Explique Quais São Os Argumentos Das Duas Posiçoes Antagonicas artigos e trabalhos de pesquisa

  • 1- Explique quais são os argumentos das duas posições antagônicas assumidas com relação ao trabalho:como tortura e como condição de humanização.Em seguida,posicione-se pessoalmente sobre a questão.

    1- Explique quais são os argumentos das duas posições antagônicas assumidas com relação ao trabalho:como tortura e como condição de humanização.Em seguida,posicione-se pessoalmente sobre a questão. R- Posição 1: “Trabalho como tortura” Trata o trabalho como algo desprazeroso,desgastante,algo que somos “obrigados” a fazer mesmo sendo contra nossa vontade,pois necessitamos trabalhar para sobreviver.Na antiguidade “trabalho” já é associado a “tortura” onde os escravos eram obrigados a trabalhar horas...

    552  Palavras | 3  Páginas

  • Cap 6

    Explique quais são os argumentos das duas posições antagônicas assumidas com relação ao trabalho:como tortura e como condição de humanização.Em seguida,posicione-se pessoalmente sobre a questão.R-Posição 1: “Trabalho como tortura” Trata o trabalho como algo desprazeroso,desgastante,algo que somos “obrigados” a fazer mesmo sendo contra nossa vontade,pois necessitamos trabalharparasobreviver.Na antiguidade “trabalho” já é associado a “tortura” onde os escravos eram obrigados a trabalhar horas intermináveis...

    502  Palavras | 3  Páginas

  • Trabalho, alienação e consumo

    VOCÊ E TODA SUA FAMíLIA. NATUREZA E CULTURA: 1) Faça a distinção entre ação instintiva e ação inteligente. Dê exemplos. 2) Em que sentido a diversidade cultural e um fato? 3) Como é possível, em uma dada cultura, conciliar tradição e ruptura? Explique e dê exemplos. 4) Segundo o jurista e filósofo Norberto Bobbio, "apenas a democracia permite a formação e a expansão das revoluções silenciosas, como foi por exemplo nestas últimas décadas a transformações das relações entre os sexos- que talvez...

    501  Palavras | 3  Páginas

  • fhytyy

    natureza apresenta-se como destino, o trabalho será a possibilidade da superação dos determinismos.Nesse sentido, a liberdade humana não é dada, mas resulta da ação humanatransformadora. 3º) Explique o que Marx entende por fetichismo da mercador1º) Explique quais são os argumentos das duas posições antagônicas assumidas com relação ao trabalho: como tortura e comocondição de humanização. Em seguida, posicione-se sobre a questão. R: Podemos dizer que o ser humano se faz pelo trabalho, porque ao mesmotempo...

    575  Palavras | 3  Páginas

  • Atividade de Filosofia

    Filosofia Revendo o capítulo 1. Explique quais são os argumentos das duas posições antagônicas assumidas com relação ao trabalho: como tortura e como condição de humanização. Em seguida, posicione-se sobre a questão. 2. Distinga a concepção de trabalho na Antiguidade e na Idade Moderna. 3. Explique o que Marx entende por fetichismo da mercadoria e reificação do trabalhador. 4. Releia a citação de Foucault no tópico 7, “De olho no cronômetro” , e explique a relação que o filosofo estabelece...

    537  Palavras | 3  Páginas

  • atividade do livro

    Filosofia Atividade (pag.79) 1- Explique quais são os argumentos das duas posições antagônicas assumidas com relação ao trabalho: como tortura e como condição de humanização. Em seguida, posicione-se sobre a questão. 2- Distinga a concepção de trabalho na Antiguidade e na Idade Moderna. 3- Explique o que Marx entende por fetichismo da mercadoria e reificação do trabalhador. 4- Releia a citação de Foucault no tópico 7, “De olho no cronômetro”, e explique a relação que o filósofo estabelece...

    559  Palavras | 3  Páginas

  • antrpologia

    1- Explique quais são os argumentos das duas posições antagônicas assumidas com relação ao trabalho como tortura e como condição de humanização. Em seguida, posicione-se pessoalmente sobre a questão. Como o próprio texto menciona, a palavra trabalhado deriva do latim tripaliare, o qual nomeava o tripálio, instrumento utilizado para atar os condenados ou para manter presos os animais difíceis de ferrar. Logo, por carregar tal significado, trabalhar passou a ser visto como algo desgastante, dificultoso...

    753  Palavras | 4  Páginas

  • filosofia elisandra entrega

    capitulo) Pag65 1)Por que se pode dizer que a inquisição da linguagem é a senha de entrada no mundo humano? Porque exerce, enfim, a atividade produtiva de criar sentidos para o mundo e para sua vida. 2) por que são criadas linguagens de diferentes tipos? Para que elas servem? elas são criadas para lhe permitir pensar diversas fase tas da realidade.Enfim elas servem também para empresar e se comunicar com seus semelhantes. 3) descreva o processo de significação. A significação é uma coisa que esta...

    824  Palavras | 4  Páginas

  • em busca felicidae

    Revendo o capitulo: 1 Explique quais os argumentos das duas posições antagônicas assumidos com relação ao trabalho: como condições de humanização. Em segundo posicione-se sobre a questão. R: uma considera o trabalho como uma tortura, que o homem está condenado a vida toda á infelicidade. E quando a outra fala sobre que o trabalho ser faz necessário para vida humana para construir sua própria subjetividade. Verdade q na sociedade capitalista ela força nós trabalhamos pana sobreviver numa sociedade...

    974  Palavras | 4  Páginas

  • filosofia

    1  –  Leia com atenção este texto do bispo São Gregório de Tours (século VI), que se dispôs a escrever uma históriados francos: “Os povos se enfureceram selvagemente; a fúria dos reis cresceu; igrejas for am assaltadas pelosheréticos e defendidas pelos católicos. No entanto, nesses tempos em que o estudo das letras declinou e desapareceunas cidades da Gália, não mais se encontram estudiosos da literatura para descrever os acontecimentos dessaépoca. Por i sso, procurei escrever para as gerações futuras...

    2207  Palavras | 9  Páginas

  • Tudo

    3) Explique a tese epistemológica de Locke, a partir da seguinte afirmação: “A mente humana, no instante do nascimento, é uma tabula rasa”.contra quem e o que ele está falando? R:combateuduramente a doutrina que afirmava que o homem possui idéias inatas no instante do nascimento ,um papel em branco, sem nenhuma idéia previamente escrita.O filosofo defende que as idéias que possuímossão adquiridas ao longo da vida mediante o exercício da experiência sensorial e da reflexão. º) Explique quais são os...

    1638  Palavras | 7  Páginas

  • Filosofia - mito

    mito procura explicar os principais acontecimentos da vida, o fenômenos naturais, as origens do mundo e do homem por meio de deuses, semideuses e heróis. Pode-se dizer que o mito é uma primeira tentativa de explicar a realidade. 6) Quais são as diferenças entre Filosofia e mito? A explicação mítica é contrária à explicação filosófica. Segundo o texto de Marilena Chauí entre tantas características que os distinguem, estão presentes as seguintes diferenças: Primeiramente o...

    1553  Palavras | 7  Páginas

  • capitulos

    E em que dele nos distinguimos? Converse com seu colega para identificar quais tem sido suas principais “questões filosóficas” 2) Explique o que Edmund Husserl quis dizer com a aparente,ambiguidade segundo a qual ele “sabe”e ao mesmo tempo,”não sabe” o que e filosofia. 3) De acordo com o senso comum radical significa brusco violento ou inflexível extremado explique por que e esse o sentido que se atribui a filosofia quando a consideramos uma reflexão radical 4) A partir do que você estudou Sócrates...

    2134  Palavras | 9  Páginas

  • Asdf

    1- Explique quais são os argumentos das duas posições antagônicas assumidas com relação ao trabalho: como tortura e como condição de humanização. Em seguida, posicione-se sobre a questão. R: Confirmando esse sentido negativo, a própria palavra trabalhar deriva do latim tripaliare, que nomeava o tripálio, um instrumento formado por três paus, próprios para atar os condenados ou para manter presos os animais difíceis de ferrar. A origem comum identifica o trabalho à tortura. Se a vida humana depende...

    1322  Palavras | 6  Páginas

  • Trabalho, alienação e consumo

    Revendo o capítulo_________________________________________________ 1º) Explique quais são os argumentos das duas posições antagônicas assumidas com relação ao trabalho: como tortura e como condição de humanização. Em seguida, posicione-se sobre a questão. R: Podemos dizer que o ser humano se faz pelo trabalho, porque ao mesmo tempo em que produz coisas torna-se humano, como condição de humanização o trabalho, o trabalho liberta, ao viabilizar projetos e concretizar sonhos, é pelo trabalho que...

    1431  Palavras | 6  Páginas

  • filosofia

    01 – Leia com atenção este texto do bispo São Gregório de Tours (século VI), que se dispôs a escrever uma históriados francos: “Os povos se enfureceram selvagemente; a fúria dos reis cresceu; igrejas for am assaltadas pelosheréticos e defendidas pelos católicos. No entanto, nesses tempos em que o estudo das letras declinou e desapareceunas cidades da Gália, não mais se encontram estudiosos da literatura para descrever os acontecimentos dessaépoca. Por i sso, procurei escrever para as gerações...

    1869  Palavras | 8  Páginas

  • Análise e entendimento (Capítulo 12 Pág. 204, 209 e 216)

    Análise e entendimento (Capítulo 12 Pág. 204, 209 e 216)      Leia com atenção este texto do bispo São Gregório de Tours (século VI), que se dispôs a escrever uma história dos francos:     1. " Os povos se enfureceram selvagemente; a fúria dos reis cresceu; igrejas foram assaltadas pelos heréticos e defendidas pelos católicos. No entanto, nesses tempos em que o estudo da Gália, não mais se encontram estudiosos da literatura para descrever os acontecimentos dessa época. Por isso, procurei escrever...

    1771  Palavras | 8  Páginas

  • Educação e Trabalho

    indústria automobilística, no início do século XX, onde esteiras rolantes levavam o chassi do carro e as demais peças a percorrerem a fábrica enquanto os operários, distribuídos lateralmente ao longo dela, iam montando os veículos. Marque com X em duas características do modelo fordista de produção: ( ( ( ( ( ) A- Rotina de trabalho, controle do tempo, homogeneidade dos produtos. ) B - Homogeneização da mão-de-obra utilizada na produção. ) C - Baixa remuneração salarial dos gerentes das...

    2524  Palavras | 11  Páginas

  • Questão do Conhecimento

    A QUESTÃO DO CONHECIMENTO TEXTOS “PARA PENSAR” (Copiado de: COTRIM, G. Fundamentos de Filosofia: história e grandes temas. 15. ed. ref. e ampl. São Paulo: Saraiva, 2000, p. 66-69) Como vimos, a questão do conhecimento não é tão simples como parece à primeira vista. Há várias perguntas que ainda não foram totalmente respondidas. Uma delas seria a da possibilidade ou não do conhecimento, para a qual há várias respostas que se situam entre a radicalidade do ceticismo e a ingenuidade do dogmatismo...

    1458  Palavras | 6  Páginas

  • descobrindo afilosofia

    Trabalho, alienação e consumo Leitura obrigatória ARANHA, Maria Lúcia de Arruda; MARTINS, Maria Helena Pires. Filosofando – introdução à filosofia. São Paulo: Moderna, 2009, p. 66-79. 1 “Construção” de Chico Buarque Amou daquela vez como se fosse a última Beijou sua mulher como se fosse a última E cada filho seu como se fosse o único E atravessou a rua com seu passo tímido Subiu a construção como se fosse máquina Ergueu no patamar quatro paredes sólidas Tijolo...

    1670  Palavras | 7  Páginas

  • Os zoológicos são moralmente defensáveis?

    ZOOLÓGICOS SÃO MORALMENTE DEFENSÁVEIS? Tom Regan Apesar das importantes diferenças, uma série de tendências recentes na teoria ética se unem nos desafios que representam às práticas humanas bem enraizadas que envolvem a utilização de animais não-humanos, incluindo a sua utilização em jardins zoológicos. Este ensaio explora três dessas tendências - o utilitarismo, o ponto de vista dos direitos, e o holismo ambiental - e explora suas respectivas respostas para a pergunta, os zoológicos são moralmente...

    6718  Palavras | 27  Páginas

  • Pobreza e exclusao

    que chega a dois terços da população no terceiro mundo, essa enorme população de pobres incomoda e constrange por dois motivos: por mostrar a ineficiência da administração do estado, do qual se espera medidas para lidar com a situação, e esses pobres são excluídos do contingente de consumidores nacionais. Essa população excluída pode se organizar politicamente contra esse sistema que os marginaliza, é um problema em uma sociedade que se pressupõe que se trabalha para fazer o bem comum. 2-De que modo...

    2061  Palavras | 9  Páginas

  • Argumentos Tales de Milelto

    3 argumentos: - Eclipse - Lua iluminada pelo sol - Eclipse Por causa do eclipse do sol (que Tales predissera), as partes em luta suspenderam o combate, e se pacificaram, porquanto haviam interpretado o fenômeno como uma advertência dos deuses. À análise deste episódio se deve voltar, quando se tratar da natureza dos conhecimentos de Astronomia de Tales e de sua época. Os feitos de Tales de Mileto não parecem de modo algum tão fantásticos se considerarmos que os babilônios lograram estabelecer...

    564  Palavras | 3  Páginas

  • Explique o conceito de verdade para o cristianismo

    Professora: Dra. Ruth Izumi Setoguti CURSO DE PEDAGOGIA A DISTÂNCIA Acadêmica: Miriam dos Santos Ribeiro de Oliveira R.a: 74 567 Explique o conceito de verdade para o cristianismo. Tendo o capítulo quatro de José Joaquim Pereira Melo como base para elaboração de minha atividade, observei com a leitura do capitulo que o cristianismo apresenta posições que julga verdadeiras, tendo como conceito de verdade para o cristianismo a preocupação de mediar a relação entre homem e Deus para que esta...

    1107  Palavras | 5  Páginas

  • Sociologia

    instituições modernas Solidariedade social e Direito. A importância da normatização social: O direito. Coesão e coerção social Para responder os casos a seguir sugerimos a leitura: COSTA, Cristina. Sociologia: Introdução à ciência da Sociedade. São Paulo: Moderna, 2001. Caso 1 Filho único Muitos países enfrentam sérios problemas com seu elevado crescimento populacional. Em alguns destes países, foi proposta (e por vezes colocada em efeito), a proibição de as famílias terem mais de...

    3999  Palavras | 16  Páginas

  • Metodologia

    básicos se distinguem no processo do conhecimento? Explique cada um deles e sua relação. Um sujeito conhecedor (nossa consciência, nossa mente) e um objeto conhecido (a realidade, o mundo, os inúmeros fenômenos) Só haveria conhecimento se o sujeito conseguisse apreender o objeto, isto é, conseguisse representá-lo mentalmente. 4- Em que diferem idealismo e realismo? De acordo com as teorias realistas do conhecimento, as percepções são reais, ou seja, correspondem de fato às características...

    586  Palavras | 3  Páginas

  • Filosofia

    A PATRÍSTICA E A ESCOLÁSTICA SÃO PAULO 2007 1. O PENSAMENTO CRISTÃO: A PATRÍSTICA E A ESCOLÁSTICA "Quem não se ilumina com o esplendor de todas as coisas criadas, é cego. Quem não desperta com tantos clamores, é surdo. Quem, com todas essas coisas, não se põe a louvar a Deus, é mudo. Quem, a partir de indícios tão evidentes, não volta a mente para o primeiro princípio, é tolo" (São Boaventura). A queda do Império Romano foi causada por...

    6509  Palavras | 27  Páginas

  • Direito das coisas

    a confusão acima enunciada, resolve utilizar a parede divisória da casa da mãe de Julicarla para construção um novo quarto em sua residência. Isso é possível? Existe algum impedimento nesta construção? Justifique. 2). Os interditos possessórios são cercados de vasta proteção jurídica e pressupostos. Analise os requisitos das referidas ações e responda conforme o enunciado abaixo: a). O prazo para propositura dos interditos é de um ano e um dia, após este prazo, deverá o possuidor impetrar ação...

    991  Palavras | 4  Páginas

  • Questionario de filosofia

    ) Explique com suas palavras o sentido epistemológico da Alegoria da caverna de Platão e do mito de Édipo. A alegoria da caverna, criada por Platão, ilustra o processo de conhecimento. Havia três homens que sempre viveram sentados do lado oposto a entrada da caverna. A única visão que tinham era a sombra que as pessoas, animais ou objetos projetavam ao passar pela entrada. Eles tinham isso como o mundo, essa era a realidade que possuíam. Certo dia um desses prisioneiros decide ir para fora da...

    1052  Palavras | 5  Páginas

  • A construção do saber científico algumas posições.

    PROFESSORES LICENCIATURA EM LETRAS COM HABILITAÇÃO EM LÍNGUA PORTUGUESA E LÍNGUA INGLESA SÉRGIO CORDEIRO DA SILVA A CONSTRUÇÃO DO SABER CIENTÍFICO: ALGUMAS POSIÇÕES. JEQUIÉ 2013 SÉRGIO CORDEIRO DA SILVA A CONSTRUÇÃO DO SABER CIENTÍFICO: ALGUMAS POSIÇÕES. Resumo apresentado à disciplina Teoria e Métodos de Pesquisa do Curso Licenciatura em Letras com Habilitação em Língua Portuguesa e Língua...

    1159  Palavras | 5  Páginas

  • Jusnaturalismo

    aproximação Clodoveo Ghidolin1 Um tema de constante debate na história do direito é a caracterização e distinção entre jusnaturalismo e positivismo jurídico. Tradicionalmente essas doutrinas sempre foram concebidas como opostas, isto é, ou aceitamos os argumentos da escola positivista ou então somos partidários da concepção jusnaturalista. No entanto, veremos a seguir que essa compreensão, segundo Norberto Bobbio, parecer ser equivocada. Para demonstrar isso elaboramos o presente artigo com fins estritamente...

    2779  Palavras | 12  Páginas

  • Geografia nayara

    nova ordens. 1. Reler os textos teóricos das apostilas 2 e 3. (UNICAMP) A queda do muro de Berlim, ocorrida no dia 09 de novembro de 1989, pode ser considerada como um marco que separa duas épocas: a época de vigência da Ordem da Guerra Fria, e a época da assim chamada Nova Ordem Mundial. a) Explique o que foi a Ordem da Guerra Fria. b) Como a chamada Nova Ordem Mundial se diferencia da Ordem da Guerra Fria? a) Conflito ideológico militar entre EUA - capitalismo e URSS - socialismo. b)...

    7058  Palavras | 29  Páginas

  • TEXTO - INTERVENÇÃO DE TERCEIROS - OPOSIÇÃO - ASPECTOS RELEVANTES - DIREITO PROCESSUAL DO TRABALHO

    enquanto a oposição não é oponível em processo de execução. Após a sentença ser proferida, o terceiro que deveria ter interferido no processo e não o fez poderá assegurar seu direito ajuizando uma ação autônoma contra a parte vencedora da demanda. São inúmeros os exemplos de oposição dentro do Processo Trabalhista. Cita-se aqui o caso em um sindicato ingressa na Justiça alegando fazer jus ao recebimento de determinada contribuição sindical e, neste ínterim, um outro sindicato - terceiro, alheio ao...

    1099  Palavras | 5  Páginas

  • Artigo de opinião: estudos sobre um gênero discursivo

    estão marcadas por elementos também específicos que determinam o gênero do discurso: o conteúdo temático, o estilo e a construção composicional. Estes elementos, segundo Bakhtin (2003, p. 262): “estão indissoluvelmente ligados no todo do enunciado e são igualmente determinados pela especificidade de um determinado campo da comunicação”. O uso da língua é específico em cada campo de atuação humana, e cada esfera exige uma forma de atuar com a linguagem. Dentro de cada função ocorrem variadas condições...

    6290  Palavras | 26  Páginas

  • Psicologia organizacional

    significa os conhecimentos, crenças, arte, moral, leis, costumes ou outras capacidades e hábitos adquiridos pelo homem como ser social. Diferentes grupos possuem padrões típicos de pensar, sentir e agir. A cultura é aprendida, os hábitos e costumes são produtos de um processo de construção sócio-histórica. Keessing (1974) apresenta diferentes concepções sobre o tema, mas que no conjunto, demonstram que o conceito de cultura supõe existência de componentes ideológicos, pressupostos elaborados a partir...

    2273  Palavras | 10  Páginas

  • O trigo Sarraceno

    1 – Partindo da definição de Durkheim da educação, explique nessa linha, a função da educação: R : Para Durkhein "A educação é a acção exercida pelas gerações adultas, sobre as gerações que não se encontram ainda preparadas para a vida social; tem por objectivo suscitar e desenvolver, na criança certo numero de estados físicos, intelectuais e morais, reclamados pela sociedade política, no seu conjunto, e pelo seu meio especial a que a criança, particularmente se destina". A primeira característica...

    8926  Palavras | 36  Páginas

  • Direito Civil

    existente e mediante caução. Caso não ocorra, o vizinho que é proprietário do muro tem o prazo de um ano e um dia para ajuizar uma ação de nunciação de obra nova ou demolição contra aquele que em seu muro construir. 2). Os interditos possessórios são cercados de vasta proteção jurídica e pressupostos. Analise os requisitos das referidas ações e responda conforme o enunciado abaixo: a). O prazo para propositura dos interditos é de um ano e um dia, após este prazo, deverá o possuidor impetrar ação...

    2027  Palavras | 9  Páginas

  • Geologia 12º

    resultantes da expansão do planeta. 2.3. O Permanentismo defende que, ao longo da História da Terra,… A. os continentes mantiveram as mesmas posições. B. as bacias oceânicas mantiveram as mesmas posições. C. os continentes e as bacias oceânicas mantiveram as mesmas posições. D. os continentes e as bacias oceânicas não mantiveram as mesmas posições. 2.4. Segundo o Contracionismo, a Terra, ao longo do tempo… A. manteve o mesmo volume, mas os continentes afastaram-se. B. aumentou de volume...

    2002  Palavras | 9  Páginas

  • Eutanasia

    Aspetos Históricos 9 Tipos de Eutanásia 11 - Eutanásia Voluntária 11 - Eutanásia Involuntária 11 - Eutanásia Não Voluntária 11 - Eutanásia por Ação ou Positiva 11 - Eutanásia por Omissão ou Negativa 12 - Eutanásia Penal 12 Argumentos a favor 13 Argumentos contra 14 Grupos religiosos e correntes filosóficas Contra 16 A Eutanásia em Portugal 17 Legislação em Portugal 18 Alguns Casos de Eutanásia 19 Reflexão Filosófica 21 Conclusão 22 Netgrafia 23 Introdução Com a elaboração...

    3736  Palavras | 15  Páginas

  • as falácias dos argumentos

    Venâncio Ribeiro Enunciar: Stephen, no seu livro “os usos dos argumento”, referenciado na obra “hermenêutica e argumentação neocontitucional” de autoria Ademartori e Francico Carlos Duarte, Ed. Atlas, 2009, pags. 77/87, admite que “...são as falácias consideradas essenciais para se compreender com exatidão dos estudos dos argumentos” com base no pensamento de toulmin, explique o que dito jurisconsulto pensa das seguintes falácias. A FALÁCIA POR FALTA DE RAZÕES; Falso dilema Definição: É...

    2314  Palavras | 10  Páginas

  • HEREDITARIEDADE E MEIO AMBIENTE.

    para nota da segunda avaliação do semestre da disciplina de Psicologia sob orientação da Professora UFRPE 2014 1. O que os estudos da Psicologia sobre a hereditariedade e o ambiente nos apontam sobre as influencias que estas duas dimensões têm no nosso desenvolvimento e aprendizado? As Teorias da Hereditariedade e Do Meio Ambiente correspondem à fluxos diferentes no campo do Desenvolvimento Humano. Elas se diferenciam em diversos pontos, apresentando e defendendo processos...

    619  Palavras | 3  Páginas

  • Sociologia antonio grasnci

    AP 3 – FILOSOFIA Grupo “A” – 24.08.11 Professor: Harim Brito Aluno(a): 01. Analise o quadrinho abaixo e depois analise a partir dele as duas posições antagônicas assumidas com relação ao trabalho: uma como tortura e como condição de humanização. Em seguida, posicione-se pessoalmente sobre a questão. Resposta: O quadrinho mostra o personagem Garfield, famoso pelo desânimo em relação ao trabalho. Ele representa a visão negativista, que tem o trabalho como uma forma de punição e impróprio ao homem...

    553  Palavras | 3  Páginas

  • 060053151317

    em instituições modernas Solidariedade social e Direito. A importância da normatização social: O direito. Coesão e coerção social. Para responder os casos a seguir sugerimos a leitura: COSTA, Cristina. Sociologia: Introdução à ciência da Sociedade. São Paulo: Moderna, 2001. Caso 1 Filho único Muitos países enfrentam sérios problemas com seu elevado crescimento populacional. Em alguns destes países, foi proposta (e por vezes colocada em efeito), a proibição de as famílias terem mais de um filho...

    4850  Palavras | 20  Páginas

  • Capitulo 13 Filosofia

    lógico são usadas por nós para significar: • Uma inferência: visto que conheço x, disso posso concluir y como consequência • A exigência de coerência: visto que x é assim, é preciso que y seja assim • A exigência de que não haja contradição entre o que sabemos de x e a conclusão y que chegamos • A exigência de que saibamos o suficiente sobre x para entender y e conhecer por que se chegou a y. Inferência, coerência, conclusão sem contradições, conclusão com base em conhecimentos suficientes são algumas...

    815  Palavras | 4  Páginas

  • Tecnica de Negociação

    1- Quais são os tipos básicos de negociação? Explique cada um deles, dando inclusive exemplos? -Existem três tipos básicos de negociação: distributivas , integrativas e ganha-ganha. As negociações distributivas envolvem apenas uma questão, normalmente relacionada a valores. Como exemplo de sua aplicação pode-se citar a compra ou venda de um carro, em que a única questão a ser negociada é o valor do automóvel. Normalmente essa negociação é conduzida em um ambiente competitivo. Cada parte apresenta...

    7520  Palavras | 31  Páginas

  • DIREITO

    SOCIOLOGIA APLICADA SOCIOLOGIA APLICADA Graduação EXERCÍCIOS 1 UNIDADE 4 SOCIOLOGIA APLICADA A ESTRATIFICAÇÃO SOCIAL 1- Os indivíduos, ao viverem em sociedade, ocupam posições diferentes por motivos variados, compondo uma hierarquia social. Esta hierarquia é formada por camadas de indivíduos e grupos superpostos de acordo com os valores atribuídos a eles e é exatamente a esse fenômeno que chamamos de: a) estratificação social. b) status social. c) mobilidade...

    807  Palavras | 4  Páginas

  • Argumento do Violinista

    Biologia. Um dos temas, ligados a bioética, mais debatidos na atualidade é o do aborto. Desde a década de sessenta até hoje muitos são os países que permitem a interrupção voluntária da gravidez medicamente assistida, em certos casos1. O aborto além de ser um problema legal é também um problema moral. A diferença entre eles consiste no facto de existirem argumentos a favor do aborto e em nenhum deles se aborda se este é um mal ou não. As leis que proíbem o aborto fazem com que aumente o recurso...

    1203  Palavras | 5  Páginas

  • posições na ciência política

    REVISTA DE SOCIOLOGIA E POLÍTICA V. 18, Nº 37: 149-182 OUT. 2010 POSIÇÕES E DIVISÕES NA CIÊNCIA POLÍTICA BRASILEIRA CONTEMPORÂNEA: EXPLICANDO SUA PRODUÇÃO ACADÊMICA Fernando Baptista Leite RESUMO O artigo é um estudo preliminar, exploratório, da história da Ciência Política brasileira. Buscamos fornecer subsídios para identificar as razões históricas por trás dos dois princípios de divisão da produção acadêmica da Ciência Política contemporânea: o contínuo teórico-empírico e o contínuo...

    24975  Palavras | 100  Páginas

  • Direito Civil

    com o falecimento da antiga proprietária ocorrido no dia 24/8/1972 ocupem o imóvel, de forma mansa, pacífi ca e ininterrupta, como animus domini razão pela qual se reconhece o seu direito a aquisição do imóvel. RECURSO PROVIDO.” As decisões acima são contraditórias? Justifique sua resposta, de forma fundamentada e insira breve explicação do que seja a interversão do caráter da posse. Sim, elas se tornam contraditórias, porque a intervenção do caráter da posse ocorreu em apenas um dos casos....

    9558  Palavras | 39  Páginas

  • FILOSOFIA RESUMO

    UNIDADE 1 AULA 1 Uma das maiores questões que afligem a humanidade é a busca de sua origem, dos princípios fundadores da concepção propriamente humana. problemas filosóficos, religiosos e científicos. Os atos dos animais são instintivos e determinados biologicamente. Já o homem, desde os primeiros momentos de vida, transforma e adapta a natureza de acordo com suas necessidades. Porém, quando tratamos do termo em seu sentido antropológico, vemos que cultura é toda transformação exercida pelo homem...

    5641  Palavras | 23  Páginas

  • Trabalho Negociação

    TRABALHO NEGOCIAÇÃO 1. Descreva seis características de um bom negociador e explique-as. Um bom negociador precisa ser um bom comunicador e saber ouvir as partes interessadas, lidar com pessoas é uma tarefa complicada e necessita muita cautela com as palavras. Assim como a comunicação, a empatia é uma qualidade indispensável em um bom negociador, ele deve conseguir se colocar no lugar do outro. Ter autoconfiança e poder de persuasão é essencial, o negociador deve estar seguro na hora de expor...

    746  Palavras | 3  Páginas

  • Conhecimento

    cinzeiro a forma ou a cor, que de fato não existem fora da coisa real. O matemático reduz as coisas que têm peso, dureza, cor, para só considerar a quantidade. Por exemplo, quando dizemos 2, consideramos apenas o número, deixando de lado se são duas pessoas ou duas frutas. A lei científica também é abstrata. Quando concluímos que o calor dilata os corpos, fazemos abstração das características que distinguem cada corpo para considerar apenas os aspectos comuns àqueles corpos, ou seja, o corpo em geral"...

    3739  Palavras | 15  Páginas

  • Processo de negociação entre as fábricas de Caratinga e Pituba da empresa Universal

    negociações.” Para solucionar a situação, os interlocutores devem equilibrar suas emoções x razoes, rever seus argumentos e entender a situação do outro sem culpa-lo pelo problema. A fim de gerar uma negociação clara e objetiva, com solução para as duas fabricas. Aspectos relacionados à variável interesses Nesta situação temos os interesses comuns, porém as posições são antagônicas. Os gerentes tem interesse que os módulos sejam produzidos com uma melhor qualidade. Porém cada um defende a...

    579  Palavras | 3  Páginas

  • QUESTIONARIO IVANY 1

    dizer que a Ética analisa as regras e os princípios morais que são destinados a orientar a ação humana; ou seja, tem em si uma estrutura capaz de analisar diferentes opções para se ter referência sobre o que é ou não correto em determinado momento. Desidério Murcho, em artigo intitulado “’Ética’ e ‘moral’, outra vez” diz:  “O objectivo deste pequeno artigo é esclarecer melhor a pretensa diferença entre ética e moral. Temos de distinguir duas coisas muito diferentes: as palavras e as coisas. Tanto podemos...

    2107  Palavras | 9  Páginas

  • Artigo de opinião

    Francisco Ferreira, e a minha filha, Julia Barboza Ferreira, pelo amor, apoio e compreensão durante todo este Curso de Especialização. AGRADECIMENTOS À Secretaria Estadual de Educação do Estado de São Paulo (SEE-SP), que, por meio do Programa Rede São Paulo de Formação de Docente – REDEFOR, possibilitou a realização deste Curso de Especialização em Língua Portuguesa, através de convênio com o Instituto de Estudos da Linguagem (IEL) da Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP)...

    5588  Palavras | 23  Páginas

  • Aborto Argumentos Contra

    Roteiro • Discussão e análise de um tema controverso, apontando as falácias formais e informais que podem estar associadas aos diversos argumentos envolvidos. • Trabalho a ser entregue dia 10/12. Orientações específicas para o trabalho • Escolher um tema polêmico, com argumentações tanto a favor como apresentar as razões de ambos os lados, de maneira imparcial, de maneira a evitar a Falácia do Espantalho, isto é, fazer apenas uma caricatura do adversário. • Extrair o “cerne” do debate como um...

    2942  Palavras | 12  Páginas

  • Filossofia

    que existe na natureza. E trabalha unicamente com a razão e é movida pela curiosidade que surge dos seres humanos ao estranhar algo como certo. Quando levantamos duvidas, sobre qualquer coisa estamos praticando a Filosofia. A palavra é formada por duas palavras gregas, “filo” que quer dizer amor Ou amizade e “Sophia” que quer dizer sabedoria ou conhecimento. Filosofia, portanto seria amor pelo conhecimento, pela sabedoria, amor à Sabedoria. 2. O que é o homem? O homem é um ser que fala e se...

    9656  Palavras | 39  Páginas

  • Sociologia em resumo

    APOSTILA DE SOCIOLOGIA 1.1. A PALAVRA SOCIOLOGIA A palavra sociologia foi criada pelo pensador francês Augusto Comte em 1839 em seu curso de filosofia positiva. A palavra sociologia é híbrida, isto é, ela é formada por duas línguas diferentes: Sócio do latim significa social ou sociedade, logia do grego significa estudo, formando assim, o “estudo do social” ou “estudo da sociedade”. 1.2. CONCEITOS DE SOCIOLOGIA A sociologia possui...

    12839  Palavras | 52  Páginas

  • Java use a cabeça

    freqüentemente feitas por colegas e estudantes dos cursos para os quais usei este material. Algumas dessas perguntas são apresentadas aqui, com as respectivas respostas. Algumas das perguntas não chegaram a ser feitas, mas é possível que acabem surgindo depois da publicação, sendo respondidas a seguir. O número de exercícios não é excessivo, especialmente considerando que muitos são tão similares que chegam a ser repetitivos? Sim, mas isso é considerado uma característica positiva da lista de exercícios:...

    25521  Palavras | 103  Páginas

  • sociologia para o ensino médio

    APOSTILA DE SOCIOLOGIA PARA O 1º ANO ENSINO MÉDIO 1.1. A PALAVRA SOCIOLOGIA A palavra sociologia foi criada pelo pensador francês Augusto Comte em 1839 em seu curso de filosofia positiva. A palavra sociologia é híbrida, isto é, ela é formada por duas línguas diferentes: Sócio do latim significa social ou sociedade, logia do grego significa estudo, formando assim, o “estudo do social” ou “estudo da sociedade”.                                                             1.2. CONCEITOS DE SOCIOLOGIA ...

    12855  Palavras | 52  Páginas

tracking img