• Chaui
    CHAUÍ, Marilena. “Cultura do Povo e Autoritarismo das Elites”, in: Cultura e Democracia: o discurso competente e outras falas, São Paulo, Moderna, 1981[1]. Cultura das elites e cultura do povo. Sentido da conjunção e: 1) Primeiro percurso interpretativo: “a cultura do povo é ou não é uma...
    2281 Palavras 10 Páginas
  • Brasil: mito fundador e sociedade autoritária”, de marilena chauí
    por natureza”, com um povo pacífico, ordeiro e tolerante e uma História honrosa?! São essas “verdades” cristalizadas no imaginário, nosso e do mundo, bem como a construção dessa imagem, que a autora busca analisar. Em uma primeira parte, “Com fé e orgulho”, Marilena Chauí expõe as idéias que vão...
    1096 Palavras 5 Páginas
  • Identidade cultural
    é um continente Mais que um continente é um quintal Bem Brasil (Premeditando o Breque) http://www.youtube.com/watch?v=Dkw7Z-VxYog Em, Brasil – Mito fundador e sociedade autoritária, Marilena Chauí examina o ‘mito fundador’ do Brasil, uma reprodução simbólico-ideológica que faz...
    4748 Palavras 19 Páginas
  • Democracia
    seríamos um país com tantas desigualdades. Marilena Chauí  De acordo com Marilena Chaui, a democracia no Brasil ainda precisa ser inventada. ۩. A democracia como ideologia   No centro do discurso político capitalista encontra-se a defesa da democracia. Vimos que as formações sociais totalitárias...
    6535 Palavras 27 Páginas
  • uma ma democracia é sempre preferível a uma boa ditadura
    como “governo do povo”, “governo de todos os cidadãos”. Por mais que ela não seja perfeita, e, portanto, uma má democracia ela ainda nos da opção de exercer o conflito, a abertura e a rotatividade como afirma Marilena Chauí no livro Cultura e Democracia. Conflito, porque o divergir é inerente à...
    423 Palavras 2 Páginas
  • Antropologia
    cultura popular” ressurge entre intelectuais e políticos que tomam concepções criticas e diferenciadas das do CPC. Marilena Chauí é um exemplo que acaba por retomar frontalmente isso em suas “Notas sobre Cultura Popular”. Por um lado ela acaba por fazer criticas nesse trabalho ao autoritarismo...
    2830 Palavras 12 Páginas
  • Chaui, marilena
    Chaui, Marilena. Cultura e democracia . En: Crítica y emancipación : Revista latinoamericana de Ciencias Sociales. Año 1, no. 1 (jun. 2008- ). Buenos Aires : CLACSO, 2008- . -- ISSN 1999-8104. Disponible en: http://bibliotecavirtual.clacso.org.ar/ar/libros/secret/CyE/cye3S2a.pdf Red de...
    9811 Palavras 40 Páginas
  • Mito das três raças
    através dos meios de comunicação de massa, das universidades, da educação e até da cultura popular. Essa visão questiona a existência desse mito. O grande antropólogo brasileiro, de renome internacional, Roberto da Matta é um dos defensores dessa visão, assim como Marilena Chauí e outros sóciologos...
    1813 Palavras 8 Páginas
  • conciliacao/negociacao
    cultura popular. Essa visão questiona a existência desse mito. O grande antropólogo brasileiro, de renome internacional, Roberto da Matta é um dos defensores dessa visão, assim como Marilena Chauí e outros sóciologos, filósofos e antropólogos de linha progressista. Contudo, existem outras...
    1609 Palavras 7 Páginas
  • questão democratica
    : afirmação de que o capital e o trabalho não são contrários nem contraditórios, mas podem e devem colaborar em harmonia para o bem da coletividade. No lugar das classes sociais, propõem (e criam) as corporações de ofício e Convite à Filosofia - Marilena Chauí de categoria, de modo a ocultar...
    8825 Palavras 36 Páginas
  • apostila de atualidades
    elite política precisa forjar o sentimento de pátria para ganhar o apoio nacional. O povo só existe quando o Estado constrói e impõe a cultura nacional. Muitas vezes esse processo é fantástico e chega a eliminar as diversidades ou a possibilitar que elas convivam sem agredir o patriotismo. Outras...
    8927 Palavras 36 Páginas
  • Era vargas
    , desde o século XIX até as duas primeiras décadas do século XX, buscava-se elaborar uma identidade para a raiz do povo brasileiro. Por meio do conceito de raça ligada à cultura, órgãos governamentais e alguns membros da direita passaram a pregar uma nacionalidade forte, assim como confirmar sua...
    9281 Palavras 38 Páginas
  • poder e midia
    isso a mídia, por mais que esteja a serviço privado, transmite a ideologia do poder estatal, haja visto que este está sempre sob a influência ou influenciada pela classe dominante e detentora dos meios de comunicação mais influentes e conseqüentemente alienadores. A professora Marilena Chauí...
    6896 Palavras 28 Páginas
  • A questão democrática
    , funciona de uma maneira mais perversa: * Por separar os bens culturais pelo valor de mercado, uma elite cultural consome o que há de melhor, enquanto o povo recebe algo sem qualidade, massificado, sem identidade. Isto introduz uma divisão social na arte, pobres e ricos em lados opostos...
    3393 Palavras 14 Páginas
  • Amor
    Não adianta mostrar a realidade, pois ela é entendida como ficção.” A frase, dita no filme “Cronicamente Inviável”, de Sérgio Bianchi, também poderia constar do livro Brasil – Mito Fundador e Sociedade Autoritária (Editora Fundação Perseu Abramo), de Marilena Chauí. O livro e o filme são os...
    627 Palavras 3 Páginas
  • CPC e cadernos do povo brasileiro
    , reforma agrária, concepção de povo, enfim. Mas de um mode geral todos abordavam, Segundo Marilena Chauí (1983), quem era o povo e o seu inimigo, o papel da vanguarda, nacionalismo e imperialismo e a Revolução. Alguns diziam que o povo eram os pobres, outros que o povo eram os ricos, e à força era...
    3188 Palavras 13 Páginas
  • A democracia como ideologia
    ). De acordo com as palavras de Marilena Chauí, "a Democracia, no Brasil, ainda está por ser inventada". Fontes de Pesquisa: * Chauí, Marilena. Convite à Filosofia. São Paulo. Atica, 1994. * Quando Marx afirma que a verdadeira democracia é o enigma resolvido de toda constituição, ele está a...
    2498 Palavras 10 Páginas
  • Marilena chaui
    realizarão verdadeiramente se tiverem como finalidade a emancipação do gênero humano e não as idéias de controle e domínio técnico-científico sobre a Natureza, a sociedade e a cultura. – 60 – Marilena Chauí _______________________________ As utopias revolucionárias No século XIX, em...
    257273 Palavras 1030 Páginas
  • Milena
    conflito, mas sem ameaçar a manutenção de uma unidade mínima, sem a qual nenhuma sociedade pode existir. É necessário garantir que indivíduos desiguais, no que se refere aos recursos de que dispõem, partilhem de uma igualdade política. Como diz Marilena Chauí, "a Democracia, no Brasil, ainda está por ser inventada"....
    685 Palavras 3 Páginas
  • Convite a Filosofia - Marilena Chauí
    instrumental e afirma que as mudanças sociais, políticas e culturais só se realizarão verdadeiramente se tiverem como finalidade a emancipação do gênero humano e não as idéias de controle e domínio técnico-científico sobre a Natureza, a sociedade e a cultura. – 60 – Marilena Chauí...
    255765 Palavras 1024 Páginas