Manual De Psicologia Juridica Para Operadores Do Direito Jorge Trindade artigos e trabalhos de pesquisa

  • Psicologia Forense 1

    de Acompanhamento e Planejamento Pedagógico PLANO DE ENSINO E APRENDIZAGEM Disciplina: Psicologia Forense CURSO: Direito Período Letivo: Série: Periodo: Semestre de Ingresso: 1° sem/2015 1ª Série Não definido 1º C.H. Teórica: 40 Ano de Ingresso: 2015 C.H. Total: 40 Ementa Estudo das relações da psicologia com o direito: a psicologia jurídica. Aspecto instrumental: a Psicologia aplicada ao direito. Psicologia Forense. Objetivos Propiciar o conhecimento do dado Psicológico no ÂMBITO DA JUSTIÇA...

    3543  Palavras | 15  Páginas

  • Resenha de psicologia

    TRINDADE, Jorge. Manual de Psicologia Jurídica Para Operadores do Direito. 2. ed. Porto Alegre: Livraria do Advogado, 2007. Jorge Trindade foi graduado em Direito e Psicologia, Fundador da Escola Superior do Ministério Público, Coordenador do Curso de Especialização em Psicologia Jurídica, Presidente da Sociedade Brasileira de Psicologia Jurídica, Professor do Curso de Mestrado em Criminologia da Universidade de Aconcágua (Argentina). Trindade também já foi Promotor e Procurador de Justiça. Doutor...

    2299  Palavras | 10  Páginas

  • Fichamento Psicologia Juridica // P1

    Período Letivo: 1 Disciplina: Psicologia Jurídica Professor (a): Rildesia Silva Veloso Gouveia Aluno (a): Matheus Oliveira Neto Tópicos (títulos): Psicologia e Psicologia Jurídica; Tópico 2; Tópico 3; Referências Bibliográficas: TRINDADE, Jorge. Manual de Psicologia Jurídica: para operadores do Direito. 6. Ed. Porto Alegre: Livraria do Advogado, 2002. (série ou Coleção) (I) GOUVEIA, Rildésia. Material auxiliar/ Aula 02. http://rsvgouveia.net/images/Material_Auxiliar/Aula2_Unidade_I_Trindade_Parte_I_Caps_1_&_2...

    606  Palavras | 3  Páginas

  • Psicologia jurídica

    Manual de Psicologia Jurídica para Operadores do Direito - Jorge Trindade A psicologia moderna pode ser definida como o estudo do comportamento e dos processos mentais. Ela possui muitos campos e é essencial em muitas profissões. A psicologia e o direito são duas áreas que possuem como fator principal o comportamento humano. Às vezes é difícil entender o que a lei significa e com a psicologia podemos ampliar a significação daquela lei. Psicologia jurídica é a psicologia aplicada ao melhor exercício...

    853  Palavras | 4  Páginas

  • Psicologia juridica

    (títulos): Tópico 1; Psicologia: Ciência e Profissão Tópico 2; Depoimento sem dano Tópico 3; Manual de Psicologia Jurídica- Aspectos Epistemológicos Referências Bibliográficas: TRINDADE, Jorge. Manual de Psicologia Jurídica: Para Operadores do Direto.6.Ed.Porto Alegre: Livraria do Advogado Editora, 2012 Cruz, R. M., Maciel, S. K. & Ramírez, D. C. (Orgs.) (2005). O trabalho do psicólogo no campo jurídico. São Paulo: Casa do Psicólogo. • Myers, D. (2000). Psicologia social. Rio de Janeiro:...

    1750  Palavras | 7  Páginas

  • PSICOLOGIA JUR DICA APLICADA AO DIREITO

    A INTERDISCIPLINARIDADE NA INTERFACE DA PSICOLOGIA JURÍDICA APLICADA AO DIREITO interdisciplinares, grupos de pais e de adolescentes em conflito com a lei, de apenados em cumprimento de pena e envolvidos com dependência química, grupos de crianças e adolescentes abrigados, orientação a familiares de apenados, dentre outras atividades. Resumo: Proposta que exigiu a atuação interdisciplinar de promotores, A psicologia e o direito são ciências diferentes que caminham para o mesmo alvo: o ser humano...

    3645  Palavras | 15  Páginas

  • RELAÇAO ENTRE PSICOLOGIA E DIREITO

    RELAÇÃO ENTRE PSICOLOGIA E DIREITO PSICOLOGIA JURÍDICA Conceitualmente, a Psicologia Jurídica corresponde a toda aplicação do saber psicológico às questões relacionadas ao saber do Direito. [...] A psicologia jurídica ultrapassa a literalidade da lei. Se trata de um trabalho que vai além da mera exposição dos fatos; trata-se de uma análise aprofundada do contexto das pessoas que procuram o poder Judiciário. (Aspectos endógenos, exógenos, inteligência, percepção individual etc...

    598  Palavras | 3  Páginas

  • psicologia

    DE ENSINO Curso: Direito Disciplina: Psicologia Carga horária: 40 h/a Período: 3º Turno: Noturno Ano Letivo: 2014/1 Professor: Esp. Simone Botan Marinho Ementa Contribuições do saber psicológico à prática jurídica. Reflexões psicológicas sobre as transgressões e sua relação com a sociedade. Elementos de psicopatologia psicanalítica relacionados às questões do desejo e da lei. Questões contemporâneas das fronteiras da Psicologia e o Direito. Objetivo Apresentar...

    971  Palavras | 4  Páginas

  • Qestionário de psicologia jurídica

    QUESTIONÁRIO DE PSICOLOGIA JURÍDICA 1- Cite três áreas da Psicologia. As três áreas da Psicicologia são: clinica, educacional e social. 2- Cite três áreas da Psicologia Jurídica citada por Clemente. As três áreas da Psicicologia Jurídica são: judicial, testemunho e penitenciária. 3- Cite três técnicas projetivas e explique a demonstrada em sala de aula. A técnica demonstrada em sala de aula foi a de Rocharch, onde esta era apresentadas imagens abstradas. O psicólogo analisa e...

    968  Palavras | 4  Páginas

  • psicologia

    Vários estudiosos definem a psicologia atualmente como um estudo detalhado e de caráter científico do comportamento humano. Sendo o último, aquilo que caracteriza as ações do ser humano, compreende o falar, o caminhar, ler, escrever e etc. Mesmo existindo certa riqueza nos campos da psicologia, especificamente nas áreas práticas e de pesquisas a ciência é uma só, expressando-se através de diferentes linguagens.  A psicologia vem mesclada com a filosofia e com a religião, ela não nasceu científica...

    609  Palavras | 3  Páginas

  • Psicologia aplicda

    ENSINO | CURSO: PSICOLOGIA | TURMA: 1º Semestre | ANO: 2013-1 | C/H: 36 hs | DISCIPLINA: Psicologia, Aplicada ao Direito | PROFESSORA: Sandra Adriana Neves Nunes | 1. Ementa: Especificidades da Psicologia: Origens, conceitos fundamentais, problemas e temas relevantes. Valoração jurídica da personalidade. Personalidade, caráter e temperamento. Evolução e adaptação do indivíduo ao meio. Conceito psicológico de conduta delituosa. Motivos e tipos de delitos. Psicologia do testemunho. Atitudes...

    704  Palavras | 3  Páginas

  • Processos mentais em psicologia jurídica

    MENTAIS EM PSICOLOGIA JURÍDICA Ana Paula da Silva lima Estudante do 1º semestre do curso de direito Faculdade Anhanguera. RESUMO O que ficou claro ao realizar essa pesquisa é que existe uma discussão muito latente entre essas duas ciências. Primeiro a história de ajuda mútua entre essas duas vertentes é muito recente, sobre tudo aqui no Brasil. Ainda é visto com desconfiança por parte de muitos juristas. Contudo, a Psicologia Jurídica...

    1291  Palavras | 6  Páginas

  • Trabalho de Psicologia

    UNIVAG – CENTRO UNIVERSITÁRIO DE VÁRZEA GRANDE GPA DE CIÊNCIA SOCIAIS APLICADAS CURSO DE DIREITO DEIVID MARQUES DA LUZ TRABALHO DE PSICOLOGIA ARTICULAÇÃO DE CASO UM CASO REAL COM A TEORIA O ATIRADOR DO SHOPPING MORUMBI VÁRZEA GRANDE - MT SUMÁRIO 1. INTRODUÇÃO 1 2. O CASO – estudante de medicina invade uma sala de cinema no shopping atira na plateia, mata três e fere cinco 1 3. ARTICULANDO O CASO COM A TEORIA 2 3.1. O infrator – Delinquente 2 3.1.1. As...

    1821  Palavras | 8  Páginas

  • Psicologia Aplicada ao Direito Vera Reis Lellis 2015

    PROFESSOR Psicologia Aplicada ao Direito G1896 Vera Rocha Reis Lellis ANO/SEMESTRE TURMA/ETAPA CRÉDITOS CARGA HORÁRIA PRESENCIAL (H) CARGA HORÁRIA ESPAÇOS DIVERSIFICADOS (H) CARGA HORÁRIA A DISTÂNCIA (H) CARGA HORÁRIA TOTAL (H) 2015/1 1º SEM 03 45 09 00 54 EMENTA Introdução ao estudo da Psicologia. Aspectos psicológicos das relações humanas. Relação entre Psicologia e Direito. Psicologia prática e suas aplicações no contexto jurídico. Nexo causal entre ações criminosas e psicologia. Avaliação...

    965  Palavras | 4  Páginas

  • EVOLUÇÃO DA PSICOLOGIA JURIDICA

     UNIVERSIDADE DE CUIABÁ EVOLUÇÂO DA CIÊNCIA PSICOLÒGICA: PSICOLOGIA E HISTÒRIA PSICOLOGIA JURÍDICA CURSO DE DIREITO MATUTINO PROFESSORA: SONIA C. OLIVEIRA ALUNOS: LUIZ CARLOS RODRIGUES NABOR CUIABÁ-MT ABRIL/2014 “Quanto menor forem em nossa alma a esperança de auxilio, mais penosa é a ignorância daquilo de que se tem medo.” ...

    1125  Palavras | 5  Páginas

  • Psicologia do direito

    ATIVIDADE) Psicologia no Direito: O Direito recorre a Psicologia precisamente para ajudar a compreender melhor os processos humanos. Enquanto a psicologia procura entender o comportamento humano ao Direito tende a regular esses comportamentos, condutas fora dos padrões normais carecem da psicologia como ciência para interpretar e do Direito para determinar sansões. Roberto Victor Pereira Ribeiro, advogado membro da Bibliofilos tem uma definição coerente sobre essa interação de Psicologia no Direito: -...

    1840  Palavras | 8  Páginas

  • Psicologia Jurídica

    (títulos): Tópico 1; Psicologia e Psicologia Jurídica Tópico 2; O que é psicologia jurídica Tópico 3; Reflexões sobre Psicologia Jurídica e seu panorama no Brasil Tópico 4: Fatores capazes de influenciar o modo de percepção de determinado acontecimento. Tópico 5: Behaviorismo (Teoria Comportalmental) Tópico 6: A psicologia da forma (Gestalt) Tópico 7: Perícia psicológica. Referências Bibliográficas: TRINDADE, Jorge. Manual de psicologia jurídica para operadores do direito: Porto Alegre:...

    2707  Palavras | 11  Páginas

  • Aula 01 Psicologia Jur Dca CFP

    PSICOLOGIA JURÍDICA DEFINIÇÃO E ATUAÇÃO – CFP aulas 1,2,3 e 4 Prof. MSc. Iran Lima Psicologia Jurídica • • • • • Conceito e interfaces com o Direito Objetivos da Psicologia Jurídica Escolas Psicológicas História da Psicologia e o Direito Práticas da psicologia Jurídica no Brasil Psicologia • Psico = mente e logos = estudo, trabalho, sentido, palavra, a Psicologia moderna pode ser definida como o estudo científico do comportamento e dos processos mentais. • Comportamentos: andar, falar, caminhar...

    1796  Palavras | 8  Páginas

  • Resenha manual de psicologia jurídica para operadores do direito

    Manual de Psicologia Jurídica para Operadores do Direito TRINDADE, Jorge. 2ª Edição – Ver. e Ampl.– Porto Alegre: Livraria do Advogado, 2007 ********************* O termo psicologia veio para explicar o fenômeno do estudo da mente. Possui diversas atuações, mas se destaca por utilizar uma linguagem diferenciada. Segundo a APA – American Psychological Association há cinquenta e três (53) divisões atuantes na psicologia, destacandose entre elas: a Psicologia Clinica, a Educacional, a da Saúde, a...

    1132  Palavras | 5  Páginas

  • Psicologia

    pode ser evidenciado, o Direito e a Psicologia se aproximaram em virtude da preocupação com a conduta humana, estando atualmente entrelaçados por esse objeto comum. Não obstante serem ciências diferentes, não podem ser dissociadas uma da outra, pois enquanto a psicologia busca a compreensão do comportamento humano o Direito busca regular esse comportamento, sendo esse relacionamento essencial para a persecução da Justiça. Historicamente, por tudo que a psicologia passou, resultou em uma...

    1601  Palavras | 7  Páginas

  • psicologia

    Psicologia Jurídica TEXTOS DE REFERÊNCIA PARA AULA: CONSELHO FEDERAL DE PSICOLOGIA. Psicólogo Brasileiro: construção de novos espaços. 1ª ed. Campinas: Átomo, 2005. CASTRO, Lídia Rosalina Folgueira. A inserção e o Papel do Psicólogo no Poder Judiciário. Cadernos Temáticos, CRP/SP, vol. 10, pág. 9 - 13, setembro, 2005. acesso em: http://www.crpsp.org.br/portal/comunicacao/cadernos _tematicos/10/frames/fr_indice.aspx Referência sugerida: TRINDADE, Jorge. Manual de psicologia...

    1826  Palavras | 8  Páginas

  • A importância da psicologia na criação do direito

    A IMPORTÂNCIA DA PSICOLOGIA NA CRIAÇÃO DO DIREITO Franklin Maria da Silva (Mat. 201303029) Jaboatão dos Guararapes junho - 2014 Franklin Maria da Silva (Mat. 201303029) A IMPORTÂNCIA DA PSICOLOGIA NA CRIAÇÃO DO DIREITO Trabalho apresentado ao Professor Gustavo Freire, da disciplina Psicologia Jurídica, turma 1NA, turno noite...

    9089  Palavras | 37  Páginas

  • Manual de Psicologia Jurídica para operadores de Direito

    “Conceitos básicos de Psicologia Geral para Operadores de Direito”, In: Trindade, Jorge. Manual de Psicologia Jurídica para operadores de Direito. Porto Alegre: Livraria do Advogado, 2007. 1. Quais são os diferentes ramos da Psicologia que estão a serviço do Direito? Nos seus diferentes ramos, quando se colocam a serviço do direito, continua a ser Psicologia, sistematizada através da Psicologia Geral, Social, Diferencial, do Desenvolvimento, da Personalidade e Psicologia Clínica, seja normal...

    1775  Palavras | 8  Páginas

  • Aula 1 Psicologia Aplicada ao Direito

    AULA+ PSICOLOGIA APLICADA AO DIREITO Aula 1: APRESENTAÇÃO DA DISCIPLINA PROF.ª. STELLA ARANHA PSICOLOGIA APLICADA AO DIREITO EMENTA Introdução ao estudo da Psicologia. Aspectos psicológicos das relações humanas. Relação entre Psicologia e Direito. As práticas “psi” e suas aplicações no contexto jurídico. Avaliação psicológica no judiciário. AULA PSICOLOGIA APLICADA AO DIREITO OBJETIVO GERAL Capacitar o aluno a compreender a importância do estudo da Psicologia para o Direito AULA PSICOLOGIA...

    1946  Palavras | 8  Páginas

  • Manual de psicologia jurídica

    MANUAL DE PSICOLOGIA JURÍDICA PARA OPERADORES DO DIREITO 1.Psicologia Jurídica E Psicologia do Direito A palavra Psicologia deriva de duas palavras Gregas, "psyche" e "logos", que traduzidas à letra significam o estudo da alma e, posteriormente, o estudo da mente. Hoje, muitos autores definem Psicologia como a ciência que estuda os processos comportamentais e mentais. Comportamento é aquilo que define ações do ser humano. Quando dizemos comportamento, surgem duas ideias - comportamentos...

    6719  Palavras | 27  Páginas

  • Psicologia do esporte e o futebol

    contexto nacional. Além disso, existe também a questão do preconceito com a figura idealizada da mulher, ou seja, futebol é coisa de macho. A construção desta figura é construída não apenas no contexto esportivo abrangendo também o sociocultural. A Psicologia como ciência, tem em uma das suas áreas de atuação o contexto esportivo podendo contribuir de forma significativa no trabalho com atletas e comissão técnica. Dentro do contexto do futebol feminino quase não se encontra literatura que fale...

    1904  Palavras | 8  Páginas

  • Psicologia jurídica: encontros e desencontros em sua prática

    1 PSICOLOGIA JURÍDICA: ENCONTROS E DESENCONTROS EM SUA PRÁTICA Cristiana Jobim Souza-crisjobim@gmail.com PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU ESPECIALIZAÇÃO EM Psicologia jurídica e de investigação e Instituição de Ensino Superior Uniclass/IPOG Resumo A partir de pesquisa empírica, o presente artigo busca discutir a prática da psicologia jurídica aplicada no judiciário, compreendendo a diferença entre a intervenção psicológica e a intervenção judicial. Através do estudo de leis e doutrinas, procura-se...

    8821  Palavras | 36  Páginas

  • Direito

    Filosofia no Direito: Trata da dogmática jurídica em seus planos interno e externo, a partir de propostas de reconstrução do pensamento crítico a respeito das possibilidades da Filosofia Jurídica como prática da resolução dos problemas atuais referentes ao trato das diferenças e identidades culturais. Tem como objetivo analisar as noções teóricas essenciais de Filosofia e de Direito para a compreensão das relações entre direito, ética, justiça e sociedade bem como suas...

    1953  Palavras | 8  Páginas

  • O direito e as ciências auxiliares

    O DIREITO E AS CIÊNCIAS AUXILIARES O Direito é uma ciência jurídica. Apesar de tal classificação, ele não trabalha sozinho, isolado das outras ciências. Exemplificando: quando há alguma ação levada a tribunal para julgamento, o Direito apenas define o que é ou não passível de punição e qual deve ser a pena aplicada a cada infração, além de definir agravantes e atenuantes. Apesar disso, ele tem participação restrita na parte de investigar determinada conduta para que se saiba, com certeza, o que...

    2543  Palavras | 11  Páginas

  • Manual de psicologia jurídica para operadores do direito

    Disciplina: Psicologia Jurídica Professora: Marcela Novais Medeiros Turma CJUN3A CRONOGRAMA DE ATIVIDADES: |Encontros |Data |Atividades | |01 |05/02/2013 |Apresentação do grupo, levantamento de expectativas, apresentação da disciplina. | | | |Módulo I - Introdução à psicologia jurídica: Fundamentos...

    1029  Palavras | 5  Páginas

  • A psicologia e sua importância para o direito

    A psicologia jurídica compreende o estudo, a explicação, a avaliação, a prevenção, a assessoria e o tratamento dos fenômenos psicológicos, comportamentais e relacionais que incidem no comportamento legal das pessoas. Para tal, recorre aos métodos próprios da psicologia científica. A psicologia jurídica é, em suma, uma área de trabalho cujo objeto de estudo é o comportamento dos atores jurídicos no âmbito do direito, da lei e da justiça. Trata-se de uma disciplina reconhecida por associações e organizações...

    2261  Palavras | 10  Páginas

  • Psicologia Juridica no Brasil

    Júnior Cybelle Pinho Diego Teles Elizabeth Matos Jorge Souza Juliane Santana Laiza Gama PSICOLOGIA JURÍDICA NO BRASIL ILHÉUS 2014 Ana Caroline Clériston Júnior Cybelle Pinho Diego Teles Elizabeth Matos Jorge Souza Juliane Santana Laiza Gama PSICOLOGIA JURÍDICA NO BRASIL Trabalho apresentado à professora Dayane Mangabeira ministrante do componente curricular História da Psicologia como crédito ao I semestre de Psicologia. ILHÉUS 2014 Sumário 1. INTRODUÇÃO....

    1480  Palavras | 6  Páginas

  • Psicologia juridica

    com inúmeros saberes oriundos da psicologia, antropologia, sociologia, filosofia, linguística e história. A psicopatologia enquanto estudo dos transtornos mentais é às vezes referida como psicopatologia geral, psicologia anormal, psicologia da anormalidade e psicologia do patológico. É uma visão das patologias mentais, e pode estar vinculada a uma teoria psicológica específica (por exemplo, psicanálise, psicologia humanista), uma área da psicologia (psicologia do desenvolvimento) ou mesmo a outras...

    2457  Palavras | 10  Páginas

  • Psicologia Jurídica

    Período Letivo: Primeiro período Disciplina: Psicologia jurídica Tópicos: Conceitos básicos de Psicologia Geral Referências Bibliográficas: Trindade, J. (2009). Manual de Psicologia Jurídica para operadores do Direito. 3ª ed. Porto Alegre: Livraria do Advogado Editora. Erikson, E. (1994). Identity and the life cycle. New Yor: W. W. Norton & Company (Originalmente publicado em 1959). Srivastava, S., John, O. P., Gosling, S. D., & Potter, J. (2003). Development of personality in early and...

    935  Palavras | 4  Páginas

  • Psicologia Juridica

    Fundação Escola Superior do Ministério Público Curso de Direito Bacharelado Cristiano Moraes de Oliveira Fatores Psicológicos vs Capacidade Decisória Professora Renata Maria D. Panichi Porto Alegre 2014 Fatores psicológicos inconscientes na decisão do magistrado Introdução Em uma decisão judicial, é perfeitamente normal dois magistrados, igualmente competentes e idôneos, terem sentenças diferentes diante de um mesmo caso ao interpretarem...

    1487  Palavras | 6  Páginas

  • PSICOLOGIA NA INFÂNCIA E JUVENTUDE

    CIÊNCIAS APLICADAS CURSO DE DIREITO PSICOLOGIA NA INFÂNCIA E JUVENTUDE XANXERÊ 2013 PSICOLOGIA NA INFÂNCIA E JUVENTUDE Trabalho de Psicologia Jurídica apresentado ao Curso de Direito, Área das Ciências Aplicadas, da Universidade do Oeste de Santa Catarina, Campus de Xanxerê. Profª Rafaela Pederiva Xanxerê 2013 RESUMO Pesquisar acerca da relevância da relação Psicologia-Direito, mais especificamente adentrando...

    6097  Palavras | 25  Páginas

  • Psicologia Jurídica

    UM BREVE HISTÓRICO DA PSICOLOGIA JURÍDICA NO BRASIL E SEUS CAMPOS DE ATUAÇÃO 2013 SUMÁRIO INTRODUÇÃO....................................................................................................03 1 HISTÓRIA DA PSICOLOGIA JURÍDICA..........................................................04 1.1 Psicologia Jurídica no Mundo.........................................................................04 1.2 Psicologia Jurídica no Brasil...................

    5506  Palavras | 23  Páginas

  • PSICOLOGIA JUR DICA Leitura Complementar

    Módulo de Psicologia Jurídica Professora: Fernanda Molinari PSICOLOGIA JURÍDICA: UMA DISCIPLINA AINDA POR FAZER Jorge Trindade1 Fernanda Molinari2 RESUMO O presente artigo propõe-se a mostrar que a psicologia jurídica, mesmo gozando de maior popularidade nos últimos anos, continua a ser uma disciplina ainda por fazer. De nascimento experimental, a psicologia, inclusive a jurídica, tem resistido ao discurso jurídico, enquanto o direito, preso a uma hegemonia epistemológica, tem dificuldades em aceitá-la...

    3970  Palavras | 16  Páginas

  • Psicologia Juridica

    PSICOLOGIA JURÍDICA: UMA DISCIPLINA AINDA POR FAZER Jorge Trindade RESUMO O presente artigo propõe-se a mostrar que a psicologia jurídica, mesmo gozando de maior popularidade nos últimos anos, continua a ser uma disciplina ainda por fazer. De nascimento experimental, a psicologia, inclusive a jurídica, tem resistido ao discurso jurídico, enquanto o direito, preso a uma hegemonia epistemológica, tem dificuldades em aceitá-la, fazendo apenas concessão para uma disciplina auxiliar. Assim, a psicologia...

    3812  Palavras | 16  Páginas

  • Psicologia juridica

    PSICOLOGIA JURIDICA ATIVIDADE DE APRENDIZAGEM DA UNIDADE I Discinplina: Psicologia Jurídica - Professora : Sonia Cristina de Oliveira Ao final da unidade você precisa ser capaz de saber : 1. Resumidamento o nascimento da Psicologia como ciência. 2. Conceito atual de Psicologia e significado de comportamento. 3. Quais escolas Psicologicas atuais 4. Objeto comum entre Psicologia e Direito fundamentado 5. Razões da crise instalada na ciência e qual a solução proposta pelo autor ...

    1242  Palavras | 5  Páginas

  • direito e psicologia: o estudo do psicopata

    1 Titulo Direito e psicopatia: o estudo do psicopata. 2 OBJETIVOS 2.1 Objetivo Geral Elucidar o porquê da conduta hedionda e cruel praticada por tipos específicos de criminosos, demonstrando sua forma de pensamento, pratica a e aplicabilidade do direito penal sobre ele. 2.2 Objetivos específicos Explicar o transtorno da personalidade evidenciando a sociopatia e a psicopatia, a cerca dos indivíduos que não demonstram adaptação e apresentam repertorio limitado de respostas...

    2146  Palavras | 9  Páginas

  • Psicologia juridica

    Disciplina de Psicologia Jurídica – 2010. Exercício de Estudo de Caso 1. FATO: M., 37 anos, casada, doméstica, natural de São Sepé (RS), utilizando uma faca de cozinha, com a qual desferiu 11 golpes, matou seu marido P., 41anos, comerciante, enquanto este dormia na cama do casal, alcoolizado. 2. HISTÓRIA: M. é filha de pai alcoolista, que costumava, nesse estado, agredir sua mãe e suas duas irmãs, não poupando M. dessas situações, “mesmo sem motivo” e desde criança....

    749  Palavras | 3  Páginas

  • Psicologia jurídica

    1. PSICOLOGIA JURÍDICA “Somente quando o Direito deixar de negar que os atos e fatos objetivos passam pelo inconsciente ....poderemos estar mais próximo do ideal de justiça” (Rodrigo da Cunha Pereira) Na atualidade, a psicologia vem se preocupando em manter seu estatuto de cientificidade, enfatizando evidências empíricas (que decorre da experiência de cada um). A psicologia é uma só, porém se utiliza de várias linguagens, o que em alguns momentos causa diferentes compreensões sobre...

    1866  Palavras | 8  Páginas

  • Psicologia

    DIRETORIA ACADÊMICA CURSO DE DIREITO PERÍODO LETIVO 2013.2 DISCIPLINA Psicologia Jurídica PROFESSOR Regina Lígia W. de Azevedo DATA ALUNOS: ____________________________________ ___________________________________ ___________________________________ ___________________________________ 1. Quais as principais características da equizofrenia? Caracterize os 5 tipos...

    3093  Palavras | 13  Páginas

  • trabalho parcial Psicologia

    UNIC - UNIVERSIDADE DE CUIABA BEIRA RIO DIREITO TRABALHO - NOTA PARCIAL PSICOLOGIA JURIDICA WELLYTHON P. PAELO CUIABA 2015 WELLYTHON P. PAELO TRABALHO - NOTA PARCIAL PSICOLOGIA JURIDICA Monografia apresentada como exigência para obtenção do grau de Bacharelado em DIREITO da UNIC - UNIVERSIDADE DE CUIABA. Orientador: SONIA DE OLIVEIRA CUIABA 2015 RESUMO O trabalho resumi-se em ler o texto referente a unidade 5 da materia, fazendo analize e posteriormente atravez da compreenção do mesmo...

    707  Palavras | 3  Páginas

  • Psicologia Juridica

     O artigo abaixo foi produzido, no contexto de uma experiência coletiva de cultura digital, pelos alunos do 10º período do curso de Psicologia da FEAD/MG, na disciplina Psicologia Jurídica, ao longo do primeiro semestre de 2012. A responsabilidade pelo conteúdo, inclusive as citações, é dos autores. O artigo pode ser utilizado, desde que citada a fonte. Autores: ALINE   DUTRA DE LIMA APARECIDA   MENDES DE PAIVA ARGENTINA   GOMES DOS SANTOS RESENDE CARVALHO BRUNA   DAIANA GUIMARAES PEREIRA ...

    5479  Palavras | 22  Páginas

  • Resumo de Psicologia e Psicologia Jurídica - Jorge Trindade

    Psicologia e Psicologia Jurídica Jorge Trindade Psicologia e Psicologia Jurídica É importante frisar, que Psicologia vem do latim Psico: mente e Logos: estudo. Por tanto é um estudo científico da mente e do comportamento do ser humano, vai estudar o homem. “Uma associação americana ofereceu uma lista de 53 divisões que engloba o campo da psicologia, dentre elas estão a Psicologia Jurídica. Que será o tema essencial deste trabalho.” Conforme disse Jorge Trindade (pag. 21 parágrafo...

    735  Palavras | 3  Páginas

  • TCC DIREITO E LITERATURA

    ESCOLA DE DIREITO DO CENTRO UNIVERSITÁRIO NEWTON PAIVA ELANA GOMES SANTOS MOREIRA Direito e Literatura A importância da Literatura no Direito BELO HORIZONTE 2º semestre/2013 ELANA GOMES SANTOS MOREIRA Direito e Literatura A importância da Literatura no Direito Projeto de trabalho de conclusão de curso apresentado ao curso de Direito da Escola de Direito do Centro Universitário Newton Paiva. Orientador: Professor...

    1994  Palavras | 8  Páginas

  • Psicologia juridica

    RESUMIDAMENTE O NASCIMENTO DA PSICOLOGIA COMO CIÊNCIA....................................................................................................................05 3.CONCEITO ATUAL DE PSICOLOGIA E SIGNIFICADO DE COMPORTAMENTO.................................................................................................05 4. ESCOLAS PSICOLÓGICAS ATUAIS...................................................................06 5. QUAL O OBJETO COMUM ENTRE PSICOLOGIA E DIREITO? FUNDAMENTE A RESPOSTA...

    1716  Palavras | 7  Páginas

  • A PSICOLOGIA DO TESTEMUNHO

    A PSICOLOGIA DO TESTEMUNHO E OS PROCESSOS PSÍQUICOS Profª Elenir EscopelliAluno: Paola Thaís Venâncio Curso: Direito - 2° semestre Introdução A Psicologia do Testemunho é um segmento da Psicologia Forense (ou Judiciária) Experimental, consiste na aplicação dos conhecimentos psicológicos ao serviço do Direito, dedica-se à proteção da sociedade e à defesa dos direitos do cidadão, através da perspectiva psicológica, é também o estudo do comportamento criminoso, o seu objetivo é trabalhar na...

    2018  Palavras | 9  Páginas

  • DIREITO

    UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO SEMI-ÁRIDO DEPARTAMENTO DE AGROTECNOLOGIA E CIÊNCIAS SOCIAIS PROJETO PEDAGÓGICO DO CURSO DE DIREITO MOSSORÓ – RN 2009 Projeto Pedagógico do Curso de Graduação em Direito - UFERSA 1 UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO SEMI-ÁRIDO REITORIA Prof. Dr. Josivan Barbosa Menezes Feitoza – Reitor Prof. Dr. Marcos Antonio Filgueira – Vice-Reitor CHEFIA DE GABINETE Sra. Maria Miramar Diógenes Veras – Chefe de Gabinete PRÓ-REITORIAS Sr. George Bezerra Ribeiro –...

    19987  Palavras | 80  Páginas

  • psicologia Jurídica

    Curso: Psicologia Jurídica e Laudos Periciais - Apostila elaborada pela Prof. Roselane Martins Cardoso, para uso nos cursos presenciais do Ciclo/Ceap. 1. Panorama da psicologia jurídica no Brasil – Conceitos básicos Psicologia Jurídica: especialidade da Psicologia que se relaciona com o sistema de Justiça. Psicologia JurídicaPsicologia Forense - Psicologia Jurídica - termo mais abrangente – inclui tanto os processos nos tribunais quanto aqueles que são frutos da decisão judicial ou de...

    6427  Palavras | 26  Páginas

  • Análise das condutas típicas ocorridas no filme "Anjos do Sol"

    JORGE TRINDADE ManuaI de Psicologia Jurídica PARA OPERADORES DO DIREITO TERCEIRA EDIÇÃO Revista e Ampliada Livraria do advogado / editora Porto Alegre, 2009 Manual de Psicologia Jurídica PARA OPERADORES DO DIREITO JORGE TRINDADE 1 T833m Trindade, Jorge Manual de Psicologia Jurídica para operadores do Direito / Jorge Trindade. 3. ed. rev. e ampl. - Porto Alegre: Livraria do Advogado Editora, 2009. 480 p., 23 cm. ISBN 978-85-7348-585-1 1. Psicologia criminal. 2. Psicologia...

    4554  Palavras | 19  Páginas

  • Psicologia jurídica

    Discutam e elaborem os questionamentos a seguir: 1. Discorrer resumidamente o nascimento da Psicologia como ciência. Em meados do século XIX a Psicologia e a Filosofia estavam diretamente ligadas. Os primeiros estudiosos da alma humana foram: Sócrates, Platão e Aristóteles. Sócrates preocupava-se com o limite que separava o homem dos animais (razão); para Platão alma e corpo eram elementos separados, onde a razão se encontra na cabeça; já Aristóteles entendia que corpo e mente eram interligados...

    777  Palavras | 4  Páginas

  • Psicologia Jurídica pelo Prof.: Roosevelt Suna

    FACET Psicologia Jurídica Direito Prof.: Roosevelt Suna 3º Período Material disponível no blog http://ptointerrogacao.blogspot.com/ Conteúdo 1. Introdução 4 1.1. Psicologia científica x psicologia do senso comum 4 1.2. Psicólogos e psiquiatras 7 1.3. Áreas de atuação 7 1.4. Conceitos básicos de psicologia 10 1.4.1. Comportamento 10 1.4.1.2. Hereditariedade e meio ambiente 10 1.4.1.2.1. Características herdadas 10 1.4.1.2.2. Características...

    31647  Palavras | 127  Páginas

  • Psicologia é a ciência que estuda o comportamento humano e seus processos mentais.

    Psicologia é a ciência que estuda o comportamento humano e seus processos mentais. Comportamento significa todas as ações do ser humano como falar, caminhar, ler, pensar, etc. inclui atividades objetivas e subjetivas. PSICOLOGIA: Surgimento Possui um percurso desde a antiguidade antes da era Cristã. Início entre os gregos e possui um momento importante entre eles. Platão e Aristóteles são marcos È entre os filósofos gregos que surge a 1ª sistematização da psicologia. Nessa época o termo...

    1899  Palavras | 8  Páginas

  • Psicologia Jurídica

    Trabalho de psicologia Jurídica 1 - O que é personalidade? Etimologicamente, a palavra persona é derivada do latim, da justaposição gramatical de preposição per e do substantivo sona, resultando: per + sona = persona. Define-se a personalidade como tudo aquilo que distingue um indivíduo de outros indivíduos, ou seja, é o conjunto de características psicológicas que determinam a sua individualidade pessoal e social. A personalidade de certo individuo é a reflexão de um complexo de fatores desde...

    1128  Palavras | 5  Páginas

  • - ggfh

    O PSICOPATA E O DIREITO PENAL BRASILEIRO QUAL A SANÇÃO PENAL ADEQUADA? BRAZILIAN CRIMINAL LAW AND THE FIGURE OF THE PSYCOPATH: WHAT IS THE ADEQUATE CRIMINAL SANCTION? Diego de Oliveira Palhares Marcus Vinícius Ribeiro Cunha RESUMO A psicopatia é tema que desafia há tempos as ciências criminais e a própria Justiça. Primeiramente ante a controvérsia sobre o que seja a psicopatia, ou seja, doença metal, doença moral ou transtorno de personalidade. Ademais, a discussão se estende à...

    5394  Palavras | 22  Páginas

  • Conceitos básicos sobre Psicologia e Psicologia Jurídica

    CONCEITOS BÁSICOS SOBRE PSICOLOGIA E PSICOLOGIA JURÍDICA Fontes: Prof William B. Gomes (UFRS) Prof. Juliany Gonçalves Guimarães Aguiar Prof. Dr. Jorge Trindade (ESMP/SE) Estudando a Psicologia através de 3 vias do conteúdo psicológico: Ativa: diz respeito à atividade dos indivíduos Movimentos, instintos, hábitos, vontades, tendências) Perfil Psicológico Afetiva: diz respeito à emoção e sentimentos dos indivíduos: (Prazer, dor, afetividade, paixões) Cognitiva: diz respeito...

    585  Palavras | 3  Páginas

  • psicvologia

    (títulos): Tópico 1; Psicologia e Psicologia Jurídica Tópico 2; O que é psicologia jurídica Tópico 3; Reflexões sobre Psicologia Jurídica e seu panorama no Brasil Tópico 4: Fatorescapazes de influenciar o modo de percepção de determinado acontecimento. Tópico 5: Behaviorismo (Teoria Comportalmental) Tópico 6: A psicologia da forma (Gestalt) Tópico 7: Perícia psicológica.Referências Bibliográficas: TRINDADE, Jorge. Manual de psicologia jurídica para operadores do direito: Porto Alegre: Livraria...

    1469  Palavras | 6  Páginas

tracking img