• trabalho de filosofia
    , determinismo e liberdade não são conceitos que se excluem. Espinosa propunha uma espécie de determinismo, segundo o qual absolutamente tudo o que acontece ocorre através da operação da necessidade, e nunca da teleologia. Para ele, até mesmo o comportamento humano seria totalmente determinado, sendo...
    656 Palavras 3 Páginas
  • ENTRE O BEM E O MAL
    teoria segundo a qual tudo está determinado, isto é, submetido a condições necessárias e suficientes, elas próprias também determinadas”. 3. explique porque segundo espinosa determinismo e liberdade não são conceitos que se excluem Espinosa propunha uma espécie de determinismo, segundo o qual...
    1255 Palavras 6 Páginas
  • filosofia
    1-Faça o fichamento das concepções de liberdade incondicional e livre-arbítrio. 2-faça o fichamento sobre a concepção de determinismo. 3-Explique por que, segundo Espinosa, determinismo e liberdade não são conceitos que se excluem. 4-Explique o que significa facticidade e transcendência e por...
    397 Palavras 2 Páginas
  • Filosofando
    consciência nua." c) "Sou livre, nio a despeito ou aquém dessas motivações, mas por seu meio." (pag. 246) 3- Explique por que, segundo Espinosa, determinismo e liberdade não são conceitos que se excluem. 5- "Ao contrário de outros seres, animados ou inanimados, nós homens podemos...
    1969 Palavras 8 Páginas
  • Filosofia moral
    seguem, no sentido inverso, em direção a uma concepção inovadora da relação corpo-alma e a uma ética da alegria e da liberdade. Espinosa não hierarquiza corpo e alma, a razão não é superior aos afetos, nem cabe ir ela controlá-los. Ele não nega a causalidade interna (o determinismo), antes a considera...
    5013 Palavras 21 Páginas
  • Filosofando
    Filosofia: continuidade|Problematizar o “choque |desenvolvimento do comércio e |Caiu no vestibular. No |Esclareça que os seres humanos| |e ruptura |cultural” que a Filosofia |a estruturação política podem |segundo, incentivar a |não dominaram a escrita e a...
    6808 Palavras 28 Páginas
  • Filosofia
    . Mostrar como os gregos entendiam a liberdade. Apresentar o determinismo científico. Explanar sobre a liberdade pensada por Espinosa. Filme: Um grito de liberdade, de Richard Attenborough, sobre a luta contra o apartherd na África do Sul. Discutir os exercícios 1, 2 e 3 (p. 246). Exercício 10...
    7314 Palavras 30 Páginas
  • Tudo direito
    Contemporaneamente , continuam as tentativas de superar a oposição determinismo-liberdade,para investigar em que medida o ser humano é determinado e livre. Segundo essa visão, não há como negar que o ser humano sofre influências da cultura que herdou e do tempo e espaço em que vive. No entanto, por ser...
    1101 Palavras 5 Páginas
  • Filosofia
    individualista do niilismo ético , e quando esconde os valores vigentes e os valores particulares . Conversa filosófica 1. Procure expressar versus determinismo O ser humano é determinado e livre ao mesmo tempo. Determinismo e liberdade não se excluem, mas se complementam. Liberdade é, em parte...
    1544 Palavras 7 Páginas
  • Liberdade, determinismo e moral
    . Determinismo O determinismo é a teoria filosófica que defende que o homem não é totalmente livre de agir, pois há limites à sua liberdade. Podemos então definir o determinismo como uma teoria que nega a liberdade do ser humano, o qual se sujeita, tal como os demais seres da natureza, ao carácter fixo...
    1555 Palavras 7 Páginas
  • movimentos sociais contemporaneos
    ninguém e, portanto, age movido espontaneamente por uma força interna própria. No entanto, diferentemente de Aristóteles e de Sartre, não colocam a liberdade no ato de escolha realizado pela vontade individual, mas na atividade do todo, do qual os indivíduos são partes. O todo ou a totalidade pode ser...
    4352 Palavras 18 Páginas
  • liberdade na filosofia
    Liberdade na filosofia 1: Introdução O conceito de liberdade: Liberdade significa o direito de agir segundo o seu livre arbítrio (religiosamente), de acordo com a própria vontade, é a sensação de estar livre e não depender de ninguém. Liberdade é também um conjunto de ideias liberais e dos...
    1126 Palavras 5 Páginas
  • DETERMINISMO E LIBERTARISMO
    por essa corrente de pensamento. 3. Portanto, ser conservador hoje é seguir o conceito clássico de liberdade. Ser libertário (não existem “libertários de esquerda”; a diferença entre o Bloco de Esquerda e o PCP é de estratégia política e não é uma diferença teleológica; ambos os partidos são...
    1183 Palavras 5 Páginas
  • Dasda
    branco" e "Este homem não é branco" são iguais do ponto de vista material, diferindo pela forma, sendo o primeiro particular indo afirmativo e o segundo particular negativo. Filosofia 8 Pré-Vestibular Popular da UFF na Engenharia ibular portanto, derivados da própria natureza e estrutura do real...
    27509 Palavras 111 Páginas
  • Enviar Presentes Gratuitos Para Amigos
    dessas determinações, dando-lhes um sentido. Elas são indissociáveis porque nossa liberdade é sem­pre situada. Aplicando os conceitos 5. a) Para Savater, escolhemos "em parte nossa forma de vida" porque sempre há determinismos, situações que não escolhemos, acasos que desviam nossos projetos. b...
    596 Palavras 3 Páginas
  • Trabalho de filosofia
    criação absoluta. O possível não é pura contingência ou acaso. O necessário não é fatalidade bruta. Nosso desejo e nossa vontade não são incondicionados, mas os condicionamentos não são obstáculos à liberdade e sim o meio pelo qual ela pode exercer-se. Esse segundo momento indaga se um possível...
    3855 Palavras 16 Páginas
  • Filosofos
    Leviatã, que se distanciava da idéia do bom governante. Não lhes agra- dava também os seus pressupostos materialistas e naturalistas que, segundo eles, levariam ao ateísmo e ao determinismo. No século XX, diversos estudiosos se de- buscaram sobre os textos de Hobbes, buscando interpretações as mais...
    5167 Palavras 21 Páginas
  • Etica comportamental
    relacionando esse conceito com o que o autor define como alegria e tristeza. Como podemos extrair esses conceitos no filme. Para o filosofo não interessa saber se somos livres ou determinados. A partir dos determinismos e por meio deles é que podemos exercer a liberdade. Relacionando com o conceito de...
    594 Palavras 3 Páginas
  • Ética cristã e pós modernidade
    o bem e o mal em relação aos instintos humanos, contrapondo-se à visão inatista tradicional. Utiliza o conceito de obrigação moral como algo necessário para assegurar aos homens uma vida de satisfação dos seus desejos, com vistas a alcançar a felicidade. Segundo Espinosa, um homem deve agir de...
    1828 Palavras 8 Páginas
  • Dalila
    indissociáveis porque nossa liberdade é sem­pre situada. Aplicando os conceitos 5. a) Para Savater, escolhemos "em parte nossa forma de vida" porque sempre há determinismos, situações que não escolhemos, acasos que desviam nossos projetos. b) Animais como os castores agem por instinto, por isso o que...
    1278 Palavras 6 Páginas