• Tensões da globalização
    GRADUAÇÃO EM SERVIÇO SOCIAL SEMINÁRIO DE POLÍTICA SOCIAL Capitulo III KeynesianismoFordismo e a Generalização da Politica Social DOCENTE: Msc. ANA BEATRIZ CYRINO Keynesianismo - Fordismo e a Generalização da Política Social ACADÊMICAS: FRANCILENE CRUZ KELMA SOUZA MARCILENE...
    773 Palavras 4 Páginas
  • fordismo
    Keynesianismo-fordismo e a generalização da política social No capítulo terceiro, Keynesianismo-fordimo e a generalização da política social, as autoras trazem os fundamentos da expansão e consolidação da política social no período pós-crise de 1929-1932, sobretudo, após a Segunda Guerra Mundial...
    327 Palavras 2 Páginas
  • Processo de Intenção de Ruptura
    POLITICA SOCIAL: Capitalismo,Liberalismo e origens da política social e KeynesianismoFordismo e a Generalização da Polìtica Social. POLÍTICA SOCIAL...
    2888 Palavras 12 Páginas
  • Fichamento de citação com comentário do livro: política social – fundamentos e história, capítulo 3- keynesianismo-fordismo e a generalização da política social.
    Fichamento de Citação com comentário do Livro: Política Social – Fundamentos e história, capítulo 3- Keynesianismo-fordismo e a generalização da política social. Trabalho apresentado a Faculdade Raimundo Marinho do Curso...
    3939 Palavras 16 Páginas
  • KEYNESIANISMO-FORDISMO E A GENERALIZAÇÃO DA POLÍTICA SOCIAL
    POLÍTICA SOCIAL KEYNESIANISMO-FORDISMO E A GENERALIZAÇÃO DA POLÍTICA SOCIAL - Behring e Boschetti – • Segunda metade do Séc. XIX até a Primeira Guerra Mundial: Expansão imperialista • Característica: grande expansão do capital, Controle do capital financeiro, imposição de modelos...
    2228 Palavras 9 Páginas
  • Trabalho de política social
    1) Analise a partir dos estudos de Behring e Bochetti (20202) os fundamentos sócio-históricos do keynesianismo-fordismo e o processo de generalização das políticas sociais nos países centrais e as particularidades desse processo no Brasil Diante da crise enfrentada pelo sistema capitalista em 1929...
    1568 Palavras 7 Páginas
  • Políticas e movimentos sociais no estado capitalista
    do novo paradigma socialista coordenado e sustentado pelo Estado, com governos social-democratas, esta foi a crise de 1929 e os impactos da 2ª G.M., isto é, a implantação do “ Keynesianismo-fordismo e a generalização da política social”. Como afirma Behring e Boschetti (2011) “o Estado, com o...
    1655 Palavras 7 Páginas
  • RESUMO DO 2º E 3º CAPÍTULO DO LIVRO POLÍTICA SOCIAL: FUNDAMENTOS E HISTÓRIA
    totalitário. Quanto a sua generalização se dá no pós Segunda Guerra Mundial quando há a passagem do capitalismo concorrencial para o monopolista. No texto, podemos observar nas sociedades pré-capitalistas protoformas das políticas sociais que correspondiam a algumas responsabilidades sociais, mas...
    1939 Palavras 8 Páginas
  • Keynesianismo-fordismo
    Keynesianismo - fordismo e a generalização da Política Social No período do pós-crise de 1929 à 1932 após a Segunda Guerra Mundial trouxe a tona os fundamentos da expansão e a consolidação da Política Social quando o capitalismo entrou na sua fase madura, fase essa em que o capitalismo vai...
    2208 Palavras 9 Páginas
  • poluiçao do rio tiete
    processos de organização do trabalho, na cultura e nas ações do mercado e do estado. Afirma a autora que a difusão do fordismo (...), assim como keynesianismo, fomenta a relação entre empregados patrões e estado a partir de um pacto social, o modelo previdencialista no caminho de sua...
    1284 Palavras 6 Páginas
  • relatorio do filme: nos que aqui estamos por vos esperamos
    Relatório do filme:” Nós que aqui estamos por vós esperamos”, comparando com o capitulo 3: “Keynesianismo-fordismo e a generalização da politica social”. Após assistirmos o filme “ Nós que aqui estamos por vós esperamos”, fazemos uma analise do século XX, em que o filme nos apresenta como uma...
    557 Palavras 3 Páginas
  • Keynesianismo anos de ouro
    Keynesianismo-Fordismo e a generalização da política social 1)Fundamentos sócio-histórico dos “anos de ouro” Introdução Desde a consolidação do capitalismo como modo de produção europeu e mundial sua base teórica era o liberalismo. Tal base sustentava que a iniciativa individual não...
    1052 Palavras 5 Páginas
  • Serviço social
    quando pensadores jus naturalistas concebem a sociedade civil em oposição a sociedade natural, no que surgi a sociedade política, como resultado de um contrato social, que permite o controle a total desordem que viva o homem, e o poder era exercido de forma coercitiva. Alguns elementos conceituam...
    1548 Palavras 7 Páginas
  • Keynesianismo-fordismo e a generalização da política social
    Políticas Sociais no Brasil, de maneira critica e exploratória analisando e pontuando algumas indagações. Keynesianismo-fordismo e a generalização da política social A origem da política social conforme estudos teve uma configuração significativa...
    4302 Palavras 18 Páginas
  • Politica
    defendia a propriedade privada e os ideais de liberdade política, religiosa, econômica, intelectual, além de que, acreditava que o mercado deve se auto-regular e equilibrar as diferenças sociais. Percebe-se assim, que o Keynesianismo propõe a interferência do estado como regulador das práticas...
    2444 Palavras 10 Páginas
  • Raizes do Brasil
    econômicas gerais, que interferem nas opções políticas e econômicas dos governos. Embora as condições para o surgimento e generalização de políticas sociais tenham o referido tempo histórico, o debate sobre o bem-estar na sociedade, sobre o que fazer com os pobres e - muito especialmente - sobre o...
    10170 Palavras 41 Páginas
  • docb
    Keynesianismo-fordismo e a generalização da política social A origem da política social conforme estudos teve uma configuração significativa após a Segunda Guerra que influenciou o mundo do capital, trazendo sua expansão e consolidação no período pós-crise de 1929-1932, tendo uma expansão do...
    4144 Palavras 17 Páginas
  • Política Social
    taxas de lucros em alta, obtendo, com isso, algum controle sobre o ciclo do capital. Dentro disso, qual foi o lugar da política social? Sua evolução enquanto estratégia anticíclica ocorre na era do keynesianismo. No entanto, existiram movimentos anteriores em que houve pressão do movimento operário...
    9135 Palavras 37 Páginas
  • fordismo e pós-fordismo
    da produção bem como daquela que tem interface com o tema, como é o caso, por exemplo, da literatura que discute modos de gestão econômica na qual o conceito de fordismo aproxima-se daquele de Estado de bem-estar social e de keynesianismo. Portanto, como paradigma organizacional, o fordismo se...
    6221 Palavras 25 Páginas
  • Sociologia do trabalho
    ) - Respeito às diferenças entre os indivíduos e a busca da igualdade política entre os diversos grupos sociais (mulheres, negros, homossexuais, empobrecidos, etc.) Aspectos negativos da mudança social: - Egoísmo e o individualismo - Utilitarismo nas relações de troca social - Distanciamento...
    6671 Palavras 27 Páginas