• atps
    Fernandez Chavare, demonstrando cumprimento da atividade proposta para o 2º bimestre, da disciplina de Libras. Campinas –2012 AULA TEMA 02: Igualdade de Oportunidade. A inclusão do surdo no ensino regular significa mais do que apenas seu aprendizado e respeitar sua cultura como todo...
    769 Palavras 4 Páginas
  • Eu sou assim
    nas turmas comuns do ensino regular. Outros dois importantes documentos referentes à educação de pessoas com surdez e a LIBRAS é o Decreto 5626/05 e a Lei nº 10.436/02. Para complementar nossos estudos, indicamos a leitura do texto "Da escola dos diferentes à escola das diferenças", conforme referência...
    1694 Palavras 7 Páginas
  • Marketing
    BRASIL. Decreto nº3956, de 8 de outubro de 2001.Promulga a Convenção Interamericana para a Eliminação de Todas as Formas de Discriminação contra as Pessoas Portadoras de Deficiência (Convenção da Guatemala).Disponível em: http://www.mec.gov.br/seesp/leis 8 Referências • ______.Decreto nº4176...
    645 Palavras 3 Páginas
  • A aprendizagem de LIBRAS por ouvintes: a indissociabilidade entre teoria e prática constante para sua efetivação
    de uso da língua dos surdos se acentuaram em medida considerável nos últimos anos devido a criação da lei de LIBRAS nº 10436/02 que promulgou a mesma como língua oficial do Brasil e o decreto 5626/05 que fez a devida regulamentação, segundo Freitas (2008). Neste caso o país passou a ser bilíngue, ou...
    3777 Palavras 16 Páginas
  • Decreto de libras 5626
    Decreto 5626 de Libras Libras é uma língua e não uma linguagem. De acordo com Fernando Capovilla, “Língua define um povo”. Linguagem, um indivíduo. Assim, do mesmo modo como o povo brasileiro é definido por uma língua ou idioma em comum, o Português (que o distingue dos povos de todos os países com...
    415 Palavras 2 Páginas
  • libras
    ..........................................................05 1.1 LIBRAS E A CULTURA SURDA...................................................................................05 1.2 ANÁLISE DOS TEXTOS IDENTIDADES SURDAS E SOBRE A LEI 10.436/02.....06 ETAPA 2 2 ESCOLAS REGULARES E O TRABALHO COM DEFICIENTES...
    3101 Palavras 13 Páginas
  • A história do surdo
    dessa comunidade, a estudar sobre eles. Agradeço a Deus a oportunidade de estar aprendendo sobre um assunto tão maravilhoso e especial como este. Tive 02 alunos surdos (um surdo mudo e um parcialmente surdo). Fui néscia e não busquei aprender sobre ele e só tive aproveitamento nas aulas de matemática com...
    2827 Palavras 12 Páginas
  • Inclusão Escolar
    especializado a Superdotados; em 1961, atendimento especial passa a ser fundamentado em Lei 4.024/61, dá direito à excepcional a educação, preferencialmente, dentro do sistema geral de ensino; Lei 5692/71, altera lei anterior, definindo tratamento especial aos que apresentam deficiências/superdotação,...
    4102 Palavras 17 Páginas
  • A istoria dos surdos e a inclusao das crianças no ensino fundamental
    relação entre o homem e a sociedade é sempre mediada por produtos culturais humanos. Vivemos momentos históricos marcados pelo surgimento de novas leis direcionadas aos surdos como não deficientes. Pois toda criança de ambos os sexos, independente da raça, cor e religião tem direito fundamental a educação...
    2744 Palavras 11 Páginas
  • Libras
    aprender a falar naturalmente, por via auditiva, ainda que com grande dificuldade. O Brasil a partir de uma Lei 10436 de abril de 2002 foi regulamentado pelo decreto federal 5626 de 22 de dezembro de 2005, o governo reconhece a LIBRAS como a língua para surdos com direito que nas instituições...
    532 Palavras 3 Páginas
  • Libras
    delas vêm adotando a comunicação total. Em 2002, foi promulgada uma lei que reconhecia a Língua Brasileira de Sinais como meio de comunicação objetiva e de utilização das comunidades surdas no Brasil. Em 2005, foi promulgado um decreto que tornou obrigatória a inserção da disciplina nos cursos de formação...
    1019 Palavras 5 Páginas
  • libras
    deficiência, preferencialmente na rede regular de ensino". A Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (LDB), lei nº 9394/96, procurando garantir o determinado na constituição estabelece em seu Artigo 58 que, na concepção da lei, a "educação especial" é definida como “a modalidade de educação...
    3726 Palavras 15 Páginas
  • Libras
    formou professor. Em 1855 imigrou para o Brasil a convite de D. Pedro II, com o propósito de fundar uma escola para surdos. Em 1857 D Pedro II, lei 839,26/9/1857, funda o Instituto dos Surdos-Mudos no RJ. Após 100 anos da fundação, passou a denominar INES, com atendimento só para meninos de 7 a 14...
    1439 Palavras 6 Páginas
  • libras
    e Felipe. O reconhecimento da Língua Brasileira de Sinais como a língua da comunidade surda brasileira ocorreu em 2002, com a Lei 10436/02, regulamentada pelo Decreto 5626/05, apenas no ano de 2005. Atualmente, conta-se no Brasil com estudos sobre os aspectos gramaticais e discursivos da Língua Brasileira...
    3349 Palavras 14 Páginas
  • Língua brasileira de sinais
    não havia escola especial. Solicitou então ao imperador D. Pedro II um prédio para fundar uma escola. * 1857 – No dia 26 de setembro, através da Lei 839, assinada por D. Pedro II, fundou-se o então Instituto Nacional de Educação dos Surdos-Mudos, atualmente Instituto Nacional de Educação dos Surdos...
    968 Palavras 4 Páginas
  • Libras
    e Felipe. O reconhecimento da Língua Brasileira de Sinais como a língua da comunidade surda brasileira ocorreu em 2002, com a Lei 10436/02, regulamentada pelo Decreto 5626/05, apenas no ano de 2005. Atualmente, conta-se no Brasil com estudos sobre os aspectos gramaticais e discursivos da Língua Brasileira...
    3349 Palavras 14 Páginas
  • O tradutor e Intérprete de Libras
    como dever do Estado, a oferta do atendimento educacional especializado, preferencialmente na rede regular de ensino (art. 208). A Lei 10.436/02 e o decreto 5.626/05 foi uma conquista muito importante para a comunidade surda e para o profissional intérprete da Língua de Sinais no Brasil. Art. 1º...
    5590 Palavras 23 Páginas
  • Tendências didáticas contemporâneas no ensino superior
    influências na prática pedagógica do professor de Libras no Ensino Superior. Por imposição dessas políticas, amparadas pela Lei de Libras nº 10.436/02 regulamentada pelo decreto nº 5.626/05, o sistema educacional federal, estadual, municipal e do Distrito Federal, se vê obrigado a garantir a inclusão do ensino...
    5665 Palavras 23 Páginas
  • A história da linguagem de sinais no brasil
    encarados como seres incompetentes (castigados ou enfeitiçados) e por isso os eliminavam; na Palestina surgem as primeiras referências aos surdos em LEI HEBRAICA (Talmud). Antiguidade Os Romanos, influenciados pelo povo grego, tinham ideias semelhantes acerca dos Surdos, vendo-o como ser imperfeito...
    2106 Palavras 9 Páginas
  • ATPS Libras
    educação e o aprendizado dos surdos. O insucesso nos resultados do método oral, gerou muitos debates e protestos o que fez que fosse criada a Lei 10436, de 24 de abril de 2002, na qual o governo brasileiro reconhece a LIBRAS ,LINGUA BRASILEIRA DE SINAIS , como meio de comunicação e expressão...
    2309 Palavras 10 Páginas