• Resumos portugues
    Fernando Pessoa ortónimo Síntese ← Em Fernando Pessoa, uma personalidade poética activa, designada de ortónimo, que conserva o nome do seu criador e uma pequena humanidade, formada por heterónimos, que correspondem a personalidades distintas. ← No ortónimo, coexistem duas vertentes:...
    7889 Palavras 32 Páginas
  • Resumo português 12º
    Fernando Pessoa ortónimo Síntese ← Em Fernando Pessoa, uma personalidade poética ativa, designada de ortónimo, que conserva o nome do seu criador e uma pequena humanidade, formada por heterónimos, que correspondem...
    7904 Palavras 32 Páginas
  • Arquitectura
    mito. «Os Lusíadas» - Reflexões do poeta N`«Os Lusíadas» a par da exaltação dos feitos dos portugueses, o poeta tece também uma serie de criticas e de conselhos aos portugueses (cumprindo assim o objetivo didático da obra). É no final dos cantos que o poeta intervém censurando os portugueses...
    4293 Palavras 18 Páginas
  • Português
     Fernando Pessoa ortónimo Síntese Em Fernando Pessoa, uma personalidade poética ativa, designada de ortónimo, que conserva o nome do seu criador e uma pequena humanidade, formada por heterónimos, que correspondem a personalidades distintas...
    8660 Palavras 35 Páginas
  • Matéria de português 12
     Fernando Pessoa ortónimo Síntese Em Fernando Pessoa, uma personalidade poética ativa, designada de ortónimo, que conserva o nome do seu criador e uma pequena humanidade, formada por heterónimos, que correspondem a personalidades distintas...
    8660 Palavras 35 Páginas
  • Portugues 12ºano
    Fernando Pessoa ortónimo Síntese → Em Fernando Pessoa, uma personalidade poética activa, designada de ortónimo, queconserva o nome do seu criador e uma pequena humanidade, formada porheterónimos, que correspondem a personalidades distintas. → No ortónimo, coexistem duas vertentes: a tradicional...
    7740 Palavras 31 Páginas
  • Paralelismo histórico
    Instabilidade social; Repressão contra conjurados de 1817 Perseguições politicas á: -liberdade de expressão; -circulação de ideias; -tentativas de implementar o liberalismo. Condenação do General Gomes Freire de Andrade. Escrita em 1961, em plena ditadura salazarista, a obra Felizmente Luar! é uma peça...
    269 Palavras 2 Páginas
  • portugues
    Janeiro 2013 Felizmente Luar de Luís Sttau Monteiro A caracterização do movimento literário neo-realismo, em Portugal O movimento literário, surgiu em Portugal, no terceiro decénio do seculo XX, que foi imperado na literatura norte americana de preocupações sociais e no romance regionalista...
    727 Palavras 3 Páginas
  • Nao tem
    densas e vivas - Comentários irónicos e mordazes - Denúncia da hipocrisia da sociedade - Defesa intransigente da justiça social - Teatro épico: oferece-nos uma análise crítica da sociedade, procurando mostrar a realidade em vez de a representar, para levar o espectador a reagir criticamente e a tomar...
    526 Palavras 3 Páginas
  • Pois
    Luís de Sttau Monteiro: Felizmente Luar! As Personagens: Caracterização Gomes Freire: homem instruído, letrado ("um estrangeirado"), um militar que sempre lutou em prol da honestidade e da justiça. É também o símbolo da modernidade e do progresso, adepto das novas ideias liberais e, por isso...
    2161 Palavras 9 Páginas
  • Felizmente há luar!
      Linguagem A linguagem, em “Felizmente Luar!” é muito simples para que o leitor/espectador perceba para que foi concebida a obra. Identifica-se nos monólogos e nos diálogos entre os interlocutores, várias marcas do discurso oral, o recurso a diferentes registos de língua, o uso de expressões...
    1841 Palavras 8 Páginas
  • Brecht
    época. Uma época tumultuosa de rebeldia e de protesto. Refletem-se, em suas obras, os problemas fundamentais do mundo atual: a luta pela emancipação social da humanidade. Brecht tem plena consciência do que pretende fazer. Usa o materialismo dialético da maneira mais sábia para a revolução estética que...
    3539 Palavras 15 Páginas
  • O mistério do chupa cabras
    O mistério do chupa-cabras 1) Motivo da escolha do livro Escolhemos esse livro, pois ele apresenta uma crítica política e social ao que acontecia e ainda acontece na política brasileira: em meio a gritantes escândalos políticos, surgem boatos e assuntos chamativos que acabam por desviar a...
    1185 Palavras 5 Páginas
  • Felizmente há luar
    Revisões para teste Felizmente Luar! 1- Simbologia do título Para D. Miguel, o luar permitirá que o clarão da fogueira atemorize todos os que querem lutar pela liberdade, confirmando assim o efeito dissuasor e exemplar das execuções perante aqueles que ousassem desafiar a autoridade dos Governadores (a...
    1765 Palavras 8 Páginas
  • Algumas considerações sobre o Teatro Épico de Brecht
    / SciELO Livros / SciELO Libros RODRIGUES, MR. Traços épico-brechtianos na dramaturgia portuguesa: o render dos heróis, de Cardoso Pires, e Felizmente luar!,de Sttau Monteiro [online]. São Paulo: Editora UNESP; São Paulo: Cultura Acadêmica, 2010. 147 p. ISBN 978-85-7983-114-0. Available from SciELO...
    11766 Palavras 48 Páginas
  • felizmente ha luar
    Felizmente luar Introdução Este trabalho foi feito no âmbito da disciplina de Português, cujo o tema é uma obra literária, drama narrativo de carácter épico, publicada em 1961 pelo dramaturgo Luís de Sttau Monteiro. Esta obra passa-se em 1961, época marcada pelo conflito entre o regime salazarista...
    1337 Palavras 6 Páginas
  • Felizmente há Luar
    FELIZMENTE LUAR “A evocação das personagens do passado é pretexto (ou a máscara imposta pela censura) para falar do presente, não porque a história se repete mas para dela tirar exemplo” Luiz Francisco Rebello Sttau Monteiro e obra •“Ela foi-me visitar ao Aljube e levou-me umas sanduíches...
    733 Palavras 3 Páginas
  • Felizmente Há Luar
    Brecht em felizmente Luar! No teatro clássico, pretende-se despertar as emoções, levando o espectador a identificar-se com as personagens. No teatro épico de Brecht, defende-se a ”distanciação” a fim de levar o espectador a pensar e a desenvolver o espírito crítico. Em Felizmente Luar! pode se...
    535 Palavras 3 Páginas
  • Felizmente há Luar! e Liberdade- comentário a citação de Friedrich Nietzsche
    conspirações e partilha de ideias revolucionárias e identificar e punir quem é abertamente contra o regime, isto está presente em várias cenas da obra "Felizmente luar!" em que a policia é utilizada para dispersar e intimidar o povo mas também para permitir o contacto de um delator, Vicente, com os governadores...
    823 Palavras 4 Páginas
  • Felizmente a luar
    Escola Secundaria de Loulé Disciplina: Português Ano Lectivo: 2011/2012 FELIZMENTE LUAR! Introdução Felizmente Luar é um drama narrativo, de carácter social, dentro dos princípios do teatro épico e inspirado na teoria marxista, que apela às reflexão, não só no quadro...
    1041 Palavras 5 Páginas