Fisiopatologia Do Aneurisma artigos e trabalhos de pesquisa

  • fisiopatologia

    FERREIRA NUNES-CECON Curso técnico de farmácia Aneurisma intracraniano Conceição Aparecida Azevedo Queren da Silva Stefani Rodrigo Soares Moreira Jonas de P. N. Pinto Juiz de fora Março, 2014. Conceição Aparecida Azevedo Jonas de Paulo N. Pinto Queren da Silva Stefani Rodrigo Soares Moreira Aneurisma intracraniano Trabalho Apresentado á Disciplina fisiopatologia do Curso Técnico de Farmácia, do Centro Educacional Conceição...

    722  Palavras | 3  Páginas

  • Aneurisma cerebral

    Aneurisma cerebral Um aneurisma cerebral é uma doença na qual um vaso sanguíneo encontra-se anormalmente dilatado no cérebro. A dilatação é causada por uma fraqueza da parede de uma artéria ou veia do cérebro. O aneurisma cerebral é considerado perigoso pois, ao romper-se dentro da calota craniana, estrutura inelástica por natureza, produz um aumento da pressão intracraniana, o que faz com que as estruturas do cérebro responsáveis pela respiração sejam comprimidas, ocasionando a morte por parada...

    571  Palavras | 3  Páginas

  • Aneurismas arteriais

    UNIVERSITÁRIO CATÓLICO SALESIANO AUXILIUN ANEURISMAS ARTERIAIS Ana Paula RA: Andréia Moterani RA: 197346 Anne de Paula RA: Bruna Angélica Reche Martinês RA: 197321 Douglas Fernando RA: Fabíola Domingues RA: 196596 Kelly Palotta RA: 196893 Nayara Dantas RA: 197118 Araçatuba/SP 2012 SUMÁRIO * Definição de aneurismas arteriais..........................................................................................3 * Tipos de aneurismas............................................

    2499  Palavras | 10  Páginas

  • Estudo de caso aneurisma

    FACULDADE BARÃO DO RIO BRANCO-FAB CURSO DE GRADUAÇÃO EM ENFERMAGEM DÂMARYS NERI DIAS ESTUDO DE CASO: ANEURISMA CEREBRAL HEMORRAGIA SUBARACNÓIDE Rio Branco 2012 DÂMARYS NERI DIAS ESTUDO DE CASO: ANEURISMA CEREBRAL HEMORRAGIA SUBARACNÓIDE Estudo de caso apresentado ao curso de Enfermagem da Faculdade Barão do Rio Branco como requisito da prática de EstágioSupervisionado I, daRede Hospitalar, na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) no Hospital de Urgência e Emergência...

    3971  Palavras | 16  Páginas

  • Aneurisma (dissecante)

    Rondon Curso de Enfermagem/ Ciclo VI – Potencialidades em Saúde ANEURISMA (DISSECANTE) DE AORTA ABDOMINAL - NA VISAO DO CUIDADO PROXEMICO Acadêmica: Simonia Brígida Cruz de Siqueira Tutora: Prof. Mda. Mda. Maria Gorete Nicolette Pereira Cuiabá/MT 2012/2 Centro Universitário Candido Rondon Curso de Enfermagem/ Ciclo VI – Potencialidades em Saúde ANEURISMA (DISSECANTE) DE AORTA ABDOMINAL – JUNTO A APLICABILIDADE DO CUIDADO PROXEMICO ...

    8368  Palavras | 34  Páginas

  • Estudo Dirigido Fisiopatologia

    Estudo dirigido NII - Fisiopatologia 1 - O que é atrofia? É a redução de tamanho, através do desuso. É o que ocorre na massa muscular. 2 - O que é hipertrofia? A célula aumenta de tamanho, ocorre na célula muscular, com exercícios = novas miofibilas =aumento da massa muscular. 3- O que é hiperplasia? Aumenta o número de células. Ex.: o aumento do tamanho do útero na gestação. 4 – O que é metaplasia? É a substituição de um tipo celular por outro. Ex.: fumantes: o epitélio pseudo...

    1781  Palavras | 8  Páginas

  • Aneurisma Cerebral Laudo

    Aneurisma cerebral – Procurar em diretrizes, consensos e artigos de revisão Definição O que é um aneurisma? Aneurisma é a dilatação anormal de uma artéria devido à fraqueza na parede do vaso. Um aneurisma cerebral envolve uma artéria do cérebro. Ele pode romper e sangrar, resultando em morte ou derrame (AVC). Também existe a possibilidade do aneurisma comprimir o tecido cerebral circundante ou os nervos cranianos, causando perda neurológica. Aneurismas cerebrais são usualmente adquiridos com a...

    5102  Palavras | 21  Páginas

  • Fisiopatologia da aterosclerose

    Fisiopatologia e aspectos inflamatórios da aterosclerose ARTIGO DE REVISÃO Gottlieb MGV, Bonardi G, Moriguchi EH Fisiopatologia e aspectos inflamatórios da aterosclerose Physiopathology and inflammatory aspects of atherosclerosis MARIA G.V. GOTTLIEB GISLAINE BONARDI EMÍLO H. MORIGUCHI RESUMO Objetivo: Apresentar e avaliar o que tem se descoberto recentemente sobre a fisiopatologia, epidemiologia e aspectos inflamatórios envolvidos na aterosclerose dentro de uma perspectiva multidisciplinar...

    2887  Palavras | 12  Páginas

  • Fisiopatologia da Aterosclerose

    coronárias e poplíteas). A doença aterosclerótica assintomática acomete mais frequentemente as artérias que irrigam o coração, o encéfalo, os rins e as extremidades inferiores. Infarto do miocárdio, infarto cerebral (acidente vascular encefálico), aneurismas da aorta e doença vascular periférica (gangrena das pernas) são as principais consequências da aterosclerose. Nas artérias pequenas, os ateromas podem obstruir os lumens, comprometendo o fluxo sanguíneo dos órgãos mais distantes e resultando...

    3802  Palavras | 16  Páginas

  • Problem Based Learning - Fisiopatologia: Angina pectoris

    importantes desse estudo: Dores de origem cardíaca: A angina do peito, ou angina pectoris é um caso de dor torácica de altíssima importância clínica por ter correlação importante com o infarto agudo do miocárdio. É provocada, ou seja, tem como fisiopatologia os estímulos químicos na região do miocárdio que está sendo insuficientemente suprido por oxigênio. A isquemia aguda do miocárdio promove o acúmulo de metabólicos da respiração na corrente sanguínea e no microambiente local, desencadeando a dor...

    3447  Palavras | 14  Páginas

  • Seminario Doen As Neurologicas

    parasitas e fungos. As meningites bacterianas e virais são as mais importantes do ponto de vista da saúde pública, devido sua magnitude, capacidade de ocasionar surtos, e no caso da meningite bacteriana, a gravidade dos casos.” Meningite Bacteriana Fisiopatologia Meningococo, Disseminação Invasão Multiplicação Produção Aumento Alteração Epitelial Subaracnóidea da na depermeabilidade barreira citocinas dos Pneumococo, sanguínea invasores hematoencefálica (TNF no capilar Líquor Meningite Viral As meningites...

    1051  Palavras | 5  Páginas

  • Avc hemorragico

    Rosa, que, enquanto grupo elaborássemos um trabalho de investigação, o tema que nos foi atribuído para este mesmo trabalho foi: Acidente Vascular Cerebral Hemorrágico. Pretendemos com este trabalho expor em que consiste esta patologia, a sua fisiopatologia, diagnóstico, sintomatologia e formas de tratamento. Na nossa opinião este trabalho será bastante produtivo, pois enquanto futuros terapeutas ocupacionais vamos intervir com pessoas que sofreram deste tipo de AVC’s, sendo importante aprofundar...

    2827  Palavras | 12  Páginas

  • Memorial gestação

    ANEURISMA Conceito: Aneurisma é uma dilatação anormal de uma artéria cerebral que pode levar a ruptura da mesma no local enfraquecido e dilatado. Fisiopatologia: Uma boa comparação com o que acontece no aneurisma cerebral é a dilatação ou irregularidade da câmara de um pneu. Formam-se irregularidades na superfície da câmara e em um destes locais há ruptura da mesma com perda de ar sob pressão. Nos indivíduos que tem aneurisma cerebral há a ruptura destas irregularidades da artéria cerebral e...

    587  Palavras | 3  Páginas

  • sindrome de horner

    oculossimpático entre sua origem no hipotálamo e o olho. Claude Bernard primeiro notou a condição experimentalmente em 1852, e o oftalmologista suíço Johann Friedrich Horner descreveu-a em 1869. Pela participação dos dois médicos na descrição da clínica e fisiopatologia da síndrome, ela é conhecida com Síndrome de Claude Bernard-Horner (SCBH). Clinicamente, ocorre uma ptose palpebral discreta a moderada da pálpebra superior, devida a uma paresia do músculo tarsal superior ou de Müller. A pupila apresenta uma...

    902  Palavras | 4  Páginas

  • hidrocefalia

    hidrocefalia ligada ao cromossomo X, de manifestação masculina. Estima-se que constitua 2% das hidrocefalias congênita. Nos pacientes com hidrocefalia adquirida, as causas podem ser meningite, traumatismo e hemorragia subaracnóidea. Aneurisma cerebral definição Um aneurisma cerebral é doença na qual um segmento de vaso sanguíneo, quase sempre de uma artéria do Polígono de Willis, encontra-se anormalmente dilatado no encéfalo. A dilatação é causada em geral por uma falha muscular da parede de uma artéria...

    974  Palavras | 4  Páginas

  • Fisiopatologia das doenças cardiovasculares

    FISIOPATOLOGIA DAS DOENÇAS CARDIOVASCULARES 1. FISIOLOGIA CARDIACA O sistema circulatório é constituído pelo coração, o circuito pulmonar e o circuito sistémico. O coração é uma bomba muscular constituída por duas câmaras receptoras (aurículas) e duas câmaras bombeadoras (ventrículos). A função do coração é gerar pressão impelindo o sangue para os vasos sanguíneos. O sangue fluí de uma área de maior pressão para uma área de menor pressão. O circuito pulmonar leva o sangue pobre em...

    4095  Palavras | 17  Páginas

  • Estudo de Caso

    de Rio Branco-Acre durante o estágio em Clínica Médica transcorrido no período de 02 à 06 de Dezembro de 2013. Este vem relatar a história clínica de uma paciente com diagnóstico de Hipertensão Arterial, Insuficiência Cardíaca Congestiva (ICC), Aneurisma de aorta e Pneumonia (PNM). 1-HISTÓRICO DE ENFERMAGEM M.S.S, 77 anos, sexo feminino, nascida 24/06/1936, parda, viúva, 20 filhos, analfabeta, natural de Fortaleza-Ceará, evangélica, aposentada. Foi...

    3094  Palavras | 13  Páginas

  • SISTEMA CARDIOVASCULAR

    um esforço maior do que o normal para fazer circular o sangue através dos vasos sanguíneos. A hipertensão arterial é um dos principais fatores de risco para a ocorrência do acidente vascular cerebral, enfarte agudo do miocárdio, aneurisma arterial (por exemplo, aneurisma da aorta), doença arterial periférica, além de ser uma das causas de insuficiência renal crónica e insuficiência cardíaca. Mesmo moderado, o aumento da pressão sanguínea arterial está associado à redução da esperança de vida. A hipertensão...

    1208  Palavras | 5  Páginas

  • ACIDENTE VASCULAR ENCEFÁLICO

    coágulo móvel de origem cardíaca   Isquemia cerebral: Diminuição súbita no fluxo sanguíneo Hemorragia cerebral: HAS(60%), MAV, aneurismas 5 Acidente Isquêmico Transitório (AIT): Pode ocorrer antes do AVC como alerta (síncope, diplopia, parestesia). Os sintomas não duram mais do que 24h. AVC É UMA URGÊNCIA MÉDICA!!! 6 FISIOPATOLOGIA Acidente Vascular Encefálico Isquêmico (AVEI) Hemorrágico (AVEH) 7 AVCI X AVCH Item Isquemico Hemorrágico Conceito ...

    2560  Palavras | 11  Páginas

  • Patologias Neuro fisiopatol 2015

    NEUROLÓGICAS Profa.Dra. Andréa Vanessa P. Domeneghini Fisiopatologia- UNICEP- 2015 ACIDENTE VASCULAR CEREBRAL Comprometimento SÚBITO da circulação cerebral (1 ou + vasos) AVC (AVE – Encefálico)  interrompe ou  suprimento de O2  Lesão > casos Grave: Morte e Necrose cerebral (Qual ?) - CAUSAS: TROMBOSE Artérias cerebrais Vasos intracranianos TROMBOEMBOLIA Coração (vegetações) Aorta artéria carótida comum HEMORRAGIA Hipertensão Ruptura de Aneurisma HEMORRAGIA EMBOLIA TROMBOSE Independente da...

    1319  Palavras | 6  Páginas

  • Um acidente vascular cerebral

    [...] FISIOPATOLOGIA DA DOENÇA ACIDENTE VASCULAR CEREBRAL (AVC) OU ACIDENTE CEREBROVASCULAR Um acidente vascular cerebral um acidente cerebrovascular ou o que está sendo atualmente chamado de “ataque cerebral” consiste na perda súbita da função cerebral em decorrência da ruptura do aporte sanguíneo para uma região do cérebro. Em geral, esse evento é o resultado da doença cerebrovascular de longa duração. O AVC é o principal problema neurológico nos Estados Unidos e no mundo. Fisiopatologia Os acidentes...

    2766  Palavras | 12  Páginas

  • Seminario de cardio

    de Nutrição da Universidade de Caxias do Sul, como um dos requisitos á obtenção da aprovação na disciplina de Projeto de Cuidado Humano em Cardiologia. Professora: CAXIAS DO SUL 2013 LISTA DE FIGURAS Figura 1 – Fisiopatologia da dissecção aórtica............................................................8 SUMÁRIO 1 INTRODUÇÃO O presente trabalho realizado para a disciplina de Cuidado Humano em...

    3415  Palavras | 14  Páginas

  • chagas

    Fisiopatologia O Trypanosoma cruzi é o protozoário agente etiológico da doença de Chagas, que constitui uma doença muito frequente nas Américas, principalmente na América LatinaCarlos Chagas foi quem descobriu a doença e ele conseguiu estabelecer a etiologia e o ciclo parasitário, identificar os insetos vetores, os reservatórios domésticos e silvestres da nova tripanossomíase, descrever a doença e seu diagnóstico, reunindo assim todos os aspectos básicos de sua patologia e epidemiologia.O inseto...

    622  Palavras | 3  Páginas

  • Doencas da Aorta

    Grupo: Aline Teixeira, Gabriel Costa, Gabriel Levinbuck, Juliana Ramundo, Isabella Carmona, Philippe Santos, Rodrigo Lyrio e Thaíssa Montenegro. Cardiologia – Prof: Abel Magalhães e Antonio Brasileiro Aneurismas aórticos: Refere-se ao segmento patológico da dilatação aórtica com propensão a expansão e a ruptura. Para considerar dilatação aneurismática , deve ter aumento irreversível do diâmetro de pelo menos 50%. São fusiformes ou saculares. Fusiformes: são mais comuns e se caracterizam por dilatação...

    1690  Palavras | 7  Páginas

  • Doencas provocadas pelo stress

    funcionamento do sistema nervoso central e o mecanismo de supressão da dor que atinge. A fibromialgia não provoca inflamações nem deformidades físicas, mas pode estar associada a outras doenças reumatológicas, o que pode confundir o diagnóstico. Fisiopatologia A causa específica da fibromialgia é desconhecida. Sabe-se, porém, que os níveis de serotonina são mais baixos nos portadores da doença e que desequilíbrios hormonais, tensão e estresse podem estar envolvidos em seu aparecimento. Sinais e Sintomas ...

    3567  Palavras | 15  Páginas

  • Dor torácica

    miocárdio manifestada pelo quadro de angina do peito ou do infarto do miocárdio, as pleurites, as alterações musculoesqueléticas, as disfunções do esôfago e as afecções pericárdicas são as causas mais comuns de dor torácica. Para se compreender a fisiopatologia da dor, é conveniente considerar: LOCALIZAÇÃO, IRRADIAÇÃO E REFERÊNCIA. Embora o parênquima pulmonar, as vias respiratórias e a pleura visceral sejam ricamente inervados por filetes sensitivos, estes não transmitem sensações dolorosas para o...

    727  Palavras | 3  Páginas

  • Apresenta O Biomol

    microarray tem sido usada para identificar diferenças na expressão genética entre duas amostras representando uma condição de teste e uma condição de controle. Exemplo... Tecido do perfil de Expressão gênica De 1.176 produtos de genes Compararam... Em aneurismas de aorta abdominal humana (AAA) Aorta Normal Usando AtlasArray Human Eles descobriram que as diferenças na expressão de 20 destes produtos de genes entre AAA e aorta normal, com os maiores aumentos visto para o antígeno nuclear diferenciação...

    1126  Palavras | 5  Páginas

  • AVC PRONTO

    TURMA: 6º Período - Enfermagem  Acidente Vascular Cerebral – AVC Transtornos vasculares cerebrais - é uma anormalidade funcional do sistema nervoso central (SNC). Que ocorrem quando o suprimento sanguíneo normal do cérebro se desorganiza. Fisiopatologia – AVC isquêmico   Manifestações Clínicas Um acidente vascular cerebral isquêmico pode causar uma grande variedade de déficits neurológicos, dependendo da localização da lesão (que vasos estão obstruídos, do tamanho da área de perfusão inadequada...

    1156  Palavras | 5  Páginas

  • Patologias do Sistema nervoso

    meninges (hemorragia subaracnóidea). Sendo: 1. Sub-aracnóide: um vaso se rompe, derramando sangue entre o cérebro e o crânio. É mais comum por rompimento de aneurisma. 2. Hemorragia intra-cerebral: o derramamento de ocorre no meio da massa cinzenta, normalmente ocasionada pelo envelhecimento dos vasos ou hipertensão crônica. Lesões e fisiopatologia: Sinais e sintomas: AVC Isquêmico: Fraqueza ou adormecimento em apenas um lado do corpo, dificuldade para falar e/ou entender coisas simples, engolir...

    1626  Palavras | 7  Páginas

  • Choque hipovolemico

    pacientes vitimas de traumatismos ou por doenças que provoquem perdas liquidas abundante, com o intuito de estar atuando com atendimento precoce e evitando assim quadro de irreversibilidade. Contudo serão abordados definições, classificações, fisiopatologia, principais sintomas, tratamento e sistematização da assistência de enfermagem. 2. CHOQUE HIPOVOLÊMICO Choque é uma síndrome caracterizada pela incapacidade do sistema circulatório em fornecer oxigênio aos tecidos, levando à disfunção orgânica...

    1574  Palavras | 7  Páginas

  • Radiologia

    06/10/2013 Fisiopatologia Sistema Cardiovascular – parte 1 Profa Martha T Manchini Email: martha.manchini@gmail.com 1. SISTEMA CIRCULATÓRIO Sistema altamente especializado e eficiente de transporte de materiais no interior do corpo. 1.1. DEFINIÇÃO:  Sistema fechado (tubos)  Órgão central – coração.  Trocas entre o sangue e os tecidos – capilares.  Permeabilidade seletiva: material nutritivo e O2 – capilares  tecidos; resíduos metabólicos (CO2) – tecidos  capilares...

    1854  Palavras | 8  Páginas

  • dispepsia funcional

    1) síndrome do QT longo 2) síndrome d Brugada -TTO: desfibrilador interno DOENÇAS DA AORTA E PERICARDIO (Ilmar) Agressão da aorta: a) Aneurisma: comprometimento de TODAS as camadas do vaso b) Pseudo-aneurisma: dilatação parcial de uma das camadas, não acometendo todas c) Dissecção: falsa luz por SEPARAÇÃO das camadas Aneurismas -causas: 1)Genéticas: Marfan 2) Enfraquecimento da parede arterial= Aterosclerose(envelhecimento)e diminuição de resistência da camada média(muscular...

    2452  Palavras | 10  Páginas

  • Goiás

    Circulação extracorpórea; Suporte mecânico à circulação: balão intra-aórtico e ou Anestesia para implante de marcapasso e cardioversão; Anestesia para cateterismo cardíaco diagnóstico e terapêutico; Anestesia para cirurgia vascular periférica e de aorta: aneurismas e revascularização; Anestesia para procedimentos endovasculares. 30. Anestesia em pediatria. 31. Anestesia para neurocirurgia. 32. Anestesia ambulatorial. 33. Anestesia para procedimentos fora do centro cirúrgico. 34. Complicações da anestesia....

    18291  Palavras | 74  Páginas

  • Avc hemorrágico e isquêmico

    de sangue necessário à vida do tecido cerebral. Este tipo de AVC tem como causa a ruptura da parede de uma artéria (As paredes arteriais encrostadas de placas de ateroma perdem a sua elasticidade, ficam rígidas, finas e sujeitas a quebrarem) ou aneurisma (ponto fraco ou fino na parede de uma artéria que, com o tempo e com a pressão arterial elevada, acabam por rebentar. A compressão exercida pelo hematoma no tecido cerebral circundante e a presença de substâncias vasoconstritoras no sangue extravasado...

    3851  Palavras | 16  Páginas

  • Fibra na dieta do equino

    obstrução mecânica em algum ponto da via liquórica. • Em especial quando localizados em: – – – – Região pineal III ventrículo Região supraselar Fossa posterior Papiloma de plexo coróide ETIOPATOGENIA ANORMALIDADES VASCULARES • Aneurisma da veia de Galeno. – malformação com shunt artério-venosona região da veia cerebral magna, causando insuficiência cardíaca, sopro intracraniano e hidrocefalia por compressão da porção posterior do III ventrículo e aqueduto cerebral. ...

    1593  Palavras | 7  Páginas

  • Licenciatura

    (derramamento de sangue) no tecido cerebral ou no espaço subaracnóideo. A isquemia geralmente é causada pela obstrução arterial por um trombo ou coágulo. A hemorragia ocorre pelo rompimento de uma artéria devido a alguma razão que a fragiliza, de um aneurisma ou de malformação arteriovenosa, geralmente congênita. Os acidentes isquêmicos representam cerca de 80% do total, sendo que as hemorragias respondem por apenas cerca de 20%. Ambas as eventualidades são situações potencialmente graves, que podem...

    1607  Palavras | 7  Páginas

  • TRABALHO DE PACIENTE CRITICO NOVO

    ventrículos ou espaço subaracnóide. A hemorragia intracerebral primária é causada devido à ruptura espontânea de pequenos vasos, que é causada mais comumente pela hipertensão descontrolada e a secundária é devido a malformações arteriovenosas (MAV), aneurismas intracranianos ou algumas medicações como anticoagulantes, anfetaminas, etc (SMELTZER; BARE, 2005). [...] Alguns fatores complicadores incluem o aumento da pressão intracraniana e o edema cerebral. No acidente vascular isquêmico (AVCI) ocorre a...

    3243  Palavras | 13  Páginas

  • Acidente vascular encefálico

    coma. Coma Grave Moderado Leve Score 12 Zaide Frazão            Fatores de Risco AVEI Hipertensão arterial Tabagismo Diabetes Mellitus Sedentarismo Obesidade Cardiopatias, CAUSAS - AVEH Má-formação arteriovenosa - MAV Aneurismas traumas Zaide Frazão     Diagnóstico Avaliação de nível de consciência História clínica: apresentação de sintomas deficitários de evolução rápida Exames por imagem – Tomografia computadorizada, Ressonância Magnética Zaide Frazão ...

    1904  Palavras | 8  Páginas

  • Hipertensão arterial

    uma larga demais estará na origem de falsos negativos.2 A hipertensão arterial é um dos principais factores de risco para a ocorrência do acidente vascular cerebral, trombolembólico ou hemorrágico, enfarte agudo do miocárdio, aneurisma arterial (por exemplo, aneurisma da aorta), doença arterial periférica, além de ser uma das causas de insuficiência renal crónica e insuficiência cardíaca.3 Mesmo moderado, o aumento da pressão sanguínea arterial está associado à redução da esperança de vida.1 Segundo...

    735  Palavras | 3  Páginas

  • SÍFILIS

    SUMÁRIO 1. INTRODUÇÃO 02 2. AGENTE ETIOLÓGICO 03 3. PATOGÊNESE 03 4. FISIOPATOLOGIA 03 4.1 FISIO. Primaria 03 4.2 FISIO. Secundaria 04 4.3 FISIO. Terciaria 04 5. SÍFILIS CONGÊNITA 04 6. ANATOMIA PATOLÓGICA 05 7. REFERÊNCIA BIBLIOGRAFICA 06 8. ANEXOS 07 1. INTRODUÇÃO ...

    1749  Palavras | 7  Páginas

  • Caderno Radiologia

    peritoneal - avalia pela descompressão rápida (LINFONODOS AUMENTADOS PODEM OCORRER EM QUALQUER OCASIÃO) - Apendicite: história típica de dor periumbilical que de início há alguns dias, estendendo para fossa ilíaca direita e sinal de Blumberg. A fisiopatologia é acúmulo de fecalito no apêndice, que o obstrui, podendo até calcificar, acumulando sua secreção mucosa, que o distende (maior que 6 mm), Daniela Favarato – Caderno de Radiologia – MedUfes 92 densifica gordura em volta, espessa parede, aperta...

    3155  Palavras | 13  Páginas

  • Hipertensão arterial

    entre 60 e 90 mmHg para a diastólica.[1]A hipertensão arterial é um dos principais factores de risco[->9] para a ocorrência do acidente vascular cerebral[->10], trombolembólico ou hemorrágico, enfarte agudo do miocárdio[->11], aneurisma[->12] arterial (por exemplo, aneurisma da aorta[->13]), doença arterial periférica[->14], além de ser uma das causas de insuficiência renal crónica[->15] e insuficiência cardíaca[->16].[3] . Mais conheçida como “pressão alta” Sinais e sintomas Uma parte significativa...

    1354  Palavras | 6  Páginas

  • Acidente Vascular Cerebral

    entupimento dos vasos que levam sangue ao cérebro, AVC Isquêmico ou por rompimento do vaso provocando sangramento no cérebro. Esta pesquisa irá mostrar o acidente vascular cerebral com suas Manifestações Clínicas, Históricos e Achados Diagnósticos, Fisiopatologia, Tratamento Médico, Tratamento de Enfermagem. Acidente Vascular Cerebral Conceito O acidente vascular cerebral (AVC), popularmente conhecido como derrame ou ataque cerebral, é o início e a persistência...

    1972  Palavras | 8  Páginas

  • estudo dirigido

    ESTUDO DIRIGIDO 2 – ENGENHARIA APLICADA A SISTEMAS BIOLÓGICOS II AULA – FISIOPATOLOGIA DO SISTEMA NERVOSO 1) EXPLIQUE AS FUNÇÕES BÁSICAS DO SISTEMA NERVOSO. O sistema nervoso é responsável pelo comando, controle e manutenção dos demais sistemas fisiológicos, mantendo um equilíbrio entre o meio externo com o meio interno (homeostase). Ele é o principal regulador de nossas funções, exercendo controle sobre quase todas as atividades ou eventos que ocorrem a cada momento no nosso corpo. Tal ...

    6560  Palavras | 27  Páginas

  • Resumo de bioquimica clínica

    insulino-dependente. O problema está nas células - do pâncreas. TIPO II: Multifatorial. Tolerância a insulina-obesidade. ETIOLOGIA DO DIABETES MELLITUS: -Doença multifatorial -Elevação de glicose no sangue OS NOVOS MEDICAMENTOS RELACIONADOS À FISIOPATOLOGIA DA DIABETES MELLITUS: -Melhor compreensão de suas bases imunológicas; -Suscetibilidades genéticas; -Papel desenvolvido pelo ambiente e o estilo de vida. CLASSIFICAÇÃO Esta síndrome é classificada, hoje, de acordo com os fatores etiológicos...

    612  Palavras | 3  Páginas

  • CÂNCER NO PÂNCREAS

    possam detectar com precisão e precocemente o ADP na população geral, antes do início dos sintomas”. A disseminação (metástase) a distância ocorre mais comumente para o fígado, a cavidade peritoneal e os pulmões. A propagação ocorre via linfonodos. Fisiopatologia: O maior fator de risco para o desenvolvimento do Câncer de pâncreas é a predisposição genética. Estima-se que aproximadamente 10% dos doentes com adenocarcicoma têm ou terão pelo menos um parente de primeiro ou de segundo grau acometido. O K-ras...

    683  Palavras | 3  Páginas

  • caso clinico

    infundíbulo pulmonar), associação entre esses dois tipos, e estenoses supravalvares e de ramos da artéria pulmonar. Constitui 10% das cardiopatias congênitas e está associada a infecção por rubéola no primeiro trimestre da gravidez. Fisiopatologia PCA A Fisiopatologia da PCA- Pesistencia do Canal Arterial, possibilita comunicação entre circulação sistêmica e pulmonar e determina repercussões hemodinâmicas em graus variados, dependendo do tamanho do defeito e da resistência vascular pulmonar. Ao...

    6659  Palavras | 27  Páginas

  • Acidente vascular cerebral hemorragico

    hipertensão aguda é um aumento súbito na pressão sanguínea e pode em si só ser suficiente para causar hemorragia intracerebral, esta também pode ser a causa precipitante imediata da hemorragia intracerebral em pacientes cronicamente hipertensivos com aneurisma de Charcot-Bouchard. (Greenberg, David A. 1996) Gráfico 1 – Auto-regulação cerebrovasclar Fonte: Neurologia Clínica (pg. 299) Greenberg, David A., AMINOFF, Michael S., SIMON & Roger P. (1996). Neurologia Clínica. Porto Alegre: Artes Médicas (Ed...

    5088  Palavras | 21  Páginas

  • Medicina

    Introdução . O objetivo deste trabalho é realizar um estudo de caso de uma paciente jovem com acidente vascular cerebral (AVC), enfatizando a importância do cuidado nesses pacientes, os fatores causais, a fisiopatologia, os fatores de risco dentre outros aspectos desta doença cerebral, assim como intervenções médicas que possibilitem uma melhora no quadro ou uma melhor adaptação da pessoa a esta condição de saúde. O que motivou a escolher esta paciente foi a patologia que a mesma apresenta, que...

    2951  Palavras | 12  Páginas

  • Estudante

    comeam agudamente, do ponto de vista clinico, incluem trs categorias principais trombose, embolia e hemorragia esta diviso operacional til especialmente porque o tratamento dos pacientes difere grandemente em cada grupo. Do ponto de vista da fisiopatologia e anatomia patolgica, conveniente que se considere a doena cerebrovascular como dois processos Hipxia, isquemia e infarto resultante de comprometimento sanguneo e da oxigenao do tecido do SNC. Hemorragia resultante de vasos do SNC rompidos. Reconhecem-se...

    2744  Palavras | 11  Páginas

  • AVE-Acidente Vascular Encefalico

    Mas existem muitas células remanescentes que podem provocar o ressurgimento de movimentos perdidos se o paciente for tratado devidamente Segundo Sullivan, 1993 as causas mais comuns de AVC são os trombos, o embolismo e a hemorragia secundária ao aneurisma ou a anormalidades do desenvolvimento. E advoga que as outras causas menos comuns são os tumores, os processos inflamatórios e os traumatismos. Consoante a Organização Mundial de Saúde, 2003 as causas mais frequentes de AVC compreendem os enfartes...

    865  Palavras | 4  Páginas

  • Acidente vascular Cerebral

    neurológico está relacionado a extensão da lesão e área atingida. Tipos de AVC   Hemorrágio ( Cerebral e Meníngeo)  Isquêmico ( Lacunar, Trombótico, Embótico) Tipos de AVC  Isquêmico Hemorrágico  Aneurisma Hemorragia AVC Isquêmico  FISIOPATOLOGIA   Interrupção do fluxo  Falta de glicose e oxigênio  Tempo  Necrose Sinais e Sintomas        Diminuição ou perda súbita da força na face, braço ou perna de um lado do corpo Alteração...

    517  Palavras | 3  Páginas

  • FICHAMENTO

    toráxica e dos pulmões, assim dá se a ventilação pulmonar. Os principais distúrbios do sistema respiratório são: A insuficiência respiratória, as doenças pulmonares obstrutivas crônicas, bronquite crônica, enfisema pulmonar, asma, embolia pulmonar, fisiopatologia, pneumonia, atelectasia e derrame pleural. A assistência de enfermagem a essas doenças é de extrema importante para a saúde dos pacientes, assim mantem-se o decúbito elevado, oxigenoterapia adequada, monitora-se respiração e saturação administram-se...

    714  Palavras | 3  Páginas

  • 1ESTUDO DE CASO

    VASCULAR CEREBRAL (AVC) OU ACIDENTE CEREBROVASCULAR SUMÁRIO ESTUDO DE CASO : 1 ACIDENTE VASCULAR CEREBRAL (AVC) 1 OU 1 ACIDENTE CEREBROVASCULAR 1 1) COLETA DE DADOS 3 NECESSIDADES PSICOBIOLÓGICAS 3 NECESSIDADES PSICOSSOCIAIS 4 2) EXAME FÍSICO 4 3) FISIOPATOLOGIA DA DOENÇA 5 ACIDENTE VASCULAR CEREBRAL (AVC) OU ACIDENTE CEREBROVASCULAR 5 PNEUMONIA 10 4) MEDICAMENTOS UTILIZADOS 11 5) PROCESSO DE ENFERMAGEM 16 Problema 01: Presença de traqueostomia e SNE 17 Problema 02: Falta de movimentação no leito 18 Problema...

    2803  Palavras | 12  Páginas

  • sindrome do desfiladeiro toracico

    pescoço. Pode ocorrer também, ainda que raramente, na mandíbula e região retroauricular (atrás da orelha). Epidemiologia Aproximadamente 3% da população mundial sofre desse mal, porém, nem todos necessitam de tratamento cirúrgico. Etiologia Fisiopatologia A Síndrome do Desfiladeiro Torácico tem com fator fisiopatológico, unicamente o fato de que o feixe vásculo-nervoso, ao sair do tórax para penetrar nos membros superiores, percorre um verdadeiro túnel onde a clavícula representa o seu teto, a...

    564  Palavras | 3  Páginas

  • Abdome Agudo Medresumo

    agudo pode ser simplificado como qualquer dor que acometa o abdome de um indivíduo previamente sadio, durando cerca de 6 horas e sendo necessário uma intervenção cirúrgica ou clínica. O abdome agudo pode ser classificado por meio da sua respectiva fisiopatologia:  Abdome agudo inflamatório: a dor apresenta uma característica variável, apresentando uma progressão de acordo com a causa. Geralmente é associada a náuseas, vômitos, mal-estar geral, febre, sinais de irritação peritoneal (sensibilidade dolorosa...

    9671  Palavras | 39  Páginas

  • quimica

    Cateterismo cardíaco: Definição, fisiopatologia, sintomas, tratamento medicamentoso e cuidados de enfermagem. Definição: O cateterismo cardíaco é um procedimento invasivo utilizado para avaliação, diagnóstico e controle de pacientes com doença cardíaca. Realizado no Laboratório de hemodinâmica em pacientes ambulatoriais ou internados, tem como indicação confirmar ou definir a extensão da cardiopatia, determinar a gravidade da doença, bem como analisar a presença ou ausência de condições...

    1958  Palavras | 8  Páginas

  • TROMBOEMBOLISMO PULMONAR CRONICO

    secundário.381 "a grande margem de erro é provavelmente devido a um recurso bias, a ausência de sintomas precoces, e a dificuldade em diferenciar 'true' tromboembolismo pulmonar agudo de um episódio agudo sobreposta a TEPCH pré-existente. 7.2 FISIOPATOLOGIA A evidência disponível indica que TEPCH é causado principalmente por tromboembolismo pulmonar. Em um recente registro internacional, uma história clínica de TEV foi registrado em 80% dos pacientes com TEPCH.Anticoagulação inadequada, grande trombo...

    1262  Palavras | 6  Páginas

  • Distúrbios vasculares cerebrais

    oclusão e a hipoperfusão significativas, e hemorrágicas (15%), nos quais existe extravasamento do sangue para dentro do cérebro. Embora existam algumas semelhanças entre os dois tipos mais amplos de acidentes vasculares cerebrais, a etiologia, fisiopatologia, tratamento médico, tratamento cirúrgico e cuidado de enfermagem diferem no geral. O acidente vascular cerebral (AVC) isquêmico, ou que está sendo atualmente denominado de "derrame cerebral", é a perda súbita da função decorrente da interrupção...

    9135  Palavras | 37  Páginas

  • Instruemntaçao Cirurgica

    Estenose Lombar Fisiopatologia: Degeneração Discal Morte celular e degradação da matriz Lesão do ânulo discal, herniações Degeneração Facetária Formação de osteófitos Stress mecânico Estenose Lombar Fisiopatologia: Estenose Lombar Fisiopatologia: Estenose Lombar Fisiopatologia: Degeneração facetária com hipertrofia Estenose do recesso lateral TAC Estenose Lombar Fisiopatologia: TAC normal TAC Estenose Estenose Lombar Fisiopatologia: Estenose leva a aumento...

    2068  Palavras | 9  Páginas

tracking img