é Cultura Popular. São Paulo: Brasiliense, 1985.     A obra “O que é cultura popular?” de Antonio Augusto Arantes se inicia argumentando a respeito da cultura popular e seu conceito. De acordo com o texto “Cultura Popular” está distante de um conceito com definição...

    2830  Palavras | 12  Páginas

  • Marilena CHAUI

    filosofia, no entanto é universal, tendo surgido com os gregos, se tornou o modo dominante de pensar na cultura europeia ocidental, que é também a nossa no Brasil por causa da colonização portuguesa. Dizer que a filosofia é um fato grego, significa a busca pelo conhecimento verdadeiro (racional, lógico e sistemático) da realidade humana, sendo essas características pertinentes à cultura desse povo. Há uma característica nas idéias e nos princípios que nos leva a dizer que são uma filosofia: a coerência...

    2253  Palavras | 10  Páginas

  • 04 A Poesia E A Sacerdotisa No Espetaculo Do Banquete De Platao Filosofia Da Cultura

    A POESIA E A SACERDOTISA NO ESPETÁCULO DO BANQUETE DE PLATÃO: relações entre academia, arte, religião e cultura Alfredo Góes VILLAS-BÔAS 1 RESUMO: A corrente interpretação a respeito da sociedade dita contemporânea, como do espetáculo, torna-se, perante uma visada teórica multidisciplinar, uma inadequação histórica. O espetáculo enquanto práxis em diferentes contextos históricos é um elemento constitutivo da ordem e da subversão da vida social, tal qual a poesia e as artes. O espetáculo, através...

    9476  Palavras | 38  Páginas

  • Melhores trechos do livro convite a filosofia marilena chauí

    O capitulo dois do livro de Marilena Chauí, fala sobre o nascimento da filosofia, da dúvida de onde surgiu, fala realmente uma parte da história da filosofia, o por que de criarem a filosofia, as condições históricas para o aparecimento dela, e suas principais características. Os primeiros filósofos tinham vários questionamentos, que não tinham respostas cientificas, nem coerentes, eles se perguntavam:Por que os seres nascem e morrem? Por que tudo muda?Por que a doença invade os corpos...

    584  Palavras | 3  Páginas

  • Cultura e educação popular

    LUZIA FERREIRA SAMINEZ A questão da Cultura como aspecto fundamental para o trabalho com educação popular São Luis 2011 UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO CENTRO DE CIÊNCIAS SOCIAIS CURSO DE SERVIÇO SOCIAL DISCIPLINA: EDUCAÇÃO POPULAR Ana Luzia Ferreira Saminez Para entender a importância da cultura e no quanto esta afeta a educação popular inicialmente é necessário...

    702  Palavras | 3  Páginas

tracking img