• Homem cultura e sociedade
    culturas. Posso ainda citar como exemplo o "arianismo" de Hitler, ou seja, a raça ariana sobrepondo-se às demais, as concepções positivistas de Auguste Comte, tais como: " ...O homem é superior à mulher, e esta deverá ocupar sempre uma posição subordinada na sociedade...", "...a raça branca é superior...
    407 Palavras 2 Páginas
  • Filósofos
    se ande nos caminhos do bem e dos verdadeiros valores. Enche de esperança o coração juvenil. TOMÁS DE AQUINO HOJE AUGUSTE COMTE BIOGRAFIA AUGUSTE COMTE Auguste Comte nasceu em Montpellier, França, a 19 de janeiro de 1798, filho de um fiscal de impostos. Suas relações com a família foram...
    18534 Palavras 75 Páginas
  • FUNDAMENTOS E PRÁTICAS NO ENSINO DE GEOGRAFIA
    enquadramento Maior da Geografia nenhum contexto científico global. Tendências Geográficas Alternativas Baseando nas preocupações conceituais teses do positivismo Lógico, a metodologia científica formalizou-se perante algumas posições-chave, entre em convém destacar quais as seguintes:...
    3105 Palavras 13 Páginas
  • TRABALHO DE SOCIOLOGIA
    sociais. Muitos foram os pensadores que estudaram em busca de entender e tentar resolver estes problemas, entre estes pensadores, destaca-se Auguste Comte, que criou a sociologia e a ciência positiva, e também seguindo a mesma linha positivista, o estudioso Émile Durkheim, que estabeleceu as regras...
    1540 Palavras 7 Páginas
  • Auguste comte
    Auguste Comte Auguste Comte é o sociólogo da unidade humana e social, da unidade da historia humana. Leva-se sua concepção da unidade até o ponto em que a dificuldade é inversa:tem dificuldade em encontrar e fundamentar a diversidade.Como há só um tipo de sociedade absolutamente válido,toda a...
    1333 Palavras 6 Páginas
  • Michal Lowy
    questão  da  relação  entre  conhecimento  científico  e  classes  sociais  geralmente  não  é  colocada:  é  uma  problemática que escapa ao campo conceitual e teórico do positivismo. Ele só  analisa  os  fundamentos  sociais  do  pensamento  pré‐científico:  pensamento  mágico etc.; mas a própria c...
    3911 Palavras 16 Páginas
  • QUESTÕES DE FILOSOFIA
    própria  questão  da  relação  entre  conhecimento científico e classes sociais geralmente não é colocada: é uma  problemática que escapa ao campo conceitual e teórico do positivismo. Ele só  analisa  os  fundamentos sociais  do  pensamento  pré‐científico:  pensamento  mágico etc.; mas a própria ci...
    3911 Palavras 16 Páginas
  • Politica social
    Política social e serviço social; III – Pensando o sentido de assistência. O primeiro tópico estudo o que entendo por política social do ponto de vista conceitual. Quanto ao segundo tópico o foco está na relação serviço social e política social como expressão de instrumentalidade política. O terceiro e último...
    7764 Palavras 32 Páginas
  • Sociologia
    com a mulher responsabilidades que antes eram atribuídas apenas à mulher. 6 – Quais concepções Comte defende em sua teoria da Lei dos três estágios? No primeiro estágio Comte defende que é a ficção teológica que rege a humanidade; no segundo estágio a humanidade já faz uso da...
    4122 Palavras 17 Páginas
  • Autores sociologia
    LAVRAS MINAS GERAIS - BRASIL 2012 KARL MARX O pensamento de Marx era muito parecido com o de outros filósofos, dentre eles Comte e Durkheim. Eles procuravam explicar as mudanças ocorridas na sociedade na época da revolução industrial. Marx teve a oportunidade de ver de perto...
    702 Palavras 3 Páginas
  • Positivismo
    esboços com representações da superfície terrestre eram construídos, surgindo os primeiros mapas. O mapa mais antigo já registrado foi encontrado na cidade de Ga Sur, na Babilônia, datado de 2500 a.C. Neste mapa havia representações do vale de um rio que possivelmente representava o rio Eufrates acompanhado...
    4200 Palavras 17 Páginas
  • karl marx
    Filosofia Karl Marx e Auguste Comte Luis Eduardo Milani de Paula 1° Período - Administração CEMES/FACAMP Karl Marx Economista, filósofo e socialista alemão, Karl Marx nasceu em Trier em 5 de Maio de 1818 e morreu em Londres a 14 de Março de 1883. Estudou na universidade...
    2278 Palavras 10 Páginas
  • História da psicologia
    desenvolvimento da psicologia e um entendimento mais critico da falta da impossibilidade de superar alguns problemas históricos. O filosofo Auguste Comte ele dizia que não existia um espaço ou lugar especifico para a psicologia, ele argumentava que faltava uma viabilidade metodológica, pois a da introspecção...
    2050 Palavras 9 Páginas
  • juros
    três os principais pensadores clássicos da Sociologia: Marx, Durkheim e Weber. O termo Sociologia foi criado por Auguste Comte (1798-1857), sendo considerado o pai da Sociologia, Comte defendia a ideia de que para uma sociedade funcionar corretamente, precisa estar organizada( da ordem) para conseguir...
    1434 Palavras 6 Páginas
  • o que e sociologia
    formais e conceituais da vida nas sociedades presentes e históricas. Ao tratar dos fatos e das realidades, não estabelece normas dos estados sociais e das propriedades e modos de conduta humanos, pois isto compete à filosofia e ética social. O termo sociologia foi consagrado por Auguste Comte. →...
    742 Palavras 3 Páginas
  • Questões de Antropologia
     séc.  XIX  após  as  revoluções   burguesas  sob  o  signo  do  positivismo  elaborado  por   Augusto  Comte.  As  características  do  pensamento   comtiano  são:     a)  a  sociedade  é  regida  por  leis  sociais...
    5269 Palavras 22 Páginas
  • Auguste comte
    DISCIPLINA: SOCIOLOGIA Auguste Comte Auguste Comte nasceu em Montpellier, França, em 19 de janeiro de 1798, filho de um fiscal de impostos. Suas relações com a família foram sempre tempestuosas e contêm elementos explicativos do desenvolvimento de sua vida e talvez até mesmo de certas orientações...
    4446 Palavras 18 Páginas
  • Biografia e a Corrente de Pensamento do Filósofo Auguste Comte
     Introdução Nascido em Montpellier, no Sul da França, Augusto Comte desde cedo revelou uma grande capacidade intelectual e uma prodigiosa memória. Seu interesse pelas ciências naturais era conjugado pelas questões históricas e sociais e, com 16 anos, em 1814, ingressou na Escola Politécnica de Paris...
    4692 Palavras 19 Páginas
  • Atitudes no brasil
    coercitivo, que é exterior e que esteja generalizado. Entre os pensadores do século XIX, os que são considerados os fundadores da Sociologia são: Augusto Comte, Herbert Spencer, Karl Marx, Emile Durkheim e Max Weber. Alguns pensadores da época foram chamados de filósofos Sociais, e não de Sociólogos, pois...
    9452 Palavras 38 Páginas
  • Matematica financeira
    Bernardo Brito RA: 0050037951 SOCIOLOGIA SOCIOLÓGO AUGUSTE COMTE São Paulo 2012 Os pensadores Auguste Comte nasceu em Montpelier, França, em 19 de Janeiro de 1978, (conforme edição especial do Editor...
    4029 Palavras 17 Páginas