Livro O Pequeno Principe Conclusão Dos Capitulos artigos e trabalhos de pesquisa

  • Resenha do livro O Pequeno Principe

    O PEQUENO PRINCIPE 1- REFERENCIA BIBLIOGRAFICA SAINT-EXUPERY, Antoine de.O pequeno príncipe: com aquarelas do autor; tradução de Dom Marcos Barbosa. -48.ed. - Rio de Janeiro: Agir, 2009. 96p. : il. 2- CREDENCIAIS DO AUTOR O escritor, aviador e jornalista Antoine Marie Jean-Baptiste Roger de Saint-Exupéry nasceu em Lyon, na França, no dia 29 de junho de 1900. Filho do conde Jean Saint-Exupéry e da condessa Marie Foscolombe, Antoine nasceu numa família abastada e teve uma infância...

    2043  Palavras | 9  Páginas

  • O PEQUENO PRÍNCIPE

    Perguntas A) Breve informativo sobre o autor. B) Resumo do enredo compreendo nos capítulos C) Apresentação dos personagens que aparecem nos capítulos. D) Caracterização do tempo. E) Caracterização do espaço. F) Apontamento do clímax do enredo. G) Algum ensinamento extraído desses capítulos? H) Defina o significado do personagem “The Litlle Prince” Defina quem é o pequeno príncipe.* Respostas A) Antoine de Saint Expíry nasceu em 29 de junho de 1900 em Lyon na França...

    1600  Palavras | 7  Páginas

  • O Pequeno Principe

    O Pequeno Príncipe Introdução Nesse Livro do escritor francês Antoine de Saint-Exupéry vamos analisar uma breve observação sobre a história de um piloto de avião que após a queda de seu avião no deserto do Saara, conhece um menininho de roupas estranhas e cabelos loiros que lhe enche de perguntas e o pede pra fazer vários desenhos. Ele o chama de o Pequeno Príncipe. Eles começam uma amizade. Aos poucos o garotinho vai contando suas histórias, de onde ele veio, onde ele mora, e logo...

    798  Palavras | 4  Páginas

  • A constituição do discurso em O Pequeno Príncipe

    KARINA DO CARMO CINTRA MAYARA LUCIO FARCHE A CONSTITUIÇÃO DO DISCURSO EM O PEQUENO PRÍNCIPE FRANCA - SP 2010 KARINA DO CARMO CINTRA MAYARA LUCIO FARCHE A CONSTITUIÇÃO DO DISCURSO EM O PEQUENO PRÍNCIPE Trabalho de Conclusão de Curso apresentado ao curso Uni-FACEF Centro Universitário de Franca para obtenção do título de licenciatura em Letras Português/Literatura. Orientação: Profa. Dndª. Maria Madalena Borges Gutierre. ...

    13636  Palavras | 55  Páginas

  • O Príncipe - Maquiavel

    UNIC - UNIVERSIDADE DE CUIABÁ CAMPUS BEIRA RIO RESENHA O Príncipe – Nicolau Maquiavel CUIABÁ – MT JUNHO/2013 O PRÍNCIPE - Um manual prático de como conquistar e manter o poder Nicolau Maquiavel nasceu em Florença, na Itália, no dia 3 de maio de 1469. De família tradicional, recebeu uma educação humanista desde cedo, destacando-se, em sua vida adulta como historiador, poeta, diplomata e músico italiano do Renascimento. É reconhecido...

    777  Palavras | 4  Páginas

  • O Príncipe

    2.1 CAPÍTULO XVII (Da crueldade e da piedade e se é melhor ser amado que temido ou melhor ser temido do que amado) Maquiavel discorre sobre o fato de que ser temido levará o Príncipe às maiores conquistas e maior poder sobre o povo. Um Príncipe não deve preocupar-se em ser temido ou ser cruel, pois assim sendo, terá o maior respeito e evitará revolta e ações contra o seu poder. Caso o Príncipe optasse por ser amado, teria o povo ao seu lado apenas em momentos fora de perigo. Quando fosse...

    3326  Palavras | 14  Páginas

  • O PRÍNCIPE

    ..........................................04 O Príncipe Livros I, II, III..............................................................................................................05 Livros VI, VII..............................................................................................................05 Livros IX, XI...............................................................................................................06 Livros....................................................

    1523  Palavras | 7  Páginas

  • Aplicação livro O Príncipe

    Universidade Fumec Trabalho de Humanidades e Ciências Sociais Nicolau Maquiavel – O Príncipe Introdução O Príncipe  é um livro escrito por Nicolau Maquiavel em 1513, cuja primeira edição foi publicada postumamente, em 1532. Trata-se de um dos tratados políticos mais fundamentais elaborados pelo pensamento humano, e que tem papel crucial na construção do conceito de Estado como modernamente conhecemos. Descreve as maneiras de conduzir-se nos negócios públicos internos...

    2514  Palavras | 11  Páginas

  • Resenha o príncipe de maquiavel

    a outra, aos príncipes. Trata de relatos de uma longa experiência como filósofo, político italiano e secretário de Estado, escrita por Nicolau Maquiavel em seu livro, a fim de transformá-la em um manual para aquele que deseje conquistar e manter-se no poder. O PRÍNCIPE Ao adentrar nos escritos, nos fala das espécies de principado e de conquistas. O príncipe natural (hereditário) está para dar continuidade ao poder que herdou neste caso o povo já o aceita facilmente. O príncipe novo lida com...

    1265  Palavras | 6  Páginas

  • Resenha Crítica - O Príncipe Maquiavel

    PUC MINAS – P. CALDAS PONTIFÍCIA UNIVERIDADE CATÓLICA DE MINAS GERAIS RESENHA CRÍTICA DO LIVRO: “O PRÍNCIPE DE MAQUIAVEL CINTIA CORREA, RA. 83014731972, CURSO DE DIREITO, TURMA (P) ITAPETININGA/SP, SETEMBRO 2012 Resenha crítica de "O Príncipe" de Maquiavel Introdução Maquiavel, um dos principais pensadores políticos da história, desempenhou grande importância para a sociedade renascentista e até hoje ele é bastante analisado, causando grande...

    3096  Palavras | 13  Páginas

  • O principe

    pontos importantes do livro e as partes que nos chamou mais a atenção. Se possível uma breve biografia do personagem para abrilhantar mais o que vai se desenhar abaixo. Onde nasceu, como viveu e a importância da obra para a humanidade, nos dias atuais e em sua época. Nicolau Maquiavel nasceu em Florença, na Itália, no ano de 1469, filho de advogado e pertencente a uma família de destaque em seu torrão natal. No auge do Renascimento, sua pátria estava dividida em principados de pequeno porte, enquanto na...

    2052  Palavras | 9  Páginas

  • maquiavel: o principe

    INTRODUÇÃO Este trabalho irá fazer um breve relatório sobre a obra de Nicolau Maquiavel, O Príncipe. O mesmo tem como objetivo ser claro e objetivo, principalmente porque o assunto é extenso e os temas relacionados são de certo modo complexos. MAQUIAVEL: O PRÍNCIPE Nicolau Maquiavel Nicolau Maquiavel foi um importante historiador, diplomata, filósofo, estadista e político italiano da época do Renascimento. Nasceu na cidade italiana de Florença em 3 de...

    999  Palavras | 4  Páginas

  • O príncipe de maquiavel

    autoridade. Em 1850 a Itália ainda continuava dividida politicamente em diversos pequenos Estados soberanos (Reino das duas Sicílias, Estados Pontifícios, ducados de Toscana, etc.) a conclusão desse processo só se dá realmente em 1870 com a conquista de Roma. É nesse cenário que o pensamento do Maquiavel vai despontar. Sua obra é o retrato de sua experiência política e das causas de Estado as quais se envolveu em sua época. Seu livro é muito mais fruto da experiência do que da inteligência, uma forma de orientação...

    1642  Palavras | 7  Páginas

  • O principe de maquiavel

    1 1 O “PRÍNCIPE” de Maquiavel 1. Conteúdo O “Príncipe”, a mais famosa obra de Maquiavel é um livro póstumo.2 O título original De Principatibus cobre a primeira parte do livro, abarcando o estudo dos Estados, que se dividem em Repúblicas e Principados e estes em hereditários e adquiridos, além dos senhorios eclesiásticos. O essencial desta parte primeira trata dos príncipes novos. A segunda, aborda os fundamentos do poder explorando as leis e as armas. A terceira parte trata das regras...

    1659  Palavras | 7  Páginas

  • o principe de maquiavel

    Análise da obra “O Príncipe” de Nicolau Maquiavel. « Anterior /  Próximo » Por Douglas G. Fernandes / 30/05/2013 / ARTIGOS, ESTANTE DE: Livros, FILOSOFIA / Deixe um comentário RESUMO: A obra de Maquiavel “O Príncipe”, escrita em 1513 e publicada em 1532, por muito tempo foi alvo de muitas controvérsias. Pretendo com esta análise da obra, fundamentado especificamente no capitulo XXIV, porém utilizando-me de toda a obra escrita, demonstrar que em “O Príncipe” Maquiavel defende a centralização...

    7795  Palavras | 32  Páginas

  • Res principe

    Nicolau Maquiavel O Príncipe Florença, Itália – 03 Maio 1469 d.C + Florença, Itália – 20 Junho 1527 d.C Maquiavel exortava o Príncipe a se adequar às representações de virtude do povo que pretendia dominar. Maquiavel nasceu em Florença, na Itália, no ano de 1469. Seu pai era advogado e membro de uma proeminente família italiana. Segundo o historiador Garin, a família de Maquiavel não era aristocrática nem rica. Seu pai, advogado como um típico renascentista, era um estudioso das humanidades...

    5527  Palavras | 23  Páginas

  • O principe - Maquiavel

     Introdução: Este trabalho tem como objetivo analisar o livroPríncipe de Nicolau Maquiavel para poder dar um entendimento, de uma forma detalhada, sobre as idéias que o autor queria passar e sobre os motivos que o levarão a escrever este livro, a situação do autor, seu contexto histórico, entre outros fatores que iremos discorrer mais adiante. Maquiavel:             Nicolau Maquiavel(Niccolò Machiavelli) nasceu em florença na itália, seguiu varias profissões como diplomata, músico e historiador...

    1366  Palavras | 6  Páginas

  • Resumo de o principe de maquiavel

    Disciplina: Fundamentos Filosóficos Docente: João Batista Discentes: Arthur Coroa Análise do livro de Nicolau Maquiavel: O Príncipe BELÉM 2012 Introdução: Este trabalho tem como objetivo analisar o livro o Príncipe de Nicolau Maquiavel para poder dar um entendimento, de uma forma detalhada, sobre as idéias que o autor queria passar e sobre os motivos que o levarão a escrever este livro, a situação do autor, seu contexto histórico, entre outros fatores que iremos discorrer mais adiante...

    1344  Palavras | 6  Páginas

  • O Príncipe...Questões

    Questões 1 - Qual a relação existente entre a situação política da "Itália" e a obra O Príncipe? Filho de um influente advogado florentino, Maquiavel viveu durante um período de transição onde testemunhou o enfraquecimento do poder feudal, decorrente do declínio da legalidade estruturante da Idade Média, quando, por outro lado, emergiu um discurso político que serviu de base ara a Idade Moderna. Presenciou o florescimento da cultura renascentista e do poder político em Florença, inicialmente...

    3602  Palavras | 15  Páginas

  • Fichamento completo do principe de maquiavel

    O Príncipe de Maquiavel Essa obra é dirigida a um príncipeque esteja governando e serve para o aconselhar sobre a manutenção de seu governo de forma eficiente. A eficiência da forma de manter o poder e a manutenção do estado é a ciência política de Maquiavel. O presente fichamentofoi feito do livro: Os pensadores – Maquiavel (traduzido por Olívia Bauduh) e o escrito se desenrola em XXVI Capítulos. A obra inicia com Maquiavel dizendo a quem elededica sua obra: Lourenço de Médici, filho de...

    4425  Palavras | 18  Páginas

  • resumo do livro o principe maquiavel

    O Príncipe de Maquiavel - Napoleão Bonaparte Introdução Como Segundo Chanceler de Florença, Maquiavel, e tinha uma vida política muito ativa. Era uma época de mudanças, o sistema feudal era substituído pela produção capitalista, a soberanias eram absorvidas pelas monarquias, e existia uma centralização do poder na Europa exceto na Itália. Maquiavel, então participava de encontros com as cortes estrangeiras para fazer acordos políticos. A experiência de sua vida é relatada neste livro, mostrado...

    9473  Palavras | 38  Páginas

  • Resumo o principe nicolau maquiavel

    Maquiavel“Tendo o príncipe necessidade de saber usar bem anatureza do animal, deve escolher a raposa e o leão, pois oleão não sabe se defender das armadilhas e a raposa nãosabe se defender da força bruta dos lobos. Portanto épreciso ser raposa, para conhecer as armadilhas e leão,para aterrorizar os lobos” (MAQUIAVEL, 1997). [pic] [pic][pic]  BREVE COMENTÁRIO SOBRE A OBRA Em “ O Príncipe”  , Maquiavel mostra de maneira detalhista o que, em sua opinião,é fundamental para um líder comandar, conquistar...

    2894  Palavras | 12  Páginas

  • O Principe

    RESENHA O PRINCIPE – NICOLAU MAQUIAVEL ERECHIM 2013 RESENHA O PRINCIPE – NICOLAU MAQUIAVEL Trabalho de Disciplina Filosofia, Curso de Ciências Contábeis, Departamento de Ciências Sociais Aplicadas da Universidade Regional Integrada do Alto Uruguai e das Missões Campus de Erechim. Professor: Adroaldo Lise ERECHIM 2013 Introdução Este trabalho tem como objetivo explorar a obra mais famosa de Nicolau Maquiavel, o livro O Príncipe, que foi escrita...

    4912  Palavras | 20  Páginas

  • ICS Resumo Príncipe

    Universidade Federal do Rio de Janeiro Instituto de Economia Resenha II Livro “ O Príncipe” de Maquiavel Capítulos: XV - XXI ; XXV - XXVI Aluna: Ludmila Zamboni de Sá Vasconcellos Professora: Monica Bruckmann Matéria: Introdução a Ciências Sociais 16/09/2013 Considerações Os capítulos são apresentados nas palavras de Maquiavel já de forma sucinta e objetiva, sendo cada parágrafo dos textos...

    4588  Palavras | 19  Páginas

  • Resenha do livro "o contrato social " jean jaques rousseau.

    INTRODUÇÃO Todo individuo é livre, portanto limita-se a escravidão de necessitar dos outros para se libertar, sempre é ignorado. Todavia se tem a solução, a ordem social, que trará a todos o direito de dizer o que quer e ter o que merece. Livro I Capitulo I "Enquanto um povo é obrigado a obedecer e obedece, faz bem; tão logo possa sacudir o jugo e o sacode, faz ainda melhor, porque, recuperando sua liberdade por meio do mesmo direito com qual foi arrebatada dele, ou esse lhe serve de base...

    7818  Palavras | 32  Páginas

  • Fichamento do capítulo 2 do livro Curso de Ciência Política

    política em tempos de renascimento.” “O pequeno “Nicolò” começou seus estudos aos sete anos e aos doze já transitava pela literatura latina, com auxílio de um professor de latim, padre e também membro da guilda dos advogados.” “Os autores que se faziam presentes na casa dos Machiavelli, ao que se sabe, as próprias referências do pai, Bernardo, começavam por Aristóteles, e passavam por Cícero, Ptlomeu, Boécio, bem como o Código e o Digesto justinianos.” “Os livros eram como parte da família e foram muito...

    3674  Palavras | 15  Páginas

  • O PRINCIPE

    FACULDADE DE FILOSOFIA, LETRAS E CIÊNCIAS HUMANAS DEPARTAMENTO DE FILOSOFIA PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM FILOSOFIA As armas como instrumento de ação política em Maquiavel: uma análise de O príncipe São Paulo 2009 As armas como instrumento de ação política em Maquiavel: uma análise de O príncipe Dissertação apresentada ao programa de Pós-Graduação em Filosofia do Departamento de Filosofia da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da Universidade de São Paulo, para...

    30788  Palavras | 124  Páginas

  • O principe

    RESUMO DO LIVRO: O PRÍNCIPE – Nicolau Maquiavel [pic] Nicolau Maquiavel “Tendo o príncipe necessidade de saber usar bem a natureza do animal, deve escolher a raposa e o leão, pois o leão não sabe se defender das armadilhas e a raposa não sabe se defender da força bruta dos lobos. Portanto é preciso ser raposa, para conhecer as armadilhas e leão, para aterrorizar os lobos” (MAQUIAVEL, 1997). BREVE COMENTÁRIO SOBRE A OBRA Em “O Príncipe”, Maquiavel mostra de maneira...

    2774  Palavras | 12  Páginas

  • O pequeno príncipe

    TRABALHO DE FILOSOFIA Por: Simone Vieira Oliveira de Azevedo Santo Antônio de Pádua, RJ - Brasil Junho de 2011 ANTOINE DE SAINT-EXUPÉRY O PEQUENO PRÍNCIPE Trabalho apresentado como requisito parcial para obtenção da nota na disciplina de Pesquisa e Prática da Educação Graduação em Pedagogia, do Instituto Superior de Educação de Santo Antônio de Pádua do Estado do Rio de Janeiro. Por: Simone Vieira Oliveira de Azevedo Orientador: Profº...

    1729  Palavras | 7  Páginas

  • Livro : macunaíma

    Macunaíma Introdução: O livro Macunaíma faz parte da 1ª fase Modernista, podemos perceber a influência das vanguardas européias, e várias técnicas inovadoras de linguagem, por isso o livro oferece algumas dificuldades ao leitor. Há inúmeras referências ao folclore brasileiro, onde a narrativa se aproxima da oralidade, típica característica de uma das fases modernistas, quando os escritores preocupavam-se em descobrir a identidade do país e do povo brasileiro, e nessa busca Mário de...

    1181  Palavras | 5  Páginas

  • Resumo O Príncipe - MAQUIAVEL, Nicolau.

    UNIVERSIDADE FEDERAL DE MATO GROSSO DO SUL Curso: Ciências Sociais Nesse pequeno trabalho será feito um resumo da obra “O Príncipe” de Nicolau Maquiavel. A obra é um livro de orientação prática de algumas ações políticas que o Príncipe deve fazer para conquistar e se manter no poder. No inicio do livro, Maquiavel apresenta dois tipos de reinado, o hereditário e o adquirido, e mostra quais são as duas formas de como o governante chega ao poder uma pela virtude...

    2463  Palavras | 10  Páginas

  • resumo da página 9, 10, 11, 12 e 13 do primeiro capítulo do livro Ler e Compreender os sentidos do texto dos autores Ingedore Villaça e Vanda Maria Elias

    br/2012/05/livroler-e-compreenderos-sentidos-do.html Resumo de livros Livro: "Ler e compreender: os sentidos do texto" - Ingedore Villaça Koch eVanda Maria Elias (Resumo)    Este livro te ajudará a entender as contribuições da Linguística Textual para a teoria e pratica de ensino da leitura, como pressuposto básico a concepção de que o texto é lugar de interação de sujeitos sociais.       Cada um dos nove capítulos apresenta de forma simples e didática, as principais estratégicas que...

    1759  Palavras | 8  Páginas

  • Resumo sobre os capítulos do livro: do contrato social

    Sumário Livro I Capítulo 1 – Assunto deste primeiro livro...................................................................... Pág. 03 Capítulo 2 – Das primeiras sociedades ........................................................................ Pág. 03 Capitulo 3 – Do direito do mais forte ............................................................................. Pág. 03 Capítulo 4 – Da escravidão...........................................................................................

    3464  Palavras | 14  Páginas

  • A Menina que Roubava livros

    Queria começar falando sobre clássicos e sua importância ou sua definição. Mas não cheguei a conclusão nenhuma. Então resumindo: Eu considero A Menina que Roubava Livros um clássico, mas não sei por quê. Sempre pensei nesse livro dessa maneira. Na verdade, nem sabia sobre o que era o livro. Achei que era sobre alguma coisa leve e reflexiva no estilo Pequeno Príncipe em versão mais madura. Ledo Engano. O livro, publicado em 2007 no Brasil pela editora Intrínseca, foi escrito pelo autor Markus Zusak...

    1304  Palavras | 6  Páginas

  • O Príncipe - comentado por Napoleão

    O Príncipe Conforme Novo Acordo Ortográfico O Príncipe.indd 1 11/3/2009 17:08:03 O Príncipe.indd 2 11/3/2009 17:08:03 Nicolau Maquiavel O Príncipe Tradução e Notas: Afonso Teixeira Filho O Príncipe.indd 3 11/3/2009 17:08:03 Publicado originalmente em italiano sob o título Il Principe. Direitos de tradução para todos os países de língua portuguesa. © 2009, Madras Editora Ltda. Editor: Wagner Veneziani Costa Produção e Capa: Equipe Técnica Madras Tradução e Notas: ...

    64818  Palavras | 260  Páginas

  • Projeto O pequeno Princípe

    ESCOLA ESTADUAL DE ENSINO FUNDAMENTAL BARÃO DO RIO BRANCO PROJETO do 1º ANO A Professora: Ângela Astil Dallepiane Schneider EIXO TEMÁTICO: LIVRO O PEQUENO PRÍNCIPE TEMA GERAL: VIVENCIANDO DESCOBERTAS COM O PEQUENO PRÍNCIPE SUBTEMAS: 1º trimestre – Conhecendo a própria história e identificando visões de mundo 2º trimestre – Aprendendo com novos valores e mudando as atitudes 3º trimestre – Desenvolvendo conhecimentos e habilidades formando leitores JUSTIFICATIVA: A leitura...

    2165  Palavras | 9  Páginas

  • Resumo do livro principe de maquiavel

    O Príncipe é um livro escrito por Nicolau Maquiavel em 1512, trata-se de um pequeno manual da conduta de príncipes, descreve as maneiras de conduzir-se nos negócios públicos internos e externos, e fundamentalmente, como conquistar e manter um principado. Maquiavel deixa de lado o tema da República que será mais bem discutido nos Discursos sobre a primeira década. Republicanos teriam apontado o principado como solução intermediária para unificar a Itália, após o que seria possível a forma republicana...

    692  Palavras | 3  Páginas

  • Resenha o pequeno principe

    Mundial, Antoine de Saint-Exupéry, que nasceu em Lyon. O qual é o próprio narrador da história. O livro é bastante profundo, poético e filosófico, resultando em pensamentos e reflexões através do que o autor quis subentender em cada frase escrita. A obra é dividida em vinte e oito capítulos. O autor transmite a mensagem em várias passagens durante a história, começando pelo primeiro capitulo onde o piloto, quando criança queria seguir a carreira de desenhista, mas desiste quando todas as pessoas...

    990  Palavras | 4  Páginas

  • Livro - O Principe - Maquiavel

    O príncipe | Maquiavel www.mundocultural.com.br O PRÍNCIPE Maquiavel AO MAGNÍFICO LORENZO DE MEDICI NICOLÓ MACHIAVELLI www.mundocultural.com.br O príncipe | Maquiavel www.mundocultural.com.br ÍNDICE O PRÍNCIPE CAPÍTULO I De quantas espécies são os principados e de que modos se adquirem ÍNDICE DOS PRINCIPADOS Capítulo II Dos principados hereditários Capítulo III Dos principados mistos Capítulo IV Por que o reino de Dario, ocupado por Alexandre, não se rebelou contra...

    32873  Palavras | 132  Páginas

  • o principe

    tão atual quanto ele? Um ex-ministro, poderosíssimo, deste país confessou, publicamente, que "O Príncipe" era seu livro de cabeceira. Falo sobre Delfim Netto. O Fernando Henrique, habituado a dizer bobagens, nunca confessou, mas basta ver suas atirudes e decisões para verificar que "O Príncipe " é mais que um livro de cabeceira, é Bíblia. As pessoas, neste país não lêem, ou o fazem mal. "O príncipe" deve ser analisado com cuidado. De forma indireta, é um libelo pela democracia e libertarismo...

    32454  Palavras | 130  Páginas

  • capitulos de direito penal

    Capítulo II – Origem das Penas. Direito de Punir Beccaria nessa parte da obra confere a moral fundada “em sentimentos indeléveis” os princípios fundamentais do direito que o soberano tem de punir os delitos. No entanto, o autor chama atenção para o fato de que os indivíduos não abdicam de parte de sua liberdade gratuitamente (em virtude da regulação dos delitos e aplicação das penas), mas sim pelo propósito de resistirem às intempéries surgidas pelos conflitos decorrentes da escassez de recursos...

    1262  Palavras | 6  Páginas

  • Resenha do livro "o príncipe" de nicolau maquiavel

    RAMOS MENDES RESENHA DO LIVRO “O PRÍNCIPE” DE NICOLAU MAQUIAVEL SERRA 2012 WERICK RAMOS MENDES RESENHA DO LIVRO “O PRÍNCIPE” DE NICOLAU MAQUIAVEL SERRA 2012 Nicolau Maquiavel nasceu em Florença, na Itália, no ano de 1469. Seu pai era advogado e sua família era de destaque em sua terra natal. Quando o Renascimento estava em seu auge sua pátria era dividida em principados de pequeno porte, enquanto Espanha, Inglaterra e...

    1915  Palavras | 8  Páginas

  • Resenha Crítica do Livro O príncipe - Niccolo Machiavelli

    Resenha Crítica “O Príncipe” – Niccolo Machiavelli Niccolo Machiavelli nasceu na Itália, no século XVI, no período Renascentista, época em que o país ainda era dividido em feudos. O livro O Príncipe é dedicado a Lorenzo de Medici, alguém que Machiavelli queria ensinar, com esse livro, a como reinar a Itália com êxito, escrevendo nele todo seu conhecimento sobre as ações dos grandes homens daquela época. Por ter passado muito tempo sendo consultor de guerras e políticas internas, Machiavelli...

    604  Palavras | 3  Páginas

  • Livro O principe de Maquiavel

    Italo Scheffer O Principe Italo Scheffer Nicollo Machivelli CAPÍTULO I CAPÍTULO II CAPÍTULO III CAPÍTULO IV CAPÍTULO V CAPÍTULO VI CAPÍTULO VII CAPÍTULO VIII CAPÍTULO IX CAPÍTULO X CAPÍTULO XI CAPÍTULO XII CAPÍTULO XIII CAPÍTULO XIV CAPÍTULO XV CAPÍTULO XVI CAPÍTULO XVII CAPÍTULO XVIII CAPÍTULO XIX CAPÍTULO XX CAPÍTULO XXI CAPÍTULO XXII Italo Scheffer CAPÍTULO XXIII CAPÍTULO XXIV CAPÍTULO XXV CAPÍTULO XXVI Costumam, o mais das vezes, aqueles que desejam...

    32179  Palavras | 129  Páginas

  • Livros

    O Príncipe (em italiano, Il Principe) é um livro escrito por Nicolau Maquiavel em 1512, cuja primeira edição foi publicada postumamente em 1532. Trata-se de um pequeno manual da conduta de príncipes, no mesmo estilo do Institutio Principis Christiani de Erasmo de Roterdã: descreve as maneiras de conduzir-se nos negócios públicos internos e externos, e fundamentalmente, como conquistar e manter um principado.Maquiavel deixa de lado o tema da República que será mais bem discutido nos Discursos sobre...

    811  Palavras | 4  Páginas

  • Resenha de livros

    DE ENSINAR INTRODUÇÃO  Neste livro o autor discute vários aspectos do conhecimento e formas de transferência deste conhecimento para alunos e através de gerações, ele mostra uma divergência de opiniões particular sobre o oficio de “ensinar”, onde trata do tema de uma maneira apaixonada expressando-se de uma forma muito transparente e é muito categórico em suas criticas, relatando também suas experiências quando aluno. O autor utiliza poemas, cita alguns livros e menciona alguns filósofos, compartilha...

    6430  Palavras | 26  Páginas

  • Resenha de o Principe

    DOCENTE: DOUGLAS ARAÚJO Júnior de Oliveira Costa RESENHA CRÍTICA DO LIVRO O PRÍNCIPE NATAL/RN 2013.2 JÚNIOR DE OLIVEIRA COSTA RESENHA CRÍTICA DO LIVRO O PRÍNCIPE Referências MAQUIAVEL, Nicolau. O Príncipe (Título original Il Principe revisto por Maria d Fátima C.A. Madeira) Tradução de Pietro Nasseti 8°ed. São Paulo-SP Martin Claret, 2005. 189p. O Príncipe foi escrito originalmente em forma de carta e a princípio seria atribuída a Giuliano...

    2221  Palavras | 9  Páginas

  • O Principe

    O PRÍNCIPE Maquiavel AO MAGNÍFICO LORENZO DE MEDICI NICOLÓ MACHIAVELLI ÍNDICE DOS PRINCIPADOS Capítulo II. Dos principados hereditários Capítulo III. Dos principados mistos Capítulo IV. Por que o reino de Dario, ocupado por Alexandre, não se rebelou contra seus sucessores após a morte deste Capítulo V. De que modo se devam governar as cidades ou principados que, antes de serem ocupados, viviam com as suas próprias leis Capítulo VI. Dos principados novos que se conquistam com as armas próprias e...

    30579  Palavras | 123  Páginas

  • O principe

    O Príncipe (em italiano, Il Principe) é um livro escrito por Nicolau Maquiavel em 1513, cuja primeira edição foi publicada postumamente, em 1532. Trata-se de um dos tratados políticos mais fundamentais elaborados pelo pensamento humano, e que tem papel crucial na construção do conceito de Estado como modernamente conhecemos. No mesmo estilo do Institutio Principis Christiani de Erasmo de Roterdã: descreve as maneiras de conduzir-se nos negócios públicos internos e externos, e fundamentalmente, como...

    1044  Palavras | 5  Páginas

  • O príncipe

    O PRÍNCIPE Maquiavel AO MAGNÍFICO LORENZO DE MEDICI NICOLÓ MACHIAVELLI ÍNDICE DOS PRINCIPADOS Capítulo II. Dos principados hereditários Capítulo III. Dos principados mistos Capítulo IV. Por que o reino de Dario, ocupado por Alexandre, não se rebelou contra seus sucessores após a morte deste Capítulo V. De que modo se devam governar as cidades ou principados que, antes de serem ocupados, viviam com as suas próprias leis Capítulo VI. Dos principados novos que se conquistam com as armas...

    32323  Palavras | 130  Páginas

  • pequeno prícipe

    ENSINO DE LÍNGUA PORTUGUES II PROFESSORA: PROJETO “VIAJANDO PELO MUNDO DAS PALAVRAS COM O PEQUENO PRÍNCIPE ALINE ANTUNES DILMA ELOISE DOMINIQUE SANDY SARAH SARAIVA THAYSE PINHEIRO NATAL/RN 2014 ALINE ANTUNES DILMA ELOISE DOMINIQUE SANDY SARAH SARAIVA THAYSE PINHEIRO PROJETO “VIAJANDO PELO MUNDO DAS PALAVRAS COM O PEQUENO PRÍNCIPE” Projeto de ensino apresentado à disciplina de Ensino de Língua Portuguesa II, no curso...

    4768  Palavras | 20  Páginas

  • O principe

    aqui vel p a Capítulo XIV. O que compete a um príncipe acerca da milícia(tropa) Capítulo XV. Daquelas coisas pelas quais os homens, e especialmente os príncipes, são louvados ou vituperados . Capítulo XVI. Da liberalidade e da parcimônia Capítulo XVII. Da crueldade e da piedade; se é melhor ser amado que temido, ou antes temido que amado Capítulo XVIII. De que modo os príncipes devem manter a fé da palavra dada Capítulo XIX. De como se deva evitar o ser desprezado e odiado Capítulo XX. Se as fortalezas...

    32437  Palavras | 130  Páginas

  • Projeto: O Pequeno Princípe

    A OBRA “O PEQUENO PRÍNCIPE” E A VALORIZAÇÃO DO SER HUMANO APRESENTAÇÃO Ter sonhos significa estar vivo. Imaginar é uma habilidade que deve ser alimentada na infância e principalmente na adolescência, pois na passagem da primeira para a segunda infância, o aluno, muitas vezes, deixa de fantasiar, de sonhar. A falta de imaginação pode representar uma dificuldade para ele enfrentar sua realidade, conduzindo-o a um mau caminho, como o das drogas. É necessário criar oportunidades para a continuidade...

    1469  Palavras | 6  Páginas

  • O Principe Nicolau Maquiavel 1

    O PRÍNCIPE Maquiavel AO MAGNÍFICO LORENZO DE MEDICI NICOLÓ MACHIAVELLI ÍNDICE DOS PRINCIPADOS Capítulo II. Dos principados hereditários Capítulo III. Dos principados mistos Capítulo IV. Por que o reino de Dario, ocupado por Alexandre, não se rebelou contra seus sucessores após a morte deste Capítulo V. De que modo se devam governar as cidades ou principados que, antes de serem ocupados, viviam com as suas próprias leis Capítulo VI. Dos principados novos que se conquistam com as armas próprias e...

    30579  Palavras | 123  Páginas

  • Resumo o principe

    Resumo: O Príncipe O Príncipe (em italiano, Il Principe) é um livro escrito por Nicolau Maquiavel em 1513, cuja primeira edição foi publicada postumamente, em 1532. Trata-se de um dos tratados políticos mais fundamentais elaborados pelo pensamento humano, e que tem papel crucial na construção do conceito de Estado como modernamente conhecemos. No mesmo estilo do Institutio Principis Christiani de Erasmo de Roterdã: descreve as maneiras de conduzir-se nos negócios públicos internos e externos,...

    974  Palavras | 4  Páginas

  • Pequeno principe

    título: O pequeno Príncipe, local de publicação: França 1996; editora: Agir 2. Dados sobre o Autor: - Perfil básico: escritor, ilustrador e piloto - Principais obras publicadas na área: O aviador-1926, Correio do Sul-1929, Vôo Noturno- 1931, Terra dos homens- 1939, Piloto de Guerra-1942, O Pequeno Príncipe-1993/1994 e Carta a um refém-1948. 3. Dados sobre a Obra (livro ou capítulo, artigo) – 10 a 20% da resenha: O livro “O pequeno Príncipe” inicialmente...

    584  Palavras | 3  Páginas

  • O principe maquiavel

     O PRÍNCIPE Maquiavel Dedicatória Capítulo I -De quantas espécies são os principados e de que modo são adquiridos Capítulo II - Dos principados hereditários Capítulo III - Dos principados mistos Capítulo IV - Por que o reino de Dario que Alexandre ocupara não se rebelou contra seus sucessores após a morte de Alexandre Capítulo V - De que modo deve-se governar as cidades ou principados que, antes de serem ocupados, viviam com as suas próprias leis Capítulo VI - Dos principados novos que...

    30395  Palavras | 122  Páginas

  • Reflexão O Pequeno Principe

    O PEQUENO PRÍNCIPE CAMPO MOURÃO 2014 LUANA SILVA DE FREITAS REFLEXÃO FILOSOFICA O PEQUENO PRÍNCIPE Trabalho de Reflexão filosófica do livro o Pequeno Príncipe, da disciplina de ...

    1032  Palavras | 5  Páginas

  • Resumo de "O Príncipe"

    Resumo do livro “O Príncipe” “O Príncipe” é o livro mais conhecido de Nicolau Maquiavel. Foi escrito em 1513, apesar de sua publicação ocorrer somente em 1532, após a morte do autor em 1527. Teve origem com a união de Juliano de Médici e do Papa Leão X, na qual Maquiavel enxergou a possibilidade de um príncipe, finalmente, unificar a Itália, e dessa forma defendê-la contra os estrangeiros. Apesar da obra ser dedicada a Lourenço II de Médici, mais jovem, de forma a estimulá-lo a realizar esta...

    3791  Palavras | 16  Páginas

  • O Principe - Maquiável

    Fundação Universidade Federal de Mato Grosso do Sul Curso de Graduação em História Docente: Profº Marco Aurélio Discente: Marcelo Gotardi de Almeida MAQUIAVEL, Nicolau. 1513. O Príncipe Nicolau Maquiavel nasceu em Florença, na Itália, em 03 de maio de 1469 e serviu a Corte de César Bórgia, que era um governante inescrupuloso e enérgico, até os Médici derrubarem a República, em 1512, quando Maquiavel foi deposto e exilado. Em 1519 ele foi anistiado e em 1527 foi reinstaurada...

    1711  Palavras | 7  Páginas

tracking img