Exercicios Resolvidos Treliças artigos e trabalhos de pesquisa

  • Treliça

    Sumário 1. Introdução 2 2. O que é Treliças? 3 2.1. Treliças Planas 3 2.2. Treliças Isostáticas 3 2.3. Classificação Quanto à Lei de Formação 4 2.3.1. Simples: 4 2.3.2. Composta: 4 2.3.3. Complexa: 5 3. Para Que Servem? 5 4. Como Calcular? 6 4.1. Exemplos 8 5. Conclusão 15 6. Bibliografia 16 1. Introdução Objetivamos com este trabalho, ter uma aproximação inicial com o conteúdo sobre treliças. Sendo assim, abordaremos o que é treliça, explicaremos cada tipo delas, para que serve...

    1433  Palavras | 6  Páginas

  • Exercicios resolvidos

    Exercício resolvido 01: Determine o módulo da força resultante e sua direção medida no sentido horário a partir do eixo x positivo. [pic] [pic] [pic] [pic] [pic] Mecânica Geral 7 Solução: sen10 120sen sen10 120sen kNF F Exercício resolvido 02: Determine os módulos das componentes da força de 600 N nas direções das barras AC e AB da treliça abaixo. [pic] [pic] [pic] Mecânica Geral 8 Solução: Por lei dos senos FCA = 820 N e FAB = 735 N Exercício resolvido 03: ...

    626  Palavras | 3  Páginas

  • Treliças

    Estruturas em Treliça ................................................................................................................................12 2.1. Tipos de Treliça ......................................................................................................................................12 2.1.1 - Treliças Planas ...............................................................................................................................12 2.1.2 - Treliças Tridimensionais...

    6420  Palavras | 26  Páginas

  • treliça

    TRELIÇAS São estruturas formadas por barras, ligadas entre si através de nós. Consideramos para efeito de cálculo os esforços aplicados nos nós. Existem alguns tipos de calculo para determinação dos esforços nas barras, como o Método dos Nós, Método Ritter ou Métodos das seções. Nesta apostila, serão resolvidos apenas exercícios de treliças pelo Método dos Nós. Para determinar os esforços internos nas barras das treliças plana, devemos verificar a condição de Isostática da Treliça, sendo...

    4428  Palavras | 18  Páginas

  • treliças

    TRELIÇAS São estruturas formadas por barras, ligadas entre si através de nós. Consideramos para efeito de cálculo os esforços aplicados nos nós. Existem alguns tipos de calculo para determinação dos esforços nas barras, como o Método dos Nós, Método Ritter ou Métodos das seções. Nesta apostila, serão resolvidos apenas exercícios de treliças pelo Método dos Nós. Para determinar os esforços internos nas barras das treliças plana, devemos verificar a condição de Isostática da Treliça, sendo...

    4428  Palavras | 18  Páginas

  • Treliças

    TRELIÇAS TRELIÇAS ISOSTÁTICAS I. DEFINIÇÃO: Treliça ideal é um sistema reticulado indeformável cujas barras possuem todas as suas extremidades rotuladas e cujas cargas estão aplicadas nestas rótulas. Características As treliças surgiram como um sistema mais econômico que as vigas para vencerem vãos maiores ou suportar cargas maiores. TRELIÇAS PLANAS Solicitações internas Podemos facilmente demonstrar que as barras de uma treliça por terem suas extremidades rotuladas , desenvolvem...

    1107  Palavras | 5  Páginas

  • DESENVOLVIMENTO DE UM PROSPECTO DE UMA PONTE NA FORMA DE TRELIÇA

     FACULDADE METROPOLITANA DE MARABÁ CURSO DE ENGENHARIA CIVIL MEMORIAL DESCRITIVO PRÁTICA SUPERVISIONADA INTEGRADA TEMA: PONTES TRELIÇADAS TITULO: DESENVOLVIMENTO DE UM PROSPECTO DE UMA PONTE NA FORMA DE TRELIÇA Gabriel Luz Menezes Maíra Maria Amorim Gomes Messinha Araújo Maciel Vivianny da Silva Gomes Wellinson Vieira Caitano SUMARIO Resumo........................................................................................................

    7072  Palavras | 29  Páginas

  • Treliças

    Profa: Sílvia Baptista Kalil/Eduardo Azambuja 86 TRELIÇAS ISOSTÁTICAS Treliça ideal é um sistema reticulado indeformável cujas barras possuem todas as suas extremidades rotuladas e cujas cargas estão aplicadas nestas rótulas. Exemplo: Obs 1 : Qualquer polígono que constitua um sistema reticulado, quando articulado em seus vértices é deformável (hipostático) com exceção dos casos abaixo (desprezando-se as pequenas deformações elásticas): Obs 2: As treliças surgiram como um sistema mais econômico que as...

    1032  Palavras | 5  Páginas

  • Treliças

    Introdução Treliças basicamente é uma organização diferenciada de elementos, pois o arranjo de barras eficiente para suportar cargas elevadas em relação ao seu próprio peso. São empregadas há milênios, principalmente em pontes por possui a capacidade de atingirem longas distancias. Lembrando que no primórdio o seu emprego e resultado era baseado na experiência e foi somente no século XIX, Revolução industrial, com o desenvolvimento das construções com ferro e a expansão das rodovias nos Estados...

    1143  Palavras | 5  Páginas

  • Treliças

    TRELIÇAS Treliças são estruturas compostas por barras com extremidades articuladas. São ças usadas para vários fins, entre os quais, vencer pequenos, médios e grandes vãos. Pelo fato de usar barras articuladas e de se considerar pesos suportados colocados nos nós, essas barras funcionam principalmente à tração e compressão. Estruturas do século passado e do início deste século — como pontes metálicas éculo ferroviárias — usaram ao máximo esse estratagema. As treliças são usadas hoje também como...

    1211  Palavras | 5  Páginas

  • Treliças

    TRELIÇAS Treliças ças são estruturas compostas por barras com extremidades articuladas. São usadas para vários fins, entre os quais, vencer pequenos, médios e grandes vãos. Pelo fato de usar barras articuladas e de se considerar pesos suportados colocados nos nós, essas barras funcionam principalmente à tração e compressão. Estruturas do século éculo passado e do início deste século — como pontes metálicas ferroviárias — usaram ao máximo esse estratagema. As treliças são usadas hoje também...

    1214  Palavras | 5  Páginas

  • Treliça

    Técnica Aula 17 – Estudo de Treliças Planas Prof. MSc. Luiz Eduardo Miranda J. Rodrigues Aula 17 Prof. MSc. Luiz Eduardo Miranda J. Rodrigues Tópicos Abordados Nesta Aula Estudo de treliças Planas. Método dos Nós. Método das Seções. Mecânica Técnica Aula 17 Prof. MSc. Luiz Eduardo Miranda J. Rodrigues Treliças Simples A treliça é uma estrutura de elementos delgados ligados entre si pelas extremidades. Geralmente os elementos de uma treliça são de madeira ou de aço e em...

    1080  Palavras | 5  Páginas

  • exercicios resolvidos treliças

    TRELIÇAS São estruturas formadas por barras ligadas por articulações as quais trabalham predominantemente sob a ação de forças normais. Ex.: Hipóteses admitidas nos processos de cálculo: a) As barras se ligam aos nós através de articulações perfeitas; b) As cargas e as reações de vínculo aplicam-se apenas nos nós das treliças; c) O eixo das barras coincidem com as retas que unem os nós. Exercícios: Calcule os esforços normais nas barras das treliças 1.- Exercício 1 1) M(A)...

    900  Palavras | 4  Páginas

  • Treliça

    Foxit PDF Editor Copyright (c) by Foxit Software Company, 2004 - 2007 For Evaluation Only. TRELIÇAS Tópicos Estudo de treliças Planas. Método dos Nós. Método das Seções. Edited by Foxit PDF Editor Copyright (c) by Foxit Software Company, 2004 - 2007 For Evaluation Only. Treliças Simples A treliça é uma estrutura de elementos delgados ligados entre si pelas extremidades. Geralmente os elementos de uma treliça são de madeira ou de aço e em geral são unidos por uma placa de reforço com mostrado na...

    1189  Palavras | 5  Páginas

  • Textos

    ao corpo em estudo. 34 Exemplo (resolvido em sala de aula) A figura mostra uma viga de aço prismática e homogênea de massa igual a 100kg e que suporta um carregamento concentrado com direção vertical, sentido de cima para baixo, com intensidade de 1200N e aplicado a 2m da extremidade A da viga. A viga é engastada pela extremidade A. Determine o diagrama de corpo livre da viga e os esforços reativos externos na extremidade A. 35 Exemplo (resolvido em sala de aula) O dispositivo de fixação...

    3090  Palavras | 13  Páginas

  • Calculo de treliça

    Tema 1 - Treliças e Exercicios Página 1 de 8 TEMA I: TRELIÇAS São estruturas formadas por barras ligadas por articulações as quais trabalham predominantemente sob a ação de forças normais. Ex.: Hipóteses admitidas nos processos de cálculo: a) As barras se ligam aos nós através de articulações perfeitas; b) As cargas e as reações de vínculo aplicam-se apenas nos nós das treliças; c) O eixo das barras coincidem com as retas que unem os nós. Exercícios: Calcule os esforços normais...

    764  Palavras | 4  Páginas

  • Aula isostática - treliças planas - unesp

    Isostática 5. Treliças Planas Rogério de Oliveira Rodrigues 5.1. Definição de Treliça Sistema estrutural formado exclusivamente por barras simples, por nós articulados e por apoios. Nó Articulado Apoio Fixo Barra Simples Hipóteses As ligações entre as barras simples são consideradas como sendo nós perfeitamente articulados (rótulas). Ideal Usual Hipóteses As forças são aplicadas somente nas rótulas. Rótula Transversina Viga F Hipóteses O peso próprio...

    1114  Palavras | 5  Páginas

  • mecanica

    Principio da Transmissibilidade 30 3.3. Sistema Equivalente 31 3.4. Equilíbrio de Corpos Rígidos no Plano 3 3.4.1. Apoios para Corpos Rígidos 3 4. Estruturas Isostáticas Simples e Planas 37 4.1. Treliças 37 4.1.1. Aplicações das Treliças 37 4.1.2. Premissas do Projeto de uma Treliça 38 4.1.3. Métodos de Análise 38 5. Cargas Distribuídas Sobre Vigas 43 5.1. Centróides de Superfícies Planas 43 5.1.1. Centro de Gravidade e Centro de Massa 43 5.1.2. Centróides de Superfícies Planas ...

    7044  Palavras | 29  Páginas

  • Treliças

    Turma : 2112 Prof. : José Cláudio Tema : Treliças TRELIÇAS As treliças ou "sistemas triangulados" são estruturas formadas por elementos rígidos, aos quais se dá o nome de barras. Estes elementos encontram-se ligados entre si por articulações/nós que se consideram, no cálculo estrutural, perfeitas (isto é, sem qualquer consideração de atrito ou outras forças que impedem a livre rotação das barras em relação ao nó). Nas treliças as cargas são aplicadas somente nos nós, não havendo...

    2449  Palavras | 10  Páginas

  • Apostila de mecânica geral

    Estruturas Isostáticas Simples e Planas ...............................................................37 4.1. Treliças ..................................................................................................................37 4.1.1. Aplicações das Treliças .......................................................................................... 37 4.1.2. Premissas do Projeto de uma Treliça .................................................................. 38 4.1.3. Métodos de Análise.........

    9633  Palavras | 39  Páginas

  • fundamentos da analise estrutural (treliça)

     UNIVERSIDADE FEDERAL DO TOCANTINS CURSO DE ARQUITETURA E URBANISMO PALMAS - 2014 Sumário 1. Definição de estrutura 3 2. Estruturas articuladas 3 2.1. Exercício 4 3. Treliças 5 3.1. Exercício 6 4. Estrutura hiperestática 7 4.1. Exercício 9 Referência Bibliográfica 10 1. Definição de estrutura Estruturas são sistemas compostos de uma ou mais peças, ligadas entre si e ao meio exterior de modo a formar um conjunto estável, isto é, um conjunto...

    937  Palavras | 4  Páginas

  • 6 Trelicas Esforcos Nas Barras

    Cálculo de Treliças Estruturas Articuladas   Introdução   Uma estrutura reticulada com todos os nós articulados constitui uma estrutura articulada.   As estruturas articuladas trianguladas, i.e. com malha triangular, também designadas por treliças, são muito correntes na engenharia civil por constituírem sistemas práticos e econômicos de sustentação. Estruturas Articuladas   Treliças Estruturas Articuladas   Treliças Estruturas Articuladas   Diagrama de uma cobertura com treliças Estruturas...

    3703  Palavras | 15  Páginas

  • Treliças

    ANÁLISE TEÓRICA E EXPERIMENTAL DAS TRELIÇAS PLANAS: DETERMINAÇÃO DA INFLUÊNCIA DE IMPERFEIÇÕES CONSTRUTIVAS NO COMPORTAMENTO ESTRUTURAL Artur P. O. de Paiva – artur_piatti@yahoo.com.br José Denis G. L da Silva – deninho87@gmail.com Laís L. Carnaúba – laiscarnauba@msn.com Karoline T. da Costa – karol.tenorio@hotmail.com Luciano B. dos Santos – lbsantos@ctec.ufal.com.br Flavio de L. Barboza – sblima@ctec.ufal.br Universidade Federal de Alagoas, Centro de Tecnologia, Av. Lourival de Melo...

    1118  Palavras | 5  Páginas

  • CONSTRUINDO UM GINDASTE TRELIÇA DE PALITOS DE PICOLÉ

    geral Professor: Jean Carlos Maffezzolli Curso: Engenharia Mecânica 1º semestre Acadêmicos: Elson Roberto da Silva RA:5833150147 JARAGUÁ DO SUL 10 de Abril 2013 CONSTRUINDO UM GINDASTE TRELIÇA DE PALITOS DE PICOLÉ Durante as aulas que tivemos no primeiro bimestre deste ano o grupo pode aprender sobre as Leis de Newton e a importância dela na engenharia mecânica e tirar bastante proveito das aulas para poder aplicar em nosso desafio...

    1474  Palavras | 6  Páginas

  • Engenharia lista - mecânica geral - treliças planas

    ENG1200 – Mecânica Geral Lista de Exercícios 5 – Treliças planas Questão 1 – Prova P2 – 2011.1 Determinar as forças nas barras 8, 11, 12 e 24 da treliça plana abaixo, pelo método das seções, indicando se as forças são de tração (T) ou de compressão (C). Respostas: F8 = 30 kN (C) F11 = 0 F12 = 10 2 kN (T) F24 = 90 kN (T) Questão 2 – Prova P2 – 2010.2 Determinar as forças nas barras 2, 4, 6, e 12 da treliça plana abaixo, pelo método das seções, indicando se as forças são de tração...

    921  Palavras | 4  Páginas

  • Calculo treliças

    TEMA I: TRELIÇAS São estruturas formadas por barras ligadas por articulações as quais trabalham predominantemente sob a ação de forças normais. Ex.: Hipóteses admitidas nos processos de cálculo: a) As barras se ligam aos nós através de articulações perfeitas; b) As cargas e as reações de vínculo aplicam-se apenas nos nós das treliças; c) O eixo das barras coincidem com as retas que unem os nós. Exercícios: Calcule os esforços normais nas barras das treliças 1.- Exercício 1 1) M(A)...

    572  Palavras | 3  Páginas

  • Tração e compresão

    31/03/2014 Bibliografia - Aula 02 Exercícios Determinar o alongamento de uma barra prismática de comprimento ᶩ , seção transversal de área S e módulo de elasticidade E, submetida à força de tração P. P P Δᶩ ᶩ E=σ/ϵ E=P/S Δᶩ / ᶩ Solução: σ = P / S (tensão normal na seção transversal) ϵ = Δᶩ / ᶩ (deformação longitudinal) E = σ / ϵ (módulo de elasticidade) E=P.ᶩ S . Δᶩ Δᶩ = P . ᶩ E.S Bibliografia - Aula 02 Exercícios Uma barra de 3m de comprimento tem seção...

    1996  Palavras | 8  Páginas

  • Treliças - MecSolB

    – Universidade Federal de Santa Catarina Análise de uma treliça submetida a uma carga variável Semestre: 2013-1 Disciplina: EMC5138 Professor: José Carlos Pereira Aluno: Júlio César Alves Ferreira Florianópolis, julho de 2013 2 1. INTRODUÇÃO O trabalho apresentado a seguir foi proposto com o intuito de aplicar os conhecimentos obtidos na disciplina Mecânica dos Sólidos B. O exercício trata do projeto de uma treliça, parte integrante de uma ponte bi-apoiada nas suas extremidades...

    2724  Palavras | 11  Páginas

  • memorial treliça

    ações de uma treliça com 33 barras ,referentes ao estado limite último ,em situações normais de uso.Para resolver o exercício foi utilizado o programa Ftool para o cálculo das normais em cada barra.E o programa Excel para o cálculo das diversas combinações. 2- Desenvolvimento com os cálculos detalhados: 2.1 – Cálculo dos comprimentos verticais da treliça: A treliça dada pelo exercício está demonstrada a seguir , esta foi numerada de 1 a 33 da seguinte forma: Figura : Treliça numerada. ...

    1246  Palavras | 5  Páginas

  • Calculos de treliças

    ESTRUTURAS I EXERCÍCIOS I[pic] Análise de uma atreliça simples e rígida pelo método das seções ou de Ritter [pic] EXERCICIOS DA UNIDADE IV – TRELIÇAS 1. CALCULAR AS REAÇÕES NOS APOIOS E AS TENSÕES NAS BARRAS DAS TRELIÇAS, ESPECIFICANDO TAMBÉM, A NATUREZA DOS ESFORÇOS DE CADA BARRA. [pic] 2. CALCULAR AS REAÇÕES NOS APOIOS E AS TENSÕES NAS BARRAS ASSINALADAS DAS TRELIÇAS, PELO MÉTODO DAS SEÇÕES, ESPECIFICANDO, TAMBÉM, A NATUREZA...

    672  Palavras | 3  Páginas

  • Apostila Mec Nica Geral 1

     Principio da Transmissibilidade 30 3.3. Sistema Equivalente 31 3.4. Equilíbrio de Corpos Rígidos no Plano 3 3.4.1. Apoios para Corpos Rígidos 3 4. Estruturas Isostáticas Simples e Planas 37 4.1. Treliças 37 4.1.1. Aplicações das Treliças 37 4.1.2. Premissas do Projeto de uma Treliça 38 4.1.3. Métodos de Análise 38 5. Cargas Distribuídas Sobre Vigas 43 5.1. Centróides de Superfícies Planas 43 5.1.1. Centro de Gravidade e Centro de Massa 43 5.1.2. Centróides de Superfícies Planas...

    3307  Palavras | 14  Páginas

  • Transportes

    em cada uma das reacções é de 360N. desprezando o peso da viga, determine a gama de valores da distancia d, para que a viga se encontre segura. Luis Mesquita Pág. 48 Mecânica Aplicada I Cap. 4- Equilíbrio de corpos rígidos Exemplo: Treliça - Estrutura composta por nós e barras Estrutura isostática, o número de equações é igual ao número de incógnitas. 3. Problemas estaticamente indeterminados Hiperstáticos Uma estrutura é considerada hiperstática quando o n.º de incógnitas é maior...

    1439  Palavras | 6  Páginas

  • ANÁLISE NÃO LINEAR DE TRELIÇAS PLANAS PELO MÉTODO DOS ELEMENTOS FINITOS

    ANÁLISE NÃO LINEAR DE TRELIÇAS PLANAS PELO MÉTODO DOS ELEMENTOS FINITOS Júlio Cesar dos Santos (1) (sanjulio2000@yahoo.com.br), Sérgio Luiz Moni Ribeiro Filho (sergiolmrf@gmail.com) (2), André Luis Christoforo (3) (alchristoforo@yahoo.com.br), Zélia Maria Velloso Missagia (4) (zmissagia@hotmail.com), Francisco Antonio Rocco Lahr (5) (frocco@sc.usp.br) (1 - 4) Universidade Federal de São João del-Rei (UFSJ); Departamento de Engenharia Mecânica (5) Universidade de São Paulo (USP), Departamento...

    2850  Palavras | 12  Páginas

  • trabalho resmat2

    11 formula de euler para carga critica 12 dEFINIÇÃO tRELIÇAS …………………………………………………………………………………………………………………………………..13 Relação bibliográfica……………………………………………………………………………………………………………………………15 INDICE DE FIGURAS Figura 1 Flambagem de uma estrutura simples engastada 5 Figura 2 Flambagem lateral de vigas 7 Figura 3 Flambagem por torção 8 Figura 4 Flambagem por flexo-torção 9 Figura 5 seções transversais horizontais 11 Figura 6 Treliça Esquemática…………………………………………………………………………………………………….………14 ...

    1135  Palavras | 5  Páginas

  • isostatica

    INTRODUÇÃO Isostática é a parte da Mecânica das Estruturas que estuda os sistemas determinados, isto é, aqueles cujo grau de liberdade é nulo. Tais sistemas têm o número de vínculos estritamente necessário para mantê-los em equilíbrio e são resolvidos com a utilização das equações da Estática resultantes das condições de equilíbrio. 1.2 – CONCEITOS BÁSICOS 1.2.1 – Definições: Uma estrutura pode ser: - de configuração fixa: Construção civil, Construção mecânica. - de configuração variável...

    2500  Palavras | 10  Páginas

  • Resistência dos materias

    nota, orientado pelo professor Josafá de Oliveira Filho. São Cristóvão 30/07/2010 1. Treliças 2.1. Introdução A treliça é uma solução estrutural simples. Na teoria de projeto, os membros individuais de uma treliça simples são sujeitos somente a forças de tração e compressão e não a forças de flexão, Portanto, na maioria das vezes, as vigas de uma ponte treliçada são delgadas. As treliças são compostas de várias pequenas vigas que juntas podem suportar uma grande quantidade de peso...

    5947  Palavras | 24  Páginas

  • treliça

    Resumo Treliça de madeira é geralmente utilizada em galpões e coberturas de varandas em residências, tendo um custo-benefício melhor do que coberturas de alvenaria. Inicialmente, dentre as madeiras indicadas na norma de construção do projeto integrador, o grupo optou pelo compensado, pois é uma madeira proveniente de reflorestamento e atende às necessidades para a construção do telhado. Utilizamos a madeira na forma vertical para a construção da treliça, visando facilitar a colagem do nó. ...

    7676  Palavras | 31  Páginas

  • O MÉTODO DOS ELEMENTOS FINITOS EM TRELIÇAS PLANAS NA DISCIPLINA DE MECÂNICA COMPUTACIONAL

    O MÉTODO DOS ELEMENTOS FINITOS EM TRELIÇAS PLANAS NA DISCIPLINA DE MECÂNICA COMPUTACIONAL Gustavo Cunha da Silva Neto – gcsn.eng@uea.edu.br Rogério Coelho Lopes – rlopes@uea.edu.br Universidade do Estado do Amazonas – U.E.A., Departamento de Engenharia Mecatrônica Av. Darcy Vargas, nº 1200, Parque 10, 69065-020 – Manaus – AM. Arlindo Pires Lopes – arlindo@unb.br Universidade de Brasília – UnB, Departamento de Engenharia Civil e Ambiental Campus Universitário Darcy Ribeiro, 70910-900 – Brasília...

    4284  Palavras | 18  Páginas

  • Estruturas Metálicas - Exercícios

    Ensino (PAE). Aos amigos e colegas Davi, Emerson, Jesús, Pedro e Rafael por disponibilizarem seus exercícios desenvolvidos na disciplina SET 5860 e se prontificarem para eventuais esclarecimentos. Em especial ao Davi e Rafael pelo incentivo e apoio em meus primeiros passos no MathCad. Aos meus amigos que me acompanharam nessa caminhada. APRESENTAÇÃO Esta publicação contém exercícios resolvidos relativos à verificação e dimensionamento de estruturas metálicas, complementando o material de...

    54419  Palavras | 218  Páginas

  • Apostila ECV5645

    ............. 8 1.3. Exercícios - Reações de apoio ......................................................................................................... 9 2. Esforços internos ................................................................................................................................. 11 2.1. Método das seções ......................................................................................................................... 12 2.1.1. Exercícios ........................

    12728  Palavras | 51  Páginas

  • INTRODUÇÃO AOS SISTEMAS ESTRUTURAIS – 2ª. LISTA DE EXERCÍCIOS

    ESCOLA DE ENGENHARIA DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA DE ESTRUTURAS CURSO DE ARQUITETURA E URBANISMO INTRODUÇÃO AOS SISTEMAS ESTRUTURAIS – 2ª. LISTA DE EXERCÍCIOS CORPOS RÍGIDOS - SISTEMAS EQUIVALENTES DE FORÇA 01. Sabe-se que uma força vertical de 800 N é necessária para remover da tábua o prego fixado em C. Ao primeiro movimento do prego, determine: (a) o momento em relação a B da força exercida sobre o prego; (b) a intensidade da força P que cria o mesmo momento em relação a B se α = 10º; ...

    721  Palavras | 3  Páginas

  • Transdução de sinais

    03/07/12 exercicios resolvidos solomons cap.8 Material de Estudo Comunidade Acadêmica Buscar arquivos, pessoas, cursos… lucas exercicios resolvidos solomons cap.8 Enviado por: samantha caetano | 0 comentários Arquivado no curso de Química Industrial na USF Dow nload Tw eet Curtir 4 Ebah no Facebook Exercícios Resolvidos Solomons 7ª edição Capítulo 8 8.1 A lessandra Raissa A ndré A na E ly C arlos Curtir 46,870 pessoas curtiram Ebah. Yasmin V eruska ...

    1006  Palavras | 5  Páginas

  • elementos finitos

    Método dos Elementos Finitos Estruturas Planas Articuladas Exercícios Resolvidos L. Lourenço, J. Barros Relatório 07-DEC/E-05 Data: Março de 2007 N.º de páginas: 27 Palavras chave: MEF, Estruturas Articuladas Escola de Departamento de Universidade Engenharia Engenharia Civil do Minho Azurém, 4800-085 Guimarães - Tel. 253 510 200 - Fax 253 510 217 - E-mail secG@civil.uminho.pt Universidade do Minho Departamento de Engenharia Civil Resumo No presente relatório...

    5541  Palavras | 23  Páginas

  • Rema

    temos que ter uma distância entre o ponto de referência e o ponto da atuação da força. Então, utilizemos os dois princípios de equilíbrio. 1o princípio ( utilizaremos a decomposição de forças nos eixos x e y ). Portanto: ΣFX = 0 ΣFY = 0 Exercícios Resolvidos 1) Decompor a força F = 2000 N, em duas componentes, nos eixo x e y, conforme o esquema abaixo: y Fy F Respostas 30° Fx x seno 30° = 0,50 co-seno 30° = 0,87 seno 60° = 0,87 co-seno 60° = 0,50 Fx = 100 N Fy = 174 N 2) Calcular...

    5460  Palavras | 22  Páginas

  • ISOSTATICA

    Revisão: 0 Data: 07/2013 Apostila de Isostática Viga biapoiada Viga Gerber Pórtico biapoiado Treliça Modelo espacial de uma estrutura de rampa Perspectiva ____________________________________________________________________________________ Prof.: Rogério de Carvalho Paes de Andrade e-mail: rogeriocpa@gmail.com Curso de análise estrutural Estruturas isostáticas Prof.: Rogério de C. P. de Andrade e-mail: rogeriocpa@gmail.com Sumário Introdução __________...

    5601  Palavras | 23  Páginas

  • Estabilidade das Construções

    cisalhamento Tensão admissível Deformação das estruturas Deformações lineares Diagrama das tensões-deformações Materiais dúcteis e frágeis Lei de Hooke Módulo de elasticidade Análise de estrutura Definição de treliças Definição de nós Determinação das cargas atuantes nas barras das treliças Deslocamento das estruturas Definição de rotação Cálculo das rotações em vigas Definição da flecha em vigas Cálculo das flechas em vigas Flambagem em pilares Definição de flambagem Índice de esbeltez ...

    612  Palavras | 3  Páginas

  • Exercicios Resolvidos Estruturas hiperestáticas

    ......... 9 Estrutura Externamente Hiperestática e Internamente Hiperestática .... 10 Estrutura Hipostática ........................................................................... 12 Exemplos resolvidos ............................................................................ 13 Exercícios Propostos ............................................................................ 15 Estruturas de Comportamento Linear ....................................................... 17 Linearidade Física...

    10421  Palavras | 42  Páginas

  • exercicios

    Lista de Exercícios - Aula 01 Segunda Lei de Newton 1 - (Cap. 4 Exemplo 4-2 – pág 96 Tipler 5a ed – pág 98 6a ed) Imagine que você está flutuando no espaço, longe de sua nave espacial. Felizmente, você  dispõe de uma unidade de propulsão capaz de propiciar uma força constante F durante 3 s. Após 3 s de acionamento da unidade, o seu deslocamento foi de 2,25  m. Considerando que sua massa seja de 68 kg, determine F . R – 34 N 2 - (Cap. 4 Ex 26 pág 120 5a ed -Ex 30 pág 117 6a ed)...

    824  Palavras | 4  Páginas

  • Ponte de Macarrão

    ponte escolhida ................................................................................ 9 2.2.2. Sistemas de Triângulos ou Treliças ........................................................................... 10 2.2.3. Tipos de Treliças ........................................................................................................ 11 2.2.4. Treliça Plana .............................................................................................................. 13 2.2.5 Estaticidade...

    5151  Palavras | 21  Páginas

  • Resistência dos materiais

    pretende facilitar o aprendizado de resistência dos materiais, servindo como fonte de consulta para os alunos do curso de Edificações. Consta de explanações teóricas simplificadas, para que sejam compreendidas por alunos de Nível Médio, e de exercícios resolvidos e propostos, em ordem crescente de dificuldade. Esperamos, desta forma, contribuir com a melhoria do ensino neste Instituto. ÍNDICE 1 – CONCEITOS FUNDAMENTAIS 1.1– FORÇA 1.1.1 – RESULTANTE...

    5732  Palavras | 23  Páginas

  • Mecânica geral

    Passo 3 – Exercício ..................................................................................................6 2.1.4 Passo 4Exercício e conclusão do passo 3 .............................................................6 2.2 ETAPA 2 - Equilíbrio de Corpos Rígidos .................................................................7 2.2.1 Passo 1 – Leitura .....................................................................................................7 2.2.2 Passo 2 - Exercício Construção...

    2718  Palavras | 11  Páginas

  • Exercicios de Hiperestatica

    5x  0,5dx    10 0,5x  2,5dx   10x  600dx  20   20  20   0,01 m EI 2000 Resposta: Deslocamento vertical no meio do vão AB é =10,0 mm (para cima) Exercícios propostos 1 willian@profwillian.com Método da Carga Unitária www.profwillian.com 2 – Calcule o deslocamento vertical do nó 4 da treliça vista na figura abaixo. Considere os nós como rótulas perfeitas e as barras com inércia constante EA = 1854 kN. Note que, na tabela abaixo, os esforços para o carregamento original...

    850  Palavras | 4  Páginas

  • Princ pio dos Trabalhos Virtuais PTV 01

    Aplicação do PTV às treliças - No caso das treliças com as hipóteses usuais de cálculo, articulações perfeitas e cargas apenas nos nós, o único esforço que resulta nas barras da treliça é o esforço normal e tem valor constante para cada barra; - M = Q = 0; - A integral que calcula o trabalho interno relacionada com o esforço normal da equação 2.5 é diferente de zero; - Então: Princípio dos Trabalhos Virtuais aplicados aos corpos deformáveis Aplicação do PTV às treliças - Como as normais...

    3094  Palavras | 13  Páginas

  • Resistencia dos materiais

    PRINCÍPIOS DA ESTÁTICA 1.1. SISTEMA DE UNIDADES 1.2. NOÇÕES SOBRE FORÇAS 1.3. DECOMPOSIÇÃO DE UMA FORÇA 1.4. EQUILÍBRIO DE UM CORPO RÍGIDO 1.5. EXERCÍCIOS PROPOSTOS 2. APOIOS 2.1. APOIO MÓVEL 2.2. APOIO FIXO 2.3. ENGASTAMENTO MÓVEL 2.4. ENGASTAMENTO FIXO 2.5. ESTABILIDADE DAS ESTRUTURAS 2.6. CÁLCULO DAS REAÇÕES DE APOIO (ESTRUTURAS ISOSTÁTICAS) 2.7. EXERCÍCIOS PROPOSTOS 3. ESFORÇOS SOLICITANTES 3.1.CONCEITUAÇÃO 3.2. BARRAS, VIGAS E PILARES 3.3. CÁLCULO DE ESFORÇOS SOLICITANTES 3.4. DIAGRAMAS DE ESFORÇOS...

    19917  Palavras | 80  Páginas

  • exercício de mec. sólidos

    Conceitos e princípios fundamentais • 1.2 Partículas e sistemas de partículas • 5.5 Equilíbrio em Três Dimensões - Diagramas de Corpo Livre • 2 – Vetores Força • 6 - Análise Estrutural • 2.1 Escalares e Vetores • 6.1 Treliça Simples • 2.2 Operações Vetoriais • 6.2 Estruturas e Máquinas • 2.3 Vetores cartesianos • 7 – Forças Internas • 2.4 Produto Escalar • 7.1 Forças internas desenvolvidas em membros estruturais • 3 – Equilíbrio...

    1388  Palavras | 6  Páginas

  • Elementos de resistência dos materiais e de estática das estruturas

    PRINCÍPIOS DA ESTÁTICA 1.1. SISTEMA DE UNIDADES 1.2. NOÇÕES SOBRE FORÇAS 1.3. DECOMPOSIÇÃO DE UMA FORÇA 1.4. EQUILÍBRIO DE UM CORPO RÍGIDO 1.5. EXERCÍCIOS PROPOSTOS 2. APOIOS 2.1. APOIO MÓVEL 2.2. APOIO FIXO 2.3. ENGASTAMENTO MÓVEL 2.4. ENGASTAMENTO FIXO 2.5. ESTABILIDADE DAS ESTRUTURAS 2.6. CÁLCULO DAS REAÇÕES DE APOIO (ESTRUTURAS ISOSTÁTICAS) 2.7. EXERCÍCIOS PROPOSTOS 3. ESFORÇOS SOLICITANTES 3.1.CONCEITUAÇÃO 3.2. BARRAS, VIGAS E PILARES 3.3. CÁLCULO DE ESFORÇOS SOLICITANTES 3.4. DIAGRAMAS DE ESFORÇOS...

    19418  Palavras | 78  Páginas

  • resolução meriam Livro Mecanica Estatica James Meriam

    da habil idade de representar um trabalho de uma maneira clara, lógica e precisa. A Mecânica é um excelente campo para desenvolver estes hábitos de pensamento lógico e de comunicação efetiva. O presente .livro contém um grande número de problemas resolvidos com soluções detalhadas, incluindo ob~ervações úteis que destacam erros e distrações comuns, a fim de q ue possam ser evitados. Além disso, oferece uma grande seleção de 'problemas simples i ntrodutórios e uma seleção de problemas de dificuldade...

    130362  Palavras | 522  Páginas

  • Plano De Aula Mecanica

    Forças em cabos 6.1 Forças internas em elementos 6.2 Cabos com cargas concentradas 6.3 Cabos com cargas distribuídas 6.4 Cabo parabólico 6.5 Catenária Atividades Externas da Disciplina (AED) AED – N1 Pesquisa Bibliográfica sobre “Treliças”– 04 horas Conteúdo: Treliças Simples; Análise pelo métodos dos nós (com os diagramas). Bibliografia Sugerida: BEER, Ferdinand Pierre. Mecânica Vetorial para Engenheiros. 5ª edição. Editora Pearson / Makron Books, São Paulo, 1994; HIBELER, R. C. Engenharia Mecânica:...

    1039  Palavras | 5  Páginas

  • Lista Exercicios Resist Ncia 02 Nota

     Lista de Exercícios Curso: Engenharia de Produção Período: 5º Disciplina: Resistência dos Materiais Professor (a): Carlos Bernardo Gouvêa Pereira Ano: 2014 1° Semestre 1º Bimestre Valor: 2,0 Acadêmico (A) Nota: 1) O guindaste na Figura 1.6a é composto pela viga AB e roldanas acopladas, além do cabo e o motor. Determine as cargas internas resultantes que agem na seção transversal em C se o motor estiver levantando a carga W de 2.000 N ( = 200 kg) com velocidade constante. Despreze...

    1089  Palavras | 5  Páginas

  • ESTABILIDADE EXERCICIOS AULA 01 LISTA 01

    INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO CIÊNCIA e TECNOLOGIA DO RIO GRANDE DO NORTE DIRETORIA ACADÊMICA DE CONSTRUÇÃO CIVIL TECNOLOGIA EM CONSTRUÇÃO DE EDIFÍCIOS ESTABILIDADE DAS CONSTRUÇÕES Lista de exercícios 1. - Prof. Edilberto Vitorino de Borja 2015.1 BORJA – LISTA DE EXERCÍCIOS 1 Exercícios 1. Determine os componentes x e y da força de 800lb. Figura1. Figura 4. 2. Determine a intensidade da força resultante e sua direção, medida no sentido horário a partir do eixo x positivo. 5. Três forças...

    840  Palavras | 4  Páginas

tracking img