Experiências De Esquerda Na America Latina artigos e trabalhos de pesquisa

  • RESENHA CRÍTICA: A AMÉRICA LATINA E OS MOVIMENTOS DE DISSENSO NOS EUA - Cecília Azevedo

    RESENHA CRÍTICA A AMÉRICA LATINA E OS MOVIMENTOS DE DISSENSO NOS EUA AZEVEDO, Cecília Silva de. A América Latina e os movimentos de dissenso nos EUA. Disponível em:. Acesso em: 20 set. 2012. Cecília da Silva Azevedo é uma historiadora brasileira. Graduada em História pela UERJ (1982), é mestre em História pela UFF (1990) e doutora em História pela USP (1999). Realizou quatro estágios pós-doutorais: Universidade Federal de Minas Gerais (2005), University of Maryland at College Park (2006)...

    2160  Palavras | 9  Páginas

  • Teorias da escola da America latina

    na América Latina, a abertura de um debate político interno, pois as idéias dessa teoria não se deixavam usar com a facilidade instrumentalista à qual se prestaram outros pensamentos de esquerda e porque revelou aos latino-americanos tudo o que não cabia nem em sua sistematização nem em sua dialética, da respeito da realidade social e cultural latino-americana. Outro pilar era a ideia do “caos cultural”, essa perda do centro e conseguinte dispersão e diversificação dos níveis e experiências culturais...

    539  Palavras | 3  Páginas

  • Ditadura na América Latina

    Ditadura na América Latina São Paulo 2014 Ditadura na América Latina Trabalho apresentado a disciplina de História para obtenção de media bimestral. São Paulo 2014 HYPERLINK "http://sob-letras.blogspot.com.br/2011/05/as-ditaduras-militares-na-america-do.html" \t "_blank" As ditaduras militares na América do Sul          A guerra contra o comunismo culminou em uma verdadeira onde de golpes militares. Ela começou pelo Paraguai, seguida do Brasil, onde as Forças Armadas derrubaram...

    1145  Palavras | 5  Páginas

  • Experiências Socialistas: América Latina

    Experiências Socialistas: América Latina Cuba Após a Segunda Guerra Mundial iniciou-se a Guerra Fria. O Mundo encontrava-se dividido em dois grandes blocos controlados por duas superpotências, o Bloco Ocidental Capitalista liderado pelos Estados Unidos e o Bloco Ocidental Socialista liderado pela União Soviética. Cuba com ajuda norte-americana foi a última colônia americana a tornar-se independente da Espanha no conflito hispono-americano. Depois de sua libertação, Cuba ficou sob o...

    739  Palavras | 3  Páginas

  • ditadura da América latina

     Trabalho De História E.E.Prof° Edevaldo Perassi Principais movimentos que lutaram conta a Ditadura da América Latina Nome: Alicia Bruna Feitosa N°01 Serie: 3ºA Nome: Daleth das Chagas Nº 08 Noite Prof° Eduardo Ditaduras da América Latina  O Marxismo-Leninismo ensina que na época do imperialismo e da crise geral do capitalismo os povos dos países coloniais e dependentes somente podem obter a vitória na luta anti-imperialista e anti-feudal...

    8186  Palavras | 33  Páginas

  • Ditaduras militares na américa latina

    perigo vermelho. As esquerdas espelhavam-se nos regimes socialistas implantados em Cuba, China e União Soviética. O temor ao comunismo influenciou a eclosão de uma série de golpes militares na América Latina, seguidos por ditaduras militares de orientação ideológica à direita, com o suposto aval de sucessivos governos dos Estados Unidos da América, que consideravam a América Latina como sua área de influência. Cuba e China passaram financiar grupos de esquerda na América Latina, iniciando um movimento...

    2287  Palavras | 10  Páginas

  • Contexto Guerra Fria Na América Latina

     O contexto da Guerra Fria na América Latina Apoio americano a redemocratização dos regimes autoritários nacionalistas da América Latina (1945-1946).  No contexto do imediato pós-Segunda Guerra Mundial, marcado pela derrota do nazi-fascismo, pela expectativa de expansão do liberalismo e pela necessidade de aumentar as exportações americanas, o governo Truman apoiou, em um primeiro momento, a onda de democratização da América Latina. Os regimes, movimentos e líderes autoritários nacionalistas...

    3342  Palavras | 14  Páginas

  • América Latina

    revoluções cubanas”. • Doutrina de Segurança Nacional: – Guerra total contra o comunismo. • Esgotamento do modelo populista. • Setores conservadores insatisfeitos com nacionalismo econômico e agitação das massas. Instabilidade política na América Latina (1953 – 1979) • O caso argentino: – Jorge Rafael Videla (1976 – 1981): Deposição de Isabelita Perón Violação de direitos humanos (ampla violência – 10 a 30 mil “desaparecidos”). Atrito fronteiriço com o Chile (Ilhas no Canal Beagle...

    1352  Palavras | 6  Páginas

  • REGIMES AUTORITARIOS E AS POSSIBILIDADES DE CONSOLIDAÇÃO DAS ATUAIS DEMOCRACIAS VIGENTES NA AMÉRICA LATINA

    ANALISE OS REGIMES AUTORITÁRIOS VIGENTES NA AMÉRICA LATINA AO LONGO DO SÉCULO XX E AS POSSIBILIDADES DE CONSOLIDAÇÃO DAS ATUAIS DEMOCRACIAS VIGENTES NA AMÉRICA LATINA No começo do século XX, as elites políticas e intelectuais dos países latino-americanos, diante de um cenário mundial de Guerra e transição econômica, social e política nos países mais "avançados”, se viram influenciados pelas ideologias europeias, o que acarretou na eclosão de movimentos ou partidos de inspiração fascista na...

    3387  Palavras | 14  Páginas

  • Influência da escola de Frankfurt na América Latina

    Influencia da escola de Frankfurt na América Latina. Horkheimer, Adorno e Benjamin, pensadores frankfurtianos, influenciaram diretamente a reflexão crítica nos países latino-americanos. Essa influência da Escola de Frankfurt sobre o pensamento latino-americano dá-se, segundo Jesus Martín Barbero, devido à sua característica de chegar ao estudo da massa como efeito dos processos de legitimação e lugar de manifestação da cultura em que a lógica da mercadoria se realiza. “Os pensamentos de massificação...

    1903  Palavras | 8  Páginas

  • Anarquismo Na America Latina

    Anarquismo NA AMÉRICA LATINA Anarquismo ... na América Latina tem uma longa história, rica em ambas as lutas pacíficas e violentas manifestações de heroísmo individual e coletivo na organização de esforços de propaganda oral, escrita e prática, literárias, teatrais, experiências pedagógicas, cooperativa, comunidade, etc. Essa história nunca foi escrito na íntegra, embora existam alguns bons estudos parciais. Além disso, aqueles que escrevem o social, político, cultural, literária, filosófica...

    1469  Palavras | 6  Páginas

  • Serviço social america latina

    Universidade Anhanguera – Uniderp - Centro de Educação a Distância - Serviço Social Serviço Social na América Latina Dalva Bianchetti R.A. 308434 Luciane Yoshiy Botini R.A. 302552 Regina Marchetti R.A. Telma Cristina Nunes...

    2616  Palavras | 11  Páginas

  • OS GOVERNOS POPULISTAS NA AMÉRICA LATINA; DITADURA E O PROCESSO DE REDEMOCRATIZAÇÃO NO BRASIL , CHILE E ARGENTINA

    1. OS GOVERNOS POPULISTAS NA AMÉRICA LATINA; 2. DITADURA E O PROCESSO DE REDEMOCRATIZAÇÃO NO BRASIL; 3. DITADURA E O PROCESSO DE REDEMOCRATIZAÇÃO NO CHILE; 4. DITADURA E O PROCESSO DE REDEMOCRATIZAÇÃO NA ARGENTINA; SANTANA / AP 2014 ESCOLA ESTADUAL AUGUSTO ANTUNES FRANCO DANI DA SILVA LOPES JUNIOR LUCAS GABRIEL MANASSES FERREIRA WILLIAN FERREIRA 1. OS GOVERNOS POPULISTAS NA AMÉRICA LATINA; 2. DITADURA E O PROCESSO DE REDEMOCRATIZAÇÃO...

    3002  Palavras | 13  Páginas

  • ditaduras militares na america latina

    pa-de-golpe-militar-no-brasilimportante: http://educador.brasilescola.com/estrategias-ensino/a-ditadura-os-eua.htm COMISSÕES DA VERDADE As ditaduras latino-americanas tiveram fins distintos. Em alguns países, como na Argentina e Chile, tais experiências foram tratadas como Terrorismo de Estado, sendo muitos dos seus responsáveis punidos pela sociedade civil. Já em outros casos, como no Brasil, os autores das violências e autoritarismos cometidos foram anistiados por dispositivos legais, muitos...

    1495  Palavras | 6  Páginas

  • Movimentos sociais na América Latina: elementos para uma abordagem comparada. De Camille Goirand

    Movimentos sociais na América Latina: elementos para uma abordagem comparada Social movements in Latin America: elements for a comparative approach C a m il l e G o i r an d A partir do fim da década de 1960, em todo o mundo ocidental, inclusive na América Latina, multiplicaram-se movimentos sociais cuja “novidade” foi frisada pela sociologia. Na Europa, nos Estados Unidos e na América Latina, alguns anos após 1968, esses “novos movimentos sociais” começaram a contestar a ordem social...

    15964  Palavras | 64  Páginas

  • Experiência de esquerda da América la

    Experiência de esquerda na América Latina Ernesto Guevara foi um personagem da história da América Latina, onde a história de sua vida e de suas ações, antes e depois da Revolução Cubana, tem sido tema central de livros e filmes. Cuba No início do século XX, a economia Cubana baseava-se na exportação do açucar e grande parte da produção era vendida aos Estados Unidos. Em 1950, Cuba era um país subordinado aos EUA. Desde os movimentos da independência, em 1898 sob liderança de José Marti, tropas...

    1157  Palavras | 5  Páginas

  • tortura e direitos humanos na america latina

    políticos e sociais ocorridos em diferentes países da África, Ásia, Europa e América, assumindo ênfase particular na América Latina, especialmente na Argentina, no Brasil e no México. [...] No populismo, [...] o conceito de povo não é racionalizado, predominando sempre a emotividade. Isso possibilita muitas vezes a associação do populismo ao nacionalismo, bem como a existência de líderes carismáticos. [...] Na América Latina, são tidos como governos populistas os de Vargas (1930-1945) e João Goulart...

    1492  Palavras | 6  Páginas

  • Memorial da américa latina

    INTRODUÇÃO...................................................................................................6 1. APRESENTAÇÃO DO OBJETO.................................................................8 1. O Memorial da América Latina...............................................................8 2. O que encontramos no Memorial............................................................9 3. O que acontece no Memorial........................................

    2924  Palavras | 12  Páginas

  • Populismo na América Latina

    cientistas acreditam que está definição estaria enviesada, dado a diferença de gastos estatais e políticas sociais entre os países latinos americanos. Para esses o conceito de populismo é muito mais complexo do que uma simples política econômica. A América Latina é um exemplo perfeito para este raciocínio. “Apesar de todas as críticas apresentadas por essa literatura, muitos têm sido os trabalhos que ainda se mantêm fiéis a uma conceituação genérica e, ao mesmo tempo, monolítica de populismo, principalmente...

    4357  Palavras | 18  Páginas

  • O serviço social na america latina

    Serviço Social na América Latina Códex Ixtlilxochitl, escrito em espanhol, por autor anônimo, do início do século XVII. No detalhe Nezahualcoyotl (1402-1472), governador de Texcoco. Acervo da Biblioteca Nacional de Paris. O Codex Florentino é um conjunto de 12 livros, criado sob a supervisão de Bernardino de Sahagún, entre 1540 e 1585, cópia da fonte original, destruída pelas autoridades espanholas. Importante fonte de informação da civilização asteca, antes da conquista espanhola, o Codex...

    7474  Palavras | 30  Páginas

  • Am Rica Latina Conlitos S Culos XX E XXI

    América Latina  Introdução A colonização espanhola na América foi implantada a partir da formação de três vice-reinos e quatro capitanias gerais. Porém, a metrópole tentou impor uma unidade a partir da língua, da religião e da estrutura político-administrativa. Esses elementos, entretanto, não conseguiram representar forças de coesão que garantissem a manutenção da unidade do império espanhol. Correspondiam, por sua vez, à natureza do sistema colonial – originário do absolutismo monárquico e do...

    2769  Palavras | 12  Páginas

  • Bresser Pereira: DO ANTIGO AO NOVO DESENVOLVIMENTISMO NA AMÉRICA LATINA.

    DO ANTIGO AO NOVO DESENVOLVIMENTISMO NA AMÉRICA LATINA Luiz Carlos Bresser-Pereira Artigo a ser publicado em livro organizado pelo Centro Internacional Celso Furtado de Políticas para o Desenvolvimento. Enviado para publicação em 11 de novembro de 2010. Corresponde a “From old to new developmentalism in Latin America” (José Antônio Ocampo e Jaime Ross, orgs. (2011) Handbook of Latin American Economics, Oxford University Press: 108-129). Abstract. The failure of the Washington Consensus and...

    16083  Palavras | 65  Páginas

  • America latina e o giro decolonial

    Ballestrin* América Latina e o giro decolonial Decolonial turn and Latin America Hasta que los leones tengan sus propios historiadores, las historias de cacería seguirán glorificando al cazador. Provérbio africano O objetivo principal deste artigo é o de apresentar a constituição, a trajetória e o pensamento do Grupo Modernidade/Colonialidade (M/C), constituído no final dos anos 1990. Formado por intelectuais latino-americanos situados em diversas universidades das Américas, o coletivo realizou...

    10776  Palavras | 44  Páginas

  • Gramschi e a educacao popular na america latina

    2004 GRAMSCI E A EDUCAÇÃO POPULAR NA AMÉRICA LATINA. Percepções do debate brasileiro Raymond A. Morrow Universidade de Alberta Alberta, Canadá Carlos Alberto Torres Universidade da Califórnia – Los Angeles Los Angeles, EUA Resumo Este artigo argumenta que a contribuição de António Gramsci tem sido central nos trabalhos de intelectuais, profissionais de ONG’s, professores e activistas sociais no contexto da educação popular na América Latina. A educação popular é definida como um...

    8862  Palavras | 36  Páginas

  • Ditaduras na america do sul

    aos movimentos revolucionários. De modo geral, os regimes militares da América do Sul foram extremamente autoritários e violentos. Os governos de Brasil, Argentina, Chile, Paraguai, Uruguai e Bolívia chegaram a fazer um acordo de cooperação mútua, a chamada Operação Condor, com o objetivo de reprimir em conjunto a resistência aos regimes ditatoriais implantados. A América do Sul virou um grande laboratório para as experiências neoliberais, havendo privatizações de empresas estatais, corte de gastos...

    704  Palavras | 3  Páginas

  • As infuencias da guerra fria na america latina

    seu artigo Ecos da Emergência da Guerra Fria no Brasil (1947-1953) (2010), segundo o qual, nos anos que se seguiram ao fim da II Grande Guerra, estava a ocorrer um rápido processo de mudança na configuração política da maioria dos governos da América Latina. Na Argentina, Juan Domingo Perón foi eleito presidente. No Brasil, em 1945, após 15 anos no poder, o governo de Getúlio Vargas chegou ao fim. Seu sucessor, Eurico Gaspar Dutra, foi escolhido através do mais amplo processo eleitoral que o país...

    5815  Palavras | 24  Páginas

  • Representação do imperialismo norte-americano na américa latina em “cem anos de solidão” de gabriel gárcia marquez

    UNIVERSIDADE FEDERAL DO TOCANTINS – UFT CAMPUS DE ARAGUAÍNA CURSO DE HISTÓRIA Representação do Imperialismo norte-americano na América Latina em “Cem anos de solidão” de Gabriel Gárcia Marquez Edileuza Martins Bispo Kátia Maria da Silva Maria Raimunda Pereira Rodrigues Maria do Socorro Cutiarú Dias Achurê Karajá Maricleide Moreira da Silva Santos RESUMO Como forma de buscar matérias-primas, mercado consumidor e mercado de investimentos, o Imperialismo é um período...

    3290  Palavras | 14  Páginas

  • Evolução Económica na América Latina

    Escola Superior de Gestão e Tecnologia de Santarém Unidade Curricular: História Económica e Empresarial Licenciatura: Gestão de Empresas - PL Docente: Prof. Pedro Freitas Plano do Trabalho sobre o tema: “Evolução económica e empresarial da América Latina desde 1980 até aos finais do Século XX.” Elementos do Grupo: João Correia- 130117099 - joao.mendes.c@gmail.com João Henriques - 128129008 - jfilipe_21@hotmail.com Júlio Lourenço - 130117075 - 130117075@esg.ipsantarem.pt ...

    5098  Palavras | 21  Páginas

  • Ditadura militar na América latina

     Ditadura militar na América latina A ditadura Militar é uma forma de governo controlado por militares,ela pode ser oficial ou não ,onde o militar exerce uma influência muito forte.A Ditadura Militar na América Latina era feito por governantes de alta patente e em alguns casos por vários militares. Após a 2ª Guerra Mundial, surgem 2 potências econômicas e militares: os EUA e a URSS. Os EUA lideravam o bloco capitalista e a URSS o bloco socialista. A Guerra Fria foi uma rivalidade entre capitalismo...

    1792  Palavras | 8  Páginas

  • Revoluções américa latina: mexicana, cubana, sandinismo, etc

    Universidade Federal de Minas Gerais Faculdade de História Disciplina: História da América II Professora: Priscila Ribeiro Dorella Aluna: Mariana Vasconcelos Martins Fichamentos • Revolução Mexicana As reformas liberais de 1876 tiveram profundo impacto sobre a sociedade indígena, visto que mexiam na organização fundiária; até então, tais terras eram comunais, dotadas de um valor sagrado, e viraram propriedade privada após as reformas. As reformas liberais inevitavelmente acabariam...

    3712  Palavras | 15  Páginas

  • Situações e as condições de vida das comunidades indigenas na america latina

    Curso Licenciatura em História Disciplina História da América I Professor Responsável Título do Projeto “As comunidades indígenas hoje na América Latina” Nome do Aluno e RA Data início do Projeto ____/____/____ Data término do Projeto ____/____/____ 1. DESCRIÇÃO DO PROJETO Este projeto de Prática tem por objetivo descrever qual é a situação e as condições de vida das comunidades indígenas na América Latina, tendo © História da América I em vista seu desenvolvimento histórico após o início...

    3294  Palavras | 14  Páginas

  • Focos de tensão na América Latina

    GERAIS IFNMG – Campus Montes Claros Disciplina: Geografia Professor: João Batista Turma: Técnico em Química - 3° Ano FOCOS DE TENSÃO NA AMÉRICA LATINA Equipe: Bruna Mendes, Estela Silva, Isabela Guimarães, Leon David Aziole, Maria Franciely, Samuel Alves Rocha e Stéfane Mendes. Montes Claros, setembro de 2014. Tensões na América Latina As crises no MERCOSUL A construção de uma fábrica de papel às margens do rio Uruguai, fronteira natural entre Argentina e Uruguai, coloca os...

    7041  Palavras | 29  Páginas

  • Fundamentos sobre américa latina

    UNIVERSIDADA FEDERAL DA INTEGRAÇÃO LATINO-AMERICANA – UNILA FUNDAMENTOS DA AMÉRICA LATINA TEMA: Diversidade NÃO é desigualdade. Trabalho sobre o conceito de desigualdade e suas projeções. A disputa pela terra na América Latina". Prof Dirceu Basso Curso de Desenvolvimento Rural e Segurança Alimentar - UNILA CONCEITOS GERAIS PARA TRATAR SOBRE OS TEMAS DA DESIGUALDADE E CONFLITOS SOCIAIS 1) Desigualdade A base para averiguar a desigualdade está na análise da distribuição dos bens/recursos...

    5005  Palavras | 21  Páginas

  • As brigadas muralistas da experiência chilena: propaganda política e imaginário revolucionário

    As brigadas muralistas da experiência chilena: propaganda política e imaginário revolucionário Carine Dalmás Resumo: O presente artigo tem como propósito analisar duas organizações de propaganda e alguns dos murais produzidos por elas no Chile durante governo da Unidade Popular (UP). Neste período a esquerda chilena tentou desenvolver o projeto de transição para o socialismo pela via pacífica. As imagens foram produzidas com fins propagandistas por brigadas muralistas que pertenciam aos...

    15424  Palavras | 62  Páginas

  • América Latina, Criollos e Colonialidade

    ......................................................................................................................... Carlos Walter Porto-Gonçalves y Pedro de Araújo Quental Colonialidade do poder e os desafios da integração regional na América Latina .....................................................................................................................................................................................................................................................

    16464  Palavras | 66  Páginas

  • AS POLITICAS SOCIAIS E O NEOLIBERALISMO - Reflexões suscitadas pelas experiências latino-americana

    AS POLÍTICAS SOCIAIS E O NEOLIBERALISMO - Reflexões suscitadas pelas experiências latino-americanas Sônia M. Draibe - Em primeiro lugar: estão os motivos de ordem propriamente teórica: o neoliberalismo não constitui efetivamente um corpo teórico próprio, original e coerente. - Em segundo lugar, o reconhecimento torna-se difícil porque as próprias proposições neoliberais vêm-se modificando no tempo, principalmente no que diz respeito as responsabilidades públicas e estatais em questões como educação...

    2787  Palavras | 12  Páginas

  • . América Latina: transnacionalização e lutas sociais no alvorecer do século XXI

    ALMEIDA, José Rubens Mascarenhas de. América Latina: transnacionalização e lutas sociais no alvorecer do século XXI – da luta armada como política (o caso EZLN) Vitória da Conquista (BA): Edições UESB, 2010. Cledson Alves Bispo Barra1 ALMEIDA, José Rubens Mascarenhas de. América Latina: transnacionalização e lutas sociais no alvorecer do século XXI – da luta armada como política (o caso EZLN) Vitória da Conquista (BA): Edições UESB, 2010, 220 p. Doutor em Ciências Sociais pela Pontifícia...

    4814  Palavras | 20  Páginas

  • América Latina

    As esquerdas na América Latina A VEZ DA ESQUERDA NA AMÉRICA LATINA O século XXI revela um domínio curioso de regimes governamentais chamados de esquerda nos principais países do continente americano como: Brasil, Venezuela, Argentina, Colômbia e Chile. Esta preferência está ligada, muitas vezes, a um forte desgaste nos partidos políticos tradicionais, ditos de direita. Sustentado por movimentos de resistência, os países latino-americanos estão experimentando a liderança estabelecida por...

    1008  Palavras | 5  Páginas

  • Ligações Perigosas: Estado e Guerra na América Latina Antonio Mitre

    LIGAÇÕES PERIGOSAS: ESTADO E GUERRA NA AMÉRICA LATINA Antonio Mitre Working Paper nº 7, Julio de 2010 Ligações Perigosas: Estado e guerra na América Latina Antonio Mitre I. Introdução Nos primórdios do pensamento político moderno, Estado e Guerra surgem implicados numa relação de reciprocidade causal que, desde então, se configura como um jogo de espelhos na literatura sobre o tema. Maquiavel foi o primeiro a formular, no capítulo XII de O Príncipe, o caráter especular desse vínculo e o problema...

    14335  Palavras | 58  Páginas

  • Movimentos sindicais ao longo da história - a experiência brasileira

    Movimentos sindicais ao longo da história: a experiência brasileira. Autora: Eliane Barbosa da Silva 1. A história do movimento dos trabalhadores organizados no Brasil – primeiras iniciativas No Brasil, as primeiras formas de organização dos operários foram as associações do tipo mutualista (sociedade de socorro e auxílio mútuo), com o objetivo de levantar recursos e organizar esforços para a assistência dos trabalhadores em caso de morte, doença e acidentes de trabalho. Depois vieram as...

    3575  Palavras | 15  Páginas

  • Políticas de comércio exterior e desenvolvimento: a experiência brasileira

    Política de comércio exterior e desenvolvimento: a experiência brasileira AMADO LUIZ CERVO* Introdução A política de comércio exterior do Brasil envolveu historicamente um grande debate nacional. Governo e lideranças sociais a ela vincularam as possibilidades do desenvolvimento econômico, desde as origens, na primeira metade do século XIX. Em três períodos ela foi atrelada a diferentes paradigmas de inserção internacional: o liberal conservador do século XIX, que se estendeu até os anos 1930;...

    9430  Palavras | 38  Páginas

  • COMISSÕES DE VERDADE NA AMÉRICA LATINA

    Ditaduras da América Latina Os países da América Latina, cuja colonização foi presidida pela lógica mercantilista de exploração econômica, foram, durante séculos, típicos exemplos do modelo agroprimário exportador. De fato, a renda auferida por essas colônias provinha da venda de gêneros básicos para os mercados europeus, sobre os quais as elites coloniais não tinham qualquer controle, o que gerava uma economia de crises cíclicas. A queda de preços ou a entrada de concorrentes nos mercados acarretavam...

    1051  Palavras | 5  Páginas

  • A Revolução Cubana e a exportação da revolução para a América Latina

    UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS FACULDADE DE FILOSOFIA E CIÊNCIAS HUMANAS (FAFICH) Departamento de História A Revolução Cubana e seu impacto na América Latina Professora: Adriane Vidal Costa Daniela C. A Revolução Cubana e a tentativa de exportar a revolução e a luta armada para a América Latina Em 1959, Cuba presenciou a vitória de uma insurreição popular sobre a ditadura de Fulgêncio Batista. Esta vitória aconteceu através da eficiência da guerra de guerrilha, e da teoria do “foco”...

    1953  Palavras | 8  Páginas

  • América Latina – Militarismo e ditaduras

    América Latina – Militarismo e ditaduras Militarismo na América Latina Entre os anos 1930 e 1960, ampliou-se o chamado populismo na América Latina. Representativos dessa politica foram: Lázaro Cárdenas (México) Victor Paz Estenssoro (Bolívia) Juan Domingo Perón (Argentina) Getúlio Vargas (Brasil) O apelo direto às massas pelos populistas mobilizava multidões, provocando um clima de demandas sociais e politicas, e tendia a gerar instabilidade...

    979  Palavras | 4  Páginas

  • ditadura da America latina

     INTRODUÇÃO Houve varias ditaduras militar na America latina no Chile, Argentina, Brasil e vários outros países. Todas começaram durante a Guerra Fria com o apoio do EUA. Os governos de extrema direita desses países eram úteis para os EUA evitarem o surgimento do Socialismo e Comunismo na America Latina.  Esses governos reprimiam de forma bruta a luta pela democracia e mataram milhares de pessoas, com destaque ao regime de Augusto Pinochet no Chile, provavelmente o pior de todos. O...

    1944  Palavras | 8  Páginas

  • Apontamentos da América Latina

    APONTAMENTOS SOBRE A AMÉRICA LATINA Segundo Petry (2008), a doutrina de Hugo Chaves que deseja “descontaminar” o Mercosul, apresentou-se como “ponto de chegada” da história, marcando-se como evento importante da história, marcando-se como evento importante da História da América Latina nos últimos anos. A América Latina vive um momento de mudança de época gerando assim esperanças a milhões de pessoas que vivem excluídas. De acordo com José Martins a abolição da escravatura foi o marco...

    654  Palavras | 3  Páginas

  • As veias abertas da américa latina

    AS VEIAS ABERTAS DA AMÉRICA LATINA EDUARDO GALEANO DIGITALIZADO E REVISADO PELO: W W W.INVENTATI.ORG/SABOTA G E M 1 Galeano, Eduardo As Veias Abertas da América LAtina: tradução de Galeano de Freitas, Rio de Janeiro, Pa e Te r , z ra (estudos latino-americano, v. 2 1) Do original em espanhol: Las venas abiertas da America Latina Este livro não possui direitos autorais pode e deve ser reproduzido para fins não comerciais no todo ou em parte, além de ser liberada sua distribuição, preservando...

    135490  Palavras | 542  Páginas

  • América Latina

    (RAISSA CRISTINA GONÇALVES OTONI) O TERCEIRO MUNDO AMERICA LATINA América Latina: Nacionalismo e desenvolvimento • Depois da Segunda Guerra Mundial alguns países tiveram suas economias fortalecidas, devido ao investimento na industrialização, como por exemplo, a siderurgia e extração de petróleo. Isso ocorreu, sobretudo, na Argentina, no Chile, no Brasil e no México. • Porem, alguns setores das elites latino-americanas estavam insatisfeitos com a dependência de seus países em relação...

    2255  Palavras | 10  Páginas

  • Estudos culturais na america latina

    Algumas discussões – os Estudos Culturais na América Latina e a pós-modernidade Por outro lado, uma questão como as relações entre os EC e a pós-modernidade também está no fulcro dos debates, uma vez que – em certos círculos – os Estudos Culturais teriam aparecido como “o âmbito específico e exclusivo da discussão relativa ao tema pós-modernidade – ao menos para muitos analistas teóricos e grupos de leitores” (idem, p. 2). Em interessante discussão sobre a presença ou ausência das discussões...

    1633  Palavras | 7  Páginas

  • De Marti a Fidel : A revolução Cubana e a América Latina cap 10

    UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO RIO DE JANEIRO INSTITUTO MULTIDISCIPLINAR Disciplina: América III Professor: Rafael Alonso Aluna: Mayara Celestino de Souza De Marti a Fidel: A Revolução Cubana e a América Latina - Capítulo 10 O autor inicia o capítulo com o discurso de Fidel Castro comparando os bombardeios no território cubano com o bombardeio de Pearl Habor pelos japoneses na Segunda Grande Guerra, designando-o de traiçoeiro. Fidel Castro fala também que os EUA não aceitaram que Cuba...

    683  Palavras | 3  Páginas

  • As transições políticas na américa latina e sua resposta à submissão histórica aos países centrais

    ALFREDO JOSE DE SÁ AS TRANSIÇÕES POLÍTICAS NA AMÉRICA LATINA E SUA RESPOSTA À SUBMISSÃO HISTÓRICA AOS PAÍSES CENTRAIS SANTO ANDRÉ 2012 AS TRANSIÇÕES POLÍTICAS NA AMÉRICA LATINA E SUA RESPOSTA À SUBMISSÃO HISTÓRICA AOS PAÍSES CENTRAIS A América Latina é indiscutivelmente um território vasto, rico e importante para todo o contexto internacional...

    1276  Palavras | 6  Páginas

  • Dictaduras en America Latina

    Objetivos: Principal: Analisar o caso das ditaduras em América Latina desde a visão do professor Paulo Freire. Secundários: Expor as teorias e o método que o professor Paulo Freire explica no livro. Compreender a obra de Paulo Freire e localizar ela no tempo. Identificar as deficiências em os sistemas educativos daquela época. Relacionar o deficit na educacao com a inconsciência por parte do povo. Entender como atual o problema no livro levantado. Desenvolver a teoria do professor Freire...

    1541  Palavras | 7  Páginas

  • Ditadura na América Latina

    1- DITADURAS NA AMÉRIA LATINA As ditaduras militares ocorridas na América Latina durante os tempos da Guerra Fria aconteceram por motivos referidos a um conjunto de postulações comuns, convencionalmente chamadas de “Doutrina da Segurança Nacional” (DSN). Por essa razão, as Forças Armadas planejaram e executaram um discurso político-econômico que expressava uma série de elementos iguais nos países da região, apesar das diferenças de formas e estilos na implantação das DSN. Assim, é possível estabelecer...

    3607  Palavras | 15  Páginas

  • As veias abertas da america latina

    AS VEIAS ABERTAS DA AMÉRICA LATINA GALEANO, Eduardo. As Veias Abertas da América Latina. Rio de Janeiro: L&PM, 2010. Eduardo Galeano é jornalista e escritor uruguaio. É autor de mais de quarenta livros, que já foram traduzidos em diversos idiomas. Suas obras transcendem gêneros ortodoxos, combinando ficção, jornalismo, análise política e História. A obra mais conhecida de Galeano é, sem dúvida, As Veias Abertas da América Latina. Nela, analisa a História da América Latina como um todo desde o...

    1137  Palavras | 5  Páginas

  • Trabalho sobre Ditaduras na América Latina

     Realize pesquisas e escreva uma dissertação de, no mínimo, duas laudas, apresentando como ocorreram as ditaduras na América Latina. Com os resultados de sua pesquisa, esperamos que você consiga estabelecer um entendimento sobre o estabelecimento dos regimes de exceção. Após realizar suas pesquisas, elabore um plano de aula que explore esse tema. Você poderá utilizar filmes e recursos audiovisuais para suas aulas. Entre 1964 e 1984, quase todos os países latino-americanos eram governados por...

    1424  Palavras | 6  Páginas

  • De Marti a Fidel: A revolução cubana e a América Latina - cap 4

    UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO RIO DE JANEIRO INSTITUTO MULTIDISCIPLINAR Disciplina: América III Professor: Rafael Alonso Aluna: Mayara Celestino de Souza De Marti a Fidel: A Revolução Cubana e a América Latina - Capítulo 4 No inicio do capítulo o autor, Luiz Alberto Bandeira, fala a respeito da revolta de 1946 que culminou na derrubada do governo boliviano. Após, afirma que a política dos EUA sobre a Argentina não teve êxito. Diz que Perón fora destituído de seus cargos e preso...

    1303  Palavras | 6  Páginas

  • As Ditaduras Militares na América Latina

    57 História As ditaduras militares na América Latina Grupo 11 – Tendências e resistências América Andina – Chile e Peru Chile Desde a sua independência, o Chile foi uma república que praticou uma democracia representativa destacando-se, dessa forma, entre as demais repúblicas da América do Sul. Isso permitiu que se desenvolvesse um clima de liberdade, o que facilitou não só o crescimento econômico como também a organização dos trabalhadores e a prática da cidadania. Por isso...

    1124  Palavras | 5  Páginas

  • 1099 A America Do Sul No Discurso Dimplomatico Brasileiro

    A América do Sul no Discurso Diplomático Brasileiro ministério das relações exteriores Ministro de Estado Secretário­‑Geral Embaixador Luiz Alberto Figueiredo Machado Embaixador Eduardo dos Santos Fundação alexandre de gusmão Presidente Embaixador Sérgio Eduardo Moreira Lima Instituto de Pesquisa de Relações Internacionais Diretor Embaixador José Humberto de Brito Cruz Centro de História e Documentação Diplomática Diretor Embaixador Maurício E. Cortes Costa Conselho Editorial...

    70095  Palavras | 281  Páginas

  • Tortura e direitos humanos na américa latina

    Humanos na América Latina......................... pg. 2 Ditadura Militar na América Latina.......................................... pg. 3-4 Punição aos Torturadores...................................................... pg. 5-6 Conclusão .............................................................................. pg. 7 Introdução Este trabalho tem como objetivo relatar sobre a Tortura e Direitos Humanos na America Latina, e para isso falando um pouco da Ditadura Militar na America Latina...

    2496  Palavras | 10  Páginas

  • Fichamento: em nome da ordem democrática e da reconciliação nacional: igreja católica e imperialismo na américa latina – o caso chileno

    católica e imperialismo na América Latina – o caso chileno KALLÁS, Ana Lima. No período após a segunda guerra mundial, de modernização, este artigo visa analisar o poder político desenvolvido pela igreja católica no contexto pós-revolucionista. Vai haver uma separação entre a igreja e o estado, nesta região a igreja sempre esteve muito presente. E o caso chinelo é parte de um todo, dos momentos dos golpes militares e das lutas de interesse de esquerda e direita da américa latina. A autora faz um apanhado...

    835  Palavras | 4  Páginas

tracking img