• inclusão
    para a criança deficiente mental, mais especificamente o deficiente mental leve, que na classificação aceita por Vygotsky (1989), recebia a denominação de “débil”. A descrição deste quadro da deficiência mental revela o grau leve de retardo que possibilita a esta criança, no processo educativo...
    5506 Palavras 23 Páginas
  • Lev Vygostky
    Instituto de Estudos de Deficientes e, após sua morte, no Instituto Cientifico de Pesquisas sobre Deficientes da Academia de Ciências Pedagógicas. No dia 11 de junho de 1934, com 37 anos, morreu de tuberculose. Teoria de Vygotsky - Sóciointeracionismo Vigotsky diz que para criança crescer...
    648 Palavras 3 Páginas
  • Doença mental
    verbal e fazer uso da mediação para promover a aprendizagem do deficiente mental surgem da análise dos estudos de Vygotsky (1989) sobre o desenvolvimento humano comprometido pela deficiência mental, que buscaram alcançar objetivos opostos aos da avaliação e classificação destas crianças. O referido...
    7170 Palavras 29 Páginas
  • Contribuições de Vigotsky: o papel da escola na formação da criança com deficiência.
    forças compensatórias e explorar caminhos alternativos de desenvolvimento, que implicam o uso de recursos especiais. A ideia de compensação pode ser articulada às criticas que Vygotsky faz à abordagem zoológica da infância, que investiga a criança a partir de parâmetros da pesquisa com animais e...
    6066 Palavras 25 Páginas
  • A CONTRIBUIÇÃO DAS ONGS PARA A INCLUSÃO DO DEFICIENTE INTELECTUAL NO ENSINO REGULAR
    base nas pesquisas de Vygotsky, Piaget e Wallon 38 CAPÍTULO 5. Relato da pesquisa de campo em duas instituições sem fins lucrativos que atendem a crianças com deficiência intelectual, CENHA e Nosso Lar 61 CONSIDERAÇÕES FINAIS 66 REFERÊNCIAS 68 RESUMO Este trabalho versa sobre a...
    24435 Palavras 98 Páginas
  • AULA39
    .54). Enfim, somente a educação social da criança com deficiência intelectual conduz a mesma a um processo de formação humana (VYGOTSKY, 1997). REFERÊNCIAS 556ANACHE, Alessandra Ayach. As contribuições da abordagem histórico- cultural para a pesquisa sobre os processos de aprendizagem...
    4313 Palavras 18 Páginas
  • vygotsky
    psicologicamente . Conclui-se que as estruturas cognitivas se definam na interação com pessoas, meio ambiente e linguagem , por isso interacista. Vygostky não escreveu nenhum livro que fundamentasse suas teorias, ele escrevia sobre educação nas horas vagas, ele não era um acadêmico, mas suas idéias eram...
    619 Palavras 3 Páginas
  • Educação inclusiva a partir da teoria de vygotsky
    Artigo: A proposta da educação inclusiva: Contribuições da abordagem Vygotskiana e da experiência Alemã. Hugo Otto Beyer RECIFE 2012 Ao analisar e comparar a teoria de Vygotsky na educação inclusiva com o artigo de Hugo Otto Beyer notou-se argumentos referentes a posicionamentos sobre a...
    1253 Palavras 6 Páginas
  • Psiciologia da educação
    engajar-se no raciocínio abstrato. As deduções lógicas podem ser feitas sem o apoio de objetos concretos. O estágio das operações formais, desenvolvido a partir dos doze anos de idade, a criança inicia sua transição para o modo adulto de pensar, sendo capaz de pensar sobre idéias abstratas. WALLON E...
    3946 Palavras 16 Páginas
  • O papel do professor na educação infantil inclusiva
    teoria sócio-histórica de Vygotsky, pelo fato de que para ambas as leis que regulam o desenvolvimento infantil são as mesmas para a criança com e sem deficiência. Também para Vygotsky (1993), as leis que regulam o desenvolvimento infantil são as mesmas tanto para a criança deficiente quanto...
    2117 Palavras 9 Páginas
  • Atps de psicologia
    biólogo, especializou-se no estudo de epistemologia, seus estudos revolucionaram a educação. Piaget fez pesquisas sobre as características do pensamento infantil com crianças Francesas e também com deficientes mentais, tudo concluiu que o desenvolvimento se caracteriza sensivelmente pelo mesmo...
    1256 Palavras 6 Páginas
  • psicologia
    presente trabalho fala sobre a psicologia no ensino. Onde mostramos a teoria dos principais contribui dores teóricos da psicologia voltada pro ensino, mostrando a relação entre o pensamento e a linguagem na criança, a partir das teorias de Sigmund Freud, Jean Piaget, Lev Vygotsky e Henri Wallon...
    2811 Palavras 12 Páginas
  • A inclusão de deficientes mentais
    Mentais. 1 INTRODUÇÃO Esse Paper sobre a inclusão de deficientes mentais foi pesquisado e teve a participação da palestrante RUTE LEONOR SENA, contatada pelo grupo para falar sobre inclusão. Conforme declara a Lei 9394/96, inclusão é uma proposta que condiz com a igualdade de...
    1715 Palavras 7 Páginas
  • Educação especial
    atribuído tem sido o de assistência a crianças e jovens deficientes e não o de educação de alunos que têm necessidades educativas especiais. As exigências educacionais historicamente vêm determinando esta compreensão, fundamentada no entendimento de que somente o saber especializado garante o atendimento...
    4652 Palavras 19 Páginas
  • Psicologia
    Arte, que só será publicado apenas em 65. Organiza o Laboratório de Psicologia para crianças deficientes – que em 1929 seria transformado no Instituto de Estudos de Deficientes e, após sua morte, no Instituto Cientifico de Pesquisas sobre Deficientes da Academia de Ciências Pedagógicas. No dia 11...
    4334 Palavras 18 Páginas
  • O desafio de ensinar libras em turmas comuns
    essencial na formação do pensamento e do carater do indivíduo.Vale ressaltar as idéias de Goldelf (1997) a respeito dos estudos de Vygotsky e suas aplicações no desenvolvimento de crianças surdas. A pesquisadora considera que voltado à criança surda com atraso de linguagem, surgem questionamentos sobre...
    4393 Palavras 18 Páginas
  • A DEFICIÊNCIA INTELECTUAL: O ASPECTO NEUROLÓGICO E O SOCIOINTERACIONISMO NESTE CONTEXTO
    15 não daquilo que está faltando em seu desenvolvimento. Vygotsky (1989 apud MONTEIRO, 1998, p. 75), afirma que "é impossível apoiar-se no que falta a uma criança, naquilo que ela não é. Torna-se necessário ter uma idéia, ainda que seja vaga, sobre oque ela possui, sobre o que ela é". O...
    8081 Palavras 33 Páginas
  • Pesquisa
    mais tarde em 1925 escreveu Psicologia da Arte , que seria públicado após 65 anos. Organizou o laboratório de Psicologia para crianças deficientes , que no ano de 1929 seria transformado no Instituto de Estudos de Deficientes e após sua morte , Instituto Cientifico de Pesquisas sobre deficientes da...
    367 Palavras 2 Páginas
  • Pedagogia
    crianças; ressaltando no entanto, que a criança com deficiência em seu desenvolvimento requer caminhos alternativos e recursos especiais. Sem dúvida as ideias de Vygotsky continuam atuais e influenciando na modificação de olhares e práticas, o que permite visualizar novas intervenções em espaços...
    1900 Palavras 8 Páginas
  • O bebê cego congênito e a questão do seu desenvolvimento na perspectiva de piaget e vygotsky
    e tentar trazer uma discussão interdisciplinar. A idéia é trazer uma discussão para entender a realidade das pessoas cegas e de que maneira elas conseguem se desenvolver e se incluir socialmente. 2. Vygotsky e Piaget: teorias sobre o desenvolvimento. 2.1 Lev Semenovitch Vygotsky Nasceu no...
    2718 Palavras 11 Páginas